Arquivo da tag: Paraty

7 destinos sensacionais para quem busca o melhor da praia e da montanha

Na hora de escolher o destino ideal para uma viagem, muitos enfrentam o mesmo dilema: uma praia paradisíaca e deserta ou uma vista de perder o fôlego nas montanhas? Para aqueles que preferem pegar um bronze a fazer uma trilha nas montanhas, vocês não estão sozinhos. Aliás, 78% dos viajantes brasileiros pretendem viajar para a praia em 2019. Em comparação, 70% dizem que estar nas montanhas é fator importante na hora de escolher um destino*. Com isso em mente, a Booking.com — líder digital no mercado de viagens, que conecta viajantes a opções incríveis de hospedagem, experiências imperdíveis e opções descomplicadas de transporte — pesquisou mais de 29 milhões de anúncios em mais de 153.000 destinos para identificar alguns dos lugares mais espetaculares que unem praia e montanha. Com florestas tropicais exuberantes, imensas cordilheiras, água cristalina e quilômetros de praia, os viajantes poderão aproveitar o melhor dos dois mundos em suas próximas férias.

Soufrière, St. Lucia, Pequenas Antilhas

(Foto: Divulgação)

Se você busca um destino paradisíaco que combina praias dignas de curtidas no Instagram com trilhas na exuberante floresta tropical, basta visitar St. Lucia, praticamente um éden no Caribe. Depois de mergulhar nas águas azul-turquesa, os aventureiros podem fazer uma caminhada revigorante pelo Gros Piton, um dos picos vulcânicos da ilha considerado Patrimônio Mundial da UNESCO. A aventura começa na vila de Fond Gens Libre e, de lá, são cerca de 2 horas (ida) para chegar ao cume do pico, a aproximadamente 800 metros do nível do mar. A vista panorâmica e exclusiva vale todo o esforço!

Onde ficar: Villas com piscina privativa — assim é o Sugar Beach, A Viceroy Resort. Localizado nas areias branquinhas de Sugar Beach, onde ao norte desponta o imponente Petit Piton, esse é o lugar ideal para várias fotos inesquecíveis das férias. Após um dia explorando tudo o que a ilha tem a oferecer, você poderá descansar no Temazcal, uma sauna em uma cúpula ao ar livre inspirada na tradicional cultura mesoamericana.

Ítaca, Grécia

(Foto: Divulgação)

A pequena e intocada ilha de Ítaca é famosa por ser lar de Odisseu, herói da famosa Odisséia de Homero. Ao contrário dos destinos mais movimentados e procurados da Grécia, essa ilha é calma e tem belas praias de pedrinhas com água azul-turquesa, além de charmosas vilas históricas que se espalham pelas montanhas. É fácil explorar Ítaca de carro, pois ela é uma ilha relativamente pequena. Há várias rotas a fazer, como a de Vathy a Stavros, com parada obrigatória em Anogi e Exogi para que o visitante possa conhecer o estilo de vida das comunidades locais. Deixe a curiosidade te levar, pois independentemente do lugar que decidir explorar, você terá como recompensa uma vista sensacional.

Onde ficar: Este histórico moinho foi transformado em um único apartamento que combina tradição com um toque de modernidade. Depois de um dia caminhando pela praia e explorando as charmosas vilas nas montanhas, você pode curtir uma taça do vinho local no espaçoso terraço privativo, enquanto contempla o pôr do sol sobre o mar Jônico.

Makarska, Croácia

(Foto: Divulgação)

Localizada ao longo da Costa da Dalmácia, entre Split e Dubrovnik, a pitoresca cidade portuária de Makarska encanta com suas florestas perfumadas de pinheiros, falésias acidentadas e as águas do mar Adriático em tons turquesa. Como a cidade é pequena, o visitante pode explorá-la a pé ou de bicicleta. Agora, se você tem espírito aventureiro e quer ir além, é possível ir de carro à Montanha Biokovo, a segunda mais alta da Croácia, e ter a oportunidade de contemplar a linda vista da densa floresta que se estende pelas águas cristalinas.

Onde ficar: A apenas alguns minutos do Farol de St. Peter, no centro de Makarska, o Apartments Beso tem vista fantástica do porto. Pense na cena: você fazendo uma refeição caseirinha na varanda enquanto contempla os barcos navegando nas águas cristalinas do porto.

