Arquivo da tag: Montanhas

Maior ilha italiana, Sicília tem praias, montanhas e belos monumentos

A Sicília é a maior ilha italiana, dividida do continente pelo Estreito de Messina e banhada pelo Jônico, o  Tirreno  e o  Mediterrâneo

Uma das pérolas do sul da Itália, tudo para descobrir, aprender e viver uma série de itinerários alternativos que variam, de acordo com gostos e necessidades, entre natureza, história e tradição. 

E a natureza parece ter destinado a esta terra suas maiores maravilhas:  montanhas,  colinas e, sobretudo, o  mar , que com suas cores incríveis, a transparência de suas águas e a beleza de seu fundo do mar se destaca dos outros mares. 

Lampedusa – (Foto: Getty Images)

Nesta região, o  Mediterrâneo  oferece cenários, aromas e sabores tão únicos e intensos que somente a natureza pode dar.

A região é conhecida pela beleza do seu território e peculiar pela natureza, tradição, arte e história. 

Um encanto também enriquecido pela preciosa evidência arqueológica que conta as origens antigas de  Trinacria  (antigo nome da Sicília) e pelos muitos monumentos, testemunho de uma arte que foi capaz de resistir ao longo dos séculos. 

O que ver

A Sicília  oferece uma infinidade de lugares para visitar, variando entre a natureza, história e tradição. 

Entre as peculiaridades deste território, existem dois  vulcões, Stromboli e Etna , o maior vulcão ativo da Europa. O Etna está localizado no leste da Sicília. Suas erupções espetaculares criaram, ao longo dos séculos, paisagens únicas no mundo. 

Etna – (Foto: Getty Images)

Os interessados ​​na paisagem podem escolher entre as áreas protegidas dos parques regionais do Etna, Madonie  e  Nebrodi e o paraíso vulcânico de  Pantelleria, pontilhada de vistas encantadoras, como as da ” Pertusa di Notaro ” (caverna que exala ar fresco) e o característico  dammusi  (edifícios típicos de pedra de lava). 

O Valle del Bove,  com seus muros de até 1000 m de altura, a  Grotta del Gelo,  com o único exemplo de geleira perene existente nessas latitudes, o  Gole dell’Alcantara , uma densa rede de canais rochosos atravessados ​​pelas águas frias de seu rio, são algumas das maravilhas que podem ser admiradas visitando este gigante da natureza.

Ilhas 

As ilhas que cercam a Sicília são numerosas e cheias de charme, mas uma delas, as Ilhas  Eólias , foram inseridas em 2000 na Lista do Patrimônio Mundial (WHL) da UNESCO como Patrimônio Mundial. O arquipélago consiste em  7 ilhas  – Lipari, Vulcano, Stromboli, Salina, Filicudi, Alicudi e Panarea – e uma série de ilhotas e recifes de vários tamanhos.

A história das Ilhas Eólias está indissoluvelmente ligada aos vulcões, os “artistas” que criaram essas esplêndidas obras da natureza, onde é possível mergulhar no azul profundo do mar, fazer caminhadas nas cavernas espalhadas pelas costas, relaxar nas pequenas praias banhadas pelas águas cristalinas, antes de se dedicar à excelente culinária local rigorosamente baseada em peixes.

O vale dos templos em Agrigento, uma área arqueológica, outro tesouro da humanidade certificado pela UNESCO. Imerso no verde das oliveiras, amendoeiras, cítricos e vinhedos que se estendem em direção ao mar. Seus monumentos imponentes e elegantes lembram a atmosfera irreal de 2500 anos atrás, quando os antigos “Akagras Agrigentum” era um centro de poder e cultura.

Siracusa e os locais da UNESCO

Na costa sudeste da Sicília, está localizado mais um local da UNESCO, juntamente com a necrópole de Pantalica. Esta colônia grega antiga tem vista para um sugestivo porto natural fechado a leste pela ilha de Ortigia, o núcleo urbano mais antigo. Cada canto da cidade oferece preciosas evidências arqueológicas que evocam o esplendor da Magna Grécia. Em Siracusa e nas Ilhas Eólias, há dois outros locais da UNESCO que devem ser visitados: as oito esplêndidas cidades barrocas tardias de Val di Noto  e a  Villa Romana del Casale .

