Arquivo da tag: Hqs

Clássicos da Turma da Mônica agora estão disponíveis em versão digital no Social Comics, a partir da nº 1

Iniciativa faz parte das comemorações dos 60 anos do Estúdio e da carreira do quadrinista Maurício de Sousa

Social Comics, plataforma online para leitura de quadrinhos em versão digital, inicia em julho a publicação das revistas clássicas da Turma da Mônica, desde a número um. Originalmente publicadas em “formatinho” pela Editora Abril, a partir dos anos 1970, os quadrinhos entram semanalmente na plataforma, sempre com duas edições. Os primeiros números já estão disponíveis.

A Turma da Mônica está presente no Social Comics. (Foto: Divulgação)

A Turma da Mônica surgiu nas tirinhas de jornal, sendo a primeira dela a aparição dos personagens Bidu e Franjinha, em 18 de julho de 1959, no jornal Folha de São Paulo. Depois vieram CebolinhaCascão, além da Mônica, que surgiu na tirinha do Cebolinha em 1963, além de Magali, Astronauta, Horácio e tantos outros, que depois migraram para as revistas em quadrinhos publicadas pelas editoras Abril e Globo, e atualmente pela editora Panini, e que fizeram tanto sucesso desde o surgimento até os dias de hoje. A partir de agora todo esse acervo começa a ser digitalizado e poderá ser acessado online, de qualquer lugar, por meio do serviço de streaming. A iniciativa faz parte da celebração dos 60 anos de carreira da quadrinista Maurício de Sousa, e que é um marco histórico e importantíssimo para o quadrinho nacional e mundial.

Os quadrinhos mais tradicionais da Turminha já podem ser encontrados na plataforma desde 2016, mas novos conteúdos do MSP serão anunciados em breve. Recentemente foi disponibilizado gratuitamente o nº Zero da Turma da Mônica Geração 12, último lançamento em parceria com a Editora Panini, e que também foi destaque da última edição do festival Anime Friends.

O Social Comics é um serviço de streaming de conteúdo em quadrinhos com um conceito similar à Netflix, que disponibiliza toda semana novas histórias em quadrinhos, sendo inclusive possível baixar para leitura offline. É a maior plataforma do gênero na América Latina e possui quadrinhos para todas as idades disponíveis em seu catálogo. A Plataforma está na versão 3.0 e conta com muitas inovações na experiência do usuário, além da opção de criar uma conta grátis que dá acesso a navegação pela plataforma e a leitura de várias edições, além de novos e diversificados planos de assinatura, com condições especiais para usuários da operadora de telefonia celular Claro, além do perfil Kids, com acesso conforme a faixa etária.

O acervo da plataforma é composto por títulos produzidos por autores independentes, grandes desenvolvedores de conteúdo e também das maiores editoras do Brasil, com títulos como os da Turma da Mônica, Disney/Pixar, Umbrella Academy, Valiant, Transformers, Estranhos no Paraíso, 10 Pãezinhos, entre muitos outros. O valor das assinaturas é a partir de R$ 12,99 e R$ 4,99 (mensal e semanal, respectivamente, para clientes Claro). Para assinar, o cliente Claro deve enviar um SMS com a palavra ATIVE para 3001 e baixar o App Social Comics no Google Play ou na Apple Store. É possível também fazer outros planos de assinatura, com várias opções (como Família, Premium e outros).

Para saber mais, acesse o site oficial e baixe o aplicativo Social Comics: Google Play / Apple Store

CCXP confirma John Romita Jr., um dos maiores quadrinistas do mundo, e mais três artistas

Frank Quitely, Eduardo Risso e Lee Bermejo são outros nomes que marcarão presença em todos os dias do Artists’ Alley e fazem parte das homenagens de 80 anos do Batman

A CCXP acaba de confirmar mais quatro nomes de peso para Artists’ Alley. John Romita Jr., ou “Romitinha”, como os fãs brasileiros costumam chamá-lo, retorna ao festival após esbanjar simpatia e conquistar o público em sua participação no ano passado. Frank Quitely e Eduardo Risso, destaques da CCXP de 2016, são outras duas presenças confirmadas no evento, que receberá pela primeira vez o quadrinista Lee Bermejo. No currículo, os artistas têm em comum trabalhos feitos para revistas do Batman – icônico personagem da DC que teve a sua primeira aparição na “Detective Comics N° 27”, lançada em 1939. O Cavaleiro das Trevas completa 80 anos e será homenageado no festival, que acontece entre 5 e 8 de dezembro, no São Paulo Expo. Outros nomes já confirmados para a o Artists’ Alley são Alex Maleev, Keith Giffen e Charlie Adlard.