Kauai, Havaí

(Foto: Divulgação)

Conhecida também como “Ilha Jardim”, a ilha de Kauai é um verdadeiro paraíso tropical, com penhascos vertiginosos, florestas tropicais exuberantes e quilômetros de praias douradas. Embora seja muito tentador apenas relaxar e contemplar toda a beleza da ilha (o que, definitivamente, você também deve fazer), vale muito a pena alugar um carro para explorar as atrativas cidades costeiras, as praias secretas e as famosas cachoeiras de Kauai. Para ir da ponta da Costa Norte (Haena) até a Ponta Oeste (Polihale), o viajante leva apenas 3 horas, e esse trajeto panorâmico leva o visitante a um dos trechos mais extensos de areia branquinha da ilha. Para aqueles que buscam uma vista realmente espetacular, recomendamos uma visita ao Parque Estadual de Koke’e, de cenário jurássico e com vegetação que se estende por falésias avermelhadas. Lá, faça uma das 7 trilhas ou pegue a estrada até o Mirante Kalalau para ter uma vista sensacional e incomparável de toda a costa.

Onde ficar: Se você busca um refúgio onde possa jantar à luz do luar ouvindo as ondas, então o Kauai Shores Hotel, localizado em Kappa e de frente para o mar, é o lugar ideal. Para quebrar essa tranquilidade com um pouco de aventura, considere reservar um passeio de helicóptero e tenha uma vista da maravilhosa paisagem vulcânica das ilhas.

Sabah, Bornéu, Malásia

(Foto: Divulgação)

Bornéu é a terceira maior ilha do mundo e se estende por 3 países. Além disso, metade do seu território é coberto por florestas, sendo o paraíso perfeito para os amantes da natureza graças à diversidade da flora e fauna. O Monte Kinabalu, pico mais alto da Malásia, fica na extremidade norte da ilha e no estado de Sabah, um destino de férias espetacular e muito procurado por suas florestas tropicais e extensas praias.

Onde ficar: Localizado em uma reserva natural em frente ao Mar da China Meridional, o Shangri-La’s Rasa Ria Resort & Spaproporciona uma vista espetacular das praias cristalinas da região, das florestas e das imponentes montanhas. Seja fazendo um cruzeiro relaxante pelo Rio Kinabatangan ou uma trilha pela floresta, independentemente do seu ritmo, não faltarão opções.

Baía das Ilhas, Nova Zelândia

(Foto: Divulgação)

Formada por mais de 140 ilhas subtropicais ao longo da costa da Ilha do Norte da Nova Zelândia, a Baía das Ilhas é um paraíso que reúne praias inexploradas e paisagens vulcânicas de tirar o fôlego. Com diversas florestas exuberantes, baías desertas e uma rica história, esse destino não vai te deixar entediado. Ter um carro na Baía das Ilhas é muito útil e permite explorar mais lugares. Independentemente de onde a sua curiosidade te levar, Kerikeri é parada obrigatória, pois lá você vai encontrar a casa mais antiga da Nova Zelândia, a Mission House, também chamada de Kemp House. Para quem curte caminhar, vale muito a pena fazer um passeio ao longo da margem do rio Kerikeri até Wharepuke e Rainbow Falls.

Onde ficar: Localizado em Paihia, próximo à Floresta Opua e com uma vista incrível da baía, o Craicor Boutique Apartments está literalmente rodeado de verde, o que proporciona momentos de refúgio e tranquilidade para descansar, rejuvenescer e curtir bons momentos com a família ou os amigos.

Paraty, Brasil

(Foto: Divulgação)

Localizada entre Rio de Janeiro e São Paulo, Paraty é linda e um dos refúgios menos explorados do Brasil. A cidade tem uma arquitetura característica, que data dos séculos XVII e XVIII, e foi uma cidade portuária da época da corrida do ouro no Brasil. As praias da região têm como pano de fundo a densa floresta que cobre os picos das montanhas. Pitoresca, Paraty foi feita para caminhar e está repleta de casas multicoloridas, lojinhas administradas por simpáticos moradores locais e igrejas antigas. Depois de passar um dia na praia e explorar as ruas de paralelepípedos, o visitante pode fechar o dia com chave de ouro com uma dose de cachaça e outras delícias da culinária brasileira em um dos diversos cafés espalhados pelo centrinho.

