Arquivo da tag: La Casa de Papel

momentos marcantes da quarta parte de “la casa de papel”

Veja os momentos mais marcantes de “La Casa de Papel”. (Foto: Facebook La Casa de Papel)

Por Henrique Moita

Como você sabe, não perdi tempo e maratonei “La Casa de Papel”. E como prometido, na última matéria (veja aqui), vamos aos cinco momentos mais marcantes dessa temporada:

Cuidado SPOILERS abaixo!!!!

Arturito e nosso ódio cada vez maior por ele:

Você achava que não dava para odiar mais ainda Arturo Román, o nosso Arturito? Pense duas vezes. Por mais que ele seja um covarde, que sempre manda os outros fazerem o trabalho que pensa em fazer, para não correr riscos, mas dessa vez ele vai mais longe do que nunca e acaba fazendo algo que, com certeza, terão graves consequências no futuro.

Durante o assalto, Arturo provoca Denver, que o machuca seriamente, com muitos socos. Quem vai tratar dos seus ferimentos é Amanda, a secretária do Governador, e com isso, ambos acabam se aproximando. Isso é a deixa para que Arturo ofereça umas pílulas para que ela se acalme em um momento mais tenso, ao tomá-las ela acaba apagando e, com isso, ele se aproveita dela. Porém ela não estava totalmente apagada e lembra de alguns detalhes. Mais tarde ela confronta o assediador na frente dos outros reféns. Como disse, as consequências disso ainda ficaram em aberto, mas mal posso esperar para que ele realmente se dê MUITO mal depois dessa.

Morte de Nairóbi:

Era claro que algum dos assaltantes precisava morrer. Toda temporada temos a morte de pelo menos um dos assaltantes, e dessa vez a escolhida foi uma das mais queridas pelo público, Nairóbi. Não, ela não morre pelo tiro que tomou da janela, ela se recupera, na medida do possível, com Tóquio realizando uma cirurgia para retirar a bala de sua amiga. Porém, como eu falei na crítica de momentos marcantes das temporadas anteriores, em alguns momentos, eu acho que foi o George Martin que escreveu alguns episódios. Nairóbi é assassinada por Gandia. Como disse, o chefe de segurança deu muito trabalho para os assaltantes, até eles conseguirem dominá-lo de novo. E antes que eles conseguissem o fato, Gandia da um tiro na cabeça de Nairóbi, deixando ela sem possibilidade de cura dessa vez.

Esse momento é marcante, pois o Professor acaba usando ele para inflamar ainda mais a opinião pública a seu favor em uma cena MUITO emocionante na qual o corpo de Nairóbi é carregado para fora do banco, em um caixão, pelos outros quatro seguranças do Governador. Isso, inclusive, é um dos “mísseis” jogados pelo professor. O que nos leva ao próximo item da lista.

Os mísseis do Professor:

Esses mísseis são, nada mais e nada menos, que informações, que o Professor foi soltando, uma logo após a outra, para desestabilizar ainda mais a polícia. Neles, o Professor revelou tudo sobre a tortura que o Rio sofreu na mão de Sierra e ainda levou junto o Coronel Prieto. Esse golpe desestabilizou tanto eles, que foi sugerido a Sierra que ela assumisse total responsabilidade pela tortura. No começo, ela pareceu concordar, porém na hora de dar sua coletiva para a imprensa, ela joga tudo no ventilador. Acusando os coronéis, tanto Tamoyo quanto Prieto, e ainda todo o governo da Espanha, afirmando que tinha agido por ordem deles. Isso, inclusive, faz com que seja feito uma ordem de prisão em seu nome, talvez com a esperança de que ela se cale. Mas antes que a polícia chegue em sua casa, ela já estava seguindo outra pista do Professor e escapou. Será que ela muda de lado, como a Raquel, ou vai entregar ele para a polícia?

Nomes Reais:

Até então só sabíamos o nome de alguns dos assaltantes, como Professor, Rio, Tóquio, Berlin e ,obviamente ,Lisboa e Estocolmo. Porém, durante os episódios dessa temporada, descobrimos os nomes de todos do bando inicial, com exceção de Oslo. Tudo feito de um modo muito sutil, inclusive, se você se distrair, pode até acabar perdendo um ou outro. Ficamos agora sem saber apenas os dos novos integrantes Marselha e Bogotá. Esperamos que possamos descobrir nas próximas temporadas.

