Arquivo da tag: Netflix Brasil

COM ESTREIA EM 23 DE OUTUBRO NA NETFLIX, A CAMINHO DA LUA GANHA TRAILER E PÔSTER OFICIAIS

A música-tema do filme, “Vou Voar”, será cantada por Priscilla Alcântara e lançada nas plataformas digitais.  

Sobre A CAMINHO DA LUA:

Lançamento: 23 de outubro 
Diretor:  Vencedor do Oscar® Glen Keane (Dear Basketball)
Produtoras: Gennie Rim (Dear Basketball), Peilin Chou (Abominável)
Escritor por: Audrey Wells (O Ódio que Você Semeia)
Codiretor: Vencedor do Oscar® John Kahrs (O Avião de Papel)
Produtores executivos: Janet Yang (O Clube da Felicidade e Sorte), Glen Keane, Ruigang Li, Frank Zhu, Thomas Hui
Canções originais por: Christopher Curtis (Chaplin), Marjorie Duffield, Helen Park (KPOP)
Trilha Sonora por: Vencedor do Oscar® Steven Price (Gravidade)
Elenco da dublagem em inglês: Cathy Ang (Fei Fei), Phillipa Soo (Chang’e), Robert G. Chiu (Chin), Ken Jeong (Gobi), John Cho (Pai), Ruthie Ann Miles (Mãe), Margaret Cho (Tia  Ling), Kimiko Glenn (Tia Mei), Artt Butler (Tio), e  Sandra Oh (Sra. Zhong)

(Foto: divulgação)

Sinopse
Apaixonada pela ciência, Fei Fei constrói uma nave espacial e parte para a lua determinada a comprovar a existência de uma deusa lendária. Chegando lá, ela acaba assumindo uma missão e descobre uma região habitada por criaturas fantásticas. Dirigido por Glen Keane, um grande nome do mundo da animação, e produzido por Gennie Rim e Peilin Chou, A Caminho da Lua é uma divertida aventura musical que revela o poder da imaginação e mostra a importância de seguir em frente diante do inesperado.

‘Lúcifer’ traz novos seres angelicais na primeira parte da quinta temporada

Por Rodrigo Bocatti

‘Lúcifer’ chega à Netflix. (Foto: divulgação)

Depois do cancelamento da série ‘Lúcifer’ pela Fox, a internet veio abaixo, com diversos fãs pedindo para alguma emissora dos EUA ou serviço de streaming pegá-la para dar continuidade a história e foi isso que a Netflix fez.

Com a aquisição, o streaming começou a planejar a 5ª temporada da produção baseada no personagem que surgiu nos quadrinhos de Sandman. E antes mesma da estreia, a Netflix anunciou que teremos uma próxima temporada, pegando muitos de surpresa, até o ator Tom Ellis.

Só para recapitular um pouco, Lúcifer (Tom Ellis) saiu de cena para proteger o filho da Dra. Linda (Rachel Harris) e Amenadiel (D.B. Woodside). Porém, com sua saída repentina, o romance dele e da detetive Chloe (Lauren German) foi perdido com isso também.

Com sua função original de guardião do Inferno e afastado da Terra, ele deu uma brecha para seu irmão gêmeo Miguel (sim, o arcanjo) (Tom Ellis) pudesse descer dos céus e causar uma bagunça na vida que o protagonista deixou. O romance de Lúcifer e Chloe sofreu um baque e foi revelado algo para a detetive, que a deixou chocada. O relacionamento de confiança com Mazikeen (Lesley-Ann Brandt) também foi abalado, pois o antagonista revelou algo do passado dela, que até então era escondido (e o melhor episódio, na minha opinião, dessa parte da quinta temporada).

Com a mensagem de Amenadiel, que vai ao Inferno avisar Lúcifer, o nosso querido protagonista volta e tenta consertar um pouco do que aconteceu em sua vida, mas antes ele vai ao embate do irmão e marca ele para ninguém os confundir mais.

Na sua volta, ele retoma o romance com Chloe, porém o segredo que foi revelado a ela, deixa o casal em uma situação complicada. Mazikeen, no começo fica brava com Lúcifer por não a ter levado junto para ‘casa’, e fica contra ele, por conta do segredo que lhe foi revelado.

