Arquivo da tag: História

8 roteiros para curtir o melhor de Bariloche

Graças à sua exuberante natureza, que alia montanhas nevadas com lagos de diversas cores e bosques milenares, Bariloche, localizada na Patagônia Argentina, é um dos destinos mais buscados pelos brasileiros. Segundo estudo realizado pela Decolar, a cidade argentina chegou à sexta posição no ranking de destinos de inverno mais desejados pelos viajantes do Brasil. Isso representa um aumento de 38% nas viagens de brasileiros a Bariloche.

Seja para praticar esportes de neve ou curtir as atividades de ecoturismo, o lugar oferece uma enorme variedade de pacotes e programas que atendem a todos os tipos de turistas, desde os jovens viajando em grupos de amigos, até casais e famílias com crianças.

A Brasileiros em Ushuaia, agência especializada em destinos da Patagônia Argentina, que se consolidou na famosa “Cidade do Fim do Mundo”, iniciou recentemente sua operação em Bariloche e oferece roteiros diversos para conhecer o lugar com toda a assistência de viagem feita pela equipe da operadora.

A seguir, listamos 8 passeios que a agência oferece para curtir o melhor da cidade situada no Parque Nacional Nahuel Huapi, junto à Cordilheira dos Andes. Confira:

Circuito Chico

O programa começa em São Carlos de Bariloche e percorre 60 quilômetros passando por diversos pontos de interesse na Costa do Lago Nahuel Huapi, como Playa Bonita, Cerro Campanario e seu teleférico que chega ao topo com 1050 metros de altura, os lagos Nahuel Huapi e Perito Moreno, a lagoa El Trebol, penínsulas de San Pedro e Llao Llao, Ilha Victoria, e os montes Otto, López, Goye e Catedral e Bariloche.

O circuito passa ainda pelo Puerto Pañuelo, de onde partem os barcos para Isla Victoria e Bosque de Arrayanes. Mais adiante são observados campos de golfe, a ponte Angostura sobre o rio de mesmo nome, que liga os lagos Moreno e Nahuel Huapi e depois Lopez Bay.

Ao longo desse trajeto, o turista encontra várias casas de chá, restaurantes, churrascarias e cervejarias, onde pode degustar as delícias da gastronomia regional, e várias lojas onde se encontram velas, tecidos, cerâmicas, objetos de madeira, artigos de couro, entre outros.

Puerto Blest e Cascada de Los Cantaros

Esse roteiro de navegação se destaca por mostrar as águas verdes, selva e cachoeiras de Bariloche. Percorrendo o braço Blest, com águas esverdeadas do lago Nahuel Huapi, o roteiro oferece uma experiência inesquecível.

Durante o percurso, avista-se a Ilha Sentinela, onde estão os restos mortais de Perito Moreno, patrono dos parques nacionais argentinos. Além do Puerto Cántaros, que oferece uma verdadeira experiência na selva valdiviana até chegar à nascente da cachoeira, no lago Cántaros, onde pode-se apreciar um pinheiro-larício milenar de mais de 1500 anos.

Ao chegar a Puerto Blest, é possível continuar a viagem de ônibus até Puerto Alegre, há apenas 3 km de distância, para navegar pelas águas verdes do Lago Frias, chegando bem perto da fronteira com a República do Chile.

Isla Victoria e Bosque de Los Arrayanes

Esse passeio de barco navega pelas águas azuis do Nahuel até Puerto Anchorena, na ilha Victoria, onde o visitante encontra uma flora fértil com espécies de um visual indescritível. Ali existem diversas trilhas marcadas para passeios.

O roteiro também passa pela península de Quetrihue, onde está o icônico e único bosque de arrayanes, arbustos cor de açafrão com flores brancas. O cenário é mágico!

Outro destaque do passeio é a praia do Toro, onde se pode observar as pinturas rupestres feitas pelos primeiros habitantes do lugar, tudo em uma esplêndida praia de areia vulcânica.

Cerro Tronador e Ventisquero Negro

A rota atravessa parte dos lagos Gutiérrez e Mascardi até se unir à estrada Provincial 82. O Tronador, o monte mais alto dos arredores de Bariloche, possui sete geleiras.

