Arquivo da tag: Literatura

De gato mágico ao universo alucinógeno de Raul Seixas

Contos do livro “Histórias de Quem” partem do banal ao trágico com ar de realismo fantástico em meio ao absurdo

(Foto: divulgação)

Literatura fantástica ou a realidade em meio ao absurdo? Os dez contos presentes no livro Histórias de Quem são diretamente influenciados pelo realismo fantástico, com narrativas que vão desde um gato mágico que revela a personalidade das pessoas ao retirar os óculos, até a incansável trajetória de um jornalista no universo alucinógeno de Raul Seixas.

Cesar Augusto de Carvalho é expert em criar fatos banais, que com o decorrer do texto, tronam-se trágicos ou absurdos, porém, prendem o leitor em cada página desse universo mágico da literatura. Assim como suas influências – que vão de Dostoievski, Michael Ende, Ernest Hemingway a Guimarães Rosa, Graciliano Ramos e Jorge Luís Borges – as histórias provocam inúmeras sensações, principalmente tensão e euforia.

Com um estilo que une imaginação e domínio claro das narrativas, o professor universitário aposentado, passou boa parte da carreira dedicado a publicar ensaios e textos acadêmicos. Ser contista era algo distante e que ficava limitado a leituras de amigos. Apesar de as histórias serem independentes entre si, elas têm similaridades e uma narrativa se abre para outra de maneira singular. Exemplo disso, são os contos que trazem Raul Seixas como tema: “Muitos em um” e “Um escritor, Raul Seixas, Gilgamesh e a imortalidade”.

A inclusão de Raul na obra não é algo ao acaso. Entre 2010 a 2014, Cesar escreveu contos sobre o astro do rock para uma coluna radiofônica chamada Estação Raul. Quando o programa encerrou, lançou a radionovela Toca Raul e atualmente prepara a edição Raul e Eu, uma novela que narra as aventuras de um personagem que se considera o próprio músico.

Seu maior desejo é que suas histórias levem aos leitores um profundo diálogo, que podem, sim, influenciar comportamentos, mas também favorecer a compreensão de si mesmas.

Ficha Técnica
Livro: Histórias de Quem
Autor: Cesar Augusto de Carvalho
ISBN:   978-65-87908-05-2
Formato
: 21×14
Páginas: 124
Preço: R$ 40
Link de vendawww.quemlêvê.com

Edição de luxo de “O poderoso chefão” comemora o centenário de Mário Puzo

Clássico da literatura, O poderoso chefão (Ed. Record), que inspirou um dos maiores filmes de todos os tempos, ganha edição em capa dura e nova tradução

(Foto: divulgação)

A mente brilhante de Mário Puzo escreveu há 50 anos uma das obras mais célebres da literatura: O poderoso chefão (Ed. Record). Em comemoração ao centenário do autor, a Editora Record publica edição de luxo, em capa dura da obra e com tradução da premiada Denise Bottmann. O clássico, que inspirou o filme estrelado por diversos artistas de Hollywood, revela um contundente submundo do crime dos anos 1940. A personalidade complexa e irreverente de Don Vito Corleone, o capo mais mortal da Máfia, protagoniza uma história chocante – e surpreendente – de extorsões, assassinatos e valores familiares.

Tirano, chantagista e assassino, mas amigável, justo e coerente. Sua influência chega a todos os níveis da sociedade americana. Esse é Don Corleone, o capo mais mortal da Máfia, o padrinho, o poderoso chefão. Era a ele que todos recorriam quando precisavam de ajuda, e nunca saíam decepcionados. Não importava se eram ricos, pobres, poderosos ou humildes, todos recebiam o mesmo tratamento de Don. A sua recompensa era a amizade do devedor. Mas poderia ser também a prestação de algum pequeno favor para saldar a dívida.

Porém nenhum homem se mantém no topo para sempre, não quando ele tem inimigos dos dois lados da lei. À medida que o já idoso Vito Corleone se aproxima do fim de uma longa vida no crime, seus filhos precisam se preparar para administrar os negócios da família. Sonny Corleone já atua nos negócios da família há anos, mas não tem a humildade do pai e muitos duvidam que ele viesse a ser o novo Don; o segundo filho, Frederico, apesar de suas qualidades, não ter a força necessária de um líder; veterano da Segunda Guerra Mundial Michael Corleone, porém, não está acostumado com o submundo e reluta em mergulhar na rede de crimes e poder político.

