Arquivo da tag: Plot Twist

Obrigado pela nostalgia e queremos a terceira temporada!

Clima nostálgico, referências e muita ação marcam a 2ª temporada de ‘Cobra Kai’, disponível na Netflix

Segunda temporada de ‘Cobra Kai’, está disponível na Netflix. (Foto: divulgação)

Por Antonio Lemos

Há dois anos, publiquei no Diversório as minhas impressões sobre a primeira temporada de ‘Cobra Kai’, e fiquei na expectativa de sua continuidade. Depois que entrou no catálogo de séries da Netflix, acompanhei a rivalidade entre Daniel LaRusso (Ralph Macchio) e Johnny Lawrence (William Zabka). Sim, passou rápido (média de 30 minutos por episódio), bateu nostalgia e quero a terceira temporada para ontem!

Antes de distribuir um caminhão de spoilers (se não curtir pode pular esta parte), posso dizer que a segunda temporada é bem melhor que a primeira, com os personagens se consolidando em seus papeis, as referências da época e uma trilha sonora que faz vontade de ativar o aplicativo de músicas e ouvi-las no último volume.

Senta que lá vem spoiler…

Para quem lembra a cena final da primeira temporada, Lawrence se depara com uma sombra, que é nada mais do que o seu mestre John Kreese (Martin Kove), dado como morto e deixou um enorme gancho para a continuidade da série. E simplesmente roubou a cena.

No começo, Kreese queria bancar o bonzinho a ponto de trabalhar em conjunto com Lawrence, que queria abandonar o lema “sem piedade” e colocar mais ética nos seus caratecas. Além disso, o Cobra Kai já era um sucesso na região graças a vitória de Miguel (Xolo Maridueña), no Torneio All Valey, derrotando Robby (Tanner Buchanan) – em uma final que fez relembrar o primeiro ‘Karatê Kid’ (corre para assistir!) – fazendo com que o local ganhasse mais alunos.

Enquanto isso, LaRusso seguia firme e forte para reabrir o Miyagi Dojo e sua ideia era justamente trazer uma oposição do que o seu rival ensina e seguir os passos do Sr. Miyagi (Pat Morita). No começo, Robby era o seu único aluno, depois Samantha (Mary Mouser), filha de Daniel, se junta à turma e começa a treinar – isso lembra o ‘Karatê Kid 4”, não é? Bingo! O objetivo não era bater de frente com os cobras, e sim, ensinar que karatê é autodefesa. Aos poucos Daniel conseguiu provar seu valor como Sensei, se reencontrou na história e passou a fazer algo que se sentia confortável.

No decorrer do seriado, Tory (Peyton List) chega ao Cobra Kai e rouba a cena ao derrotar Miguel no tatame, ao ser desafiada pelos senseis. Os dois passam a treinar juntos e engatam um romance. Por falar em cupido, “Sam” e Robby se entrosam a cada atividade, com direito ao filho de Lawrence passar uma temporada na casa dos LaRusso. Os dois ficam juntos, mas sabe aquela sensação de que o romance era só para esquecer o passado?

‘Cobra Kai’ traz o clima de Karatê Kid para a série. (Foto: divulgação)

Seguindo o bonde, a temporada mostra Johnny “sentimental”, a ponto de acreditar em mudanças, mesmo sendo aquele durão que vimos nos filmes. Da mesma forma que ele mudou ao longo dos anos, também acreditou que Kreese pudesse ter seguido seus passos. Não é bem assim. Sua presença é a típica teoria do “anjinho e diabinho” na vida de Lawrence, que queria fazer do seu Dojo um lugar hamonioso, enquanto seu mestre queria resgatar aquele sentimento de ódio que era propagado por ele naquele mesmo espaço durante os anos 1980, e fazer com que seu eterno aluno batesse de frente com Daniel.

Além disso, o personagem de Zabka teve outros bons momentos, desde a sua batalha para conectar a Internet e suas aventuras no Tinder, até passar uma noite com seus antigos colegas de karatê, com direito a uma despedida emocionante.

‘Cobra Kai’ tentou ensaiar um acordo de paz entre os protagonistas, tipo um “Pacto de Não Agressão” pré-Segunda Guerra Mundial, mas quando parecia que a paz iria reinar no West Valley, sempre tem alguns imprevistos. Primeiro, LaRusso queria atrair mais alunos para o seu Dojo e promoveu uma apresentação de karatê no festival de sua concessionária, porém quem roubou a cena foram os alunos do Cobra.

Depois, Falcão (Jacob Bertrand) vandalizou o Miyagi Dojo e roubou a medalha de honra do Sr. Miyagi, trazendo a ira de LaRusso, e enxugando um pouco o corpo de alunos da academia concorrente. E por fim, novos embates surgiram, principalmente entre Sam e Tory e Falcão contra Demetri (Gianni DeCenzo). Ou seja, se tem algo que ambos levarão para o túmulo é essa tal rivalidade!

Para não deixar essa resenha grande, vamos para o final. Para quem pensa que há um novo campeonato de karatê, está enganado, mas toda aquela rixa entre os protagonistas não acaba bem.

