Arquivo da tag: Netflix

teorias sobre “la casa de papel”

La Casa de Papel chega sexta-feira, na Netflix. (Foto: Divulgação)

Por Henrique Moita

Nessa sexta-feira (03), chega na Netflix a quarta parte de uma das séries espanholas mais esperadas da plataforma, La Casa de Papel. A última parte terminou deixando muitas perguntas em aberto, fazendo com que fossem geradas diversas teorias pela internet a fora. Os trailers divulgados também deixam muitas dúvidas. Por isso hoje, vamos a uma lista de 5 teorias sobre a série.

Todos os assaltantes estão mortos, menos Tóquio:

Pelo fato de apenas Tóquio narrar os fatos ocorridos nos assaltos, uma das teorias que tem mais força pela internet é que a assaltante é a única sobrevivente dos ataques do bando e está sendo interrogada pela polícia e passando as informações para todos. Essa é uma teoria até que interessante e a Netflix poderia chegar a usar. Porém, ainda vai demorar um tempo para que isso aconteça, já que temos confirmadas as próximas duas partes, com um provável novo assalto. As gravações e datas de lançamento dessas novas temporadas ainda são incertas, ainda mais com o surto do coronavirus, principalmente na Espanha.

Nairóbi sobrevive ao tiro:

Uma das cenas finais na terceira parte da série, e uma das mais marcantes também, é quando Nairóbi vai para a janela do Banco da Espanha, em uma armadilha feita pela inspetora Sierra, para ver seu filho e toma um tiro de um atirador de elite perto do coração. Uma das teorias que rola é que ela não morrerá, pelo menos por enquanto, se formos levar a primeira teoria como verdade, em algum momento, ela deve morrer. Mas esperamos que não seja tão rapidamente assim, pois Nairóbi é uma das personagens mais queridas pelo público.

Tatiana está dentro do Banco e vai ajudar os assaltantes:

Pouco se sabe sobre Tatiana, a ex-namorada de Berlim, porém, uma das teorias que também tem muita força na internet é que a moça está dentro do Banco e em algum momento, vai ajudar o bando. Essa teoria ganhou força pelo fato de que em diversas cenas, aparece uma figurante ruiva (lembrando que Tatiana é ruiva), mas nunca aparece seu rosto. Isso faz com que muitos pensem que ela está lá a mando do Professor e caso a coisa fique muito feia, ela irá ao auxílio dos outros. Lembrando que Berlim, nas cenas de flashback, fala que Tatiana conhece os planos dele, então não seria absurdo ela estar participando desse, a pedido do Professor. E lembrando também que, nessa temporada, já foi mostrado que o bando tinha um grupo de pessoas disfarçadas de civis dentro do Banco e que foram escolhidos “aleatoriamente” para ajudar a roubar o ouro.

Lisboa do lado dos policiais:

Essa é uma das teorias que eu menos acredito. Porém, no trailer divulgado, vemos a ex-inspetora Raquel chegando no QG montado pela polícia do lado de fora do Banco. Lá a inspetora Sierra começa a oferecer perdão para ela, caso ela ajude com informações sobre o assalto. Sierra usa, inclusive, a família de Raquel como parte do acordo. Lembrando que, caso ela colabore, não precisará mais ficar fugindo com a sua filha e sua mãe, que já se encontra em um estado muito avançado do alzheimer. O que nos resta é esperar para ver se ela de fato mudara de lado, mais uma vez. Lembrando que o professor imagina que ela foi executada e não conta com essa “carta na manga” da polícia espanhola.

Berlim está vivo e vai ajudar no assalto:

Essa é uma das teorias mais absurdas que eu vi, mas que tem muitos adeptos. Não é segredo para ninguém que Berlim é um dos personagens mais queridos da série. O assaltante teve um final trágico, quando, ao tentarem escapar do primeiro assalto, ele fica para trás, para segurar os policiais e não deixar que eles chegassem no grupo. Na cena em questão ele vira praticamente um escorredor de macarrão, de tanto tiro que ele toma, porém AINDA ASSIM, diversas pessoas acham que ele pode estar vivo. Tudo porque, em todos os trailers, sempre aparece o personagem. Por mais que seja ÓBVIO que essas cenas são dos flashbacks apresentados, para a explicação do plano, muitos creem cegamente que são cenas “atuais”. Como todas as outras, só nos resta esperar para ver quais dessas teorias serão verdade e quais não.