No final da primeira parte da temporada, temos uma luta muito bem coreografada entre Lucífer e Amenadiel x Mazikeen e Miguel. O confronto acontece por diversas razões que vão se desenrolando. E um ser celestial vem à Terra para tentar colocar um ponto final nessa briga de família.

Mas a melhor personagem dessa primeira parte da temporada, sem dúvida, é a Ella Lopez (Aimee Garcia), a legista da polícia de Los Angeles. Ela veio evoluindo ao longo da série e agora ela arranjou um namorado, que não é o que parece. E ela é o alívio cômico em uma série que é policial. Aimee caiu muito bem no papel e dá algumas referências à cultura pop.

A série tem algumas falhas, porém ela é continua e tem poucos episódios, alguns poderiam ser editados em algumas partes que nada acrescenta na história. Além de alguns problemas com intepretações, que alguns atores (em algumas vezes) parecem estar perdidos ou o diálogo parece forçado. Fora isso, a série ganhou força e um plot-twitst muito interessante para próxima parte, que ainda não temos mais informações.

Nota: 3,5/5

Confira o trailer e o pôster de “OS 7 DE CHICAGO”

Sobre OS 7 DE CHICAGO

O que era para ser um protesto pacífico na Convenção Nacional do Partido Democrata de 1968 se transformou em um violento confronto com a polícia e a Guarda Nacional dos EUA. Os organizadores do protesto — que incluíam nomes como Abbie Hoffman, Jerry Rubin, Tom Hayden e Bobby Seale — foram acusados de conspiração por incitar a desordem, e o julgamento decorrente foi um dos mais notórios da história.

Diretor/Escritor: Vencedor do Oscar® e do Emmy® Aaron Sorkin
Elenco: Yahya Abdul-Mateen II, Sacha Baron Cohen, Joseph Gordon-Levitt, Michael Keaton, Frank Langella, John Carroll Lynch, Eddie Redmayne, Mark Rylance, Alex Sharp, Jeremy Strong, Noah Robbins, Danny Flaherty, Ben Shenkman,  Kelvin Harrison Jr., Caitlin Fitzgerald, Alice Kremelberg, John Doman, J.C. MacKenzie, Damien Young, Wayne Duvall, C.J. Wilson  
Produzido por: Marc Platt, Stuart Besser, Matt Jackson and Tyler Thompson
Produtores Executivos: Laurie MacDonald, Walter Parkes, Marc Butan, Anthony Katagas, James Rodenhouse, Nia Vazirani

(Foto: divulgação)

‘Fuller House’ não decepciona e entrega uma boa última temporada

Por Rodrigo Bocatti

Acredito que você tiver por volta de uns 30 anos deve ter visto, ou conheceu, a série ‘Três é Demais’, uma sitcom que mostrava a história de um pai solteiro que criava três filhas, com a ajuda de dois amigos. Quando a Netflix anunciou que ia produzir uma continuação do seriado, os fãs mais nostálgicos ficaram felizes, ainda mais com o anúncio que o elenco original retornaria.

‘Fuller Hous’ estreou, em 2016, com grandes expectativas nostálgicas e nos entrega isso. A história é similar, mas agora com D.J (Candace Cameron) cuidando de três filhos, sendo o mais novo, Tommy, interpretado pelos gêmeos Dashiell e Fox Messit, como aconteceu com a Michele (Mary Kate/Ashley Olsen). Os outros são Jackson (Michael Campion) e Max (Elias Harger).              

As temporadas passadas trouxeram algumas situações cômicas, como a viagem para o Japão, onde Steve (Steve Hale) ia se casar e acaba se declarando para D.J, que impede o grande amor da sua via de se amarrar com outra e, ao mesmo tempo, ela termina o relacionamento com Matt (John Brotherton). E então, começa um namoro entre D.J e Steve, como na série original.

Stephanie (Jodie Sweetin) começou a série como uma irmã que mora no porão, após sua carreira de DJ na Europa acabar. Ela se envolve em algumas confusões que lembram os anos 90 e ainda solta seu bordão “que grosseria’. Ela acaba se envolvendo, e apaixonando, por um Gibbler, o Jimmy (Adam Hagenbuch), onde engatam um namoro divertido.