John Romita Jur estará na CCXP. (Foto: Divulgação)

John Romita Jr. é considerado um dos melhores contadores de histórias da indústria de quadrinhos. O artista fez sua estreia na CCXP em 2018, e voltará ao evento para promover seu novo trabalho com Frank Miller, o aguardado “Superman: Ano Um”. Filho de John Romita Sr., um dos quadrinistas mais famosos dos quadrinhos do Homem-Aranha, John Romita Jr. começou sua carreira cedo, aos 13 anos, quando propôs a criação de um personagem a Stan Lee. O artista trabalhou em diversos títulos do Homem-Aranha, Homem de Ferro, Superman e Batman, além de ser o criador de personagens como KickAss, Hit Girl, Duende Macabro, Gatuno, Madame Teia, Cristal e a grande favorita do autor: Mary Tyfoid. Na CCXP, o artista estará presente no Artists’ Alley em todos os dias do festival, além de participar de outras atividades que serão divulgadas em breve.

Lee Bermejo, em sua primeira visita ao Brasil, fará sua estreia no festival. O ilustrador foi responsável por diversos quadrinhos do universo do Batman e trabalhou em várias graphic novels ao lado do roteirista Brian Azzarello, entre elas a recentemente lançada “Batman: Damned”. Como artista solo, Bermejo roteirizou e ilustrou “Batman: Noel” e “Suiciders”, além de desenhar várias capas para DC, Marvel e Dark Horse.

Já Eduardo Risso retorna ao país, após o sucesso de sua passagem pela CCXP em 2016. O quadrinista trabalhou nas renomadas publicações “Caín”, “100 Balas”, “Homem do Espaço”, “100 Balas – Irmão Lono”, “Logan” e “Batman: Preto & Branco”, entre outras. Risso também tem projetos com Brian Azzarello, como a obra “Moonshine”, e com Enrique Sanchez Abulí, como “Torpedo 1972”. O artista já recebeu os principais prêmios do mercado: foi vencedor do Eisner (2001, 2002 e 2004) e do Harvey (2002, 2003 e 2008), entre outros.

Frank Quitely é grande conhecido no mundo dos quadrinhos, tendo escrito e ilustrado suas primeiras histórias no final dos anos 1980. Após a autoral “Electric Soup”, lançada no cenário underground, passou a integrar a revista “Juiz Dredd”, vendida em todo o Reino Unido. O reconhecimento de seu trabalho o levou a editoras importantes, entre elas DC, Marvel e Image Comics. Em seu currículo, estão publicações de destaque, como “Os Novos X-Men”, “Sandman: Noites Sem Fim”, “We3 – Instinto de Sobrevivência”, “Superman – Grandes Astros”, “Batman & Robin” e “O Legado de Júpiter”. Junto com Mark Millar, o artista foi responsável pela obra “O Legado de Júpiter”, que ganhará uma série pela Netflix. 

Os anúncios acontecem no último dia de vendas do primeiro lote de ingressos da CCXP, que se encerra no fim do dia de hoje (30 de abril). Para quem ainda não comprou seu ingresso, é possível adquirir para quinta-feira, sexta-feira e domingo, além do pacote Epic Experience e da credencial Unlock CCXP. Já estão esgotadas as credenciais de sábado, as que dão acesso aos quatro dias de evento e o pacote Full Experience. Mesmo com a virada de lote em 1º de maio, não serão disponibilizados novos ingressos para os dias já esgotados.

Serviço CCXP

1º lote – até 30 de abril

Quinta-feira: R$ 180,00 (inteira), R$ 90,00 (meia) e R$ 110,00 (ingresso social).

Sexta-feira: R$ 240,00 (inteira), R$ 120,00 (meia) e R$ 140,00 (ingresso social).

Sábado: R$ 360,00 (inteira), R$ 180,00 (meia) e R$ 200,00 (ingresso social). (ESGOTADO)

Domingo: R$ 360,00 (inteira), R$ 180,00 (meia) e R$ 200,00 (ingresso social).

4 dias: R$ 960,00 (inteira), R$ 480,00 (meia) e R$ 540,00 (ingresso social) (ESGOTADO)

Epic: R$ 1.300,00

Full: R$ 8.000,00 (ESGOTADO)

Unlock (evento voltado para profissionais do mercado de entretenimento): R$ 1.800,00

2º lote – de 1º de maio até 31 de julho

Quinta-feira: R$ 200,00 (inteira), R$ 100,00 (meia) e R$ 120,00 (ingresso social).

Sexta-feira: R$ 260,00 (inteira), R$ 130,00 (meia) e R$ 150,00 (ingresso social).

Domingo: R$ 400,00 (inteira), R$ 200,00 (meia) e R$ 220,00 (ingresso social).

Epic: R$ 1.400,00

Unlock (evento voltado para profissionais do mercado de entretenimento): R$ 1.900,00

3º lote – de 1º de agosto até 4 de dezembro

Quinta-feira: R$ 240,00 (inteira), R$ 120,00 (meia) e R$ 140,00 (ingresso social).

