Arquivo da tag: Reflex

NVIDIA Reflex diminui latência de Overwatch pela metade

(Foto: divulgação)

Jogadores de Overwatch com GPUs GeForce ganharam uma grande ajuda nas batalhas com a chegada do NVIDIA Reflex ao shooter competitivo da Blizzard. O Reflex reduz a latência do sistema para melhorar a competitividade dos jogadores, permitindo adquirir alvos mais rapidamente, reagir com mais agilidade e aumentar a precisão da mira simplesmente ao habilitar a tecnologia.

Após semanas de testes públicos, o Reflex agora está disponível para todos os jogadores de Overwatch, com o resultado impressionando até os desenvolvedores. “O NVIDIA Reflex muda completamente o jogo, com até 50% de queda na latência do sistema,” definiu John Lafleur, diretor técnico do Overwatch.

Rust e Ghostrunner recebem o Reflex

A NVIDIA também anuncia que a tecnologia está a caminho de dois novos jogos:

  • Rust: popular jogo de sobrevivência multiplayer da Facepunch Studios
  • Ghostrunner: futurístico título de ação ninja da One More Level

“Em Rust, todo mundo quer ver você morto, então a latência reduzida pelo Reflex vai garantir que você fique à frente dos inimigos. É só ativar o Reflex no menu de opções,” disse Helk, líder de projeto, designer e programador de Rust.

NVIDIA Reflex ficando cada vez ainda melhor

Outras melhorias que chegaram ao NVIDIA Reflex incluem:

  • Melhoria do modo ‘Boost’, que reduz a latência em cenários de alta utilização da CPU.
    • Fortnite implementou a otimização e os jogadores tiveram uma redução de latência de até 15% nesses cenários de limite de CPU;
    • Valorant vai ganhar suporte em seu próximo patch. Os primeiros testes mostram uma melhoria de 10-15% nos cenários vinculados à CPU.
       
  • Introdução de quatro novos mouses compatíveis com o Reflex Latency Analyzer, incluindo:
    • ASUS ROG KERIS WIRED
    • ASUS ROG KERIS WIRELESS
    • CORSAIR SABRE PRO CHAMPION SERIES
    • CORSAIR SABRE RGB PRO CHAMPION SERIES
       
  • Três fabricantes de mouses lançaram atualizações de firmware para habilitar o Reflex Latency Analyzer, incluindo:
    • AOPEN Fire Legend GM310
    • Acer Predator Cestus 350
    • Razer Deathadder v2 Pro
       
  • A Acer lançou o novo monitor equipado com Reflex Latency Analyzer, o Predator X25 360Hz.
     
  • O GeForce Experience foi atualizado para incluir vários recursos solicitados pela comunidade, incluindo:
    • Registrar todos os dados de monitoramento de desempenho em um arquivo CSV – incluindo FPS e estatísticas de latência do Reflex Latency Analyzer;
    • Escolher o número de amostras que o Reflex Latency Analyzer usará para calcular a média;
    • A adição da utilização da GPU às métricas de latência, para ajudar a identificar quando um jogo está com “gargalo” na CPU ou na GPU.

NVIDIA DLSS chega ao Nioh 2 e Mount & Blade II: Bannerlord; NVIDIA anuncia novos descontos de notebooks

(foto: divulgação)

Nesta semana chegou ao Rainbow Six Siege o Reflex, tecnologia da NVIDIA que reduz enormemente a latência do sistema; já Nioh 2 Mount & Blade II: Bannerlord receberam suporte ao DLSS. Além disso, ficou mais fácil do que nunca para desenvolvedores implementarem o DLSS e Reflex na Unreal Engine.

NVIDIA Brasil também está mostrando as melhores promoções do momento de notebooks equipados com placas GeForce, que possuem poder de processamento tanto para o trabalho, estudo e aplicações gráficas – e, claro, para encarar os mais recentes games.

Nioh 2: The Complete Edition e Mount & Blade II: Bannerlord ficam mais rápidos!

Nioh 2: The Complete Edition e Mount & Blade II: Bannerlord entram na lista de jogos com suporte ao NVIDIA DLSS.

Habilitar DLSS em Nioh 2 pode acelerar as taxas de atualização de quadros em até 58%, permitindo que todos os jogadores com uma GeForce RTX joguem em mais de 60 FPS o tempo todo.

Em Mount & Blade II: Bannerlord, o NVIDIA DLSS pode acelerar o desempenho em até 50% em 4K, permitindo 60 FPS em todas as GPUs GeForce RTX.

Jogadores de Rainbow Six Siege com uma GeForce recebem ajuda na mira

Se nos esportes o equipamento certo pode ajudar os competidores a atingir seu potencial máximo, os games competitivos não são exceção: melhores GPUs, monitores, periféricos e um bom software podem levar à melhorias de uma fração de segundo na seleção de alvos, o que pode ser a diferença entre a vitória ou derrota.

