Arquivo da tag: Livro

Editora Panini lança ‘A Saga dos X-Men’ no Brasil

A batalha entre Tempestade e Callisto, a entrada da Vampira na equipe e o casamento do Wolverine com Mariko estão entre os momentos históricos do primeiro volume

(Foto: divulgação)

A Editora Panini, líder mundial no setor de publicações, lança neste mês de junho o primeiro volume da Saga dos X-Men, trazendo de volta para os fãs a fase clássica dos Mutantes com diversos momentos históricos, além de reimprimir histórias que as pessoas nunca leram antes. A obra conta com roteiro de Chris Claremont, que marcou época na Marvel Comics à frente da linha de títulos dos X-Men durante um período de 16 anos.
 

A Panini já trouxe muitas dessas histórias para o leitor brasileiro, como A Saga da Fênix Negra e Inferno. Agora, em A Saga dos X-Men, as pessoas vão poder acompanhar logo no primeiro volume momentos inesquecíveis, como o combate mortal entre Tempestade e Callisto, líder da tribo de mutantes renegados Morlocks; a entrada de Vampira para os X-Men; o casamento de Wolverine e Mariko; e muito mais!
 

A HQ pode ser adquirida na Loja Panini, por compra avulsa, livrarias e lojas especializadas pelo valor de R$ 36,90
 

Ficha Técnica

Periodicidade: Mensal
Formato: 17×26 cm
Número de páginas: 144
Tipo de capa: Cartão
Classificação Etária: 12 anos
Preço: R$ 36,90

Para fãs de narrativas épicas sobre vampiros: novo livro do best-seller Jay Kristoff

Primeiro volume da trilogia “Império do vampiro” chega ao Brasil pela Plataforma 21; obra se destaca pela reverência às clássicas histórias como Drácula, Game of Thrones e The Whitcher

(Foto: divulgação)

Império do vampiro é o primeiro volume da aguardada série de fantasia dark do escritor best-seller do New York Times Jay Kristoff. Ricamente ilustrada pela artista Bon Orthwick, a obra chega ao Brasil pela VR Editora, selo Plataforma21, casa editorial que já publicou outra série mundialmente conhecida do escritor, As Crônicas de Quasinoite.

As quase mil páginas do lançamento se destacam pela reverência às clássicas histórias sobrenaturais, como Entrevista com Vampiro, Drácula, Game of Thrones e The Whitcher. A edição conta a história de Gabriel de Léon, protagonista metade humano e metade monstro, último membro do Santo de Prata, uma sagrada irmandade dedicada a defender o reino das criaturas da noite.

No enredo, se passaram 27 longos anos desde o último nascer do sol. Por quase três décadas, os vampiros travaram uma guerra contra a humanidade. Aprisionado pelos monstros que jurou destruir, Gabriel é forçado a contar a própria história: cheia de batalhas lendárias, amor proibido, fé perdida, amizades conquistadas e da busca pela última esperança remanescente da humanidade: o Santo Graal.

Endossado por autores best-sellers como V. E. Schwab, Laini Taylor e Robin Hobb, Império do vampiro é apenas o primeiro volume da trilogia que homenageia e promete marcar para sempre as narrativas épicas sobre vampiros.

FICHA TÉCNICA
Título: Império do vampiro
Título original: Empire of the Vampire 
Autora: Jay Kristoff
Tradução: Edmundo Barreiros
Número de páginas: 976
ISBN: 978-65-88343-17-3
Editora: Plataforma 21
Formato: 16 x 23 cm
Preço: R$ 109,90
Link de venda: https://www.vreditora.com.br/loja/produto.php?loja=971248&IdProd=1085&iniSession=1&61d32a085b605

Sinopse: Já se passaram 27 longos anos desde o último nascer do sol. Por quase três décadas, os vampiros travaram uma guerra contra a humanidade; construindo seu império eterno ao mesmo tempo em que destruíam o nosso. Agora, apenas algumas pequenas faíscas de luz perduram em um mar de escuridão. Gabriel de León, metade humano e metade monstro, é o último Santo de Prata – membro de uma sagrada irmandade dedicada a defender o reino das criaturas da noite -, e ele é também tudo o que resta entre o mundo e seu fim. Aprisionado pelos monstros que jurou destruir, Gabriel de Léon é forçado a contar a própria história. Uma história de batalhas lendárias e amor proibido, de fé perdida e amizades conquistadas, do Rei Eterno e da busca pela última esperança remanescente da humanidade: o Santo Graal. Império do vampiro é o primeiro volume da aguardada série de fantasia dark de Jay Kristoff. Ricamente ilustrada pela artista Bon Orthwick, esta história épica chega para marcar as narrativas do gênero para todo o sempre.

