Arquivo da tag: Rock

Elvis não morreu!

Com lançamento a partir do dia 14 de julho, cinebiografia do ‘Rei do Rock’ conta a história sob a ótica do empresário do cantor e prende a atenção do público

Antonio Lemos

Elvis chega aos cinemas. (Foto: divulgação)

Quem disse que “Elvis não morreu”? Ele está vivíssimo por conta das suas obras, voz inigualável e a partir do dia 14 de julho ganhará às telonas de todo o Brasil com a sua cinebiografia: “Elvis”. Lançar um filme desse naipe requer um compromisso com a verdade e um bom roteiro por trás. A trama é contada pela ótica do criticado/controverso empresário do cantor, coronel Tom Parker, interpretado por Tom Hanks, que submeteu o artista a uma relação empresarial abusiva descoberta pelo mundo somente na década de 1980.

No filme, a carreira do astro é relembrada desde o início, quando se apaixonou pelo rhythm and blues ao morar em um bairro negro, até a sua morte em 1977. O diretor Baz Luhrmann – o mesmo de “Moulin Rouge” – abordou bem o fato de como Elvis se envolveu pelo ritmo em meio à segregação racial nos Estados Unidos, a sua identificação com os negros e ter crescido em áreas mais humildes. Com todas essas influências, sua ascensão foi inevitável e Parker viu no artista uma forma de ganhar dinheiro com shows itinerantes, que conduzia com outros cantores e davam espaço para o jovem ganhar destaque e aflorar. O resto é história.

Quem brilha é o ator Austin Butler. Ele praticamente encarna o cantor Elvis Presley. Olhar penetrante, trejeitos, a forma de falar e os movimentos pélvicos (ou requebradas), que era imoral na época, conquistando uma legião de fãs (e também de inimigos). Vale ressaltar também é que ele quem canta as músicas quando Elvis é jovem. Outro destaque fica para Tom Hanks ao interpretar o coronel Parker. A sua narrativa e o estilo “ilusionista” do personagem quase faz o pessoal “comprar a ideia” de que o empresário estava com a razão na relação tóxica entre os dois. Além disso, se faltava um vilão para Hanks interpretar, o “coronel fake” caiu como uma luva.

Com quase 2h40 de filme, Luhrmann faz o espectador entender como funcionava essa relação, e claro, ver como diversas decisões da carreira do cantor foram tomadas por conta das coisas que Parker matutava nos bastidores.  Assim, “Elvis” coloca o empresário como vilão da trama, na medida em que o personagem de Hanks conversa com o público sobre como essa figura astuta conseguiu criar um dos maiores nomes do cenário musical do século passado.

Em termos de passagens e relações familiares, há poucas abordagens e vale o destaque para a relação de Presley com a sua mãe Gladys (Helen Thomson), opositora das ideias de Parker. Richard Roxburgh dá vida ao pai do cantor, Vernon, que aceita tudo o que acontece na vida do filho e deixa a carreira nas mãos do empresário. Já Priscilla Presley é interpretada por Olivia DeJonge, e não é citado em nenhum momento o fato de a relação entre Elvis e Priscilla ter se iniciado quando ela tinha 14 anos, embora o casamento tenha ocorrido após seu 21º aniversário.

O longa também sabe conciliar os eventos que marcaram a trajetória da vida e da carreira do “Rei do Rock”, como a sua fase rebelde, onde Parker queria passar uma imagem de ‘Novo Elvis’ (versão comportada do artista) para um grupo conservador em um comício. Nada feito. Presley se apresentou como sempre fazia, deixando as fãs enlouquecidas e a polícia teve que entrar em ação para prender o astro. Depois, Luhrmann mostra em poucos minutos a passagem pelo exército, a tentativa de ser estrela nos filmes de Hollywood, e o especial de Natal no final dos anos 1960, onde Presley bate de frente com seu empresário ao lado do diretor Steve Binder (Dacre Montgomery). Tais fatos mostram o quão tóxico estava a relação de ambos e como Elvis queria mudar de ares.