Onde ficar: Localizada em um charmoso vilarejo de pescadores a apenas alguns minutos do centrinho de Paraty, a Casa Mar Paraty é uma pousada moderna que fica perto da Prainha e das montanhas da região. Depois de recarregar as baterias com uma caminhada pela floresta tropical, o visitante poderá relaxar na piscina de borda infinita e ter uma vista fantástica da Baía da Ilha Grande.

_________

*Pesquisa encomendada pela Booking.com e conduzida de forma independente com 53.492 entrevistados em 31 mercados. Para participar dessa pesquisa, os participantes deveriam ter mais de 18 anos, terem viajado pelo menos uma vez nos últimos 12 meses e serem responsáveis pela decisão ou estarem envolvidos no processo de tomada de decisão da viagem. A pesquisa foi respondida on-line e realizada entre 16 de outubro e 12 de novembro de 2018.

5 hotéis e pousadas perfeitas para uma escapadela romântica no feriadão da Independência!

À exceção das férias, os feriados prolongados são excelentes oportunidades para os casais curtirem alguns raros momentos de folga do escritório – ou dos filhos. E para o feriado da Independência, no próximo dia 7 de setembro, eis aqui 5 sugestões de hotéis e pousadas perfeitas para escapadelas românticas durante esta brechinha do calendário que ainda nos resta de 2018.

Confira:

Casa Turquesa, Paraty – RJ

 

imagem_release_1398006 (2)
(Foto: Divulgação)

Difícil resistir ao charme de Paraty e ao clima de romance que a belíssima Casa Turquesa, no centro histórico da cidade emana. Erguida em frente ao Cais do Porto, na parte mais tranquila de todo o centrinho, o empreendimento é a pedida certa para os casais que desejam uma verdadeira imersão ao passado durante uma escapadela a dois. O local, aliás, só tem nove suítes à disposição dos casais e oferece todo o conforto e sossego que este tipo de viagem pede. Do lado de fora a edificação recria fielmente a fachada de um sobrado datado do século XVIII e segue à risca o nome que ostenta ao apresentar uma deslumbrante coloração turquesa em suas icônicas janelas e portas.

Pousada Casa Caiada, Maceió – AL

CASA CAIADA - JAPIASSÚ
(Foto: Divulgação)

 

No nordeste, onde é verão o ano inteiro, a sugestão é a Pousada Casa Caiada, em Maceió. Cravada dentro da Reserva Pratagy, no alto de uma imponente montanha envolta pela Mata Atlântica, esta charmosa pousada alia conforto, rusticidade e romantismo em meio ao cenário dos sonhos para um refúgio romântico durante o feriadão. Destaque para as suítes com ofurô e hidromassagem externa com vista para a mata, ideais para relaxar, namorar e se aconchegar. Fora dos quartos, o exuberante mar de tonalidade azul turquesa e os mais variados tons de verde e amarelo que compõem a vegetação dão um toque ainda mais especial a experiência a dois.

Pestana Curitiba, Curitiba – PR

imagem_release_1398031
(Foto: Divulgação)

Em uma capital como Curitiba, perfeita para comemorações românticas e calorosas – mesmo em meio ao friozinho curitibano –, o Pestana Curitiba, um dos hotéis mais elegantes e charmosos da cidade, surge como opção de hospedagem para os casais que desejam fugir da rotina. Inserido no bairro do Batel, um dos mais nobres da cidade, o empreendimento está a poucos passos de restaurantes estrelados, bares consagrados e oferece fácil acesso aos importantes pontos turísticos da cidade, como Jardim Botânico, por exemplo.

Quinta das Videiras, Florianópolis – SC

imagem_release_1397977 (1)
(Foto: Divulgação)

Boa opção para os casais que buscam momentos de exclusividade e sossego em meio ao agito de Florianópolis, este charmoso hotel boutique de estilo português do século XIX conta com apenas 11 suítes, SPA próprio e serviços personalizados. Destaque para a mobília e decoração do hotel, que segue o estilo vintage e para o refinado Bistrô de cozinha contemporânea, que utiliza produtos frescos da estação. Para o café da manhã, um dos ápices do romantismo, o mesmo poderá ser degustado na suíte, no restaurante ou até mesmo no jardim ao redor da piscina.