Hasbro e Netflix: primeiro trailer da trilogia ‘TRANSFORMERS: WAR FOR CYBERTRON: SIEGE’

A Hasbro e a Netflix, em parceria com a Rooster Teeth, lançaram o primeiro teaser trailer do Capítulo Um da tão esperada trilogia TRANSFORMERS: WAR FOR CYBERTRON, que estreia no serviço de streaming em data a ser anunciada em breve. A série aumenta as apostas sobre a guerra entre os Autobots e Decepticons, com o Capítulo Um tendo seis episódios de vinte e dois minutos cada. A série vem repaginada com um novo visual e estilo de animação que apresenta os TRANSFORMERS como você nunca viu. A trilogia TRANSFORMERS: WAR FOR CYBERTRON mergulha profundamente em eventos que vivem no coração desta lendária franquia da Hasbro, destacando um período crítico na história dos TRANSFORMERS em seu planeta natal, Cybertron.

TRANSFORMERS: WAR FOR CYBERTRON: SIEGE começa nas últimas horas da devastadora guerra civil entre os Autobots e os Decepticons. A guerra que destruiu o planeta Cybertron está em um ponto crítico e os dois líderes, Optimus Prime e Megatron, querem salvar seu mundo e unificar seu povo, mas em seus próprios termos. Na tentativa de acabar com o conflito, Megatron considera usar o Allspark, fonte de toda a vida e poder em Cybertron, para “reformar” os Autobots e assim “unificar” Cybertron. Em menor número e cansados da batalha, os Autobots orquestram uma série desesperada de contra-ataques em uma missão que, se tudo der certo, terminará com uma escolha impensável: matar seu planeta para salvá-lo.

(Foto: Divulgação)

A Rooster Teeth está produzindo a série original para a Netflix e a Polygon Pictures (Godzilla, Knights of Sidonia) é o estúdio de animação. O comando da série fica por conta de F.J. DeSanto, já veterano no universo Transformers:ele trabalhou em Transformers: Titans Return e Transformers: Power of the Primes. Ele atua na série com vários outros escritores incluindo George Krstic (Megas XLR), Gavin Hignight (Transformers:  Cyberverse) e Brandon Easton (Agent Carter e Transformers: Rescue Bots).

“Estamos entusiasmados por trabalhar com a Rooster Teeth, a Netflix e a Hasbro para dar vida a essa história para os fãs”, diz Shuzo John Shiota, presidente e CEO da Polygon Pictures Inc. (PPI). “O universo TRANSFORMERS tem tantos personagens ricos e histórias envolventes. Ter a oportunidade de fazer parte da equipe trazendo esses robôs nesta nova trilogia é inacreditável”, afirma o executivo.

“A marca TRANSFORMERS é um fenômeno global com brinquedos, produtos de consumo, filmes, programas de televisão e literatura, alcançando milhões de fãs apaixonados em todo o mundo”, diz Tom Warner, vice-presidente sênior da franquia TRANSFORMERS da Hasbro. “Esta nova série da Netflix adicionará à incrível lista de derivados da franquia TRANSFORMERS uma história verdadeiramente única que encantará tanto os fãs existentes quanto aqueles que estão sendo apresentados à maravilha dos robôs disfarçados.”

“A trilogia TRANSFORMERS: WAR FOR CYBERTRON marca a produção inaugural da nossa divisão Rooster Teeth Studios e estamos orgulhosos com a parceria e confiança da Hasbro e da Netflix”, revela Matt Hullum, co-fundador e Diretor de Conteúdo da Rooster Teeth. “Como fãs desses personagens, foi uma alegria trazer nossa história e experiência em animação para este projeto. Este teaser trailer é apenas um gostinho do que está por vir nesta série e mal podemos esperar para ver o que os fãs pensam, especialmente a nossa comunidade Rooster Teeth!”, completa o executivo.

