Arquivo da tag: Magic

Dungeons & Dragons chega ao multiverso de Magic: The Gathering em 8 de julho

Coleção Adventures in the Forgotten Realms será lançada primeiro na versão digital do mais tradicional trading card game do mundo e inaugura o aguardado crossover completo do MTG com o clássico jogo de RPG; novo conteúdo inclui tudo que os fãs de D&D adoram: personagens lendários, dragões, dados e monstros icônicos, como os observadores, mímicos e devoradores de mentes

(Foto: divulgação)

Um dos crossovers mais aguardados do mundo dos games está prestes a se concretizar. A partir desta quinta-feira, 8/7, jogadores de Magic: The Gathering Arena (MTG Arena) poderão explorar Adventures in the Forgotten Realms, uma coleção de cards baseada no universo de Dungeons & Dragons (D&D). O mais popular RPG do mundo chega ao MTG Arena com todos os elementos adorados pelos fãs, incluindo personagens lendários, masmorras, dados, dragões e monstros.

Adventures in The Forgotten Realms apresentará novas mecânicas de navegação por masmorras, cards inéditos e artes incríveis inspiradas em D&D. Além disso, não faltarão covis cheios de monstros, vilões vingativos em fuga, tesouros e alguns velhos conhecidos, como os observadores, mímicos, devoradores de mentes e Tiamat, o famoso dragão de cinco cabeças.

Esta é a primeira vez que o multiverso do MTG recebe uma coleção completa inspirada em D&D, totalizando mais de 260 cards. Antes disso, os jogadores puderam sentir o gostinho do que estava por vir entre 2018 e 2020, quando foram lançados conteúdos especiais de MTG com Dungeons & Dragons em Guildmasters Guide to Ravnica e Mythic Odyssey of Theros. O pré-lançamento de Adventures in the Forgotten Realms na versão física do mais tradicional trading card game do mundo será em 16 de julho, uma semana antes do lançamento oficial, marcado para dia 23 do mesmo mês.

Para baixar Magic: The Gathering Arena gratuitamente, clique aqui , e para encontrar a loja mais próxima para adquirir a coleção, clique aqui . Caso prefira jogar a versão física de MTG, SpellTable é a plataforma ideal.

Brasileiro atual campeão mundial de Magic: The Gathering terá arte de card baseada em sua fisionomia na coleção Strixhaven

Magilaçador de Elite foi criado com participação direta Paulo Vitor Damo da Rosa (PV) e é um reconhecimento à conquista do principal título do cenário competitivo de MTG; carta poderá ser encontrada nos boosters da próxima coleção do jogo e será válida em todos os formatos de disputa

(Foto: divulgação)

O brasileiro Paulo Vitor Damo da Rosa fez história ao vencer o XXVI Campeonato Mundial de Magic: The Gathering, em fevereiro de 2020, e ampliar sua extensa galeria de títulos do cenário competitivo do game, mas a partir da coleção Strixhaven: Escola de Magos ele será eternizado no game com a arte de um card baseada em sua própria fisionomia. Assinado pelo artista Ryan Pancoast, Magilaçador de Elite trará uma criatura branca, do tipo Humano Clérigo, de poder igual a 3 e resistência igual a 1, além de custo de invocação de duas manas de qualquer cor e uma branca para ser conjurado.

“Quando venci o mundial, sabia que fariam um card baseado em mim, mas na hora não caiu a ficha. Depois que internalizei o que isso significa fiquei muito emocionado. É algo completamente diferente de qualquer outro prêmio que já recebi e vou levar isso pra sempre comigo. Saber que as pessoas do mundo todo vão abrir boosters e ver uma carta com o meu rosto e que jogarão com ela é realmente surreal.”, afirmou PV.

O campeão mundial participou ativamente de todo o processo de criação de Magliaçador de Elite junto à equipe de design de Magic: The Gathering e opinou sobre vários aspectos do card. “Me deram diversas opções sobre possíveis efeitos e fomos conversando durante o desenvolvimento, desde as habilidades e a arte até mesmo o nome”, completou o PV.

Quando o card Magilaçador de Elite entra no campo de batalha, seu controlador olha a mão de um oponente, escolhe um card que não seja de terreno e o remove de jogo. O controlador do card removido pode ainda jogá-lo pagando um custo adicional de duas manas de qualquer cor.

