Arquivo da tag: Restaurante

Restaurante Praça São Lourenço lança Menu do Mar – Salmão Selvagem Sockeye do Alasca é um dos destaques do novo cardápio

Praça São Lourenço Salmão Sockeye. (Foto: Divulgação)

O charmoso restaurante Praça São Lourenço lançou o MENU DO MAR com receitas saborosas e saudáveis de peixes e frutos do mar. Um cardápio especial que vai até final de março onde cada prato principal acompanha 1 entrada e 1 sobremesa e entre os destaques do novo menu, brilha o Salmão Selvagem Sockeye do Alasca. Repleto de ômega 3, ferro e baixo teor de gordura, o salmão é muito nutricional, pois os peixes naturais, selvagens e sustentáveis do Alasca vivem soltos nos mares do estado norte americano e não em cativeiro, como a maioria dos peixes disponíveis no mercado.

MENU DO MAR

ENTRADAS: Lula, Camarão e Manjubinha em migas de pão no forno a lenha e maionese de cerveja; Salada de Algas com farofa de castanha do Brasil e vinagrete de coco; Vinagrete de Mexilhão e espuma do mar. PRINCIPAIS: Churrasco de Vieiras, salada de maionese de coral, pão de alho com camarão  seco e farofa de botarga   (R$138,00);  Salmão Selvagem Sockeye Unilateral, legumes enterrados na brasa, cristais de  mel e gel de dill   (R$98,00); Atum de Barbatana Amarela com missô, cogumelo eryngui, arroz crocante e  salada de ervas  (R$ 93,00); Peixe Fresco, milho e echalote tostados, pipoca de escamas e caldo de pepino   (R$84,00); Mini Arroz com Lula, Polvo, Camarão, Mexilhão e Peixe Fresco, gel de cebolinha  (R$89,00)  e Paleta de Cordeiro com Aliche, salada fresca, purê de alho e alho caramelizado  (R$ 116,00). SOBREMESAS: Sorbet de Cambuci, pó de alga e algas caramelizadas; e Caipirinha do Seu Dino: sorbet de caju, gelatina de cachaça com gengibre e rapadura.

Peixes do Alaca: Selvagem, natural e sustentável

Provenientes da costa do Alasca, entre o Mar de Bering e o Golfo, uma das regiões mais preservadas do mundo, as cinco espécies de Salmão Selvagem do Alasca (Real, Vermelho, Prateado, Keta e Rosa), o Cod do Alasca (espécie Gadusmacrocephalus), a Polaca do Alasca, o Halibut (em português, Alabote do Alasca), as diversas espécies de peixes Solha e o Black Cod ou Guindara do Alasca, fazem parte de um seleto grupo de frutos do mar e peixes selvagens de muito prestígio no mercado gastronômico, que diferentemente dos peixes criados em cativeiros, tem baixo teor de gordura saturada e muito ômega 3 (ácido graxo extremamente benéfico ao organismo). “Nosso objetivo é que cada vez mais o consumidor tenha conhecimento dos benefícios e diferenciais dos peixes do Alasca. Todos com o selo de garantia de uma indústria que preza pelo controle de pesca e o meio ambiente”, diz Carolina Nascimento, porta voz do Alaska Seafood no Brasil. Portal: www.alaskaseafood.com.br

Cinco hotéis com restaurantes maravilhosos no Alentejo

Lista sugere ótimas opções para provar a gastronomia da região portuguesa

O Alentejo, maior região de Portugal, tem muito a oferecer aos turistas: vilas charmosas, litoral incrível, patrimônios históricos e culturais listados pela UNESCO e, principalmente, hotéis e restaurantes excelentes. A hospitalidade local é de altíssima qualidade, e a gastronomia encanta paladares com receitas tradicionais que muitas vezes levam um toque contemporâneo.

Alguns dos fabulosos hotéis da região contam com restaurantes próprios que servem delícias inesquecíveis, e não é preciso se hospedar neles para garantir uma refeição dos deuses. Confira cinco deles!

