Arquivo da tag: Rússia

HBO ANUNCIA DATA DE ESTREIA DE ‘CATHERINE THE GREAT’

Helen Mirren protagoniza produção no papel da poderosa imperatriz russa do século 18

HBO apresenta, em associação com a Sky, a minissérie de quatro episódios CATHERINE THE GREAT,protagonizada pela ganhadora do Oscar®, Helen Mirren e por Jason Clarke. A estreia será na segunda-feira, 21 de outubro, às 23h na HBO.

HBO anuncia data de estreia de “Catherine The Great”. (Foto: Divulgação)

O drama de quatro episódios é ambientado na corte da imperatriz russa Catarina, a Grande (Helen Mirren), que exerceu o poder supremo na Rússia durante quase toda metade do século 18. A produção da HBO/Sky mostra Catarina já no final do seu reinado, durante sua aventura amorosa com Grigory Potemkin (Jason Clarke). Em meio a escândalos, intrigas e grandes conflitos, eles desenvolvem uma relação única, driblando seus adversários e trabalhando juntos como arquitetos da Rússia moderna por meio de uma série de reformas.

CATHERINE THE GREAT tem direção de Philip Martin, roteiro de Nigel Williams e produção executiva de Helen Mirren, Philip Martin, Nigel Williams, David Thompson, pela Origin Pictures, e de Charlie Pattinson e Christine Healy, pela New Pictures.

Riquezas da Rússia em duas viagens da Françatur

Operadora oferece roteiros por Moscou e São Petersburgo; em um deles, o viajante conhece também cidades importantes do período medieval

Viagens certas para quem sonha em conhecer os símbolos da Rússia. Moscou e São Petersburgo, as principais cidades, são os destaques de dois programas da Françatur pelo maior país do mundo. Em um deles, ainda é possível descobrir antigas capitais que guardam tesouros do século 12. Patrimônios Mundiais da Unesco e muita arte, estão entre os atrativos dos roteiros.

Nos seis dias de Moscou a São Petersburgo, há a oportunidade de vivenciar uma cultura diferente, além de experimentar o trajeto de trem-bala entre os dois destinos. O viajante começa pela capital russa, onde permanece por duas noites, e termina em São Petersburgo, com três diárias de hospedagem. A programação da viagem inclui ícones de Moscou — entre eles, o Kremlin, a Praça Vermelha e a colorida Catedral de São Basílio — e também o Museu Hermitage e a Catedral de São Isaac, ambos na cidade de São Petersburgo, fundada às margens do Rio Neva pelo Czar Pedro, o Grande.

Françatur oferece pacotes históricos para Rússia. (Foto: Divulgação)

Para quem opta pelo roteiro O Melhor da Rússia, São Petersburgo, com seus canais e pontes, é a porta de entrada para conhecer o país. A segunda maior cidade da Rússia tem o seu centro histórico e seus monumentos constituídos como Patrimônio Mundial pela Unesco. Esse programa também contempla a visita à Fortaleza de São Pedro e São Paulo e uma excursão a Peterhof, residência de verão de Pedro, o Grande, localizada a menos de 30 quilômetros da cidade. Já em Moscou, capital russa, o viajante conhece a arquitetura das belíssimas estações de metrô.

No pacote Moscou a São Petersburgo, o viajante tem café da manhã em estilo buffet incluído nos hotéis.O Melhor da Rússia acrescenta ainda seis refeições, algumas em restaurantes típicos. Os dois pacotes preveem acompanhamento de guia em espanhol — no roteiro que inclui apenas as duas principais cidades da Rússia, existe a possibilidade de um profissional que fale português.

Além de São Petersburgo e Moscou, com três noites cada, O Melhor da Rússia inclui um pernoite em Suzdal e outro em Yaroslavl. Ao lado das cidades de Vladimir, Kostroma e Zagorsk, elas formam o circuito turístico conhecido como Anel de Ouro, chance de explorar o passado medieval do país.