A coleção Strixhaven será lançada oficialmente em 23 de abril e os jogadores de Magic: The Gathering visitarão o plano de Arcavios, local onde fica o campus Strixhaven: Escola de Magia com suas cinco faculdades:Sapioforte, Prismari, Quandrix, Platinopena e Murchaflor.

Para baixar Magic: The Gathering Arena gratuitamente, clique aqui e para encontrar a loja mais próxima para adquirir a coleção, clique aqui .

Magic: The Gathering acumula fãs e curiosidades há quase três décadas e em mais de dez idiomas

Criado por um PhD em matemática, primeiro trading card games do mundo tem uma comunidade que não para de crescer e curte tudo o que diz respeito ao jogo, tanto na tradicional versão de cartas em papel como na versão digital

Magic possui muitas particularidades que o torna o TCG mais tradicional do mundo. (Foto: divulgação)

Lançado em 1993, Magic: The Gathering (MTG) é o mais tradicional card game do mundo, com cerca de 12 milhões de jogadores, de todas as idades. Muitos, inclusive, herdaram o gosto dos irmãos mais velhos e até dos pais. Com quase trinta anos de cards nas mesas e desde 2018 também nas telas do PC com a versão digital, “o Magic”, como é chamado pela legião de fieis jogadores, acumula histórias e curiosidades. Para começar, é bom lembrar que “Magic” foi criado por um PhD em matemática (Richard Garfield) e lançou o conceito de cartas colecionáveis em que o próprio jogador é responsável pela criação da coleção que irá usar nas partidas.

Outro fato que poucos jogadores sabem é que Magic quase se chama Mana Clash. Embora desde o início de sua criação Garfield o chamasse de Magic, e em todos os playtests originais o jogo fosse chamado de Magic, a palavra era muito ampla para gerenciar direitos autorais. Mana Clash surgiu como alternativa, mas não ‘pegou’. Todos continuavam chamando o jogo de Magic e a solução veio com a inclusão de The Gathering, tornando o nome Magic: The Gathering único e passível de propriedade. Estava oficialmente criado o primeiro Trading Card Games ou TCG do mundo.

De lá para cá, bilhões de cards foram impressos. Só entre 2008 e 2016 foram mais de 20 bilhões de cartas de Magic que, empilhadas, superariam 691 vezes a altura do Monte Everest e, se enfileiradas, cobririam 1,7 milhão de quilômetros, ou seja, o mesmo que ir para a Lua 4,6 vezes ou dar 45 voltas ao mundo.

Hoje, os cards de Magic: The Gathering estão disponíveis em onze línguas – inglês, francês, alemão, espanhol, português, italiano, russo, japonês, coreano, chinês tradicional e chinês simplificado – e o legado do jogo só aumenta. Magic: The Gathering tem uma riqueza impressionante, com jogos e designs inovadores, ilustrações incríveis, histórias emocionantes e uma comunidade apaixonada.

Mais curiosidades sobre Magic: The Gathering estão aqui.

Finais do Magic: The Gathering Latam Challenge começam na sexta-feira e com a participação de três brasileiros

Partidas do torneio que dará mais de US$45 mil serão transmitidas pelo canal do Magic na Twitch

Finalistas do Magic: The Gathering Latam Challenge. (Foto: divulgação)

Neste final de semana será conhecido o campeão do Magic: The Gathering Latam Challenge, campeonato do mais tradicional trading card game do mundo que reuniu mais de mil e quinhentos jogadores da América Latina. Três brasileiros estão entre os oito finalistas (top8): Mario Palma, Vagner W.Casatti e Matheus Yanagiura. Além deles, dois jogadores da Colômbia (Karl Sarap e Simón A. Escobar), dois do México (Gonzalo R.Vargas e Tlacaelel Campos) e um da Argentina (Fischer G. Andres) vão disputar a premiação total de US$45 mil.

Totalmente on-line e realizado no MTG Arena, versão do Magic: The Gathering para PC e Mac, as finais serão disputadas no formato de eliminatória dupla e todas as partidas serão transmitidas ao vivo pelo canal de Magic na Twitch, com participação de jogadores profissionais e criadores de conteúdo de MTG. As disputas da final começam, na sexta-feira, 11/12, às 18h, e no sábado e no domingo, 12 e 13/12, a partir das 14h (horários de Brasília).

O regulamento completo pode ser encontrado aqui .