Ele é irmão da inesquecível Kimmy Gibbler (Andrea Barber), que é separada de Fernando (Juan Pablo Di Pace), e mãe de Ramona (Soni Bringas). Mãe e filha moram na casa da família Turner e o ex-marido de Kimmy é vizinho deles, onde mora junto com Jimmy.

 Ao longo das temporadas, tivemos muitas participações especiais de Jesse (John Stamos), Danny (Bob Saget) e Joey (Dave Coulier), que se tornaram personagens recorrentes, mas sem roubar o brilho dos protagonistas.

Para quem não se lembra, a primeira parte da última temporada terminou com o pedido de casamento de Steve para D.J, onde essa aceitou. Então, a sexta temporada girou em torno dos preparativos dos casamentos. Isso mesmo, no plural, Jimmy pediu a mão de Steph e Kimmy e Fernando decidiram se casar novamente.

Além dos casais, os jovens também brilharam. Mesmo começando um pouco perdidos, Ramona, Jackson e Max se encontram no decorrer das temporadas e tem momentos cômicos e fofos. Os dois primeiros, que se consideram irmãos, sempre estão se ajudando, até nas primeiras paixões. Max, o gênio da família, não decepciona e rouba a cena em alguns momentos.

A série teve alguns problemas de ritmo, mas acredito que na quarta temporada acertaram de vez a mão e caminhou sem problemas. Claro que rola muito confusão e as risadas são garantidas, mas também a série não peca em emoção, já que estamos nos despedindo de uma família que é igual a qualquer a maioria: cheia de defeitos, mas perfeita no jeito dela e quando briga logo se acerta.

Nota: 4/5

‘Enola Holmes’ é o destaque das estreias da Netflix, em setembro

Por Rodrigo Bocatti

A Netflix vem fazendo grandes lançamentos nesses meses que estamos tendo que ficar mais em casa (ou teríamos que fazer isso) e em setembro não será diferente. Um dos filmes mais esperados da plataforma, desde que foi anunciado, ‘Enola Holmes’ finalmente terá sua estreia, com Millie Bobby Brown (a Eleven, de Stranger Things), Henry Cavill e Sam Clafin, no elenco. O longa chega dia 15.

A comédia estará presente, em mais um especial stand-up, do comediante Alfonso Padilha, com o seu solo “Alma de Pobre”, que estará disponível hoje na plataforma.

Quem gosta de terror terá um prato cheio este mês. Os principais lançamentos do gênero são “A Babá – Rainha da Morte”, original Netflix (10/09), “Annabelle 2: A criação do Mal” (07/09), “A Maldição de Chucky” (já disponível).

A Netflix também tem lançamentos para quem gosta de animações. “Jurassic World: Acampamento Jurássico” é o grande destaque entre os desenhos. A produção original do streaming chega dia 18.

Quem gosta de maratonar séries terá uma novinha para poder assistir. “Away”, original Netflix, que chega dia 04, e conta a primeira expedição rumo a Marte, porém a astronauta vivida por Hilary Swank terá que deixar sua família para trás.

Veja os principais lançamentos da Netflix:

03 de setembro:

– Amor Garantido;

– Permanência;

– Afonso Padilha: Alma de Pobre;

04 de setembro:

– Away – Temporada 1;

– Estou Pensando em Acabar com Tudo;

– Em Algum Lugar do Passado;

– Tropa de Elite;

– Demônio;

– Spirit – Cavalgando Livre: Academia de Equitação;

– George, o Curioso;

– Frankstein e os Pestinhas;

07 de setembro:

– Annabelle 2: A Criação do Mal;

08 de setembro:

– The Post – A Guerra Secreta;

– StarBeam – Temporada 2;

09 de setembro:

– Lindinha;

– Muito Amor Pra Dar;

– Memórias de Idhún;

10 de setembro:

– O Impossível;

– A Babá: Rainha da Morte;

– Julie and the Phantoms;

11 de setembro:

– A Duquesa – Temporada 1;

– Procura-se um Pai;

– Pets Unidos;

12 de setembro:

– Uma Aventura Lego;

14 de setembro:

– Sem Maturidade Pra Isso – Temporada 1;