No caminho, há ainda alguns mirantes para observar os imponentes dos montes Bonete e Cresta de Gallo, além da praia de areia escura do lago Mascardi.

Para chegar ao Cerro, passa-se pela ponte sobre o rio Manso até chegar a Pampa Linda, um bom lugar para almoçar. É possível observar ainda o Glaciar Manso, mais conhecido como Ventisquero Negro, uma geleira que desce do Tronador e que se destaca pela cor escura.

El Bolsón e Lago Puelo

O El Bolsón é um povoado a sudoeste da província de Río Negro, localizado em um vale fértil do rio Quemquemtreu, ao pé do Monte Piltriquitron. Para chegar até o lugar, o roteiro contorna os lagos Gutiérrez e Mascardi, além do rio Guillelmo e atravessa a Pampa del Toro e o Canãdón de la Mosca.

Uma das maiores atrações da cidade é a Feira Artesanal, que acontece na plaza Pagano, em pleno centro. A feira reúne, em suas 300 bancas, um mundo de cerâmica, lã, madeira, couro, metais, flores secas, doces, legumes frescos e tudo feito por artesãos e produtores da região. É imperdível para fazer boas compras!

Villa La Angostura e Cerro Bayo

Vizinha de Bariloche, Villa La Angostura está cercada pelo árido estepe patagônico. O roteiro passa por extensas fazendas a oeste até chegar ao braço Huemul. Ali, os bosques de ciprestes começam a aparecer lentamente para depois dar lugar à floresta úmida.

Villa la Angostura é um lugar único, localizado na costa norte do Lago Nahuel Huapi. Durante o passeio pela região, é possível visitar o porto, o El Mesidor, a lagoa Selva Triste e a capela La Asunción. O destaque para os aventureiros é o Cerro Bayo, centro de esqui local com alto padrão de atendimento e pistas com diversos níveis de dificuldade.

San Martin de los Andes

O programa cobre a jornada de 352 quilômetros pelos Parques Nacionais Nahuel Huapi e Lanín. Com uma paisagem exuberante, que abriga inclusive a Rota dos Sete Lagos – Espejo, Correntoso, Escondido, Villarino, Falkner, Machónico e Lácar -, essa cidade é tranquila e também oferece experiências incríveis.

Graças à exuberante natureza presente entre San Martin e Bariloche, a cinematográfica estrada rende boas fotos! Lá também é possível praticar esportes de neve.

Cerro Catedral

No Cerro Catedral é possível viver uma das melhores experiências de esqui da América do Sul. Para os experts, existem pistas com mais de dois quilômetros de extensão, com desníveis de até 500 metros. E para os iniciantes, há pistas de excelente qualidade e que garantem emoção compatível, inclusive com instrutores.

Os que não pretendem esquiar podem ficar na bem estruturada Vila Catedral, ao pé da montanha, saboreando um chocolate quente e observando os movimentos das várias lojas, hotéis e restaurantes, além das casas que lembram uma aldeia alpina.

Mais informações: www.brasileirosemushuaia.com.br

Cartagena, na Colômbia, reúne riqueza histórica e natural

Na cidade murada, construções se espalham por ruas estreitas. Perto dali, águas cristalinas mostram peixes e recifes de coral a iniciantes e profissionais em mergulho

Cartagena das Índias guarda um dos mais extensos complexos de fortificações da América do Sul. Uma viagem a essa região da Colômbia alia patrimônio e natureza. As construções históricas, bem preservadas, dão cor às ruas da cidade murada. A cerca de 1 hora de barco dali, duas ilhas exibem água transparente e se apresentam como bons destinos para mergulho, Isla del Encanto e Isla Baru.

Declarada Patrimônio da Humanidade pela Unesco em 1984, Cartagena reúne construções dos séculos 16, 17 e 18, como sua bela catedral, o Castelo de San Felipe, a Torre do Relógio e o Forte de San Sebastián de Pastelillo. Dentro da muralha com 11 quilômetros de extensão, as vielas mostram as cores dos edifícios antigos e das sacadas floridas. À noite, a iluminação realça o charme do centro histórico.

