Arquivo da tag: Jordânia

Wadi Rum: o vale da aventura na Jordânia

O turismo de aventura se expande em ritmo acelerado na Jordânia e está entre os setores turísticos mais dinâmicos e inovadores da indústria. Várias empresas jordanianas especializadas em ecoturismo oferecem uma combinação de aventura, segurança e conforto que tornam esse tipo de turismo uma experiência emocionante.

O imponente vale Wadi Rum oferece opções para os turistas mais tradicionais, como também permite aos visitantes mais audazes se arriscarem a novos níveis de aventura e resistência, enquanto se aprofundam em maravilhas naturais e atrações culturais únicas do mundo antigo.

Jordânia é um destino para quem gosta de aventuras. (Foto: Divulgação)

Aventureiros que querem ir além do comum podem conhecer o topo da montanha mais alta de Wadi Rum em um passeio de helicóptero ou de dentro de um balão de ar quente a 2000 metros de altitude. Esse tipo de passeio está disponível no período de abril a junho e setembro a dezembro. Para alpinistas experientes existem escaladas que atingem 1800 metros de altura, com diferentes dificuldades em rochas de arenito. Escaladores devem pedir autorização com antecedência no Centro de Visitantes, pois as escaladas são restritas e devem ser acompanhados por um guia beduíno experiente.

Apesar de uma maneira comum de explorar Wadi Rum ser por veículos 4×4, muitas das áreas mais isoladas são inacessíveis a veículos. Camelos, ou cavalos, também são uma opção de locomoção, oferecendo um modo mais autêntico de transporte. Há também a opção de organizar um trekking de mountain bike para explorar o Wadi Rum.

O vale é também um destino ideal para acampar. Campistas podem escolher entre os “acampamentos selvagens” que não tem instalações e os visitantes devem trazer suas próprias barracas e equipamentos, ou o estilo beduíno com todas as comodidades e entretenimento.

Seja escalando, praticando sandbord nas dunas, explorando canyons escondidos ou fazendo uma viagem de balão de ar quente, Wadi Rum é uma combinação perfeita de aventura e natureza, oferecendo vistas panorâmicas de tirar o fôlego.

Para saber mais sobre a Jordânia, acesse www.visitjordan.com e o site Bureau Mundo, escritório virtual da GVA:www.bureaumundo.com.

10 curiosidades sobre o Mar Morto

Localizado no Oriente Médio e alimentado pelo rio Jordão, o Mar Morto é um dos principais atrativos da Jordânia e é famoso por seus benefícios. Descubra agora nove curiosidades sobre uma das paisagens mais espetaculares do mundo:

(Foto: Divulgação)

O ponto mais baixo da Terra

O Mar Morto está localizado a mais de 400 metros abaixo do nível do mar, sendo, portanto, o local mais baixo da Terra.  

Água extremamente salgada

A principal atração do Mar Morto é sua água morna, calmante e extremamente salgada – cerca de dez vezes mais salgada que a água do mar. O alto nível de salinidade, 31,5%, torna praticamente impossível afundar em suas águas, o que garante flutuabilidade.

Filtro natural

O Mar Morto é o lugar mais seguro do mundo para se bronzear. O vapor que sobe da superfície do mar atua como um filtro natural para proteção dos raios UVB, potencialmente prejudiciais à saúde.

Abastece a indústria

As águas do rio Jordão que atingem o Mar Morto são bloqueadas pela terra e não têm para onde correr. Elas evaporam, deixando para trás um denso e rico coquetel de sais e minerais que abastecem a indústria, agricultura e medicina.

Turismo de beleza e saúde

A costa leste jordaniana do Mar Morto desenvolveu-se com o turismo de tratamento de beleza e saúde. Uma série de spas e hotéis se alinha na costa e atrai visitantes de todo o mundo. Laboratórios produzem uma variedade de xampus, sais de banho, hidratantes, removedores de maquiagem, tônicos de pele, dentre outros produtos.

Rico em sais

A água desse importante mar é rica em sais de cloreto de magnésio, sódio, potássio, enxofre, iodo, cálcio e bromo, responsáveis, dentre outros benefícios, por desintoxicar e estimular o metabolismo, equilibrar os níveis de pH e aumentar a proteção das camadas da pele, reduzir inchaço, relaxamento muscular e regular o equilíbrio de água do corpo.

Rico em oxigênio

Devido à alta pressão barométrica, o ar ao redor do Mar Morto é cerca de 8% mais rico em oxigênio do que o nível do mar. Esse ar seco, rico e livre de ácaros faz desta área um refúgio para as pessoas com problemas de insuficiência respiratória.

Tratamentos no Mar Morto

Os benefícios terapêuticos do Mar Morto são conhecidos pelo ser humano há pelo menos dois mil anos. Uma combinação única das condições climáticas e elementos têm sido comprovadas como extremamente benéficas e oferecem tratamentos naturais para doenças crônicas, problemas dermatológicos e condições respiratórias.

Benefícios da lama

A lama do Mar Morto, ou pelloid, é rica em minerais de sedimentos aluviais enriquecida com componentes de sulfeto. Ela mantém bem o calor e pode ser espalhada sobre o corpo para limpar a pele e aliviar dores reumáticas ou ocasionadas por artrites. É possível encontrar uma variedade de máscaras faciais da lama em estabelecimentos em toda a Jordânia ou online.

