Arquivo da tag: Grupo Miolo

Sesmarias 2018, o sexto lendário da Miolo

A arte em forma de vinho num corte de seis castas da Campanha Meridional

(Foto: Divulgação)

Cabernet Sauvignon, Merlot, Petit Verdot, Tannat, Tempranillo e Touriga Nacional. O Sesmarias Safra 2018 nasceu dessas seis castas, cultivadas em seis vinhedos próprios da vinícola Seival Estate da Miolo na Campanha Meridional. É uma criação precisa entre natureza e homem, uma experiência rica em detalhes que exige do enólogo sensibilidade a flor da pele, além, é claro, de muita técnica. O sexto vinho da série The 2018´s Seven Legendaries of Miolo – os Sete Lendários, chega com 6.930 garrafas de um vinho nobre único e poderoso.

É o primeiro tinto elaborado no Brasil com fermentação integral em barricas de carvalho. Todo processo de elaboração é minucioso e extremamente preciso. O cuidado começa ainda no vinhedo, onde nasce o vinho. A seleção contempla uma profunda triagem entre as próprias plantas, onde apenas os frutos perfeitos são colhidos. As uvas são cuidadosamente desengaçadas sem esmagamento. A remontagem é feita com o rolamento da própria barrica. Tanto a fermentação alcoólica quanto a malolática acontecem na madeira em contato com as cascas. O corte dos seis vinhos estagia por mais de dezoito meses em barrica nova de carvalho francês. O vinho não passa por nenhum tratamento de estabilização para melhor conservar suas características naturais.

Elegante e longevo, o Sesmarias Safra 2018, ícone neste conceito, é um exemplar da vocação e expertise da Miolo na elaboração de vinhos tintos com qualidade internacional. “Aprendemos com a natureza e junto com ela aplicamos o que melhor sabemos fazer.”, destaca o enólogo Adriano Miolo, Diretor Superintendente da vinícola.

Este é o vinho mais conceitual da Miolo, tanto que esta, 2018, é apenas a terceira edição. O rótulo foi também produzido em 2008 e 2011, e agora também confirmado em 2020. É o único vinho da marca comercializado com exclusividade ao consumidor final em pré venda, a conhecida Vente en premier, prática dos grandes châteaux franceses, que resultou na comercialização de aproximadamente 50% do lote de 2018. Agora, a venda será aberta ao mercado nacional e internacional.

O vinho

De um vermelho escuro profundo mesclado com importante matiz de tom violáceo, este vinho tem uma fragrância arrebatadora, com predomínio de florais com depuradas notas de frutas negras bem amadurecidas, condimentadas com nuances de especiarias. É um vinho poderoso, altamente estruturado, com grande volume em boca e intrigantemente elegante, com taninos redondos e sedosos que proporcionam um retrogosto longo e muito demorado.

A sofisticação e o requinte do vinho Sesmarias exige também engrandecido acompanhamento gastronômico. Como se trata de um vinho elegante, longevo, corpulento, de acidez refrescante, harmoniza com iguarias à base de carnes nobres e de caça. Por ser um vinho moderno é um excelente parceiro de qualquer obra culinária, mesmo da tão em voga cozinha contemporânea. Ideal ser apreciado a uma temperatura que varia entre 16ºC e 18ºC.

Os Sete Lendários

A Safra 2018 será compartilhada na taça através do lançamento dos ‘Sete Lendários’ da Miolo. The 2018´s Seven Legendaries of Miolo. Os sete grandes vinhos serão lançados ao longo do primeiro semestre de 2020. São rótulos ícones das quatro regiões onde a marca está presente com vinhedos e unidades de produção: Miolo – Vale dos Vinhedos (RS), Terranova – Vale do São Francisco (BA), Fortaleza do Seival / Candiota – Campanha Meridional (RS) e Almadén / Santana do Livramento, Campanha Central (RS).