(Foto: Divulgação)

Partindo da marina Muelle de La Bodeguita, lanchas chegam em uma hora a um arquipélago formado por 23 ilhas de origem coralina, entre elas, Isla del Encanto. Além de experimentar um típico almoço colombiano, dá para praticar mergulho com snorkel ou tanque. Um passeio à Isla de San Martin de Pajarales possibilita ver o aquário e um show de tubarões, além de interagir com golfinhos.

Para fãs de mergulho, a Isla Baru é um dos melhores lugares para a prática no Caribe colombiano, com visibilidade superior a 20 metros. A água transparente, a uma temperatura de 27°C, exibe peixes e recifes de coral. A ilha, a 45 minutos de lancha desde Cartagena, apresenta um mar turquesa com praias de areia branca, como Agua Azul e La Playita.

(Foto: Divulgação)

No lado oeste da ilha, na Ciénaga de Cholón, o turista pode ter uma experiência incrível na Casa Navegante. Com capacidade para seis passageiros e 340 metros quadrados, a área inclui três quartos, sala de estar, cozinha equipada e piscina. Os hóspedes têm acesso a WiFi, TV, ar-condicionado, jogos, binóculos, telescópio, caiaque e equipamento de mergulho. Lá, os serviços disponíveis são para mergulhadores certificados. É possível contratar ainda um instrutor.

Para que o viajante possa explorar todas essas atrações com conforto e segurança, a operadora Françatur Turismo oferece pacotes especiais ao destino, com serviços personalizados. Mais informações podem ser obtidas no site www.francatur.com.br, nas redes sociais @francaturturismo e nos telefones (11) 3149-3163 ou (21) 2102-2440.

Leste Europeu reúne riquezas históricas e culturais em seus territórios

A operadora Françatur tem roteiros que abrangem diversos países, como Áustria, República Tcheca e Polônia

Nações distintas culturalmente, porém com algo em comum: paisagens inacreditáveis que combinam o medieval com o moderno. Este é o Leste Europeu. Viajar pela região é ter a chance de conhecer países com climas, histórias, arquiteturas e atrativos naturais muito diferentes entre si. Conhecer as tradições de cada destino é uma experiência enriquecedora a qualquer turista. A operadora Françatur tem dois roteiros ideais que contemplam a Áustria, a Alemanha, a Hungria, a República Tcheca e a Polônia.

A viagem começa em Budapeste, na Hungria, com visita aos distritos de Buda e de Peste, divididos pelo Rio Danúbio. O primeiro concentra a parte histórica da capital do país, onde fica o Castelo de Buda, que é ocupado pela Galeria Nacional Húngara e pelo Museu de História de Budapeste. No segundo, encontram-se movimentadas avenidas com lojas modernas e de luxo.

Seguindo para Viena, na Áustria, nota-se uma cidade cercada por arte. Considerada a capital da música clássica, tem atrações como a Casa de Mozart e o Museu de História da Arte. O destino também se destaca quando o assunto é arquitetura, basta observar o esplendor do Palácio de Schönbrunn, conhecido também como o Palácio de Versalhes de Viena.

Já na República Tcheca, a sua capital, Praga, conhecida como a “Cidade das Cem Torres”, surpreende pelas paisagens com o Rio Vltava ao fundo, onde ficam construções como o Castelo de Praga. Saindo de Praga, a sequência é a encantadora Berlim, capital da Alemanha, com visita programada ao Portão de Brandemburgo, um dos principais cartões-postais do país.

Outro roteiro da operadora percorre a região de Varsóvia, na Polônia, onde se tem a oportunidade de conhecer mais sobre a vida de um dos maiores compositores e pianistas do mundo, Frédéric Chopin. O passeio inclui visitas a lugares que fizeram parte da vida do artista, como o museu em sua homenagem, dentro do Palácio Ostrogski, a Igreja de Santa Cruz, onde está guardado o seu coração, a mansão em que nasceu e o seu monumento. Além disso, o turista pode aproveitar a viagem para fazer compras no centro comercial Arkadia, um dos maiores da Europa.

Mais informações podem ser obtidas no site www.francatur.com.br, nas redes sociais @francaturturismo e nos telefones (11) 3149-3163 ou (21) 2102-2440.