Apocalipse Zumbi em São Paulo

Sobreviver já está a venda. (Foto: divulgação)

“Sobreviver” é um livro, que também é um jogo, nacional e independente que leva o apocalipse zumbi ao coração de São Paulo, durante a maior convenção de quadrinhos do mundo, onde você se torna o personagem principal da trama, tendo todo o destino e consequências em sua mão! Você acha que irá conseguir SOBREVIVER?

Compre o livro-jogo no Catarse!

Sobreviver (foto: divulgação)

São Paulo. Você e mais 80 mil pessoas chegam à cidade para conferir de perto o maior evento geek do país. Empolgado, você acorda pronto para encontrar seu melhor amigo e curtir ainda mais a feira de quadrinhos. O problema é que uma misteriosa doença começa a infectar as pessoas da noite para o dia, fazendo com que elas ajam como mortos-vivos. No seu celular, uma mensagem misteriosa de seu amigo e nenhum sinal de internet. Você está sozinho por uma São Paulo caótica, o medo passa a assolar seu coração e a única pergunta que passa por sua mente é: Você conseguirá passar pelos obstáculos e desafios, para escapar dos zumbis enquanto busca, acima de tudo, SOBREVIVER?

(foto: divulgação)

Ficção existencial: a busca pelo significado

Jornalista André Puga lança obra que flerta com a realidade para contar a história de Wes, um estudante que sonha em ser escritor e precisa lidar com a relação de amor e ódio e conflitos existenciais na vida de um jovem

(Foto: divulgação)

O Outro Significado, lançamento do jornalista paulistano André Puga, é ambientado em Pinneápolis, cidade fictícia que recebe o protagonista da história para a nova escola. Wes sonha em ser escritor, mas se vê obrigado a estudar para ingressar em uma universidade pública, atendendo aos desejos do pai.

Na nova rotina, Wes precisa lidar com bullying, preconceitos e drogas, em meio as novas amizades nem sempre construtivas.

Ele identifica um importante amigo e aliado quando conhece Abelardo, o faxineiro da escola, que lhe mostra a vida sob um novo prisma.

Por um momento, em meio a tantas dificuldades e anseios, a missão escritor passa a ser postergada… Rebecca, sua melhor amiga, percebe as mudanças no comportamento do protagonista. A família de Wes está um caos: seu pai se candidata a vice-prefeito da cidade, enquanto a mãe pede separação.

“Mas ficou mais estranho ainda quando ele chamou ao palco seu vice-prefeito. Eu não conseguia enxergar devido a minha baixa estatura, então subi no alambrado. Ele caminhava de costas rumo ao microfone e eu olhava e escalava o alambrado ao mesmo tempo. Envolto a uma salva de palmas o rapaz chegou até o microfone e se virou para o público. NÃO ACREDITO.
Era o meu pai.”
(O Outro Significado, pág. 46)

O drama vivenciado em primeira pessoa, a mistura entre o real e o fictício, incentivado pelo autor em versos rimados ao final de cada capítulo, o mistério por trás da carreira política do pai e da história de Abelardo e a publicação do tão sonhado livro formam o suspense instaurado em O Outro Significado, criado por Puga, que se desenrola ao longo das 136 páginas.

Leitura importante para o universo jovem que vivencia conflitos internos e externos na época escolar e universitária, O Outro Significado reúne os sentimentos e experiências vividas pelos leitores nessa época da vida. 

Ficha Técnica:
Título
O Outro Significado
Autor: André Puga
Editora: Giostri
ISBN: 978-85-516-0443-4Páginas: 136
Formato: 17 x 24 cm
Preço: R$54,90
Link de venda:  https://bit.ly/32s1VoR

E-book “A Garota do Lago” chega com exclusividade no aplicativo Skeelo

Suspense brilhante e assombroso absorve os leitores com reviravoltas inesperadas

(Foto: Divulgação)

O Skeelo, maior plataforma de livros digitais do país, disponibiliza para seus assinantes a versão exclusiva do e-book “A Garota do Lago”. Escrito por Charlie Donlea, que brinca com a mente dos leitores, levando-os a deduzir a todo momento possíveis suspeitos, o livro de ficção cativa da primeira à última página e tece um conto curioso sobre duas mulheres fascinantes: uma viva e outra morta, ambas vítimas de crimes à procura de justiça, redenção e, em última instância, paz.