O elenco de talentos de dublagem da série inclui Jake Foushee (Optimus Prime), Jason Marnocha (Megatron), Linsay Rousseau (Elita-1), Joe Zieja (Bumblebee), Frank Todaro (Starscream), Rafael Goldstein (Ratchet), Keith Silverstein (Jetfire), Todd Haberkorn (Shockwave e Red Alert), Edward Bosco (Ultra Magnus e Soundwave), Bill Rogers (Wheeljack), Sophia Isabella (Arcee), Brook Chalmers (Impactor), Shawn Hawkins (Mirage), Kaiser Johnson (Ironhide), Miles Luna (Teletraan I eCliffjumper) e Mark Whitten (Sideswipe e Skywarp).

Mais detalhes sobre os capítulos dois (EARTHRISE) e três de TRANSFORMERS: WAR FOR CYBERTRON serão anunciados em breve.

POKÉMON E NETFLIX SE UNEM PARA O LANÇAMENTO MUNDIAL DE POKÉMON, O FILME: MEWTWO CONTRA-ATACA – EVOLUÇÃO

O mais novo longa de desenho animado em CGI da Pokémon será lançado exclusivamente no Dia de Pokémon, em 27 de fevereiro de 2020

A Pokémon Company e a Netflix anunciaram hoje que o mais novo longa de desenho animado baseado na amada franquia Pokémon será lançado na Netflix ao redor do mundo (com exceção do Japão e Coreia). Pokémon, o filme: Mewtwo contra-ataca – Evolução traz um estilo novo em CGI aos longas de desenho animado da Pokémon e é inspirado em uma das estórias mais populares da franquia. O filme foi a maior sensação no Japão, onde estreou como um dos filmes de maior bilheteria durante o fim de semana do seu lançamento no ano passado.

“A equipe experiente e o alcance da Netflix a tornam a parceira perfeita para trazer esta animação especial às crianças e fãs ao redor do mundo”, disse Emily Arons, vice-presidente sênior de negócios internacionais na The Pokémon Company International. “A Netflix é a plataforma ideal para nos ajudar a executar o lançamento global do longa de desenho animado bem no Dia de Pokémon, uma data exclusiva para celebrar a comunidade de fãs de Pokémon ao redor do mundo.”

Sinopse de Pokémon, o filme: Mewtwo contra-ataca — Evolução: Ao descobrir um fóssil do Pokémon Mítico Mew, pesquisadores decidem criar algo que desafia as leis da natureza: Mewtwo, um Pokémon Lendário gerado para ser usado como uma ferramenta de destruição. No entanto, ao se tornar consciente da sua própria existência, Mewtwo começa a ressentir os seus criadores humanos e decide se vingar, e Ash, Pikachu e seus amigos acabam se envolvendo nesta confusão! O futuro do mundo Pokémon está em perigo, mas será que nossos heróis conseguirão superar o desafio de Mewtwo? E será que Mewtwo conseguirá descobrir um novo sentido para a sua vida?

CCXP19 tem recorde de público e conteúdo marcado pela diversidade

Último dia da CCXP teve lotação máxima e muita diversão dos fãs. (Foto: Marcelo Paixão)

Quarto dia do festival recebeu as estrelas Gal Gadot, Henry Cavill e o elenco de “La Casa de Papel”, além de Ryan Reynolds, que retornou ao palco do Auditório Cinemark XD

Um festival de proporções épicas. Assim pode ser resumida a CCXP19, que terminou neste domingo, 8, após quatro dias de intensa programação. Em sua sexta edição no Brasil, o maior festival de cultura pop do mundo reuniu 280 mil pessoas vindas de todas as partes do país. Dentre os estados que mais compareceram, São Paulo aparece na frente com 72% – sendo 70% de fora da capital – seguido por Rio de Janeiro, Minas Gerais e Paraná. A organização estima que o evento tenha injetado cerca de R$ 265 milhões na economia da cidade e gerado 11 mil empregos diretos e indiretos.