Pelo caminho, estão construções do século 12 declaradas Patrimônios Mundiais pela Unesco, casos da Catedral da Natividade da Virgem, em Suzdal, e da Catedral da Assunção e do Portão de Ouro, em Vladimir. Esse roteiro de nove dias privilegia maravilhas arquitetônicas, especialmente igrejas e residências dos czares, que dominaram o país até 1917, ano da Revolução Russa. Um passeio por oito séculos de história.

Mais informações podem ser obtidas no site www.francatur.com.br, nas redes sociais @francaturturismo e nos telefones (11) 3149-3163 ou (21) 2102-2440.

Piselli Jardins e SUD anunciam caipirinhas durante a Copa do Mundo

Em parceria com a Cachaça Santo Grau, drinques serão feitos tipicamente em homenagem às seleções que venceram os torneios passados

Com cores e sabores temáticos, para torcer pela vinda do Hexa, o restaurante Piselli (Jardins e SUD) acaba de anunciar mais uma parceria de sucesso. Para acompanhar os jogos e relembrar as seleções campeãs, as casas, além de transmitirem os jogos pelas televisões, acabam de lançar as caipirinhas da Copa do Mundo – em parceria com a Cachaça Santo Grau.

“Pelo renome e qualidade da Cachaça Santo Grau, resolvemos fazer uma parceria de campeões e unir o que temos de melhor e, para isso, todos os drinques foram elaborados tanto com sabor e textura, como com as cores representando cada país vencedor da Copa do Mundo”, explica o sócio e restaurateur Juscelino Pereira. Até 31 de julho, os drinques serão vendidos por R$ 33 com os seguintes sabores:

• Rússia – Sede 2018 (Cachaça Mule) Cachaça Santo Grau, Suco de limão, Espuma de gengibre;

• Espanha– 2010 Cachaça Santo Grau, Molho inglês, Suco de limão, Suco de tomate, Tabasco, Sal e pimenta do reino;

• Brasil – 2002/1994 Cachaça Santo Grau, Limão, Laranja bahia e maracujá.

Como a tradição para assistir à Copa do Mundo é celebrar com os amigos e familiares, a sugestão de Juscelino Pereira são os deliciosos aperitivos do menu: Bruschetta Caprese (R$ 39) – Bruschetta com mussarela de Búfala, tomate e manjericão, Arancini (R$37) – Bolinhos de risoto recheados com mussarela de Búfala. Calamari Fritti con Salsa Alla Pizzaiola (R$ 49) – Lulas a dorê acompanhadas de molho frio pizzaiola. Além deles, os menus seguem normalmente à disposição.

Para informações e reservas, acesse: www.piselli.com.br

Serviço:
Piselli Sud
Endereço: Shopping Iguatemi – Av. Brigadeiro. Faria Lima, 2232 – Jardim Paulistano, São Paulo – SP.
Telefone: (11) 3031-5404
Horário de Funcionamento
Segunda a Quinta – 11:30 às 23h
Sexta – 11:30 à 0h
Sábado – 12h à 0h
Domingos e feriados – 12h à 0h
Forma de pagamento: Aceita todos os cartões de débito e crédito. Exceto Diners.
Capacidade: 80 lugares (com acesso para cadeirantes)
As reservas podem ser feitas através do site: www.piselli.com.br

Piselli Jardins
Endereço: Rua Padre João Manuel, 1.253, Jardins, São Paulo – SP.
Telefone: (11)3031-5404
Segunda a Quinta – 12h até 16h e das 19 até 24 h
Sexta e Sábado – 12h até 1h (direto sem intervalo)
Domingos e Feriados – 12h até 23h (direto sem intervalo)
Forma de pagamento: Aceita todos os cartões de débito e crédito. Exceto Diners.
Capacidade: 74 lugares
As reservas podem ser feitas através do site: www.piselli.com.br

Livro lança novo olhar sobre o reinado de Nicolau II, o último imperador da Rússia

Escrito por Robert Service, um dos mais renomados especialistas em história russa, a obra revela pensamentos e experiências do tsar que ajudam a compreender a Rússia das primeiras décadas do século XX

image005 (1).jpgUm relato surpreendente e nada sentimental da vida de Nicolau II, de sua abdicação em março de 1917 a sua execução The Guardian