Taormina – (Foto: Getty Images)

No entanto se alguém passasse apenas um dia na Sicília e perguntasse: “O que você precisa ver?” Eu responderia sem hesitar: “Taormina”. É apenas uma paisagem, mas uma paisagem na qual tudo o que parece ter sido criado na Terra seduz os olhos, a mente e a imaginação.  Assim, o famoso escritor francês Guy de Maupassant descreve Taormina. Algumas palavras que encerram a essência desta pequena joia a meio caminho entre Messina e Catania. 

O protagonista indiscutível desta terra antiga e esplêndida é inquestionavelmente o  mar , para ser experimentado de mil maneiras diferentes: relaxar em uma das muitas praias que a região costeira oferece, explorar seus maravilhosos fundos do mar ou ser levado pelas ondas e pelo vento com windsurf ou kitesurf. 

Sim, porque aqui a força do mar, combinada com a do vento, oferece a oportunidade de experimentar a emoção de “correr” ou até “voar” nas águas cristalinas que envolvem as costas de  San Vito lo Capo ,  Mondello ,  Cefalù , Marina de Ragusa ,  Taormina ,  Ilhas Eólias ,  Pantelária ,  Lampedusa ,  Ustica. 

Trekking, trilhas a cavalo, bicicletas e golfe
Para quem gosta de  trekking , uma excursão guiada pelos parques naturalistas da Sicília é certamente uma experiência a não perder. E quem não gosta de caminhar, pode optar por explorar esses lugares maravilhosos a cavalo ou de  bicicleta de montanha. 
Também deve ser enfatizado que nos últimos anos a Sicília também se tornou um destino importante para os amantes do  golfe . De fato, existem vários  campos de golfe  neste território, onde, entre outras coisas, o famoso Aberto da Sicília acontece todos os anos  . 

Os banhos e os banhos
O Belpaese sempre foi considerado um dos destinos mais procurados pelos entusiastas do  spa termal , uma forma de medicina natural que existe na Itália desde a época dos romanos antigos. Terra de água e vulcões, a Sicília oferece uma grande variedade para quem quer relaxar, regenerando-se com tratamentos terapêuticos e, por que não, tratamentos de beleza. Entre as mais famosas estão as de Sciacca , com a famosa  Stufe di S. Calogero , cavernas onde essa quantidade de vapor é concentrada para atingir uma temperatura de cerca de 40 °, ou a  Terme di Acireale , onde as águas subterrâneas do mar se misturam com os sulfurosos do Etna. 

Locais de literatura
Para os amantes do  turismo cultural, A Sicília é uma fonte inesgotável de conhecimento, história, arte e cultura. Grandes escritores como  Salvatore Quasimodo ,  Giovanni Verga ,  Luigi Pirandello ,  Leonardo Sciascia e  Tomasi di Lampedusa , encontraram a inspiração para escrever grandes obras, como  “Il Gattopardo ” ou ” I Malavoglia “. 

A mesma atmosfera em que, ainda hoje, podemos mergulhar, escolhendo embarcar em uma jornada nos lugares descritos por esses personagens ilustres, reviver as mesmas emoções e as mesmas sensações que esses grandes autores sentiram intimamente e depois contaram em suas obras.

Templos e história
Quem quiser mergulhar no passado pode optar entre os  templos gregos de Selinunte  e  Siracusa  e os de  Agrigento  e  Imera , entre o teatro greco-romano de  Taormina  e as  catedrais  normandas, especialmente em  Palermo  ( igrejas de Martorana , de  San Giovanni degli Eremiti  e  San Cataldo ). 

Valle de  Templi Agrigento. (Foto: Getty Images )

Para os interessados ​​em  tradição , uma visita a  Acireale é imperdível , para apreciar o espetáculo da Opera dei Pupi (teatro de marionetes siciliano), que conta as histórias de Orlando Furioso. 

