Arquivo da tag: Londres

Série dramática da HBO THE NEVERS estreia em abril

A nova série dramática da HBO, THE NEVERS, com seis episódios, estreia em abril na HBO e na HBO GO. Nos últimos anos do reinado da rainha Vitória, Londres registra a presença dos Touched (Tocados): pessoas, a maioria mulheres, que de repente manifestam habilidades incomuns – algumas encantadoras e outras perturbadoras. Entre elas estão Amalia True (Laura Donnelly), uma viúva misteriosa e impulsiva, e Penance Adair (Ann Skelly), uma jovem inventora brilhante. Elas são as líderes desse novo grupo e criarão uma casa para os Touched, enquanto enfrentam as forças… bem, praticamente todas as forças, oferecerão espaço para aqueles cuja história, como a conhecemos, não têm lugar.

O elenco conta ainda com Olivia Williams, James Norton, Tom Riley, Rochelle Neil, Eleanor Tomlinson, Amy Manson, Pip Torrens, Denis O’Hare, Zackary Momoh, Elizabeth Berrington, Kiran Sawar, Anna Devlin, Viola Prettejohn, Ella Smith, Nick Frost e Ben Chaplin.

THE NEVERS tem criação e produção executiva de Joss Whedon; produção executiva de Bernadette Caulfield, Ilene S. Landress, Doug Petrie, Jane Espenson e Philippa Goslett.

STARZPLAY ANUNCIA DATA DE ESTREIA DA SÉRIE ‘GANGS OF LONDON’, THRILLER DE AÇÃO VISCERAL

A produção de sucesso é produzida pela Pulse Films em associação com SISTER para Sky Studios

“Um grande épico cinematográfico, essa série provavelmente será falada no mesmo tom que ‘Game of Thrones’, por sua incrível escala, política complexa e sua sensação de que qualquer personagem pode ser morto a qualquer momento” – Den of Geek, Inglaterra

Starzplay, o serviço internacional de streaming premium da Starz,anunciou hoje que o drama policial Gangs of London estreia no domingo, 15 de novembro, exclusivamente na Bélgica, França, Holanda e Espanha, assim como na América Latina e Japão. Gangs of London é uma produção Pulse Films em associação com a SISTER para Sky Studios. 

Do diretor Gareth Evans e Matt Flanney, os cineastas visionários e premiados da franquia de filmes “The Raid” (“Operação Invasão”), Gangs of London investiga o submundo do crime moderno em Londres. A série foi recentemente renovada para a segunda temporada depois de impressionar o público com sua coreografia de luta visceral e sequências de ação notáveis, segundo a crítica. 

Por 20 anos, Finn Wallace (Colm Meaney) foi o criminoso mais poderoso de Londres. Bilhões de libras fluíam por sua organização a cada ano. Mas agora ele está morto – e ninguém sabe quem mandou matá-lo. Com rivais por toda parte, cabe ao impulsivo Sean Wallace (Joe Cole) tomar o lugar de seu pai, com a ajuda da família Dumani chefiada por Ed Dumani (Lucian Msamati). Como se a situação já não fosse perigosa o suficiente, a ascensão de Sean ao poder causa repercussões no mundo do crime internacional. Talvez o único homem capaz de ajudá-lo e ser seu aliado seja Elliot Finch (Sope Dirsu), que tem um interesse misterioso na família Wallace. Mas quando o vento do destino sopra, Elliot se vê transportado para o funcionamento interno da maior organização criminosa de Londres. 

Gangs of London. (Foto: divulgação)

Gangs of London é estrelada por um talentoso elenco que inclui Joe Cole (“Peaky Blinders”, “Pure”, “Black Mirror”), Sope Dìrísù (“Humans”, “Black Mirror”), Colm Meaney (“Star Trek”, “Hell on Wheels”, “Layer Cake”), Lucian Msamati (“His Dark Materials”, “Black Earth Rising”, “Kiri”), Michelle Fairley (“Game of Thrones”, “The White Princess”, “Fortitude”),  Paapa Essiedu (“Press”, “Kiri”) e Pippa Bennett-Warner (“MotherFatherSon”, “Harlots”, “Sick Note”).

A série foi criada pelo premiado cineasta Gareth Evans (franquia de filmes “The Raid”) e seu parceiro criativo Matt Flannery. Thomas Benski e Lucas Ochoa são os produtores executivos pela Pulse Films, ao lado de Jane Featherstone pela SISTER.