Sexta-feira: R$ 300,00 (inteira), R$ 150,00 (meia) e R$ 170,00 (ingresso social).

Domingo: R$ 440,00 (inteira), R$ 220,00 (meia) e R$ 240,00 (ingresso social).

Epic: R$ 1.500,00

Unlock (evento voltado para profissionais do mercado de entretenimento): R$ 2.000,00

CCXP19

Datas: de 5 a 8 de dezembro de 2019

Local: São Paulo Expo (Rodovia dos Imigrantes, km 1,5, Água Funda, São Paulo – SP)

CCXP anuncia os primeiros quadrinistas convidados do Artists’ Alley

Keith Giffen, Alex Maleev e Charlie Adlard vêm ao Brasil pela primeira vez para participar do maior festival de cultura pop do planeta

 A CCXP acaba de confirmar os primeiros participantes convidados do Artists’ Alley em 2019. Os fãs terão a oportunidade de conferir pessoalmente os trabalhos de três grandes artistas dos quadrinhos que vão desembarcar no Brasil pela primeira vez: Alex Maleev, um dos responsáveis pela série “Demolidor”; Keith Giffen, conhecido por seu trabalho em “Legião dos Super-Heróis” e “Liga da Justiça”; e Charlie Adlard, desenhista de “The Walking Dead”. A 6ª edição do maior festival de cultura pop do planeta acontece entre 5 e 8 de dezembro, no São Paulo Expo.

(Foto: Divulgação)

O desenhista e escritor Keith Giffen virá ao Brasil acompanhado da artista James Jameson. Além de seu reconhecido trabalho pela DC, como a cocriação do anti-herói Lobo – que estará na nova temporada da série de TV “Krypton” –, Giffen foi cocriador do personagem Rocket Raccoon, que teve sua estreia em “Marvel Preview Nº 7”, lançada em 1976. Ao entrar em período sabático do mercado de quadrinhos, ele também trabalhou por anos com storyboards para programas de TV e filmes, incluindo animações como “Os Caça-Fantasmas” e “Du, Dudu e Edu”. Keith Giffen estará todos os dias no Artists’ Alley da CCXP e participará de outros painéis e atividades divulgados em breve. Para fazer download do material de divulgação do artista clique aqui.

Alex Maleev terá uma nova oportunidade de conhecer o calor dos fãs brasileiros, após precisar cancelar sua participação na CCXP de 2015. O desenhista e pintor búlgaro é um dos criadores, junto com o roteirista Brian Michael Bendis, da série “Demolidor” – que foi publicada pela Marvel entre 2001 e 2006, vencedora do Prêmio Eisner (o Oscar dos Quadrinhos) na categoria Melhor Série Mensal. Pela DC, o artista foi responsável por ilustrar a série “Batman: Terra de Ninguém”. Na CCXP, Maleev poderá ser encontrado diariamente no Artists’ Alley, além de participar de outras atividades que ainda serão anunciadas. Para fazer download do material de divulgação clique aqui.

O terceiro nome confirmado para o Artists’ Alley é Charlie Adlard. Também fazendo sua estreia na CCXP, o desenhista de “The Walking Dead” passará todos os dias pelo festival. Considerado um veterano no mercado dos quadrinhos, Adlard trabalhou em vários projetos como “Marte Ataca”, “Arquivo X”, “Juiz Dredd”, “Savage”, ‘Batman”, “X-Men” e “Superman”, entre outros.  O artista também se dedicou a projetos que considera ter grande identificação como “Astronauts In Trouble” “Codeflesh”, “Rock Bottom” e White Death”. Para fazer download do material de divulgação basta clicar aqui.

Serviço CCXP

1º lote – até 30 de abril

Quinta-feira: R$ 180,00 (inteira), R$ 90,00 (meia) e R$ 110,00 (ingresso social).

Sexta-feira: R$ 240,00 (inteira), R$ 120,00 (meia) e R$ 140,00 (ingresso social).

Sábado: R$ 360,00 (inteira), R$ 180,00 (meia) e R$ 200,00 (ingresso social).

Domingo: R$ 360,00 (inteira), R$ 180,00 (meia) e R$ 200,00 (ingresso social).

4 dias: R$ 960,00 (inteira), R$ 480,00 (meia) e R$ 540,00 (ingresso social) (SOLD OUT)

Epic: R$ 1.300,00

Full: R$ 8.000,00 (SOLD OUT)

Unlock (evento voltado para profissionais do mercado de entretenimento): R$ 1.800,00

2º lote – de 1º de maio até 31 de julho

Quinta-feira: R$ 200,00 (inteira), R$ 100,00 (meia) e R$ 120,00 (ingresso social).