O acesso aos livros do Skeelo é disponibilizado como benefício aos clientes de telefonia pós-paga das operadoras Claro, TIM, Oi, Nextel e Algar Telecom e também tem parceria com o Banco do Brasil e empresas de TV por assinatura. Mensalmente o aplicativo oferece a seus usuários um título best-seller, sendo possível a troca prévia de acordo com o interesse pessoal de cada leitor. O catálogo inclui mais de 1000 títulos disponíveis.

Para mais informações acesse: http://www.skeelo.app

‘O DIA DE AMANHÃ’ ESTREIA EM 8 JUNHO NA HBO

(Foto: Divulgação)

A minissérie espanhola O DIA DE AMANHàestreia na próxima segunda-feira, 8 de junho, às 22h, no canal HBO e na HBO GO. Baseada no livro homônimo de Ignacio Martínez de Pisón e com produção da Movistar+, a trama é ambientada na Espanha, entre os anos 60 e 70, durante a ditadura de Francisco Franco.

O DIA DE AMANHàacompanha a história de Justo Gil (Oriol Pla), um homem persistente e ambicioso que chega a Barcelona à procura de uma grande oportunidade que lhe dê condições para ajudar a família. As portas para a dolce vita da cidade se abrem para Justo, assim como o coração de Carmé (Aura Garrido). Porém, ele coloca tudo em risco quando perde um investimento, em um negócio malsucedido. Preso em uma batida policial, ele recorre à única forma de salvar sua vida, tornando-se um informante da violenta polícia secreta do governo.

Com produção da Movistar+, a minissérie de drama tem direção de Mariano Barroso. O roteiro, assinado por Alejandro Hernández, é baseado no livro homônimo de Ignacio Martínez de Pisón.

Supense, fantasia e romance LGBT no novo livro de Cassandra Clare e Wesley Chu

Trama de “Os pergaminhos Vermelhos da Magia” (Ed. Galera), que apresenta Paris aos leitores, abre a trilogia “As Maldilções Ancestrais”, escrita por Cassandra Clare e Wesley Chu. Livro se passa no universo dos Caçadores de Sombras e conta as aventuras do casal LGBT Magnus e Alec.

Magnus Bane desejava que as férias à Europa ficassem marcadas para sempre como uma boa recordação para Alec Lightwood. Mas a viagem, após a Guerra Mortal, que deveria ser um marco romântico para o casal, não saiu exatamente como o planejado. Afinal, o que poderia acontecer no improvável romance entre um feiticeiro, filho de um famoso Demônio e um Caçador de Sombras?

(Foto: Divulgação)

Os Pergaminhos Vermelhos da Magia

The Red Scrolls of Magic

Cassandra Clare, Wesley Chu

Tradução: Ana Resende

294 pág. | R$ 44,90

Galera | Grupo Editorial Record

O Pintassilgo – uma história mal aproveitada sobre o luto permanente

Por Renata Lakatos

Caótico; esse é o principal adjetivo atribuído ao longa O Pintassilgo, uma trama baseada no livro homônimo – e vencedor do prêmio Pulitzer de ficção em 2014 – escrito por Danna Tart. Essa característica não precisaria ser algo ruim, mas, infelizmente, é por esse caminho que o filme envereda, decepcionando a crítica e o público, que aguardavam uma grande adaptação vinda das mãos do gabaritado diretor John Crowley.

“O Pintassilgo”. ( Foto: Divulgação)

Centrado na vida de Theo Decker e na morte de sua mãe em um atentado a bomba quando ainda criança, a história tenta mostrar relações de causa e consequência de maneira simultânea, nos apresentando fatos ocorridos na vida de Theo nos dias e meses seguintes à tragédia e pulando sem cerimônias para o resultado deles na vida adulta do protagonista, o que gera uma grande sensação de vazio no espectador, que não encontra fluidez e suavidade no desenrolar e, consequentemente, torna-se incapaz de criar empatia pelo garoto. Nem mesmo um elenco de peso, que conta com Nicole Kidman (sempre ótima), Sarah Paulson (longe de sua zona de conforto, mas muito interessante no papel), Luke Wilson (fraco) e Finn Wolfhard (muito bem), conseguiu despertar algum fascínio.

O quadro título do filme parece ter sido esquecido, sendo pouco mencionado e passando de grande artifício argumentativo a uma imensa interrogação a respeito de sua real representatividade na vida de Theo.