Plano Paris:

O Plano Paris é, mais uma vez, a prova de quão brilhante é a mente do Professor. Pensando que alguém pudesse ser capturado, como Tóquio foi durante o primeiro assalto, o Professor nos mostra mais um plano de extração, dessa vez usado para libertar Lisboa. O plano funciona com perfeição e o resultado é que ela vai se juntar ao resto do bando, dentro do banco. Agora lá dentro, só nos resta esperar pra ver os próximos movimentos do Professor, caso ele consiga fazer.

Esses foram os momentos mais marcantes dessa temporada. Vamos esperar que a Netflix consiga produzir logo a próxima, pois já quero maratoná-la também,

La Casa de Papel – parte 4

Quarta parte de “La Casa de Papel” finalmente está disponível. (Foto: Reproução/Internet)

Por Henrique Moita

Aqui a gente não perde tempo e já maratonamos a quarta parte da “La Casa de Papel”. Gostaria de ter feito logo quando lançou, mas 4 horas da manhã é pesado né. Mas assim que possível, assisti os episódios, e agora vamos a minha opinião sobre a temporada em si e seguindo, como fizemos nas duas matérias anteriores à essa, farei uma lista com cinco momentos, na minha opinião, mais marcantes dessa temporada.

Obviamente, a matéria estará cheia de SPOILERS, então, esteja avisado!

Começando pela crítica:

Quando assisti ao trailer de divulgação dessa temporada, admito que fiquei bem hypado para que ela estreasse o mais rápido possível. Às 4 da manhã, lá estava eu assistindo os dois primeiros episódios. E vou te falar, por sorte a série não segue o ritmo desses episódios, que são consideravelmente massante.

Temos a resposta do que aconteceu com Nairóbi após tomar o tiro e também o que sucede os eventos após a captura de Raquel, mas não tem nenhuma ação. A série da uma acalmada a um nível que nunca tinha acontecido. Literalmente, não acontece nada de muito importante que faça você ficar preso nos episódios. Porém isso muda após um grande evento. No princípio ele não parece lá grande coisa, mas com o desenrolar vimos a enorme consequência que isso tomou.

Começa com Tóquio assumindo o comando do grupo e dando um “golpe de estado” em Palermo. Com isso, ele tenta sair do Banco da Espanha e acaba se tornando, temporariamente, um dos reféns. Então, como ele mesmo disse, resolve liberar o caos dentro do banco, para que ele possa assumir novamente o controle. E faz isso com um simples conselho a Gandia, o chefe de segurança do governador do banco, fazendo com que ele se liberte.

Aí sim…aí a série começa. Por ser um ex-militar, Gandia tem treinamento e dá um enorme trabalho para o bando e para o Professor. Se “La Casa de Papel” tivesse começado desse ponto, ela seria praticamente perfeita, porém, com a enrolação principal, perde uns pontinhos preciosos. Durante os episódios, ainda temos os flashbacks costumeiros, mostrando mais dos detalhes dos dois assaltos e somos apresentados a novos personagens que farão muita diferença durante a temporada.

A temporada inclusive fecha em aberto, pois ainda não acabou o assalto, eles inclusive, nem começaram a planejar sua saída. Porém vai ficar beeeem difícil, tendo Sierra descoberto o esconderijo do Professor. Com todos esses detalhes sem desfecho só nos resta esperar e ver como toda essa história vai se concluir. Infelizmente não temos nem pistas de quando se iniciam as gravações e imagino que nem a própria Netflix deva saber, devido ao surto do coronavirus e a Espanha sendo um dos países mais afetados por ela.

momentos marcantes de “la casa de papel”

La Casa de Papel. (Foto: Divulgação)

Por Henrique Moita

Amanhã chega, na Netflix, a quarta parte de La Casa de Papel. Durante a série, tivemos diversos momentos emocionantes e fizemos uma lista com os cinco momentos mais marcantes.

Nairóbi levando um tiro:

Vamos começar por uma cena que eu já mencionei, na última lista, a cena em que Nairóbi leva um tiro de um atirador de elite, ao cair em uma armadilha causada pela inspetora Sierra.Ela é marcante por dois fatores. Primeiro: é a ver que a Netflix está disposta a sacrificar uma das personagens mais queridas pelo público, ao melhor estilo George Martin, ou ao menos dar um grande susto no público. O segundo motivo é o fato de Nairóbi poder rever o filho que ela tinha abandonado quando bebê e ser “penalizada” com um tiro, que ainda não se sabe se acertou ou não o coração.

