Arquivo da tag: O2 Play

“O Braço Direito”, que marca a estreia do diretor Rodrigo Reinhardt, chega às plataformas no dia 8

Com estética refinada e produzido por uma jovem equipe, filme traz no elenco Denis Derkian, Charles Paraventi, Genézio de Barros, Che Moais e Lourinelson Vladimir e será lançado nas plataformas digitais dia 8 de outubro

Apostando na violência e em uma fotografia inovadora, o longa-metragem “O Braço Direito”, que marca a estreia do diretor Rodrigo Reinhardt, chega às plataformas digitais no dia 8 de outubro. Filmado sem recursos públicos, com atores renomados, e no estilo de produção “guerrilha”, o filme impressiona pela originalidade temática, atuações e vigorosa estética. Veja o trailer:

Em “O Braço Direito” conhecemos a história de Anselmo, um ex-investigador da Polícia Civil que agora atua clandestinamente no Mercado de Ações como o homem de confiança e “faz-tudo” de um magnata da Bovespa. Ele sofre de metástase (câncer generalizado) e tem pouco tempo para solucionar complexas situações profissionais e pessoais.

Para o diretor, o filme representa a essência do que é o País. “O Brasil é onde as coisas fluem ‘fora dos holofotes’, e todo o poder está concentrado em seus bastidores”, avalia Rodrigo.

“O Braço Direito” é o primeiro longa nacional a denunciar o insider trading (tráfico de informações e influência) e a espionagem industrial que ocorrem em nosso solo, estendendo sua realidade ao exterior. O frescor e a originalidade temática representam um atrativo dentro de um País onde seu submundo é explorado em demasia nos mesmos terrenos, com as mesmas abordagens, sob a mesma óptica.

Elenco
No elenco estão Denis Derkian (“Real: O Plano por trás da história”), Charles Paraventi (“Até que a sorte nos separe 2”), Genézio de Barros (“A dona do pedaço”), Che Moais (“Carcereiros”), Lourinelson Vladimir (“Rua Augusta”) e Luiz Guilherme (“Rio Heroes”). Sem preparação de elenco, os atores e atrizes que atuaram no longa conheceram a produção e o diretor no set de filmagem.

O filme custou R$ 250 mil e não contou com nenhum tipo de incentivo de recurso público. A equipe foi formada por jovens recém-graduados ou ainda graduandos de cinema. Uma das curiosidades da obra é reforçar o Estado de São Paulo como cenário cinematográfico. A produção realizou as filmagens nas cidades de Cubatão, Santos, Guarujá, Bragança Paulista, Monteiro Lobato e Paranapiacaba, sendo sempre utilizadas como reforço dramático. “Este talvez seja o filme contemporâneo que melhor retrate o potencial de São Paulo como palco cinematográfico. Sua diversidade visual impressiona, e conseguimos condensar, com efeito, cada tipo de ambiente como elemento dramático”, diz Reinhardt.

O longa-metragem é uma produção da Best Take Filmes com distribuição da O2 Play.

“Antologia da Pandemia” reúne 13 curtas-metragens de terror produzidos por cineastas de seis países

A partir do dia 6 de agosto estará disponível para venda e locação nas plataformas digitais

(Foto: Divulgação)

Treze curtas-metragens de terror produzidos durante a quarentena serão lançados no próximo dia 06 de agosto nas plataformas digitais iTunes, Google Play, Youtube Filmes, Vivo Play, Now e Looke, com a distribuição da O2 Play. “Antologia da Pandemia” reúne trabalhos de diretores do Brasil, Argentina, Uruguai, Estados Unidos, Reino Unido e Chipre.

A ideia partiu da Fantaspoa Produções, responsável pelo tradicional Fantaspoa – Festival Internacional de Cinema Fantástico de Porto Alegre, realizado anualmente desde 2005 e que, em 2020, por conta da pandemia, terá uma edição online (leia mais abaixo). A produção do longa é assinada por João Pedro Fleck, Fernando Sanches, João Pedro Teixeira e Nicolas Tonsho.

Críticas internacionais

O resultado coletivo registra um momento de transformação e incertezas em todo o mundo. Considerando a qualidade das obras selecionadas no concurso, o quanto capturam o contexto histórico em que estamos vivendo e sempre tendo em vista a promoção de novos e promissores talentos do audiovisual, “Antologia da Pandemia” vem recebendo críticas positivas da imprensa especializada.