De faraós a sultões, os laços que unem Egito e Turquia

Pirâmides e palácios estão nos roteiros da Françatur, que incluem cruzeiro pelo Rio Nilo e mergulho no Mar Vermelho

Berço da civilização, o Egito é dono de uma tradição histórica singular, cujo legado exerce fascínio em viajantes do mundo todo. Na terra dos antigos faraós, tesouros arqueológicos como as pirâmides de Gizé resistiram ao tempo e às invasões, sobretudo aos quase três séculos de domínio do Império Turco-Otomano, a partir de 1517.

Uma das sete maravilhas do mundo antigo, que ainda existe, as pirâmides Quéops, Quéfren e Miquerinos são parte de um roteiro sagrado de quem visita o Cairo, capital do país. A enigmática Esfinge também está entre os cartões-postais dessa viagem. No Egito, a água cristalina de Hurghada é outro ponto de interesse de turistas, que escolhem essa região de resorts às margens do Mar Vermelho para mergulhar ou relaxar sob o sol.

Françatur tem destinos pela história do Egito. (Foto: Divulgação)

Essas maravilhas egípcias são vistas no roteiro da Françatur dedicado ao país, que inclui ainda um cruzeiro de quatro noites pelo Rio Nilo. Pelo caminho, a embarcação atraca para os viajantes descobrirem outros lugares, como os Templos de Luxor e Karnak. Essa navegação pelo mais extenso e um dos mais emblemáticos rios da humanidade faz parte também do programa da operadora que visita o Egito com a Turquia.

Separado geograficamente pelo Mar Mediterrâneo, o Egito foi anexado à Turquia como parte dos planos de expansão dos sultões. Governantes se notabilizaram pelo estilo de vida excêntrico, que deu origem a lugares como o Palácio Topkapi, na cidade de Istambul. O Grand Bazaar é mais um destino obrigatório, com as suas mais de 4.000 lojas ao longo de cerca de 60 ruas cobertas, a fim de apreciar (e comprar) tapetes, joias, tecidos e roupas na cidade turca.

Já o melhor lugar para saber sobre toda a complexidade do passado do país é o Museu das Civilizações da Anatólia, uma das atrações da capital, Ankara. Mas é distante dos luxuosos palácios e da agitação urbana, que está um dos grandes atrativos de uma jornada pela Turquia: o sobrevoo de balão para apreciar o nascer do sol na região da Capadócia.

Os dois programas da Françatur levam o viajante a conhecer cartões-postais e a identificar os fortes laços culturais e religiosos presentes até hoje no Egito e na Turquia. Mais informações podem ser obtidas no site www.francatur.com.br, nas redes sociais @francaturturismo e nos telefones (11) 3149-3163 ou (21) 2102-2440.

Nas férias, museu leva crianças a uma volta ao passado do cinema nacional

Vida e obra de Amácio Mazzaropi são contadas com a ajuda de 20 mil itens. Acervo fica em Taubaté, no mesmo espaço onde filmes eram produzidos

Com a chegada das férias de julho não faltam às crianças opções para aproveitar o tempo livre de aulas. Uma alternativa aos sempre sedutores eletrônicos é embarcar numa jornada a fim de conhecer um capítulo importante da história do cinema brasileiro: a vida e a obra de Amácio Mazzaropi, campeão de bilheteria em um tempo em que a televisão ainda engatinhava.

Novidade nos Brasil dos anos 1950, a TV também fez parte da vida do artista, que teve no rádio e no circo suas principais escolas antes de estourar nas telonas. A trajetória do astro de mais de 30 filmes é narrada com a ajuda dos 20 mil itens que integram o acervo do Museu Mazzaropi, em Taubaté, a aproximadamente 140 quilômetros da cidade de São Paulo.

Museu Mazzaropi é atração no Hotel Fazenda Mazzaropi. (Foto: Divulgação)

A despeito do sobrenome italiano, na vida artística Mazzaropi sempre encarnou a figura do homem simplório do Brasil rural, imortalizado pelo personagem Jeca. No museu, fotos, objetos de cena e pôsteres reconstroem de modo afetivo a vida desse tipo caboclo, sempre às voltas com confusões. Pesadas câmeras e grandes equipamentos de som e edição dão às crianças uma noção de como era a tecnologia disponível para fazer filmes na metade do século 20.