Hotel M’AR De AR Aqueduto e restaurante Degust’AR, em Évora

(Foto: Divulgação)

No coração da principal cidade alentejana fica esse hotel digno da realeza. Instalado no antigo Palácio dos Sepúlveda, uma construção quinhentista com vista para o imponente Aqueduto da Água de Prata, tem 64 quartos que combinam elementos modernos e tradicionais. Conta com piscina, bar e spa.

Confortável, requintado e intimista, o restaurante Degust’AR é comandado pelo chef António Nobre, que desenvolveu o cardápio partindo das iguarias alentejanas e mergulhando nos sabores mediterrânicos, sem receio de ser original.

Torre de Palma Wine Hotel e restaurante Basilii, em Monforte

(Foto: Divulgação)

Este cinco estrelas supera as expectativas de qualquer hóspede com simplicidade, tradição e autenticidade. Tem as paredes caiadas de branco, como na arquitetura típica da região, quartos elegantemente decorados, spa, piscina e uma excelente produção de vinhos, que pode ser explorada em degustações e visitas à adega.

O empreendimento é focado em vinhos, então, nada mais justo que um restaurante com pratos deliciosos para harmonizar com as bebidas. O Basilii proporciona uma viagem pelos sabores tradicionais, com especialidades como bochecha de novilho estufada, açorda alentejana e bacalhau, em um menu preparado com carinho pelo chef Filipe Ramalho.

Alentejo Marmòris Hotel & Spa e restaurante Narcissus Fernandesii, em Vila Viçosa

(Foto: Divulgação)

Este tributo ao mármore alentejano também é um hotel cinco estrelas, que esbanja luxo e sofisticação. Garante muito conforto em um ambiente exclusivo, que conta com um spa inserido numa pedreira natural.

O restaurante Narcissus Fernandesii reúne os melhores produtos dos campos e hortas da região, que são utilizados com ternura, dedicação, originalidade e paixão pelo chef Pedro Mendes. Além do tradicional cardápio, oferece menu degustação com cinco ou seis pratos, e uma opção vegetariana com quatro.

Hotel Sublime Comporta e restaurante Sem Porta, na vila da Comporta

(Foto: Divulgação)

Situado em um dos spots mais famosos de veraneio no Alentejo, o Sublime Comporta homenageia as coisas boas de Portugal, como a simpatia da população e o ritmo tranquilo da vida na região. A propriedade é rodeada por pinheiros, lagoas, dunas e arrozais e oferece muito sossego em seus 23 quartos e suítes. Há academia, spa e piscina.

Neste ambiente praticamente mágico está o Sem Porta, com a arquitetura inspirada nos antigos celeiros do Alentejo. Produtos locais são utilizados em receitas tradicionais que ganham uma apresentação cheia de elegância e criatividade, com um cardápio que respeita a sazonalidade dos ingredientes.

Herdade de São Lourenço do Barrocal e restaurante de mesmo nome, em Monsaraz

(Foto: Divulgação)

Esta propriedade de 780 hectares esbanja charme em quartos e casas com vista para o campo. Piscina, spa, parque infantil e muita natureza garantem atividades como caminhadas, piqueniques, observação de estrelas e provas de vinho ao ar livre.

O restaurante São Lourenço do Barrocal trabalha com os produtos da fazenda até a mesa. Com raízes na culinária alentejana e um pouco de contemporaneidade, o menu apresenta uma autenticidade única em pratos como polvo empanado e lombo de javali salteado.

Restaurante GAIA é inaugurado em Mônaco

Liderado pelo aclamado chef Izu Ani, o GAIA é o mais novo restaurante do Principado de Mônaco. Nomeado em homenagem à mãe-terra mitológica, o GAIA é inspirado nas montanhas, no sol e no mar gregos e serve cozinha grega autêntica com uma abordagem contemporânea.