EMPIEZA EL MATRIARCADO:

A nossa colaboradora, Vanessa, pediu para que essa cena fosse acrescentada na lista. E de fato essa cena é bem importante. Principalmente pelo lado feminista dela. Nela, Nairóbi, cansada de seguir as ordens e decisões de Berlin e de não ter nenhuma resposta concreta de todos os detalhes do assalto, resolve assumir o comando do assalto, praticamente depois de um motim. Infelizmente, por ela ter um lado emocional muito maior que o do antigo líder dentro da Casa da Moeda, algumas coisas saem do controle e ela tem que devolver o comando. Porém, isso não torna menos importante o fato dela querer que as mulheres (e o grupo todo inclusive) tivesse mais a parte dos detalhes do assalto e que ela estava cansada de serem sempre os homens os líderes. Obviamente que ela não sabia que Berlin e o Professor eram irmãos e esse foi um dos motivos para que ele fosse o líder lá dentro.

Cena final da terceira parte:

Não tinha como essa cena estar fora. Depois de cair na armadilha da inspetora Sierra, que usou um dos seus próprios “movimentos” contra ele mesmo, o Professor imagina que Lisboa foi executada pela polícia espanhola em um ato covarde. Ao cair na armadilha, ele declara a real guerra ao sistema. Ao mesmo tempo, pensando que o Professor fosse estar fora de controle, por conta da falsa execução, a inspetora manda um carro blindado invadir o Banco da Espanha, para dar fim ao assalto. O que ela não esperava era que o Professor, após a sua declaração de guerra, fosse contra-atacar e mandar atirarem misseis de bazuca no blindado, causando surpresa em todos da polícia, que não imaginava que o bando fosse fazer algo tão radical, que inclusive pode causar a troca de lado da população, que até então, em grande parte, apoiavam os assaltantes. As consequências desses atos, só vamos conseguir descobrir com a estréia da próxima parte.

Cenas de planejamento dos assaltos:

Tanto no primeiro golpe, quanto no segundo, algo que sempre me chamou muito a atenção, foi como os assaltos foram meticulosamente planejados pelo professor. Como ele tinha cada detalhe de informação e como ele pensava em muitas hipóteses do que poderia acontecer. Obviamente, por se tratar de humanos, muitas das coisas, não foram cogitadas pela mente brilhante do mandante. Porém, com muito pensamento frio e rápido, ele conseguia contornar as mais variadas situações. No segundo assalto, porém, pelo plano original não ser dele e ele não teve tanto tempo para planejar os detalhes, o chamado “jogo de xadrez” entre ele e a inspetora é muito mais rápido e muito mais dinâmico que o primeiro. Até porque a inspetora não quer que se repita o sucesso do roubo.

Plano Chernobyl sendo executado:

Durante toda a primeira temporada, ouvimos muito do que seria o plano Chernobyl, porém, sempre ficávamos nos perguntando, o que seria esse plano e porque ele só poderia ser usado em último caso? Ele consistia basicamente em eles desistirem de todo o montante que seria roubado. Eles pegariam o dinheiro e jogariam para a população, para que pudesse ser causado uma grande confusão e, no meio dela, eles pudessem escapar. O plano foi utilizado no início da terceira parte, no começo do segundo assalto, ao jogarem 140 milhões de euros, eles causaram um tumulto que os ajudou a entrar no Banco da Espanha. Não podemos deixar de nos imaginar nas ruas de Madri quando isso acontecesse.

MENÇÃO HONROSA

Não poderia faltar, é claro, a cena com a participação do jogador Neymar Júnior. Nela, Neymar vive um monge que mora no monastério onde esta sendo planejado o segundo roubo. Fatos engraçados são o do personagem ser de São Paulo, ele não especifica a cidade, mas devemos imaginar que seja de Santos, é claro, e também dele não gostar de festas nem de futebol, o que ironicamente, é justamente ao contrário.