Sexta-feira: R$ 260,00 (inteira), R$ 130,00 (meia) e R$ 150,00 (ingresso social).

Sábado: R$ 400,00 (inteira), R$ 200,00 (meia) e R$ 220,00 (ingresso social).

Domingo: R$ 400,00 (inteira), R$ 200,00 (meia) e R$ 220,00 (ingresso social).

Epic: R$ 1.400,00

Unlock (evento voltado para profissionais do mercado de entretenimento): R$ 1.900,00

3º lote – de 1º de agosto até 4 de dezembro

Quinta-feira: R$ 240,00 (inteira), R$ 120,00 (meia) e R$ 140,00 (ingresso social).

Sexta-feira: R$ 300,00 (inteira), R$ 150,00 (meia) e R$ 170,00 (ingresso social).

Sábado: R$ 440,00 (inteira), R$ 220,00 (meia) e R$ 240,00 (ingresso social).

Domingo: R$ 440,00 (inteira), R$ 220,00 (meia) e R$ 240,00 (ingresso social).

Epic: R$ 1.500,00

Unlock (evento voltado para profissionais do mercado de entretenimento): R$ 2.000,00

CCXP19

Datas: de 5 a 8 de dezembro de 2019

Local: São Paulo Expo (Rodovia dos Imigrantes, km 1,5, Água Funda, São Paulo – SP)

MIS prorroga exposição Quadrinhos

O Museu da Imagem e do Som – instituição da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Governo do Estado de São Paulo – vai prorrogar a exposição Quadrinhos. Devido ao sucesso de público e a inúmeros pedidos a mostra, que terminaria no dia 31 de março, fica em cartaz até o dia 26 de maio. Inaugurada em novembro de 2018, a exposição já é a terceira mais visitada do museu, tendo recebido mais de 110 mil visitantes. Em Junho, o MIS, em parceria com a Dueto Produções, apresenta a exposição Björk Digital.

Exposição de quadrinhos do MIS é prorrogada. (Foto: Divulgação)

Quadrinhos mensais da Disney voltam ao mercado brasileiro em março

A Editora Culturama é a nova responsável pela publicação das histórias em quadrinhos mensais da Disney no Brasil. A empresa vai publicar, em um primeiro momento, cinco revistas, todas com aventuras inéditas. Entre os personagens principais estão Mickey, Minnie, Donald, Tio Patinhas, Pateta, Margarida, Peninha, entre outros.

As primeiras revistas começam a ser comercializadas em março e iniciarão do número 0. “Pensamos em zerar as edições, pois queremos marcar esse novo momento pelo qual as HQ’s estão passando. Sabemos que esse produto tem uma tradição e não vamos acabar com isso. Convidamos o Paulo Maffia, ex-editor da Abril, para fazer parte da equipe, pois ele tem conhecimento e experiência. Nossa ideia é manter os pontos positivos das revistas que eram produzidas e acertar os pontos negativos”, afirma Fabio Hoffmann, diretor da Culturama.

Quadrinhos da Disney voltam a ser publicados no Brasil. (Foto: Divulgação)

No futuro, a editora pretende ter uma produção própria de histórias em quadrinhos Disney. “Hoje, a maioria das histórias vem da Itália e da Dinamarca, por isso, estamos analisando a possibilidade de criar roteiros aqui no Brasil, principalmente do Zé Carioca, que é um personagem muito querido pelo público” acrescenta Hoffmann.

Sobre as edições colecionáveis em capa dura, que eram produzidas anteriormente, Hoffmann esclarece  que esse tipo de produto não está contemplado no contrato firmado com a Disney. “Temos algumas ideias além das revistas mensais, mas tudo precisa ser aprovado previamente”.

CCXP confirma presença de Mike Deodato

Artista dos Vingadores, Thor e Hulk participará de painel da Marvel e marcará presença no Artists’ Alley

O aclamado quadrinista brasileiro Mike Deodato Jr é mais um grande nome confirmado para a CCXP18. Após participações memoráveis em anos anteriores, o desenhista de personagens icônicos como X-Men e Vingadores retornará à quinta edição do festival. O artista participará do painel da Marvel e estará no Artists’ Alley em todos os dias do maior evento de cultura pop do planeta – que acontece entre 6 e 9 de dezembro, no São Paulo Expo.  

Com mais de 30 anos de experiência, o prolífico quadrinista já trabalhou para as duas maiores editoras americanas, a DC e a Marvel, tornando-se mais notável na Casa das Ideias, onde produziu Avengers, Elektra, Incrível Hulk, Homem-Aranha, Thor, X-Men, Pantera Negra e a mais atual Infinity War. A agenda completa de Mike Deodato Jr  no evento será divulgada em breve. Clique aqui para conhecer o trabalho do artista e fazer download das imagens.