Carmelo Resort & SPA, Carmelo – UY

CAROB_P011 Outdoor Pool Evening
(Foto: Divulgação)

Ideal para os casais que querem relaxar e se desintoxicar do stress do dia-a-dia, o Carmelo Resort & SPA é uma ótima sugestão da Interpoint Viagens e Trusimo para uma escapada romântica durante o feriado da Independência fora do país. Localizado na pequena cidade uruguaia de Carmelo, a apenas três horas de Buenos Aires ou de Montevidéu e às margens do Rio La Plata, o empreendimento é o refúgio perfeito para fugir de uma rotina massiva. O resort tem inspiração asiática com acomodações decoradas com muito bom gosto e cercadas por amplos terraços. Reúne requinte e conforto, além de ótimos restaurantes, um maravilhoso spa e um campo de golfe completo.

8 destinos para se sentir na Europa sem sair do Rio de Janeiro

Hurb, site de reserva de hotéis e pousadas líder nacional, destaca destinos na capital e interior do Estado com forte influência europeia

A alta do dólar e do euro nas últimas semanas têm estimulado muitas pessoas a buscar opções de destinos nacionais, adiando assim a viagem para fora do País. O Hurb, nova marca do Hotel Urbano, site de reserva de hotéis e pousadas líder nacional, pensando em ajudar os viajantes que sonham conhecer a Europa, separou 8 destinos no Rio de Janeiro que vão fazer qualquer um se sentir ao menos um pouco em países como Portugal, Itália e até Finlândia.

A diversidade tão famosa da capital carioca também se estende ao interior do Estado. Afinal, além da capital, são centenas de municípios que trazem diferentes influências em suas formações. E a imigração europeia remonta a história de diversos municípios do interior carioca. É o caso de Paraty, Petrópolis, Nova Friburgo e até uma região famosa em plena capital do estado. São destinos que trazem na arquitetura, gastronomia, música – e até no sotaque – aspectos muito fortes da cultura e colonização europeia.

Diariamente, o Hurb oferece mais de 400 mil opções de hotéis e pousadas espalhados por todo o mundo, sendo mais de 8 mil apenas no Brasil. Confira abaixo as dicas do Hurb (www.hurb.com), para quem quer viajar pela Europa sem sair do Estado do Rio de Janeiro:

Vassouras

d7942dfe4a5be3fcdb5a804c2700ded9_medium
(Foto: Divulgação)

Vassouras é um lugar que mora no imaginário de mutas pessoas. As casinhas dispostas no verde vale, ao sul do estado,  lembram em muito as paisagens portuguesas do Minho, entre outras regiões de Portugal. Nas noites frias não faltam opções de boa gastronomia. Ideal para relaxar ao som dos pássaros e da generosa natureza da região.

 Petrópolis

39171ec73574caa25620bcba6728fa3f_medium
(Foto: Divulgação)

A Cidade Imperial, de colonização alemã e italiana, traz em si a arquitetura europeia do século XVII – ricos palácios e jardins projetados que reproduzem o esplendor europeu. Destaque para a gastronomia alemã que anualmente recebe milhares de visitantes no mês de junho na Bauernfest, a festa do colono alemão, com desfiles, danças, músicas típicas e muita cerveja! Para quem quer curtir o clima de montanha, há hotéis e pousadas encantadores com o melhor que a serra pode oferecer!

 Itatiaia

f03549fad608cc1b3ebc4cd0f930ffc6_medium
(Foto: Divulgação)

Para quem pretende curtir as baixas temperaturas e a natureza exuberante, desfrutando das pousadas e chalés em estilo nórdico, essa é a pedida. A região é tão conhecida que alguns europeus e americanos a escolheram como lar definitivo, onde estabeleceram restaurantes de fondues, trutas, carpas e massas, para total delírio de quem visita a cidade, especialmente no inverno. Atenção especial para a Pequena Finlândia, a Casa do Papai Noel de Penedo, que recebe muitos visitantes no período de outubro–dezembro, com mostras culturais e artesanatos .

 Paraty

8136fcec73644babf3cca1f2e1330352_medium
(Foto: Divulgação)

Essa cidade colonial preserva até hoje os seus inúmeros encantos naturais e arquitetônicos. Muitos europeus escolheram Paraty como segundo lar, pela natureza exuberante de suas matas, pelo mar azul e pelo clima ameno. Não  se esqueça de conferir as mostras culturais, a qual a FLIP é uma das mais conhecidas, além dos bares e restaurantes que oferecem uma variada oferta de produtos e serviços.