O site Aipt Comics considera o filme “talvez a mais original antologia de horror já feita”.

Na avaliação do Nightmarish Conjurings, “não importa quais sejam seus gostos, se você está disposto a encarar os horrores da pandemia, a ‘Antologia da Pandemia’ tem um segmento especialmente para você”. Já a Signal Horizon Magazine alerta que “ao contrário da maioria das antologias, esta não apresenta nenhum momento de tédio”.

Filmes selecionados

Às Vezes Ela Volta, de Matheus Maltempi (Brasil)

Baldomero, de Martín Blousson (Argentina)

Eclosão, de Alejo Rébora (Argentina)

Estúpidemia, de Junior Larethian (Brasil)

Jérôme: Um Conto de Natal, de Beatriz Saldanha (Brasil)

O Último Dia, de Guillermo Carbonell (Uruguai)

A Mancha na Parede, de Daniel Pires (Brasil)

Pique Esconde Macabro, de Julio Napoli Filho (Brasil)

Psicopompo, de Giordano Gio (Brasil)

Quarentena Sem Fim, de Fabrício Bittar (Brasil)

Barata, de Emerson Niemchick (EUA)

Roleta Russa, de Andreas Kyriacou (Chipre)

Desenterrado, de Karl Holt (Reino Unido)

Exibição em festivais

“Antologia da Pandemia” teve sua première mundial no prestigiado Chattanooga Film Fest 2020 e também será exibido como encerramento do Fantaspoa. O filme poderá ser assistido no festival somente entre os dias 31 de julho e 2 de agosto. Mais informações no site http://www.fantaspoa.com

Serviço

“Antologia da Pandemia”- diversos diretores

A partir de 06 de agosto nas plataformas digitais iTunes, Google Play

Youtube Filmes, Vivo Play, Now e Looke

Série de ficção “Sonhadores” estreia em julho na Amazon Prime Video

‘Sonhadores’ estreia dia 5 de julho. (Foto: Divulgação)

 A série de ficção baiana “Sonhadores”, distribuída pela O2 Play, será exibida na Amazon Prime Video a partir do dia 5 de julho.

Minissérie de oito episódios, totalmente filmada em Salvador, em 2018, “Sonhadores” foi escrita e dirigida por Julia Ferreira, com produção executiva de Fabíola Aquino, sócia-diretora da Obá Cacauê Produções. No elenco, estão atores de projeção nacional, como Fernando Alves Pinto, Antônio Pitanga.

Na minissérie, a atriz Aicha Marques é Angela, mãe de Rafa, interpretado pelo finalista do The Voice Kids, Brunno Pastori, protagonista da série. A cineasta Julia Ferreira também atua em “Sonhadores”, já que se trata de uma comédia dramática autobiográfica.

A série narra a emocionante história de Rafa, adolescente de grande sensibilidade e o seu rito de passagem para a vida adulta. Seus desafios são inúmeros: o afastamento da sua maior referência, seu pai Miguel (Fernando Alves Pinto), artista roqueiro desempregado – tendo que salvá-lo da pobreza extrema e depressão; a difícil tentativa de unir os pais novamente; o bullying homofóbico violento que sofre na escola, por vestir-se de forma andrógina; a descoberta da sexualidade e das drogas, despertando ainda mais sua imaginação mórbida; a busca da sua vocação e “voz” enquanto artista.

O enredo é revelado através do olhar e imaginação de Rafa, dando à série toques de realismo fantástico. Também é permeado pelo pop e rock’n’roll, enquanto estética e movimento cultural, revelando uma Salvador underground, dark, alternativa – sobretudo no boteco roqueiro que Miguel frequenta – com trilhas inspiradas em Raul Seixas, Pepeu Gomes e Novos Baianos. “É uma Salvador, uma Bahia completamente diferente de tudo que já se viu na TV até hoje”, destaca Julia Ferreira. “Algo inovador em termos de representação que se faz da Bahia e do Nordeste no audiovisual brasileiro.”