As aventuras de Victor Scott: uma leitura para ser feita em família

Além de curiosidades culturais de uma Londres na década de 50, drama infantojuvenil da escritora Gabriela Lutibergue aborda com delicadeza temas como alcoolismo, violência doméstica e desestrutura familiar

(Foto: divulgação)

Victor Scott tem 9 anos e sobrevive num bairro pobre de Londres. Cansado de passar fome e conviver com o pai alcoólatra, o protagonista de As aventuras de Victor Scott foge de casa com um propósito: ir até o Polo Norte e pedir para que o Papai Noel ajude a sua família.

Com doçura e delicadeza, o narrador misterioso conta a trajetória de Victor e as reflexões que ele proporciona durante a fuga. Além do enredo emocionante, a autora Gabriela Lutibergue faz crescer o mistério e a curiosidade sobre quem narra a história.

 “Na noite em que apanhou porque tinha quebrado o ovo de galinha, Victor planejou fugir de casa. A primeira ideia que teve foi partir para o Polo Norte, onde, com certeza, Papai Noel ficaria comovido e o receberia na grande mansão de brinquedos. Aquela era uma ideia fixa. Como tinha medo do escuro, resolveu fazer tudo discretamente na manhã seguinte. Lucy, como sempre, o acordou com um beijo e entregou uma moeda.
— Meu filho, tome mais cuidado, pelo amor de Deus! Sei que não teve culpa, mas precisamos evitar problemas com o seu pai.
Victor já tinha escrito uma carta para ela, então deu um abraço apertado, como se fosse a última vez, e foi embora.”
(As Aventuras de Victor Scott, pág. 86)

Assuntos como o alcoolismo, violência doméstica e desestrutura familiar são ganchos para tornar a leitura de As aventuras de Victor Scott um momento em família. Os aprendizados do personagem tornam-se valiosas lições para os jovens leitores.

Com um fim surpreende e encantador, a obra também inspirou o nome do filho de Gabriela. Victor chegou ao mundo com o mesmo nome do protagonista, mas diferente do personagem da ficção, com uma história cheia de amor desde a infância. 

Ficha Técnica:
Título
: As aventuras de Victor Scott
Autor: Gabriela Lutibergue
Editora: The Books
ISBN: 978-8554906184
Páginas: 156 páginas
Formato: 14 x 21 cm
Link de venda Amazon:  https://amzn.to/30HSIXd
Preço Amazon: R$28,90
Link de venda com a autora (autógrafo + marca página): 
https://bit.ly/2WRZbh0  
Preço: R$25,00

Sinopse: Victor Scott tem 9 anos e sobrevive num bairro pobre de Londres. Cansado da desestrutura familiar, resolve fugir de casa com um propósito nada convencional: buscar auxílio de uma figura lendária. Por onde passa, o menino deixa uma mensagem que confronta pessoas comuns, como eu e você. Doce e intensa, a história é contada por um senhor que já passou dos 80 anos e teve um encontro único e transformador com o pequeno inglês. Você vai se emocionar do início ao fim!

OS FÃS DE HARRY POTTER VOLTARÃO À HOGWARTS!

Primeira saída virtual do Expresso de Hogwarts na plataforma 9 ¾ acontece no dia 1º de setembro

Saída para Hogwarts será online esse ano. (Foto: reprodução)

Todos os anos, no dia 1º de setembro, os fãs de Harry Potter se reúnem na estação King’s Cross, em Londres para, precisamente às 11h, erguerem suas varinhas para a saída do Expresso de Hogwarts da Plataforma 9 ¾ em direção à lendária escola de bruxaria. Para a o retorno as aulas em 2020, a celebração será no mundo virtual, ou seja, fãs de todas as partes do mundo poderão participar ao vivo no “De Volta à Hogwarts”.

O Mundo Bruxo está pedindo aos fãs que evitem a aglomeração neste ano e se reúnam virtualmente. Este evento digital é aberto, totalmente gratuito e foi desenvolvido para ajudar a manter todos seguros – e no conforto de suas casas.

Com muitas surpresas e diversão; incluindo aparições de convidados especiais, como James e Oliver Phelps (Fred e George Weasley), Jason Isaacs (Lucius Malfoy) e Bonnie Wright (Ginny Weasley), o evento digital acontecerá entre as 6h30 e as 7:30 da manhã – horário de Brasília – (ou das 10:30 às 11:30 BST), no dia 1º de setembro. Para participar, basta acessar http://www.wizardingworld.com para acompanhar a transmissão ao vivo.

“Estou tão animado por fazer um papel no primeiro De Volta à Hogwarts digital. 2020 foi definitivamente um ano estranho e é muito importante que todos façamos tudo o que estiver ao nosso alcance para nos proteger, incluindo ficar em casa. Espero que os fãs se juntem a nós para as comemorações virtuais”, disse James Phelps.

