Arquivo da tag: Plataformas Digitais

‘Escrevendo Com Fogo’, produção indicada ao Oscar de 2022 na categoria Melhor Documentário, será lançada na América Latina pela Synapse Distribution

O documentário indiano “Escrevendo Com Fogo” (Writing with Fire), indicado ao Oscar de 2022, selecionado para 100 festivais ao redor do mundo e distribuído em mais de 40 países, ganhou data de lançamento no Brasil. A produção, que é o primeiro filme feito na Índia a ser indicado ao Oscar, é um dos documentários mais premiados nesta temporada: já são mais de vinte prêmios, incluindo dois no Festival de Sundance de 2021 (“Special Jury Award: Impact for Change” e “Audience Award”). Com distribuição da Synapse Distribution no Brasil e na América Latina, o longa estará disponível para compra e aluguel nas plataformas digitais Claro Now, iTunes/Apple, Google/YouTube e Vivo Play. Assista ao trailer aqui.

Em um país onde o jornalismo é dominado por homens, o jornal Khabar Lahariya, criado por mulheres da casta Dalit, chama a atenção. Considerados ‘intocáveis’, os dalits são excluídos do sistema ilegal de castas indianas. Contra todas as possibilidades, já que vivem em uma zona rural dominada pela violência contra mulher, a repórter Meera e sua equipe de jornalistas quebram paradigmas ao explorar as feridas, profundas e complexas, da Índia e a realidade dentro de suas casas.

O documentário acompanha a transformação do Khabar Lahariya, que depois de mais de 20 anos de existência, deixa de ser um jornal impresso. Desafiando as probabilidades, e redefinindo o poder, o Khabar passou a ser uma referência do jornalismo digital ultrapassando 10 milhões de visualizações no YouTube.

Dirigido e produzido por Rintu Thomas e Sushmit Ghosh, “Escrevendo Com Fogo” mostra, pela primeira vez, as histórias reais de corajosas mulheres que desafiaram o sistema e lutaram para escrever seus próprios destinos. “Geralmente, em um filme jornalístico, temos um caso que se torna o coração da história. Aqui, a forma que a história é estruturada e contada é totalmente diferente. Sim, elas são jornalistas, mas elas também são mulheres determinadas e era isso que queríamos colocar como o centro do filme”, explica Rintu Thomas.

O documentário jornalístico levou cinco anos para ser produzido e contou com o apoio das maiores instituições do mundo relacionadas a cinema e documentários, como Sundance Institute, IDFA (International Documentary Filmfestival Amsterdam), Tribeca Film Institute, Fondation AfterCiné, Finnish Film Foundation e outros.

‘Vozes do Passado’, com Julia Ormond e Emma Draper, estreia em 21 de janeiro

DRAMA PSICOLÓGICO COM TOQUE SOBRENATURAL ESTARÁ DISPONÍVEL PARA COMPRA E ALUGUEL NAS PLATAFORMAS DIGITAIS

O longa “Vozes do Passado” (Reunion), com Julia Ormond (“The Walking Dead”, “Filhos do Ódio”), estará disponível a partir de 21 de janeiro para compra e aluguel nas plataformas digitais Claro Now, Vivo Play, iTunes/Apple TV, Google Play e YouTube Filmes. Com distribuição da Synapse Distribution, o filme poderá ser encontrado nas versões dublada e legendada.

Ellie (Emma Draper) retorna à sua casa de infância para passar um tempo com a sua mãe, Ivy (Julia Ormand), de quem há muito tempo se afastou. Grávida de seu primeiro filho, ela passa a ser assombrada por memórias, despertadas pela antiga residência. Conforme se reaproxima da mãe, ela revive momentos sombrios e acaba desenterrando a verdade oculta do passado.

Filmado na Nova Zelândia, “Vozes do Passado” foi escrito e dirigido por Jake Mahaffy (“Free in Deed”, “Wellness”). Nas palavras do diretor, “a realidade de Ellie é manipulada, testando, assim, a memória de seu passado e a percepção de seu presente”. Ele acrescenta: “Enquanto a consciência da personagem cresce e ela confronta seu próprio ponto de vista em evolução, consequentemente ela se lembra de seu passado de forma diferente”. 