As falcatruas de Parker chega ao nível máximo, quando o “Rei do Rock”faz sua primeira apresentação no Hotel Cassino de Las Vegas. Ao som de ‘Suspicious Minds’ – por sinal, é de arrepiar na versão ao vivo -, Parker fecha um acordo de cinco anos com os donos do espaço para que Elvis se apresente. No entanto, Elvis tinha outros planos em sua carreira, como uma turnê internacional, rejeitado pelo conservador coronel, que alegava “questões de segurança”, já que personalidades americanas sofriam atentados. “Preso” com Parker em seus contratos e uma vida pessoal em declínio (uso de substâncias ilegais, a bebida, a relação com as fãs e o ego ferido), Elvis Presley faleceu em 16 de agosto de 1977, aos 42 anos, na sua casa em Nashville.

Ao final, Parker diz que Elvis não morreu por conta do cansaço, infarto ou abuso de sustâncias, e sim, morreu de “amor” pela sua música e a relação com as fãs. Anos depois, veio à tona que o “coronel fake” levava 50% da renda do cantor. Parker faleceu em 1997 atolado em dívidas.

Mesmo com quase três horas de duração, “Elvis” entrega bem ao espectador as fases do cantor e Luhrmann consegue incluir no contexto da trama as mudanças sociais que os EUA passaram. Para quem tem dúvida sobre sua passagem: Elvis viverá para sempre!

WARNER BROS. PICTURES DIVULGA NOVO TRAILER DE ELVIS 

O longa, que estreia nos cinemas brasileiros dia 14 de julho, emocionou Priscilla e Lisa Presley, ex-esposa e filha do cantor

A Warner Bros. Pictures acaba de divulgar um novo trailer de Elvis, filme dirigido por Baz Luhrmann, e com roteiro de Baz Luhrmann, Sam Bromell, Craig Pearce e Jeremy Doner.

O tão esperado drama musical explora a vida e a música de Elvis Presley, e já foi visto por Priscilla Presley, ex-esposa do astro, que em suas redes sociais declarou ter assistido ao filme e também visto o trailer diversas vezes. “As palavras que ouvi da minha filha sobre o quanto ela amou o filme e que Riley também vai amar quando o vir me deixou em lágrimas. Revivi cada momento deste filme e levei alguns dias para superar as emoções, como aconteceu com Lisa. Lindamente feito Baz, Tom, Austin e Olivia”, escreveu Priscilla.

Protagonizado por Austin Butler (Elvis Presley) e Tom Hanks (Coronel Tom Parker), a história investiga a complexa dinâmica entre Presley e Parker ao longo de 20 anos, desde a ascensão de Elvis à fama até seu estrelato sem precedentes.

O filme tem estreia prevista nos cinemas brasileiros para 14 de julho. Para mais informações sobre a programação e ingressos, consulte os cinemas da sua cidade.

COLDPLAY ANUNCIA SHOWS NO BRASIL, PERU E CHILE

Banda acaba de confirmar shows em outubro no Rio e em São Paulo; Os ingressos estarão à venda a partir de 12 de abril

(Foto: James Marcus Haney / @marcushaney)

Respondendo a muitos pedidos, o Coldplay anunciou hoje seis novos shows da sua turnê Music Of The Spheres World Tour, com dois shows em outubro no Rio de Janeiro e em São Paulo e datas em setembro em Lima (Peru) e Santiago (Chile).
 
Mais de 2,6 milhões de ingressos já foram vendidos para a trunê, que se iniciou no dia 18 de março com um show na Costa Rica e seguiu com paradas com uma mega recepção por parte dos fãs na República Dominicana e México. A turnê continua a quebrar recordes pelo mundo: é, por exemplo, a primeira vez que um artista se apresenta por três noites no Estádio Nacional de Santiago, no Chile, e também marca a primeira vez que um artista internacional esgotou quatro noites no Foro Sol, na cidade do México, e dua snoites no Estádio Akron, em Guadalajara. A turnê segue pelos Estados Unidos entre maio e junho e segue para Europa com shows marcados na Alemanha, Polônia, França, Bélgica e Reino Unido. Novas datas e cidades ainda poderão ser incluidas.
 