Tanto a polícia como os implacáveis chefes do crime rivais sentem o cheiro de sangue. Para que a família Corleone sobreviva, ela precisa de um novo Don. Mas o preço do sucesso em uma vida violenta pode ser alto demais para suportar…

SOBRE O AUTOR

Mario Puzo nasceu em Nova York, filho de imigrantes italianos. Estudou na New York School for Social Research e cursou a Universidade de Columbia. Além de romances aclamados, Puzo também escreveu diversos roteiros para o cinema, incluindo Terremoto, Superman e os três filmes baseados em seu best-seller O poderoso chefão. Mario Puzo morreu em 1999.

O poderoso chefão
Mario Puzo

Tradutor: Denise Bottmann

496 pág. | R$89,90

Editora Record lança os vencedores do Prêmio Sesc de Literatura 2020

Terra nos cabelos, do gaúcho Tônio Caetano, foi o escolhido entre os 666 concorrentes na categoria contos e Encontro você no oitavo round, do capixaba por adoção Caê Guimarães, levou na categoria romance, sendo o vencedor entre quase 700 inscritos. O livro de contos tem apresentação de Marcelo Moutinho e de Ana Paula Maia e o romance, de Samarone Lima e de Renata Pimentel. A premiação tem curadoria de Henrique Rodrigues

Chegaram às livrarias os dois vencedores do Prêmio Sesc de Literatura, a mais relevante premiação literária para novos escritores no Brasil. Na categoria de contos, Terra nos cabelos revela as vozes femininas do autor gaúcho Tônio Caetano, que tece suas narrativas de modo delicado e sensual.  Já o romance, Encontro você no oitavo round, do escritor Caê Guimarães, capixaba por adoção, é um monólogo poético de rememoração narrativa, que revela ao leitor a surpreendente trajetória de seu protagonista, um lutador de boxe que abandonou a poesia depois de um início promissor. Criado em 2003 pelo Sesc, o prêmio é uma parceria com a Editora Record, responsável por publicar e distribuir os livros vencedores. O concurso tem o objetivo de revelar novos escritores e, assim, renovar o cenário literário brasileiro e incentivar a cultura. Em 2020, o Prêmio Sesc de Literatura recebeu 1358 inscrições, sendo 692 romances e 666 livros de contos.

(foto: divulgação)

ENCONTRO VOCÊ NO OITAVO ROUND
Caê Guimarães

144 pág. | R$34,90

Ed. Record | Grupo Editorial Record

Socos, cicatrizes, quedas, redenções e um zumbido no ouvido, fruto de uma vida marcada por pancadas. Essa é a história de Cristiano Machado Amoroso, um pugilista que chegou bem perto do topo da sua carreira aos 25 anos, mas sofreu um nocaute que nunca esqueceu. Aos 40, antes de integrar ao time dos aposentados, ele tem sua última luta e uma proposta: em troca de uma boa quantia em dinheiro, o boxeador deve entregar o resultado, sem que o adversário saiba, no quarto round.

A narrativa, em primeira pessoa, nos apresenta também o cotidiano da periferia. O vizinho Magro e sua família de doidos, a amizade com o sapateiro, o bairro esquecido coalhado por cortiços e, claro, a jornalista que fará repensar o rumo da sua história são detalhados de forma fluida e delicada, pelo protagonista. Vivaz e irônica, Esther é mais do que uma repórter curiosa pela história de um pugilista no fim de carreira. Ela também é fã das obras literárias de Cristiano, que abandonou uma promissora carreira, mas que agora retorna para, quem sabe, um acerto de contas.

Neste Encontro você no oitavo round, vencedor do Prêmio Sesc de Literatura 2020 na categoria Romance, a irmanação entre boxe e escrita surge com rara potência. Até o último round, não sabemos se o pugilista vai beijar novamente a lona, conforme o combinado. O estranho mistério que acompanha os que apanham muito, mas nem sempre entregam os pontos.

Caê Guimarães nasceu em 1970 e vive em Vitória (ES). É escritor, poeta, jornalista e roteirista. Tem cinco livros publicados, entre poesia, conto e crônica. Encontro você no oitavo round, vencedor do Prêmio Sesc de Literatura 2020, é seu primeiro romance.