Criado pelos especialistas culinários chef Izu Ani e chef Orestis, o menu GAIA combina sabores tradicionais, ingredientes frescos e a simplicidade da comida caseira. Cada prato possui a verdadeira essência da cozinha Aegean, adaptada para se adequar à cena cosmopolita atual. Com sabores harmoniosos, cada prato complementa o anterior, criando uma experiência gastronômica deliciosa. Entre os mais emblemáticos estão os pães fresquinhos, uma salada grega requintada, queijo feta assado, carpaccio de dourados e cabrito, seguidos de sobremesas gregas tradicionais.

GAIA. (Foto: Divulgação)

“Para criar o GAIA, nós realmente nos aprofundamos nos fundamentos da cultura grega e exploramos os elementos de sua culinária, seus rituais alimentares e como eles desfrutam as refeições. As partes mais importantes são geralmente as que você não consegue ver, como as raízes de uma árvore ou a parte submersa do iceberg. O GAIA surgiu dessa filosofia, um empreendimento nascido da profundidade, história e experiência”, disse o chef Izu Ani. “Entender nossos ingredientes é uma das nossas principais prioridades, eles são nossos parceiros na cozinha e os tratamos com respeito, assim como os gregos. Em todo o menu do GAIA, uma abordagem simples e humilde cria alguns dos pratos mais poderosos, nós medimos os sabores para criar um equilíbrio bonito”.

Cheio de artefatos tradicionais e aspectos intrigantes equilibrados harmoniosamente com detalhes modernos, o GAIA oferece um vislumbre da Grécia no coração de Mônaco, decorado com Bougainvilleas, em tons pastel do sol, das montanhas e do mar.

O restaurante também tem uma mesa exclusiva do chef, que cria uma experiência intimista entre ele e os clientes.

Para mais informações sobre o GAIA, acesse o link.

Para saber mais sobre o destino, acesse www.visitmonaco.com e o site Bureau Mundo, escritório virtual da GVA: www.bureaumundo.com.

Primavera chegou e a dica é ir ao Peixaria Bar e Venda

Depois de dias de frio e chuva, nada como aproveitar o Sol entrando no clima praiano que o Peixaria Bar e Venda proporciona. A sugestão do mês são as canoas com opções variadas de peixes, camarão, lula, ou lagostim e que acompanham farofa de banana e ovos, e salada de feijão fradinho. Os valores variam de R$ 42,00 a R$ 180,00.

Você também pode montar sua canoa com as opções que quiser, como a de Peixe Vermelho (400g), 4 camarões, 3 lulas e 4 tentáculos de polvo, que servem duas pessoas e sai em torno de R$ 220,00.

Peixe Vermelho, Camarão, Lula, Farofa de Banana com Ovos e Salada de Feijão Fradinho. (Foto: Divulgação)

A casa oferece ainda uma variedade de porções para compartilhar, como os pasteis com recheio de siri (oito unidades – R$ 46,00) e a linguiça de lagostim com gorgonzola (R$ 48,00), acompanhada de vinagrete de feijão-fradinho e farofa. Além disso, o cliente pode escolher o peixe que quer saborear e o prato é preparado na hora.

Localizado nas esquinas das ruas Inácio Pereira da Rocha e Fidalga, na boêmia Vila Madalena, o Peixaria Bar e Venda também funciona como peixaria, vendendo lulas, polvos, camarões, siris, frutos do mar e uma variedade de peixes de águas doce e salgada para quem quiser comprar para preparar em casa.

Serviço – Peixaria Bar e Venda – “um pouquinho da praia na Vila Madalena”

Endereço: Rua Inácio Pereira da Rocha, 112 – Vila Madalena

Telefone: (11) 2589-3963

Cartões: Todos (não aceitamos Ticket Restaurante, Sodexo, Ticket Alimentação)

Estacionamento: não tem valet (várias unidades particulares próximas)

Funcionamento

Terça a sábado das 12h à 01h

Domingo – 12h às 20h

Restaurante Ca’d’Oro anuncia novidades no menu executivo

Um dos mais tradicionais restaurantes italianos de São Paulo, o Ca’d’Oro prepara novidades em seu menu executivo. A partir de setembro, novos pratos passam a compor o cardápio especial, sendo quatro opções de entradas e outras quatro de pratos principais, além da sobremesa do dia ou fruta da estação. O menu executivo do Restaurante Ca’d’Oro, que está localizado na Rua Augusta, entre o centro da cidade e a Avenida Paulista, é uma ótima sugestão para quem trabalha na região e busca uma refeição de qualidade com um preço na medida.

