Arquivo da tag: Richard Morgan

Bertrand Brasil lança “Anjos partidos”, sequência de “Carbono alterado”

image003 (1).jpgEm “Carbono alterado”, livro de estreia de Richard Morgan, a vida eterna é uma realidade comercializada de forma banal por grandes corporações que dominam o comércio de “capas”, nova denominação para os corpos. Em pleno século XXV, a humanidade está espalhada por toda a galáxia e o avanço da tecnologia permite o armazenamento de memórias como forma de backup da consciência. Com o investimento certo, qualquer pessoa pode ter uma “capa” reserva e fazer o download de suas lembranças em um novo corpo em caso de morte.

Takeshi Kovacs, investigador particular, ex-agente secreto, cumpria uma pena por seus crimes até ser reinserido em outra capa e forçado a aceitar uma proposta: descobrir quem assassinou – ou será que foi suicídio? – o último corpo de Laurens Bancroft, poderoso magnata que teve os últimos momentos na vida anterior apagados.

Se em “Carbono alterado” Kovacs vai atrás de respostas, em “Anjos partidos”, segundo livro da série, ele está de volta para ser aquilo que foi treinado: um soldado. Contratado como mercenário, seu dever é ajudar o governo a reprimir uma violenta revolução civil no planeta Sanction IV.

Kovacs, no entanto, não está do lado de ninguém além do seu próprio. Então, quando um piloto desertor lhe faz uma oferta lucrativa, ele não hesita em abandonar o campo de batalha e embarcar em uma traiçoeira caça ao tesouro. Tudo o que o separa de seu objetivo, uma antiga nave alienígena, são uma cidade banhada em radiação, nanotecnologia assassina e quaisquer surpresas que a civilização marciana possa ter deixado para trás.

Ambientada trinta anos após o primeiro livro, a narrativa se mantém fiel a temas como: corrupção, banalidade da vida humana e os perigosos avanços tecnológicos que transformam o homem em verdadeiras máquinas. Em “Anjos partidos”, o cyberpunk revivido em “Carbono alterado” ganha contornos mais destacados de uma ficção futurista.

“Carbono alterado” foi adaptado pela Netflix. A série, que estreou em fevereiro e atraiu mais de seis milhões de expectadores em sua estreia, já foi renovada para a segunda temporada. A história foi adaptada pela roteirista e produtora Laeta Kalogridis, de Ilha do Medo, e tem Joel Kinnaman, de Esquadrão Suicida, no papel do protagonista.

Richard Morgan é autor de diversos livros de ficção científica e fantasia. Foi tutor do departamento de língua inglesa na Strathclyde University antes de sua carreira de escritor deslanchar. Fluente em espanhol, já morou em Madrid, Instambul, Ancara, Londres e Glasgow. Atualmente vive no Reino Unido com a esposa e o filho.

“Carbono alterado” chega às livrarias pela Bertrand Brasil e, em breve, ganhará adaptação na Netflix

image004.jpgReferência no gênero cyberpunk, “Carbono Alterado” retrata a sociedade no século XXV, quando a humanidade avançou para toda a galáxia e morrer se tornou quase impossível. Isso porque os humanos possuem um implante no corpo onde suas memórias podem ser armazenadas. Então, se o indivíduo morrer, é possível fazer o download de tudo o que já viveu em um novo corpo, também chamado de capa. A morte, agora, é apenas um contratempo.

Takeshi Kovacs já foi reiniciado várias vezes. Ele é um ex-emissário da ONU e, como um “Enviado”, possui habilidades especiais. É por isso que, após sua última morte em um planeta a 186 anos-luz de distância, ele acorda na Terra, inserido em uma nova capa e com uma missão. Kovacs é contratado por um poderoso magnata chamado Laurens Bancroft que quer descobrir quem assassinou o seu último corpo. A polícia afirma que foi suicídio, mas Laurens garante que nunca se mataria. O ricaço tem muitos inimigos e não foi possível recuperar a memória de seus últimos momentos.

Kovacs tem seis semanas para solucionar este mistério e durante este tempo, Luarens será responsável por todas as despesas da investigação. Uma vez bem sucedido, o detetive terá sua liberdade e poderá voltar para o seu planeta natal. Mas o que ele não sabe é que ao aceitar esta missão, estará no centro de uma conspiração perversa até mesmo para uma sociedade que trata a existência humana como produto.

“Carbono Alterado” é o romance de estreia de Richard Morgan. O livro vai virar uma série de dez episódios na Netflix, ainda sem previsão para lançamento. O elenco conta com Joel Kinnaman (Esquadrão Suicida) no papel do protagonista e James Purefoy como Laurens Bancroft.

Richard Morgan é autor de diversos livros de ficção científica e fantasia. Foi tutor do departamento de língua inglesa na Strathclyde University antes de sua carreira de escritor deslanchar. Fluente em espanhol, já morou em Madrid, Istambul, Ancara, Londres e Glasgow. Atualmente vive no Reino Unido com a esposa e o filho.