Arquivo da tag: Henry Cavill

CCXP19 tem recorde de público e conteúdo marcado pela diversidade

Último dia da CCXP teve lotação máxima e muita diversão dos fãs. (Foto: Marcelo Paixão)

Quarto dia do festival recebeu as estrelas Gal Gadot, Henry Cavill e o elenco de “La Casa de Papel”, além de Ryan Reynolds, que retornou ao palco do Auditório Cinemark XD

Um festival de proporções épicas. Assim pode ser resumida a CCXP19, que terminou neste domingo, 8, após quatro dias de intensa programação. Em sua sexta edição no Brasil, o maior festival de cultura pop do mundo reuniu 280 mil pessoas vindas de todas as partes do país. Dentre os estados que mais compareceram, São Paulo aparece na frente com 72% – sendo 70% de fora da capital – seguido por Rio de Janeiro, Minas Gerais e Paraná. A organização estima que o evento tenha injetado cerca de R$ 265 milhões na economia da cidade e gerado 11 mil empregos diretos e indiretos.

“A CCXP alcançou um lugar de destaque no cenário do entretenimento mundial. Mais uma vez entregamos ao público um festival de qualidade internacional, reconhecido pelos estúdios e que traz para o Brasil conteúdos que vão reverberar pelos próximos meses. Fazer tudo isso pelos fãs e ainda poder gerar emprego e movimentar a economia são coisas que tornam tudo isso ainda mais incrível. Estamos entregando mais um evento épico e já pensando na edição de 2020. Aliás, a CCXP20 já tem data marcada: de 3 a 6 de dezembro”, anuncia Pierre Mantovani, CEO da CCXP.

 CCXP19 em números 

O festival ocupou um espaço de 115 mil m² com ativações de 15 estúdios e plataformas de streaming, 35 lojas especializadas em produtos com temática geek e 55 marcas que, segundo estimativa dos organizadores, tiveram faturamento de R$ 52 milhões. Quem passou pela CCXP19 gastou, em média, R$ 325,00. Na praça de alimentação, foram disponibilizados 42 restaurantes e outras opções de alimentação. Ao todo, 150 toneladas de alimentos foram servidas aos visitantes e convidados. Os produtos mais consumidos foram hambúrguer e refrigerante, sendo esta considerada a maior venda de refrigerante em eventos indoor em São Paulo.

Com relação ao público, 51% eram homens e 49% mulheres, o que refletiu em uma programação mais igualitária e jovem uma vez que dados indicam que 66% dos visitantes tinha entre 15 e 34 anos.

A CCXP19 reforçou sua relevância global no mercado de entretenimento ao reunir celebridades como Gal Gadot, Margot Robbie, Henry Cavill, Ryan Reynolds, John Boyega, Oscar Isaac, Daisy Ridley, o diretor J. J. Abrams e o elenco de “La Casa de Papel”, entre outros nomes aclamados. O festival ainda foi palco da pré-estreia de “Frozen 2”, da divulgação do trailer inédito de “Viúva Negra”, do teaser de “Eternos” e do aguardado trailer de “Mulher-Maravilha 1984”, que teve uma inédita transmissão global via Twitter.

A cobertura do festival também teve números superlativos, com mais de dois mil formadores de opinião, entre jornalistas e influenciadores, vindos de 25 países, além de 170 profissionais de foto, vídeo, redes sociais e conteúdo. Foram exibidas mais de 130 horas de transmissão ao vivo, com uma unidade móvel dedicada à transmissão da Omeleteve, canal do Omelete no Youtube. A conectividade foi outro ponto alto da CCXP19, que teve 60 quilômetros de fibra ótica conectando todo o pavilhão com wi-fi gratuito disponibilizado para os todos os visitantes e tecnologia 5G para cobertura de conteúdos em tempo real, com aparelhos celulares de última geração.

 Surpresas e grandes elencos no Auditório Cinemark XD

O último dia no Auditório Cinemark XD recebeu o aguardado painel da Netflix, que teve início com uma grande surpresa: Henry Cavill, protagonista de “The Witcher”, que subiu no palco e foi recebido por uma plateia extasiada. Outro elenco aclamado foi o da série “La Casa de Papel”. Os atores Rodrigo de la Serna, Esther Acebo, Pedro Alonso, Alba Flores e Darko Peric contaram um pouco sobre série e o público pôde conferir metade do primeiro episódio da próxima temporada. Em seguida, foi a vez de Ryan Reynolds retornar ao Auditório Cinemark XD para divulgar seu segundo trabalho nesta edição da CCXP19, “Esquadrão 6”, junto com os colegas de elenco Adria Arjona, Mélanie Laurent, Corey Hawkins e Manuel Garcia-Rulfo.