Oliver Phelps acrescentou: “os fãs do Mundo Mágico são os melhores. Ter a chance de compartilhar esse dia especial com pessoas de todo o mundo será brilhante. Estou realmente ansioso por tudo que este De Volta à Hogwarts digital tem guardado e é um bônus todos nós podermos fazer isso do sofá.”

Os fãs podem chegar ainda mais perto do mundo bruxo ao enviar fotos para se juntar ao De Volta à Hogwarts – turma de 2020. As fotos serão adicionadas a um mosaico digital que crescerá ao longo do dia para dar vida à comunidade. Esta é uma chance para fãs brasileiros mostrarem seus melhores cosplays e demonstrarem o orgulho de suas casas. Os membros do Fã Clube Harry Potter também receberão uma lembrança desse dia, já que o mosaico estará disponível para download**.

As imagens enviadas pelos fãs também serão exibidas dentro da estação King’s Cross, dando aos participantes presença virtual durante todo o dia – não há necessidade de ir até a estação para conferir, pois estará disponível para visualização nas redes sociais.

Programação

A partir de 29 de agosto, os potterheads poderão conferir o hub De Volta à Hogwarts no www.wizardingworld.com, onde se juntarão ao Fã-Clube Harry Potter e se preparar para comemorar a data com uma incrível seleção de conteúdos, incluindo:

• Ouvir alguns dos produtores responsáveis ​​por trazer a magia à vida (incluindo o genial coreógrafo de varinhas Paul Harris, que demonstrará e ensinará a arte do combate com varinhas);

• Viajar do mundo trouxa para o bruxo, com a Journeys to Hogwarts Soundscape – uma experiência auditiva imersiva com todos os sons que você ouviria nessa jornada icônica. Precisando apenas fechar os olhos e deixar sua imaginação trabalhar;

• Assistir a uma apresentação do CineConcerts com orquestras de todo o mundo tocando seleções musicais memoráveis ​​de cada um dos oito filmes de Harry Potter;

• Acompanhar uma prévia da novíssima “House of MinaLima” no dia da inauguração, com Miraphora Mina e Eduardo Lima, além de uma obra de arte de comemoração ao De Volta à Hogwarts – turma de 2020, criada especialmente para a ocasião e também disponível como uma arte para impressão em edição limitada*;

• Voltar para onde a mágica começou com as leituras feitas por celebridades de Harry Potter e a Pedra Filosofal (acessível exclusivamente para membros registrados do Fã Clube Harry Potter)

• Aprender uma série de ideias de artesanato inspiradoras com o tema de Hogwarts e tutoriais criativos para todas as idades.

Os fãs terão a opção fazer uma doação durante o evento digital para a Lumos, organização fundada por J.K. Rowling que apoia crianças em situação de abandono parental.

Para estar entre os primeiros a receber atualizações, não se esqueça de acessar http://www.wizardingworld.com e se inscrever no Fã-Clube Harry Potter. Lá, você também pode verificar o Hub De Volta à Hogwarts para receber informações adicionais sobre o que estará acontecendo no evento, enquanto o Mundo Mágico busca trazer a magia para casa com segurança.

Reencontro com o passado: acerto de contas para um novo amanhecer

Autora paulista referência em romances de época questiona o poder do amor contra mentiras, traições e desencontros ao explorar a profundidade emocional de personagens em obra ambientada na Inglaterra

(Foto: Divulgação)

Seja bem-vinda à literatura de Aline Galeote, autora brasileira referência em romances de época. Coloque o seu melhor vestido de baile, guarde a sua tinderbox e garanta entrada no Almack’s com a leitura de Até o Último Amanhecer.

A pequena caixinha de estanho e os prestigiados salões de bailes de Londres não são novidades para os leitores de Aline. A rica e extensa pesquisa sobre os costumes da Inglaterra no século XIX é um dos diferenciais na produção da escritora. O lançamento Até o Último Amanhecer mescla ficção e realidade ao abordar fatos históricos com o romance de Olivia Chadwick, protagonista da obra.

Prestes a ser apresentada aos olhares críticos da sociedade londrina, tudo o que Olivia mais deseja é aproveitar o que resta de sua liberdade. Quando encontra Simon Northan, tudo parece caminhar para um agradável cortejo entre os dois… mas não é o que acontece. Um inesperado escândalo envolvendo a família do marquês se transforma no assunto mais comentado da sociedade. Em uma sequência de trágicos acontecimentos, Olivia é separada do homem que seu coração escolheu amar.

Sete anos depois, o destino os coloca frente a frente para um delicado e dolorido acerto de contas com o passado. É possível que esse amor tenha sobrevivido a tantas mentiras, traições e desencontros?

