Arquivo da tag: Minecraft

Livro completa trilogia inspirada em Minecraft

 Em “Batalha final na costa oceânica”, Mark Cheverton mais uma vez usa o universo do game para falar sobre amizade e coragem

image004.jpgNa primeira trilogia inspirada no universo de Minecraft escrita por Mark Cheverton, conhecemos o protagonista Gameknight999. Ele é um garoto normal que é sugado para dentro do jogo e precisa enfrentar monstros determinados a destruir o Minecraft – e o mundo real. Depois de vencer criaturas assustadoras como Érebro e Malacoda nos livros “Invasão do mundo da superfície”, “Batalha pelo Nether” e “Enfrentando o dragão”, Gameknight finalmente conseguiu voltar para casa. Mas ele teve que enfrentar um inimigo bem mais perigoso na segunda trilogia, o maléfico vírus Herobrine.

Depois de “Problemas na vila zumbi” e “O oráculo do templo da selva”, a aventura de Gameknight chega ao fim em“Batalha final na costa oceânica”, que estará nas livrarias pela Galera Junior em maio.  Na trama, Herobrine vem recrutando todas as mais poderosas criaturas da trevas para dar sua cartada final e enfim se libertar do mundo digital. O único jeito de enfrentá-lo é encontrar uma arma secreta. Seguindo uma dica misteriosa fornecida pelo Oráculo, Gameknight segue junto com seus companheiros para a orla do oceano, mas é claro que o caminho estará repleto de armadilhas plantadas pelo vilão.

“Batalha final na costa oceânica” é o terceiro livro de “O mistério de Herobrine”, a segunda série inspirada em Minecraft escrita por Mark Cheverton. Pesquisador e professor, ele começou a se dedicar aos livros para ensinar uma lição sobre cyberbullying para o filho, quando um grupo de jogadores mal intencionados destruiu suas construções no game. No Brasil, os quatro livros anteriores inspirados no game já venderam mais de 200 mil exemplares.

Uma das mais bem sucedidas franquias de jogos eletrônicos da história, Minecraft já vendeu mais de 70 milhões de cópias no mundo inteiro. E a popularidade tem contribuído para seu uso das maneiras mais variadas: a Microsoft, por exemplo, está criando um portal para ajudar professores a usar o Minecraft nas aulas. O jogo é considerado uma ferramenta para aprender espírito de equipe e compreensão do mundo. Os livros de Mark Cheverton,  fenômeno em vários países, e que  já chegaram à lista de mais vendidos do New York Times, também utilizam o universo do game para abordar temas como bullying e intolerância, coragem e amizade.

AuthenticGames encerra trilogia não oficial inspirada no jogo Minecraft

“A Batalha Contra Ender Dragon – Vol. III” chega com tiragem de 50 mil exemplares e jogo exclusivo

Marco Túlio, mais conhecido como Authentic Games.  “A Batalha Contra Ender Dragon – Vol. III”, publicado pela editora Astral Cultural, completa a trilogia não oficial inspirada no jogo Minecraft. A tiragem incial é de 50 mil exemplares, e vem acompanhada com jogo exclusivo de cards. A expectativa é que a obra acompanhe os outros dois livros publicados, que já ultrapassam a barreira dos 400 mil exemplares vendidos.

No primeiro título desta trilogia, A Batalha da Torre, o youtuber é sequestrado e precisa sair dessa enrascada; no segundo título, A batalha Contra Herobrine, ele e seus amigos resgatam a espada roubada do herói e, após esta aventura, ele ainda terá que enfrentar o temido Ender Dragon.

AuthenticGames.jpeg
Authentiic Games lança último livro de trilogia. (Foto: Divulgação)

Nesta nova aventura, Authentic, Builder e Nina terão que seguir até a sombria dimensão do The End para enfrentar novos desafios e salvar o mundo da superfície das terríveis ameaças do Ender Dragon.

As batalhas para deter o vilão e, ainda, acabar com as ameaças dos mobs, não serão fáceis. A eletrizante jornada está cheia de conflitos emocionantes, enigmas instigantes para o leitor solucionar e, dessa forma, ajudar os heróis a salvarem a Vila Farmer.

Bibi Tatto, maior youtuber gamer do Brasil, lança segundo livro em Campinas

imagem_release_850104_medium.jpgNo próximo domingo, dia 29 de janeiro, a youtuber Bibi Tatto fará o pré-lançamento do livro Isolados – O enigma. O evento, parte da programação da 3ª Edição do Minecraft Tour, será realizado na Livraria Leitura – Parque Dom Pedro Shopping, a partir das 13 horas.