“A CCXP alcançou um lugar de destaque no cenário do entretenimento mundial. Mais uma vez entregamos ao público um festival de qualidade internacional, reconhecido pelos estúdios e que traz para o Brasil conteúdos que vão reverberar pelos próximos meses. Fazer tudo isso pelos fãs e ainda poder gerar emprego e movimentar a economia são coisas que tornam tudo isso ainda mais incrível. Estamos entregando mais um evento épico e já pensando na edição de 2020. Aliás, a CCXP20 já tem data marcada: de 3 a 6 de dezembro”, anuncia Pierre Mantovani, CEO da CCXP.

 CCXP19 em números 

O festival ocupou um espaço de 115 mil m² com ativações de 15 estúdios e plataformas de streaming, 35 lojas especializadas em produtos com temática geek e 55 marcas que, segundo estimativa dos organizadores, tiveram faturamento de R$ 52 milhões. Quem passou pela CCXP19 gastou, em média, R$ 325,00. Na praça de alimentação, foram disponibilizados 42 restaurantes e outras opções de alimentação. Ao todo, 150 toneladas de alimentos foram servidas aos visitantes e convidados. Os produtos mais consumidos foram hambúrguer e refrigerante, sendo esta considerada a maior venda de refrigerante em eventos indoor em São Paulo.

Com relação ao público, 51% eram homens e 49% mulheres, o que refletiu em uma programação mais igualitária e jovem uma vez que dados indicam que 66% dos visitantes tinha entre 15 e 34 anos.

A CCXP19 reforçou sua relevância global no mercado de entretenimento ao reunir celebridades como Gal Gadot, Margot Robbie, Henry Cavill, Ryan Reynolds, John Boyega, Oscar Isaac, Daisy Ridley, o diretor J. J. Abrams e o elenco de “La Casa de Papel”, entre outros nomes aclamados. O festival ainda foi palco da pré-estreia de “Frozen 2”, da divulgação do trailer inédito de “Viúva Negra”, do teaser de “Eternos” e do aguardado trailer de “Mulher-Maravilha 1984”, que teve uma inédita transmissão global via Twitter.

A cobertura do festival também teve números superlativos, com mais de dois mil formadores de opinião, entre jornalistas e influenciadores, vindos de 25 países, além de 170 profissionais de foto, vídeo, redes sociais e conteúdo. Foram exibidas mais de 130 horas de transmissão ao vivo, com uma unidade móvel dedicada à transmissão da Omeleteve, canal do Omelete no Youtube. A conectividade foi outro ponto alto da CCXP19, que teve 60 quilômetros de fibra ótica conectando todo o pavilhão com wi-fi gratuito disponibilizado para os todos os visitantes e tecnologia 5G para cobertura de conteúdos em tempo real, com aparelhos celulares de última geração.

 Surpresas e grandes elencos no Auditório Cinemark XD

O último dia no Auditório Cinemark XD recebeu o aguardado painel da Netflix, que teve início com uma grande surpresa: Henry Cavill, protagonista de “The Witcher”, que subiu no palco e foi recebido por uma plateia extasiada. Outro elenco aclamado foi o da série “La Casa de Papel”. Os atores Rodrigo de la Serna, Esther Acebo, Pedro Alonso, Alba Flores e Darko Peric contaram um pouco sobre série e o público pôde conferir metade do primeiro episódio da próxima temporada. Em seguida, foi a vez de Ryan Reynolds retornar ao Auditório Cinemark XD para divulgar seu segundo trabalho nesta edição da CCXP19, “Esquadrão 6”, junto com os colegas de elenco Adria Arjona, Mélanie Laurent, Corey Hawkins e Manuel Garcia-Rulfo.

Mas foi a Warner que comandou os dois últimos painéis do Auditório Cinemark XD neste domingo. Primeiro, o estúdio apresentou suas estreias de 2020 e projetos para os próximos anos como “Scooby! O Filme”, “Tom & Jerry”, “Space Jam 2”, “DC Super Pets”, “Em um Bairro de Nova York” e “Esquadrão Suicida”, filme que terá a brasileira Alice Braga no elenco. Fechando a noite, Gal Gadot e Patty Jenkins encontraram uma legião de fãs apaixonados. A atriz e a diretora contaram ao público um pouco sobre a produção de “Mulher-Maravilha 1984”, em um painel que teve transmissão pelo Twitter e colocou a CCXP19 nos trending topics da rede social.