Service inclui detalhes forenses inéditos sobre o confinamento e o assassinato da família Romanov, dando à história uma consistência única, como se estivéssemos lá   Booklist

Uma das figuras mais controversas do século XX, Nicolau II foi destronado em fevereiro de 1917 durante a Revolução Russa e assassinado com sua família no ano seguinte. Em “O último tsar”, o especialista em história da Rússia Robert Service analisa os acontecimentos em torno da vida do imperador logo após sua destituição.

Service destaca que além do que Nicolau escreveu em seus diários e disse a outras pessoas, existem muitas informações que têm sido ignoradas, sobretudo a longa lista de obras literárias e históricas que o imperador lia para se distrair após perder o trono.

Considerados como um todo, seu diário, o registro dos diálogos e as leituras realizadas representam uma oportunidade de saber se ele tinha arrependimentos com relação às decisões que tomou enquanto esteve no poder.

“Esses dados nos dizem com exatidão o tipo de governante que ele queria ser e permitem que verifiquemos se, tal como alguns têm afirmado, era mesmo um autocrata convicto e um antissemita radical que fazia concessões políticas apenas sob coerção”, escreve o autor na obra.

“O último tzar” chega às livrarias neste mês de junho pelo selo Difel, da Editora Bertrand Brasil.

Membro da British Academy e uma das maiores referências sobre história da Rússia de nosso tempo, Robert Service é historiador, acadêmico, escritor e professor universitário. É autor de “Camaradas: Uma história do comunismo mundial”, “Lenin: A biografia definitiva” e “Trotski: uma biografia”, livro pelo qual recebeu o Duff Cooper Prize em 2009. Vive com a esposa e os quatro filhos em Londres.

Way Beer lança linha de cervejas para celebrar a Copa do Mundo

WAYCUP traz rótulos exclusivos inspirados em seis países que vão disputar o mundial de futebol: Alemanha, Bélgica, Inglaterra, Brasil, Rússia e Austrália

No clima da Copa do Mundo, maior espetáculo esportivo do planeta, a Way Beer, uma das principais cervejarias artesanais do Brasil, acaba de lançar o projeto WAYCUP, com seis cervejas exclusivas homenageando países com tradição cervejeira e que estarão presentes na competição de futebol que será disputada a partir do dia 14 de junho, na Rússia. Os rótulos valorizam estilos tradicionais da Alemanha, Bélgica, Inglaterra, Brasil, Rússia e Austrália.

Desenvolvidas pelo mestre cervejeiro Alessandro Oliveira, as bebidas estarão disponíveis em chope e garrafas de 600ml a partir do mês de junho. Para homenagear a Alemanha, a Way Beer preparou uma tradicional Weizenbier, também chamada de Hefeweizen, um estilo de cerveja desenvolvido com malte de trigo, não filtrada com leve aroma de banana e cravo proveniente da fermentação. Já a cerveja australiana segue o estilo Australian Pale Ale, com corpo leve e grande presença de lúpulos do país que remetem a frutas tropicais e cítricas.

Garrafas_Foto.jpg
Way Beer lança linha de cervejas especiais inspiradas em países da Copa do Mundo. (Foto: Divulgação)

Para celebrar a Inglaterra, nada melhor do que uma Extra Special Bitter (ESB), um dos grandes clássicos do mundo cervejeiro. Com sabor e aroma complexos de maltes de cevada, combinados ao aroma típico dos lúpulos aromáticos ingleses adicionados a receita, a cerveja tem coloração acobreada típica do estilo, límpida e brilhante. A bebida é pouco carbonatada e a baixa quantidade de gás forma um colarinho baixo e pouco persistente, como determina a Escola Inglesa. Se não tem tanta tradição no futebol, no mundo cervejeiro a Bélgica é uma grande referência. Para representar o estilo belga, a Way Beer preparou uma Belgian Dubbel, estilo criado nos mosteiros trapistas. O grande destaque da cerveja é a utilização de Calda de Açúcar produzida na Way Beer, que em conjunto com a levedura específica para este estilo produz um leve sabor e aroma de cravo, frutas secas e castanhas.