“Por um momento, observou a imensa vastidão do céu com os braços circundados ao redor do corpo. As últimas palavras escritas por Simon retornaram ao seu pensamento. Por toda a eternidade teriam aquele instante único em que seus olhares se encontraram e suas almas se reconheceram ao amanhecer.” (Até o Último Amanhecer, pág. 166)

Além do contexto histórico, a profundidade da trama e dos personagens é também o que enriquece a literatura de Aline Galeote. Os traumas da guerra, luto, perdão e a redenção de personagens são elementos que diferenciam a obra de outros romances de época.

Para fãs declaradas de Jane Austen ou Julia Quinn, a obra aquece o coração de leitoras carentes de novos romances de épocas ambientados na Inglaterra do começo do século XIX. Até o Último Amanhecer é o segundo título da série Consequências, um conjunto de cinco livros que a escritora pretende lançar nos próximos anos.

Ficha Técnica:
Título
: Até o Último Amanhecer
Autor: Aline Galeote
ISIN: B085ZRLHS2
Páginas: 502
Formato: e-Book
Preço: R$8,99
Link de venda e-book: https://amzn.to/2TjIyca

Sinopse: Prestes a ser apresentada aos olhares críticos da sociedade londrina, tudo o que Olivia Chadwick mais deseja é aproveitar o que resta de sua liberdade e vencer as apostas ousadas de seu irmão. Na propriedade de seus pais em Gloucestershire, Olivia é apresentada ao enigmático herdeiro do Duque de Bendington, a quem julga como um cavalheiro arrogante e inalcançável. Disposta a não compactuar com as artimanhas casamenteiras de sua mãe, fará todo o possível para evitar a sua presença e os perscrutadores olhos cinzentos.

Simon Northam, marquês de Campbell, estava acostumado a enxergar o mundo através de uma cínica máscara de indiferença. Ao aceitar o convite de seu amigo para uma estadia no campo, acredita que finalmente irá desfrutar de um momento de paz. Porém, não demora a perceber que existe uma aborrecida trama em andamento para fisgá-lo.

Traído por suas próprias emoções em uma inocente troca de olhares ao amanhecer, Simon descobre que será impossível ignorar seus mais profundos sentimentos enquanto é cativado por um par de olhos castanhos e lábios da cor da cereja. Quando tudo parecia caminhar para um agradável cortejo — e sinos badalando na prestigiosa igreja de St. George — um inesperado escândalo envolvendo a família do marquês se transforma no assunto mais comentado da sociedade.

Em uma sequência de trágicos acontecimentos, Olivia é separada do homem a quem seu coração escolhera amar. Sete anos depois, o destino os colocará frente a frente para um delicado acerto de contas com o passado. Poderá o amor sobreviver a tantas mentiras, traições e desencontros?

Paris e Londres são paraísos para amantes de viagens gastronômicas

Restaurantes dos hotéis Le Burgundy Paris e The Prince Akatoki London são convites para desfrutar da cozinha internacional com elegante mix de sabores

Londres e Paris figuram entre as cidades mais charmosas e disputadas pelos turistas do mundo. Além de história, paisagens encantadoras e paraíso de compras e luxo, são referências também pela concentração de riquezas de sabores. O melhor da culinária local e internacional se encontra nestas duas metrópoles europeias e provar deste universo é parte fundamental da experiência de explorar o mundo com estilo. Aos fãs de viagens gastronômicas, os hotéis Le Burgundy Paris, na capital francesa, e The Prince Akatoki London, na inglesa, são paradas obrigatórias.

Em Paris, o restaurante Le Baudelaire, dono de uma estrela Michelin, fica no cinco estrelas Le Burgundy. O local é comandado pelo chef executivo Guillaume Goupil e o chef pâtissier Pascal Hainigue. Como não podia ser diferente, o menu é baseado na tradicional cozinha francesa, mas com ricos traços de inventividade e contemporaneidade. No cardápio, destaque para torta de legumes sazonais e trufas negras e, para sobremesa ou chá da tarde, religieuse de caramelo picante, praliné de amêndoas e shiso de abacaxi. Vale lembrar que os pratos podem variar ao longo do ano, isso porque o chef Guillaume Goupil acompanha pessoalmente o fornecimento de produtos na região de Paris e, quando eles não chegam à qualidade exigida, são temporariamente substituídos.

Disponível para almoço e jantar, o restaurante e o bar Le Charles são espaços disputados entre parisienses e estrangeiros. Para desfrutá-los, a novidade é a oferta Michelin Star Stay & Dine, que inclui recepção especial com garrafa de vinho e delícias do chef no check-in, café da manhã buffet, jantar degustação para duas pessoas com bebidas não inclusas e, para finalizar com o charme que se tem direito, uma surpresa preparada pelo chef Hainigue no dia da partida. Além da hospitalidade personalizada incomparável, o hotel Le Burgundy é referência pela localização privilegiada e por presentear os hóspedes com decoração eclética e obras de arte espalhadas pelos ambientes.