Amigo pessoal do cineasta, João Roman Júnior criou o museu em 1992, no mesmo espaço ocupado pelos estúdios da produtora que Mazzaropi fundou para rodar seus filmes. Um cinema preocupado apenas em divertir mesmo focando em temas como religião e preconceito. Herói sem capa, Mazzaropi lutou nas telas contra poderosos, contra a discriminação, fazendo do humor seu superpoder.

O museu funciona dentro da propriedade onde fica o Hotel Fazenda Mazzaropi, que tem 146 apartamentos, parquinhos, pedalinhos, monitoria infantil, sala de massagem, sauna a vapor, quatro piscinas, vôlei de areia, campos de futebol e de minigolfe, quadras poliesportivas, quadras de tênis e salão de jogos.

Mais informações sobre o museu podem ser obtidas no site https://museumazzaropi.org.br ou no telefone (012) 3634.3447. Para o hotel, acesse o site www.mazzaropi.com.br ou entre em contato notelefone (12) 3634.3400.

SHOPPING METRÔ TUCURUVI HOMENAGEIA AYRTON SENNA, COM A EXPOSIÇÃO UMA OUTRA ESTÓRIA

Shopping center reúne atrações em tributo ao piloto que viveu na Zona Norte e marcou a história do automobilismo mundial

Uma viagem ao mundo do automobilismo acontece no Shopping Metrô Tucuruvi para os admiradores do esporte e de Ayrton Senna. O shopping center apresenta, a partir do dia 24 de junho, a exposição Uma Outra Estória em um evento que reúne diferentes atrações para homenagear o morador da Zona Norte mais famoso do mundo. O tributo traz a obra A Cena Que Todos Queriam Ver, uma representação em 3D do famoso quadro Formula Alone do lituano Oleg Konin, além de miniesculturas de carros de corrida, capacetes pintados, vídeos de competições, espaçps para fotos, além de uma intervenção do artista Luciano Oliveira em homenagem ao piloto.

Shopping Metro Tucuruvi recebe exposição de Ayrton Senna. (Foto: Divulgação)

“Convidamos nosso público a mergulhar no mundo automobilístico a partir da história de um dos brasileiros mais conhecidos internacionalmente e que viveu aqui, no coração da Zona Norte”, conta Fabrício Cunha, gerente de Marketing Regional São Paulo e do Shopping Metrô Tucuruvi.

O artista plástico Adhemar Cabral reproduz a obra de Konin em uma escultura em tamanho real da cena que todos gostaríamos de ter visto: o piloto brasileiro saindo do carro após o grave acidente no Grande Prêmio de San Marino em 1994. A exposição traz ainda 17 miniesculturas de carros produzidas por Alexandre Dallier, André Brandão, Bruno Badaró, Carlos Borsa, Caligrapixo, Cortex, Fábio Benetti, Francisco Rosa, H4wnee, Julio Vieira, Luciano OliveiraLuiz PasqualiniOzi,Rafael ZafalonRicardo Munõz, Ricardo TropicoRita Caruzzo e Thiago Verdeee. No dia da abertura do evento, os participantes poderão assistir o artista Luciano Oliveira realizando uma obra exclusiva para a atração.

Para deixar a experiência ainda mais completa, capacetes foram produzidos para representar a história desse acessório indispensável para a prática de corrida, vídeos destacam importantes competições que marcaram a carreira de Ayrton Senna, cenários especiais servem de plano de fundo para fotos de toda a família.

Uma Outra Estória no Shopping Metrô TucuruviData: de 24 de junho a 14 de julhoLocal: Piso L5, ao lado da CinemaHorário: todos os dias, das 12h às 21hEndereço: Rua Paranabi, 218 a 224 – Tucuruvi – São PauloGratuito, sujeito à lotação.

EXPLore o paraíso grego com roteiros para todos os públicos

Atenas e Mykonos estão em pacotes da operadora Françatur, que inclui um roteiro dedicado ao viajante LGBTI+

Da lista de coisas a se fazer na Grécia, uma visita à Acrópole de Atenas está literalmente no topo. Avistada de qualquer ponto da capital grega, o local se destaca em três roteiros da Françatur. O país tem uma extensa costa com praias de areia branca, agradáveis para um mergulho ou descanso sob o sol, além de inúmeras ilhas, como Santorini e a badalada Mykonos.

