Arquivo da tag: Rodrigo Santoro

Prime Video Divulga Trailer e Cartaz Oficiais da Nova Série Sem Limites, com Rodrigo Santoro e Álvaro Morte

A produção que conta a história sobre a primeira volta ao mundo feita de barco por Juan Sebastián Elcano e Fernão de Magalhães estreia no Prime Video no Brasil em 8 de julho

O Prime Video e a RTVE anunciam hoje o trailer e o cartaz oficiais da nova série Sem Limites, estrelada por Rodrigo Santoro e Álvaro Morte como Fernão de Magalhães e Juan Sebastián Elcano, respectivamente. A série estreia exclusivamente no Prime Video no Brasil em 8 de julho.

Sem Limites conta a história da primeira viagem de barco ao redor do mundo já concluída, coincidindo com a celebração do 500º aniversário da expedição. A superprodução dirigida por Simon West (Lara Croft: Tomb Raider) dará vida à história épica de um grupo de marinheiros em uma viagem ao desconhecido, em uma grande série repleta de ação e aventura de seis episódios de 40 minutos cada, filmados entre a Espanha e a República Dominicana.

Além de Santoro e Morte, o elenco também inclui Sergio Peris-Mencheta (Capitão Cartagena), Adrián Lastra (Capitão Mendoza), Carlos Cuevas (Martino), Pepón Nieto (Father Bartolomé), Raúl Tejón (Gómez de Espinosa), Gonçalo Diniz (Duarte Barrosa), Manuel Morón (Cardenal Fonseca) e Bárbara Goenaga (Beatriz).

Liderados pelo português Fernão de Magalhães (Rodrigo Santoro), 239 marinheiros partiram de Sanlúcar de Barrameda (Cádiz, Espanha) em 20 de agosto de 1519. Três anos depois, apenas 18 marinheiros retornaram — gravemente doentes devido à fome — no único navio que resistiu à viagem, capitaneado pelo velejador espanhol Juan Sebastián Elcano (Álvaro Morte). Percorreram 14.460 léguas, rumo ao oeste, completando a circunavegação do mundo; uma missão quase impossível que buscava encontrar um novo caminho para as “ilhas das especiarias” e que acabou mudando a história da humanidade ao provar que a Terra é redonda. Essa façanha transformou para sempre o comércio, a economia, a astronomia e o conhecimento do planeta, sendo considerada uma das maiores conquistas da história da humanidade.

A produção desta série ambiciosa ocorreu no País Basco e Navarra nas localidades de Azkoitia, Azkorri, Lazkao, Olite e na Catedral de Pamplona, bem como em Sevilha, Huelva e Madrid, antes de se mudar para a República Dominicana.

Sem Limites é produzida pela MONO Films e KILIMA Media em colaboração com RTVE, EiTB e Canal Sur, e conta com uma equipe técnica liderada pelo diretor britânico Simon West, que tem uma longa história em filmes de ação e aventura (Con Air – A Rota da Fuga; Lara Croft: Tomb Raider; A Filha do General; Os Mercenários 2) e o produtor Miguel Menéndez de Zubillaga (La trinchera infinita; Loving Pablo; The Paper Boy; Camaron). O roteiro foi escrito por Patxi Amezcua (Desaparecidos; Gun City; The Warning). O projeto, apresentado em fevereiro de 2020 na Sede da Marinha, faz parte do Acordo de Colaboração assinado pela RTVE e o Ministério da Defesa espanhol em março de 2018 por causa do quinto centenário da primeira volta ao mundo.

(foto: divulgação)

Prime Video Lança o Teaser Trailer da Nova Série Sem Limites (Boundless), com Rodrigo Santoro e Álvaro Morte

A produção contará a história sobre a primeira volta ao mundo feita de barco por Juan Sebastián Elcano e Fernão de Magalhães

O Prime Video e a RTVE divulgaram hoje o teaser trailer da nova série Sem Limites (Boundless), estrelando Rodrigo Santoro e Álvaro Morte como Fernão de Magalhães e Juan Sebastián Elcano, respectivamente. A produção será lançada exclusivamente pelo Prime Video na Espanha, França, Itália, Portugal, América Latina, Holanda, Reino Unido, Alemanha, Índia, Estados Unidos e Andorra.