(Foto: divulgação)

Confira o trailer e o pôster de ‘Agente Infiltrada’

LONGA COM DIANE KRUGER, MARTIN FREEMAN E CAS ANVAR ESTREIA DIA 23 DE OUTUBRO NO STREAMING 

Acabam de ser divulgados o trailer e o pôster de “Agente Infiltrada”, um thriller de espionagem protagonizado pela ganhadora da Palma de Ouro de melhor atriz em Cannes, Diane Kruger (“Em Pedaços”, “Bastardos Inglórios”), e escrito e dirigido por Yuval Adler (“Belém: Zona de Conflito”). Com Martin Freeman (“O Hobbit”) e Cas Anvar (“O Quarto de Jack”), o longa chega às principais plataformas VOD, para compra e locação, em 23 de outubro.

No filme, Kruger interpreta Rachel, uma agente novata que é recrutada pela Mossad, o serviço secreto de Israel, e enviada a Teerã para infiltrar-se no programa nuclear iraniano. Disfarçada como professora de inglês, ela acaba envolvendo-se com o lugar e seus supostos inimigos– o que coloca em risco sua carreira e os planos da missão.

Quando Rachel desaparece sem deixar pistas, aos poucos é revelada uma teia de intrigas e sedução.

Baseado no livro “The English Teacher”, de Yiftach R. Atir, inspirado em fatos reais, “Agente Infiltrada” será lançado em 23 de outubro nas plataformas Claro Vídeo, Now, Vivo Play, iTunes, Apple TV, Google Play, YouTube Filmes e Sky Play.

(Foto: divulgação)

“O Braço Direito”, que marca a estreia do diretor Rodrigo Reinhardt, chega às plataformas no dia 8

Com estética refinada e produzido por uma jovem equipe, filme traz no elenco Denis Derkian, Charles Paraventi, Genézio de Barros, Che Moais e Lourinelson Vladimir e será lançado nas plataformas digitais dia 8 de outubro

Apostando na violência e em uma fotografia inovadora, o longa-metragem “O Braço Direito”, que marca a estreia do diretor Rodrigo Reinhardt, chega às plataformas digitais no dia 8 de outubro. Filmado sem recursos públicos, com atores renomados, e no estilo de produção “guerrilha”, o filme impressiona pela originalidade temática, atuações e vigorosa estética. Veja o trailer:

Em “O Braço Direito” conhecemos a história de Anselmo, um ex-investigador da Polícia Civil que agora atua clandestinamente no Mercado de Ações como o homem de confiança e “faz-tudo” de um magnata da Bovespa. Ele sofre de metástase (câncer generalizado) e tem pouco tempo para solucionar complexas situações profissionais e pessoais.

Para o diretor, o filme representa a essência do que é o País. “O Brasil é onde as coisas fluem ‘fora dos holofotes’, e todo o poder está concentrado em seus bastidores”, avalia Rodrigo.

“O Braço Direito” é o primeiro longa nacional a denunciar o insider trading (tráfico de informações e influência) e a espionagem industrial que ocorrem em nosso solo, estendendo sua realidade ao exterior. O frescor e a originalidade temática representam um atrativo dentro de um País onde seu submundo é explorado em demasia nos mesmos terrenos, com as mesmas abordagens, sob a mesma óptica.

Elenco
No elenco estão Denis Derkian (“Real: O Plano por trás da história”), Charles Paraventi (“Até que a sorte nos separe 2”), Genézio de Barros (“A dona do pedaço”), Che Moais (“Carcereiros”), Lourinelson Vladimir (“Rua Augusta”) e Luiz Guilherme (“Rio Heroes”). Sem preparação de elenco, os atores e atrizes que atuaram no longa conheceram a produção e o diretor no set de filmagem.