Para baixar Magic: The Gathering Arena gratuitamente, acesse https://www.epicgames.com/store/pt-BR/product/mtg-arena/home .

Magic: The Gathering anuncia torneio na América Latina com inscrições gratuitas e prêmio de US$45 mil

Competição será totalmente disputada no MTG Arena, a versão digital do principal trading card game do mundo; Acontece de 21/11 a 13/12 com no máximo 2.048 jogadores; Interessados já podem se registrar em http://www.magiclatamchallenge.com/

(foto: divulgação)

Jogadores de Magic: The Gathering têm uma oportunidade única para mostrarem talento e habilidade no mais tradicional trading card game do mundo e, de quebra, disputarem uma premiação total de US$45 mil em dinheiro. De 21/11 a 13/12 acontecerá a primeira edição do Magic: The Gathering Latam Challenge, um torneio aberto ao público e exclusivo para jogadores da América Latina. Totalmente realizada no MTG Arena, disponível para PC e Mac, a competição seguirá as regras do formato standard e reunirá um máximo de 2.048 competidores. Interessados já podem se inscrever gratuitamente pelo site http://www.magiclatamchallenge.com/

O Magic: The Gathering Latam Challenge será disputado em três etapas. A primeira qualificatória acontece em 21/11, quando os primeiros 2.048 jogadores inscritos se enfrentam no formato suíço. No fim de semana seguinte, uma nova rodada de classificação terá os 512 vencedores da fase anterior e definirá os oito finalistas, que disputam a etapa final de playoffs entre 11 e 13 de dezembro, com transmissão ao vivo pelo canal de Magic na Twitch e comentários de jogadores profissionais de MTG.

O campeonato será disputado no horário de Brasília e distribuirá a premiação total de US$45.000,00 entre os 8 melhores do torneio. O regulamento completo pode ser encontrado aqui.

Para assistir ao teaser do Magic: The Gathering Latam Challenge, clique aqui .

Para baixar Magic: The Gathering Arena gratuitamente, acesse http://www.epicgames.com/store/pt-BR/product/mtg-arena/home .

Wizards of The Coast dá dicas de cards de Magic: The Gathering para jogar no Halloween

Para celebrar o Dia das Bruxas, jogadores podem revisitar planos como Innistrad, conhecido pela estética de Horror Gótico, e curtir cartas inspiradas em monstros, personagens de filmes de terror e até em bruxas dos contos de fadas

Para celebrar o Halloween com muito card game e boas doses de terror, a Wizards of The Coast fez uma seleção de cartas de Magic The Gathering que vão transportar os jogadores para cenários assustadores, com diversas criaturas e referências a filmes que marcaram época. Entre as dicas estão cards do famoso plano Innistrad, cheio de referências a histórias de terror clássicas, e que será revisitado no final de 2021.

(foto: divulgação)

Jovem Enclausurada – Demônio Profano (dupla face) – Card que tem como referência o clássico ‘O Exorcista’, de 1974, que trata da possessão demoníaca de uma garota de 12 anos. Dupla face, reflete essa dualidade com uma imagem de uma garota possuída do lado chamado “Jovem Enclausurada”, que pode ser usado na fase de manutenção, e a outra face chamada “Demônio Profano”, que faz o jogador perder um ponto de vida.

(foto: divulgação)

Erudito Civilizado – Brutamontes Homicida (dupla dace) – Carta baseada na história de ‘O Médico e o Monstro’, que se passa em Londres, no século XIX, e conta a trajetória de Henry Jekyll, um médico que acredita que em todas as pessoas existe o bem e mal e depois de uma experiência acaba liberando o monstro que existia dentro de si, chamado Mr.Hyde. De um lado, o Erudito é uma criatura com 0 de ataque, inofensiva, incapaz de causar dano. Do outro, um brutamontes com 5 de ataque e muito perigoso.

(Foto: divulgação)

Forma Aperfeiçoada – Card com referência ao filme ‘A Mosca’, que conta a história de um cientista que se transforma em um monstro após um de seus experimentos dar errado. Esta carta passou por várias etapas de transformação e sua história foi contada ao longo de duas coleções de MTG. Até chegar ao estágio atual, foi Investigador de Segredos, Aberração Insetídea e Pesquisador Aberrante.