Há duas opções de menu executivo, servido exclusivamente no almoço em dias úteis. O Mezzogiorno a Tavola é o tradicional, composto por entrada, prato principal e sobremesa por R$ 84,00. Já o Mezzogiorno Light a Tavola inclui prato principal e sobremesa pelo valor de R$ 56,00. Os preços não incluem o serviço.

Ca’D’Oro anuncia menu executivo renovado. (Foto: Divulgação)

Para a entrada, o cliente pode escolher entre salada de verdes, carpaccio ao molho Dijon, salada de gorgonzola com peras e nozes ou escondidinho de cogumelos selvagens em polenta. As opções de pratos principais incluem spaghetti ao pesto, risotto de funghi Porcini ao toque de mascarpone, salmão gratinado com legumes ou escalope de mignon ao poivre-vert com batatas ao alecrim.

Recentemente, o Restaurante Ca’d’Oro anunciou Henrique Michalany como seu novo chef de cozinha, dono de um currículo invejável no mundo da gastronomia. Junto com Fabrizio Guzzoni, gerente geral do Hotel Ca’d’Oro, o chef vai comandar também a área de Alimentos e Bebidas do hotel.

Hotel e Restaurante Ca’d’Oro

Rua Augusta, 129, Consolação – São Paulo/SP

Telefone: (11) 3236-4300

Mais informações em: https://www.cadoro.com.br/

Moranguinha de Camarão é a sugestão do chef no cardápio do Peixaria Bar e Venda

São tantas opções que fica difícil destacar um único prato para degustar as delícias do Peixaria Bar e Venda. Mas a dica do chef para os dias frios ou amenos é a Moranguinha com Camarão. A unidade custa R$ 42,00 e é bem servida, recheada com camarões grandes e muito saborosa.

A casa oferece uma variedade de porções para compartilhar, como os pasteis com recheio de siri (oito unidades) e a linguiça de lagostim com gorgonzola, acompanhada de vinagrete de feijão-fradinho e farofa. Além disso, o cliente pode escolher o peixe que quer saborear e o prato é preparado na hora.

Moganguinha é a novidade na Peixaria Bar e Venda. (Foto: Divulgação)

O estilo que remete ao mar está em cada detalhe do Peixaria Bar e Venda: na decoração, com peças e imagens espalhadas, no cardápio, nos móveis rústicos de madeira ou cadeiras de praia, e as cervejas são servidas em um cooler de isopor.

Localizado nas esquinas das ruas Inácio Pereira da Rocha e Fidalga, na boêmia Vila Madalena, o Peixaria Bar e Venda também funciona como peixaria, vendendo lulas, polvos, camarões, siris, frutos do mar e uma variedade de peixes de águas doce e salgada

Sobre o Peixaria Bar e Venda

A ideia do local foi a de trazer o clima praiano para a capital paulista. O local é decorado com xícaras de ágata, latas de conserva e até pacotes de biscoito para deixar tudo mais leve e divertido. Para sentar, cadeiras de praia e caixas de isopor para deixar as bebidas frescas o tempo todo.

A loja de peixes e o bar convivem harmoniosamente e é um ambiente convidativo, com muitas opções de petiscos e pratos frescos. O cliente tem ainda a opção de escolher um dos peixes disponíveis para a compra para ser preparado na hora e, caso tenha alguma receita que não esteja no cardápio, pode solicitar ao pessoal da casa que será feito.