Em Londres, o convite é desacelerar no santuário e hotel cinco estrelas The Prince Akatoki, na região de Marylebone. No coração londrino, o local é cenário para equilibrar as energias enquanto celebra a arte, a elegância, os rituais e a hospitalidade japonesa. Assim como a decoração e atmosfera unem as tradições do Japão com referências modernas e globais, a culinária do restaurante também segue os passos. O TOKii tem menu com mix de sabores orientais e ocidentais apresentando possibilidades infinitas da fusion cuisine.

Para começar, o desejado e elogiado wagyu beef, corte bovino tradicional japonês conhecido como o steak mais luxuoso do mundo. Ainda no menu, que prioriza pratos com apresentação delicada e assertiva, há opções como noodles de chá verde, brocólis, pimenta e gengibre, tartare de atum, ceviche de tomate, tempura de tofu, entre outros. Há também cardápios especiais para chá da tarde, brunch, almoço express e menu ocidental. Entre tantas opções, os visitantes podem ainda participar de uma masterclass de sushi com os melhores produtos e chefs. Ainda no The Price Akatoki, destaque para o elegante Malt Lounge & Bar que oferece carta com rara quantidade dos mais apreciados uísques do mundo, como edições especiais dos japoneses Chichibu e Nikka, além de coquetéis preparados com saquê. 

The Prince Akatoki London e Le Burgundy Paris são representados no Brasil pela Key Partners (www.keypartners.com.br), de Sylvia Leimann. Para mais informações e reservas nos hotéis, acesse os sites www.theprinceakatokilondon.com e https://www.leburgundy.com/.

The Prince Akatoki London é hotel certo para praticar lifestyle travel

Suíte do The Prince Akatoki. (Foto: Divulgação)

Hotel cinco-estrelas foi inaugurado em setembro de 2019 na elegante região de Marylebone

Apesar de ser uma das cidades mais vibrantes do planeta, Londres tem também espaço para os adeptos do lifestyle travel. Um hotel que pratica esta modalidade de turismo com maestria é o The Prince Akatoki London, inaugurado em setembro de 2019 no elegante bairro de Marylebone, bem próximo a atrações como o Hyde Park. O objetivo ali é relaxar e ao mesmo tempo vivenciar um estilo de vida diferente.

O cinco-estrelas, primeiro com esta marca na rede Prince Hotels, é um oásis aos viajantes que buscam viver experiências sensoriais únicas. Cada detalhe é um convite a desacelerar, respirar e se preparar para o despertar de um novo dia. A palavra Akatoki, inclusive, significa amanhecer.

Antecipar as necessidades do hóspede de modo humano e natural, como se já conhecesse os seus gostos, é um dos pilares do atendimento. Assim como o esmero encontrado nos tradicionais arranjos de flores (ikebanas), a suavidade das cores, a presença de artesanato e o minimalismo da decoração, que estão expressos nos ambientes comuns e nos 82 apartamentos.

Por trás da aparente simplicidade estética, cada acomodação é um santuário particular, que estimula a serenidade e traz paz de espírito. Dentre os mimos oferecidos dentro dos apartamentos estão tapetes de yoga para momentos de meditação e um confortável robe japonês. Ainda, ao final de cada dia, o hóspede encontrará um origami em seu quarto, assim como um chá para uma noite tranquila de sono, e um spray de travesseiro com fragrâncias especiais para induzir ao sono e relaxamento.

Já os inconfundíveis sabores do Japão estão presentes no menu do TOKii, onde a alma oriental está aberta a ingredientes internacionais, escapando dos clichês da cozinha fusion. O The Malt Lounge & Bar é mais um capítulo dessa união entre Oriente e Ocidente. O espaço celebra o melhor da mixologia aliada a uma carta de whiskies premium internacionais e japoneses, além de diferentes tipos de saquês. De dia, o bar se converte em um salão de chá – o consumo da bebida é um ritual tanto na Inglaterra quanto no Japão – e oferece uma experiência única com ingredientes das duas culturas.

O The Prince Akatoki London é representado no Brasil pela Key Partners (www.keypartners.com.br), de Sylvia Leimann. Para mais informações e reservas no hotel, acesse o site www.theprinceakatokilondon.com.

