Arquivo da tag: Jardim Japonês

Férias: 8 ideias para fazer com seus filhos no Parque Maeda

Complexo turístico em Itu oferece preço especial durante a semana até 26 de janeiro

Passar um mês inteirinho com os pequenos em casa o dia todo não é missão fácil. A temporada de férias já começou e as crianças precisam correr, brincar e se divertir ao ar livre. É por isso que o Parque Maeda, complexo turístico localizado em Itu, a 75 km de São Paulo, resolveu dar uma forcinha para os pais.

Até o dia 26 de janeiro, o Parque abrirá o lazer todos os dias e oferecerá, de segunda a sexta-feira, desconto no passaporte – pacote que incluiu todas as atrações do parque e o almoço.

DSC05170.JPG
Arvorismo é uma das atividades do Maeda. (Foto: Divulgaçã)

Elaboramos uma lista com 8 atividades imperdíveis que o Maeda oferece para você curtir com as crianças nas férias de verão:

1)    Faça o Circuito de Arvorismo: são nove etapas que terminam em uma tirolesa de 70 metros.

2)    Vá até a Árvore Gigante: Após subir vários degraus, você chega ao mirante construído sobre a copa de uma árvore centenária, a 22 metros de altura. Uma bela paisagem para se admirar!

3)    Curta as piscinas: Quem não gosta de uma piscina no verão? A diversão para as crianças está garantida com os 10 toboáguas e 5 piscinas que o Maeda oferece.

4)    Pare para almoçar: Dentro do Parque há quiosques e lanchonetes espalhados em vários pontos, e um restaurante em sistema self service, incluso para quem adquire o passaporte.

5)    Visite o Jardim Japonês: Cansou de tanta aventura? Tudo bem! O Jardim Japonês é o local ideal para algumas horas de tranquilidade, contemplação e harmonia com a natureza. São 16 mil m² de um paisagismo composto por arbustos, flores e espelhos d’água, além de simbolismos que remetem à cultura japonesa. Lindo!

6)    Faça um tour pelo parque: Para conhecer os principais pontos do Parque Maeda, existe a opção do passeio de trenzinho ou de teleférico de 460 ou 600 metros de extensão.

7)    Vá pescar: O Parque Maeda é referência para os amantes da pesca e não é difícil encontrar peixes que chegam a pesar até 30 kg nos tanques.

8)    Divirta-se: O parque oferece ainda passeios a cavalo, pônei, carruagem e playground. Não tem desculpa para não se divertir.

A entrada para visitar o Maeda é sempre gratuita e o visitante paga apenas pelas atrações que desejar conhecer. Há ainda a opção da compra do passaporte, que dá direito à todas as atrações do Parque e o almoço.

O parque também dispõe de hospedagem na pousada, sendo 50 chalés com capacidade para 7 pessoas, 44 chalés para casal e mais 33 apartamentos com capacidade para 3 pessoas. Cada chalé tem banheiro, tv e frigobar, além de roupas de cama e banho.

Para outras informações sobre o Maeda acesse o site www.parquemaeda.com.br.

Outono transforma um dos principais complexos turísticos de São Paulo

Primaveras e azaleias enfeitam o local e encantam os visitantes

O outono chegou para transformar o complexo turístico do Parque Maeda, localizado em Itu, a 90 km de São Paulo. É nessa época do ano que a folhagem do jardim Japonês fica num verde ainda mais intenso. O espaço, com 16 mil m², tem bonsais e flores de diversas espécies.

Se a coloração das folhas se transforma, as flores também são um espetáculo à parte. No Jardim Japonês, a Cerejeira floresce sempre no outono e no inverno. Já a Primavera, por conta das mudanças climáticas, também fica cheia de flores nessa época. Há ainda as outras espécies. “As azaleias permanecem floridas por cerca de três meses, as cerejeiras por quarenta dias, porque o clima é quente. As primaveras duram dois meses. Aqui no Parque Maeda as cerejeiras e azaleias são o grande destaque do Jardim Japonês”, conta Roque Santana Queiroz Sobrinho, encarregado pela jardinagem do parque.

Jardim Japonês é opção para visitar no Outono. (Foto: Divulgação)
Jardim Japonês é opção para visitar no Outono. (Foto: Divulgação)

Conheça em detalhes a vegetação do Parque Maeda:

Cerejeira

Há uma grande variedade de cerejeiras existentes. Uma das mais conhecidas é a Sakura, originária do Japão. A espécie tem flores com cores que vão do vermelho ao branco. Há também a Cerejeira do Rio Branco, que possui o tronco esverdeado e a Cerejeira Silvestre, com flores brancas e folhas pequenas, além de muitos frutos.

Azaleias

As azaleias pertencem à família das Ericáceas. A mais popular no Brasil é Rhododendron indicum, que produz flores roxas, rosas e brancas.

Primaveras

As Primaveras têm como espécies mais comuns a Bougainvillea spctabilis e a Boungainvillea glabra. Dependendo da região em que estão, são conhecidas por outros termos, como Buganvile, Buganvília ou Três-Marias. A planta se desenvolve melhor em lugares com clima ameno e pode ser cultivada em qualquer época.

Para ter em casa

As cerejeiras podem ser cultivadas em ambientes domésticos em forma de bonsai. Para isso, basta plantá-las em vasos e cuidar para que não se desenvolvam muito. Durante o verão, a planta não deve ser exposta ao sol forte, mas precisa estar em um lugar bem iluminado. Nas outras estações deve estar sempre exposta ao sol e ter seu solo sempre úmido.

Sua terra deve ser molhada, completamente, apenas quando a superfície já estiver seca, por isso, o período de rega varia de acordo com o tamanho da planta em cada vaso. A árvore deve ser adubada pelo menos uma vez por ano. A poda e manutenção devem ser feitas durante todo o ano.

No caso das azaleias, a planta também deve ser exposta ao sol e mantida em locais arejados. Ela precisa ser podada para florescer. Seu solo deve ser composto por terra de jardim e vegetal.

As primaveras também se desenvolvem bem quando cultivadas em casa. Qualquer espécie pode ser plantada em vaso, desde que haja um bom espaço, para a planta crescer mais.