Arquivo da tag: Resistência

Acer lança linha Enduro de notebooks e tablets robustos

A Acer lança Enduro, sua nova linha de notebooks e tablets robustos projetados especialmente para oferecer a durabilidade, a portabilidade e o desempenho necessários para profissionais que trabalham no campo. Socorristas e trabalhadores industriais verão que o Enduro N7 da Acer é uma companhia confiável, enquanto produtores e mesmo amadores que fazem atividades externas vão gostar do Enduro N3, que é fino e leve. Uma série de tablets Enduro também está disponível para ambientes de varejo, armazém e manufatura.

“Com uma força de trabalho cada vez mais moderna, cada vez mais dispositivos móveis estão sendo implementados no campo, onde estão sujeitos a condições mais severas de manuseio. A Enduro, nossa nova linha de notebooks e tablets robustos, foi criada para oferecer a nossos clientes a durabilidade e o desempenho para dar conta do trabalho”, explica Andrew Chuang, gerente geral da Rugged Computing da Acer Inc.

Notebook robusto Enduro N7 da Acer

O Enduro N7 da Acer é um notebook parrudo fabricado com materiais que absorvem o choque para oferecer a confiabilidade necessária para socorristas, trabalhadores do campo e da indústria durante o expediente. Com certificação MIL-810G e IP65[i], o dispositivo foi projetado para resistir a quedas nos pisos mais duros e à entrada de pó e água. Essa durabilidade faz com que o dispositivo seja próprio para o trabalho, calor ou frio, e a tela FHD de 14” e 700 nits oferece excelente visibilidade em ambientes internos ou externos. Para quem tem um longo dia de trabalho, o Enduro N7 vem com duas baterias: uma bateria que pode ser trocada enquanto ele está ligado com longa duração de 10 horas[ii] e outra bateria ponte integrada. 

Além de conseguir resistir fisicamente a ambientes de trabalho caóticos, o Enduro N7 vem equipado com a tecnologia necessária para ser bem-sucedido no local de trabalho moderno. Uma CPU quad-core Intel® Core™ i5 de 8a geração oferece potência suficiente para navegar tranquilamente entre diversos aplicativos diferentes e trabalhar em várias tarefas ao mesmo tempo. O Enduro N7 também é muito seguro: o Trusted Platform Module (TPM) 2.0 no nível de hardware verifica sinais de invasão durante a inicialização e o Acer Enduro Manageability Suite (AEMS) serve para ajudar a proteger o dispositivo enquanto também facilita a implementação de serviços ou configurações de sistema em muitos dispositivos. Um sensor de impressão digital é compatível com logins seguros através do Windows Hello.

Notebook robusto Enduro N3 da Acer

O Enduro N7 da Acer é um notebook parrudo fabricado com materiais que absorvem o choque para oferecer a confiabilidade necessária para socorristas, trabalhadores do campo e da indústria durante o expediente. Com certificação MIL-810G e IP65[i], o dispositivo foi projetado para resistir a quedas nos pisos mais duros e à entrada de pó e água. Essa durabilidade faz com que o dispositivo seja próprio para o trabalho, calor ou frio, e a tela FHD de 14” e 700 nits oferece excelente visibilidade em ambientes internos ou externos. Para quem tem um longo dia de trabalho, o Enduro N7 vem com duas baterias: uma bateria que pode ser trocada enquanto ele está ligado com longa duração de 10 horas[ii] e outra bateria ponte integrada. 

Além de conseguir resistir fisicamente a ambientes de trabalho caóticos, o Enduro N7 vem equipado com a tecnologia necessária para ser bem-sucedido no local de trabalho moderno. Uma CPU quad-core Intel® Core™ i5 de 8a geração oferece potência suficiente para navegar tranquilamente entre diversos aplicativos diferentes e trabalhar em várias tarefas ao mesmo tempo. O Enduro N7 também é muito seguro: o Trusted Platform Module (TPM) 2.0 no nível de hardware verifica sinais de invasão durante a inicialização e o Acer Enduro Manageability Suite (AEMS) serve para ajudar a proteger o dispositivo enquanto também facilita a implementação de serviços ou configurações de sistema em muitos dispositivos. Um sensor de impressão digital é compatível com logins seguros através do Windows Hello.