Serviço CCXP

Data: De 06 a 09 de dezembro de 2018

Horários:

Quinta-feira (06 de dezembro) – 12h às 21h

Sexta-feira (07 de dezembro) – 12h às 21h

Sábado (08 de dezembro) –  11h às 21h

Domingo (09 de dezembro) –  11h às 20h

Local: São Paulo Expo – Rodovia dos Imigrantes, km 1,5 – Água Funda, São Paulo – SP.

Quadrinhos é a nova exposição do MIS

Mostra inédita que apresenta a história das histórias em quadrinhos no Brasil e no mundo traz centenas de itens como revistas, artes originais e itens raros dos diversos gêneros das HQs

A partir do dia 14 de novembro todos esses personagens e muito outros podem ser encontrados no MIS, instituição da Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo. Na data o museu inaugura sua próxima exposição, Quadrinhos. Realizada pelo MIS, a mostra – que traz uma ampla retrospectiva da 9ª arte – conta com curadoria de Ivan Freitas da Costa (sócio-fundador da CCXP/Comic Con Experience e da Chiaroscuro Studios) e projeto expográfico da Caselúdico.

Quadrinhos apresenta uma ampla retrospectiva do universo das HQs contada através de revistas, artes originais e itens raros dos diversos gêneros das histórias em quadrinhos – super-heróis, infantis, terror, aventura, romance, mangá, faroeste, erótico e muitos outros – em ambientes temáticos e imersivos que ocupam os dois andares do Museu. A exposição também apresenta a influência das HQs na cultura pop e em outras mídias como cinema e TV.

thumbnail_image008.jpg
MIS abre as portas para exposição dos quadrinhos. (Foto: Divulgação)

“A origem da arte sequencial remonta à primeira forma de comunicação do ser humano, que desenhava nas paredes das cavernas para registrar e ajudá-lo a entender o mundo à sua volta. Na exposição apresentamos um amplo panorama dos personagens, criadores e expressões dos quadrinhos no mundo todo de uma perspectiva brasileira, contada através de centenas de itens, a grande maioria deles jamais expostos no país”, destaca Ivan Freitas da Costa, curador da exposição.

Para chegar aos mais de 600 itens que integram a exposição, a curadoria levou 18 meses em pesquisas em diversos acervos. Além do próprio curador, cederam peças para a exposição os colecionadores Ricardo Leite, Marcio Escoteiro e Franco de Rosa, o Planeta Gibi, a família de Glauco, Francisco Ucha, Acervo Álvaro de Moya (Centro Universitário Belas Artes de São Paulo), JAL e Gualberto (HQMIX) e diversos artistas como Angeli, Laerte e Ziraldo.

Entre os itens expostos o público poderá ver de perto raridades como a revista com a primeira aparição de Luluzinha, publicada na The Saturday Evening Post em 1935; a edição número 1 de “O Pato Donald” (1950); uma ilustração original de Tintim, de As Aventuras de Tintim, uma das histórias mais conhecidas do belga Hergé; uma arte original da personagem de quadrinhos eróticos Valentina desenhada pelo seu criador, o italiano Guido Crepax; exemplar da revista Giant-Size X-Men 1 (1975) e uma ilustração original de The Spirit, que traz o personagem mais conhecido de Will Eisner. Quadrinhostambém conta com um desenho do personagem Garfield feito por Jim Davis exclusivamente para a exposição e um vídeo com o criador do gato mais famoso das tirinhas fazendo o desenho.

Entre os destaques nacionais está uma edição do jornal O Mosquito (1873) com capa de Angelo Agostini, desenhista ítalo-brasileiro que teve intensa atividade em favor da abolição da escravatura no Brasil. Agostini também colaborou com As Aventuras de Nhô Quim ou Impressões de Uma Viagem à Corte, considerada a primeira história em quadrinhos brasileira e uma das mais antigas do mundo.  A curadoria também teve acesso a desenhos originais de Ziraldo e Glauco. Entre os itens expostos estão um desenho feito a mão feito por Ziraldo com personagens de A Turma do Pererê e um caderno de esboços de Glauco com artes originais para a revista Geraldão, edição número 1.

Ambientes temáticos e experiência imersiva

Como em todas suas megaexposições o MIS apresenta uma expografia imersiva que tem como objetivo aproximar o público do tema abordado. Em Quadrinhos, os fãs podem mergulhar neste universo das HQs em ambientes temáticos e lúdicos ao percorrer as 16 áreas da exposição: Origens, Caricaturas e charges, Tiras, Europa, Mangá, Erótico, Mauricio de Sousa, Angelo Agostini, Ziraldo, Brasil, Brasil nas últimas décadas, América Latina, América do Norte, Disney, DC e Marvel.