Ubisoft anuncia Watch Dogs: Legion

Novo jogo da série se passa em Londres e traz inovação: é possível jogar com qualquer personagem da população londrina

A Ubisoft anunciou Watch Dogs: Legion, novo jogo da franquia Watch Dogs, que estará disponível no dia 6 de março de 2020 para PlayStation 4, Xbox One e PC. Watch Dogs: Legion também será lançado para Stadia. O anúncio foi feito ontem durante a Electronic Entertainment Expo (E3).

Em um futuro próximo, Londres está em crise: as pessoas são oprimidas por um governo controlador e vigilante, uma corporação militar privada controla as ruas e o poderoso crime organizado ameaça os mais vulneráveis. Em Watch Dogs: Legion, cabe ao jogador criar a resistência para contra-atacar esse regime autoritário.

Ubisoft anuncia Watch Dogs 2. (Foto: Diculgação)

Graças a uma inovação de gameplay, os jogadores terão liberdade completa para jogar com qualquer personagem. Todos no mundo aberto londrino são simulados de forma completa, com uma rotina e uma história de origem, e os jogadores podem recrutar qualquer pessoa da população para sua equipe. De um agente secreto até um lutador durão, de um hacker brilhante até um piloto de corridas de rua ilegais, de uma estrela do futebol em ascensão até uma vovozinha. Qualquer um pode se unir à Resistência e se tornar o herói da história. A nova mecânica foi criada pela Ubisoft Toronto (o estúdio por trás de Watch Dogs: Legion), em associação com os estúdios da Ubisoft em Montreal, Paris, Bucareste, Kiev e Newcastle. 

Cada personagem possui traços únicos de gameplay, com base em seu perfil. Assim que eles entram na equipe, os jogadores podem escolher suas classes e subi-los de nível para destravar novas habilidades e melhorias. É possível trocar facilmente entre os personagens para encarar os desafios do jogo da maneira desejada, seja hackeando e usando drones, por meio da furtividade ou simplesmente pelo combate, letal ou não-letal.

Em Watch Dogs: Legion, as escolhas e ações têm consequências reais. Se o jogador opta por usar a força não-letal, os inimigos tentam dominá-lo e prendê-lo. No entanto, se o jogador atira para matar, os adversários revidam e o personagens da equipe podem ficar feridos ou serem mortos permanentemente.

Watch Dogs: Legion também permite que os jogadores levem suas equipes para a parte online do jogo. É possível jogar com os amigos em modo cooperativo para quatro pessoas, compartilhando o progresso entre single-player e online.

Para mais informações sobre Watch Dogs: Legion, visite o site watchdogs.come acompanhe os comentários nas redes sociais pela hashtag #watchdogslegion.

9 hotéis instagramáveis para se hospedar e tirar onda nas redes sociais!

Da Amazônia à Finlândia, lista reúne opções que em alguns casos o filtro será um mero capricho!

Se antes da era digital o número de fotos em viagens de férias era delimitado pelo modelo do filme fotográfico, que poderia variar entre 12, 24 e 36 exposições, hoje as possibilidades de poses são infinitas. E a ambientação proposta por alguns hotéis ao redor do mundo, cada vez mais instagramáveis, também. Do banheiro da mais sublime suíte de Londres ou Paris à espetacular vista para a imensidão azul turquesa do mar alagoano, alguns empreendimentos são um verdadeiro convite à uma inevitável chuva de likes nas redes sociais.

Confira algumas opções e deixe-se influenciar pela beleza dos cliques poderão ser feitos durante as suas férias!

– Shangri-La at the Shard, Londres

(Foto: Divulgação)

Dos 95 andares do edifício mais alto da Europa, o The Shard, em Londres, dezessete abrigam o Shangri-La at The Shard, hotel 5 estrelas da rede asiática Shangri-La Hotels and Resorts. Se as 202 suítes com vista panorâmica para a capital inglesa, sua Tower Bridge e outros cartões postais por si só não oferecem conteúdo suficiente para ótimos posts nos Instagram, os visitantes ainda podem contar com a piscina coberta de borda infinita, banheira com vista para o sky line da cidade, os muitos mimos especialmente criados para fazer qualquer um emitir um “wow!” a cada passo na suíte, restaurante, bar e áreas comuns do hotel. Vale até fazer uma aposta com outro hóspede para ver quem consegue mais cliques nas imagens postadas na rede social.  