A Rússia, país sede da Copa do Mundo 2018, também está presente na linha WAYCUP com uma tradicional Russian Imperial Stout, que tem esse nome devido ao fato da cerveja ser feita para os Czares Russos, especialmente para a família Imperial.  A versão feita pela Way tem 15% de malte torrado e entre eles uma variação de malte chocolate, cevada torrada, centeio torrado e cevada não maltada, combinação que dá complexidade aos sabores e aromas da cerveja. Para completar a escalação da WAYCUP não poderia faltar o Brasil. Homenageando a seleção pentacampeã mundial de futebol a Way traz umaAmburana Ale Wood Aged, desenvolvida com malte nacional, levedura Ale isolada em Alambiques de Cachaça, açúcar de cana, açúcar mascavo e Amburana, madeira que retrata a tropicalidade brasileira.

Os rótulos da linha WAYCUP estarão disponíveis a partir do mês de junho em casas de cervejas especiais, bares e restaurantes de todo Brasil. Mais informações pelo telefone (41) 3653-8853 ou no site www.waybeer.com.br.

Rússia além da Copa: conheça 3 destinos para conhecer na sede dos jogos

Por ViajaNet*

A capital russa, Moscou, se prepara para receber inúmeros turistas para a Copa do Mundo que neste ano começa em 14 de junho, no Estádio de Luzhniki. Além de assistir aos jogos oficiais, esta é uma oportunidade de conhecer os principais pontos turísticos do país.

Por isso, a agência de viagens on-line ViajaNet selecionou 3 destinos incríveis para visitar durante a estadia na Rússia. Confira!

Moscou

image001
(Foto: Divulgação)

Centro principal da Copa, que sediará a abertura e a final do torneio, Moscou é mundialmente conhecida pela bela arquitetura e pelos marcos históricos, como o Kremlin (cidadela real), um complexo fortificado no centro da capital russa, a Praça Vermelha, que separa a cidadela real do bairro histórico de Kitay-gorod e abriga a Catedral de São Basílio, e o Teatro Bolshoi, casa do melhor ballet do mundo.

São Petersburgo

image002
(Foto: Divulgação)

Conhecida como a cidade que mais atrai turistas para o país, o local possui diversas atrações, como o Museu Hermitage, localizado às margens do rio Neva.  O local possui itens de praticamente todas as épocas, estilos e culturas da história russa, européia, oriental e do norte da África. Não é à toa que ele é considerado um dos maiores museus do mundo. Além dele, vale a visita ao centro histórico, listado como Patrimônio da Humanidade pela UNESCO, onde se encontra a Fortaleza de Pedro e Paulo, a Catedral de São Isaac e a Igreja do Sangue Derramado, construções incríveis e que não podem ficar de fora do roteiro.

Volgogrado

image003
(Foto: Divulgação)

Conhecida como antiga Stalingrado, a cidade, que é conhecida como a mais soviética da Rússia, tem muita importância histórica. Ela foi construída como um forte às margens do rio Volga e é rica em monumentos e museus. Por lá, vale conhecer o monumento Mãe Pátria, feito em comemoração à Batalha de Stalingrado, que foi o ponto de virada da segunda guerra mundial na frente ocidental, marcando o limite da expansão alemã, e o Canal Volga-Don, que liga o rio Volga com o rio Don e possui mais de 100 km de extensão.

‘DESTINO RÚSSIA 2018’ ESTREIA DIA 6 DE ABRIL NO CANAL HBO

No próximo dia 6, às 22h30, a série documental DESTINO RÚSSIA 2018 entrará em campo no canal HBO. A produção conta com a participação de nomes importantes do futebol latino-americano que brilham na Europa e em seleções de outras partes do mundo.