A turnê inclui uma série de iniciativas de sustentabilidade que podem ser conhecidas em coldplay.com/sustainability.
 
Participações variam de acordo com as datas e incluem Camila Cabello, H.E.R. e London Grammar. Novas participações nos shows dos Estados Unidos ainda serão anunciados. 
 
Devido a questões logísticas, o show de Lima, que havia originalmente sido marcado para o dia 20 de setembro, foi reagendado para o dia 13 de setembro, com um segundo novo show adicionado para o dia 14/9. As duas datas em Los  Angeles originalmente marcadas para 2022 serão remarcadas para  2023, com novas datas de shows anunciadas tão breve quanto possível.
 
Ingressos para os novos shows adicionados em Lima começarão a ser vendidos na segunda, 11 de Abril, às 9 da manhã local, os shows em Santiago, na quarta, 13 de abril, às 11h local e, os do Rio de Janeiro e São Paulo, na quinta, 12/4, às 10h no horário de Brasília.
 
A lista completa de shows segue abaixo coldplay.com/tour.

Rock in Rio 2022: Prepare-se para a venda geral de ingressos, no próximo dia 05 de abril, às 19h

Num termômetro de como será o momento da abertura das vendas para o público geral, a pré-venda exclusiva de clientes Itaú se esgota em tempo recorde. Esta é a segunda marca histórica consecutiva do festival, já que durante as vendas do Rock in Rio Card, foram vendidos 200 mil ingressos em apenas 1h28; Os membros do Rock in Rio Club ainda podem adquirir seus bilhetes de pré-venda até o dia 04 de abril ou enquanto houver disponibilidade de ingressos

(Foto: divulgação)

Mais uma vez a organização do Rock in Rio teve a real tradução do desejo incontestável dos fãs pela volta do entretenimento ao vivo. Após uma venda arrebatadora dos Rock in Rio Cards no ano passado, que teve 200 mil ingressos esgotados em 1h28min, a pré-venda de bilhetes para clientes Itaú, com cartões de crédito Itaú, Itaucard, Credicard e Iti, que aconteceu nesta quinta-feira, também se esgotou em tempo recorde. Os bilhetes disponíveis para a pré-venda, distribuídos entre todos os dias de festival, acabaram em 2 horas e 27 minutos. Os ingressos para os dias 04 e 10 de setembro, que tem como headliners Justin Bieber e Coldplay respectivamente, esgotaram em apenas 15 minutos. Os membros do Rock in Rio Club ainda podem adquirir seus ingressos até o dia 04 de abril, enquanto houver disponibilidade.
 

Os fãs do festival terão outra oportunidade para garantir um lugar na maior e melhor edição do Rock in Rio: a venda oficial de ingressos para o público geral começa no dia 05 de abril, às 19h.
 

Vale lembrar que nas vendas do Rock in Rio Card no ano passado, o volume de acessos simultâneos ultrapassou a casa de 800 mil usuários únicos para a compra do bilhete. Isso significa que se o festival tivesse aberto a venda oficial de ingressos naquele dia, teria público para encher duas edições inteiras de Rock in Rio, considerando que a média de compra por pessoa é de dois bilhetes. Esse é o segundo recorde consecutivo nas vendas do festival.
 

Para 2022, a organização já divulgou o line-up completo do Palco Mundo, New Dance Order e Rock District, além de grande parte do Palco Sunset. O Rock in Rio 2022 acontece nos dias 2, 3, 4, 8, 9, 10 e 11 de setembro de 2022, na Cidade do Rock, no Rio de Janeiro.