Encerrando a edição desse ano, os fãs de Minecraft poderão participar de uma tarde de autógrafos com a gamer.  A distribuição de senhas começa no dia 25 de janeiro, a partir das 10 horas, na própria livraria onde acontece a sessão.

Parque Dom Pedro Shopping, em parceria com a escola de programação e robótica Happy Code e a Livraria Cultura, sedia a 3ª Edição do Minecraft Tour. O evento direcionado ao público infanto-juvenil acontece de 18 a 29 de janeiro, das 14 às 21 horas, e as oficinas programadas são gratuitas.

Serviço:
Pré-lançamento do livro Isolados – O enigma.
Data: 29/01
Local: Livraria Leitura – Parque Dom Pedro Shopping
Endereço: Av. Guilherme Campos, 500 – Jardim Santa Genebra – Campinas/SP
Horário: A partir das 13 horas.
A distribuição de senhas iniciará dia 25/01, a partir das 10 horas, na Livraria Leitura – Parque Dom Pedro Shopping.

Autor se inspira na própria vida para contar a história de pai que se reconecta com o filho autista graças ao Minecraft

Keith Stuart virá ao Brasil em dezembro para falar sobre o assunto na Comic Con Experience

Editora Record lança livro de relação entre pai e filho. (Foto: Divulgação)
Editora Record lança livro de relação entre pai e filho. (Foto: Divulgação)

O jornalista britânico Keith Stuart é editor de games do jornal The Guardian e, portanto, acostumado a ter uma série de jogos e consoles espalhados pela casa. Zac, o filho de Keith, é autista. Aos 6 anos, ele descobriu o Minecraft, e a relação do menino com o jogo foi uma revelação para a família: a nova experiência o ajudou a se expressar e, principalmente, fez com que os pais entendessem melhor quem ele era. A história da vida real é a inspiração para o romance “O menino feito de blocos”, que chega às livrarias pela Record no fim de novembro.

Na trama, Keith conta a história de Alex, um homem que incorpora perfeitamente o sentimento de “estar perdido”. Casado há 10 anos com Jody, ele é o pai de Sam, um menino autista de 8 anos. Alex nunca soube lidar com o filho. Para se afastar de todo o choro, dos ataques de fúria e das reações inexplicáveis, se afundou num trabalho burocrático do qual nem gosta. Sua ausência deixa o casamento por um fio, e Jody decide que os dois precisam de uma “separação experimental”. Não ajuda muito o fato de Alex ainda guardar um trauma de infância: a morte de seu irmão mais velho, George, quando eram crianças.

Agora, Alex está vivendo no colchão inflável do melhor amigo e precisa dar um jeito de se reerguer. E, ele logo percebe, grande parte disso passa por conhecer de verdade o próprio filho. Um dia, por acaso, os dois começam a jogar Minecraft.  O jogo é uma espécie de Lego mais elaborado e online, onde é possível construir mundos com blocos feitos de materiais diversos. Naquele ambiente, Sam se ilumina e se expressa como nunca fez antes. Ali, no “Mundo do Sam e do Papai”, como eles batizam sua criação, eles vão trabalhar juntos e se conectar de uma forma que acaba influenciando também a vida real, para além do virtual.

Keith narra com sensibilidade a jornada de Alex, um personagem que reflete de forma muito verdadeira algumas das angústias comuns aos adultos contemporâneos. Sua experiência também permite uma sinceridade tocante ao falar sobre as dificuldades de lidar com uma criança com autismo, e as delícias de conseguir criar uma relação verdadeira com os filhos.

O autor virá ao Brasil para participar da Comic Con Experience. No sábado, dia 3 de dezembro, às 15h30, ele estará na mesa “Games como conexão com mentes especiais”. Keith vai conversar com o apresentador Marcos Mion (que também tem um filho autista) e com o quadrinista Flavio Soares, que escreve uma história em quadrinhos sobre sua relação com o filho que tem síndrome de Down.

Gameknight volta às batalhas em novo lançamento inspirado em Minecraft

Em “O oráculo do templo da selva”, Mark Cheverton mais uma vez usa o universo do game para falar sobre amizade e coragem

Galera Júnior lança novo livro sobre Minecraft. (Foto: Divulgação)
Galera Júnior lança novo livro sobre Minecraft. (Foto: Divulgação)

Na primeira trilogia inspirada no universo de Minecraft escrita por Mark Cheverton, conhecemos o protagonista Gameknight999. Ele é um garoto normal que é sugado para dentro do jogo e precisa enfrentar monstros determinados a destruir o Minecraft – e o mundo real. Depois de vencer criaturas assustadoras como Érebro e Malacoda nos livros “Invasão do mundo da superfície”, “Batalha pelo Nether” e “Enfrentando o dragão”, Gameknight finalmente conseguiu voltar para casa. Mas ele tem um inimigo bem mais perigoso na nova trilogia: em “Problemas na vila zumbi”, ele teve que voltar ao jogo para salvar a irmã e lidar com o maléfico vírus Herobrine.