Sem Limites conta a história da primeira viagem de barco ao redor do mundo já concluída, coincidindo com a celebração do 500º aniversário da expedição. A superprodução dirigida por Simon West (Lara Croft: Tomb Raider) dará vida à história épica de um grupo de marinheiros em uma viagem ao desconhecido, em uma grande série repleta de ação e aventura de seis episódios de 40 minutos cada, filmados entre a Espanha e a República Dominicana.

Liderados pelo português Fernão de Magalhães (Rodrigo Santoro), 239 marinheiros partiram de Sanlúcar de Barrameda (Cádiz, Espanha) em 20 de agosto de 1519. Três anos depois, apenas 18 marinheiros retornaram — gravemente doentes devido à fome — no único navio que resistiu à viagem, capitaneado pelo velejador espanhol Juan Sebastián Elcano (Álvaro Morte). Percorreram 14.460 léguas, rumo ao oeste, completando a circunavegação do mundo; uma missão quase impossível que buscava encontrar um novo caminho para as “ilhas das especiarias” e que acabou mudando a história da humanidade ao provar que a Terra é redonda. Essa façanha transformou para sempre o comércio, a economia, a astronomia e o conhecimento do planeta, sendo considerada uma das maiores conquistas da história da humanidade.

Além de Santoro e Morte, o elenco também inclui Sergio Peris-Mencheta (Captão Cartagena), Adrián Lastra (Captão Mendoza), Carlos Cuevas (Martino), Pepón Nieto (Father Bartolomé), Raúl Tejón (Gómez de Espinosa), Gonçalo Diniz (Duarte Barrosa), Manuel Morón (Cardenal Fonseca) e Bárbara Goenaga (Beatriz).

A produção desta série ambiciosa ocorreu no País Basco e Navarra nas localidades de Azkoitia, Azkorri, Lazkao, Olite e na Catedral de Pamplona, bem como em Sevilha, Huelva e Madrid, antes de se mudar para a República Dominicana.

Sem Limites é produzida pela MONO Films e KILIMA Media em colaboração com RTVE, EiTB e Canal Sur, e conta com uma equipe técnica liderada pelo diretor britânico Simon West, que tem uma longa história em filmes de ação e aventura (Con Air – A Rota da Fuga; Lara Croft: Tomb Raider; A Filha do General; Os Mercenários 2) e o produtor Miguel Menéndez de Zubillaga (La trinchera infinita; Loving Pablo; The Paper Boy; Camaron). O roteiro foi escrito por Patxi Amezcua (Desaparecidos; Gun City; The Warning). O projeto, apresentado em fevereiro de 2020 na Sede da Marinha, faz parte do Acordo de Colaboração assinado pela RTVE e o Ministério da Defesa espanhol em março de 2018 por causa do quinto centenário da primeira volta ao mundo.

7 Prisioneiros, novo filme da Netflix com Christian Malheiros e Rodrigo Santoro será exibido no Festival de Veneza

(Foto: ALINE ARRUDA/NETFLIX © 2021)

Dirigido por Alexandre Moratto e protagonizado por Christian Malheiros e Rodrigo Santoro, o novo filme nacional da Netflix, 7 Prisioneiros, será exibido pela primeira vez no dia 6 de setembro durante o 78º Festival Internacional de Cinema de Veneza. O longa foi selecionado para participar do Festival na categoria competitiva Orizzonti Extra, que reúne trabalhos de diferentes gêneros, audiência e duração. Após a première global no festival, 7 Prisioneiros estreia oficialmente ainda em 2021 na Netflix. 

(Foto: Aline Arruda/Netflix 2021)

Na trama, o jovem Mateus (Malheiros) sai do interior em busca de uma oportunidade de trabalho em um ferro velho de São Paulo comandado por Luca (Santoro). Chegando lá, acaba se tornando vítima de um sistema de trabalho análogo à escravidão. A produção é de Ramin Bahrani (diretor indicado ao Oscar® com O Tigre Branco, também da Netflix) e Fernando Meirelles (indicado ao Oscar® com Cidade de Deus), com a O2 Filmes, e o roteiro é assinado por Thayná Mantesso e pelo diretor Alexandre Moratto. Conhecido por seu trabalho em Sócrates (2018, vencedor do Spirit Awards), este é o segundo longa metragem do cineasta brasilo-americano. 