Serviço Rock in Rio:

2, 3, 4, 8, 9, 10 e 11 de setembro de 2022

Data da abertura das vendas oficiais: 05 de abril

Horário: 19h

Valor dos Ingressos:

R$ 625,00 – inteira

R$ 312,50 – meia entrada

rockinrio.ingresso.com

Coldplay estreia no Spotify Singles com cover de Kid Cudi e nova versão da faixa “Let Somebody Go”

(Foto: divulgação)

Estreando no Spotify Singles, a banda Coldplay lançou duas novas versões de músicas para o projeto. Considerada lado A dos lançamentos, “Let Somebody Go”, faixa com Selena Gomez, chega em uma versão acústica, íntima e despojada. Já o lado B ganha uma interpretação lúdica da icônica faixa “Day ‘N’ Nite”, de Kid Cudi. Ambas as músicas foram gravadas no Henson Recording Studio, Los Angeles (EUA).
 

Exclusivos para o Spotify Singles, os dois novos lançamentos seguem um ano atarefado para a banda de rock britânica que invadiu as paradas com seu nono álbum de estúdio, Music Of The Spheres. Como parte do lançamento do álbum, que estreou em 15 de outubro, o Spotify fez uma parceria com o Coldplay e criou outdoors enigmáticos em uma linguagem alienígena, desafiando os fãs de todo o mundo a um caça ao tesouro que durou uma semana. Pistas nas redes sociais e no Spotify guiaram os fãs para os locais e os outdoors digitais revelaram as letras das músicas do nono álbum da banda, que já conta com mais de 692 milhões de streams na plataforma de streaming até hoje. Coldplay tem mais de 57 milhões de ouvintes mensais.

Chris Martin, do Coldplay, falou sobre os lançamentos para Spotify Singles“Eu sempre amei a voz de Selena e quando “Let Somebody Go” chegou, parecia que ela era a única pessoa que poderia cantá-la. Estou tão feliz por ter aceitado. Ela é maravilhosa para se trabalhar e o tipo de artista cujo trabalho soa ainda melhor depois que você o conhece”.


Sobre “Day ‘N’ Nite”Chris Martin continua: “Eu amei quando saiu, e eu ainda gosto muito. Essa é a primeira vez que eu acho que realmente tomamos o tempo adequado para gravar um cover, porque na minha cabeça eu pude ouvir uma versão bem diferente da original, que apenas reforça o quanto é uma canção incrível. De uma maneira ou de outra, espero que qualquer um que esteja ouvindo apenas pense: ‘Uau, Kid Cudi é incrível'”.

Com mais de 5 bilhões de streams desde o início do projeto em 2017, Spotify Singles foi criado para dar aos artistas uma oportunidade de gravar novas versões de suas próprias canções, dos artistas que eles gostam ou uma música original. Até hoje foram mais de 600 gravações de mais de 300 artistas de todos os gêneros. A lista completa do Spotify Singles pode ser encontrada aqui.

Além disso, o Spotify apresentou pela primeira vez na América Latina uma edição especial de verão do projeto, trazendo com exclusividade versões inéditas de músicas de grandes artistas que vêm fazendo a cabeça do público brasileiro. A programação foi de 26 de janeiro a 16 de fevereiro, reunindo nomes incríveis como Os Barões da PisadinhaMatheus & KauanGrupo Menos é MaisLUDMILLAMC HarielPedro SampaioRebecca, ao lado de Dulce MaríaFarina e Mc Danny.

WARNER BROS. PICTURES DIVULGA PRIMEIRO TRAILER DE ELVIS

Dirigido por Baz Luhrmann, aguardado drama musical tem estreia prevista nos cinemas brasileiros para 14 de julho

A Warner Bros. Pictures divulga o primeiro trailer de Elvis, dirigido por Baz Luhrmann, com roteiro de Baz Luhrmann, Sam Bromell, Craig Pearce e Jeremy Doner, o filme tem estreia prevista nos cinemas brasileiros para 14 de julho. O tão esperado drama musical explora a vida e a música de Elvis Presley e mergulha na complexa relação do astro do Rock com seu enigmático empresário, Coronel Tom Parker.

Protagonizado por Austin Butler (Elvis Presley) e Tom Hanks (Coronel Tom Parker), a história investiga a complexa dinâmica entre Presley e Parker ao longo de 20 anos, desde a ascensão de Elvis à fama até seu estrelato sem precedentes.

