Arquivo da tag: Neil Gaiman

‘Lúcifer’ traz novos seres angelicais na primeira parte da quinta temporada

Por Rodrigo Bocatti

‘Lúcifer’ chega à Netflix. (Foto: divulgação)

Depois do cancelamento da série ‘Lúcifer’ pela Fox, a internet veio abaixo, com diversos fãs pedindo para alguma emissora dos EUA ou serviço de streaming pegá-la para dar continuidade a história e foi isso que a Netflix fez.

Com a aquisição, o streaming começou a planejar a 5ª temporada da produção baseada no personagem que surgiu nos quadrinhos de Sandman. E antes mesma da estreia, a Netflix anunciou que teremos uma próxima temporada, pegando muitos de surpresa, até o ator Tom Ellis.

Só para recapitular um pouco, Lúcifer (Tom Ellis) saiu de cena para proteger o filho da Dra. Linda (Rachel Harris) e Amenadiel (D.B. Woodside). Porém, com sua saída repentina, o romance dele e da detetive Chloe (Lauren German) foi perdido com isso também.

Com sua função original de guardião do Inferno e afastado da Terra, ele deu uma brecha para seu irmão gêmeo Miguel (sim, o arcanjo) (Tom Ellis) pudesse descer dos céus e causar uma bagunça na vida que o protagonista deixou. O romance de Lúcifer e Chloe sofreu um baque e foi revelado algo para a detetive, que a deixou chocada. O relacionamento de confiança com Mazikeen (Lesley-Ann Brandt) também foi abalado, pois o antagonista revelou algo do passado dela, que até então era escondido (e o melhor episódio, na minha opinião, dessa parte da quinta temporada).

Com a mensagem de Amenadiel, que vai ao Inferno avisar Lúcifer, o nosso querido protagonista volta e tenta consertar um pouco do que aconteceu em sua vida, mas antes ele vai ao embate do irmão e marca ele para ninguém os confundir mais.

Na sua volta, ele retoma o romance com Chloe, porém o segredo que foi revelado a ela, deixa o casal em uma situação complicada. Mazikeen, no começo fica brava com Lúcifer por não a ter levado junto para ‘casa’, e fica contra ele, por conta do segredo que lhe foi revelado.

No final da primeira parte da temporada, temos uma luta muito bem coreografada entre Lucífer e Amenadiel x Mazikeen e Miguel. O confronto acontece por diversas razões que vão se desenrolando. E um ser celestial vem à Terra para tentar colocar um ponto final nessa briga de família.

Mas a melhor personagem dessa primeira parte da temporada, sem dúvida, é a Ella Lopez (Aimee Garcia), a legista da polícia de Los Angeles. Ela veio evoluindo ao longo da série e agora ela arranjou um namorado, que não é o que parece. E ela é o alívio cômico em uma série que é policial. Aimee caiu muito bem no papel e dá algumas referências à cultura pop.

A série tem algumas falhas, porém ela é continua e tem poucos episódios, alguns poderiam ser editados em algumas partes que nada acrescenta na história. Além de alguns problemas com intepretações, que alguns atores (em algumas vezes) parecem estar perdidos ou o diálogo parece forçado. Fora isso, a série ganhou força e um plot-twitst muito interessante para próxima parte, que ainda não temos mais informações.

Nota: 3,5/5

Nova edição de “Belas maldições”, de Neil Gaiman e Terry Pratchett, chega às livrarias

A obra, escrita em conjunto por dois dos maiores autores de fantasia do mundo,
vai ganhar uma versão para a TV em 2018

image004.jpgParceria entre dois dos maiores autores de fantasia do mundo, “Belas maldições”, de Neil Gaiman e Terry Pratchett, é o livro favorito de muitos fãs do gênero. Em maio, a Bertrand Brasil lança edição revisada e com capa renovada da obra, que vai ganhar uma adaptação para a TV em 2018.

A trama acompanha dezenas de personagens no que parecem ser os últimos dias antes do fim do mundo. Crowley, um demônio, e Aziraphale, um anjo, representam o que há de Bom e Mau no planeta. Mas, depois de 4 mil anos vivendo por aqui, eles se tornaram grandes amigos e desenvolveram certo gosto pela humanidade. Para tentar evitar o armagedom, eles precisam encontrar o Anticristo, um menino de 11 anos.

Mas a tarefa não será das mais fáceis, porque aparentemente o Anticristo foi confundido na maternidade e acabou crescendo no lugar errado, com a família errada. No caminho, eles ainda vão topar com uma jovem bruxa que foi a única a prever corretamente o fim do mundo, alguns caçadores de bruxa e até os quatro cavaleiros do apocalipse, que têm trabalhos bem mundanos: Guerra e Fome, por exemplo, são respectivamente uma repórter correspondente de guerra e um magnata do fast food.

Descrito pelo jornal San Francisco Chronicle como “o Livro do Apocalipse como se fosse reescrito pelo Monty Python”,“Belas maldições” reúne as melhores características dos dois autores, num mergulho hilário e um tantinho nonsense num mundo de fantasia cheio de referências.

Produzida pela BBC Studios, a série de TV inspirada em “Belas maldições” será exibida pela Amazon em 2018. O próprio Neil Gaiman escreveu os roteiros dos seis episódios. “Há quase 30 anos, Terry Pratchett e eu escrevemos o livro mais engraçado que conseguimos conceber sobre o fim do mundo, povoado por anjos, demônios, um anticristo de 11 anos e os quatro cavaleiros do apocalipse. É o livro favorito de muita gente. E, três décadas depois, ele vai chegar às telas. Gostaria que Sir Terry estivesse vivo para ver isso”, disse Gaiman num comunicado em janeiro, quando a produção foi anunciada.