Então é isso pessoal. Essas foram as teorias e cenas importantes para a série. Quer ver se as teorias são verdadeiras? Quer ver se teremos novas cenas marcantes. Fiquem ligados, a partir de sexta-feira, a quarta parte de La Casa de Papel estará disponível na Netflix. Fiquem em casa e um bom dia.

teorias sobre “la casa de papel”

La Casa de Papel chega sexta-feira, na Netflix. (Foto: Divulgação)

Por Henrique Moita

Nessa sexta-feira (03), chega na Netflix a quarta parte de uma das séries espanholas mais esperadas da plataforma, La Casa de Papel. A última parte terminou deixando muitas perguntas em aberto, fazendo com que fossem geradas diversas teorias pela internet a fora. Os trailers divulgados também deixam muitas dúvidas. Por isso hoje, vamos a uma lista de 5 teorias sobre a série.

Todos os assaltantes estão mortos, menos Tóquio:

Pelo fato de apenas Tóquio narrar os fatos ocorridos nos assaltos, uma das teorias que tem mais força pela internet é que a assaltante é a única sobrevivente dos ataques do bando e está sendo interrogada pela polícia e passando as informações para todos. Essa é uma teoria até que interessante e a Netflix poderia chegar a usar. Porém, ainda vai demorar um tempo para que isso aconteça, já que temos confirmadas as próximas duas partes, com um provável novo assalto. As gravações e datas de lançamento dessas novas temporadas ainda são incertas, ainda mais com o surto do coronavirus, principalmente na Espanha.

Nairóbi sobrevive ao tiro:

Uma das cenas finais na terceira parte da série, e uma das mais marcantes também, é quando Nairóbi vai para a janela do Banco da Espanha, em uma armadilha feita pela inspetora Sierra, para ver seu filho e toma um tiro de um atirador de elite perto do coração. Uma das teorias que rola é que ela não morrerá, pelo menos por enquanto, se formos levar a primeira teoria como verdade, em algum momento, ela deve morrer. Mas esperamos que não seja tão rapidamente assim, pois Nairóbi é uma das personagens mais queridas pelo público.

Tatiana está dentro do Banco e vai ajudar os assaltantes:

Pouco se sabe sobre Tatiana, a ex-namorada de Berlim, porém, uma das teorias que também tem muita força na internet é que a moça está dentro do Banco e em algum momento, vai ajudar o bando. Essa teoria ganhou força pelo fato de que em diversas cenas, aparece uma figurante ruiva (lembrando que Tatiana é ruiva), mas nunca aparece seu rosto. Isso faz com que muitos pensem que ela está lá a mando do Professor e caso a coisa fique muito feia, ela irá ao auxílio dos outros. Lembrando que Berlim, nas cenas de flashback, fala que Tatiana conhece os planos dele, então não seria absurdo ela estar participando desse, a pedido do Professor. E lembrando também que, nessa temporada, já foi mostrado que o bando tinha um grupo de pessoas disfarçadas de civis dentro do Banco e que foram escolhidos “aleatoriamente” para ajudar a roubar o ouro.

Lisboa do lado dos policiais:

Essa é uma das teorias que eu menos acredito. Porém, no trailer divulgado, vemos a ex-inspetora Raquel chegando no QG montado pela polícia do lado de fora do Banco. Lá a inspetora Sierra começa a oferecer perdão para ela, caso ela ajude com informações sobre o assalto. Sierra usa, inclusive, a família de Raquel como parte do acordo. Lembrando que, caso ela colabore, não precisará mais ficar fugindo com a sua filha e sua mãe, que já se encontra em um estado muito avançado do alzheimer. O que nos resta é esperar para ver se ela de fato mudara de lado, mais uma vez. Lembrando que o professor imagina que ela foi executada e não conta com essa “carta na manga” da polícia espanhola.

Berlim está vivo e vai ajudar no assalto:

Essa é uma das teorias mais absurdas que eu vi, mas que tem muitos adeptos. Não é segredo para ninguém que Berlim é um dos personagens mais queridos da série. O assaltante teve um final trágico, quando, ao tentarem escapar do primeiro assalto, ele fica para trás, para segurar os policiais e não deixar que eles chegassem no grupo. Na cena em questão ele vira praticamente um escorredor de macarrão, de tanto tiro que ele toma, porém AINDA ASSIM, diversas pessoas acham que ele pode estar vivo. Tudo porque, em todos os trailers, sempre aparece o personagem. Por mais que seja ÓBVIO que essas cenas são dos flashbacks apresentados, para a explicação do plano, muitos creem cegamente que são cenas “atuais”. Como todas as outras, só nos resta esperar para ver quais dessas teorias serão verdade e quais não.