Concurso Cosplay

Último dia do concurso de cosplay. (Foto: Ariel Martini)

O último dia da CCXP19 também foi marcado pela grande final do Concurso Cosplay. Dividida em três etapas, a competição contou com o voto popular para selecionar os 12 artistas que subiram ao palco do Creatos Stage by Trigg neste domingo. Quem levou o prêmio principal, um carro 0 km e credenciais Full Experience da CCXP20, foi Jaqueline Fernandes Santos, com o personagem Diablo Prime Evil, de “Diablo III”. Também foram eleitos o Cosplayer Destaque (Nathália Casalecchi, com Winifred Sanderson), Melhor inventividade (Rogerio Silva, com Davy Jones), Melhor Figurino (Rafael Silva, com Dohvakiin) e Melhor Apresentação (Bruno Leão, com Li Shang).

The Witcher 3: Wild Hunt chega ao Xbox Game Pass

(Foto: Divulgação)

A CD PROJEKT RED, criadora da série de jogos The Witcher, anuncia que The Witcher 3: Wild Hunt em breve entrará para a lista de jogos disponíveis no Xbox Game Pass, da Microsoft.

A partir de dezembro, os assinantes dos planos Console e Ultimate poderão baixar e jogar o título sem nenhum custo adicional. Esta oferta inclui mais de 100 horas de aventuras em Wild Hunt, além das 16 DLC gratuitas.

Vencedor de mais de 800 prêmios, incluindo mais de 250 de Jogo do Ano, The Witcher 3: Wild Hunt é um RPG de aventura de mundo aberto baseado em histórias, ambientado em um universo de fantasia sombria. O jogo segue a história do matador profissional de monstros Geralt de Rívia, encarregado de rastrear a filha da profecia – uma arma viva que pode alterar a forma do mundo. Como o bruxo, os jogadores exploram um continente massivo e devastado pela guerra, batalham contra inimigos humanos e monstros, além de enfrentar escolhas significativas e suas conseqüências.

A versão de The Witcher 3: Wild Hunt para Xbox One entrará na biblioteca de jogos do Xbox Game Pass em 19 de dezembro de 2019. O título também está disponível para compra nos formatos digital e físico para PC, Xbox One, PlayStation 4 e Nintendo Switch. Para mais informações sobre o jogo, visite thewitcher.com.

Netflix leva os elencos de “La Casa de Papel” e “Esquadrão 6” para a CCXP19

Netflix anuncia personagens de La Casa de Papel, na CCXP. (Foto: Divulgação)

La Banda e O Esquadrão vão se encontrar em painéis repletos de ação no domingo, com Ryan Reynolds, Michael Bay, Pedro Alonso, Alba Flores, Darko Peric e muitos outros

Os painéis da Netflix na CCXP19 serão recheados de ação. Por meio de um trailer fake postado nas redes sociais, o estúdio revelou hoje suas principais atrações para o festival: as estrelas de “La Casa de Papel” – Pedro Alonso (Berlin), Alba Flores (Nairobi), Darko Peric (Helsinki), Rodrigo de la Serna (Palermo) e Esther Acebo (Estocolmo) –  e do novo filme de Michael Bay, “Esquadrão 6”, incluindo o astro Ryan Reynolds. O conteúdo divulgado ainda deixa no ar uma surpresa que o público pode esperar no domingo (8), quando acontecem os painéis da Netflix.

O último dia festival – realizado entre 5 e 8 de dezembro, no São Paulo Expo – também contará com Gal Gadot e Patty Jenkins em um painel da Warner sobre “Mulher-Maravilha 1984”. Os últimos ingressos de domingo estão disponíveis pelo site www.ccxp.com.br

O painel sobre “Esquadrão 6” vai receber Ryan Reynolds e o elenco do longa dirigido por Michael Bay – a mente por trás das franquias Bad Boys, The Rock e Transformers. Com estreia mundial prevista para o dia 13 de dezembro, o longa narra a trajetória de seis bilionários que forjam as suas próprias mortes e criam um grupo de elite para combater o crime sem serem identificados. 

