Arquivo da tag: Ryan Reynolds

CCXP19: painéis da Disney dominam terceiro dia de festival

Auditório Cinemark XD foi um dos lugares mais concorridos no sábado, na CCXP, e sempre permaneceu lotado. (Foto: Vans Bumbeers)

Ryan Reynolds, Joe Keery e elenco de novo filme da saga Star Wars atraem legiões de fãs de todo o país, e “Frozen 2” tem pré-estreia exclusiva no Auditório Cinemark XD

O terceiro dia de CCXP19 reservou muitas emoções e diversão para os fãs do maior festival de cultura pop do planeta. Em um sábado dominado por conteúdos da Disney no Auditório Cinemark XD, o público finalmente teve o esperado encontro com o elenco de “Star Wars: A Ascensão Skywalker” e pôde conferir em primeira mão a estreia de “Frozen 2”. Os fãs também curtiram o painel sobre “Free Guy – Assumindo o Controle” que contou com a presença de Ryan Reynolds e Joe Keery, além de ficarem por dentro das novidades do Disney+ e os próximos lançamentos da Marvel em um painel com ninguém menos do que Kevin Feige. E não faltaram atrações para quem preferiu circular pelos corredores da CCXP19.

No Artists’ Alley by Bruttal, a diversidade marcou presença. Dentre os mais de 500 artistas que expõem suas criações, 82 apresentam obras com temática LGBTQI+ e sete quadrinistas são trans. Jocosa, mais conhecida como The Joco, tem 20 anos e é de Belo Horizonte (MG). A artista participa pela primeira vez do festival. “É importante que a gente trabalhe aqui, lado a lado, mostrando que a diversidade está presente em todos os lugares. É fundamental olhar o trabalho de todos os artistas com muito carinho e incentivar o público”, avaliou.

Para quem preferiu se divertir à moda antiga, a arena Board Games by Hershey’s Mais              foi parada certa. Recheada com 30 tipos de jogos de tabuleiro da Galápagos Jogos, o espaço já recebeu milhares pessoas interessadas em conhecer um pouco mais desse universo e relembrar os clássicos dos board games. Ali, na fila, a diversão também estava garantida, já que era possível jogar “Dobble”, um jogo de cartas, enquanto esperava a vez de sentar à mesa. Ao longo do dia, mais de 2.100 partidas aconteceram. Dentro da arena, os jogos “Jingle Speed” e “The Resistance” foram os mais disputados entre o público.

Estrelas e novidades da Disney no Cinemark XD

Nem mesmo o clima congelante de “Frozen 2” conseguiu foi páreo para o calor humano no Auditório Cinemark XD. Lotado por fãs, o espaço recebeu a pré-estreia do filme – com lançamento marcado para 2 de janeiro – emocionando o público e levando muitos fãs às lágrimas. O clima foi às alturas quando os diretores subiram ao palco e foram ovacionados pelos presentes. Os vencedores do Oscar de Melhor Animação por “Frozen”, Chris Buck e Peter Del Vecho, contaram histórias de bastidores e do desenvolvimento da nova aventura de Anna e Elsa.

Ainda no universo das animações, Dan Scanlon mostrou trechos de “Dois Irmãos: Uma Jornada Fantástica” – que estreia no dia 5 de março –, enquanto, no painel de “Um Espião Animal”, o público pode conferir a cena que mostra a transformação do agente secreto em um pombo, com as participações de Nick Bruno e Troy Quane. Os fãs do estúdio também puderam conhecer um pouco mais sobre os bastidores da criação “Star Wars: Galaxy’s Edge”, área temática de Star Wars nos parques da Disney, por meio do conteúdo apresentado por Scott Trowbridge.