Festivais e feiras
Extensas também são as escolhas para quem gosta de  festivais  e  eventos culturais . 

No cenário maravilhoso do antigo teatro de Taormina, todos os anos são organizados inúmeros eventos, incluindo o famoso  Festival de Cinema  dedicado à premiação das melhores obras cinematográficas. O calor e a alegria da vida dos sicilianos se manifestam em toda a sua exuberância nas celebrações dedicadas ao Carnaval , a festa mais alegre e colorida do ano, além de ser reconhecido por seu talento criativo e originalidade com que são exibidos os muitos carros alegóricos em papel machê ou infiorati, acompanhados por máscaras alegres e coloridas. 

Existem também numerosos festivais dedicados aos  santos padroeiros da Sicília   (uma mistura de fé, folclore e tradição) que contam a profunda devoção religiosa dos sicilianos. 
A  Festa  de Santa Rosalia  em  Palermo  e a  Festa de Sant’Agata  em  Catania  são alguns dos muitos eventos que são comemorados em toda a região todos os anos.

Além de paisagens cênicas, África do Sul oferece um mix de atividades turísticas

Safáris, trilhas em montanhas, compras, vinícolas e aventura estão entre as opções

A África do Sul reúne uma das maiores diversidades de fauna e flora. Safáris, praias paradisíacas, montanhas e cânions se encontram em paisagens de cartão postal. Vinícolas, compras e esportes de aventura também fazem parte do mix de atividades locais. Com roteiros de sete dias, a operadora Françatur oferece visitas guiadas aos pontos mais exuberantes deste destino.

Desembarcar no país e não fazer um safári é impensável. O Parque Nacional Kruger é uma autêntica reserva de 20 mil km² onde os turistas têm a possibilidade de avistar em seu habitat natural os “Big 5”. Ainda na região de Mpumalanga, fica o Blyde River Canyon, terceiro maior cânion do mundo.

A capital Joanesburgo concentra aspectos culturais e históricos, com parada obrigatória no Museu do Apartheid. Para compras, vale a visita ao Sandton City, o maior shopping do continente africano. No Lion and Rhino Park, os turistas podem alimentar girafas e caminhar por uma caverna subterrânea. Na primavera, a paisagem é colorida pelos milhares de jacarandás em Parkwood e Pretória.

África do Sul reúne diversas opções aventureiras. (Foto: Divulgação)

Já na efervescente Cidade de Cabo, subir de teleférico até a Table Mountain é uma ótima opção para se ter uma vista panorâmica da cidade. Os mais radicais e fãs de aventura, podem descer de rapel esta montanha, ou ainda fazer a trilha até o Signal Hill, de onde costumam saltar de parapente. No jardim botânico Kirstenbosch é possível caminhar entre as copas de árvores centenárias. Para relaxar, Camps Bay é uma boa dica. Considerada a praia mais badalada da Cidade do Cabo, possui uma ótima estrutura para o turista. Um local ideal para se admirar o pôr do sol. Não podemos esquecer do complexo V&A Waterfront, que reúne lojas, restaurantes e um aquário, e pode ser visitado caminhando ou por um cruzeiro pelo canal.

Partindo de Cape Town, os visitantes chegam ao Cabo da Boa Esperança, pela Peakman’s Peak Drive, estrada à beira-mar com vistas cênicas. No caminho fica a Boulders Beach, lar de pinguins e local estratégico para prática de snorkel. Já Gansbaai é ponto de parada para mergulho com tubarões brancos. A região abriga também o mais famoso circuito de produção de vinhos do país, que tem a uva Pinotage como referência. As cidades de Stellenbosh, Paarle e Franschhoeck são as mais populares com visitas guiadas, ofertas gastronômicas e a uma vista privilegiada das montanhas.

Todos os destinos contemplam hospedagem em excelentes hotéis, com opção de quartos amplos para acomodar famílias. Mais informações no site www.francatur.com.br, nos telefones (21) 2102-2440 e (11) 3149-3163 ou nas redes sociais @francaturturismo.

