Arquivo da tag: Myanmar

Meliá Yangon é nova opção de luxo em Myanmar

Rede Meliá Hotels International expande seu portfólio na Ásia-Pacífico com seu primeiro hotel no país

A Meliá Hotels International anuncia a abertura do Meliá Yangon, o primeiro hotel operado pela companhia em Myanmar, um projeto estratégico para a expansão da companhia na região da Ásia-Pacífico. A companhia entra no país com esse hotel em Rangum, a maior cidade do destino e que é também o maior centro comercial e lar de edifícios coloniais históricos e paisagens impressionantes.

Estrategicamente localizado a apenas 15 minutos do centro da cidade e do aeroporto internacional, o hotel fica a 10 minutos do icônico Shwedagon Pagoda. O maior e mais novo shopping de Rangum, Myanmar Plaza, está diretamente conectado ao hotel.

Myanmar oferece diversas opções para se divertir. (Foto: Divulgação)
Myanmar oferece diversas opções para se divertir. (Foto: Divulgação)

De frente para o magnífico lago Inya, o Meliá Yangon tem 430 quartos espaçosos, modernos e acolhedores com um tamanho mínimo de 48 metros quadrados e amenities de alto nível. Hóspedes do The Level, serviço exclusivo da marca Meliá, desfrutam de uma estadia com privilégios como acesso ao The Level Lounge no último andar, com vistas de 360 graus da cidade e do lago Inya.

Seus três restaurantes proporcionam uma jornada gourmet em Rangum. O The Market, restaurante aberto o dia todo, tem o cenário de um autêntico mercado aberto e oferece iguarias locais, pratos asiáticos populares e clássicos ocidentais, sendo uma opção perfeita para refeições de negócios ou jantares casuais com a família e amigos. O The Lantern tem o melhor da cozinha vietnamita, com clássicos reinterpretados de forma moderna para paladares ecléticos. O toque art déco no ambiente típico faz os hóspedes aproveitarem uma atmosfera íntima em salas privativas. Já o restaurante Olea oferece culinária moderna e deliciosa da Europa com um toque exótico.

No fim do ano, o Meliá Yangon deve introduzir uma elegante atmosfera golden age e hollywoodiana no Garbo Bar, nomeado em homenagem à atriz Greta Garbo, um ambiente casual e glamoroso para provar drinques excelentes e aperitivos deliciosos após o trabalho.

Mais de 2.000 metros quadrados de área de convenções com vários salões e salas funcionais equipadas com a última tecnologia estão prontos para receber todos os tipos de evento, desde pequenas reuniões a grandes conferências, banquetes e casamentos.

As instalações também incluem uma piscina externa, um fitness center e um spa a ser inaugurado em breve, de 1.800 metros quadrados, com tratamentos de hidromassagem, ducha Vichy, jacuzzi e sauna.

ONELAPSE ORGANIZA EXPEDIÇÃO PARA ADMIRAR AS BELEZAS EXÓTICAS DE MYANMAR

Um dos locais mais belos e ricos culturalmente, o Sudeste Asiático é ideal para quem procura uma experiência única, que mistura templos antigos, florestas densas e um povo receptivo, que segue as tradições com alegria e simplicidade. Depois do sucesso do workshop fotográfico na Índia, a OneLapse Expedições Fotográficas convidou o fotógrafo documental Érico Hiller para acompanhar mais um grupo da empresa, desta vez em  Myanmar, de 28 de novembro a 6 de dezembro.

Localizado no sopé do Himalaia, ao sul da cordilheira, Myanmar é um país tropical com muita história para contar. Fruto da intersecção das culturas da Indochina – era o antigo império Birmanês – estava localizado em uma região central para os comerciantes, trazendo muita prosperidade para o povo, que como demonstração de riqueza e religiosidade ergueu inúmeros templos com estupas douradas e estátuas budistas. A localização estratégica foi motivo de disputas entre Mongóis, reinos da Índia, tailandeses e laosianos. Apesar de ter uma história bem antiga, é um país recente e pouco desenvolvido. Myanmar reabriu para o turismo apenas em 2012, depois de passar por um regime socialista que, falido, teve fim após uma eleição civil democrática em 2010.