Notebook robusto Enduro N3 da Acer

O Enduro N3 da Acer é um notebook potente que oferece equilíbrio entre durabilidade e portabilidade, sendo ideal para usuários que transitam entre diversos locais de trabalho diferentes, como arquitetos, inspetores de projeto, gerentes de eventos, pessoal de campos agrícolas, ou mesmo amantes de ambientes externos que curtem registrar suas aventuras. O Enduro N3 foi projetado especialmente para ser resistente a quedas e a água, com certificações MIL-STD 810G e IP53[iii], ao mesmo tempo mantendo uma moldura fina e leve de apenas 24,85 mm, com peso de 1,985 kg. Alguns desses recursos incluem cantos reforçados contra quedas, vidro Corning® Gorilla® Glass para proteger a tela contra água, e o exclusivo Aquafan resistente a água.

Essa proteção física é acrescentada a níveis premium de proteção contra ameaças cibernéticas graças a tecnologias como Discrete Trusted Platform Module, AEMS, e HDs protegidos por senha. O conjunto de ferramentas de segurança e gerenciamento garante que todo trabalho feito no dispositivo com a bateria de 13 horas de duração2 esteja seguro, e para ter essa segurança não é preciso abrir mão do desempenho. O Enduro N3 vem com processador Intel Core i7 de 10a geração e 32 GB de RAM DDR4, o que confere a ele um desempenho confiável, com GPU separada opcional NVIDIA® GeForce® MX230 e SSD de 512 GB PCle Gen3 NVMe para quem possui cargas de trabalho excepcionalmente pesadas.

Acer Enduro Management Suite (AEMS)

O Acer Enduro Management Suite (AEMS) é um sistema projetado para aperfeiçoar o gerenciamento de grandes quantidades de dispositivos, ajudando a manter os dispositivos existentes mais seguros e a agilizar o processo de implementação de novos equipamentos. O console do AEMS possibilita que o gerenciador interaja remotamente com os dispositivos habilitados com AEMS das seguintes maneiras:

  • Teclas físicas programáveis: Os tablets e notebooks habilitados com AEMS incluem teclas físicas, localizadas ao lado do botão de liga/desliga, que abrem automaticamente um aplicativo designado quando pressionadas.
  • Controle de E/S: Capacidade de habilitar/desabilitar remotamente o acesso às portas de E/S[iv]. Câmeras e leitores de códigos de barras também podem ser habilitados ou desabilitados.
  • Monitor do dispositivo: Lista e exporta informações para todos os dispositivos sendo gerenciados, incluindo informações sobre o sistema, o hardware, o software e quaisquer hotfixes que tenham sido aplicados a cada dispositivo individual.
  • Implementação remota: Quaisquer aplicativos necessários, mudanças no BIOS ou atualizações do Windows podem sem enviados e implementados remotamente.

Tablet robusto Enduro T5 da Acer

O Enduro T5 (ET510-51W) da Acer é um tablet durável e parrudo com Windows, de 10”, projetado para longos períodos de trabalho em ambientes adversos. A bateria de 10 horas de duração2 pode ser trocada com ele ligado, possibilitando uso contínuo, e um processador Intel Core m3 de 7a geração dá a ele a potência necessária para quem trabalha com logística e manufatura. Isso tudo além das certificações MIL-STD 810G e IP65, e AEMS. Acessórios como estação de acoplamento, alças para as mãos, alças para o ombro, alças de quatro pontos para os ombros, carregadores para levar no carro e suportes para o carro estão disponíveis para ampliar a funcionalidade e a mobilidade do Enduro T5.