Já “La Casa de Papel” chega ao evento este ano com um painel que reunirá os atores que deram vida a alguns dos personagens mais queridos deste fenômeno mundial, que já foi visto por mais de 34 milhões de pessoas. A série foi favorita na CCXP 2018, quando mais de seis mil fãs participaram de um assalto na Casa de La Moneda como parte da experiência do estande da Netflix.

Em sua 6ª edição, a CCXP promete uma grande celebração da cultura pop. Além de Ryan Reynolds e do elenco de La Casa de Papel (Netflix), já estão confirmadas Gal Gadot e Patty Jenkins, bem como Margot Robbie, Mary Elizabeth Winstead, Jurnee Smollet-Bell, Rosie Perez, Ella Jay Basco Cathy Yan (Warner). Os artistas das séries de TV também estarão muito bem representados por Iain Gleen (Game of Thrones e Titans), Lana Parrilla (Once Upon a Time) e Lesley-Ann Brandt (Lucifer), entre outros.  Já o time dos quadrinistas é capitaneado por Neal Adams e Frank Miller.

Ingressos CCXP   

3º lote – de 1º de agosto até 4 de dezembro   

Quinta-feira: R$ 240,00 (inteira), R$ 120,00 (meia) e R$ 140,00 (ingresso social).   
Sexta-feira: (ESGOTADO)  
Sábado: (ESGOTADO)  
Domingo: R$ 440,00 (inteira), R$ 220,00 (meia) e R$ 240,00 (ingresso social).   
4 dias: (ESGOTADO)  
Epic: R$ 1.500,00  
Full: (ESGOTADO)  
Unlock (evento voltado para profissionais do mercado de entretenimento): R$ 2.000,00  

CCXP19  

Datas: de 5 a 8 de dezembro de 2019   
Local: São Paulo Expo (Rodovia dos Imigrantes, km 1,5, Água Funda, São Paulo – SP)  

Iain Glen está confirmado na CCXP19

Conhecido por seu papel em “Game of Thrones”, o ator foi escalado pela DC para viver Batman na série “Titãs”, exibida pela Netflix

 O escocês Iain Glen é um dos convidados da CCXP para a sexta edição do evento, que acontece entre 5 e 8 de dezembro, no São Paulo Expo. Famoso por interpretar personagens como Dr. Isaacs, nos filmes de “Resident Evil”, e Sor Jorah Mormont, na série “Game of Thrones”, Glen já tem um novo trabalho em vista: o ator foi escolhido para viver uma versão mais velha de Bruce Wayne em “Titãs”, série da DC exibida pela Netflix. O astro estará no maior festival de cultura pop do planeta na quinta-feira (5/12) e na sexta-feira (6/12), em sessões de Fotos & Autógrafos e outras atividades a serem divulgadas em breve.  

Para a alegria dos fãs, o anúncio de Iain Glen como Batman aconteceu durante a última temporada de “Game of Thrones”, exibida no primeiro semestre deste ano. O artista já participou de diversas outras séries de TV, como “Doctor Who” e “Downton Abbey”, pela qual foi premiado ao lado de todo o elenco em 2013.  Sua filmografia também é vasta. São mais de 30 longas no currículo, incluindo “Uma Sombra no Escuro”, que lhe rendeu o Urso de Prata de Melhor Ator, no Festival de Berlim. A agenda completa de Iain Glen no festival será divulgada em breve.  

Iain Glen, de Game Of Thrones, vem para CCXP. (Foto: Divulgação)

Quem ainda não garantiu a entrada da CCXP19 tem até o dia 31 de julho para comprar os ingressos com os preços do segundo lote. Já estão esgotadas as credenciais que dão direito aos quatro dias de festival, o pacote Full Experience e os ingressos avulsos para sábado. Ainda é possível adquirir o pacote Epic Experience – que oferece entrada no evento 1h antes da abertura dos portões (sem preferência de entrada nos auditórios), acesso a Spoiler Night, uma foto ou um autógrafo com um artista convidado da CCXP19, além de um kit com camiseta, pin e pôster e desconto de 10% nas lojas oficias da CCXP no evento. Também estão disponíveis para compra as credenciais avulsas para quinta-feira, sexta-feira e domingo. Os ingressos do Unlock CCXP – evento voltado para profissionais do mercado de entretenimento – também já estão à venda pelo site www.ccxp.com.br.  