A programação deste sábado no Auditório Cinemark XD contou também com o bate-papo entre os atores Ryan Reynolds e Joe Keery, junto do diretor Shawn Levy. Reynolds parecia não acreditar na empolgação do público e sorria a cada vez que era interrompido pelos gritos dos fãs. Ele ainda surpreendeu ao dizer que “Free Guy – Assumindo o Controle” foi o filme que ele mais gostou de fazer em sua carreira. Outro elenco aguardado que subiu ao palco hoje foi o de “Star Wars: A Ascensão Skywalker”. Com uma afinidade visível aos olhos do público, o diretor J. J. Abrams e os atores Daisy Ridley, John Boyega e Oscar Isaac falaram sobre suas cenas preferidas e o que mais os emocionou nas filmagens, além de uma breve homenagem à saudosa Carrie Fisher.

No painel da Marvel, um dos mais aguardados da CCXP19, a participação do produtor e presidente da Marvel Studios, Kevin Feige, presenteou quem estava no Auditório Cinemark XD com conteúdos exclusivos. O teaser de “Eternos” foi visto pelos fãs brasileiros com exclusividade antes de ser lançado mundialmente, assim como trechos especiais de “Viúva Negra”, estrelado por Scarlett Johansson e com estreia marcada para abril. O todo-poderoso da Marvel ainda adiantou que algumas produções do Disney+ devem ficar prontas no fim de 2020, quando a plataforma chega ao Brasil.

Grandes nomes dos quadrinhos, TV e games

Maurício de Sousa participou de painel no auditório Ultra e fez a alegria dos fãs. (Foto: Marcelo Paixão)

A programação do Auditório Ultra começou com a presença cativante de Mauricio de Sousa. O criador da Turma da Mônica relembrou sua trajetória, que teve início com a publicação de uma tirinha estrelada pelos os personagens Bidu e Franjinha, em 1959. “Em seis anos, eu estava em 400 jornais no Brasil, e mais ninguém alcançou esse número”, contou. Na sequência, o público conferiu um bate-papo sobre o filme “Jaspion”, ainda sem data de estreia, com participação do diretor Rodrigo Bernardo, que contou os desafios da produção. À tarde, foi a vez do MMO “World of Warcraft”, com a autora Christie Golden, que falou sobre o processo criativo do game e suas obras literárias, além de declarar que adoraria escrever para a série “Loki”, do Disney+.

Os quadrinistas da Chiaroscuro Studios também tiveram uma participação no festival para falar sobre a produção de HQs brasileiras de super-heróis. Em seguida, o universo do terror e suas possibilidades, mesclando drama e outros estilos, foram debatidas por Takashi Shimizu, diretor do filme “O Grito”. Com a sala lotada, a presença de dubladores do anime “Dragon Ball” levantou a plateia, que vibrou com a atuação de seus personagens favoritos e comemorou os 35 anos da franquia japonesa. O penúltimo painel foi conduzido por cinco artistas que trabalharam em histórias do Homem-Morcego, incluindo Frank Miller e Neal Adams, para celebrar os 80 anos do personagem. “Batman não é um super-herói. O Batman é você em sua melhor versão. Por isso, as pessoas gostam tanto de ler as histórias dele”, afirmou Adams.

Da ilustração à animação

Quem passou pelo Auditório Prime teve a oportunidade de participar da masterclass da ilustradora norte-americana Jöelle Jones – a primeira mulher a desenhar duas edições seguidas da série principal do Batman. “Me concentro no caminho e nos pequenos detalhes antes de projetar o final”, contou a artista ao falar sobre seu processo de criação. No painel seguinte, o quadrinista argentino Eduardo Risso, conhecido pela obra “Noite das Trevas: uma história real do Batman”, explicou composição e narração gráfica de seus trabalhos.