Jogadores de Rainbow Six Siege com uma GPU GeForce Série 10 ou mais recente agora podem baixar o servidor de teste público, executar a versão Vulkan e testar o NVIDIA Reflex antes de chegar ao jogo principal. Basta acessar o menu de opções de exibição e habilitar NVIDIA Reflex Low Latency.

Para ajudar os jogadores competitivos a medir e otimizar a latência do sistema de ponta a ponta, foi criado o NVIDIA Reflex Latency Analyzer. Usando hardware e software embutidos em monitores e mouses, a latência do sistema agora pode ser facilmente medida, permitindo que você otimize sua configuração para a melhor resposta.

NVIDIA DLSS e Reflex ficam mais fáceis de incluir na de Unreal Engine

E ambas essas tecnologias poderosas ficaram mais simples de serem implementadas nos jogos criados na Unreal Engine 4. Os desenvolvedores podem acessar o DLSS como um plugin para o Unreal Engine 4.26, enquanto o Reflex agora está disponível como um recurso na linha principal do motor gráfico.

Novos quatro jogos ganham mais FPS graças ao NVIDIA DLSS

NVIDIA anuncia que mais quatro jogos receberam suporte à sua tecnologia DLSS, que aumenta significativamente a taxa de atualização de quadros, assim como a definição das imagens.

O grande lançamento do momento, Call of Duty: Black Ops Cold War, já chegou com Ray Tracing DXR, Reflex, Ansel e Highlights. O DLSS proporciona um aumento de até 85% no FPS em 4K, garantindo aos proprietários de uma GeForce RTX a melhor experiência disponível.

Mas o DLSS não aprimora apenas grandes blockbusters; títulos independentes também podem se beneficiar da tecnologia, como mostram esses três jogos adicionais com suporte ao DLSS:

  • War Thunder – performance acelerada em até 30% em 4K
  • Enlisted – performance acelerada em até 55% em 4K
  • Ready or Not – performance acelerada em até 120% em 4K

Movido à RTX Tensor Cores, DLSS é uma nova rede neural de deep learning que aumenta a taxa de atualização de frames ao mesmo tempo em que proporciona imagens mais nítidas aos games para gameplay de alta performance em com Ray Tracing.

Fortnite ganha o mapa “RTX Deathrun”

Nesta quarta (18), chega ao popular Battle Royale o mapa “RTX Deathrun”, criado por Shride e Pimit. Ele poderá ser acessado no modo criativo de Fortnite pelo código 2623-0157-9251.

Nessa corrida da morte, os jogadores encontrarão diversos exemplos de Ray Tracing: o primeiro ambiente, Shattered Reality, ganha vida através de reflexos incríveis; em Mystic Cave, a iluminação fica mais realista do que nunca graças às sombras em Ray Tracing; e, com a iluminação global em Ray Tracing, a Military Base adquire luz indireta em tempo real, ganhando ainda mais detalhes. Enquanto exploram esses ambientes, os jogadores precisam evitar obstáculos e tentar terminar a corrida o mais rápido possível.

Novo GeForce Game Ready Driver melhora performance de CoD: Black Ops – Cold War e leva Reflex a Destiny 2

‘Call of Dutt: Black Ops Cold War’ ganha mais performance com nova placa GeForce Game Ready Driver. (Foto: divulgação)

A experiência de jogar um shooter aclamado de próxima geração com gráficos incríveis estará disponível para jogadores com uma GeForce em Call of Duty: Black Ops – Cold War, graças ao suporte a Ray Tracing e de tecnologias exclusivas da NVIDIA como DLSS e Reflex. E, assim como sempre acontece quando um grande título chega ao PC, quem tem placa de vídeo GeForce pode contar com a otimização via Game Ready Driver no dia do lançamento.

Vale lembrar que quem adquirir uma GeForce RTX 3080 ou GeForce RTX 3090 dos fabricantes autorizados até 10 de dezembro vai ganhar gratuitamente o jogo.

Além de proporcionar a melhor experiência para Assassin ‘s Creed Valhalla e Godfall, o driver também disponibiliza o NVIDIA Reflex em Destiny 2. Agora, o jogo co-op da Bungie conta com um aumento na velocidade de resposta que pode chegar a até 49%. O driver também valida quatro novos monitores compatíveis com G-SYNC.

Quatro novos monitores compatíveis com G-SYNC

No programa de compatibilidade com G-SYNC, a NVIDIA trabalha junto com os fabricantes de monitores para validar a experiência nos aparelhos compatíveis com o protocolo AdaptiveSync. Aqueles que passam são certificados como “Compatível com G-SYNC”. Para uma lista completa de monitores compatíveis com G-SYNC, clique aqui.

Os novos monitores validados são Acer CP3271U V, Asus XG27AQ, MSI MAG274QR e Xiaomi Mi 245 HF, dando aos jogadores ainda mais opções para reprodução de jogos em alta qualidade.