 Rio de Janeiro

59b6624e1d8d638cd46fd32c9e185e7c_medium
(Foto: Divulgação)

Muitas pessoas podem se admirar com isso, mas o centro da cidade do Rio de Janeiro é uma verdadeira viagem à Europa do século XVII e XVIII. O Theatro Municipal, o Paço Imperial, o Palácio Pedro Ernesto, o Museu de Belas Artes e a Biblioteca Nacional são exemplos de construções europeias que nos remetem ao luxo das cortes.

Penedo

cf16554abd1fd1ecd284b241562e626b_medium
(Foto: Divulgação)

Penedo é a única colônia finlandesa do Brasil, sendo possível ver por todos os lados traços marcantes, principalmente na arquitetura de casas e edifícios. Destino certo para quem quer relaxar e aproveitar a natureza, além de sentir um clima frio, que remete a sensação de estar um pouquinho na Europa. Fica localizada no município de Itatiaia, próximo ao Parque Municipal Ecológico.

Visconde Mauá

3ffceafc8dcd4454a98666e4293c7c41_medium
(Foto: Divulgação)

Essa cidadezinha, distrito de Resende, tem lugares que lembram as paisagens suíças e escandinavas. Não é incomum encontrar por lá poloneses, alemães, austríacos ou franceses que trocaram suas terras por Visconde de Mauá. A menor temperatura já registrada na cidade foi de –13° – Ideal para conhecer e desfrutar das pousadas rústicas com sauna finlandesa e lareira montanhesa.

Nova Friburgo

f4d496aafe0d4e0bbccef702f20634a9_medium
(Foto: Divulgação)

Em Nova Friburgo existe ainda hoje uma forte tradição dos colonos alemães. Os colonos das primeiras expedições dos navios Argus e Caroline que se estabeleceram em Nova Friburgo, em 1824.  Atenção para o polo gastronômico de Friburgo, no distrito de Mury, especializados em fondues, racletes, entre outras receitas típicas alemãs.

Cinco destinos para viajar durante o outono no Brasil

Por ViajaNet*

Depois do calorão que os brasileiros enfrentam durante o verão, nada melhor do que aproveitar os feriados de outono para aproveitar o aconchego dessa época. A agência de viagens online ViajaNet selecionou cidades nacionais incríveis para visitar até junho – quando a temperatura abaixa de vez. Confira a galeria:

Paraty (RJ)

image001
(Foto: Divulgação)

Com as chuvas menos recorrentes na cidade histórica do Rio de Janeiro e o clima agradável para aproveitar a Festa do Divino, também conhecida como Dia de Pentecostes, que é comemorado 50 dias após a Páscoa e homenageia a Terceira Pessoa da Santíssima Trindade com missas, leilões, bingos, bebidas, comidas e danças típicas. Em 2017, a festividade cristã acontece entre os dias 26 de maio e 04 de junho.

Chapada dos Veadeiros (GO)

image002
(Foto: Divulgação)

A temperatura mais amena é propícia para esportes radicais, como o rapel nos paredões localizados no Parque Nacional dos Veadeiros. Com os acessos das estradas e trilhas livres, os visitantes podem se encantar pelo visual majestoso das flores que cobrem os caminhos para o Rio Preto, na Vila São Jorge ou ainda se aventurar no canionismo praticado nas águas do Santuário Raizama.

Curitiba (PR)

image003
(Foto: Divulgação)

Quem visita o Parque Estadual de Vila Velha e as colônias holandesas de Carambei e Castrolanda, principalmente nessa estação, consegue esquecer que está em um país tropical. As casinhas e fazendas foram formadas por imigrantes que se mudaram para o Paraná em 1951, com receio dos primeiros anos pós-guerra de seu país natal. O moinho De Immigrant é um dos principais pontos turísticos: com 37 metros de altura e asas com envergadura de 26 metros, ele é um dos maiores fora da Holanda.