O projeto expográfico é assinado pela Caselúdico, parceira do MIS em mostras anteriores como O mundo de Tim Burton(2016) e Castelo Rá-Tim-Bum – A exposição (2014). Marcelo Jackow, diretor de criação da Caselúdico e fã de HQs, conta que o projeto de Quadrinhos foi o mais desafiador dentre os elaboradosem conjunto como MIS.  Nosso desafio foi transportar um universo tão vasto e infinitamente rico, cheio da graça, de traço e de gesto para uma imersão espacial que se relacionasse com sua história  em que cada ambiente fosse intimamente ligado com seu conteúdo de forma lúdica e apaixonada”, explica.

Programação paralela

Entre novembro e março o MIS realiza uma extensa programação paralela com atividades para adultos e crianças, incluindo cursos, oficinas, exibição de filmes e bate-papo com artistas. Nos primeiros meses estão confirmados o lançamento da HQ A revolução dos bichos (21.11); a Virada Nerd (24 e 25/11) que terá 32 horas de programação voltadas para a temática geek; o Cinematographo Especial  com o filme Sin City (25.11); o lançamento do quadrinho O Judoka(29.11); uma programação especial do Garfield, de Jim Davis, que este ano completou 40 anos (01.12) e o evento Além da Telinha – Especial Superman 80 anos (15.12).

A programação paralela também prevê diversos cursos livres. Já estão abertas as inscrições para sete cursos, incluindo dois durante o período de férias: Fantasia nos quadrinhos (26 de novembro), Concepção de personagens (16 a 30 de janeiro), Folclore e identidade nos quadrinhos nacionais (21 a 30 de janeiro), História em quadrinhos: gênero e representação (4 a 27 de fevereiro); A história do Século XX pela perspectiva dos Quadrinhos (19 a 28 de fevereiro); A sua história em quadrinhos (12 a 28 de março) e A história do Jornalismo em Quadrinhos e sua prática (de 11 de março a 03 de abril). Mais informações no site do MIS.

Ingressos antecipados                                                                  

Os ingressos antecipados para o primeiro mês da exposição podem ser adquiridos no site e aplicativo da Ingresso Rápido. Os valores são R$ 30,00 (inteira) e R$ 15,00 (meia-entrada). O ingresso antecipado dá acesso direto à exposição, sendo a visita marcada de hora em hora. A exposição funciona em todos os dias dos feriados da Proclamação da República (15.11) e Consciência Negra (20.11), sendo uma grande oportunidade para os fãs deste  universo verem de perto artes originais e itens raros dos diversos gêneros dos quadrinhos.

Visitas guiadas pelo Educativo

• Visitas espontâneas: O Educativo MIS realiza visitas espontâneas às quartas-feiras (com exceção de feriados), sempre às 15h. As visitas atendem grupos de até 20 pessoas e têm duração máxima de uma hora (tolerância de 10 minutos para o início). As visitas para Quadrinhos começam no dia 21 de novembro de 2018.

• Visitas agendadas: Grupos escolares, universitários e instituições sociais podem agendar a visita no site do MIS. As visitas mediadas têm duração de 90 minutos e atendem diversos perfis de grupos e faixa etárias. Para agendar acesse o site do MIS

Playlist no Spotify

Especialmente para a exposição o MIS convidou os quadrinistas Adriano Di Benedetto e RB Silva para criar umas playlist para a exposição com músicas que gostam de ouvir enquanto trabalham. Acesse o perfil do MIS e ouça. Para aproveitar ainda mais a experiência, o Spotify oferece wi-fi gratuito para os visitantes do MIS.                  

Serviço

Quadrinhos
Data 
14 de novembro de 2018 a 31 de março de 2019
Horário
 terças a sábados, das 10h às 20h (com permanência até as 22h); domingos e feriados, das 9h às 18h (com permanência até as 20h);
Excepcionalmente na segunda-feira 19 de novembro, véspera de feriado, o MIS estará aberto das 
10h às 20h
Local Espaço Redondo, Espaço Expositivo 1º andar e Espaço Expositivo 2º andar

Ingressos

                Bilheteria R$ 14,00 (inteira) e R$ 7,00 (meia) na Recepção do MIS (somente para o dia  da visita). Terças-feiras entrada gratuita. Menores de 5 anos não pagam

                Ingressos antecipados para os dias 14, 15, 16, 17, 19, 21, 22, 23, 24, 28, 29 e 30 de  novembro; 1º, 5, 6, 7, 8, 12, 13, 14 e 15 de dezembro
                Valor R$ 30 (inteira) e R$ 15 (meia- entrada)
                Vendas pelo site e app da Ingresso Rápido

Museu da Imagem e do Som – MIS
Avenida Europa, 158, Jardim Europa, São Paulo| (11) 2117 4777 | www.mis-sp.org.br
Estacionamento conveniado: R$ 18
Acesso e elevador para cadeirantes. Ar condicionado.