Serviço – Peixaria Bar e Venda – “um pouquinho da praia na Vila Madalena”

Endereço: Rua Inácio Pereira da Rocha, 112 – Vila Madalena

Telefone: (11) 2589-3963

Cartões: Todos (não aceitamos Ticket Restaurante, Sodexo, Ticket Alimentação)

Estacionamento: não tem valet (várias unidades particulares próximas)

Funcionamento

Terça a sábado das 12h à 01h

Domingo – 12h às 20h

1º Festival da Tilápia de Curitiba

O evento, promovido pelo Restaurante Granoliva, uma das principais operações do FRESH Live Market, terá diversas opções de pratos com preço fixo de R$ 29,90

Leve, saborosa e rica em nutrientes, a tilápia é um dos peixes que fazem mais sucesso na mesa dos brasileiros. Nos últimos anos, a iguaria passou a ser encontrada com facilidade nos principais restaurantes do país, ganhando releituras cada vez mais deliciosas. Pensando nisso, o Granoliva, uma das principais operações do FRESH Live Market, complexo gastronômico curitibano, vai promover o 1º Festival da Tilápia de Curitiba.

Festival de tilápia do Restaurante Granoliva. (Foto: Divulgação)

O evento, que acontece entre os dias 21 de agosto e 01 de setembro, contará com vários preparos exclusivos que terão tilápia como grande estrela. Entre os destaques do festival, que terá o preço fixo de R$ 29,90, estarão a Tilápia com crosta de amêndoas, risoto milanês e legumes; a Tilápia grelhada com gergelim e espaguete de legumes com molho pesto; a Moqueca de tilápia com arroz de coco; e a Tilápia grelhada com legumes sautê. Na compra de qualquer prato da promoção, o cliente ganhará uma cerveja Corona.

“O Festival da Tilápia de Curitiba surgiu como uma oportunidade de valorizarmos esse peixe que caiu no gosto dos brasileiros e hoje é um dos mais consumidos no país. Com vários preparos exclusivos queremos mostrar a versatilidade da tilápia, dando aos curitibanos uma oportunidade única para saborear pratos com diversas inspirações”, comenta Ricardo Mayer, sócio proprietário do Granoliva.

O Granoliva fica no complexo gastronômico FRESH Live Market (Alameda Doutor Carlos de Carvalho, nº 1652), no bairro Batel, e funciona de terça a sexta-feira, das 18h às 23h, aos sábados, das 11h à 0h, e aos domingos, das 11h às 22h. Mais informações nas redes sociais oficiais ou no site www.imfresh.com.br.

5 restaurantes orgânicos para conhecer em Oslo

Premiada como a Capital Verde da Europa em 2019, Oslo, capital da Noruega, investe cada vez mais em ações, produtos e serviços ecológicos. Seguindo essa tendência, cresce o número de restaurantes na cidade que oferecem menus verdes.

Se você está procurando produtos orgânicos cultivados localmente ou refeições sem carne, você encontrará ótimas opções que variam de bistrôs com preços razoáveis a restaurantes gourmet com estrelas com Michelin.

Confira 5 restaurantes orgânicos para se conhecer em Oslo:

Restaurante Kontrast

(Foto: Divulgação)

Restaurante nórdico moderno, com cozinha gourmet, cria novos pratos todos os dias com base no melhores ingredientes orgânicos disponíveis. A comida é servida em pratos de tamanho médio e é possível pedir um prato de cada vez até se sentir satisfeito. Aberto de terça-feira à sábado, o Kontrast tem uma estrela no Guia Michelin.

Vegan Loving Hut

(Foto: Divulgação)

Restaurante com uma enorme seleção de sopas, hambúrgueres, pizzas, kebabs, macarrão, sushi e outros. O Loving Hut Oslo faz parte de uma cadeia internacional de restaurantes, que além de pratos veganos, ofere muitas opções sem glúten.