Sobre o filme

O visionário cineasta Baz Luhrmann, indicado ao Oscar, dirige o drama Elvis, da Warner Bros. Pictures, estrelado por Austin Butler e Tom Hanks, ator vencedor do Oscar.

O filme aborda a vida e a música de Elvis Presley (Austin Butler) sob o prisma da sua tumultuada relação com seu empresário enigmático, o coronel Tom Parker (Tom Hanks). A história mergulha na complexa dinâmica entre Presley e Parker, que se estendeu por mais de 20 anos, desde a ascensão de Presley à fama até seu estrelato sem precedentes, tendo como pano de fundo a evolução da paisagem cultural e a perda da inocência na América. No centro dessa jornada está uma das pessoas mais importantes e influentes na vida de Elvis, Priscilla Presley.

Ao lado de Tom Hanks e Austin Butler, a premiada atriz de teatro Helen Thomson (séries “Top of the Lake” e “Rake”) interpreta a mãe de Elvis, Gladys; Richard Roxburgh (“Moulin Rouge!”, “Uma Razão para Viver”, “Até o Último Homem”) retrata o pai de Elvis, Vernon; e Olivia DeJonge (“A Visita”, “Stray Dolls”) interpreta Priscilla. Com Luke Bracey (“Até o Último Homem”, “Caçadores de Emoção: Além do Limite”) como Jerry Schilling; Natasha Bassett (“Ave, César!”), como Dixie Locke; David Wenham (a trilogia “O Senhor dos Anéis”, “Lion – Uma Jornada para Casa”, “300”), como Hank Snow; Kelvin Harrison Jr. (“Os 7 de Chicago”, “A Batida Perfeita”) no papel de B.B. King; Xavier Samuel (“Amor sem Pecado”, A Saga Crepúsculo: Eclipse”) como Scotty Moore; e Kodi Smit-McPhee (“Ataque dos Cães”) como Jimmie Rodgers Snow.

O elenco conta ainda com Dacre Montgomery (série “Stranger Things”, “A Galeria dos Corações Partidos”) no papel do diretor de TV, Steve Binder, ao lado dos atores australianos Leon Ford (“Gallipoli”, série “The Pacific”) como Tom Diskin; Kate Mulvany (“O Grande Gatsby”, série “Hunters”) como Marion Keisker; Gareth Davies (“Pedro Coelho”, série “Hunters”) como Bones Howe; Charles Grounds (“Podres de Rico”, “Camp”), como Billy Smith; Josh McConville (“A Ilha da Fantasia”), como Sam Phillips; e Adam Dunn (série “Home and Away”) como Bill Black.

Para interpretar icônicos artistas da música no filme, Luhrmann contou com a cantora e compositora Yola, como Irmã Rosetta Tharpe; o modelo Alton Mason, como Little Richard; o texano de Austin, Gary Clark Jr., como Arthur Crudup; e a artista Shonka Dukureh, como Willie Mae “Big Mama” Thornton.

Baz Luhrmann (“O Grande Gatsby”, “Moulin Rouge!”) dirige e produz o filme, do qual também é roteirista, em parceria com Sam Bromell, Craig Pearce e Jeremy Doner, baseado no argumento de Baz Luhrmann e Jeremy Doner, com produção da vencedora do Oscar, Catherine Martin (“O Grande Gatsby”, “Moulin Rouge!”), Gail Berman, Patrick McCormick e Schuyler Weiss. Courtenay Valenti e Kevin McCormick assinam a produção executiva.

Na equipe de produção criativa de Elvis estão a diretora de fotografia Mandy Walker (“Mulan”, “Austrália”); a designer de produção, vencedora do Oscar, e figurinista Catherine Martin (“O Grande Gatsby”, “Moulin Rouge!”); a designer de produção Karen Murphy (“Nasce uma Estrela”); os editores Matt Villa (“O Grande Gatsby”, “Austrália”) e Jonathan Redmond (“O Grande Gatsby”); o supervisor de efeitos visuais, indicado ao Oscar, Thomas Wood (“Mad Max: Estrada da Fúria”); o supervisor musical Anton Monsted (“Austrália”, “Moulin Rouge!”); e o compositor Elliott Wheeler (série “The Get Down”).