DESTINO RÚSSIA 2018 é a terceira edição destes especiais – os anteriores foram produzidos pela HBO antes das Copas do Mundo da África do Sul, em 2010, e no Brasil, em 2014.

ViewImage.jpg

DESTINO RÚSSIA 2018 é a primeira coprodução entre a HBO Latin America e a HBO Europe, que unem seus talentos para apresentar, em dez episódios de meia hora cada um, histórias marcantes e experiências de superação, amizade, glória e redenção do futebol mundial.

O Moscow State Ballet, apresenta o espetáculo “O QUEBRA NOZES”

O Moscow State Ballet apresenta o grandioso “O Quebra-Nozes”. O espetáculo já foi aplaudido por mais de 5 milhões de pessoas em 18 países, vem pela primeira vez ao Brasil com 50 componentes, entre eles, dez solistas principais dos grandes teatros da Rússia, corpo de baile, assistentes e técnicos. Foi confeccionada para a programação brasileira maravilhosas cenografias e deslumbrantes figurinos.

ViewImage (1).jpg
Moscow State Ballet chega com o “Quebra-Nozes” no Brasil. (Foto: Divulgação)

O Quebra-Nozes tornou-se uma das composições mais famosas de Tchaikovsky por transformar o ballet clássico em um conto de fadas. O espetáculo é um clássico russo, inédito no Brasil, repleto de música e um corpo de baile impecável. Este ballet tem capturado a imaginação de muitas gerações ao longo dos anos e continua a atrair audiências em todo o mundo, cheio de mistério e romance. O espetáculo é uma verdadeira fábula sobre a transição da infância para a adolescência,  baseado no tema imortal do amor e as forças do mal.

Conta a história de Marie, uma garotinha um tanto triste, cujo padrinho Drosselmeyer lhe dá um boneco (O Quebra-Nozes), como um presente na véspera de Natal, que se transforma em um príncipe. No espetáculo destacam-se a magia das danças espanhola, árabe, russa, chinesa, a valsa das flores e a dança da fada. O Quebra-Nozes é considerado por muitos como um dos maiores ballets clássicos de todos os tempos.

O espetáculo é composto por figurinos e cenários impecáveis.

A iniciativa de trazer a cia. ao Brasil foi do produtor Augusto Stevanovich  com apoio do ministério da cultura da Rússia e diretores dos grandes teatros. A sua intenção faz parte de uma campanha de popularizar o ballet russo em todo o Brasil e preservar a herança da coreografia russa e da Europa Ocidental. Outros espetáculos de dança farão parte desta programação especial que deverá estender-se até setembro de 2017. Nesta turnê, Augusto será o responsável pelos bailarinos, assistentes e técnicos durante a programação pelo Brasil.

Conciliar tradição e inovação é a proposta da companhia. Há séculos que os braços e pernas da Europa e do mundo se movimentam entre as primeiras posições do ballet clássico. As dificuldades da arte superam o físico – afinal, fazer pliês e botar os pés em meia-ponta numa apertada sapatilha não são tarefas para qualquer um. Manter a tradição por tantos séculos e ainda torná-la atraente para especialistas e leigos é outro grande desafio desta arte, cujo poder de emocionar atravessa culturas e gerações, encantando jovens , adultos e idosos, instruídos ou não. Para manter o frescor, a dança tradicional incorporou pequenos toques de contemporaneidade.

Linguagens

Os 50 solistas da companhia são os responsáveis pelo encontro entre o erudito e o moderno. “Todos sabemos que o artista que recebe treinamento somente em dança contemporânea não pode bailar os clássicos. Quem é preparado em dança clássica pode assimilar qualquer outro tipo de linguagem. É muito útil que o bailarino se expresse de uma forma a outra”.

A concepção de um novo espetáculo leva de um a dois meses. Nesse período, a rotina de ensaios é árdua: pela manhã, os bailarinos ensaiam por uma hora e 15 minutos em média. Após ligeiro descanso, são cinco horas de treinos sem parar. Em dias de apresentação, iniciam aquecimentos e ensaios 4 horas antes de cada espetáculo, ainda há um período de relaxamento antes de fazer a maquiagem e vestir o figurino.