“Nos 30 anos da Miolo, podemos dizer que tivemos duas grandes safras, a de 2005 e a de 2018. Ambas foram semelhantes climatologicamente, porém muito diferentes do ponto de vista tecnológico. 2018 é, com certeza, a melhor safra da nossa história. Por isso, nós a chamamos de Lendária”, comemora Adriano Miolo. Ele explica, ainda, que a Safra 2018 ficará na história da Miolo, pois a vinícola produzirá todos os seus grandes vinhos elaborados, exclusivamente, em safras excepcionais. “Uma safra de qualidade como esta vem para coroar todo o trabalho de dedicação e inovação que foi realizado ao longo dos anos em prol da melhoria da qualidade”, afirma Adriano Miolo.

The 2018´s Seven Legendaries of Miolo surgem justamente para mostrar ao Brasil e ao mundo o potencial do vinho tinto brasileiro. Afinal, são sete vinhos tintos nobres, onde a Miolo é especialista, colocando o Brasil no mapa dos grandes rótulos mundiais.

Lançamentos Safra 2018

  1. Miolo Merlot Terroir – Miolo / Vale dos Vinhedos
  2. Testardi Syrah – Terranova / Vale do São Francisco
  3. Quinta do Seival Cabernet Sauvignon – Seival / Campanha Meridional
  4. Miolo Lote 43 – Miolo / Vale dos Vinhedos
  5. Quinta do Seival Castas Portuguesas – Seival / Campanha Meridional
  6. Sesmarias – Miolo / Campanha Meridional
  7. Vinhas Velhas Tannat – Almadén / Campanha Central

Quinta do Seival Castas Portuguesas 2018, o quinto lendário da Miolo

(Foto: Miolo)

O sabor de Portugal no Brasil em um vinho de guarda que expressa o terroir da Campanha Meridional

Portugal vive no Brasil de diferentes formas. Uma delas é no vinho. O Quinta do Seival Castas Portuguesas Safra 2018 é um exemplo de que as variedades Touriga Nacional e Tinta Roriz, ambas lusitanas, não apenas se adaptaram muito bem ao terroir da Campanha Meridional como também resultaram em um vinho nobre, com 15% de graduação alcoólica, ideal para guarda. Justamente por isso, a Miolo lança o rótulo como o quinto da série The 2018´s Seven Legendaries of Miolo – os Sete Lendários”.

Bi-varietal, este vinho tem 50% de Touriga Nacional e 50% de Tinta Roriz, num equilíbrio perfeito entre as castas, foi o primeiro rótulo a ser produzido na Vinícola Seival Estate, em Candiota (RS), na safra 2003. Desta safra 2018, o resultado são 18 mil garrafas, que expressam toda complexidade aromática e gustativa que a Campanha Meridional pode imprimir nessas variedades. Com alto potencial de envelhecimento, este vinho nobre amadureceu por 12 meses em barricas de carvalho francês.

Trata-se de um tinto elegante que demonstra a excelência do vinho brasileiro. Premiadíssimo, o Quinta do Seival Castas Portuguesas já arrematou 31 prêmios em concursos internacionais realizados em 10 países, sendo eles Alemanha, Argentina, Brasil, Canadá, Chile, China, Eslováquia, Estados Unidos, França e Inglaterra. Entre os destaques da Safra 2018 os 91 pontos conquistados no Descorchados 2019 e os 90 pontos no Guia Catad’Or 2019.

O vinho

Este vinho tem coloração vermelho-rubi profunda. Apresenta elevada intensidade e complexidade aromática, surgindo em primeiro plano o típico floral da Touriga Nacional, mesclado com fruta em compota como figo e ameixa preta, além de notas de madeira tostada. É um vinho potente e altamente estruturado, com bom volume de boca e acidez refrescante, que deve ser apreciado com temperatura entre 16ºC e 18ºC.