Oslo Raw

(Foto: Divulgação)

O Oslo Raw é um café com pratos a base de alimentos crus. Com opções de café da manhã e almoço, oferece uma variedade de comidas orgânicas e vegetarianas, além de sucos, cafés e smoothies. Ademais, o café é especializado em doces saudáveis – sem açúcar refinado, glúten e laticínios. O Oslo Raw tem aulas, workshops e palestras sobre alimentos crus, nutrição e saúde.

Maaemo

(Foto: Divulgação)

Maaemo é o único restaurante na Noruega com três estrelas no guia gastronômico Michelin. Toda a comida do restaurante é feita com ingredientes orgânicos e naturais. Pratos com carnes, frutos do mar, aves, vegetais, frutas e ervas dos produtores noruegueses são reunidos em uma refeição inesquecível, com uma apresentação encantadora.

Kumi

(Foto: Divulgação)

Kumi é um café vegetariano, restaurante e bar de sucos que serve café da manhã e almoço. O estabelecimento também tem uma grande variedade de pratos veganos e oferece brunch nos fins de semana. Todos os ingredientes do café são orgânicos, sem aditivos e sem açúcares refinados. Há a opção de comer no local ou levar para viagem.

Gajos Jardins lança Menu Experience

A ideia é promover uma verdadeira viagem gastronômica a todos os amantes da gastronomia portuguesa

A proposta, uma verdadeira viagem gastronômica, propõe a todos apreciar receitas tipicamente portuguesas durante o almoço e jantar de segunda a sábado, exceto feriados.  Do cardápio (R$47 almoço e R$71 jantar de segunda a sexta – exceto feriados e aos sábados R$71 durante o almoço e jantar) figuram 3 opções de entradas12 opções de pratos principais e 3 opções de sobremesas.

No Gajos Jardins todos poderão conferir de entrada: Bolinho de Bacalhau (duas unidades); Caldo Verde (com couve e chouriço português) e Salada Mista (mix de folhas frescas, tomate e palmito). Nos Pratos Principais: Picadinho à Rapariga (iscas de file mignon, molho roti, arroz, feijão, ovos e couve); Bife a Portuguesa (file mignon, molho roti, presunto cru, alho, ovos, batata portuguesa);Salmão Grelhado (batatas e legumes cozidos); Arroz de Pato (pato desfiado, tomate, cebola, chouriço); Arroz de Bacalhau (em lascas, tomate salsa, brócolis); Penne ao Bacalhau e Brócolis (azeite, alho, tomate, lascas de bacalhau, brócolis); Bacalhau com Natas(desfiado, creme de leite, cebola, batata, salsa); Bacalhau Meia Desfeita (desfiado com cebola, tomate, grão de bico e ovo cozido);Bacalhau à Bras (desfiado, batata palha, ovos, cebola, salsa e azeitonas); Bacalhau Gomes de Sá (em lascas, batata cozida, cebola, azeite e ovo, salsa); Bacalhau à Dona Antonia (desfiado com cebola, maionese e purê de batatas) além do Mexido de Bacalhau (ovo, cebola e batatas portuguesas).  De sobremesa: Salada de Frutas (frutas da estação); Queijadinha (queijadinha úmida, servida com sorvete de creme e doce de leite) e a Baba de Camelo (mousse de doce de leite com amêndoas torradas).

Menu Experience deixa ainda a disposição sugestão de harmonização com vinhos como Adega Grande (Branco / Garrafa: R$65 e Taça R$20) ou Valle Longo (Tinto / Garrafa R$88 e Taça R$25).

Serviços

Gajos Jardins

Rua Padre João Manuel, 1105 – Jardins (SP)

Informações e reservas: (11) 3891-1250

Aceitamos todas as bandeiras de cartões.

Valet R$25

De segunda a quinta-feira das 12 às 15hs e das 19 às 23hs / sexta-feira e sábado das 12 às 24hs / domingo e feriados das 12 às 22hs.