16 de setembro:

– Baby – Temporada 3;

– Criminal: Reino Unido – Temporada 2

– Nas Montanhas da Coruja – Temporada 2;

– O Diabo de Cada Dia;

– Remédio Amargo;

17 de setembro:

– A Penúltima Palavra – Temporada 1;

– Dragon’s Dogma;

18 de setembro:

– Jurassic World: Acampamento Jurássico;

22 de setembro:

– Jack Whitehall: Travels withs My Father – Temporada 1;

– Lady Bird – A Hora de Voar;

– Trama Fantasma;

– Chico Bom Bon: O Macaquinho Faz-Tudo;

– Expresso de Aventura;

23 de setembro:

– Enola Homles;

24 de setembro:

– Verdade ou Desafio;

25 de setembro:

– Sneakerheads – Temporada 1;

– Meio Country Meio Hip Hop – Temporada 1;

30 de setembro:

– O Espetacular Homem-Aranha;

– Todo Dia.

BASTIDORES THE WITCHER

Por Luigi Buratto

‘The Witcher – Making Of’ traz os bastidores da série do bruxo Geralt. (Foto: divulgação)

‘The Witcher – Making Of’, nova série da Netflix, conta um pouco dos bastidores da série que fez sucesso na plataforma

Se você curte o bruxo Geralt (Henry Cavill) e toda a fantasia do Continente, com certeza não pode perder esse documentário de pouco mais de 30 minutos que a Netflix disponibilizou, mostrando o processo criativo e até as cenas de ação protagonizadas pelo ator.

O que mais gosta na série? Conta pra gente nos comentários

O fim do começo de tudo – 3%

Por Rodrigo Bocatti

Última temporada de ‘3%’ já esta na Netflix. (Foto: divulgação)

Lançada em 2016, a série original da Netflix ‘3%” foi a primeira produção brasileira da gigante do streaming, e depois dela veio ‘Coisa Mais Linda’, ‘O Mecanismo’, ‘Boca a Boca’ entre outras. Porém agora a história chega ao fim, com sua derradeira temporada, e fecha bem todo um ciclo. Com poucos episódios a série tem seus altos e baixos, mas a história não se perde e tem alguns momentos emocionantes.

Só para relembrar um pouco a história: a série conta a história dos moradores do Continente, que vivem em uma condição precária. Porém, os jovens quando completam 20 anos têm a chance de mudar de vida e ir para o Maralto, onde a vida é melhor e não tem problemas, mas para isso eles precisam passar por um processo e apenas 3% são aprovados para viverem no chamado ‘paraíso’.

Depois somos apresentados ao casal (ou trisal, né) fundador e conhecemos um pouco de como começou o Maralto, e também vemos como está a vida dos protagonistas, uns que passaram no Processo e outros que foram reprovados.

A partir daí Michele (Bianca Comparato) e Rafael (Rodolfo Valente), que foram aprovados, tentam destruir o Maralto por dentro, já que são infiltrados da Causa (uma organização que visa acabar com o Processo), e Joana (Vaneza Oliveira) e Marco (Rafael Lozano), que voltam para o Continente, mas pensam em um plano de encerrar os testes.

Guerra em ‘3%’ parece ser iminente. (Foto: divulgação)

Passamos também pela construção da Concha, onde Michele (já expulsa do Maralto) promete aceitar todas as pessoas sem nenhuma prova, porém quando uma tempestade de areia afeta a construção e a líder recusa a ajuda do Maralto (já que eles queriam liderar a Concha) ela se vê em uma posição crucial e decide aplicar provas para algumas pessoas deixarem o local. E então, quando descobrem o que aconteceu, quem saiu quer entrar novamente e uma guerra quase se instaura.

Nesse meio tempo, o plano do Maralto de sabotar a Concha é descoberto. A culpa recai sobre Marcela (Laila Garin), que buscava tomar o comando do local, mas é capturada pelo povo da Concha e se tornar uma prisioneira. Enquanto isso no Maralto, André (Bruno Fagundes) – irmão de Michele – se tornar o líder do processo e está sedento por guerra.