Jalapão (TO)

image004 (1)
(Foto: Jalapão)

Outro lugar perfeito para conhecer quando o calor dá uma trégua é esse tesouro escondido no Tocantins. Repleto de rios transparentes, areias alaranjadas, vegetação verde e céu azul, o local é um verdadeiro paraíso. Não deixe de conhecer a Cachoeira da Formiga, a Estação Ecológica Serra Geral do Tocantins e o Parque Nacional das Nascentes do Rio Parnaíba.

Pantanal (MS e MT)

image005
(Foto: Divulgação)

Nada melhor do que ir para um dos mais belos ecossistemas brasileiros, quando acontece a vazante dos rios e é possível observar a diversidade da fauna local. Animais selvagens, horizonte aberto e o som de pássaros. Um santuário ecológico cheio de passeios de barco e carro 4×4 para aventureiros.

O ViajaNet é uma agência de viagens online que traz diferenciais no atendimento e nos serviços ao consumidor com um portfólio completo, incluindo destinos, hotéis e voos em todo o mundo. Fundado em 2009, o ViajaNet é uma empresa 100% nacional e aposta no mercado brasileiro e no setor de viagens online, oferecendo as melhores opções de passagens. Para informações, acesse: www.viajanet.com.br, www.facebook.com/ViajaNet e @ViajaNet.

Decolar.com indica destinos para aproveitar o feriado 15 de novembro com economia

Hotel é o produto mais procurado por casais para o período

Para quem estava ansioso por um feriado prologado nesse segundo semestre de 2016, a data comemorativa de Proclamação da República está ai! O Decolar.com, maior agência de viagem da América Latina, elegeu os destinos mais indicados para quem quer aproveitar a emenda do feriado.

O produto hotéis é o mais procurado por casais que querem curtir o descanso. 63,2% das reservas para o período no Decolar.com foram para duas pessoas. Já voos, foi mais vendido para 1 passageiro, com 64,2%.

Confira abaixo os destinos indicados para viajar no feriado:

Porto de Galinhas

image018
(Foto: Divulgação)

Água cristalina, jangadas, mergulho e peixes em piscinas naturais. Juntando tudo isso temos Porto de Galinhas, um dos destinos mais procurados do Nordeste. O lugar é ideal para fazer passeio de jangada por águas transparentes, passear pelas piscinas naturais, fazer mergulho e aproveitar toda a beleza do lugar.

Porto de Galinhas possui 12 km de praias, indo de Muro Alto até a Enseadinha de Serrambi, mas só alguns trechos são recomendados para banho. Muro Alto, Pontal do Cupe, Praia da Vila, Maracaípe e Enseadinha de Serrambi são as praias indicadas e que não podem ficar fora do roteiro.

Paraty

(Foto: Divulgação)
(Foto: Divulgação)

Paraty é uma cidade colonial considerada Patrimônio Histórico Nacional, repleta de encantos arquitetônicos e naturais. A cidade é uma ótima opção de viagem durante todo o ano, devido ao seu charmoso centro histórico e por suas belas praias.

Bem próxima do centro histórico, fica a Praia do Pontal. Para chegar até ela basta atravessar a ponte na altura da Praça da Matriz. Outra opção é a Praia do Jabaquara, localizada a menos de 10 minutos de carro. Mas além das praias, você ainda pode aproveitar toda a beleza da vila de Trindade, que fica há a 30 minutos de carro de Paraty, e conhecer as praias do Cepilho, dos Ranchos, do Meio e a do Cachadaço.

Maceió

(Foto: Divulgação)
(Foto: Divulgação)

Maceió é um excelente destino para quem deseja tirar uns dias de folga e relaxar em praias com mar calmo, pois grande parte da costa é protegida por recifes. As praias costumam ter águas com tonalidade azul ou esverdeado, até mesmo durante o inverno.

Maragogi é uma das praias mais visitadas de Alagoas, mas existem diversas outras que não ficam tão próximas da praia e que valem a pena serem visitadas: Pajuçara, Ponta Verde, Jatiúca, Cruz das Almas, Guaxuma, Ipioca, Tabuba, Barra de São Miguel, Praia do Gunga, Lagoa do Pau e a Praia do Francês, que é uma das mais conhecidas.

Búzios

(Foto: Divulgação)
(Foto: Divulgação)

Da Rua das Pedras até as encantadoras praias, Búzios é uma das opções mais procuradas para fugir da rotina. Concentrando uma boa parte de comércio e de restaurantes da região, vale a pena visitar o destino e conferir a sua arquitetura. Também não pode faltar a visita à Praça Santos Dumont, ao Cine e a Orla Bardot, onde fica a estátua de bronze da atriz Brigitte Bardot.