Agora, chega às livrarias pela Galera Junior “O oráculo do templo da selva”. Gameknight enfrentou Herobrine, quase morreu e percebeu que vai precisar de muita ajuda se quiser derrotar o vilão em definitivo. Agora, ele descobre que um antigo Oráculo, localizado num templo da selva do servidor de Minecraft, conhece os segredos necessários para lidar com o poderoso vírus. O protagonista vai viver muitas aventuras no percurso até lá, contando sempre com a ajuda dos amigos para encarar os zumbis, aranhas e creepers que surgirem pelo caminho. Se eles não chegarem a tempo, o risco é Herobrine conseguir sair do jogo e infectar milhares de computadores.

“O oráculo do templo da selva” é o segundo livro de “O mistério de Herobrine”, a segunda série inspirada em Minecraft escrita por Mark Cheverton. Pesquisador e professor, ele começou a se dedicar aos livros para ensinar uma lição sobre cyberbullying para o filho, quando um grupo de jogadores mal intencionados destruiu suas construções no game. No Brasil, os quatro livros anteriores inspirados no game já venderam mais de 180 mil exemplares.

Uma das mais bem sucedidas franquias de jogos eletrônicos da história, Minecraft já vendeu mais de 70 milhões de cópias no mundo inteiro. E a popularidade tem contribuído para seu uso das maneiras mais variadas: a Microsoft, por exemplo, está criando um portal para ajudar professores a usar o Minecraft nas aulas. O jogo é considerado uma ferramenta para aprender espírito de equipe e compreensão do mundo. Os livros de Mark Cheverton também utilizam o universo do game para abordar temas como bullying e intolerância, coragem e amizade.

Gameknight volta ao universo de Minecraft em nova trilogia inspirada no jogo

Em “Problemas na Vila Zumbi”, primeiro livro da série “O mistério de Herobrine”, protagonista precisa salvar a irmã

Grupo Editorial Record lança novo livro de Minecraft. (Foto: Divulgação)
Grupo Editorial Record lança novo livro de Minecraft. (Foto: Divulgação)

Na primeira trilogia inspirada no universo de Minecraft escrita por Mark Cheverton, conhecemos o protagonista Gameknight999. Ele é um garoto normal que é sugado para dentro do jogo e precisa enfrentar monstros determinados a destruir o Minecraft – e o mundo real. Depois de vencer criaturas assustadoras como Érebro e Malacoda nos livros “Invasão do mundo da superfície”, “Batalha pelo Nether” e “Enfrentando o dragão”, Gameknight finalmente conseguiu voltar para casa.

Mas a vida boa não vai durar muito: em “Problemas na Vila Zumbi”, que dá início à nova série de Cheverton, o protagonista terá inimigos ainda mais ameaçadores. Herobrine, criador de todos os monstros do Minecraft, resolve tomar para si a tarefa que suas criaturas não conseguiram levar à frente: destruir a Fonte, acabar com todas as vidas dentro do Minecraft e escapar para o mundo real. Para isso, vai contar com a ajuda dos moradores da Vila Zumbi.

Gameknight começa a história tentando ajudar seus amigos do Minecraft de longe. Mas quando sua irmã, Jenny, é acidentalmente sugada para dentro do jogo, ele vai precisar entrar lá mais uma vez. Para resgatá-la e protegê-la de Herobrine, ele terá que aprender novos truques e lutar contra Xa-Tul, o poderoso rei dos zumbis.

“O mistério de Herobrine” é a segunda série inspirada em Minecraft escrita por Mark Cheverton. Pesquisador e professor, ele começou a se dedicar aos livros para ensinar uma lição sobre cyberbullying para o filho, quando um grupo de jogadores mal intencionados destruiu suas construções no game. No Brasil, a primeira trilogia já vendeu mais de 160 mil exemplares.

Uma das mais bem sucedidas franquias de jogos eletrônicos da história, Minecraft já vendeu mais de 70 milhões de cópias no mundo inteiro. E a popularidade tem contribuído para seu uso das maneiras mais variadas: a Microsoft, por exemplo, está criando um portal para ajudar professores a usar o Minecraft nas aulas. O jogo é considerado uma ferramenta para aprender espírito de equipe e compreensão do mundo. Os livros de Mark Cheverton também utilizam o universo do game para abordar temas como bullying e intolerância, coragem e amizade.