(Foto: divulgaçã)

Espreitador Invisível – Carta inspirada no filme ‘Homem-Invisível’, que conta a história de um cientista que forja seu suicídio e usa seus conhecimentos para se tornar invisível e aterrorizar sua ex-namorada. O card é resistente a magia de habilidades que o adversário controla e não pode ser bloqueado.

(foto: divulgação)

Bruxa Tentadora – Baseada nas bruxas de contos de fadas, como a de Branca de Neve, ao entrar no campo de batalha, permite criar uma ficha de comida que é um artefato e pode ser usado para se sacrificar, concedendo ao usuário mais três pontos de vida.

(foto: divulgação)

Gato Preto – Um dos ícones de filmes de terror e sextas-feiras 13, o gato preto é o destaque deste card que, quando derrotado, faz com que o oponente descarte uma carta aleatoriamente.

(foto: divulgação)

Edgar Markov – Baseado nos vampiros das histórias clássicas de terror, toda vez que o jogador conjurar uma mágica de vampiro e o card estiver na zona de comando ou em batalha, o dono dele pode criar uma ficha de criatura preta do tipo vampiro. Além disso, sempre que Edgar Markov atacar, o jogador deve colocar um marcador em cada vampiro do seu lado do campo.

(foto: divulgação)

Emrakul, o fim prometido – Este card é uma referência aos clássicos filmes de terror em que alienígenas invadem a Terra e quando entra no campo faz com que o jogador ganhe o controle do oponente alvo durante o próximo turno.

Coleção Renascer de Zendikar chega a Magic: The Gathering com novas mecânicas e planeswalkers conhecidos

Novidades já estão disponíveis na versão digital de Magic: The Gathering Arena e chegam ao jogo físico nesta sexta-feira, 25/09

Coleção Renascer de Zendikar será lançada dia 25 para o jogo físico. (Foto: divulgação Wizards of The Coast)

Muito aguardada pela comunidade de Magic: The Gathering, a coleção Renascer de Zendikar já está disponível no MTG Arena e chega ao jogo físico nesta sexta-feira, 25 de setembro. Com ela, os jogadores podem conhecer novas mecânicas, rever velhos conhecidos, como os planewalkers Jace e Nahiri, e adquirir pela primeira vez os Set Boosters, um tipo de booster lançado nesta coleção que oferece aos jogadores uma experiência diferente de revelação das cartas, principalmente para colecionadores de cards de Magic: The Gathering.

As novas mecânicas apresentadas em Renascer de Zendikar podem destravar um jogo, decidir uma partida e até mudar toda a estratégia do adversário. São elas:

• Aterragem – caso um terreno entre no jogo, todas as habilidades são desencadeadas para o jogador que ativou o card e ele poderá utilizar qualquer vantagem oferecida, na ordem que preferir, não importando como o terreno foi colocado na partida.

• Card Dupla Face Modal – assim como outros cards dupla face, os modais têm uma imagem em cada lado, mas este não se transforma. Quando o jogador coloca esta carta em jogo, ele escolhe qual face irá jogar. Enquanto um card dupla face modal estiver na mão, cemitério ou exílio, o usuário terá as características apenas do lado de cima.

• Grupo – a nova mecânica destaca tipos específicos de criatura: Clérigo, Ladino, Guerreiro e Mago. Já as habilidades levam em conta a quantidade de criaturas presentes em seu grupo, podendo variar de 0 a 4. Alguns cards podem oferecer bônus, caso o jogador tenha um grupo completo.

• Reforçar – de volta ao MTG, essa mecânica é um custo opcional que aparece em todos os tipos de cards. O usuário que gasta mais, recebe mais. Além de criaturas, as mágicas e os feitiços também podem se valer de Reforçar.

Renascer de Zendikar desperta um sentimento nostálgico, já que é a terceira vez que o universo de Magic: The Gathering retorna a Zendikar, um plano extremamente selvagem, onde tudo quer acabar com o jogador. Desta vez, após uma grande destruição causada pelas criaturas extraplanares Eldrazi, Nahiri e Nissa, as duas Planeswalkers guardiãs de Zendikar se unem para reconstruí-lo. Para novos jogadores, a coleção tem diversos atrativos, como as mecânicas inspiradas em RPGs com bônus especiais para os usuários que controlarem criaturas do tipo Mago, Guerreiro, Clérigo e Ladino.

Para mais informações sobre Renascer de Zendikar e suas mecânicas, clique aqui.