As filmagens de Elvis foram realizadas em Queensland, Austrália, com apoio do Governo de Queensland, da Screen Queensland e do programa de deslocamento de produtores do governo australiano. 

A Warner Bros. Pictures apresenta, em parceria com Bazmark Production, Jackal Group Production, Baz Luhrmann Film, Elvis, previsto para estrear no dia 14 de julho nos cinemas, com distribuição mundial da Warner Bros. Pictures.  

RED HOT CHILLI PEPPERS ANUNCIAM NOVO ÁLBUM COM SINGLE INÉDITO, “BLACK SUMMER”

Décimo segundo projeto da banda californiana está previsto para chegar as plataformas digitais em abril

Após seis anos sem um novo projeto de estúdio, a banda Red Hot Chilli Peppers anunciou o lançamento de “Unlimited Love”, seu mais novo álbum. E para aguçar ainda mais a curiosidade dos fãs, Anthony Kiedis, Flea, Chad Smith e John Frusciante liberaram o single e o clipe da faixa inédita “Black Summer”.

Unlimited Love” está previsto para ser lançado no dia 01 de abril, e marca a reestreia oficial de John Frusciante como guitarrista da banda depois de mais de 15 anos, e também o retorno do produtor e amigo de longa data Rick Rubin, que já colaborou com Johnny Cash e Adele, e caminha com o Red Hot Chilli Peppers há 30 anos.

O novo single, “Black Summer”, traz uma guitarra marcante que sublinha a letra introspectiva, com um groove de bateria hipnótico realçado pelos baixos inesquecíveis de Flea. O clipe, contou com a direção de Deborah Chow, que também dirigiu a série Mandalorian da Disney+.

(Foto: divulgação)

Sobre o novo projeto a banda revela que “Nosso objetivo é se perder na música. Nós passamos milhares de horas, juntos e individualmente, nos aprimorando e compartilhando para fazer o melhor álbum que pudéssemos. Nosso radar apontou para o divino, o cosmos, e estamos tão gratos por essa chance de estar juntos novamente na mesma sala, mais uma vez, tentando nosso melhor. Passamos dias, semanas, meses ouvindo um ao outro, compondo, tocando e fazendo arranjos para que tudo tivesse um propósito. Os sons, ritmos, vibrações, palavres e melodias nos enlouqueceram. Decidimos ser uma luz para o mundo, para animar, conectar e juntas as pessoas. Cada música do novo álbum é uma faceta nossa, refletindo nossas visões de universo. Essa é nossa missão de vida. Trabalhamos, focamos e preparamos para que essa onda gigante viesse, e estamos prontos para surfar nela. O oceano nos presenteou com a onda perfeita, e esse álbum é a soma e o caminho das nossas vidas. Esperamos que vocês gostem”.

Para Frusciante, que teve a primeira experiência de estúdio como um Red Hot Chilli Pepper desde sua saída em 2006, o álbum representa mais do que apenas fazer música: “Quando começamos a compor o material, estávamos tocando músicas antigas como Johnny Watson, The Kinks, The New York Dolls, Richard Barret e tantos outros. E gradualmente começaram a surgir novas ideias, transformamos acordes em canções, e depois de alguns meses, tudo estava aqui. O sentimento de diversão que tivemos enquanto estávamos tocando para outras pessoas nos acompanhou o tempo todo em que estivemos compondo. Pra mim, esse álbum representa nosso amor por isso, e a nossa em fé em nós mesmos.

“Unlimited Love” representa a união spiritual de quatro almas que ainda temem o inexplorado futuro, a amizade e sua música. “Black Summer” é a música que abre o novo projeto e vem seguida de outras faixas que prometem arrebatar os fãs.

A banda também anunciou uma nova turnê mundial, que começa no verão europeu, e vai passar pelos Estados Unidos e Canadá, com três shows já esgotados. Para conferir a agenda completa, clique aqui.