(foto: divulgação)

TERRA NOS CABELOS
Tônio Caetano

112 pág. | R$32,90

Ed. Record | Grupo Editorial Record

Em Terra nos cabelos, Tônio Caetano apresenta histórias emocionantes protagonizadas por mulheres. Entrelaçadas por um fio invisível que compartilha a força de suas histórias, as personagens apresentam situações reais que, ora atuais ora de décadas passadas, nos fazem refletir sobre autoconhecimento, medos, inseguranças e, sobretudo, o que é ser mulher – em contextos, idades e épocas diversas.

Ao longo de 15 contos, o livro se propõe a uma espécie de investigação do íntimo, das descobertas do outro, e instiga o leitor a mergulhar na vida dos personagens. A menina que vê a mãe partir e se aferra a uma prolongada espera, a esposa infeliz que se aventura na casa de swing, as adolescentes enredadas nas primeiras experiências sexuais, em ritos de passagem e de iniciação. São, todas elas, personagens em contenda com o mundo, seja no âmbito familiar ou no universo da sociedade de forma mais ampla. Tônio Caetano costura as histórias de forma que a ambiência se amalgama a um sentimento difuso de inadequação, de não pertencimento.

A poética presente em Terra nos cabelos revela a chegada de mais um autor talentoso ao cenário da literatura brasileira. Semeando boas histórias que fazem refletir as minúcias da vida comum, sua estreia é bem-vinda, e seus textos, cheios de inquietações.

Tônio Caetano nasceu em Porto Alegre (RS), em 1982. Trabalha como servidor público municipal e é especialista em Literatura Brasileira pela PUC-RS. Integra as coletâneas Contos de mochila, Minicontos de amor e morte, Planeta Fantástico e Ancestralidades: escritores negros. Em 2020, venceu o Prêmio Sesc de Literatura 2020, na categoria Contos, com o livro Terra nos cabelos.

Romance através dos séculos: três livros clássicos para adoçar o Dia

Pensando em ajudar a deixar o dia melhor e levar um pouco da doçura dos livros clássicos de romance para a vida, o Grupo Editorial Edipro selecionou três livros que ultrapassaram os séculos e provaram que para o amor, não existe tempo ou barreiras! Vale lembrar que todos eles estão com ótimos preços no site da Amazon. Confiram as dicas:

(Foto: Divulgação)

Persuasão – Último romance escrito por Jane Austen, Persuasão acompanha a jornada de autoconhecimento e redenção de Anne Elliot. Uma das obras mais célebres da autora ganha agora uma edição para colecionador em capa dura. A senhorita Elliot, filha de um importante — porém falido — baronete, de repente se vê obrigada a conviver com um amor do passado. Anos antes, Anne aceitara se casar com Frederick Wentworth; contudo, pelo fato de ele não ser rico nem influente, ela foi persuadida pela família e por uma grande amiga a romper o noivado. Agora, Wentworth retorna à cidade com um título de oficial da marinha, bastante dinheiro e o objetivo de se casar. Com o coração pesado de arrependimento, Anne terá de vê-lo cortejar outras moças, ou será que ainda há esperança de eles viverem um grande amor? Publicada postumamente, em 1818, a história da senhorita Anne Elliot e do capitão Wentworth conquista leitores desde então e ampliou o legado literário de uma das maiores autoras da literatura mundial.

Ficha técnica:
Editora:
 Via Leitura
Assunto: Literatura
Preço: R$ 53,90
ISBN: 9788567097640
Edição: 1ª edição, 2019
Tamanho: 14x21cm
Número de páginas: 224
Onde comprarAmazon

(Foto: Divulgação)

Orgulho & Preconceito – Em busca de um bom casamento que assegure o futuro das cinco filhas, os Bennets procuram por pretendentes com boas condições. A chegada de dois jovens solteiros abastados despertará muitas e diferentes emoções para a família. Especialmente nas irmãs Jane Bennet, a primogênita que logo se apaixona pelo senhor Bingley e a espirituosa Elizabeth, que ao contrário despreza o orgulhoso senhor Darcy. 

Em uma jornada de embate contra a moral e o casamento por interesse na aristocracia rural inglesa no século XVIII, Elizabeth terá que reconsiderar suas convicções e reavaliar seus sentimentos para viver um grande amor. Nessa obra Jane convida o leitor a uma reflexão sobre as relações humanas e suas consequências com diálogos aguçados ao mesmo tempo em que coloca em evidência no enredo a condição feminina na sociedade burguesa de sua época.