Primeiro, a tão aguardada luta entre os protagonistas acontece na residência de Lawrence, depois de descobrir que Sam e Robby tinham passado a noite fora. Na sequência, o primeiro dia de aula na West Valley High School vira uma praça de guerra, com os alunos das duas academias se digladiando pelos corredores, parecia aquelas brigas de gangues nos anos 1980 ou cenas do clipe “Beat It”, do Michael Jackson, mas o desfecho não é nada feliz com um dos protagonistas principais ficando gravemente ferido. Ou seja, todos perderam!

Nas cenas finais, Lawrence toma uma rasteira daquelas do seu sensei, mostrando que nem todas as pessoas mudam (ou querem mudar). Triste, não?

As impressões finais mostram que “Cobra Kai” continua empolgante desde a sua trilha sonora, baseada no rock dos anos 1980 (Mötley Crue, Whitesnake, Queen…), até nas referências da cultura pop como Harry Porter, Game of Thrones e Doctor Who, deixando-o atual e atrativo para todos os públicos.

Terceira temporada vem aí?
Sim, e com o desfecho em aberto não tinha como. Ao receber uma notificação em seu celular e, não acostumado com a tecnologia, Johnny arremessou o aparelho para longe, e eis que há um “contatinho” que vai deixar a próxima temporada, prevista para 2021, um pouco mais apimentada. A rivalidade entre ambos permanecerá até o túmulo e um novo personagem-chave vai agitar ainda mais.

Os filmes com os finais mais surpreendentes para conferir no streaming do Telecine

Todo mundo ama um bom plot twist, aquela virada na história que ninguém estava prevendo e que deixa qualquer trama muito mais interessante. Pensando nisso, o Telecine elencou os filmes com os finais mais surpreendentes disponíveis na plataforma para tornar o momento cinema dos assinantes ainda melhor.Da ficção-científica ao suspense policial, confira a lista de filmes com os desfechos mais inesperados na plataforma:  

“A Chegada” está disponível no Telecine. (Foto: Divulgação)

A Chave Mestra
(The Skeleton Key)

Caroline é contratada para cuidar de um senhor que sofreu um derrame. Ao receber da esposa do paciente a chave mestra da casa, ela acaba descobrindo segredos sombrios escondidos no sótão.Direção: Iain Softley
Elenco: Kate Hudson, Gena Rowlands, John Hurt
EUA, 2005. Terror. 104 min. 
Link no Telecine

Corpo Fechado
(Ubreakable)Após um acidente de trem, David Dunne é o único sobrevivente da tragédia. Ao chegar ileso ao hospital, ele surpreende a todos e inclusive a ele próprio. Tentando entender como isso aconteceu, ele acaba cruzando com Elijah Price, um desconhecido que diz ter a explicação. 

Direção: M Night Shyamalan
Elenco: Bruce WillisSamuel L. Jackson, Robin Wright
EUA, 2000. Suspense. 106 min.
Link no Telecine

Assassinato no Expresso Oriente
(Murder On The Orient Express)Hercule (Kenneth Branagh), um dos detetives mais famosos do mundo, embarca no luxuoso trem europeu conhecido como “Expresso do Oriente”. Onde conhece o estranho Edward (Johnny Depp) que quer contratá-lo como segurança pessoal. No meio da viagem, um misterioso assassinato acontece, tornando todos os passageiros suspeitos e restando a Poirot descobrir quem é o culpado. 

Direção: Kenneth Branagh
Elenco: Kenneth Branagh, Michelle Pfeiffer, Johnny Depp, Ridley Daisy, Judi Dench, Penelope Cruz, Willem Dafoe, Leslie Odom Jr., Josh Gad
EUA, 2017. Suspense Policial. 80 min. 
Link no Telecine 

Fragmentado
(Split)

Três jovens são sequestradas por Kevin (James McAvoy), um homem que tem 23 personalidades e consegue alternar entre elas quimicamente em seu organismo. Enquanto buscam uma forma de fugir do cativeiro, elas precisam lidar com a chegada iminente da 24ª personalidade de Kevin.Direção: M Night Shyamalan
Elenco: James McAvoy, Anya Taylor-Joy, Jessica Sula, Haley Lu Richardson, Betty Buckley
EUA, 2016. Suspense. 117 min. 
Link no Telecine

A Chegada
(Arrival)Da noite para o dia, uma série de misteriosas espaçonaves alienígenas se fixam em locais ao redor do globo. O governo americano então convoca a linguista Louise Banks e o físico Ian Donnelly para tentarem se comunicar com esses seres e, assim, investigar se são uma ameaça à raça humana. 

Direção: Denis Villeneuve
Elenco: Amy Adams, Jeremy Renner, Forest Whitaker, Michael Stuhlbarg
EUA, 2016. Ficção-Científica. 116 min. 

Na Escuridão
(In Darkness)

Sofia é uma pianista cega que se torna testemunha-chave da morte de sua vizinha, Veronique. Como a vítima era filha de Radic, um poderoso empresário sérvio e suspeito criminoso de guerra, Sofia embarca em uma jornada sem volta pelo submundo do crime de Londres.

Direção: Anthony Byrne
Elenco: Natalie Dormer, Emily Ratajkowski, James Cosmo, Ed Skrein, Joely Richardson
EUA, 2016. Suspense Policial. 100 min.