Arquivo da tag: Miolo

Quinta do Seival Castas Portuguesas 2018, o quinto lendário da Miolo

(Foto: Miolo)

O sabor de Portugal no Brasil em um vinho de guarda que expressa o terroir da Campanha Meridional

Portugal vive no Brasil de diferentes formas. Uma delas é no vinho. O Quinta do Seival Castas Portuguesas Safra 2018 é um exemplo de que as variedades Touriga Nacional e Tinta Roriz, ambas lusitanas, não apenas se adaptaram muito bem ao terroir da Campanha Meridional como também resultaram em um vinho nobre, com 15% de graduação alcoólica, ideal para guarda. Justamente por isso, a Miolo lança o rótulo como o quinto da série The 2018´s Seven Legendaries of Miolo – os Sete Lendários”.

Bi-varietal, este vinho tem 50% de Touriga Nacional e 50% de Tinta Roriz, num equilíbrio perfeito entre as castas, foi o primeiro rótulo a ser produzido na Vinícola Seival Estate, em Candiota (RS), na safra 2003. Desta safra 2018, o resultado são 18 mil garrafas, que expressam toda complexidade aromática e gustativa que a Campanha Meridional pode imprimir nessas variedades. Com alto potencial de envelhecimento, este vinho nobre amadureceu por 12 meses em barricas de carvalho francês.

Trata-se de um tinto elegante que demonstra a excelência do vinho brasileiro. Premiadíssimo, o Quinta do Seival Castas Portuguesas já arrematou 31 prêmios em concursos internacionais realizados em 10 países, sendo eles Alemanha, Argentina, Brasil, Canadá, Chile, China, Eslováquia, Estados Unidos, França e Inglaterra. Entre os destaques da Safra 2018 os 91 pontos conquistados no Descorchados 2019 e os 90 pontos no Guia Catad’Or 2019.

O vinho

Este vinho tem coloração vermelho-rubi profunda. Apresenta elevada intensidade e complexidade aromática, surgindo em primeiro plano o típico floral da Touriga Nacional, mesclado com fruta em compota como figo e ameixa preta, além de notas de madeira tostada. É um vinho potente e altamente estruturado, com bom volume de boca e acidez refrescante, que deve ser apreciado com temperatura entre 16ºC e 18ºC.

O Quinta do Seival Castas Portuguesas é ótimo para acompanhar pratos tipicamente originários de Portugal como caldo verde com chouriço, leitão assado em forno a lenha e arroz de Braga. Também acompanha carnes vermelhas assadas e grelhadas, pernil de cordeiro com ervas e queijos maduros de massa semi dura.

Os Sete Lendários

A Safra 2018 será compartilhada na taça através do lançamento dos ‘Sete Lendários’ da Miolo. The 2018´s Seven Legendaries of Miolo. Os sete grandes vinhos serão lançados ao longo do primeiro semestre de 2020. São rótulos ícones das quatro regiões onde a marca está presente com vinhedos e unidades de produção: Miolo – Vale dos Vinhedos (RS), Terranova – Vale do São Francisco (BA), Fortaleza do Seival / Candiota – Campanha Meridional (RS) e Almadén / Santana do Livramento, Campanha Central (RS).

“Nos 30 anos da Miolo, podemos dizer que tivemos duas grandes safras, a de 2005 e a de 2018. Ambas foram semelhantes climatologicamente, porém muito diferentes do ponto de vista tecnológico. 2018 é, com certeza, a melhor safra da nossa história. Por isso, nós a chamamos de Lendária”, comemora Adriano Miolo. Ele explica, ainda, que a Safra 2018 ficará na história da Miolo, pois a vinícola produzirá todos os seus grandes vinhos elaborados, exclusivamente, em safras excepcionais. “Uma safra de qualidade como esta vem para coroar todo o trabalho de dedicação e inovação que foi realizado ao longo dos anos em prol da melhoria da qualidade”, afirma Adriano Miolo.