Enfim chegamos na última temporada, com uma guerra prestes a estourar, um novo processo se inicia, com participantes sedentos para irem para o Maralto, porém lá alguns moradores da Concha são convidados para uma missão diplomática no Maralto, mas eles elaboram um plano para acabar com tudo. E isso pode desencadear uma guerra no Continente.

Enquanto isso, Marcela tenta reaver seu posto de comandante, diante de André, porém ele segue com o Processo, com provas que colocam em risco a resistência física dos competidores. Mas um plano interno, dos funcionários do Processo, pode dar uma reviravolta na história.

Tudo parece estar encaminhando para uma guerra sem fim entre os moradores do Maralto e Continente, porém Joana encontra uma maneira de a paz finalmente reinar entre eles, mas diante de uma última prova.

A última temporada tem uma dinâmica muito boa e a história segue sem maiores percalços. Não faltam momentos de emoção e tensão. Vaneza Oliveria, a Joana, vinha em uma crescente com sua personagem e agora, no fim do ciclo, vemos no que ela se tornou: um ponto de esperança para esse mundo pós-apocalíptico.

 Nota: 4,5/5

Netflix divulga pôster de filme inspirado em livro da Verus

(Foto: Divulgação)

Enola Holmes, a irmã de Sherlock Holmes vai mostrar que o sangue investigativo também corre em suas veias. Com Millie Bobby Brown, – a Eleven de Stranger Things – no papel da protagonista o filme é baseado no livro “Enola Homes: O caso do marquês desaparecido” (Verus Editora) com estreia dia 23 de setembro na Netflix.  

Em Enola Holmes: O caso do marquês desaparecido, a irmã do famoso detetive Sherlock Holmes descobre no dia de seu aniversário de catorze anos que sua mãe desapareceu. Por conta dessa descoberta, ela embarca em uma viagem a Londres em busca de pistas que indiquem o paradeiro da mãe. Mas nada poderia preparar Enola para o que a espera na cidade grande. Ao chegar, ela se vê envolvida no sequestro de um jovem marquês. E, no meio de toda a trama, ainda é obrigada a fugir de vilões assassinos e tentar se esquivar de seus astutos irmãos mais velhos. Porém, nessa busca por sua mãe, ela conta com aliado muito importante: um caderno de mensagens cifradas deixado pela mãe. Ele será seu companheiro em todas as aventuras e confusões em que a astuta Enola irá se meter.

Novas temporadas de ‘Lucífer’, ‘3%’ e ‘The Rain’ são os destaques de agosto da Netflix

Por Rodrigo Bocatti

A Netflix preparou a volta de grandes séries que são grandes sucessos na plataforma de streaming. ‘Lucifer, ‘3%’ e ‘The Rain’ terão para novas temporadas disponibilizadas.

Tom Ellis faz um retorno triunfal, como Lucifer, Chloe repensa o amor, Ella finalmente encontra um cara legal e Amenadiel se adapta à paternidade. A continuação chega dia 21;

A série brasileira ‘3%’ chega em sua derradeira temporada, com o conflito entre a Concha e o Maralto se escancarado e uma guerra é iminente. Mas, enquanto o Processo 108 se inicia sob uma liderança nova e ainda mais agressiva, os integrantes da Concha são convidados para uma visita diplomática ao Maralto. A proposta de paz acaba sendo o pretexto para a destruição que definirá o futuro desse mundo dividido. Estreia dia 14.

No dia 06 de agosto, ‘The Rain’ volta para sua terceira temporada e anos após a chuva dizimar a população da Escandinávia, Simone e Rasmus se desentendem sobre como salvar a humanidade.

Entre os filmes que chegam à plataforma, os destaques são ‘No Coração do Mar’ e ‘Círculo de Fogo A Revolta’. Sucesso nas salas de cinemas, os longas chegam dias 01 e 13, respectivamente.