A representatividade LGBTQI+ nos quadrinhos, muito percebida no Artists’ Alley deste ano, também foi tema de painel com Lorelay Fox. “A dica que dou para quem ainda não se sente representado é se representar por si só”, comenta. Já a nova plataforma de quadrinhos do Omelete, a Bruttal, foi apresentada de forma irreverente pelos artistas Felipe Portugal, Raoni Marques, Thiago M. Martins e Yuri Moras. O Auditório Prime também foi palco de conversas sobre “Dungeons & Dragons” e as novidades sobre os próximos lançamentos da Galápagos Jogos, bate-papo sobre o jornal “O Pasquim” – com Francisco Ucha, Duayer, Ricky Goodwin e Ricardo Leite –, a presença da primeira YouTuber brasileira de animação, AnyMalu, e um painel sobre as técnicas e o modelo de negócio dos Webtoons, as webcomics sul-coreanas publicadas online.

Disputas acirradas de eSports

A Oi Game Arena trouxe conteúdo inédito para o festival: a Copa Team Fight Tactics CCXP. Foram quatro partidas disputadas por os oito convidados, distribuidos entre streamers, jogadores profissionais e influencers. O campeão foi Leomane, seguido por Milt (2º lugar) e Ken Harusame (3º lugar). Dentre os participantes também estava presente MiiT, treinador do time de League of Legends da PaiN Gaming.

Empoderamento, música, esporte e talk show

O protagonismo feminino entrou em pauta no Creators Stage durante a tarde deste sábado. Com a participação especial de Mônica Sousa, Camila Achutti, Karina Dauch e Maia Malu, Paulo Silveira mediou um bate-papo sobre o “Change The Game”, iniciativa que incentiva e premia mulheres do mundo dos jogos e programação. “Me sentia incomodada com a falta de representatividade nesse meio. Os meninos falavam que não era meu lugar, então decidi criar o meu próprio jogo”, conta a estudante Isabela Fernandes, de Belo Horizonte (MG), uma das vencedoras do concurso.

O palco teve ainda uma apresentação e quiz musical da dupla Rolandinho e Bruno Bock, do canal Pipocando, e a banda NerdStones, que tocou músicas de “Game of Thrones”, “Friends”, “La Casa de Papel” e “De Volta para o Futuro”. A estudante paulistana Beatriz Sueco, 15 anos, conta que ver o Pipocando ao vivo foi um dos melhores momentos do festival. “Acompanho o canal deles desde o começo, e fiquei muito emocionada em vê-los tão de perto”, disse.

O canal “Ilha de Barbados” e o YouTuber Felipe Castanhari discutiram assuntos como relacionamentos e cotidiano. Depois, foi a vez do time do jornalismo esportivo da Globo tomar conta em um painel sobre os Jogos Olímpicos de Tóquio em 2020 e o aumento do número de mulheres nas delegações esportivas brasileiras. Dentre os atletas medalhistas, estavam Daiane dos Santos, Diego Hypólito, Claudinei Quirino, Fabi Alvim, Flávio Canto e Lars Grael, que subiram ao palco para contar como representaram o Brasil nos jogos olímpicos.

Por fim, apresentador, ator e comediante Fábio Porchat dividiu o palco com Otaviano Costa, Tati Lopes e Fernanda Paes Leme para a gravação do programa “Que história é essa, Porchat?. Guilherme dos Santos, 29 anos, esteve no festival especialmente para ver Porchat e conta que gosta muito do programa original: “Vim neste palco só pra ver esse quadro e estou muito feliz”, finaliza.

RYAN REYNOLDS, JOE KEERY E SHAWN LEVY CONFIRMADOS EM PAINEL DE “FREE GUY – ASSUMINDO O CONTROLE”

Ryan Reynolds estará no painel da Fox, no sábado. (Foto: Divulgação)

Longa será um dos destaques na programação de sábado, 07/12

Faltam somente sete dias para o maior festival de cultura pop do planeta e os anúncios de grandes astros internacionais não param. O ator Ryan Reynolds (“Deadpool”, “Deadpool2”) acaba de ser confirmado para mais um painel, desta vez do novo filme da 20th Century Fox, “Free Guy – Assumindo o Controle”. O artista está com seu colega de elenco, Joe Keery (“Stranger Things”), e o diretor Shawn Levy (trilogia “Uma Noite no Museu”, “Stranger Things”) no auditório Cinemark XD no sábado (7).