Sinopse
“Sonhadores” conta a história de Rafa, um menino de 14 anos e rara criatividade, que enfrenta o afastamento da sua maior referência: seu pai Miguel, um artista roqueiro desempregado. Rafa passava as tardes com Miguel desenhando, criando histórias ao som do bom rock’n’roll baiano, enquanto a mãe, Angela, sustentava e cuidava da casa sozinha. Após expulsar o marido, Angela arruma um novo emprego, ânimo e um namorado mau caráter. Para além desses problemas, Rafa tentará salvar o pai da miserabilidade numa pensão em Salvador – e da depressão. Na escola, o menino tem de lidar com o bullying violento dos colegas, a descoberta da sexualidade, das drogas e da sua vocação artística. Todos esses eventos são vistos sempre através do seu olhar, sua fértil imaginação artística e lado mórbido, tendo como pano de fundo o rock baiano e o rock’n’roll enquanto movimento cultural e atitude. Exímio desenhista como o pai, Rafa está se descobrindo em seus desenhos, histórias sombrias e travestindo-se de personagens. A mãe, Angela, teme que ele repita o histórico de artista fracassado do pai.

02 Filmes e O2 Play garantem novidades nacionais na Comic Con Experience 2016

Produção brasileira com maior número de efeitos da história, Pedro Malasartes e O Duelo com A Morte é destaque no painel da produtora na CCXP que acontece nos dias 1 a 4 de dezembro, no São Paulo Expo

A terceira edição da CCXP – Comic Con Experience (www.ccxp.com.br) confirma a presença da O2 Filmes, maior produtora do Brasil e a distribuidora O2 Play. No mercado desde 1991, a empresa trabalha com as principais agências brasileiras e tem um portfólio com importantestítulos, como Cidade de Deus, Ensaio Sobre a Cegueira, Zoom e muito mais. Além disso, conta com a O2 Play, que atua na distribuição dos filmes nos cinemas e nas plataformas de vídeos on demand. A distribuidora possui um line-up com longas e documentários produzidos pela O2 Filmes, e também, de outros produtores e empresas.

O2 Filmes confirma participação na Comic Con Experience. (Foto: Divulgação)
O2 Filmes confirma participação na Comic Con Experience. (Foto: Divulgação)

O lançamento mais esperado é “Pedro Malasartes e O Duelo com a Morte”, que acompanha a trajetória do protagonista em sua luta contra o ceifador de vidas e apresenta um elenco de peso: Jesuíta Barbosa, Isis Valverde, Leandro Hassum, Vera Holtz e Julio Andrade. Famoso no folclore ibero-americano, Pedro é fanfarrão e vive de pequenas trapaças. Em um painel especial no sábado (03/12), às 13:30 com a presença de Paulo Morelli, diretor e sócio-fundador da O2, e Ricardo Bardal Supervisor de Efeitos, que contarão os bastidores à frente do longa nacional com maior número de efeitos especiais da história do cinema brasileiro, e apresentam um exclusivo first look com imagens exclusivas da trama. Com distribuição da Paris Filmes, Downtown e O2 Play.

E não para por aí: os fãs poderão conferir em primeira mão trailers do que virá em 2017 pela distribuidora O2 Play, como Sepultura, um documentário sobre uma das bandas de rock mais importantes da cena no país; Comeback, um western de humor negro premiado no Festival do Rio; e A Repartição do Tempo, uma comédia sci-fi inspirado em HQs que relata a viagem de funcionários públicos pelo tempo. O filme tem participação de Dedé Santana e o painel ocorrerá às 12:30.

“As produções nacionais estão ganhando cada vez mais espaço na cultura pop. A Comic Con Experience se orgulha em fazer parte dessa renovação no audiovisual e proporcionar painéis com conteúdo de qualidade. A O2 é uma das principais produtoras do país e trará muitas surpresas para os fãs”, comenta Ivan Costa, sócio da CCXP.

A CCXP – Comic Con Experience 2016 acontece entre 1 a 4 de dezembro no São Paulo Expo, próximo à estação Jabaquara do Metrô, com conteúdos para fãs de quadrinhos, cinema, programas de TV, desenhos animados e outras áreas da cultura pop. O evento ocupará 100 mil metros quadrados (80% a mais que na edição de 2015) e espera receber 180 mil visitantes de todos os Estados do Brasil e também do exterior, firmando-se como a maior comic con da América Latina e a terceira maior do mundo em público, atrás apenas da San Diego Comic Con e da New York Comic Con. Os ingressos de sábado (3/12) e pacote para os quatro dias já estão esgotados. Os ingressos para quinta, sexta, domingo e Full Experience estão à venda. Para adquirir ingressos e saber mais, acesse o site www.ccxp.com.br.