Ficha técnica: 
Editora: Via Leitura  
Assunto: Literatura 
ISBN: 978-8567097787 
Edição: 1ª edição, 2019 
Idioma: Português 
Altura: 21 Largura: 14 Profundidade: 2,3 
Número de páginas: 320 
Preço: R$ 54,90 
Onde comprar: Amazon

Mulherzinhas – No auge da Guerra Civil Americana, o senhor March se junta às frentes de batalha. Em casa, suas filhas têm de conviver com as dificuldades econômicas e a busca pela realização de seus sonhos. Meg almeja um bom casamento. Beth quer apenas ajudar os pais nos cuidados do lar. Amy, a mais jovem, sonha com riqueza e status, enquanto a impulsiva Jo deseja ser escritora ― em uma versão semibiográfica da própria Alcott.

Esta é a história de amadurecimento dessas quatro jovens. Mulherzinhas aborda questões feministas de forma leve e aberta e ao mesmo tempo exalta valores como a virtude, a igualdade de gênero e a realização individual.A obra foi novamente adaptada para o cinema em 2019 em uma superprodução com participação de Meryl Streep, Emma Watson e Laura Dern.

Ficha técnica
Editora: Via Leitura
Assunto: Literatura
Versão integral da obra
Preço: R$ 53,90
ISBN: 9788567097824
Edição: 1ª edição, 2020
Número de páginas: 464
Onde comprarAmazon

Reencontro com o passado: acerto de contas para um novo amanhecer

Autora paulista referência em romances de época questiona o poder do amor contra mentiras, traições e desencontros ao explorar a profundidade emocional de personagens em obra ambientada na Inglaterra

(Foto: Divulgação)

Seja bem-vinda à literatura de Aline Galeote, autora brasileira referência em romances de época. Coloque o seu melhor vestido de baile, guarde a sua tinderbox e garanta entrada no Almack’s com a leitura de Até o Último Amanhecer.

A pequena caixinha de estanho e os prestigiados salões de bailes de Londres não são novidades para os leitores de Aline. A rica e extensa pesquisa sobre os costumes da Inglaterra no século XIX é um dos diferenciais na produção da escritora. O lançamento Até o Último Amanhecer mescla ficção e realidade ao abordar fatos históricos com o romance de Olivia Chadwick, protagonista da obra.

Prestes a ser apresentada aos olhares críticos da sociedade londrina, tudo o que Olivia mais deseja é aproveitar o que resta de sua liberdade. Quando encontra Simon Northan, tudo parece caminhar para um agradável cortejo entre os dois… mas não é o que acontece. Um inesperado escândalo envolvendo a família do marquês se transforma no assunto mais comentado da sociedade. Em uma sequência de trágicos acontecimentos, Olivia é separada do homem que seu coração escolheu amar.

Sete anos depois, o destino os coloca frente a frente para um delicado e dolorido acerto de contas com o passado. É possível que esse amor tenha sobrevivido a tantas mentiras, traições e desencontros?

“Por um momento, observou a imensa vastidão do céu com os braços circundados ao redor do corpo. As últimas palavras escritas por Simon retornaram ao seu pensamento. Por toda a eternidade teriam aquele instante único em que seus olhares se encontraram e suas almas se reconheceram ao amanhecer.” (Até o Último Amanhecer, pág. 166)

Além do contexto histórico, a profundidade da trama e dos personagens é também o que enriquece a literatura de Aline Galeote. Os traumas da guerra, luto, perdão e a redenção de personagens são elementos que diferenciam a obra de outros romances de época.

Para fãs declaradas de Jane Austen ou Julia Quinn, a obra aquece o coração de leitoras carentes de novos romances de épocas ambientados na Inglaterra do começo do século XIX. Até o Último Amanhecer é o segundo título da série Consequências, um conjunto de cinco livros que a escritora pretende lançar nos próximos anos.

Ficha Técnica:
Título
: Até o Último Amanhecer
Autor: Aline Galeote
ISIN: B085ZRLHS2
Páginas: 502
Formato: e-Book
Preço: R$8,99
Link de venda e-book: https://amzn.to/2TjIyca

Sinopse: Prestes a ser apresentada aos olhares críticos da sociedade londrina, tudo o que Olivia Chadwick mais deseja é aproveitar o que resta de sua liberdade e vencer as apostas ousadas de seu irmão. Na propriedade de seus pais em Gloucestershire, Olivia é apresentada ao enigmático herdeiro do Duque de Bendington, a quem julga como um cavalheiro arrogante e inalcançável. Disposta a não compactuar com as artimanhas casamenteiras de sua mãe, fará todo o possível para evitar a sua presença e os perscrutadores olhos cinzentos.