CCXP19 tem recorde de público e conteúdo marcado pela diversidade

Último dia da CCXP teve lotação máxima e muita diversão dos fãs. (Foto: Marcelo Paixão)

Quarto dia do festival recebeu as estrelas Gal Gadot, Henry Cavill e o elenco de “La Casa de Papel”, além de Ryan Reynolds, que retornou ao palco do Auditório Cinemark XD

Um festival de proporções épicas. Assim pode ser resumida a CCXP19, que terminou neste domingo, 8, após quatro dias de intensa programação. Em sua sexta edição no Brasil, o maior festival de cultura pop do mundo reuniu 280 mil pessoas vindas de todas as partes do país. Dentre os estados que mais compareceram, São Paulo aparece na frente com 72% – sendo 70% de fora da capital – seguido por Rio de Janeiro, Minas Gerais e Paraná. A organização estima que o evento tenha injetado cerca de R$ 265 milhões na economia da cidade e gerado 11 mil empregos diretos e indiretos.

“A CCXP alcançou um lugar de destaque no cenário do entretenimento mundial. Mais uma vez entregamos ao público um festival de qualidade internacional, reconhecido pelos estúdios e que traz para o Brasil conteúdos que vão reverberar pelos próximos meses. Fazer tudo isso pelos fãs e ainda poder gerar emprego e movimentar a economia são coisas que tornam tudo isso ainda mais incrível. Estamos entregando mais um evento épico e já pensando na edição de 2020. Aliás, a CCXP20 já tem data marcada: de 3 a 6 de dezembro”, anuncia Pierre Mantovani, CEO da CCXP.

 CCXP19 em números 

O festival ocupou um espaço de 115 mil m² com ativações de 15 estúdios e plataformas de streaming, 35 lojas especializadas em produtos com temática geek e 55 marcas que, segundo estimativa dos organizadores, tiveram faturamento de R$ 52 milhões. Quem passou pela CCXP19 gastou, em média, R$ 325,00. Na praça de alimentação, foram disponibilizados 42 restaurantes e outras opções de alimentação. Ao todo, 150 toneladas de alimentos foram servidas aos visitantes e convidados. Os produtos mais consumidos foram hambúrguer e refrigerante, sendo esta considerada a maior venda de refrigerante em eventos indoor em São Paulo.

Com relação ao público, 51% eram homens e 49% mulheres, o que refletiu em uma programação mais igualitária e jovem uma vez que dados indicam que 66% dos visitantes tinha entre 15 e 34 anos.

A CCXP19 reforçou sua relevância global no mercado de entretenimento ao reunir celebridades como Gal Gadot, Margot Robbie, Henry Cavill, Ryan Reynolds, John Boyega, Oscar Isaac, Daisy Ridley, o diretor J. J. Abrams e o elenco de “La Casa de Papel”, entre outros nomes aclamados. O festival ainda foi palco da pré-estreia de “Frozen 2”, da divulgação do trailer inédito de “Viúva Negra”, do teaser de “Eternos” e do aguardado trailer de “Mulher-Maravilha 1984”, que teve uma inédita transmissão global via Twitter.

A cobertura do festival também teve números superlativos, com mais de dois mil formadores de opinião, entre jornalistas e influenciadores, vindos de 25 países, além de 170 profissionais de foto, vídeo, redes sociais e conteúdo. Foram exibidas mais de 130 horas de transmissão ao vivo, com uma unidade móvel dedicada à transmissão da Omeleteve, canal do Omelete no Youtube. A conectividade foi outro ponto alto da CCXP19, que teve 60 quilômetros de fibra ótica conectando todo o pavilhão com wi-fi gratuito disponibilizado para os todos os visitantes e tecnologia 5G para cobertura de conteúdos em tempo real, com aparelhos celulares de última geração.