“Adicionar toques de modernidade ao clássico, sem que a essência se perca no meio do caminho, é um desafio. É um processo complexo. Temos que pensar, ao mesmo tempo, em questões diferentes, como financiamento, seleção dos artistas, onde estudar e ensaiar, preparação do figurino, técnicos etc. Assim como a vida, os problemas são resolvidos um de cada vez. Os desafios são permanentes e somente encarando-os conseguimos elevar o nível do trabalho. Devemos trabalhar sem descanso para manter o nível alcançado e superá-lo, na medida do possível”, afirma o produtor Augusto Stevanovich

Para quem deseja integrar o casting da cia., a paixão pela dança é o pré-requisito fundamental. “É preciso estar bem preparado fisicamente, ter o porte necessário para um bailarino e querer trabalhar no teatro russo, ciente da orientação da companhia. Os aspirantes a bailarinos devem amar a profissão, ser disciplinados e se dedicar ao trabalho.

Temporada 2017

No ano de 2017 a cia. excursionará pelas 4 regiões do Brasil. São mais de 50 profissionais oriundos dos grandes teatros da Rússia que se revezarão, divididos em 3 grupos, seguindo a programação entre as cidades.

“Levar o espetáculo do Amazonas ao Rio Grande do Sul, do Mato Grosso ao Rio de Janeiro é um grande desafio. Essa emoção fica marcada para toda vida e fideliza nosso público. Além de fazer com que cada vez mais pessoas queiram assistir ao Ballet”, comenta Augusto.

SERVIÇO:

O Quebra-Nozes

Local em São Paulo – Tom Brasil

Dias e horários – dia 30 de abril às 19h

Produção – AS Entertainment

Produtor brasileiro – Augusto Stevanovich

Censura: a partir dos 12 anos

Valores: de R$160,00 (inteira) a R$300 (Inteira)

Duração: 2h com intervalo de 15 minutos

Rua Bragança Paulista, 1281 – Chácara Santo Antonio
COMO COMPRAR:

Pela internet:

www.balletdarussia.com ou www.ingressorapido.com.br 

Por telefone: 11- 40031212

Ponto de Venda Sem Taxa de Conveniência: TOM BRASIL – Rua Bragança Paulista, 1281 – Chácara Santo Antonio

Horário de Funcionamento: De Segunda a Sábado das 10:00hs às 20:00hs – Domingos e Feriados das 10:00hs às 18:00hs. Em dias de show a bilheteria terá seu horário estendido em 30 minutos após o início do espetáculo.

Escape Hotel é palco de batalha entre as máfias italiana e russa

Por Gabriela Zaniratto e Rodrigo Bocatti

Localizado na Zona Oeste de São Paulo, o Escape Hotel é uma ótima opção para ir com os amigos ou a família para se divertir. Com salas temáticas e histórias bem contadas, os jogadores tem o objetivo de desvendar as pistas para conseguir escapar da sala dentro de uma hora.

imagem_release_822440 (1).jpg
“Máfia” é a nova sala do Escape Hotel. (Foto: Divulgação)

O Diversorio conferiu a novidade do Escape Hotel, a sala máfia. Logo que chegamos fomos apresentados às nossas novas identidades italianas. Ao entrar, somos recebidos por uma mafiosa que nos explica que a máfia russa está pronta para entrar em conflito com a italiana. E precisamos comprar todas as regiões da cidade de São Paulo para tentar impedir que os russos tomem a Selva de Pedra.

De acordo com o desenrolar do jogo e pistas descobertas, novas ameaças também são reveladas. Em um lugar que nada parece o que é tudo pode mudar em um segundo.