– Cristalino Lodge, Alta Floresta – Mato Grosso

(Foto: Divulgação)

Quase no limite do Mato Grosso e no extremo sul da Floresta Amazônica, o Cristalino Lodge é a pedida certa para os hóspedes que desejam se reconectar com a natureza e, consequentemente, fazer fotos incríveis com um bioma tão rico e encantador como pano de fundo. Cravado às margens do majestoso Rio Cristalino, o hotel oferece fácil acesso à diversas trilhas pela mata onde é possível avistar espécies exclusivas da região, com o Macaco Aranha de Cara Branca ou o Falcão Críptico. Outro grande atrativo para quem está em busca da foto perfeita diz respeito às duas torres de observação construídas pelo Lodge. Ambas possuem 50 metros de altura e estão posicionadas em pontos distintos da reserva. O visual lá de cima é simplesmente encantador e dá um excelente cenário para fotos inesquecíveis. A estrutura do Lodge também não deixa a desejar. É possível registrar tudinho do quarto ao banheiro, mas um dos destaques mesmo fica por conta do deck flutuante sob o Rio…

– Igloo Village Kakslautannen, na Lapônia – Finlândia

(Foto: Divulgação)

Avistar a Aurora Boreal, por si só, já é uma experiência impressionante e que dificilmente passaria batido na vida de alguém, mesmo daqueles que não tem intimidade nenhuma com as baixas temperaturas. Além disso, o show de luzes árticas é um fenômeno beeeeem instagramável. Agora, imagine o quão incrível seria apreciar a Aurora Boreal da própria cama por meio de uma abóboda de vidro. Imaginou? No hotel Igloo Village Kakslautannen, parceiro da Interpoint Viagens & Turismo, isso é possível. O empreendimento oferece acomodações que são uma espécie de iglus com teto de vidro, onde é possível tirar muitas fotos do céu e das luzes da Aurora em uma viagem totalmente instagramável pela terra natal do Papai Noel!!! 

– Pratagy Beach All Inclusive Resort, de Maceió – Alagoas

(Foto: Divulgação)

Se antes tirar fotos na água era praticamente impensável e restrito apenas a fotógrafos com equipamento específico para imagens aquáticas, hoje tudo mudou. Com celulares, câmeras e até mesmo adereços, como capinhas, que possibilitam fotos submersas, você mesmo pode garantir uma bola selfie na água. E uma boa sugestão de cenário para tal são as Piscinas Naturais do Pratagy Beach All Inclusive Resort, de Maceió. Pontuada por peixinhos coloridos e arrecifes de corais, a atração ganha forma nos períodos de baixa maré. Destaque para a cor da água, que é de um azul sem igual e ideal para a foto perfeita. Afora isso, também é possível tirar bons registros na praia na qual se situa o resort, que é uma das mais belas e tranquilas de toda a região.

– Fazenda Capoava, em Itu – São Paulo

(Foto: Divulgação)

Com quase três séculos de existência, a charmosa Fazenda Capoava, em Itu, interior de São Paulo, oferece aos seus visitantes e hóspedes uma verdadeira imersão cultural e inúmeros cenários para uma foto instagramável. Dentro da casa sede, construída de taipa de pilão, a decoração segue à risca o estilo bandeirista. Destaque para a mobília, original da época, que remetem à longínqua época do engenho do açúcar e do ciclo do café. Já fora da edificação principal, o sossego do campo e a latente vegetação, por vezes florida, tornam ainda mais belo os registros feitos tanto na escadaria do antigo casarão como em qualquer área verde da propriedade.  

– Botanique Hotel & Spa, no Triângulo das Serras – São Paulo  

(Foto: Divulgação)

Localizado entre as belas montanhas da Serra da Mantiqueira, no Triângulo das Serras, não faltam ambientes para se fotografar no Botanique Hotel & Spa. O hotel foi construído e pensado para que a vasta natureza em seu entorno seja o seu grande destaque, além de preservar a cultura brasileira em todos os seus ambientes. Seu renomado Spa D´Água é um dos queridinhos de fotos do Instagram, por conta da piscina isotônica aquecida, que possui com uma vista impressionante para a natureza. Depois de tirar a foto, a dica é relaxar e se deixar levar pelas belezas naturais do local.

– Pousada Casa Caiada, em Maceió – Alagoas

(Foto: Divulgação)

Ideal para casais, a charmosa Pousada Casa Caiada, também em Maceió, alia rusticidade, conforto, romantismo e uma vista incrível para o exuberante mar alagoano. A vista, aliás, é um dos quesitos que alçam a propriedade a condição de instagramável, já que algumas suítes oferecem ofurô e hidromassagem externa com panorama para a mata – em que está envolta a propriedade – ou para o mar, de tonalidade azul turquesa. Outro destaque é o restaurante Varandas do Mar, que leva o nome ao pé da letra e por vezes recebe a visita de ilustres macaquinhos… Uma vez no local, abuse das fotos em casal, especialmente na área da sacada. O resultado pode ser incrível. Fora dos quartos, uma boa dica são os cenários naturais, como a área da piscina e da mata. 