O Quinta do Seival Castas Portuguesas é ótimo para acompanhar pratos tipicamente originários de Portugal como caldo verde com chouriço, leitão assado em forno a lenha e arroz de Braga. Também acompanha carnes vermelhas assadas e grelhadas, pernil de cordeiro com ervas e queijos maduros de massa semi dura.

Os Sete Lendários

A Safra 2018 será compartilhada na taça através do lançamento dos ‘Sete Lendários’ da Miolo. The 2018´s Seven Legendaries of Miolo. Os sete grandes vinhos serão lançados ao longo do primeiro semestre de 2020. São rótulos ícones das quatro regiões onde a marca está presente com vinhedos e unidades de produção: Miolo – Vale dos Vinhedos (RS), Terranova – Vale do São Francisco (BA), Fortaleza do Seival / Candiota – Campanha Meridional (RS) e Almadén / Santana do Livramento, Campanha Central (RS).

“Nos 30 anos da Miolo, podemos dizer que tivemos duas grandes safras, a de 2005 e a de 2018. Ambas foram semelhantes climatologicamente, porém muito diferentes do ponto de vista tecnológico. 2018 é, com certeza, a melhor safra da nossa história. Por isso, nós a chamamos de Lendária”, comemora Adriano Miolo. Ele explica, ainda, que a Safra 2018 ficará na história da Miolo, pois a vinícola produzirá todos os seus grandes vinhos elaborados, exclusivamente, em safras excepcionais. “Uma safra de qualidade como esta vem para coroar todo o trabalho de dedicação e inovação que foi realizado ao longo dos anos em prol da melhoria da qualidade”, afirma Adriano Miolo.

The 2018´s Seven Legendaries of Miolo surgem justamente para mostrar ao Brasil e ao mundo o potencial do vinho tinto brasileiro. Afinal, são sete vinhos tintos nobres, onde a Miolo é especialista, colocando o Brasil no mapa dos grandes rótulos mundiais.

Lançamentos Safra 2018

  1. Miolo Merlot Terroir – Miolo / Vale dos Vinhedos
  2. Testardi Syrah – Terranova / Vale do São Francisco
  3. Quinta do Seival Cabernet Sauvignon – Seival / Campanha Meridional
  4. Miolo Lote 43 – Miolo / Vale dos Vinhedos
  5. Quinta do Seival Castas Portuguesas – Seival / Campanha Meridional
  6. Sesmarias – Seival / Campanha Meridional
  7. Vinhas Velhas Tannat – Almadén / Campanha Central

Miolo Lote 43 Safra 2018, o quarto lendário da Miolo

(Foto: Divulgação)

Ícone do Vale dos Vinhedos nasce do vinhedo implantado pelo imigrante Giuseppe Miolo

O quarto rótulo da série The 2018´s Seven Legendaries of Miolo – os Sete Lendários” é o grande ícone da marca no Vale dos Vinhedos, o Miolo Lote 43. Elaborado a partir das uvas Merlot e Cabernet Sauvignon, selecionadas manualmente, este vinho é um corte harmônico feito pelo enólogo da família, Adriano Miolo. Com alto poder de guarda, este vinho também carrega o selo de Denominação de Origem Vale dos Vinhedos (DOVV), além de vegano e livre de alergênicos. São 84 mil garrafas que testemunham o que o enólogo Adriano Miolo afirma: “2018 é a melhor safra da história da Miolo”.

Feito somente em safras excepcionais, o Miolo Lote 43 foi criado para homenagear o patriarca Giuseppe Miolo e se tornou emblemático. Esta será a oitava safra do vinho. O rótulo foi lançado nas safras 1999, 2002, 2004, 2005, 2008, 2011, 2012 e agora 2018. “Todo nosso amor ao vinho e à história da família Miolo está engarrafado neste vinho, que simboliza todo legado passado de geração a geração”, celebra Adriano Miolo.