Simon Northam, marquês de Campbell, estava acostumado a enxergar o mundo através de uma cínica máscara de indiferença. Ao aceitar o convite de seu amigo para uma estadia no campo, acredita que finalmente irá desfrutar de um momento de paz. Porém, não demora a perceber que existe uma aborrecida trama em andamento para fisgá-lo.

Traído por suas próprias emoções em uma inocente troca de olhares ao amanhecer, Simon descobre que será impossível ignorar seus mais profundos sentimentos enquanto é cativado por um par de olhos castanhos e lábios da cor da cereja. Quando tudo parecia caminhar para um agradável cortejo — e sinos badalando na prestigiosa igreja de St. George — um inesperado escândalo envolvendo a família do marquês se transforma no assunto mais comentado da sociedade.

Em uma sequência de trágicos acontecimentos, Olivia é separada do homem a quem seu coração escolhera amar. Sete anos depois, o destino os colocará frente a frente para um delicado acerto de contas com o passado. Poderá o amor sobreviver a tantas mentiras, traições e desencontros?

Literatura, tecnologia, drogas, religião e conspiração

Daniel Nonohay lança obra inquietante com um novo olhar sobre a dependência das drogas e quais crimes o homem é capaz de fazer por ganância, poder e amor

O juiz do trabalho de Porto Alegre, Daniel Nonohay, despertará no leitor muitos sentimentos e um verdadeiro desconforto. Emoções que somente os escritores mais ousados conseguem trazer para a literatura. Entrar na narrativa de Um Passeio no Jardim da Vingança é, sem exageros, um caminho sem volta. Lançada pelo grupo Novo Século, a trama apresenta um anti-herói, que provocará distintas sensações, empatia e por que não, raiva?

imagem_release_856674.jpg
Daniel Nonohay lança livro. (Foto: Divulgação)

A obra é uma ficção policial futurista em um mundo no qual a tecnologia é extremamente avançada e a capacidade de memórias e aptidões humanas se amplia por meio dos implantes cibernéticos. Nesta cidade distópica, dividida entre zonas vigiadas e periféricas, as drogas são controladamente liberadas.

O recurso literário utilizado em Um Passeio no Jardim da Vingança apresenta uma linha cronológica paralelaque já transporta o leitor para o ápice da história. “Acessei a rede e carreguei os depoimentos e as demais provas. A película piscou, solicitando que eu permanecesse imóvel, enquanto autenticava os documentos com base na minha leitura biométrica. Os procedimentos eram realizados em silêncio, mas um dó menor mudo, contínuo e tenso podia ser quase ouvido vindo do sistema.” (p.17).

O relato acima, narrado em primeira pessoa, é do advogado Ramiro, personagem principal que não tem mais perspectivas na vida. É rico, drogado, adúltero, já não gosta mais do trabalho, até sofrer um atentado terrorista em meio a uma audiência e quase morrer. A trama segue com o protagonista descrevendo como foi se recuperar de dois meses em coma e a tentativa de retomar a vida no escritório de advocacia.

Depois de ser impedido de retornar ao escritório e ter o ego ferido, Ramiro começa a utilizar a tecnologia disponível, inclusive dois chips implantados em seu cérebro, para conseguir o máximo de informações sobre as movimentações que eram realizadas por seus sócios. Mesmo sabendo que o caminho era sem volta, ele não imaginava que, além deles, outras organizações estariam envolvidas neste círculo de crimes, como uma seita religiosa e seu perigoso pastor.

Com uma narrativa rápida e de estilo próprio, Nonohay demonstra os sentimentos e o caráter dos personagens de forma que fica fácil associar o drama da ficção com a própria realidade, construindo uma trama atemporal. O leitor verá uma simples decisão colocar em risco o próprio Ramiro, sua esposa, os sócios e todos aqueles que se sentiam seguros ao redor deles.

Um Passeio no Jardim da Vingança, que chega agora às livrarias de todo o país, tem como cenário uma Porto Alegre de 2038. Ameaça, tecnologia, estupro, coerção e morte são alguns dos temas intensos e polêmicos dessa trama inacreditável e imprevisível. Uma viagem futurista para as mentes que não conseguem ficar longe de uma intensa narrativa.