Narrativa brasileira em realidade virtual, “A Linha” é finalista do Primetime Emmy Awards

Experiência concorre na categoria “Outstanding Innovation in Interactive Media”, que reconhece trabalhos que evoluam os conceitos de arte e ciência em mídias interativas; ambientada em uma maquete da cidade de São Paulo em 1940, história aborda o amor entre Pedro e Rosa, rotina e medos de mudança

(Foto: divulgação)

Sobre os trilhos de uma miniatura da cidade de São Paulo em 1940, uma delicada e envolvente história de amor entre um entregador de jornais e uma florista acaba de colocar o Brasil entre os finalistas do 72° Primetime Emmy Awards, o principal prêmio global dado a obras e profissionais da indústria televisiva, que este ano será realizado em setembro. Dirigida por Ricardo Laganaro, produzida pelo estúdio ARVORE e com vozes de Rodrigo Santoro (inglês) e Simone Kliass (português), “A Linha” é uma narrativa interativa em realidade virtual (VR) totalmente pensada e desenvolvida para ser contada neste formato. A obra inova ao permitir que o usuário interaja com a experiência usando o próprio corpo ao invés de controles e é uma porta de entrada para o grande público experimentar a tecnologia de VR.

“A Linha” chega ao Emmy como finalista na categoria “Outstanding Innovation in Interactive Media”, que premia empresas ou pessoas responsáveis pela criação de programas ou obras interativas notáveis e impactantes, que ampliem os conceitos de arte e ciência em mídias interativas e demonstrem domínio do formato, elevando significantemente a experiência do usuário. “Ser reconhecido pela Academia da Televisão é uma honra que pode dar ao Brasil a chance de ser protagonista em uma nova linguagem dentro da realidade virtual. ‘A Linha” representa o que há de mais avançado no uso de imersão corporificada em narrativas interativas. O corpo do usuário substitui o controle e os movimentos não só desenrolam a história, mas inspiram uma autorreflexão intencional”, disse Ricardo Laganaro, diretor de “A Linha”.

Premiada como “Melhor Experiência em VR” no 76º Festival de Veneza, “A Linha” coloca o ser humano no centro da narrativa e conta uma história universal de amor com camadas adicionais de significado e compreensão, especialmente sobre rotina e medo de mudanças. Repleta de emoções, combina ainda a interação corporal da realidade virtual com inovações técnicas e conceituais que tornam suas escolhas artísticas possíveis. A obra é a primeira experiência lançada comercialmente para Oculus Quest a usar o novo recurso de rastreamento de mãos (hand tracking), ampliando a imersão do usuário e seu senso de participação na trama.

“A realidade virtual é um poderoso meio para contar história e estamos descobrindo novas maneiras de fazer isso. A ARVORE tem investido muito na exploração de possibilidades dessa mídia e confia que o “A Linha” seja um passo importante para levar esse tipo de experiência a um público cada vez maior”, disse Ricardo Justus, CEO da ARVORE.

Pedro e Rosa
Os protagonistas de “A Linha” são Pedro e Rosa, dois bonecos em miniatura perfeitos um para o outro, mas que relutam em superar suas próprias limitações e viver uma história de amor. Nos cerca de 15 minutos de duração da experiência, o usuário é transportado para uma versão em miniatura de São Paulo nos anos 1940, um cenário encantador em que Pedro, um entregador de jornais, repete todos os dias o mesmo percurso durante seu trabalho. A cada ciclo, porém, o personagem permite a si mesmo uma pequena escapada para colher uma flor amarela e deixar, anonimamente, para Rosa, a florista.

Tudo acontece sempre da mesma forma até que as rosas amarelas acabam. Pedro então é forçado a enfrentar seu maior medo: escolher um outro caminho para tentar encontrar novas flores. Esta pequena e ousada atitude revira totalmente o universo particular de Pedro, que passa a enxergar seu mundo sob uma perspectiva diferente e carrega o usuário sutilmente para o meio de um grande impasse criado pela mudança na rotina.

“Adotamos referências e estéticas da cultura brasileira para explorar uma narrativa regional com conflitos universais. ‘A Linha’ reflete as características e peculiaridades do seu ambiente, mas dentro um contexto familiar às pessoas de qualquer lugar do mundo”, comenta Laganaro.