Mas foi a Warner que comandou os dois últimos painéis do Auditório Cinemark XD neste domingo. Primeiro, o estúdio apresentou suas estreias de 2020 e projetos para os próximos anos como “Scooby! O Filme”, “Tom & Jerry”, “Space Jam 2”, “DC Super Pets”, “Em um Bairro de Nova York” e “Esquadrão Suicida”, filme que terá a brasileira Alice Braga no elenco. Fechando a noite, Gal Gadot e Patty Jenkins encontraram uma legião de fãs apaixonados. A atriz e a diretora contaram ao público um pouco sobre a produção de “Mulher-Maravilha 1984”, em um painel que teve transmissão pelo Twitter e colocou a CCXP19 nos trending topics da rede social.

Concurso Cosplay

Último dia do concurso de cosplay. (Foto: Ariel Martini)

O último dia da CCXP19 também foi marcado pela grande final do Concurso Cosplay. Dividida em três etapas, a competição contou com o voto popular para selecionar os 12 artistas que subiram ao palco do Creatos Stage by Trigg neste domingo. Quem levou o prêmio principal, um carro 0 km e credenciais Full Experience da CCXP20, foi Jaqueline Fernandes Santos, com o personagem Diablo Prime Evil, de “Diablo III”. Também foram eleitos o Cosplayer Destaque (Nathália Casalecchi, com Winifred Sanderson), Melhor inventividade (Rogerio Silva, com Davy Jones), Melhor Figurino (Rafael Silva, com Dohvakiin) e Melhor Apresentação (Bruno Leão, com Li Shang).

DC Comics corrige erros e entrega um filme digno da Liga da Justiça

Por Rodrigo Bocatti

“Batman vs Superman – A Origem da Justiça” recebeu diversas críticas da imprensa e também o trailer entregou MUITA coisa que aconteceria, porém apresentou o Universo Cinematográfico da Dc Comics, mas com muitos erros. “Mulher-Maravilha” veio para concertar o tom dos filmes da editora e nos entregou um belo longa. Mas, diversos fãs e grande parte da imprensa estava com receio da “Liga da Justiça”, que está em exibição nos cinemas, e os trailers mostraram o essencial, sem se estender e guardar as surpresas do longa para as telas.

O filme, no meu ver, acerta em deixar as histórias de origens de Aquaman (Jason Momoa), Flash (Erza Miller) e Cyborgue (Ray Fisher) para seus filmes solos. E eles são apresentados do jeito que foram demonstrados nos trailer, exceto o último, que tem um jeito peculiar de chamar a atenção de Diana (Gal Gadot).

6-coisas-que-queremos-ver-no-filme-da-liga-da-justica_f.png
Maiores heróis da DC Comics chegam aos cinemas. (Foto: Divulgação

“Liga da Justiça” vai direto ao ponto. Logo no começo, Bruce Wayne (Ben Affleck) nota que tem algum problema acontecendo no mundo e logo seus temores são confirmados por Diana. Com isso, já vai buscar os outros integrantes da equipe. O primeiro é o Aquaman, que recusa, mas logo é atacado pelo Lobo da Estepe (Ciarán Hinds) muda de ideia. Flash, que é o alívio cômico, com piadas bem colocadas, aceita logo de cara. Cyborgue entra depois que um membro de sua família é sequestrado por causa das Caixas Maternas.

Com a Liga reunida, os heróis tentam descobrir uma maneira de derrotar o Lobo. E vão enfrenta-lo, com destaque para Mulher-Maravilha na luta, que toma a liderança da equipe e como a mais forte, luta diretamente contra o vilão.

Durante o filme e no fim temos algumas referências do que pode acontecer, uma das insinuações é que a antiga mansão Wayne pode ser o QG da Liga e parece que veremos mais integrantes nos próximos filmes, além claro de um vislumbre de um antigo Lanterna Verde, na primeira vez que Lobo invadiu a terra.