Exposição Quadrinhos, no MIS, terá sala dedicada a Ziraldo

Espaço que reproduz em detalhes o estúdio do quadrinista conta com itens originais de seu acervo e foi desenvolvido em parceria com a Caselúdico, que assina o projeto expográfico da exposição

No dia 14 de novembro, o MIS – instituição da Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo – inaugura sua próxima exposição, Quadrinhos– a maior retrospectiva do universo das HQs já feita no Brasil. Dentre os quadrinistas que integram a exposição, não poderia deixar de faltar Ziraldo, que hoje completa 86 anos. Responsável por criar personagens que marcaram a infância de muita gente como o Menino Maluquinho e a Turma do Pererê, o artista será homenageado com uma sala só sua na exposição, que pode ser vista na imagem abaixo.

“Foi enorme a nossa satisfação em levar ao Ziraldo a proposta de homenageá-lo na exposição Quadrinhos e, maior ainda, foi nossa alegria ao ver seu entusiasmo ao receber nosso convite. Ele contribuiu com diversas sugestões, inclusive com a ideia de utilizarmos suas onomatopeias no portal de entrada da exposição”, revela o curador Ivan Freitas da Costa. “É na sala em homenagem ao Ziraldo, espaço que reproduz em detalhes seu estúdio, que falamos do processo de criação de histórias em quadrinhos, contado por meio de diversos itens originais do acervo pessoal do Ziraldo, que ele gentilmente cedeu para que possa ser apreciado pelos visitantes da exposição. Tudo numa grande e merecida homenagem ao artista que, há mais de seis décadas, diverte, educa e encanta gerações de leitores”, completa.

Ziraldo_Crédito Caselúdico.JPG
Ziraldo terá sala de homenagem em exposição de quadrinhos, no MIS. (Foto: Caselúdico)

Quadrinhos conta projeto expográfico da Caselúdico, parceira do MIS em mostras anteriores como e Castelo Rá-Tim-Bum – A exposição(2014) e O mundo de Tim Burton (2016). A exposição apresenta uma ampla retrospectiva do universo das HQs contada através de revistas, artes originais e itens raros dos diversos gêneros das histórias em quadrinhos – super-heróis, infantis, terror, aventura, romance, mangá, faroeste, erótico e muitos outros – em ambientes temáticos e imersivos que ocupam os dois andares do Museu, apresentando também a influência das HQs na cultura pop e em outras mídias como cinema, rádio e TV.

Ingressos antecipados

Os ingressos antecipados para o primeiro mês da exposição podem ser adquiridos no site e aplicativo da Ingresso Rápido. Os valores são R$ 30,00 (inteira) e R$ 15,00 (meia-entrada). O ingresso antecipado dá acesso direto à exposição, sendo a visita marcada de hora em hora.

Serviço

Quadrinhos
Data 
14 de novembro de 2018 a 31 de março de 2019
Horário
 terças a sábados, das 10h às 20h (com permanência até às 22h); domingos e feriados, das 9h às 18h (com permanência até às 20h);
Local Espaço Redondo, Espaço Expositivo 1º andar e Espaço Expositivo 2º andar

Ingressos antecipados
Ingressos online
 para os dias 14, 15, 16, 17, 19, 21, 22, 23, 24, 28, 29 e 30 de novembro; 1º, 5, 6, 7, 8, 12, 13, 14 e 15 de dezembro
Valor R$ 30 (inteira) e R$ 15 (meia- entrada)
Vendas no site www.ingressorapido.com.br

Museu da Imagem e do Som – MIS
Avenida Europa, 158, Jardim Europa, São Paulo | (11) 2117 4777 | www.mis-sp.org.br
Estacionamento conveniado: R$ 18
Acesso e elevador para cadeirantes. Ar condicionado.

HQs são uma fonte inesgotável de conteúdo, diz criador de ‘O Doutrinador’

LUCIANO CUNHA CONTA COMO SURGIU O PERSONAGEM DE QUADRINHOS QUE CHEGA ÀS TELONAS EM 1º DE NOVEMBRO

Em vídeo de bastidores do filme “O Doutrinador”, o autor Luciano Cunha – criador da HQ homônima – conta que o personagem nasceu de sua indignação em relação à classe política brasileira. ‘O Doutrinador’ é minha revolta contra esses caras que são o atraso do país, ele simboliza de alguma maneira querer combater a corrupção”, explica o quadrinista. Ele comemora o fato de a indústria do audiovisual reconhecer que os quadrinhos são uma fonte inesgotável de conteúdo e fica feliz por participar e inaugurar esse processo no Brasil. “O Doutrinador” estreia nos cinemas em 1º de novembro.