The 2018´s Seven Legendaries of Miolo surgem justamente para mostrar ao Brasil e ao mundo o potencial do vinho tinto brasileiro. Afinal, são sete vinhos tintos nobres, onde a Miolo é especialista, colocando o Brasil no mapa dos grandes rótulos mundiais.

Lançamentos Safra 2018

  1. Miolo Merlot Terroir – Miolo / Vale dos Vinhedos
  2. Testardi Syrah – Terranova / Vale do São Francisco
  3. Quinta do Seival Cabernet Sauvignon – Seival / Campanha Meridional
  4. Miolo Lote 43 – Miolo / Vale dos Vinhedos
  5. Quinta do Seival Castas Portuguesas – Seival / Campanha Meridional
  6. Sesmarias – Seival / Campanha Meridional
  7. Vinhas Velhas Tannat – Almadén / Campanha Central

Testardi Syrah 2018, o segundo lendário da Miolo

(Foto: Divulgação)

Ícone do Vale do São Francisco traz a máxima expressão da variedade em território brasileiro

O segundo rótulo da série The 2018´s Seven Legendaries of Miolo – os Sete Lendários” vem do nordeste brasileiro, onde a Miolo transformou o sertão em vinho. Elaborado com uvas cultivadas nas terras áridas do agreste da Bahia, o Testardi Syrah 2018 é a expressão máxima desta variedade em terras brasileiras. As 15 mil garrafas estão prontas para serem apreciadas pelo mercado consumidor. Este vinho é mais um lendário que chega para testemunhar o que o enólogo Adriano Miolo afirma: “2018 é a melhor safra da história da Miolo. Por isso, estamos lançando The 2018´s Seven Legendaries of Miolo – os Sete Lendários”, brinda.

O Testardi Syrah 2018 é o ícone da Miolo no Vale do São Francisco. Este vinho obedeceu um processo de elaboração totalmente diferenciado. Começou com o desengace manual, sem esmagamento da uva. De uma rápida estada de cinco dias em tanque de aço inox, seguiu para barricas de carvalho francês por gravidade, onde ocorreu a fermentação alcoólica e malolática espontânea com a presença das cascas. Depois da prensagem, o vinho passou por um amadurecimento em barricas novas de carvalho francês por 12 meses. O resultado é um vinho inusitado, surpreendente. Suas uvas, alimentadas pelo Velho Chico, são cultivadas pela Miolo na Vinícola Terranova, em Casa Nova (BA).

Um fato curioso é o nome dado a este vinho. Testardi é um termo italiano que significa teimoso e remete à obstinação e persistência. E é justamente isso que transmite, mostrando ao mundo que é possível cultivar uvas e fazer um grande vinho neste local inóspito, abençoado pelo Velho Chico, que alimenta os vinhedos em meio ao semi-árido. Com o Testardi, a Miolo tem a prova viva de que é possível fazer vinho tinto de alta qualidade no Nordeste brasileiro. Lá, uma estrutura composta por cantina, cave subterrânea, engarrafamento, destilaria, sala de degustação e varejo, dão suporte a duas safras anuais, possíveis graças à irrigação pelo sistema de gotejamento com as águas do Rio São Francisco. “Nos vinhedos que cultivamos aqui na Bahia, colhemos não apenas uvas, mas a força de famílias que vivem cada safra vislumbrando um futuro melhor. E é justamente esta cultura que queremos multiplicar com cada pessoa que abre uma garrafa que guarda o terroir do nordeste brasileiro”, ressalta o diretor.

De 2001 para cá, a Miolo alcançou 200 hectares plantados somente no nordeste e uma indústria que transforma a uva em vinhos, espumantes, suco de uva e destilados chegando a uma produção de 4,5 milhões de litros por ano.

O vinho

De coloração violácea profunda, traz aromas de frutas vermelhas maduras tipo morango e ameixa preta, além de notas mescladas com gengibre, noz moscada e nuances defumadas. No paladar, é altamente estruturado e de médio volume em boca. Muito equilibrado e untuoso, tem acidez refrescante e longa persistência. Sua temperatura ideal para degustação é de 16 a 18º C.