Nas cenas pós-créditos (existem duas), na primeira temos uma corrida que lembra os quadrinhos, e é uma continuação de uma piada do fim do longa. Na segunda, e a mais importante, vemos Lex Luthor (Jesse Eisenberg) recebendo o Exterminador (Joe Manganiello) e deixa entender que podemos ter a Sociedade Secreta de Supervilões.

O filme é muito bom. Fãs e quem for ao cinema apenas para se divertir não vão se arrepender. Tomara que a DC e a Warner continuem nessa linha os próximos filmes.

DC Comics começa a apresentar seu universo cinematográfico

Por Rodrigo Bocatti

Apesar de já ter lançado “Homem de Aço”, a Dc Comics começou realmente agora a apresentar todo poder de seu universo. E quando o filme “Batman vs Superman – A Origem da Justiça” foi anunciado, os fãs ficaram eufóricos e os detalhes foram surgindo e a Dc Comics e a Warner anunciaram que o novo Cavaleiro das Trevas seria Ben Affleck e muita gente reclamou da escolha do ator, muito por causa de sua atuação em “Demolidor” (2003). Mas o tempo foi passando, as imagens foram aparecendo e os trailers divulgados, com isso as críticas ao interprete foram ficando esquecidas. Gal Gadot sofreu uma pequena rejeição como Mulher-Maravilha, mas aconteceu a mesma coisa com Affleck. Henry Cavill já estava estabelecido como Superman.

Com um novo Batman, surgiu uma dúvida de como iria apresentar o Batman, já que ele está em uma idade avançada. E isso foi feito de forma incrível e não se perdeu muito tempo, com flashback a história de sua motivação foi contada. Com o Morcego aposentado, os crimes em Gotham voltaram a ocorrer, porém sem interrupção do herói.

Porém, com a chegada do Superman e os acontecimentos de “Homem de Aço” (2013), o Batman toma a decisão de voltar à ativa, porém mais violento do que antes e deixando sua marca gravada nos bandidos, com isso ele é visto como o Justiceiro sem lei por algumas pessoas, inclusive Clark Kent.

Manipulados, Batman e Superman finalmente se enfrentam. (Foto: Divulgação)
Manipulados, Batman e Superman finalmente se enfrentam. (Foto: Divulgação)

Já por outro lado, a população tem receio dos poderes do Super-Homem, que é comparado a um Deus e a qualquer momento poderia se virar contra a humanidade e destruí-la. Pensando nisso, Lex Luthor (Jessie Eisenberg) vai atrás de um artefato no oceano índico e uma das fraquezas do seu arqui-inimigo, a Kriptonita. Bruce Wayne consegue pegá-la para sim, para poder combater de frente o homem mais forte do universo.

A batalha épica ocorre, mas não pelas razões discutidas durante o longa, mas por uma manipulação de Luthor. Com o poder da pedra e utilizando-a contra Kar-El e apenas nesses momentos, o Batman tem uma chance de igualar a luta e matar seu “rival”. Porém, no fim Lois Lane (Amy Adams) salva a vida do amado.

Com as diferenças resolvidas, os heróis se unem contra o verdadeiro vilão do longa (e possivelmente de alguns filmes que estão por vir). A criação do Apocalypse, partindo do cadáver de Zod (Michael Shannon), é o que revela a capacidade e Luthor fazer qualquer coisa para derrotar o Homem de Aço, que salva sua vida.

E eis um dos pontos altos da trama: a chegada da Mulher-Maravilha para salvar a vida do Batman e ajudar a derrotar o verdadeiro inimigo. Mas o que impressiona em sua chegada, é Diana não usando seu escudo para parar o golpe, mas sim seus braceletes e ainda a vemos fazendo uso do Laço da Verdade. E a foto que retrata bem o longa, é a trindade da Dc Comcis reunida para salvar o mundo.

Apocalypse tem um papel fundamental no filme. (Foto: Divulgação)
Apocalypse tem um papel fundamental no filme. (Foto: Divulgação)

Considerações (ATENÇÃO! SPOILERS ABAIXO):

Uma das coisas mais legais que acontece em “Batman vs Superman – A Origem da Justiça” é apresentação da Mulher-Maravilha, mas em nenhum momento ela fala o porquê dela estar em Metropólis ou de quem ela realmente é.