Magic: The Gathering apresenta novas coleções

Por Vanessa Alsberg

Convites para o evento Zendikar Rising. (Foto: Vanessa Alsberg)

Ontem, o Diversório foi convidado para participar do evento online global, organizado pela Wizards of the Coast, onde revelaram maiores detalhes dos lançamentos de Magic: The Gathering!
Nós trouxemos as novidades quentinhas aqui para vocês:

Trailer oficial

Antes do evento começar, que estava agendado para às 12h, rolou um quizz com perguntas relacionadas a Zendikar (coleção do jogo) com uma contagem regressiva para o início. Quando o cronômetro zerou, pudemos assistir ao trailer oficial de Zendikar Rising (Renascer de Zendikar), onde vemos Nahiri com um artefato misterioso (uma pedra roxa) que ela diz ser “nossa chance”.

Novos Lançamentos

Ao finalizar o trailer, fomos transportados para uma expedição com descobertas e revelações das próximas coleções de MTG e suas datas de lançamento, spoiler de cartas e mecânicas de jogo (como cards dupla face) para a coleção vindoura (Zendikar Rising) e até mesmo um crossover com Dungeons & Dragons.

Para finalizar, ficamos curiosos com o anuncio de um crossover com The Walking Dead!

MTG Arena
Também foi anunciado que o jogo online ganhará uma versão MOBILE!!!

Universo fora das cartas

Tênis baseado em Jace terá edição limitada. (Foto: reprodução)

A marca de tênis K-Swiss lançou um modelo baseado no Planeswalker Jace Beleren, personagem do card game, mas quem quiser garantir o modelo vai precisar correr pois é edição limitada (300 pares), disponível exclusivamente na Hasbro Pulse.

Para saber mais novidades acompanhem a @wizards_magicbr nas redes sociais

Cores dos cards de Magic: The Gathering dizem muito sobre a personalidade dos jogadores

Branco, azul, preto, vermelho e verde refletem estilos diferentes de jogo e aprender o que isso significa pode ser fundamental para montar um deck equilibrado

Cores da coleção M21 de Magic: The Gathering. (Foto: reprodução Wizards Of The Coast)

As cores presentes no universo de Magic: The Gathering (MTG), o mais tradicional card game do mundo, dizem muito sobre as preferências dos jogadores e, de forma alguma, são aleatórias. Cada uma representa valores como ordem, companheirismo, justiça, fúria, sabedoria e inteligência, que refletirão diretamente o estilo de jogo de quem as utiliza.

Em Magic: The Gathering não há um confronto direto entre o bem e o mal, mas visões de mundos diferentes representadas nas suas cores que, naturalmente, espelham a maneira como o jogador enxerga o mundo do game.

Tradicionalmente, o branco representa a lei, a governança e a proteção. Na melhor das hipóteses, os jogadores que preferem os cards dessa cor valorizam a sociedade para a melhoria de todos. Por outro lado, no cenário reverso, o branco pode significar a valorização das leis e da ordem sobre as pessoas. As cartas dessa cor representam estrutura e organização com a premissa de que todos têm um papel a desempenhar, que as crenças são muito importantes e que a união faz a força. Se destacam pelas características de cooperação, proteção, honra e fé.

O azul é a cor do intelecto, da complexidade e da curiosidade. Os jogadores que utilizam esses cards não podem ver um mistério e não o resolver e são capazes de ver problemas em todos os lugares. Quando não encontra uma solução, responde bloqueando tudo e todos, até que um novo plano seja colocado em prática. Quem joga com essa cor se destaca por ser intelectual, inquisitivo, calculista, manipulador, complexo, equilibrado, controlador e metódico.

Já o preto, em linhas gerais, representa o pragmatismo. A maioria dos cards dessa cor são incompreendidos. Eles combatem o totalitarismo, mas sua ambição deixa muitos mortos e eles conquistam construtores de impérios, chefes de quadrilhas e parasitas. Jogadores de cards pretos acreditam que os fins justificam os meios e se dispõem a fazer qualquer coisa para alcançar seus objetivos. Como aliados, podem ser muito eficazes, porém poucos confiáveis. Para eles, a morte não é algo a ser temido, mas sim um meio para chegar a um fim. Os jogadores que usam o preto se destacam por serem ambiciosos, vampíricos, interesseiros, desonestos, imorais, maquiavélicos, implacáveis, macabros e pragmáticos.