O forte gosto da carne de bode do Nordeste, o barreado e também a famosa feijoada carioca, harmonizam muito bem com o Testardi Syrah 2018, que também combina com carnes como fraldinha, maminha, bife de ancho, filé mignon e demais carnes vermelhas grelhadas, só temperadas com sal. Carnes de carneiro, buchada de bode, carne de sol, carne de porco, cupim, picanha com a capa de gordura também harmonizam com o vinho. Acompanha um bom e típico churrasco brasileiro.

Os Sete Lendários

A Safra 2018 será compartilhada na taça através do lançamento dos  ‘Sete Lendários’ da Miolo. The 2018´s Seven Legendaries of Miolo. Os sete grandes vinhos serão lançados ao longo do primeiro semestre de 2020. São rótulos ícones das quatro regiões onde a marca está presente com vinhedos e unidades de produção: Miolo – Vale dos Vinhedos (RS), Terranova – Vale do São Francisco (BA), Fortaleza do Seival / Candiota – Campanha Meridional (RS) e Almadén / Santana do Livramento, Campanha Central (RS).

“Nos 30 anos da Miolo, podemos dizer que tivemos duas grandes safras, a de 2005 e a de 2018. Ambas foram semelhantes climatologicamente, porém muito diferentes do ponto de vista tecnológico. 2018 é, com certeza, a melhor safra da nossa história. Por isso, nós a chamamos de Lendária”, comemora Adriano Miolo. Ele explica, ainda, que a Safra 2018 ficará na história da Miolo, pois a vinícola produzirá todos os seus grandes vinhos elaborados, exclusivamente, em safras excepcionais. “Uma safra de qualidade como esta vem para coroar todo o trabalho de dedicação e inovação que foi realizado ao longo dos anos em prol da melhoria da qualidade”, afirma Adriano Miolo.

Lançamentos Safra 2018

  1. Miolo Merlot Terroir – Miolo / Vale dos Vinhedos
  2. Testardi Syrah – Terranova / Vale do São Francisco
  3. Quinta do Seival Cabernet Sauvignon – Seival / Campanha Meridional
  4. Quinta do Seival Castas Portuguesas – Seival / Campanha Meridional
  5. Miolo Lote 43 – Miolo / Vale dos Vinhedos
  6. Sesmarias – Seival / Campanha Meridional
  7. Vinhas Velhas Tannat – Almadén / Campanha Central

Miolo Millésime Brut 2015 entre os melhores do ano para Jorge Lucki

Miolo MIllésime Brut é uma dos melhores espumantes de 2019. (Foto: Divulgação Miolo)

Espumante arrematou grandes prêmios em 2019

Não é à toa que um dos principais críticos de vinhos do Brasil reconhece o Miolo Millésime Brut 2015 como um dos melhores do ano 2019 do Novo Mundo. Desde 2000, Jorge Lucki ocupa um espaço privilegiado no Valor Econômico para reverenciar os destaques segundo suas impressões. O espumante, que traz o selo de Denominação de Origem Vale dos Vinhedos, também já foi reconhecido por Steven Spurrier como o melhor do Hemisfério Sul.

Somente este ano, o Miolo Millésime Brut 2015 recebeu Grande Ouro no 11º Concurso do Espumante Brasileiro realizado pela Associação Brasileira de Enologia e alcançou 91 pontos ficando entre os Melhores Espumantes Brut e Melhores do Vale dos Vinhedos no Descorchados 2019. No Catad’Or 2019 ganhou 89 pontos e arrematou Gold no Wines of Brazil Awards 2019, realizado na ViniBraExpo.

Para o enólogo Adriano Miolo, Diretor Superintendente da Miolo, fechar 2019 com mais este reconhecimento é, sem dúvida, a realização. “Em cada produto lançado, engarrafamos histórias e o desejo de que ao tirar a rolha todos possam, com a Miolo, sentir o prazer de brindar em qualquer lugar do mundo. E assim vamos compartilhando sensações com o que de melhor sabemos fazer”, comemora.