Instagram CCXP: https://www.instagram.com/ccxpoficial/?hl=pt-br 

Ingressos CCXP   

2º lote – de 1º de maio até 31 de julho   
Quinta-feira: R$ 200,00 (inteira), R$ 100,00 (meia) e R$ 120,00 (ingresso social).   
Sexta-feira: R$ 260,00 (inteira), R$ 130,00 (meia) e R$ 150,00 (ingresso social).   
Sábado: (ESGOTADO)  
Domingo: R$ 400,00 (inteira), R$ 200,00 (meia) e R$ 220,00 (ingresso social).   
4 dias: (ESGOTADO)  
Epic: R$ 1.400,00  
Full: (ESGOTADO)  
Unlock (evento voltado para profissionais do mercado de entretenimento): R$ 1.900,00  

3º lote – de 1º de agosto até 4 de dezembro   

Quinta-feira: R$ 240,00 (inteira), R$ 120,00 (meia) e R$ 140,00 (ingresso social).   
Sexta-feira: R$ 300,00 (inteira), R$ 150,00 (meia) e R$ 170,00 (ingresso social).   
Sábado: (ESGOTADO)  
Domingo: R$ 440,00 (inteira), R$ 220,00 (meia) e R$ 240,00 (ingresso social).   
4 dias: (ESGOTADO)  
Epic: R$ 1.500,00  
Full: (ESGOTADO)  
Unlock (evento voltado para profissionais do mercado de entretenimento): R$ 2.000,00  

CCXP19  

Datas: de 5 a 8 de dezembro de 2019   

Local: São Paulo Expo (Rodovia dos Imigrantes, km 1,5, Água Funda, São Paulo – SP)  

STRANGER THINGS: Levi’s® apresenta coleção cápsula em parceria com série

Já pensou em ter o mesmo look que o personagem da sua série favorita está usando? Agora é possível. Para o inverno de 2019, a Levi’s® traz ao Brasil sua parceria com a série Stranger Things da Netflix.

Assistir qualquer filme ou série de TV dos anos 80 nos faz vivenciar uma década cheia de Levi’s®. E como prova contemporânea disso, nada melhor do que uma coleção cápsula com a série Stranger Things que é altamente tematizada pelos elementos culturais da época. E como a marca foi o ícone da moda daquele período, faz sentido que os personagens usem com frequência uma ampla variedade de Levi’s®.

Levi’s lança coleção cápsula de Stranger Things. (Foto: Divulgação)

Trabalhando diretamente com a equipe de figurino de Stranger Things em sua terceira temporada, a Levi’s® pesquisou em seu extenso arquivo para ajudar a criar os trajes da época para vários personagens da série. A nova temporada acontece em 1985, um período em que a enorme presença da Levi’s® na cultura e estilo diário era tão significativa quanto nos dias de hoje. A equipe de design também trabalhou com os figurinistas da série para criar visuais especiais e autenticamente replicados para dois personagens favoritos: Eleven e Dustin.

Não só esses looks completos aparecerão na série, mas também estarão disponíveis para compra como parte desta edição especial de inverno da coleção Levi’s® x Stranger Things. Em julho, você poderá ir a uma loja e adquirir um visual completo e recriado pela Levi’s® usado por dois heróis queridos de Stranger Things. É viver 1985 de novo.

Netflix apresenta… Homecoming: A Film by Beyoncé

A Netflix lançou Homecoming: A Film by Beyoncé, que apresenta um olhar intimista de sua performance histórica no Coachella em 2018, que homenageou as faculdades e universidades historicamente negras dos Estados Unidos (HBCUs). Intercalado com gravações e entrevistas detalhando a preparação e a forte determinação que há por trás de sua visão,Homecoming permite ao telespectador dar uma espiada na preparação e sacrifícios emocionais necessários para conceituar e executar uma performance dessa magnitude e que se tornou um movimento cultural. Essa produção Netflix já está disponível globalmente.