Em Atenas, o turista pode explorar o Parthenon e o Erecteion, duas famosas construções da Antiguidade. Dá para conhecer Plaka, bairro cheio de cafés com mesas na calçada, e o circuito de compras da Rua Ermou, que se estende até a Praça Syntagma. Um passeio de barco em Santorini leva até as pequenas ilhas vulcânicas de Nea Kameni e Palea Kameni, com parada para banho nas fontes quentes de águas em tons de verde e amarelo. O casario branco e os cafés debruçados sobre o mar completam o visual da ilha.

Grécia é opção de destino da Françatur. (Foto: Divulgação)

Chamada de Zante, a ilha de Zakynthos é dona de um mar turquesa e de penhascos com até 200 metros de altura. E Mykonos, com lindas praias, lojas e restaurantes, tem uma energia jovem especialmente na vida noturna.

O pacote A Beleza Grega prevê três noites em cada destino: Atenas, Santorini e Mykonos. Já com oSerenata Grega, o viajante fica quatro noites, das dez totais, na capital, além de incluir Santorini, Mykonos e Zaquintos, duas noites por cidade.

Outra opção de roteiro é o Grécia Festiva, que explora ambientes onde a diversidade é bem-vinda, em um dos destinos mais procurados no mundo pelo turista LGBTI+. Gazi é o centro da diversão de Atenas. Lá, o viajante permanece por três noites. O entardecer no bairro revitalizado é a senha para clubes noturnos e bares intimistas começarem a festa, sem hora para acabar. Em Mykonos, a dica é apostar na Elia Beach, uma das maiores praias da ilha, que tem uma área dedicada ao nudismo.

Mais informações podem ser obtidas no site www.francatur.com.br, nas redes sociais @francaturturismo e nos telefones (11) 3149-3163 ou (21) 2102-2440.

Museu Egípcio Itinerante passará por Curitiba

Mais de 400 peças serão expostas entre os dias 17 e 26 de maio na Feiarte – Feira Internacional do Artesanato

Entre os dias 17 e 26 de maio, além de aproveitar uma das maiores feiras de artesanato do sul do país, a Feiarte – Feira Internacional de Artesanato, curitibanos e turistas poderão visitar uma atração especial: o Museu Egípcio Itinerante, que desembarca em Curitiba com espaço inédito no evento.

A exposição conta com mais de 400 peças e artefatos que contam a história de uma das civilizações mais antigas do mundo. Uma ótima oportunidade para quem quer mergulhar nesse universo e conhecer um pouco mais sobre o assunto.

Serão dez dias de evento, com mais de 180 expositores de 15 países com os mais variados estilos e as mais variadas tradições. Além disso, os visitantes contam com espaço gastronômico, espaço kids e mais de 15 oficinas de artesanato durante o evento.

Feiarte – Feira Internacional de Artesanato, acontece entre os dias 17 a 26 de maio, de segunda à sábado, das 14h às 22h e aos domingos das 14h às 21h, no Expo Barigui (Rua Batista Ganz, 430 – Santo Inacio). As entradas custam R$12 (inteira) e R$6 (meia-entrada); a primeira hora de evento terá sempre entrada gratuita. Para mais informações, acessewww.feiartepr.com.br ou as páginas oficiais do evento no Facebook (www.facebook.com/feirafeiarte ) ou Instagram (www.instagram.com/feirafeiarte).

Riquezas da Rússia em duas viagens da Françatur

Operadora oferece roteiros por Moscou e São Petersburgo; em um deles, o viajante conhece também cidades importantes do período medieval

Viagens certas para quem sonha em conhecer os símbolos da Rússia. Moscou e São Petersburgo, as principais cidades, são os destaques de dois programas da Françatur pelo maior país do mundo. Em um deles, ainda é possível descobrir antigas capitais que guardam tesouros do século 12. Patrimônios Mundiais da Unesco e muita arte, estão entre os atrativos dos roteiros.

Nos seis dias de Moscou a São Petersburgo, há a oportunidade de vivenciar uma cultura diferente, além de experimentar o trajeto de trem-bala entre os dois destinos. O viajante começa pela capital russa, onde permanece por duas noites, e termina em São Petersburgo, com três diárias de hospedagem. A programação da viagem inclui ícones de Moscou — entre eles, o Kremlin, a Praça Vermelha e a colorida Catedral de São Basílio — e também o Museu Hermitage e a Catedral de São Isaac, ambos na cidade de São Petersburgo, fundada às margens do Rio Neva pelo Czar Pedro, o Grande.