SHOW LENDÁRIO APRESENTADO EM “THE BEATLES: GET BACK” ESTREIA NOS CINEMAS EXCLUSIVAMENTE NO FORMATO IMAX®

A última apresentação ao vivo dos Beatles como um grupo, realizada no rooftop do Savile Row, em Londres, será apresentada no longa-metragem de 60 minutos THE BEATLES GET BACK: O ÚLTIMO SHOW. A produção em formato IMAX estará em cartaz nos cinemas de 10 a 13 de fevereiro

(Foto: divulgação)

O inesquecível show dos Beatles na cobertura da sede da Apple Corps, em Savile Row (Londres), em 30 de janeiro de 1969 foi apresentado pela primeira vez na íntegra em The Beatles: Get Back, série documental disponível com exclusividade no Disney+. Agora, a lendária apresentação da banda estreia nos cinemas IMAX® em um longa-metragem de 60 minutos.

THE BEATLES GET BACK: O ÚLTIMO SHOW ficará em cartaz de 10 a 13 de fevereiro nas salas de cinema IMAX® disponíveis e os ingressos já estão à venda em https://tickets.disney.com.br/the-beatles-get-back-o-ultimo-show

“Estou tão animado que o show de The Beatles: Get Back no terraço poderá ser visto em IMAX nessa tela gigante”, afirmou o diretor e produtor Peter Jackson“É o último show dos Beatles e é a maneira absolutamente perfeita de vê-lo e ouvi-lo.”

“Desde a estreia da bela e perspicaz série documental de Peter Jackson, recebemos inúmeras mensagens ​​de fãs pedindo para experimentar este inesquecível show do terraço em IMAX”, disse Megan Colligan, presidente da IMAX Entertainment. “Estamos empolgados em fazer essa parceria com a Disney para trazer o The Beatles: Get Back para um estágio totalmente novo e dar aos fãs dos Beatles em todo o mundo a chance de uma vida inteira de assistir e ouvir seus heróis com a imagem e som incomparáveis ​​do IMAX”.

O show completo, que faz parte da série documental original de Peter Jackson The Beatles: Get Back, foi otimizado para telas IMAX, remasterizado digitalmente para a qualidade de imagem e som da The IMAX Experience® usando a tecnologia proprietária IMAX DMR® (Digital Remastering).

.

Rock in Rio 2022: Guns N’ Roses será headliner do Palco Mundo no dia 8 de setembro

Banda americana de Hard Rock volta ao festival com Axl Rose, Slash e Duff McKagan; A banda de rock Måneskin também estará entre as atrações do dia e farão seu primeiro show no Brasil; Festival também confirma Djavan no Palco Mundo no dia 10 de setembro

Guns N’ Roses está confirmado no Rock in Rio. (Foto: divulgação)

Os fãs do Rock in Rio podem celebrar em dose tripla, pois o festival acaba de anunciar três atrações de peso que vão agitar a Cidade do Rock. Hoje, a organização do maior festival de música e entretenimento do mundo confirmou o retorno do Guns N’ Roses como headliner do Palco Mundo no dia 8 de setembro. Ainda no mesmo dia, o Måneskin estreia em solo brasileiro no mesmo palco. Já no dia 10, Djavan abre a noite do Palco Mundo, que já tem confirmado Coldplay como atração principal, além de Camila Cabello e Bastille. Marcado para os dias nos dias 2, 3, 4, 8, 9, 10 e 11 de setembro de 2022, o festival acontece no Parque Olímpico, no Rio de Janeiro.

Parceiros de longa data do Rock in Rio, onde realizaram shows inesquecíveis, o Guns N’ Roses está de volta ao festival com seus hits épicos como “Sweet Child O’ Mine” e “Welcome To The Jungle”, e as recém-lançadas “ABSUЯD” e “Hard Skool”. A banda fecha a noite no Palco Mundo sob o comando do vocalista ícone da banda, Axl Rose, que será acompanhado por Slash na guitarra, Duff McKagan no baixo, Richard Fortus na guitarra, Frank Ferrer na bateria, e os tecladistas Dizzy Reed e Melissa Reese.