O primeiro filme, conta a história real que inspirou Moby Dick, com Cris Hwmswoth no elenco. E no segundo, o filho de Stacker Pendercost, Jake, se une a um amigo piloto e uma hacker para enfrentar uma nova ameaça kaiju na batalha para salvar a humanidade

Confira as principais estreias da Netflix, em agosto:

01 de agosto:

– No Coração do Mar;

– Além de Escuridão – Star Trek;

– Armações do Amor;

– Colateral;

– Footloose;

– Fuga de Alcatraz;

– Good Burguer;

– Instinto Selvagem;

– Lenda Urbana;

– Loucademia de Polícia 2: A Primeira Missão;

– Love Story – Uma História de Amor;

– Operação Sombra – Jack Ryan;

– Ressurreição;

– Sleight – O Truque Perfeito;

03 de agosto:

– Casa Grande;

04 de agosto:

– Mundo Mistério – temporada 1;

05 de agosto:

– Unbreakable Kimmy Schmidt: Kimmy x Reverendo

06 de agosto:

– The Rain – temporada 3;

07 de agosto:

– Alto Mar – temporada 3;

– Natureza Discreta – temporada 1;

– Sunset – Milha de Ouro – temporada 3;

– Dançarina Imperfeita;

12 de agosto:

– Greenleaf – temporada 5

13 de agosto:

– Círculo de Fogo – A Revolta;

14 de agosto:

– 3% – temporada 4;

– Assalto ao Banco Central – temporada 1

– Teenage Bounty Hunters – temporada 1;

– Dirty John – O Golpe do Amor – temporada 1;

– Power;

18 de agosto:

– A Cidade Onde Envelheço;

19 de agosto:

– Crimes de Família;

20 de agosto:

– Biohackers – temporada 1;

– John à Procura de Aliens

21 de agosto:

– Lucifer – temporada 5;

– Hoops – temporada 1

– Missão Pijamas;

– Tammy: Fora de Controle;

25 de agosto:

– Gatunas – temporada 2;

– O Destino de Uma Nação;

26 de agosto:

– Mansão de Praia – temporada 1

28 de agosto:

– Cobra Kai – temporadas 1 e 2;

– Sou um Assassino: Em Liberdade – temporada 1;

– Origens Secretas;

– Quase uma Rockstar;

31 de agosto:

– Em Prova: Amiga do Inimigo

Netflix anuncia The Witcher: Blood Origin, série limitada do universo de The Witcher

Netflix anuncia série no mesmo universo de The Witcher. (Foto: Divulgação)

A Netflix tem o prazer de anunciar The Witcher: Blood Origin, uma série limitada do universo de The Witcher. 

‘Blood Origin’ será uma série limitada de live-action com seis partes, cuja história antecede a série hit da Netflix The Witcher.

Sinopse: ambientada no mundo élfico 1200 anos antes do universo de The Witcher, ‘Blood Origin’ contará uma história perdida no tempo – a origem do primeiro Bruxo, e os eventos que levaram à crucial “conjunção das esferas”, quando o mundo de monstros, homens e elfos fundiu-se para se converter em um só.

Declan de Barra será produtor executivo e showrunner e Lauren Schmidt Hissrich será Produtora Executiva

Andrzej Sapkowski será consultor criativo da série. Jason Brown and Sean Daniel, da Hivemind, e Tomek Baginski e Jarek Sawko, da Platige Films, serão Produtores Executivos 

“Como fã de fantasia ao longo da vida, estou muito animado para contar a história de The Witcher: Blood Origin. Uma pergunta está em minha mente desde que li os livros The Witcher – Como era o mundo élfico antes da chegada cataclísmica dos humanos? Eu sempre fui fascinado pela ascensão e queda das civilizações, como a ciência, a descoberta e a cultura florescem logo antes dessa queda. Como vastas gamas de conhecimento se perdem para sempre em tão pouco tempo, muitas vezes agravadas pela colonização e pela reescrita da história. Deixando apenas fragmentos da verdadeira história de uma civilização para trás. The Witcher: Blood Origin contará a história da civilização élfica antes de sua queda e, mais importante, revelará a história esquecida do primeiro Bruxo”, afirmou Barra

“Estou muito feliz por colaborar com Declan e a equipe da Netflix em The Witcher: Blood Origin. É um desafio emocionante explorar e expandir o universo The Witcher criado por Andrzej Sapkowski, e mal podemos esperar para apresentar aos fãs novos personagens e uma história original que enriquecerá ainda mais nosso mundo mágico e mítico”, completou Lauren

The Witcher: Blood Origin’ será filmado no Reino Unido. E ainda não tem data de estreia