Espiritualidade

A área ao redor do Mar Morto também tem um significado espiritual para os judeus e cristãos. Acredita-se que este é o lugar onde Deus em primeiro lugar falou com o homem. É a Terra Santa onde Deus deu os seus Dez Mandamentos a Moisés, onde Jó sofreu e foi recompensado por sua fé, onde Jesus foi batizado por João, e onde Jacó lutou com o anjo de Deus. No livro de Gênesis, Deus refere-se ao Vale do Rio Jordão ao redor do Mar Morto, como o “Jardim do Senhor”, e acredita-se ser o local do Jardim do Éden.

Para saber mais sobre a Jordânia, acesse www.visitjordan.com e o site Bureau Mundo, escritório virtual da GVA:www.bureaumundo.com.

3 lugares que vão te surpreender

Existem lugares pelo mundo que quebram paradigmas e estereótipos. Alguns o fazem de maneira cultural ou social. Porém outros fazem isso na sua paisagem. Separamos hoje três lugares que temos certeza que ao pensar nestes destinos não são essas paisagens que vem à mente.

Praia na Noruega

(Foto: Divulgação)

Como o país está localizado no norte da Europa, o primeiro pensamento que vem às nossas mentes ao pensar no destino naturalmente é frio e neve, entre outras coisas relacionadas. Certo? Pois é aí que você se engana.

A cidade de Kristiansand é considerada a capital do sul do país e é um dos destinos preferidos dos noruegueses durante o verão. Trata-se de uma verdadeira cidade praiana da Noruega, por isso, além de apreciar toda a vida cultural e gastronômica do local, torna-se obrigatório um passeio pelas praias. Pertinho do centro da cidade está Bystranda, uma praia de areia clara e mar calmo, ideal para a prática de stand up paddle ou uma tarde em família.

Mergulho na Jordânia

(Foto: Divulgação)

Egito e Israel são famosos por seus mergulhos no Mar Vermelho, o que de certa forma já é um tipo de quebra de paradigma para os desavisados que pensam em países do Oriente Médio apenas como desertos e afins. Entretanto, a Jordânia mesmo não tendo uma larga costa como outros destinos também oferece, em grande estilo, mergulhos no lendário  Mar Vermelho.

Aqaba é a junção de todas as coisas boas que a Jordânia tem para oferecer. Inclui uma  história fascinante, excelentes hotéis, atividades e locais para compras. É também um ótimo local para ficar se você planeja visitar o Wadi Rum.  Os passeios de um dia podem ser facilmente organizados e, como a distância é curta, você terá mais tempo para conhecer o local.

Esqui no Líbano

(Foto: Divulgação)

Assim como a Jordânia e os outros países do Oriente Médio, o Líbano carrega o rótulo de país desértico. O que é um tremendo engano. O destino oferece ao turista opções desde praias a florestas. Além disso também possui locais onde é possível esquiar. Isso mesmo.

Cedars, Faraya e Laklouk são três das principais cidades que dispõe das montanhas nevadas e resorts para prática do esporte.

Esquecemos de algum local? Envie sua dica e também sua história, faça parte dos Amigos Lugares Pelo Mundo.

4 das paisagens mais incríveis do mundo

O Planeta Terra está repleto de paisagens de tirar o fôlego. Veja abaixo uma seleção de algumas vistas incríveis ao redor do mundo:

Trolltunga na Noruega

(Foto: Divulgação)

A Noruega é rodeada por uma natureza incrível, isso é inegável. Na região dos fiordes, os visitantes podem entrar em contato direto com essa energia que vibra pelo país. O caminho por algumas das trilhas pode ser longo, mas as vistas deslumbrantes fazem valer a pena. O ponto conhecido como Trolltunga é um exemplo. O local leva este nome por causa da cumprida formação rochosa (Trolltunga quer dizer “língua do troll”), que permite que os mais aventureiros se sintam imersos na paisagem. Para chegar até lá é preciso encarar uma trilha de 22km no total. O ideal é sair cedinho pela manhã e prestar atenção no clima.Mais informações

Anse Source d´Argent em Seychelles

(Foto: Shutterstock)

As praias das Ilhas Seychelles, no Oceano Índico, estão entre as mais bonitas do mundo. Anse Source d´Argent, na ilha de La Digue, é uma das mais famosas do país, por ser dona de uma paisagem inconfundível. As águas cristalinas e areia branca são rodeadas por enormes pedras graníticas e o verde vibrante das florestas. O passeio até a praia é obrigatório em qualquer roteiro de viagem para as Ilhas Seychelles. Para chegar lá, é preciso pagar uma pequena taxa de entrada para o L´Union State, um patrimônio nacional onde há plantações de baunilha e muitas tartarugas gigantes. Mais informações

Wadi Rum na Jordânia

(Foto: Jordan Tourism Board)

Também conhecido como Vale da Lua, o Wadi Rum é um deserto na Jordânia com formações rochosas impressionantes, que foram esculpidas pelo vento e condições meteorológicas. As rochas chegam a uma altura de 1750 metros e são um convite para os montanhistas explorarem o local. É possível também fazer tours guiados de 4X4 ou de camelo, para conhecer os principais pontos do Wadi Rum, passeios de balão e também se hospedar em uma tenda beduína e experimentar comidas típicas da Jordânia. Mais informações

Rochedo de Mônaco

(Foto: Shutterstock)

Mônaco é um país bem cosmopolita, mas nem por isso deixa a desejar em suas paisagens. Um dos bairros do país é seu imponente rochedo, onde estão localizadas algumas das principais atrações turísticas, como o Palácio do Príncipe, a catedral e o Museu Oceanográfico. A vista para o rochedo impressiona e rende belas fotos. Passear pelas vielas simpáticas do bairro também é um ótimo passeio. Mais informações

Para saber mais sobre os destinos, acesse o Bureau Mundo, escritório virtual da GVA: www.bureaumundo.com