O vermelho é considerado a cor da paixão e do caos. As personalidades que se atraem por ela são conhecidas por sempre improvisar nos multiversos de MTG. Podem tanto se tornar um vilão que deseja acabar com o mundo, como um artista com uma visão radical de existência.

Os personagens de cards vermelhos gostam de ser o centro das atenções, mas são imprevisíveis. Se destacam por serem caóticos, impulsivos, espontâneos, apaixonados, emocionais, bem-humorados, voláteis e destrutivos.

Por fim, verde é a cor da vida e do crescimento, mas também da morte e da natureza. As suas personalidades valorizam o lugar de onde vêm, sua herança e tradição. Os personagens têm instintos comunitários, onde todo mundo é afetado pelas ações de cada um. As principais qualidades do verde são a vitalidade e a força bruta, bem como a capacidade de se adaptar em diversas situações. O verde tem como premissa confiar mais no instinto do que na razão.

Suas principais características giram em torno do agir natural, da sabedoria, da ferocidade, do espiritualismo e da rápida adaptação.

As cores em MTG podem se complementar e formar um deck equilibrado e poderoso. Porém, saber construir um deck de uma cor só pode ser ainda mais perigoso do que se imagina. Para iniciantes em MTG, uma dica é apostar nos decks de Planeswalker, que são prontos para jogar e servem para familiarizar os jogadores com as características dos personagens e mecânicas do jogo. Para conhecer os decks de Planeswalker da Coleção Básica 2021, clique aqui .

Saiba mais sobre as cores de Magic: The Gathering:

Brasileiro campeão mundial dá dicas para aproveitar a recém-lançada coleção M21 e começar a jogar Magic: The Gathering

Paulo Vitor, o PV, elegeu cinco cards da nova coleção básica que podem ser muito úteis tanto para quem está iniciando quando para aqueles que querem melhorar seu jogo

PV, campeão mundial. (Foto: Wizards of the Coast)

 Lançada no fim de junho, a Coleção Básica 2021 (M21) de Magic: The Gathering é ideal para quem está começando a jogar e para quem quer elevar seu nível de jogo. Com cards simples de serem usados e ao mesmo tempo poderosos, fundamentais para o meta game, a coleção é um dos lançamentos mais aguardados pela comunidade e a oportunidade ideal para quem quer se arriscar pela primeira vez no mais tradicional trading card games do mundo. Para ajudar a montar um deck equilibrado e forte no M21, o brasileiro e atual campeão mundial no Magic World Championship XXVI, Paulo Vitor Damo Rosa, o PV, escolheu cinco cards que podem fazer a diferença na nova coleção.

• Ugin , o Dragão Espírito é uma carta que pode mudar a situação de um jogo, virando uma partida ou destravando uma equilibrada. “Ele é um dos melhores finalizadores atuais no Standard e pode ser usado em decks que planejam chegar a oito manas, como Temur Elementals, Bant Control ou Orzhov Yorion”, afirmou PV.

• Jolrael , Reclusa Mwonvuli encaixa como uma luva nos decks Bant Control, onde é possível comprar cards extras utilizando Espiral de Crescimento, Uro, Titã da Ira da Natureza e Teferi, Manipulador do Tempo. “Quando ativada, a habilidade da Jolrael pode matar seu oponente em um turno e não deve ser subestimada”, falou o campeão mundial.

• Lodo Necrófago pode ajudar a lidar com problemas com cards fortes que utilizam o cemitério, mas também pode ser útil mesmo que seu adversário não o utilize. “Ele é uma adição automática ao deck Mono-Green Aggro, aos de controle e quase todos os baralhos verdes”, disse PV.

• Abraço Demoníaco equivalente ao Brasolâmina, dos Mono-Reds, é uma carta que revitalizou o deck Mono-Black Aggro e faz com que você passe pelos bloqueadores. “Uma dica é combinar ela com o Regissauro Putregato, já que você pode descarta-la e usar novamente para infringir 10 de dano no ar”, disse PV.

• Força Primal pode ser utilizada em combo com Nissa, Abaladora do Mundo e pode virar um jogo que estava perdido. “Ela é uma carta de combinação de remoção e finalizador e encaixa muito bem nos decks Mono Green Agro e Gruul Aggro”, finalizou PV.

Além desses, a coleção M21 vem com mais de 270 cards entre inéditos e reimpressos.