Romance aborda a difícil experiência de crescer menina no Brasil

Massacre de Realengo, que completa 8 anos em abril, inspira livro de estreia de Daniela Kopsch

O Pior dia de todos é um romance terno e perturbador, uma ficção criada a partir de um dia trágico, que realmente aconteceu – o Massacre de Realengo, como ficou conhecido o atentado a uma escola do subúrbio do Rio, em que um ex-aluno matou 12 estudantes, a maioria meninas, em abril de 2011. Não é um livro sobre o massacre, mas sobre a amizade. Escrito por uma jornalista que cobriu o episódio, O Pior dia de todos não é um livro sobre aquelas mortes, mas aquelas vidas.

Malu e Natália, as duas primas que protagonizam esta história, nos revelam o que é ser menina nesse país, alimentando grandes esperanças quando é sempre iminente o risco de se perder tudo. A tragédia do Realengo, a maior já ocorrida numa escola brasileira, comoveu o país em abril de 2011 – quando vivíamos uma euforia econômica, o acesso à educação começava a transformar uma geração e estávamos todos otimistas. Oito anos depois, mudou o país, mudamos nós – e este livro, como só as narrativas mais originais conseguem, pretende transformar um relato em material sólido, capaz de perdurar por mais tempo.

Com estrutura aparentemente simples, a obra nos apresenta um mundo difuso de preconceitos, desejos e limitações de forma crua e clara. Através de suspensões, silêncios e outros recursos sutis da linguagem, foge da pieguice para nos capturar com inteligência e emoção. Daniela Kopsch faz uma estreia surpreendente, alvissareira, quando livros e meninas vivem momento tão adverso no país.

FICHA TÉCNICA:
Título: O pior dia de todos   

Autor: Daniela Kopsch

Formato: 16 x 23 cm
Nº de Páginas: 264

ISBN: 978-85-8419-090-4
Preço: R$ 42,00

Bertrand Brasil lança “Anjos partidos”, sequência de “Carbono alterado”

image003 (1).jpgEm “Carbono alterado”, livro de estreia de Richard Morgan, a vida eterna é uma realidade comercializada de forma banal por grandes corporações que dominam o comércio de “capas”, nova denominação para os corpos. Em pleno século XXV, a humanidade está espalhada por toda a galáxia e o avanço da tecnologia permite o armazenamento de memórias como forma de backup da consciência. Com o investimento certo, qualquer pessoa pode ter uma “capa” reserva e fazer o download de suas lembranças em um novo corpo em caso de morte.

Takeshi Kovacs, investigador particular, ex-agente secreto, cumpria uma pena por seus crimes até ser reinserido em outra capa e forçado a aceitar uma proposta: descobrir quem assassinou – ou será que foi suicídio? – o último corpo de Laurens Bancroft, poderoso magnata que teve os últimos momentos na vida anterior apagados.

Se em “Carbono alterado” Kovacs vai atrás de respostas, em “Anjos partidos”, segundo livro da série, ele está de volta para ser aquilo que foi treinado: um soldado. Contratado como mercenário, seu dever é ajudar o governo a reprimir uma violenta revolução civil no planeta Sanction IV.

Kovacs, no entanto, não está do lado de ninguém além do seu próprio. Então, quando um piloto desertor lhe faz uma oferta lucrativa, ele não hesita em abandonar o campo de batalha e embarcar em uma traiçoeira caça ao tesouro. Tudo o que o separa de seu objetivo, uma antiga nave alienígena, são uma cidade banhada em radiação, nanotecnologia assassina e quaisquer surpresas que a civilização marciana possa ter deixado para trás.

Ambientada trinta anos após o primeiro livro, a narrativa se mantém fiel a temas como: corrupção, banalidade da vida humana e os perigosos avanços tecnológicos que transformam o homem em verdadeiras máquinas. Em “Anjos partidos”, o cyberpunk revivido em “Carbono alterado” ganha contornos mais destacados de uma ficção futurista.

“Carbono alterado” foi adaptado pela Netflix. A série, que estreou em fevereiro e atraiu mais de seis milhões de expectadores em sua estreia, já foi renovada para a segunda temporada. A história foi adaptada pela roteirista e produtora Laeta Kalogridis, de Ilha do Medo, e tem Joel Kinnaman, de Esquadrão Suicida, no papel do protagonista.

Richard Morgan é autor de diversos livros de ficção científica e fantasia. Foi tutor do departamento de língua inglesa na Strathclyde University antes de sua carreira de escritor deslanchar. Fluente em espanhol, já morou em Madrid, Instambul, Ancara, Londres e Glasgow. Atualmente vive no Reino Unido com a esposa e o filho.