Françatur oferece pacotes históricos para Rússia. (Foto: Divulgação)

Para quem opta pelo roteiro O Melhor da Rússia, São Petersburgo, com seus canais e pontes, é a porta de entrada para conhecer o país. A segunda maior cidade da Rússia tem o seu centro histórico e seus monumentos constituídos como Patrimônio Mundial pela Unesco. Esse programa também contempla a visita à Fortaleza de São Pedro e São Paulo e uma excursão a Peterhof, residência de verão de Pedro, o Grande, localizada a menos de 30 quilômetros da cidade. Já em Moscou, capital russa, o viajante conhece a arquitetura das belíssimas estações de metrô.

No pacote Moscou a São Petersburgo, o viajante tem café da manhã em estilo buffet incluído nos hotéis.O Melhor da Rússia acrescenta ainda seis refeições, algumas em restaurantes típicos. Os dois pacotes preveem acompanhamento de guia em espanhol — no roteiro que inclui apenas as duas principais cidades da Rússia, existe a possibilidade de um profissional que fale português.

Além de São Petersburgo e Moscou, com três noites cada, O Melhor da Rússia inclui um pernoite em Suzdal e outro em Yaroslavl. Ao lado das cidades de Vladimir, Kostroma e Zagorsk, elas formam o circuito turístico conhecido como Anel de Ouro, chance de explorar o passado medieval do país.

Pelo caminho, estão construções do século 12 declaradas Patrimônios Mundiais pela Unesco, casos da Catedral da Natividade da Virgem, em Suzdal, e da Catedral da Assunção e do Portão de Ouro, em Vladimir. Esse roteiro de nove dias privilegia maravilhas arquitetônicas, especialmente igrejas e residências dos czares, que dominaram o país até 1917, ano da Revolução Russa. Um passeio por oito séculos de história.

Mais informações podem ser obtidas no site www.francatur.com.br, nas redes sociais @francaturturismo e nos telefones (11) 3149-3163 ou (21) 2102-2440.

SÉRIE ‘GENTLEMAN JACK’, QUE CONTA A HISTÓRIA DE UMA MULHER QUE DESAFIOU AS REGRAS DO SÉCULO 19, CHEGA À HBO

Coprodução, criada e escrita por Sally Wainwright, terá oito episódios

Baseada em fatos históricos, GENTLEMAN JACK, a nova série coproduzida pela HBO e pela BBC, retrata a vida de Anne Lister (1791-1840), uma mulher única e empoderada que enfrenta o status quo de 1800 na Inglaterra. Com oito episódios, a produção estreia em 26 de abril, às 22h, no canal HBO e na HBO GO.

O drama, criado, escrito e codirigido por Sally Wainwright (Happy Valley) apresenta Anne Lister (Suranne Jones) como uma mulher revolucionária que pensava no casamento homoafetivo, tinha cabeça para os negócios e se opunha às expectativas da sociedade do século 19. A história é contada por meio dos diários de Anne, escritos em um código segredo que foram decodificados, revelando detalhes íntimos de sua vida.

Gentleman Jack estreia em 26 de abril. (Foto: Divulgação)

Ambientada em 1832, época vitoriana em Halifax, West Yorkshire, GENTLEMAN JACK exibe a intimidade do relacionamento de Anne com a família e os amigos, e, principalmente, seu perfil como uma esposa diferente.

GENTLEMAN JACK é coprotagonizada por Sophie Rundle no papel de Ann Walker, a rica herdeira e noiva de Anne Lister; Gemma Whelan (Yara Greyjoy de GAME OF THRONES) como Marian, a irmã de Anne Lister; Timothy West como Jeremy Lister, o pai das duas irmãs; e Gemma Jones como a tia delas.

A série é dirigida por Sally Wainwright, Sarah Harding e Jennifer Perrott, e produzida pela Lookout Point para a HBO e a BBC One. Os produtores executivos são Sally Wainwright, Faith Penhale e Laura Lankesterpela Lookout Point; e Ben Irving pela BBC One. O produtor é Phil Collinson.