Os italianos do Måneskin, uma das atrações mais pedidas pelos fãs da Cidade do Rock, que recentemente ganhou o prêmio de Melhor Grupo de Rock no MTV EMA, farão uma apresentação inédita no Brasil, também no Palco Mundo, logo antes do Guns N’ Roses. No setlist, o público pode esperar pela canção de sucesso “Beggin”, que já possui mais de 770 milhões de reproduções no Spotify e chegou ao topo das paradas de rádio nos Estados Unidos, além de seus últimos lançamentos como “I Wanna Be Your Slave” e “Mammamia”.

Responsável por abrir a noite no Palco Mundo no dia 10 de setembro, o cantor Djavan, ícone da cena musical brasileira e que passa por diversos estilos musicais em seu repertório, entre eles o jazz, o blues, o pop, o samba e a música flamenca, vai encantar o público com os seus hits “Sina”, “Flor de Lis”, “Se…”, “Eu Te Devoro”, “Oceano”, “Samurai” e “Meu Bem Querer”, entre vários outros. Curiosamente, não será a estreia do cantor no festival. Embora a edição de 2022 marque a sua primeira apresentação exclusiva no evento, Djavan esteve no Rock in Rio em 1991, quando fez uma participação especial no show de Santana com “Oceano” e “Soweto”, ambas canções do artista brasileiro.

Rock in Rio 2022: Público já pode selecionar a data do Rock in Rio Card

Os fãs do maior festival de música e entretenimento do mundo terão até abril para garantir a entrada nos dias que desejarem. IRON MAIDEN, Post Malone, Justin Bieber, Coldplay e Dua Lipa já foram anunciados como headliners do Palco Mundo

(Foto: divulgação)

Os fãs da Cidade do Rock que compraram o Rock in Rio Card já podem selecionar a data que desejam ir ao Rock in Rio do ano que vem. O público que adquiriu o produto já pode escolher entre todos os dias de festival. A seleção é feita por meio do site rockinrio.ingresso.com , a partir do Histórico de Compras, até o dia 1º de Abril de 2022. Após esse prazo, o direito à escolha dependerá da disponibilidade de lugares no local do festival. Uma vez que a data do Card tenha sido escolhida, ela não poderá ser alterada.

Para 2022, a organização já divulgou nomes do line up do Palco Mundo, como IRON MAIDEN, Dream Theater, Megadeth e Sepultura + Orquestra Sinfônica Brasileira, que se apresentam no dia 2; Post Malone, Marshmello, Jason Derulo e Alok, no dia 3; Justin Bieber, Demi Lovato e Iza, no dia 4; Coldplay, Camila Cabello e Bastille, no dia 10; e Dua Lipa e Ivete Sangalo fechando o festival no dia 11. Já no Palco Sunset, as atrações confirmadas são Joss Stone, Corinne Bailey Rae, Gloria Groove e Duda Beat que fazem shows no dia 8 de setembro; CeeLo Green no dia 10; e Ludmilla e Macy Gray, encerrando o dia 11. O Rock in Rio 2022 acontece nos dias 2, 3, 4, 8, 9, 10 e 11 de setembro de 2022, na Cidade do Rock, no Rio de Janeiro.

Na próxima edição, pensando na segurança e comodidade do público, o festival traz uma novidade: o ingresso do Rock in Rio 2022 será totalmente digital e substituirá as pulseiras das edições anteriores. Utilizando tecnologia de ponta em parceria com os maiores players do mercado, o Rock in Rio e a Ingresso.com desenvolveram um ingresso seguro, anti-cópia, 100% digital, com bloqueio de utilização duplicada e que é compatível com a grande maioria dos smartphones do mercado. O festival informará o passo a passo para baixar o ingresso nos smartphones e todas as suas funcionalidades. Outra novidade é que a transferência de titularidade do ingresso será realizada somente através do sistema do Rock in Rio, garantindo assim a rastreabilidade do ingresso para que ninguém o utilize de forma indevida.