OneLapse oferece viagem exuberante a Myanmar. (Foto: Divulgação)
OneLapse oferece viagem exuberante a Myanmar. (Foto: Divulgação)

Pronto para mostrar aos turistas suas riquezas culturais e tradicionais devidamente preservadas, é um destino obrigatório para os amantes da fotografia. Hiller, fotógrafo documental que prioriza a temática humanitária e ambiental, vai estimular o desenvolvimento do olhar dos participantes com os melhores ângulos, luzes e enquadramentos, desde as grandes cidades como Yangon e Mandalay, com suas ruas e mercados movimentados, passando pelos templos com esculturas gigantes, até a natureza, com vales, rios e florestas quase intocados. “Temos que estar atentos e dispostos a tudo. Uma cultura, uma nação inteira será o objetivo. Não se trata de uma viagem comum, mas sim de uma possibilidade de exploração e aprendizado sem precedentes, pois buscaremos muitas vezes sair do roteiro turístico tradicional com o objetivo de uma imersão na cultura e modo de vida deste país que ainda guarda muitos segredos”.

A viagem começa em Yangon, a maior cidade do país (cerca de 5 milhões de habitantes) e o mais importante centro comercial. Com ar provençal, é uma cidade caótica e vibrante, com ótimas oportunidades para fotografia de rua. O grupo vai visitar o mercado Bogyoke, a estação de trem, o templo Chaukhtatgyi – com o tradicional Buda reclinado – e o templo Shwedagon Pagoda, um dos mais impressionantes do sudeste asiático, com uma gigantesca estupa dourada, com quase 100m de altura e coberta por placas de ouro.

O próximo destino é Bagan, um dos sítios arqueológicos mais ricos da Ásia, com enorme variedade de pagodas, templos e monastérios construídos durante a dinastia Bagan. Hiller define o local como surpreendente e encantador, com suas tradições ainda preservadas. “Visitaremos principalmente as estupas douradas de Swezigon, templos antigos como o de Htilominlo, Ananda, Dhamayangyi e Sulamani, entre outros. No final da tarde, assistiremos ao famoso pôr do sol de Bagan em um dos templos mais altos da região”. Ainda na cidade, o grupo vai cruzar de barco o rio Irrawaddy até a ilha do vilarejo Kyun Thiri, onde terão a oportunidade de conhecer o povo local, sua cultura e estilo de vida. Depois, o trajeto continua em uma tradicional charrete da região para visitar outros templos e o mercado da antiga cidade. Um passeio opcional imperdível é o sobrevôo de balão ao pôr do sol, para apreciar a linda vista de cima dos inúmeros templos.

OneLapse oferece viagem exuberante a Myanmar. (Foto: Divulgação)
OneLapse oferece viagem exuberante a Myanmar. (Foto: Divulgação)

Em Heho, o principal destino é o Lago Inle, famoso pelos habitantes da região, os Inthas, que desenvolveram uma técnica única de remar com os pés. No local, a previsão é de fotografá-los em atividade, pescando e utilizando a tradicional técnica. Ainda na cidade, o grupo visita o mercado local, aldeias manufatureiras com vista para as montanhas e plantações, vilarejos e o mercado flutuante. De barco, a última parada antes de seguir para Mandalay é a cidade de Nyaung Shwe.

Última capital do Império Birmanês, Mandalay ainda concentra resquícios da antiga cidade real, com inúmeros monastérios, esculturas em madeira, prataria, tapeçaria, tecidos de seda e outros produtos artesanais, praticamente um mostruário da arte e da arquitetura local do século XIX. Na cidade, o grupo aproveita para observar o tradicional ritual da procissão de centenas de monges que caminham silenciosamente pelas ruas para receber oferendas do povo local. O passeio nas proximidades ainda inclui visitas a antigos reinos, monastérios, a montanha de Sagaing e a Ponte Ubein, um dos principais cartões postais da região.

Hiller garante que esta é uma viagem inesquecível. “Para praticarmos uma fotografia documental consistente, devemos estar imersos na atmosfera íntima de nosso tema. Caminhar, sentir, observar. As cores, os odores, os sons. Vamos extrair o máximo das experiências que nos impusermos. Myanmar é um local único”.  As inscrições para expedição estão abertas e restam poucas vagas. Mais informações pelo site www.onelapse.com.br, pelo telefone (11) 2528-9181 ou email contato@onelapse.com.br.