Sobre a Françatur

No mercado de turismo desde 1996, a Françatur é especializada em França, mas também comercializa roteiros a outros países da Europa, África, Oriente Médio e América Latina, sejam individuais (personalizados) ou em grupo. Há ainda viagens temáticas como de lua de mel, luxo, enologia, gastronomia, esportes, família e religião.

5 atrações naturais imperdíveis na Noruega

A natureza é sem dúvida o principal atrativo turístico da Noruega. O país foi abençoado com cenários e fenômenos estonteantes, que deixam qualquer visitante maravilhado. Existem diferentes formas de curtir todas essas atrações naturais, que vão desde a simples admiração até as aventuras mais radicais.

Confira abaixo cinco experiências naturais que você precisa viver na Noruega:

Fiordes

fiordes

O grande diferencial dos fiordes da Noruega é que eles são facilmente acessados e contam com uma estrutura turística impecável. Existem mais de mil fiordes no país, porém os mais icônicos se encontram na costa oeste – como o Geiranger e Nærøy  (Patrimônios da Humanidade da UNESCO) e o Sogne (maior e mais profundo da Noruega). Às margens dos fiordes se encontram vilarejos muito charmosos, com um povo hospitaleiro e uma hotelaria histórica que mostra toda a tradição norueguesa.  As opções de atividades nesses lugares são praticamente infinitas, incluindo cruzeiros, trilhas, ciclismo, canoagem, caiaque, escalada e muito mais. Mais informações

Montanhas

montanhas

Uma das paisagens mais fotografadas da Noruega são suas montanhas. Para os experientes, existem muitos pontos ideais para a escalada, como o vale de Romsdalen – conhecido como o coração alpino da Noruega -, que atrai escaladores do mundo inteiro. Outra opção para explorar as montanhas do país é fazer uma trilha, alcançando os mirantes mais incríveis. Algumas das trilhas mais conhecidas são a de Pulpit Rock (foto), Trolltunga e Kjerag, todas localizadas na região dos fiordes. Mais informações

Geleiras

geleiras

As geleiras da Noruega são verdadeiras maravilhas da natureza. Na região dos fiordes, está Jostedalsbreen, a maior geleira da Europa, que cobre mais de 400km2 e atinge uma espessura de 600m. Com o auxílio de guias experientes e equipamento adequado para garantir a segurança, a experiência de caminhar no gelo pode ser uma experiência inesquecível. Também é possível fazer escaladas e, em algumas geleiras, como Tystigbreen e Folgefonna, existem centros de esqui de verão. Mais informações

Aurora Boreal

aurora-boreal

Não existem palavras para descrever a experiência de admirar as luzes dançantes da aurora boreal na Noruega. O diferencial de observar o fenômeno no país é, mais uma vez, a facilidade de acesso e a estrutura turística completa, que permite que os viajantes embarquem nessa aventura com todo o conforto. As maiores chances de presenciar a aurora boreal acontecem no inverno, entre os meses de dezembro e março, na região norte da Noruega. A cidade de Tromsø merece destaque e passou a ser conhecida como “capital da aurora boreal”. Mas para quem quer levar a experiência além das cidades, existem diversas excursões inusitadas para ir à caça do fenômeno, como um passeio de snowmobile ou de trenó. Mais informações

Sol da Meia-Noite

sol-da-meia-noite

Durante os meses de verão, por conta da rotação da terra em relação ao sol, o norte da Noruega fica o dia todo iluminado. Muitas pessoas vão até destinos acima do círculo polar ártico, como o cabo norte (ponto mais setentrional da Europa) para observar o sol que não se põe no horizonte, um verdadeiro espetáculo. As ilhas Svalbard também podem ser um destino ideal para presenciar o fenômeno, já que por lá o sol não se põe entre os meses de abril e agosto. Durante este período, acontecem diversos eventos pela madrugada, com destaque para a Maratona do Sol da Meia-Noite e os torneios de golfe. Mais informações