Arquivo da tag: Guerra Nas Estrelas

o fim da saga star wars

“Star Wars: Ascensão de Skywlaker” encerra uma das maiores sagas da cultura pop. (Foto: Divulgação)

Por André Pistarini

Dirigido por J.J Abrams e com roteiro de Chris Terrio, “Star Wars: A ascensão de Skywalker” em seus 141 minutos possui as difíceis missões de dar uma conclusão e ao mesmo tempo se aprofundar nos novos personagens criados, gerar algo novo tão revolucionário quanto em 1977, porém sem se distanciar de sua essência, e a mais difícil de todas:

Atender a todas as expectativas dos fãs de Star Wars.

O filme decorre há um ano após a batalha entre a Resistência e A Primeira Ordem, em Crait. Rey segue treinando com a General Leia para se tornar uma Jedi, quando todos são surpreendidos pela confirmação do retorno de Darth Sidius

A partir deste momento é atribuído a Rey, Poe e Finn a missão de encontrar as coordenadas do planeta Sith Exegol e pôr um fim aos planos de Palpatine. Este, possui uma frota de destroyers capazes de dizimar planetas inteiros que fazem oposição a nova ordem.

O enredo ganha um perfil acelerado com a perseguição de informações sobre Exegol, enquanto ao mesmo tempo tenta de maneira muito rápida se aprofundar nos personagens do trio principal. Por outro lado, Kylo Ren ciente dos planos de Palpatine, tenta persuadir Rey ao lado negro da força.

É perceptível um esforço do roteiro em criar um “reboot” das ideias geradas em “Os últimos Jedi” dando a impressão em determinados momentos que o capitulo VIII nem mesmo exista na trilogia. A personagem Rose Tico por exemplo, após todas as polemicas e ataques maldosos gerados por fãs nas redes sociais tem um papel bem reduzido no longa, já o personagem de Luke Skywalkwer foi retomado com os ideais da trilogia clássica e possui uma grande relevância para elucidar Rey em seus conflitos internos.

Vale ressaltar as ótimas cenas da batalha entre Rey e Kylo, assim como todo trabalho para incluir a Leia (Carrie Fischer) que faleceu antes das filmagens. Sua memória com certeza foi condecorada com uma das cenas mais emocianantes/ dramáticas de Star Wars protagonizadas pelo nosso amigo Chewbacca.

Sobre sua conclusão, foram atribuídos muitos aspectos do capitulo VI “O retorno de Jedi” assim como retomado o princípio de todo o conflito de Star Wars; que nas palavras do próprio Geroge Lucas:

“Sempre foi mais uma novela de família “.

Sendo ele apresentado de um ponto de vista mais contemporâneo, este ponto foi o atenuante para fazer a ligação entre Rey, Kylo e até mesmo Palpatine assim como uma tentativa de aproximar essa nova trilogia ao todo.

J. J Abrams parece fazer um apelo a coerência dos fãs de Star Wars, pois se as inovações não foram bem aceitas pela opnião pública, este filme é a representação de todos os bons pontos da trilogia clássica.

E comercialmente este tipo de decisão é correta pois, por mais que fique aquela sensação de “ mais do mesmo” eu como você, fã de longa data desta série, continuará consumindo produtos Star Wars