O sonho do Batman revela muita coisa e insere o conceito de multiuniverso nos filmes da Dc Comics. Os trajes de todos os personagens centrais da trama são realistas e muito próximos dos quadrinhos. E como Zack Snyder já disse, Flash (Erza Miller), Cyborg (Ray Fisher) e Aquaman (Jason Momoa) são cenas muito bem feitas e que revelam o necessário dos personagens, para serem inseridos na hora certa na Liga da Justiça, que aparentemente tem um vilão definido.

A trindade da DC Comics está formada. (Foto: Divulgação)
A trindade da DC Comics está formada. (Foto: Divulgação)

E o que falar da atuação de Henry Cavill, Bem Affleck e Gal Gadot (a trindade). Quem duvidava da química entre elas poderá rever seus conceitos. E quem tinha receio da atuação de Affleck como o novo Batman pode dormir tranquilo, pois o traje do herói está em boas mãos. Gal Gadot ficou encarno a princesa amazona muito bem, e seu olhar de guerreira e a sutileza de uma pessoa da realeza fica bem no filme.

E Jessie Eisenberg na pele de Lex Luthor também está muito bem no papel do vilão. Desde o começo ele demonstra sua paranoia de vencer o Superman a qualquer custo e não mede esforços e escrúpulos para colocar o mundo contra ele e no momento mais crucial do filme, Lex arma uma jogada digna de seu personagem.

O filme não é 100% perfeito, como acredito que nenhum filme será. E esse deixa algumas pontas soltas, principalmente do lado do Batman e da Mulher-Maravilha. Como a mansão dos Wayne foi destruída? E quem era o Robin que morreu (na teoria dos fãs esse seria Jason Todd, porto pelo Coringa)? E como a princesa Diana chega a Metrópolis e o porquê dela ser convidada para uma festa na casa de Lex Luthor (muito provavelmente essas perguntas serão respondidos no filme solo da heroína)?

Batman vs Superman – Henry Cavill diz que filme será épico!

Por Legião dos Heróis

Revelando que ele já assistiu à versão final do filme duas vezes, uma das estrelas de Batman vs Superman: A Origem da Justiça, Henry Cavill, que dá vida ao Homem de Aço nos cinemas, chamou o filme de “épico, arrepiante e visualmente espetacular” em uma entrevista recente.

Henry Cavill afirma que "Batman vs Superman - A Origem da Justiça" será épico. (Foto: Diversório)
Henry Cavill afirma que “Batman vs Superman – A Origem da Justiça” será épico. (Foto: Diversório)

Ele tem todos os poderes”, disse o ator britânico, no tapete vermelho do Oscar. “E o Superman não consegue evitar amar todo mundo e querer fazer a coisa certa e… você sabe, você tem o cara certo te orientando”.

Possivelmente, ele vai estar “orientando” muito mais até o final do filme, onde são esperadas as introduções da Mulher-Maravilha, do Flash, do Aquaman, Ciborgue e, quem sabe, oLanterna Verde, para dar o pontapé inicial no filme da Liga da Justiça.

Batman vs Superman: A Origem da Justiça chega aos cinemas em menos de um mês, em 24 de março.

Batman vs Superman – Liberado trailer final oficial do filme!

Por Legião dos Heróis

Faltando pouco mais de dois meses para a estreia de um dos filmes mais aguardados do ano, a Warner e DC liberaram o trailer final de Batman vs Superman: A Origem da Justiça. Confira!

Temendo que as ações do herói, com poderes comparados aos de um deus não sejam controladas, o formidável vigilante de Gotham City decide lutar contra o reverenciado e novo salvador de Metropolis, enquanto o mundo discute sobre qual tipo de herói é realmente necessário.

Com Batman Superman em guerra um contra o outro, uma nova ameaça emerge, ameaçando a humanidade de uma maneira jamais vista antes!

Batman vs Superman: A Origem da Justiça é a continuação de O Homem de Aço, de 2013 e conta novamente com  Zack Snyder na direção, com roteiro escrito por Chris Terrio, baseado numa história criada por Snyder e David S. Goyer. O elenco inclui Henry Cavill como Clark Kent; Ben Affleck como Bruce Wayne; Gal Gadot como Diana Prince; Amy Adams como Lois Lane; Laurence Fishburne como Parry White; e Jesse Eisenberg como Lex Luthor.