 Surpresas e grandes elencos no Auditório Cinemark XD

O último dia no Auditório Cinemark XD recebeu o aguardado painel da Netflix, que teve início com uma grande surpresa: Henry Cavill, protagonista de “The Witcher”, que subiu no palco e foi recebido por uma plateia extasiada. Outro elenco aclamado foi o da série “La Casa de Papel”. Os atores Rodrigo de la Serna, Esther Acebo, Pedro Alonso, Alba Flores e Darko Peric contaram um pouco sobre série e o público pôde conferir metade do primeiro episódio da próxima temporada. Em seguida, foi a vez de Ryan Reynolds retornar ao Auditório Cinemark XD para divulgar seu segundo trabalho nesta edição da CCXP19, “Esquadrão 6”, junto com os colegas de elenco Adria Arjona, Mélanie Laurent, Corey Hawkins e Manuel Garcia-Rulfo.

Mas foi a Warner que comandou os dois últimos painéis do Auditório Cinemark XD neste domingo. Primeiro, o estúdio apresentou suas estreias de 2020 e projetos para os próximos anos como “Scooby! O Filme”, “Tom & Jerry”, “Space Jam 2”, “DC Super Pets”, “Em um Bairro de Nova York” e “Esquadrão Suicida”, filme que terá a brasileira Alice Braga no elenco. Fechando a noite, Gal Gadot e Patty Jenkins encontraram uma legião de fãs apaixonados. A atriz e a diretora contaram ao público um pouco sobre a produção de “Mulher-Maravilha 1984”, em um painel que teve transmissão pelo Twitter e colocou a CCXP19 nos trending topics da rede social.

Concurso Cosplay

Último dia do concurso de cosplay. (Foto: Ariel Martini)

O último dia da CCXP19 também foi marcado pela grande final do Concurso Cosplay. Dividida em três etapas, a competição contou com o voto popular para selecionar os 12 artistas que subiram ao palco do Creatos Stage by Trigg neste domingo. Quem levou o prêmio principal, um carro 0 km e credenciais Full Experience da CCXP20, foi Jaqueline Fernandes Santos, com o personagem Diablo Prime Evil, de “Diablo III”. Também foram eleitos o Cosplayer Destaque (Nathália Casalecchi, com Winifred Sanderson), Melhor inventividade (Rogerio Silva, com Davy Jones), Melhor Figurino (Rafael Silva, com Dohvakiin) e Melhor Apresentação (Bruno Leão, com Li Shang).

Netflix leva os elencos de “La Casa de Papel” e “Esquadrão 6” para a CCXP19

Netflix anuncia personagens de La Casa de Papel, na CCXP. (Foto: Divulgação)

La Banda e O Esquadrão vão se encontrar em painéis repletos de ação no domingo, com Ryan Reynolds, Michael Bay, Pedro Alonso, Alba Flores, Darko Peric e muitos outros

Os painéis da Netflix na CCXP19 serão recheados de ação. Por meio de um trailer fake postado nas redes sociais, o estúdio revelou hoje suas principais atrações para o festival: as estrelas de “La Casa de Papel” – Pedro Alonso (Berlin), Alba Flores (Nairobi), Darko Peric (Helsinki), Rodrigo de la Serna (Palermo) e Esther Acebo (Estocolmo) –  e do novo filme de Michael Bay, “Esquadrão 6”, incluindo o astro Ryan Reynolds. O conteúdo divulgado ainda deixa no ar uma surpresa que o público pode esperar no domingo (8), quando acontecem os painéis da Netflix.

O último dia festival – realizado entre 5 e 8 de dezembro, no São Paulo Expo – também contará com Gal Gadot e Patty Jenkins em um painel da Warner sobre “Mulher-Maravilha 1984”. Os últimos ingressos de domingo estão disponíveis pelo site www.ccxp.com.br

O painel sobre “Esquadrão 6” vai receber Ryan Reynolds e o elenco do longa dirigido por Michael Bay – a mente por trás das franquias Bad Boys, The Rock e Transformers. Com estreia mundial prevista para o dia 13 de dezembro, o longa narra a trajetória de seis bilionários que forjam as suas próprias mortes e criam um grupo de elite para combater o crime sem serem identificados. 

Já “La Casa de Papel” chega ao evento este ano com um painel que reunirá os atores que deram vida a alguns dos personagens mais queridos deste fenômeno mundial, que já foi visto por mais de 34 milhões de pessoas. A série foi favorita na CCXP 2018, quando mais de seis mil fãs participaram de um assalto na Casa de La Moneda como parte da experiência do estande da Netflix.