Netflix lança Homecomig, com Beyónce. (Foto: Divulgação)

Como a primeira mulher negra a ser headline do Coachella, Homecoming homenageia os afro-americanos visionários que inspiraram Beyoncé, incluindo os ex-alunos HBCU Toni Morrison, Alice Walker, a ativista Marian Wright Edelman e o acadêmico W.E.B. Du Bois, além de pessoas importantes culturalmente como Nina Simone, Maya Angelou, Chimamanda Ngozi Adichie e Audre Lorde. Beyoncé conheceu a importância das HBCUs com o seu pai Mathew Knowles, ex-aluno da Universidade Fisk.

Filmado ao longo de oito meses, o filme acompanha a estrela global quando ela retorna ao palco depois do nascimento de seus gêmeos, destacando a completa preparação necessária na criação de sua performance inovadora, que incluiu quatro meses de ensaios com a banda seguidos de quatro meses de ensaios de dança com mais de 150 músicos, dançarinos e outros profissionais – todos foram escolhidos a dedo pela própria artista.

Em meio a dupla função: de diretora de sua performance ao vivo e do filme que capturou o processo de realizá-lo, Beyoncé diz: “Foi um dos trabalhos mais difíceis que eu fiz, e eu sabia que eu precisava empurrar a mim mesma e ao meu time para irmos além, sair do ótimo ao extraordinário. Nós sabíamos que algo assim nunca havia sido feito anteriormente a nível de um festival, precisava ser icônico e sem qualquer comparação. A performance foi uma homenagem a uma parte importante da cultura afro-americana. Tinha que ser verdadeira para aqueles que a conhecem, e divertida e esclarecedora para aqueles que precisavam aprender. Ao fazer o filme e recontar a história, o propósito permaneceu o mesmo ”.

Muitos no elenco; banda, cantores, dançarinos e steppers são ex-alunos da HBCU, imersos na tradição de Batalha de Fanfarras, dos Estados Unidos. Eles se juntaram ao grupo de artistas da Beyoncé, que já estiveram em turnê com ela por anos. Os espectadores não só conseguem ver os intensos ensaios de dança e o talento desses incríveis artistas, mas conhecer sua jornada pessoal de estudante da HBCU para artista e o grande impacto que geraram ao lado de Beyoncé neste show histórico.

Muitos com consciência cultural e intelectual se formaram em universidades para negros, inclusive o meu pai”, diz ela no filme. “Há algo muito importante nessa vivência, que deve ser celebrado e protegido.

Como um presente para seus fãs, o filme também inclui – nos créditos finais – sua regravação de “Before I Let Go”, do Frankie Beverly and Maze, um clássico de R&B de 1981 que é frequentemente apresentado nos jogos da HBCU. O single está disponível na trilha sonora do filme, “HOMECOMING: THE LIVE ALBUM”, já disponível pela Parkwood Entertainment e Columbia Records.smarturl.it/BH9102

Homecoming: A Film by Beyoncé, foi dirigido e produzido por Beyoncé Knowles-Carter. O seu colaborador de longa data, Ed Burke, atuou como codiretor. Steve Pamon e Erinn Williams são produtores executivos.

Set List

“Crazy In Love”

“Freedom”

“Lift Ev’ry Voice And Sing”

“Formation”

“Sorry”/”Me, Myself and I”

“Kitty Kat”

“Bow Down”

“I Been On”

“Drunk In Love”

“Diva”

“Flawless” (Remix)

“Feeling Myself”

“Top Off”

“7/11”

“Don’t Hurt Yourself”

“I Care”

“Partition”

“Yoncé”

“Mi Gente (Remix)”

“Mine”

“Baby Boy”

“You Don’t Love Me (No, No, No)”

“Hold Up”

“Countdown”

“Check On It”

“Déjà Vu”(featuring JAY-Z)

“Run the World (Girls)”

“Lose My Breath” (featuring Kelly Rowland e Michelle Williams)

“Say My Name” (featuring Kelly Rowland e Michelle Williams)

“Soldier” (featuring Kelly Rowland e Michelle Williams)

“Get Me Bodied” (com Solange Knowles dancing)

“Single Ladies (Put a Ring on It)”

“Love On Top”