BATMAN, SUPERMAN E MULHER-MARAVILHA SÃO DESTAQUES EM NOVAS IMAGENS DE BATMAN vs SUPERMAN: A ORIGEM DA JUSTIÇA

Henry Cavill, Ben Affleck e Gal Gadot integram o elenco do longa que chega aos cinemas brasileiros em 24 de março de 2016

A Warner Bros. Pictures divulga novo conteúdo do aguardado longa do diretor Zack Snyder, Batman vs Superman: A Origem da Justiça, que chega aos cinemas em 24 de março de 2016. As artes mostram com destaque os personagens interpretados por Ben Affleck, Henry Cavill e Gal Gadot. As imagens também revelam detalhes dos personagens principais do filme, como os símbolos que os representam.

"Batman Vs Superman - A Origem da Justiça" estreia dia 24 de março. (Foto: Divulgação)
“Batman Vs Superman – A Origem da Justiça” estreia dia 24 de março. (Foto: Divulgação)

Do diretor Zack Snyder (“O Homem de Aço”) chega aos cinemas Batman vs Superman: A Origem da Justiça, com Ben Affleck (“Argo”) atuando como Batman/Bruce Wayne e Henry Cavill, repetindo seu papel como Superman/Clark Kent.

Preocupado com as ações de um super-herói com poderes quase divinos e sem restrições, o formidável e implacável vigilante de Gotham City enfrenta o mais adorado salvador de Metrópolis, enquanto todos se questionam sobre o tipo de herói que o mundo realmente precisa. E com Batman e Superman em guerra um com o outro, surge uma nova ameaça, colocando a humanidade sob um risco maior do que jamais conheceu.

Dirigido por Zack Snyder, o filme conta ainda com a indicada ao Oscar Amy Adams (“Trapaça”, “O Homem de Aço”) como Lois Lane, Jesse Eisenberg (“A Rede Social”) como Lex Luthor, Diane Lane (“Infidelidade”, “O Homem de Aço”) como Martha Kent e Laurence Fishburne (“Tina”, “O Homem de Aço”) como Perry White; os vencedores do Oscar Jeremy Irons (“O Reverso da Fortuna”) como Alfred, e Holly Hunter (“O Piano”) como a Senadora Finch; e Gal Gadot (filmes “Velozes e Furiosos”) como a Mulher-Maravilha/Diana Prince.

"Batman Vs Superman - A Origem da Justiça" estreia dia 24 de março. (Foto: Divulgação)
“Batman Vs Superman – A Origem da Justiça” estreia dia 24 de março. (Foto: Divulgação)

Snyder dirige o longa a partir do roteiro de Chris Terrio e David S. Goyer, baseados nos personagens da DC Comics, incluindo Batman, criado por Bob Kane juntamente com Bill Finger, e Superman, criado por Jerry Siegel e Joe Shuster. O longa é produzido por Charles Roven e Deborah Snyder, com Wesley Coller, Geoff Johns e David S. Goyer como produtores executivos.

A equipe criativa de bastidores de Snyder inclui o diretor de fotografia Larry Fong (“300,” “Watchmen – O Filme”) e o designer de produção Patrick Tatopoulos (“300: A Ascensão do Império”), e de sua equipe de “O Homem de Aço” estão o editor David Brenner, o figurinista Michael Wilkinson e o supervisor de efeitos especiais John “DJ” DesJardin. A trilha sonora é do compositor vencedor do Oscar Hans Zimmer (“O Rei Leão”, “O Homem de Aço”) e Junkie XL (“Mad Max: Estrada da Fúria”).

"Batman Vs Superman - A Origem da Justiça" estreia dia 24 de março. (Foto: Divulgação)
“Batman Vs Superman – A Origem da Justiça” estreia dia 24 de março. (Foto: Divulgação)

A Warner Bros. Pictures apresenta Batman vs Superman:  A Origem da Justiça, uma produção da Atlas Entertainment/Cruel and Unusual, com direção de Zack Snyder. O longa será distribuído pela Warner Bros. Pictures, uma empresa da Warner Bros. Entertainment, e está previsto para estrear no Brasil em 24 de março de 2016, em 2D e 3D e em cinemas selecionados em IMAX 3D.