Em sua 6ª edição, a CCXP promete uma grande celebração da cultura pop. Além de Ryan Reynolds e do elenco de La Casa de Papel (Netflix), já estão confirmadas Gal Gadot e Patty Jenkins, bem como Margot Robbie, Mary Elizabeth Winstead, Jurnee Smollet-Bell, Rosie Perez, Ella Jay Basco Cathy Yan (Warner). Os artistas das séries de TV também estarão muito bem representados por Iain Gleen (Game of Thrones e Titans), Lana Parrilla (Once Upon a Time) e Lesley-Ann Brandt (Lucifer), entre outros.  Já o time dos quadrinistas é capitaneado por Neal Adams e Frank Miller.

Ingressos CCXP   

3º lote – de 1º de agosto até 4 de dezembro   

Quinta-feira: R$ 240,00 (inteira), R$ 120,00 (meia) e R$ 140,00 (ingresso social).   
Sexta-feira: (ESGOTADO)  
Sábado: (ESGOTADO)  
Domingo: R$ 440,00 (inteira), R$ 220,00 (meia) e R$ 240,00 (ingresso social).   
4 dias: (ESGOTADO)  
Epic: R$ 1.500,00  
Full: (ESGOTADO)  
Unlock (evento voltado para profissionais do mercado de entretenimento): R$ 2.000,00  

CCXP19  

Datas: de 5 a 8 de dezembro de 2019   
Local: São Paulo Expo (Rodovia dos Imigrantes, km 1,5, Água Funda, São Paulo – SP)  

ELITE – 2 TEMPORADA

Por Henrique Moita

“Elite” é mais um sucesso entre as séries espanhóis da Netflix, junto com “La Casa de Papel” e “Vis a Vis”. E após maratonar a segunda temporada, no dia do lançamento, vamos a nossa crítica.

O TEXTO CONTÉM SPOILERS DA PRIMEIRA TEMPORADA.CUIDADO!!!!!!!!!!!!!!!!

Segunda temporada de “Elite” já está disponível na Netflix. (Foto: Divulgação)

CONTINUE POR SUA CONTA E RISCO!

Após descobrirmos quem é o assassino de Marina (só nós mesmo, já que a polícia ainda não sabe) acompanhamos como os alunos da Las Encinas estão vivendo, alguns sabendo da verdade, outros achando que sabem e ainda os que tentam revelar o assassino para todos. Tudo isso, enquanto acompanhamos as buscas a um aluno que está desaparecido.

Essa temporada trás, além das velhas histórias que ficaram em aberto, algumas novas, de personagens já conhecidos e alguns que aparecem para dar dinâmica na série.

Primeiro vamos falar dos três novos personagens acrescentados na série, Rebeka, Cayetana e Valerio. Todos são bons e trazem histórias importantes para a série. Só devo admitir que esperava um pouco mais da Rebeka, que recebe muito destaque no começo, mas acaba meio que ficando de lado ao decorrer da temporada.

Outro destaque positivo é o personagem do Samuel. Eu gostava de falar que ele era o Clay (personagem de 13 Reasons Why) da Espanha, ou seja, um personagem sem graça, que até tem sua importância para a trama, mas ninguém estava ligando muito para ele, mas nessa temporada ele deu uma boa guinada e melhorou bastante.

Agora vamos aos pontos fracos dessa temporada.

O primeiro, são os romances da série. Eles até tem sua importância para muita parte da história, mas acho que acabam enrolando muito nesses temas, coisa que poderiam ser mais diretos.

Outro ponto é como o personagem de Miguel Herrán (Christian) foi deixado de lado nessa temporada, mesmo depois de ter uma importância enorme na primeira. Não sei se tem algo a ver com a série La Casa de Papel, como gravações em datas próximas ou algo do gênero, já que ele interpreta o Rio nela, mas achei que foi um desperdício o personagem nessa temporada. Espero que na terceira temporada (porque sim, deixam em aberto para mais uma), ele possa ser melhor aproveitado.

Por fim, essa segunda temporada, segue a qualidade da primeira, ainda. E consegue te deixar intrigado durante os episódios para que o mistério central seja desvendado. E o que nos resta agora é esperar uma muito possível terceira temporada, para que assim, talvez, consigamos ver a conclusão dessa história.