“O Doutrinador” surgiu na internet pelas postagens de Cunha e ganhou repercussão nas redes sociais no período das manifestações de 2013, com a premissa de ser um vigilante determinado a dar um fim a corruptos que causam um mal irreparável às pessoas e ao país. Depois de ganhar o mundo, com resenhas em países como EUA, Inglaterra e Argentina e com três edições impressas esgotadas no Brasil, o personagem chegará aos cinemas e também à TV, em uma série que será exibida pelo Canal Space em 2019.

O ator Kiko Pissolato vive o protagonista Miguel, um agente federal que conhece de perto as engrenagens do sistema e, ao sofrer uma tragédia pessoal, torna-se um anti-herói decidido a combater a corrupção de forma atormentada e implacável. Também estão no elenco Eduardo Moscovis, Tainá Medina, Marília Gabriela, Helena Ranaldi, Carlos Betão, e Tuca Andrada, entre outros. Dirigidos por Gustavo Bonafé com codireção de Fábio Mendonça, o longa e a série foram criados por Luciano Cunha e Gabriel Wainer, que também participaram das mesas de roteiro, assinado por Mirna Nogueira, LG Bayão, Rodrigo Lages, Denis Nielsen e Guilherme Siman. Produzido pela Paris Entretenimento, o longa tem distribuição Downtown/Paris Filmes.

Sinopse
“O Doutrinador” é um anti-herói no melhor estilo dos vigilantes dos quadrinhos. O Doutrinador é Miguel, um agente federal altamente treinado que vive num Brasil cujo governo foi sequestrado por uma quadrilha de políticos e empresários. Uma tragédia pessoal o leva a eleger a corrupção endêmica brasileira como sua maior inimiga. E ele começa a se vingar da elite política brasileira em pleno período de eleições presidenciais, numa cruzada sem volta contra a corrupção.
Ficha Técnica

Direção: Gustavo Bonafé
Roteiro: Mirna Nogueira, LG Bayão, Rodrigo Lages, Denis Nielsen, Guilherme Siman, Gabriel Wainer e Luciano Cunha
Produção: Marcio Fraccaroli, Sandi Adamiu, Bruno Wainer
Produção Executiva: Renata Rezende
Direção de Fotografia: Rodrigo Carvalho
Produtora de elenco: Renata Kalman
Diretor de Arte: Marghe Pennacchi
Figurinista: Flavia Lhacer
Montador: Federico Brioni e Sabrina Wilkins

Elenco

Kiko Pissolato (Miguel)
Samuel de Assis (Edu)
Tainá Medina (Nina)
Marília Gabriela (Ministra Marta Regina)
Eduardo Moscovis (Sandro Correa)
Helena Ranaldi (Julia Machado)
Natália Lage (Isabela)
Natallia Rodrigues (Penélope)
Tuca Andrada (Delegado Siqueira)
Gustavo Vaz (Anterinho)
Carlos Betão (Antero Gomes)
Nicolas Trevijano (Diogo)
Eduardo Chagas (Oliveira)

Fábio Moon e Gabriel Bá confirmam presença na CCXP

Dupla que participou de todas as edições do evento estará mais uma vez no maior Artists’ Alley do Hemisfério Sul

Os premiados artistas Fábio Moon e Gabriel Bá são presença certa na CCXP. Os irmãos gêmeos estiveram em todas as edições e já fazem parte da história do evento. Em 2018, os dois têm encontro marcado com o público no maior Artists’ Alley do Hemisfério Sul, além da participação em um painel especial. A CCXP acontece entre 6 e 9 de dezembro, no São Paulo Expo.

Reconhecida internacionalmente, a dupla despontou com seu trabalho independente, Dez Pãezinhos, e conquistou o marcado estadunidense com as obras como Daytripper, Rolando e Umbrella Academy. A agenda completa dos artistas no evento será divulgada em breve. 

Sobre os artistas

Fábio Moon e Gabriel Bá são irmãos gêmeos e nasceram em 1976, em São Paulo. Formados em Artes Plásticas, criaram em 1997 o fanzine 10 Pãezinhos, que recebeu o prêmio HQ Mix de melhor fanzine e lhes rendeu o prêmio de artista revelação em 2000, ano em que lançaram seu primeiro livro, “O Girassol e a Lua”. Por mais de 20 anos, os dois têm produzido quadrinhos para o mercado brasileiro e internacional e seus trabalhos já foram publicados em treze idiomas. Em 2008, “O Alienista”, sua adaptação do clássico de Machado de Assis, foi a primeira HQ a receber um prêmio Jabuti.

Serviço CCXP
Data: De 06 a 09 de dezembro de 2018
Horários: 
Quinta-feira (06 de dezembro) – 12h às 21h
Sexta-feira (07 de dezembro) – 12h às 21h
Sábado (08 de dezembro) –  11h às 21h
Domingo (09 de dezembro) –  11h às 20h
Local: São Paulo Expo – Rodovia dos Imigrantes, km 1,5 – Água Funda, São Paulo – SP.