O filme custou R$ 250 mil e não contou com nenhum tipo de incentivo de recurso público. A equipe foi formada por jovens recém-graduados ou ainda graduandos de cinema. Uma das curiosidades da obra é reforçar o Estado de São Paulo como cenário cinematográfico. A produção realizou as filmagens nas cidades de Cubatão, Santos, Guarujá, Bragança Paulista, Monteiro Lobato e Paranapiacaba, sendo sempre utilizadas como reforço dramático. “Este talvez seja o filme contemporâneo que melhor retrate o potencial de São Paulo como palco cinematográfico. Sua diversidade visual impressiona, e conseguimos condensar, com efeito, cada tipo de ambiente como elemento dramático”, diz Reinhardt.

O longa-metragem é uma produção da Best Take Filmes com distribuição da O2 Play.

“Antologia da Pandemia” reúne 13 curtas-metragens de terror produzidos por cineastas de seis países

A partir do dia 6 de agosto estará disponível para venda e locação nas plataformas digitais

(Foto: Divulgação)

Treze curtas-metragens de terror produzidos durante a quarentena serão lançados no próximo dia 06 de agosto nas plataformas digitais iTunes, Google Play, Youtube Filmes, Vivo Play, Now e Looke, com a distribuição da O2 Play. “Antologia da Pandemia” reúne trabalhos de diretores do Brasil, Argentina, Uruguai, Estados Unidos, Reino Unido e Chipre.

A ideia partiu da Fantaspoa Produções, responsável pelo tradicional Fantaspoa – Festival Internacional de Cinema Fantástico de Porto Alegre, realizado anualmente desde 2005 e que, em 2020, por conta da pandemia, terá uma edição online (leia mais abaixo). A produção do longa é assinada por João Pedro Fleck, Fernando Sanches, João Pedro Teixeira e Nicolas Tonsho.

Críticas internacionais

O resultado coletivo registra um momento de transformação e incertezas em todo o mundo. Considerando a qualidade das obras selecionadas no concurso, o quanto capturam o contexto histórico em que estamos vivendo e sempre tendo em vista a promoção de novos e promissores talentos do audiovisual, “Antologia da Pandemia” vem recebendo críticas positivas da imprensa especializada.

O site Aipt Comics considera o filme “talvez a mais original antologia de horror já feita”.

Na avaliação do Nightmarish Conjurings, “não importa quais sejam seus gostos, se você está disposto a encarar os horrores da pandemia, a ‘Antologia da Pandemia’ tem um segmento especialmente para você”. Já a Signal Horizon Magazine alerta que “ao contrário da maioria das antologias, esta não apresenta nenhum momento de tédio”.

Filmes selecionados

Às Vezes Ela Volta, de Matheus Maltempi (Brasil)

Baldomero, de Martín Blousson (Argentina)

Eclosão, de Alejo Rébora (Argentina)

Estúpidemia, de Junior Larethian (Brasil)

Jérôme: Um Conto de Natal, de Beatriz Saldanha (Brasil)

O Último Dia, de Guillermo Carbonell (Uruguai)

A Mancha na Parede, de Daniel Pires (Brasil)

Pique Esconde Macabro, de Julio Napoli Filho (Brasil)

Psicopompo, de Giordano Gio (Brasil)

Quarentena Sem Fim, de Fabrício Bittar (Brasil)

Barata, de Emerson Niemchick (EUA)

Roleta Russa, de Andreas Kyriacou (Chipre)

Desenterrado, de Karl Holt (Reino Unido)

Exibição em festivais

“Antologia da Pandemia” teve sua première mundial no prestigiado Chattanooga Film Fest 2020 e também será exibido como encerramento do Fantaspoa. O filme poderá ser assistido no festival somente entre os dias 31 de julho e 2 de agosto. Mais informações no site http://www.fantaspoa.com

Serviço

“Antologia da Pandemia”- diversos diretores

A partir de 06 de agosto nas plataformas digitais iTunes, Google Play

Youtube Filmes, Vivo Play, Now e Looke

‘A Última Nota’ tem estreia digital em 31 de julho

ESTRELADO POR PATRICK STEWART E KATIE HOLMES, LONGA SERÁ LANÇADO DIRETAMENTE NAS PLATAFORMAS VOD

Patrick Stewart e Katie Holmes. (Foto: Divulgação)

Estreia na direção de Claude Lalonde, “A Última Nota” acompanha um período delicado na carreira de Henry Cole (Patrick Stewart), um famoso pianista que dedicou a vida à música. Após a morte de sua esposa, ele se afastou dos palcos. E agora, seu esperado retorno é ameaçado por uma crise repentina de ansiedade.