O que faz do Miolo Millésime Brut 2015 um espumante exclusivo não é somente o fato de ser elaborado apenas em safras excepcionais. O cuidado começa ainda no vinhedo. As uvas Chardonnay e Pinot Noir, cultivadas nos vinhedos da Família Miolo, no distrito de São Gabriel, em Garibaldi, são colhidas e selecionadas manualmente. Depois da fermentação na própria garrafa, esse espumante envelhece por 18 meses nas caves subterrâneas e climatizadas da Miolo no Vale dos Vinhedos. Desde a colheita até chegar ao mercado foram três anos.

O espumante

Límpido, apresenta coloração amarelo palha com tons esverdeados, perlage fina, abundante e persistente. Seus aromas finos lembram frutas cítricas, pera, abacaxi e mel, mesclados a aromas típicos de envelhecimento, como pão tostado. Na boca, mostra sua complexidade, com boa cremosidade. Elegante, apresenta acidez equilibrada, retrogosto agradável e final de boca longo denotando alta qualidade do produto. A temperatura ideal para ser degustado é entre 6° e 8°.

O Miolo Millésime Brut 2015 é ideal com aperitivo ou mesmo desfrutado por si só, em atitude contemplativa ou festiva. Os acompanhamentos vão desde o bolinho de bacalhau, croquete de camarão e croquete de carne, moqueca de peixe, casquinha de siri, bobó de camarão e culinária caiçara.

Colheita ao luar: poético vinho elaborado com uvas colhidas à noite é apresentado pela Miolo

Novo Reserva Sauvignon Blanc expressa o romantismo da colheita sob a luz da lua na promissora região da Campanha, no Rio Grande do Sul

ViewImage (1).jpgvinícola Miolo anuncia o lançamento da safra 2017 de um de seus vinhos mais inusitados: o Reserva Sauvignon Blanc Colheita Noturna, elaborado com uvas colhidas nas frescas madrugadas da promissora região da Campanha, no Rio Grande do Sul.

poético processo de elaboração contou com uma nova tecnologia de colheita noturna mecanizadaimplementada no Brasil em 2016 pela Miolo, que lançou, na ocasião, oprimeiro vinho nacional proveniente de uvas colhidas à noite mecanicamenteMadrugada adentro, todos os procedimentos foram acompanhados por uma equipe do grupo, que fez uma inversão de horários para se dedicar à elaboração do novo Reserva Sauvignon Blanc.

Escondemos os cachos da luz solar durante a maturação para, ao luar, fazermos a colheita. As uvas chegam fresquinhas à vinícola para o início da elaboração, o que possibilita preservarmos os aromas e aportarmos novas características à fruta e, consequentemente, ao vinho”, explica o enólogo e superintendente da marca, Adriano Miolo.

Ele pontua que o principal diferencial do processo é a influência das baixas temperaturas durante a noite. O período mais frio preserva as cores verdes do mosto, influenciando não apenas no sabor e aroma do vinho, como também em sua coloração.

Durante a madrugada, a uva está gelada e apresenta uma preservação aromática diferente da fruta colhida durante o dia a altas temperaturas. Controlamos a temperatura da Sauvignon Blanc ainda na videira, permitindo evidenciar e explorar algumas de suas potencialidades, além de manter sua acidez natural”, detalha Adriano.

Cristalino e jovem, o rótulo é a expressão do romantismo da colheita sob a luz da lua. Elaborado “gelado”, gelado deve ser consumido: a temperatura idealpara apreciar o novo Reserva Sauvignon Blanc é de 8°C.  Além de ser ideal como aperitivo, é companhia perfeita para saladas, peixes, carnes brancas, massas, pizzas e queijos. Como se trata de um vinho branco de pronunciado frescor ácido, harmoniza com comidas leves e de média estrutura. Por contraposição, vai bem com comidas gordurosas e com tendência à doçura.

O Miolo Reserva Sauvignon Blanc Colheita Noturna 2017 já está disponível para comercialização nos clientes Miolo de todo o Brasil, na loja online da marca e nas Casas Miolo Champanharia Natalício em Porto Alegre e em São Paulo. Para consultar, acesse loja.miolo.com.br e www.champanharianatalicio.com.br.