– Enjoy Punta del Este, no Uruguai

(Foto: Divulgação)

Parada obrigatória em Punta del Este para ver e ser visto, o badalado resort Enjoy Punta del Este é considerado o centro de entretenimento do balneário, com o maior cassino da América Latina, a animada boate OVO Nighclub, que promove festas com DJs internacionais, e seus bares e restaurantes. Mas para garantir mesmo os likes no Instagram, a sua icônica piscina, com vista para a Praia Mansa, é o cenário perfeito para clicar o belíssimo pôr do sol de Punta, que costuma colorir o céu de diferentes tons de laranja, rosa, amarelo e vermelho.

– Hotel Brut by Slaviero Hotéis, Balneário Camboriú – Santa Catarina.

(Foto: Divulgação)

Um hotel que é inspirado em champagne até no nome oferece tantas possibilidades visuais que vai ser difícil até escolher o que postar. Todos os andares do Brut by Slaviero Hotéis contam a história de diferentes espumantes do mundo. O hotel dispõe de diferentes categorias, que vão do apartamento luxo, luxo superior, suíte com Jacuzzi em área externa e aberta e a suíte Brut. O Brut é quase uma vitrine da bebida, desde o imenso lustre no lobby até o mobiliário de arte com a paleta de cores cuidadosamente escolhida para remeter à bebida, até a iluminação especial da suíte principal do hotel, com uma banheira iluminada dentro do quarto.

     

Em“Jack, o Estripador”, uma investigação extensa sobre o famoso serial killer da Londres Vitoriana

image004 (1).jpgEx-policial e duas vezes presidente da Crime Writer’s Association, o escritor Donald Rumbelow é autoridade quando se fala sobre os crimes de Jack, o Estripador, assassino em série que aterrorizou o leste de Londres no fim do século XIX e que nunca teve sua identidade descoberta. Além de dar aulas sobre crime e história na capital inglesa, Rumbelow ainda atuou, nas últimas décadas, como consultor para obras audiovisuais a respeito do criminoso. Em“Jack, o Estripador”, que chega às livrarias pela Record em abril, ele compartilha seu conhecimento sobre o caso com o leitor, num relato bastante completo sobre o serial killer mais famoso da história.

 No texto, o autor começa contextualizando a vida na região de Whitechapel, onde aconteceram os crimes. Parte mais marginalizada da cidade durante a Era Vitoriana, o East End londrino abrigava pessoas que moravam de forma precária, muitas vezes nas ruas ou em cortiços, passavam fome e estavam abandonadas pelas autoridades. O livro explora ainda a reação dessa sociedade aos assassinatos, o desgaste da relação com a polícia e os sentimentos de medo e revolta crescentes à medida que o criminoso fazia mais vítimas.

Rumbelow faz uma descrição minuciosa dos assassinatos, com detalhes sobre como as vítimas foram encontradas, por quem, e quais foram as conclusões dos legistas, entre diversas outras informações. Traça ainda perfis das vítimas, todas mulheres que em geral viviam entre a rua e cortiços em Spitalfields e Whitechapel, e eram prostitutas. Traça também, claro, o perfil do criminoso, e analisa alguns casos atribuídos ao Estripador e que não acredita que tenham sido cometidos por ele.

A parte dedicada à lista de suspeitos é uma das mais interessantes. Rumbelow conta sobre as milhares de cartas recebidas pela polícia e pela imprensa na época com as teorias mais mirabolantes e inusitadas para explicar os crimes. Fala também sobre as cartas assinadas por Jack, o Estripador, e quais delas realmente acredita que tenham sido escritas pelo assassino. Além disso, fornece perfis dos principais nomes que chegou-se a cogitar como suspeitos: de açougueiros e ex-presidiários desconhecidos a médicos de renome e boa família. Entre os suspeitos menos prováveis chegaram a figurar nomes como Lewis Carroll, autor de “Alice no País das Maravilhas”, e Randolph Churchill, pai do ex-primeiro-ministro inglês Winston Churchill.

Por fim, o relato analisa as narrativas ficcionais inspiradas por Jack, o Estripador e relaciona sua “obra” à de outros serial killers que surgiram depois. O livro traz ainda um encarte com imagens da época, dos locais onde aconteceram os crimes, de algumas das vítimas e suspeitos envolvidos na trama.

Donald Rumbelow é ex-policial, especialista em história criminal e ex-curador do City of London Police’s Crime Museum. Autoridade no assunto Jack, o Estripador, já foi entrevistado por diversos documentários sobre o assunto e ofereceu consultoria para obras ficcionais. Organiza, em Londres, um passeio turístico em que visita os locais dos crimes e conta suas histórias.