Sobre: Daniel Souza de Nonohay nasceu em 1973 e mora em Porto Alegre. É casado e pai de duas filhas. Juiz do trabalho, escreveu o seu primeiro romance à mão, em dois cadernos pautados, quando tinha 17 anos. É autor de artigos técnicos, na área do Direito e políticos, que foram publicados em livros, jornais e sites. Organizou livros de coletâneas. É colorado. Atuou como professor e é pós-graduado em Direito do Trabalho. Foi Presidente da Associação dos Magistrados do Trabalho do Rio Grande do Sul. Atualmente, aproveita cada um dos seus poucos segundos livres para escrever, a sua segunda paixão.

LeYa lança biografia de Bruce Springsteen

Ídolo do rock lança autobiografia que está entre os livros mais vendidos do momento em todo o mundo

image004 (2).jpgApós sete anos de dedicação, Born to run chega às livrarias para cristalizar a unanimidade que é Bruce Springsteen no cenário cultural. Cantor, compositor, guitarrista e dono de uma presença de palco inigualável, ele vem há mais de 40 anos compondo canções que asseguraram seu papel como um dos grandes cronistas da vida urbana. Não impressiona, portanto, que agora Bruce se revele escritor dos mais talentosos. Suas memórias – obra que o The New York Times chamou de “intensamente satisfatória” e a revista Rolling Stone classificou como “absolutamente única” – narram desde a infância católica nos subúrbios de New Jersey à luta contra a depressão que surpreendeu os fãs habituados à sua persona pública vigorosa, revelando as faces do filho, marido, pai e amigo para além do ídolo.

Pelos temas que aborda e pela forma como conduz a narrativa, Born to run é um livro para quem gosta e também para quem não gosta de rock. Não à toa, no New York Times, o livro chegou a ocupar o topo da lista na categoria não-ficção de capa dura e o segundo na categoria geral, incluindo e-books. Também está entre os mais vendidos na Amazon. Além disso, teve seus direitos de edição vendido para mais de 21 países e foi considerado um dos 20 melhores livros do ano pela Publishers Weekly, o maior veículo do mercado editorial dos EUA.

Em quase 500 páginas, a autobiografia de Bruce é como a versão literária de seus shows antológicos que chegam a ter quatro horas de duração: uma performance virtuosa capaz de passar de rocks robustos a baladas melancólicas sem perder o ritmo ou deixar de empolgar até o acorde final. Como os muitos grandes clássicos de seu repertório, o livro é engendrado pelo lirismo de um compositor original que mergulhou fundo em suas próprias experiências.

“Escrever sobre si mesmo é uma tarefa estranha. Mas, num projeto como este, o autor faz uma promessa: mostrar sua mente ao leitor. Foi o que tentei cumprir nestas páginas”, afirma. Com franqueza e um senso de humor apurado, Bruce detalha as histórias por trás de suas canções mais famosas (como “Thunder road” e “Born in the USA”, além da faixa que empresta nome ao livro), o início de sua paixão pelo rock and roll (assistindo pela TV à icônica performance de Elvis Presley no The Ed Sullivan Show), os percalços do caminho até o sucesso, batalhas pessoais, motivações, esperanças, angústias, inseguranças e demônios.

Acima de tudo, muito mais que um enfileiramento de fatos sobre a trajetória espetacular de um astro do rock, a obra traz em primeiro plano o olhar único de alguém que soube contemplar como poucos o mundo ao seu redor. Por tudo isso, a autobiografia de Bruce Springsteen tem o poder de cativar tanto seus fãs quanto qualquer tipo de leitor – seja ele artista, louco ou simplesmente uma pessoa comum que a tenha a música como parte essencial da vida.

Lançado novo teaser oficial de Mogli: O Menino Lobo!

Por Legião dos Heróis

A Disney liberou durante o Super Bowl um novo teaser paraMogli: O Menino Lobo, o filme que mistura atores com CGI tem um elenco renomado e promete ser um dos maiores sucessos deste ano. Confira!

Dirigido por Jon Favreou (Homem de Ferro), a trama gira em torno do jovem Mogli, um garoto de origem indiana que foi criado por lobos em pela selva, contando apenas com a companhia de um urso e uma pantera negra. O longa é inspirado em série literária de Rudyard Kipling.

Mogli – O Menino Lobo tem Scarlett Johansson, Idris Elba, Bill Murray, Ben Kingsley, Christopher Walken, Giancarlo Esposito e Lupita Nyong’o no elenco, além de Neel Sethi, em seu primeiro longa-metragem, como o protagonista.