Com menos de 10 km de extensão, Búzios possui praias perfeitas que atendem a todos os gostos. Bem próximas do centro, as praias Azeda e Azedinha chamam a atenção por ter águas calmas. Enquanto isso, a João Fernandinho fica mais escondida, a praia Brava possui um visual lindo, a Ferradura é ideal para curtir com a família e a Ferradurinha é super aconchegante.

Chile

(Foto: Divulgação)
(Foto: Divulgação)

O Chile é um país encantador que mistura belas paisagens e diferentes passeios para todos os gostos. Santiago, capital chilena, é uma das cidades mais visitadas na América do Sul por ser grande, limpa e repleta de pontos turísticos e passeios, como o para as Vinícolas e a visita a Cordilheira dos Andes.

Com certeza não tem como visitar o Chile e não viver momentos inesquecíveis. No deserto do Atacama vale a pena fazer os passeios ao Vale da Morte, Vale da Lua, Laguna Cejar, Ojos del Salar e Laguna Tebinquinche, uma lagoa que também possui blocos de sal e cria um visual incrível, criando um espelho d`água.

Conheça cinco paraísos secretos em Paraty

AlugueTemporada lista esconderijos apaixonantes na cidade histórica localizada estrategicamente entre São Paulo e Rio de Janeiro

O município de Paraty, no estado do Rio de Janeiro, é conhecido pelas belezas naturais e atrai visitantes de várias partes do país o ano todo. Na baixa temporada, muitos buscam eventos já tradicionais na cidade como a Festa do Divino, em junho, a Feira Literária (FLIP), entre junho e julho, e o Festival da Cachaça, em agosto. Seja no verão ou no inverno, a região tem seus encantos e a arquitetura e história enraizada na cidade são espetáculos à parte em qualquer época. O Centro Histórico é formado por casarões coloniais preservados, igrejas dos séculos XVIII e XIX e ruas calçadas em pedras pés-de-moleque onde o tráfego de automóveis é proibido. A característica peculiar é da época em que a região era sede do mais importante porto exportador de ouro do Brasil. Já imaginou ter acesso a todo esse patrimônio cultural e ainda se dar alguns dias de descanso em paraísos secretos dentro da cidade? No site do AlugueTemporada são mais de 200 imóveis na região, escondidos na Reserva Ecológica da Joatinga, Serra da Bocaína e na Baía de Paraty. As opções são diversas tanto para quem só quer passear um dia por praias mais desertas e voltar para os braços da infra do centro de Paraty, quanto para quem quer estar no conforto de uma mansão em um ponto isolado que só se chega de barco.

Pouso da Cajaíba

Pouso da Cajaíba é um dos paraísos escondidos de Paraty. (Foto: Divulgação)
Pouso da Cajaíba é um dos paraísos escondidos de Paraty. (Foto: Divulgação)

Dos paraísos escondidos, Pouso da Cajaíba é um dos mais fáceis de chegar. No porto de Paraty há vários barcos disponíveis para fazer esse passeio, a maioria de pescadores e moradores da região. Uma dica: pegue o mapa de toda Reserva Ecológica da Joatinga, onde fica Pouso, no próprio cais.  A região é o ponto de partida para trilhas que chegam a Martim de Sá e Sumaca. Além de aproveitar a natureza, o forró que acontece na maioria dos bares na alta temporada é imperdível. Para os viajantes que curtem uma hospedagem roots, ficar no próprio Pouso, neste imóvel “pé na areia”, é uma ótima opção.

Praia Grande da Cajaíba

A Praia Grande da Cajaíba fica do lado direito do Pouso de mesmo nome. Na região o viajante pode aproveitar a lagoa, cachoeira e rios, todos próximos da praia e que são ideais para um dia inteiro de passeio. Os quiosques próximos ao mar também são imperdíveis, ficam bem movimentados durante o fim de semana. Uma outra dica é  comer o pastel de arraia da Dona Dica, uma das atrações do local. Para chegar na praia o caminho também é por água, pegando o barco no porto de Paraty.