Perdido e buscando se reconectar com a arte, o pianista conta com o apoio de seu agente e fiel amigo Paul (Giancarlo Esposito). É neste momento que ele reencontra a jovem jornalista Helen Morrison (Katie Holmes). Amante da música erudita, e decidida a escrever um artigo definitivo sobre a carreira de Henry, ela passa a ser a inspiração do músico e tenta convencê-lo a prosseguir com os concertos. A rápida conexão entre eles terá um poder transformador na vida de ambos.

Com locações que vão de Nova York aos Alpes Suíços, “A Última Nota” reflete sobre relacionamentos, carreira e amor pela arte e tem roteiro assinado por Louis Godbout. A trilha sonora é um elemento especial na produção, com peças para piano de compositores como Robert Schumann, Franz Schubert, Sergei Rachmaninoff e Alexander Scriabin.

Distribuído pela Synapse, “A Última Nota” será lançado em 31 de julho nas plataformas Now, Vivo Play, iTunes, Apple TV, Google Play, YouTube Filmes, Claro Vídeo e Sky Play.

DAVID BOWIE :: ÁLBUM “LIVEANDWLL.COM” ESTÁ DISPONÍVEL NAS PLATAFORMAS DIGITAIS :: WMG

“Liveandwell.Com”, álbum ao vivo de David Bowie, anteriormente disponível apenas em quantidades limitadas para assinantes do BowieNet em 2000, agora com duas faixas bônus, “Pallas Athena” e “V-2 Schneider”, ambas lançadas como singles de 12 polegadas sob o nome “The Tao Jones Index” – nome usado pelo artista e banda quando faziam apresentações surpresa em tendas dance de festivais ao redor do mundo, chega, pela primeira vez, em todas as plataformas digitais.
 
“Liveandwell.Com”, gravado em Nova York, Amsterdã, Rio de Janeiro e no festival de Phoenix do Reino Unido durante a turnê Earthling de 1997, chega com  12 faixas. O projeto foi produzido por David Bowie, co-produzido por Reeves Gabrels e Mark Plati, mixado por Mark Plati, no Looking Glass Studios, em Nova York, Estados Unidos. Os músicos nas gravações ao vivo são David Bowie (vocais, guitarra, saxofone), Zachary Alford (bateria), Gail Ann Dorsey (baixo, vocais, teclados), Reeves Gabrels (guitarras, sintetizadores, vocais) e Mike Garson (piano, teclados, sintetizadores).

Confira a tracklist completa de “Liveandwell.Com”

1 – I’m Afraid Of Americans (Radio City Music Hall New York, 15th October, 1997)
2 – The Hearts Filthy Lesson (Long Marston, Phoenix Festival, 18th July, 1997)
3 – I’m Deranged (Amsterdam, Paradiso, 10th June, 1997)
4 – Hallo Spaceboy (Rio de Janeiro, Metropolitan, 2nd November, 1997)
5 – Telling Lies (Amsterdam, Paradiso, 10th June, 1997)
6 – The Motel (Amsterdam, Paradiso, 10th June, 1997)
7 – The Voyeur Of Utter Destruction (As Beauty) (Rio de Janeiro, Metropolitan, 2nd November, 1997)
8 – Battle for Britain (The Letter) (Radio City Music Hall New York, 15th October, 1997)
9 – Seven Years In Tibet (Radio City Music Hall New York, 15th October, 1997)
10 – Little Wonder (Radio City Music Hall New York, 15th October, 1997)
11 – Pallas Athena (Amsterdam, Paradiso, 10th June, 1997)
12 – V-2 Schneider (Amsterdam, Paradiso, 10th June, 1997)

O melhor da trilha sonora de Tony Hawk’s Pro Skater agora no seu fone

Trilha sonora de Tony Hawk’s Pro Skater 1 e 2 já está disponível nas plataformas digitais. (Foto: Divulgação)

Na última terça (12) a Activision anunciou o remaster Tony Hawk’s™ Pro Skater™ 1 and 2, que será lançado para PlayStation® 4, PlayStation® 4 Pro, dispositivos da família Xbox One, incluindo Xbox One X, e para PC pela Epic Games Store.