Novos cardápios nos restaurantes e spas dos hotéis Tierra

Marca chilena investe em ingredientes locais e produtos orgânicos nos pratos, nos tratamentos e em amenities de seus empreendimentos no Atacama, em Chiloé e na Patagônia

Hospedar-se na rede Tierra Hotels (www.tierrahotels.com) é ter a certeza de viver dias de bem-estar em refúgios norteados pelo espírito das paisagens chilenas onde os hotéis se encontram. Com empreendimentos no Atacama, em Chiloé e na Patagônia, a marca mantém uma busca constante pelo aperfeiçoamento da experiência de hospedagem e dos serviços oferecidos. Dentro dessa filosofia, traz novidades significativas para a temporada 2019/2020, com mudanças de amenities, gastronomia e spa, privilegiando ingredientes locais e produtos orgânicos.

Quando aplicado à culinária, esse conceito se converte em menus notadamente distintos, em que produtos regionais são usados com ousadia. Neste momento, os chefs dos restaurantes dos hotéis estão fazendo cursos de culinária típica e renovando os cardápios. Opções raw, veganas, low carb e sem glúten estarão contempladas nas novas receitas, com o objetivo de manter refeições equilibradas e cheias de sabor.

Tierra Hotels aposta em ingredientes locais. (Foto: Divulgação)

Pratos clássicos seguirão presentes nos menus. Em receitas como o Risoto de Centolla e o Sorvete de Chañar, a cozinha do Tierra Atacama propõe novas interpretações para sabores do norte do Chile. Em Chiloé, o protagonismo é dos pescados vindos de comunidades próximas ao hotel, presentes tanto no contemporâneo Bochechas de Côngrio salteadas com alcaparras, quanto no ancestral Curanto, cozido rústico do arquipélago chileno. Os ingredientes usados no Tierra Patagonia também são obtidos localmente, para o preparo de delícias como o Cordeiro Patagônico, que chega à mesa acompanhado de batatas chilotas, nativas da região.

Para acompanhar tudo isso, o Pisco Sour, drink chileno típico, servido também nos três hotéis, ganha variações regionais. O Calafate Sour leva em sua composição o fruto-símbolo da Patagônia, que batiza a mistura. No Tierra Chiloé, as refeições podem ser precedidas por uma bebida que une a potência do pisco à doçura e cremosidade do mel de Ulmo, árvore local. No Atacama, o Rica Rica Sour é resultado da combinação de pisco com a famosa erva da região que dá nome à bebida.

Produtos orgânicos também estão presentes no novo cardápio do Tierra Hotels. (Foto: Divulgação)

Sempre pensando na melhoria contínua dos três hotéis, a marca chilena promove também uma padronização em seus spas e incorpora produtos artesanais de origem Mapuche, cuja confecção inclui uma cerimônia tradicional entre os locais. Os homens não ficaram de fora da renovação de tratamentos e serviços dos spas, que irão dispor de uma linha facial masculina. Os funcionários já estão recebendo treinamento sobre as técnicas, e as responsáveis pelo spa de cada unidade se reúnem em Santiago no fim de agosto para alinhar essa visão global que a rede Tierra quer oferecer em seus três empreendimentos.

Os hóspedes do Atacama já podem experimentar as mudanças, implantadas sob a consultoria de uma especialista com experiência internacional em spa. O hotel, localizado no povoado de San Pedro do Atacama, ao norte do país, funciona o ano todo — fechará para reforma somente em 2020, entre 1º de maio e 30 de junho. Nos dois outros empreendimentos, as próximas temporadas começam no segundo semestre deste ano: o Tierra Chiloé recebe viajantes de 13 de setembro a 30 de abril, e o Tierra Patagonia abre em 1º de outubro, seguindo em funcionamento até 30 de maio.

Outra novidade é a mudança das amenities, agora da marca chilena Austral Organics. Elaboradas com ingredientes locais e orgânicos, vêm em embalagens recicláveis, que permitem a adoção de refis.

Mais informações podem ser obtidas em www.tierrahotels.com, no telefone 0800.761.1627 (Brasil) e com os principais operadores e agentes de turismo.