“Free Guy – Assumindo o Controle” conta a história de um caixa de banco solitário que descobre que é, na verdade, personagem secundário de um game chamado “Free City”. O longa será lançado no primeiro semestre de 2020 e, durante a CCXP 2019, os fãs terão oportunidade de ver materiais exclusivos do novo filme.

A CCXP19 acontece entre 5 e 8 de dezembro, no São Paulo Expo, e todos os 280 mil ingressos disponibilizados ao público foram vendidos. Para ver a programação já divulgada do festival, basta acessar www.ccxp.com.br. E para ter um guia completo com a programação dos auditórios e palcos, lineup dos convidados, para conhecer as marcas, estúdios e áreas do festival, incluindo alimentação e mapa interativo, também já é possível fazer o download gratuito do aplicativo oficial da CCXP19 – compatível com os sistemas Android e IOS.

CCXP19  

Datas: de 5 a 8 de dezembro de 2019   

Local: São Paulo Expo (Rodovia dos Imigrantes, km 1,5, Água Funda, São Paulo – SP)  
Ingressos: ESGOTADOS

Horários: Quinta-feira e Sexta-feira, das 12h às 21h. Sábado, das 11h às 21h. Domingo, das 11h às 20h.

Netflix leva os elencos de “La Casa de Papel” e “Esquadrão 6” para a CCXP19

Netflix anuncia personagens de La Casa de Papel, na CCXP. (Foto: Divulgação)

La Banda e O Esquadrão vão se encontrar em painéis repletos de ação no domingo, com Ryan Reynolds, Michael Bay, Pedro Alonso, Alba Flores, Darko Peric e muitos outros

Os painéis da Netflix na CCXP19 serão recheados de ação. Por meio de um trailer fake postado nas redes sociais, o estúdio revelou hoje suas principais atrações para o festival: as estrelas de “La Casa de Papel” – Pedro Alonso (Berlin), Alba Flores (Nairobi), Darko Peric (Helsinki), Rodrigo de la Serna (Palermo) e Esther Acebo (Estocolmo) –  e do novo filme de Michael Bay, “Esquadrão 6”, incluindo o astro Ryan Reynolds. O conteúdo divulgado ainda deixa no ar uma surpresa que o público pode esperar no domingo (8), quando acontecem os painéis da Netflix.

O último dia festival – realizado entre 5 e 8 de dezembro, no São Paulo Expo – também contará com Gal Gadot e Patty Jenkins em um painel da Warner sobre “Mulher-Maravilha 1984”. Os últimos ingressos de domingo estão disponíveis pelo site www.ccxp.com.br

O painel sobre “Esquadrão 6” vai receber Ryan Reynolds e o elenco do longa dirigido por Michael Bay – a mente por trás das franquias Bad Boys, The Rock e Transformers. Com estreia mundial prevista para o dia 13 de dezembro, o longa narra a trajetória de seis bilionários que forjam as suas próprias mortes e criam um grupo de elite para combater o crime sem serem identificados. 

Já “La Casa de Papel” chega ao evento este ano com um painel que reunirá os atores que deram vida a alguns dos personagens mais queridos deste fenômeno mundial, que já foi visto por mais de 34 milhões de pessoas. A série foi favorita na CCXP 2018, quando mais de seis mil fãs participaram de um assalto na Casa de La Moneda como parte da experiência do estande da Netflix.