Um dos aspectos mais marcantes da franquia é a trilha sonora, que marcou uma geração e traz de volta grandes clássicos para este remaster. E enquanto o jogo não está disponível os fãs poderão ir matando a saudade das faixas que marcaram a série nessa playlist especial.

CONFIRA “SCOOB! THE ALBUM”, TRILHA SONORA COMPLETA DA ANIMAÇÃO DE SCOOBY-DOO

Projeto inclui o novo single “On Me” de Thomas Rhett e Kane Brown ft. Ava Max

Warner Music divulga álbum de “Scoob”. (Foto: Divulgação)

A Atlantic Records acaba de divulgar oficialmente “Soob! The Album”, a trilha sonora oficial do longa da Warner Bros., uma distribuição nacional Warner Music Brasil. A versão animada do longa de aventura e ação de Scooby-Doo, uma realização Warner Bros. Pictures e Warner Animation Group, chega para entreter a família toda. A trilha sonora do longa, disponível em todas as plataformas digitais, chega acompanhada da colaboração épica de Thomas Rhett & Kane Brown, com a sensação global pop Ava Max, “On Me”. Hoje, também marca a estreia do vídeo oficial que traz uma mistura de cenas de ação ao vivo gravadas durante a quarentena, com animações do filme, disponível no YouTube.

“Scoob! The Album” estreou mais cedo nesta semana o single principal do projeto, “Summer Feelings”, do cantor e compositor Lennon Stella com colaboração do múltiplas vezes nominado ao Grammy, cantor, compositor e produtor Charlie Puth. Produzida por Invincible (“I Like It” – Cardi B), “Summer Feelings” gerou aclama imediata da crítica.

Além de “Summer Feelings” e “On Me”, “Scoob! The Album” traz também outras músicas inéditas e colaborações exclusivas, que inclui uma empolgante variedade de grandes artistas e nomes em amplo desenvolvimento do mercado, entre eles: Jack HarlowSage The Gemini Ft. BYGTWO3Galantis Ft. FaouziaPink Sweat$Rico NastyRare AmericansR3HAB Ft. A R I Z O N APlested e Token, além da icônica música-tema do Scooby-Doo, com Best Coast. Confira a tracklist completa abaixo.

“Scoob! The Album” tem produção executive assinada por Xplicit. Além de incluir parceiros chave envolvidos na criação do álbum, que conta com Music Supervisor, Gabe Hilfer, A&R da Olly Sheppard e Executivos Responsáveis pela música para a Warner Bros. Pictures, Darren Higman e Niki Sherrod.

Confira a tracklist completa de “Scoob! The Album”:
 

  1. Lennon Stella Feat. Charlie Puth – Summer Feelings
  2. Thomas Rhett and Kane Brown Feat. Ava Max – On Me
  3. Jack Harlow – Yikes
  4. Sage The Gemini Feat. BygTwo3 – Tick Tick Boom
  5. Galantis Feat. Faouzia – I Fly
  6. Pink Sweat$ – I Like It
  7. Rico Nasty – My Little Alien
  8. Rare Americans – Back Up Plan
  9. R3HAB Feat. A R I Z O N A – Feel Alive
  10. Plested – 25 Hours
  11. Token – Homies
  12. Best Coast – Scooby Doo Theme Song

TRÊS ÁLBUNS DE MUITOS SUCESSOS E GRANDES PARCERIAS DO CANTOR DANIEL DISPONÍVEIS EM PLATAFORMAS DIGITAIS

O terceiro e último volume de Meu Reino Encantado será lançado a partir do dia 01/05.  As edições I e II já estão nas plataformas de streaming