Tablets robusto Enduro T1 da Acer

O Enduro T1 (ET110-31W) da Acer é um tablet flexível e parrudo de 10”, com Windows, que pode dobrar de tamanho virando um notebook de 10,1” com o acoplamento de um teclado opcional. As certificações MIL-STD 810G4 e IP54 do dispositivo, combinadas com um processador Intel Celeron e 64 GB de espaço de armazenamento eMMC, fazem com que ele seja uma opção confiável e conveniente para o trabalho rápido em trânsito. Também é possível usar o Enduro T1 com luva.

O Enduro T1 (ET108-11A) da Acer é um tablet compacto e durável de 8”, com Android, projetado especificamente para quem trabalha no varejo, em depósitos e em fábricas. Com certificações MIL-STD 810G[v] e IP54, o dispositivo também conta com uma linha de acessórios opcionais e teclas programáveis que permitem adaptá-lo a uma variedade de ambientes exclusivos. Também é possível usar o Enduro T1 com luva.  

Preços e disponibilidade

Ainda não existe confirmação para data de comercialização dos itens no Brasil. As especificações, preços e disponibilidade exatos variam de acordo com a região. Para saber mais sobre disponibilidade, especificações do produto e preço em mercados específicos, entre em contato com o escritório Acer mais próximo através do site www.acer.com.

La Casa de Papel – parte 4

Quarta parte de “La Casa de Papel” finalmente está disponível. (Foto: Reproução/Internet)

Por Henrique Moita

Aqui a gente não perde tempo e já maratonamos a quarta parte da “La Casa de Papel”. Gostaria de ter feito logo quando lançou, mas 4 horas da manhã é pesado né. Mas assim que possível, assisti os episódios, e agora vamos a minha opinião sobre a temporada em si e seguindo, como fizemos nas duas matérias anteriores à essa, farei uma lista com cinco momentos, na minha opinião, mais marcantes dessa temporada.

Obviamente, a matéria estará cheia de SPOILERS, então, esteja avisado!

Começando pela crítica:

Quando assisti ao trailer de divulgação dessa temporada, admito que fiquei bem hypado para que ela estreasse o mais rápido possível. Às 4 da manhã, lá estava eu assistindo os dois primeiros episódios. E vou te falar, por sorte a série não segue o ritmo desses episódios, que são consideravelmente massante.

Temos a resposta do que aconteceu com Nairóbi após tomar o tiro e também o que sucede os eventos após a captura de Raquel, mas não tem nenhuma ação. A série da uma acalmada a um nível que nunca tinha acontecido. Literalmente, não acontece nada de muito importante que faça você ficar preso nos episódios. Porém isso muda após um grande evento. No princípio ele não parece lá grande coisa, mas com o desenrolar vimos a enorme consequência que isso tomou.

Começa com Tóquio assumindo o comando do grupo e dando um “golpe de estado” em Palermo. Com isso, ele tenta sair do Banco da Espanha e acaba se tornando, temporariamente, um dos reféns. Então, como ele mesmo disse, resolve liberar o caos dentro do banco, para que ele possa assumir novamente o controle. E faz isso com um simples conselho a Gandia, o chefe de segurança do governador do banco, fazendo com que ele se liberte.

Aí sim…aí a série começa. Por ser um ex-militar, Gandia tem treinamento e dá um enorme trabalho para o bando e para o Professor. Se “La Casa de Papel” tivesse começado desse ponto, ela seria praticamente perfeita, porém, com a enrolação principal, perde uns pontinhos preciosos. Durante os episódios, ainda temos os flashbacks costumeiros, mostrando mais dos detalhes dos dois assaltos e somos apresentados a novos personagens que farão muita diferença durante a temporada.

A temporada inclusive fecha em aberto, pois ainda não acabou o assalto, eles inclusive, nem começaram a planejar sua saída. Porém vai ficar beeeem difícil, tendo Sierra descoberto o esconderijo do Professor. Com todos esses detalhes sem desfecho só nos resta esperar e ver como toda essa história vai se concluir. Infelizmente não temos nem pistas de quando se iniciam as gravações e imagino que nem a própria Netflix deva saber, devido ao surto do coronavirus e a Espanha sendo um dos países mais afetados por ela.