Em sua 6ª edição, a CCXP promete uma grande celebração da cultura pop. Além de Ryan Reynolds e do elenco de La Casa de Papel (Netflix), já estão confirmadas Gal Gadot e Patty Jenkins, bem como Margot Robbie, Mary Elizabeth Winstead, Jurnee Smollet-Bell, Rosie Perez, Ella Jay Basco Cathy Yan (Warner). Os artistas das séries de TV também estarão muito bem representados por Iain Gleen (Game of Thrones e Titans), Lana Parrilla (Once Upon a Time) e Lesley-Ann Brandt (Lucifer), entre outros.  Já o time dos quadrinistas é capitaneado por Neal Adams e Frank Miller.

Ingressos CCXP   

3º lote – de 1º de agosto até 4 de dezembro   

Quinta-feira: R$ 240,00 (inteira), R$ 120,00 (meia) e R$ 140,00 (ingresso social).   
Sexta-feira: (ESGOTADO)  
Sábado: (ESGOTADO)  
Domingo: R$ 440,00 (inteira), R$ 220,00 (meia) e R$ 240,00 (ingresso social).   
4 dias: (ESGOTADO)  
Epic: R$ 1.500,00  
Full: (ESGOTADO)  
Unlock (evento voltado para profissionais do mercado de entretenimento): R$ 2.000,00  

CCXP19  

Datas: de 5 a 8 de dezembro de 2019   
Local: São Paulo Expo (Rodovia dos Imigrantes, km 1,5, Água Funda, São Paulo – SP)  

PRÉ-VENDA DE POKÉMON: DETETIVE PIKACHU COMEÇA EM 25 DE ABRIL COM CARD EXCLUSIVO PARA QUEM COMPRAR INGRESSO PARA O FINAL DE SEMANA DE ESTREIA

Longa estrelado por Ryan Reynolds chega aos cinemas brasileiros em 9 de maio

A pré-venda de ingressos para assistir a POKÉMON: Detetive Pikachu nos cinemas começa no dia 25 de abril e os fãs que comprarem seus ingressos para o final de semana de estreia do filme no Brasil – de 9 a 12 de maio – serão os únicos que poderão ganhar um card colecionável do Detetive Pikachu de edição limitada.

A partir de 25 de abril e enquanto durarem os estoques, cada espectador receberá um pacote com dois cards da nova série de cartas colecionáveis do Pokémon TCG: Detetive Pikachu da The Pokémon Company International. Um card aleatório será da série atual com Pokémon selecionados, mas com a imagem em CGI como aparecem no filme. O segundo card do Detetive Pikachu é de edição limitadaexclusivo para os fãs que se anteciparem e garantirem um lugar entre os primeiros a assistir a POKÉMON: Detetive Pikachu na telona.

(Foto: Divulgação)

A disponibilidade dos cards, que poderão ser adquiridos a partir do dia 25 de abril para os primeiros que garantirem seus ingressos para o final de semana de estreia de POKÉMON: Detetive Pikachu, está sujeita ao estoque. Verifique o circuito de cinemas participantes desta promoção para a retirada do pacote promocional.

Para ver a coleção inteira do Detetive Pikachu e tudo sobre Pokémon, acesse:http://www.pokemontcg.com/detectivepikachu/pt-br/


NOVO VÍDEO DE POKÉMON: DETETIVE PIKACHU APRESENTA ‘TESTE DE ELENCO’ COM PERSONAGENS DO LONGA

Estrelado por Ryan Reynolds como Pikachu e com Justice Smith, o filme tem estreia prevista para 9 de maio

O aguardado POKÉMON: Detetive Pikachu, filme de aventura em live-action de uma das mais famosas franquias do mundo, ganha novo vídeo (em versões dublada e legendada). Ao som de “I Wanna Dance With Somebody”, da cantora Whitney Houston, o vídeo mostra de forma cômica uma prévia do elenco de Pokémon do longa, incluindo Pikachu, Charizard, Psyduck, Eevee, entre outros. Ao final, anuncia-se a pré-venda especial dePOKÉMON: Detetive Pikachu, que começa em 25 de abril.

O mundo de Pokémon ganha vida!