O BALLET RUSSO REALIZA NO BRASIL, A QUINTA MAIOR TURNÊ DE UMA COMPANHIA RUSSA NO PAÍS

Conciliar tradição e inovação é a proposta da companhia. Há séculos que os braços e pernas da Europa e do mundo se movimentam entre as primeiras posições do ballet clássico. As dificuldades da arte superam o físico – afinal, fazer pliês e botar os pés em meia-ponta numa apertada sapatilha não são tarefas para qualquer um. Manter a tradição  por tantos séculos e ainda torná-la atraente para especialistas e leigos é outro grande desafio desta arte, cujo poder de emocionar atravessa culturas e gerações, encantando jovens , adultos e idosos, instruídos ou não. Para manter o frescor, a dança tradicional incorporou pequenos toques de contemporaneidade.

Ballet Russo faz apresentação no HSBC Brasil. (Foto: Divulgação)
Ballet Russo faz apresentação no HSBC Brasil. (Foto: Divulgação)

 LINGUAGENS
Os 20 solistas da companhia são os responsáveis pelo encontro entre o erudito e o moderno. “Todos sabemos que o artista que recebe treinamento somente em dança contemporânea não pode bailar os clássicos. Quem é preparado em dança clássica pode assimilar qualquer outro tipo de linguagem. É muito útil que o bailarino se expresse de uma forma a outra”.
A concepção de um novo espetáculo leva de um a dois meses. Nesse período, a rotina de ensaios é árdua: pela manhã, os bailarinos ensaiam por uma hora e 15 minutos em média. Após ligeiro descanso, são cinco horas de treinos sem parar. Em dias de apresentação, ainda há um período de relaxamento antes de fazer a maquiagem e vestir o figurino.
Para quem deseja integrar o casting do Russian State Ballet, a paixão pela dança é o pré-requisito fundamental. “É preciso estar bem preparado fisicamente, ter o porte necessário para um bailarino e querer trabalhar no teatro russo, ciente da orientação da companhia. Os aspirantes a bailarinos devem amar a profissão, ser disciplinados e se dedicar ao trabalho.
Adicionar toques de modernidade ao clássico, sem que a essência se perca no meio do caminho, é um desafio. “É um processo complexo. Temos que pensar, ao mesmo tempo, em questões diferentes, como financiamento, seleção dos artistas, onde estudar e ensaiar, preparação do figurino, técnicos etc.. Assim como a vida, os problemas são resolvidos um de cada vez. Os desafios são permanentes e somente encarando-os conseguimos elevar o nível do trabalho. Porém, temos em mente que é uma tarefa permanente. Devemos trabalhar sem descanso para manter o nível alcançado e superá-lo, na medida do possível”.
TEMPORADA 2016
No ano de 2016 a CIA excurcionará pelas 4 regiões do Brasil. São mais de 50 profissionais que se revezarão, dividido em 2 grupos, seguindo  a programação entre  as cidades.
“Levar o espetáculo do Amazonas ao Rio Grande do Sul, do Mato Grosso ao Rio de Janeiro é um grande desafio. Essa emoção fica marcada para toda vida e fideliza nosso público. Além de fazer com que cada vez mais pessoas queiram assistir ao Ballet”, diz o produtor executivo Augusto Stevanovich.
SERVIÇO:
RUSSIAN STATE BALLET – Estrelas do Ballet Russo
Local em São Paulo – HSBC BRASIL
Dias e horários – dia 24 de abril às 19h
Produção – AS Entertainment
Produtor brasileiro – Augusto Stevanovich
Censura: a partir dos 5 anos
Valores: de R$120,00 (inteira) a R$240 (Inteira)
Duração: 1h20 sem intervalo
Rua Bragança Paulista, 1281 – Chácara Santo Antonio
COMO COMPRAR:
Pela internet:
Por telefone: 11- 40031212
Ponto de Venda Sem Taxa de Conveniência: TOM BRASIL – Rua Bragança Paulista, 1281 – Chácara Santo Antonio
Horário de Funcionamento:De Segunda a Sábado das 10:00hs as 20:00hsDomingos e Feriados das 10:00hs as 18:00hsEm dias de show a bilheteria terá seu horário estendido em 30 minutos após o início do show
A vinda do Ballet Russo é uma iniciativa  de um grande projeto de inclusão cultural russa no Brasil.