Martim de Sá

Para passar um dia em Martim de Sá, é possível chegar de duas formas: ou fazendo uma trilha, saindo de Pouso da Cajaíba (vale alertar que o caminho é aconselhável apenas para os mais aventureiros já que a trilha é bem íngreme) ou pegando um barco do cais, com preço das passagens variando entre R$ 40 e R$ 60.  A viagem é cheia de adrenalina, já que o passeio é em mar aberto.  Fique ligado no tempo. Com muito vento ou chuvas fortes os barcos não conseguem fazer o percurso. Chegando lá, um paraíso sem luz elétrica espera o viajante. Não deixe de conhecer o Seu Maneco, figura conhecida do local e famoso por preocupar-se com a preservação da praia onde sua família já vive há quatro gerações. Ele costuma dar as boas-vindas e contar histórias da região. A praia, mesmo no inverno, fica repleta de todos os tipos de tribos: os que gostam de surfar, os praticantes de slackline, até os jogadores de futevôlei e frescobol têm espaço. Se animar outra trilha, é possível chegar a um poção de água doce e uma cachoeira partindo do canto direito da praia. Essa é rápida, dura 30 minutos e sem grandes dificuldades.  Para os que pretendem ficar até tarde, nas noites mais frias é armada uma fogueira com música até o sol nascer. Outro atrativo do local são os plânctons, organismos marinhos que em alguns períodos do ano deixam o mar cheio de pontos brilhosos à noite. Depois disso tudo a volta para Paraty vai ser de alma lavada.

Sumaca

Ainda mais selvagem do que Martin de Sá é a Sumaca. A região tem apenas uma casa, onde vive Seu Manequinho. Surpreendentemente ele não é parente do Seu Maneco de Martim de Sá, mas é tão famoso quanto. Um bar e uma praia maravilhosa são o que a região tem para oferecer. É possível fazer uma trilha de pouco mais de uma hora para chegar em Sumaca, partindo tanto de Pouso quanto de Martim. Por lá todos conhecem o caminho. Outra opção para quem dispensa muito esforço é fazer a viagem de barco. Em Sumaca vale admirar a vista e a aproveitar os petiscos do bar.

Praia do sono

A Praia do Sono tem areias claras, bem finas e ondas grandes que atraem surfistas durante o ano todo. Em feriadões, como Réveillon e Semana Santa, a praia fica lotada de jovens. O violão está presente em quase todas as rodas, a maioria tocando hits de reggae e MPB. A praia não tem luz elétrica. Sinal de celular, então, nem pensar!  Você ainda pode curtir várias piscinas naturais formadas pelo córrego da Jamanta. Basta encarar uma trilha bem curtinha, de 20 minutos, que começa ao lado da igrejinha localizada no meio da praia. Para chegar à Praia do Sono, opção é o que não falta: você pode ir de carro, pegar vans que saem do centro de Paraty ou barcos no porto. Outra alternativa é fazer uma trilha que dura cerca de 1h30 partindo da Vila do Oratório, próximo ao Condomínio Laranjeiras.

Saco do Mamanguá

De Paraty, a viagem de barco leva cerca de 2 horas. De Paraty-mirim o trajeto é bem  menor, apenas 15 minutos. Não importa a forma, ir para Saco de Mamanguá vale a pena. Os barqueiros costumam cobrar entre R$ 100 e R$ 150 pela travessia, e as águas cristalinas durante todo o percurso compensam. Ao chegar, são 33 praias e é o único fiorde brasileiro, entrada de mar cercada por altas montanhas rochosas. Lá fica esta casa, ideal para grupos de até 10 pessoas, sem tomadas, como quase todas no local, e abastecida de luz solar por meio de placas e baterias no teto. Dentre as atividades possíveis de se fazer durante a estadia estão às marítimas como caiaque, stand up paddle, natação, pesca e passeios de barco. Entre os passeios, destaque para o que vai até o final do Saco do Mamanguá, na área de mangue, e que passa principalmente por Cruzeiro e Praia Grande. Em se tratando de montanhismo, a atração favorita é o Pão de Açúcar, com entrada pela Praia do Cruzeiro. A trilha dura cerca de 1h30 e a parte final é bastante íngreme, mas viável para pessoas de todas as idades. Chegando no topo da subida, o viajante depara-se com uma vista estonteante de toda a Baía de Paraty.