Álbuns de Daniel estão disponíveis nas plataformas digitais. (Foto: Divulgação)

O volume III de Meu Reino Encantado, do cantor Daniel, ganha as plataformas digitais a partir do dia 01/05. Os dois primeiros volumes, I e II, já estão disponíveis nas plataformas de streaming. Nesse terceiro lançamento, entre as faixas musicais, estarão sucessos como MerceditaDesatino,Sertanejo de Coração e Pescador e Catireiro em parcerias celebradas com Perla, Rionegro & Solimões, Bruno & Marrone e Abel e Caim. “Esse projeto é muito particular porque eu idealizava fazer com o saudoso João Paulo. Sempre cantarolávamos esse tipo de música, pois são influências, desde infância, adolescência ouvindo em casa. Nos bastidores, em quarto de hotel, nós sempre catávamos uma viola para ensaiar essas músicas”, relembra Daniel.

O início de Meu Reino Encantado ocorreu em 2000, com o primeiro volume contando com 16 canções, com sucessos como Tocando em Frente, Avenida BoiadeiraCuitelinho, em parcerias com Almir Sater, Rick e Renner e Pena Branca, além da faixa que dá nome ao álbum, que Daniel divide com o pai, José Camillo. “Tive a ideia de dar início ao projeto e convidar alguns cantores, pessoas que eu admirava muito. A primeira pessoa que queria que estivesse em meu projeto era o meu pai, que tanto pra mim quanto para o João Paulo, era nosso professor. Quando pedi que ele escolhesse uma canção, a escolha foi Meu Reino Encantado. O produtor na época, Manoel Nenzinho Pinto, sugeriu que o nome do álbum fosse esse também”, esclarece o cantor.

Na sequência, em 2003, o volume II foi uma homenagem a Tião Carreiro & Pardinho, em releituras de grandes sucessos gravados pela dupla. O resultado foi a sinergia já característica com o pai e também nomes como Gino e Geno (Paixão Dupla), João Mulato & Douradinho (Moradia), Rolando Boldrin (cobra venenosa), entre outras parcerias. Em 2005, o terceiro e último álbum é lançado com nomes como Abel e Caim, Bruno & Marrone e Moacyr Franco.

Motivo de orgulho e carinho, o cantor celebra o repertório dos álbuns, que contempla modas de viola ao estilo do campo e músicos que foram e são ídolos tanto no período da dupla quanto para Daniel. “Fui um dos últimos a gravar com Pardinho [da dupla Tião Carreiro & Pardinho], gravei também com Pena Branca [da dupla Pena Branca & Xavantinho]. Não imaginava que teria o prazer de fazer três projetos dessa forma, dividindo a parceria com todos eles, satisfazendo um desejo pessoal e comemorando.  A música raiz me fascina, porque tem uma veracidade muito grande e é atual em todos os aspectos”, emociona-se.
 
O primeiro volume de Meu Reino Encantado foi lançado após os dois primeiros álbuns da carreira solo de Daniel, que foram Adoro Amar Você (1998) e Vou Levando a Vida (1999).

Confira a tracklist completa do álbum
“Meu Reino Encantado III”:

  1. Desatino (Part. Rio Negro & Solimões)
  2. Jeitão Caboclo (Part. José Camilo)
  3. Proposta (Part. Zé Henrique & Gabriel)
  4. Pescador e Catiteiro (Part. Caim e Abel)
  5. Mercedita (Part. Perla)
  6. Sertanejo de Coração (Part. Bruno & Marrone)
  7. Mala Amarela (Part. José Camilo)
  8. Gente da Minha Terra (Part. Amarai & Filho)
  9. A Volta do Boiadeiro (Part. Lourenço & Lourival)
  10. Poeira (Part. Dua Glacial)
  11. Na Barba do Leão (Part. Os Filhos de Goiás)
  12. O Último dos Carreiros (Part. André & Andrade)
  13. Bica D’Água (Part. Raul Gil)
  14. Dia de Visita (Part. Moacyr Franco)
  15. Desatino (Bônus)