Impossível falar da Miolo sem falar do Lote 43. A história deste grande vinho começou ainda em 1897, quando Giuseppe cruzou o Atlântico vindo da Itália. Ao chegar no Vale dos Vinhedos, ao se estabelecer no Lote 43, onde plantou as primeiras mudas de videiras. Provavelmente, ele não imaginava o que seus filhos, netos e bisnetos fariam nas décadas seguintes. Hoje, 31 anos após a fundação da Vinícola Miolo, o Lote 43 se tornou o retrato de uma saga de pioneirismo que ampliou as fronteiras do vinho no Brasil e no mundo. A partir do Lote 43, a Miolo criou grandes ícones e viveu importantes momentos, transformando a empresa na maior produtora de vinhos finos do país, chegando a mais de 30 países de todos os continentes e acumulando mais de mil premiações internacionais.

Quem visita a unidade da Miolo no Vale dos Vinhedos tem a oportunidade de não apenas conhecer como também caminhar entre as fileiras de espaldeiras deste vinhedo que majestosamente cerca a vinícola. No tour, também é possível passear pelas caves subterrâneas onde o vinho já engarrafado adormece, aguardando o momento ideal para ir ao mercado. A experiência se completa no varejo, podendo tanto degustar quanto adquirir o vinho.

O vinho

De cor rubi muito intensa e profunda, tem superior intensidade aromática, com notas de ameixa, tabaco, trufas, cacau, cravinho, além de sutis e elegantes aromas terciários. Apresenta elevada estrutura e bom volume de boca, com taninos redondos que, aliados à adequada acidez gerada pela fruta com excelente maturação, conferem ao seu desfrute um singular frescor e ímpar equilíbrio. A temperatura ideal para degustação é de 16ºC a 18ºC.

O Miolo Lote 43 harmoniza muito bem com a praticidade da culinária italiana e o requinte da culinária francesa. Pela sua complexidade de aromas e textura macia, pede pratos igualmente sofisticados, com ingredientes nobres. Assados de carnes de caça, o churrasco gaúcho, em especial o espeto de medalhões de picanha, e as carnes com certo teor de doçura, alta maciez e suculência, realçam o seu brilho.

Os Sete Lendários

A Safra 2018 será compartilhada na taça através do lançamento dos  ‘Sete Lendários’ da Miolo. The 2018´s Seven Legendaries of Miolo. Os sete grandes vinhos serão lançados ao longo do primeiro semestre de 2020. São rótulos ícones das quatro regiões onde a marca está presente com vinhedos e unidades de produção: Miolo – Vale dos Vinhedos (RS), Terranova – Vale do São Francisco (BA), Fortaleza do Seival / Candiota – Campanha Meridional (RS) e Almadén / Santana do Livramento, Campanha Central (RS).

“Nos 30 anos da Miolo, podemos dizer que tivemos duas grandes safras, a de 2005 e a de 2018. Ambas foram semelhantes climatologicamente, porém muito diferentes do ponto de vista tecnológico. 2018 é, com certeza, a melhor safra da nossa história. Por isso, nós a chamamos de Lendária”, comemora Adriano Miolo. Ele explica, ainda, que a Safra 2018 ficará na história da Miolo, pois a vinícola produzirá todos os seus grandes vinhos elaborados, exclusivamente, em safras excepcionais. “Uma safra de qualidade como esta vem para coroar todo o trabalho de dedicação e inovação que foi realizado ao longo dos anos em prol da melhoria da qualidade”, afirma Adriano Miolo.

Lançamentos Safra 2018

1.       Miolo Merlot Terroir – Miolo / Vale dos Vinhedos

2.       Testardi Syrah – Terranova / Vale do São Francisco

3.       Quinta do Seival Cabernet Sauvignon – Seival / Campanha Meridional

4.       Miolo Lote 43 – Miolo / Vale dos Vinhedos

5.       Quinta do Seival Castas Portuguesas – Seival / Campanha Meridional

6.       Sesmarias – Seival / Campanha Meridional

7.       Vinhas Velhas Tannat – Almadén / Campanha Central