A primeira aventura live-action de Pokémon, POKÉMON: Detetive Pikachu é estrelada por Ryan Reynolds como o detetive Pikachu e é baseada na adorada marca Pokémon – uma das propriedades mais populares entre diversas gerações e uma das franquias de mídia mais bem-sucedidas de todos os tempos.

Agora, fãs de todos os cantos do mundo poderão ver o Pikachu na telona de uma forma inédita: como o Detetive Pikachu, um Pokémon como nenhum outro. O filme também traz uma variedade de adorados Pokémon, cada um com seus próprios traços e personalidades.

A história começa quando o detetive Harry Goodman desaparece misteriosamente, levando seu filho Tim, de 21 anos, a tentar descobrir o que aconteceu. Quem ajuda na investigação é o antigo parceiro Pokémon de Harry, o Detetive Pikachu: um adorável superdetetive divertido e brincalhão que é um enigma até para si mesmo. Após descobrirem que conseguem se comunicar um com o outro, uma vez que Tim é o único humano capaz de falar com o Detetive Pikachu, eles se unem em uma aventura para desvendar esse mistério. Reunindo pistas pelas ruas de Ryme City – uma gigantesca metrópole moderna onde seres humanos e Pokémon convivem lado a lado em um mundo live-action hiper-realista – eles encontram pelo caminho um elenco diversificado de Pokémon e revelam uma trama chocante que poderia arruinar essa coexistência pacífica e ameaçar todo o universo Pokémon.

POKÉMON: Detetive Pikachu também é estrelado por Justice Smith (“Jurassic World: Reino Ameaçado”) como Tim; Kathryn Newton (“Lady Bird – A Hora de Voar”, da série de TV “Big Little Lies”) como Lucy, uma repórter em começo de carreira atrás de seu primeiro grande furo; além de Suki Waterhouse (“A Série Divergente: Insurgente”), Omar Chaparro (“Homens ao Mar”), Chris Geere (da série de TV “Modern Family”) e Rita Ora, com o indicado ao Oscar Ken Watanabe (“O Último Samurai”) e Bill Nighy (“Harry Potter e as Relíquias da Morte – Parte 1”).

O filme foi dirigido por Rob Letterman (“Goosebumps – Monstros e Arrepios”, “Monstros Vs. Alienígenas”) a partir de uma história de Dan Hernandez & Benji Samit e Nicole Perlman, com roteiro de Dan Hernandez & Benji Samit, Rob Letterman e Derek Connolly, baseado no videogame “Detective Pikachu”, desenvolvido pela Creatures Inc. O filme foi produzido por Mary Parent e Cale Boyter, da Legendary Pictures; e Hidenaga Katakami e Don McGowan, da The Pokémon Company. Os produtores executivos foram Joe Caracciolo Jr., Ali Mendes, Tsunekazu Ishihara, Kenji Okubo, Toshio Miyahara, Hiro Matsuoka e Koji Ueda.

A equipe criativa de Letterman incluiu o diretor de fotografia duas vezes indicado ao Oscar John Mathieson (“O Fantasma da Ópera”, “Gladiador”); o desenhista de produção Nigel Phelps (“Piratas do Caribe – A Vingança de Salazar”); os editores Mark Sanger (vencedor do Oscar por “Gravidade”) e James Thomas (“Muppets 2 – Procurados e Amados”); e a figurinista Suzie Harman (“RocknRolla – A Grande Roubada”). A música foi composta por Henry Jackman (“Jumanji: Bem-Vindo à Selva”). Os efeitos visuais ficaram a cargo da Moving Picture Company (“Mulher-Maravilha”) e da Framestore (“Guardiões da Galáxia Vol. 2”).

Lançada com grande sucesso em 1996, a marca Pokémon é uma sensação mundial com fãs apaixonados por games e mais de 324 milhões de unidades vendidas no mundo inteiro; jogos de cartas para trocar disponíveis em 11 idiomas e mais de 25,7 bilhões de unidades vendidas; uma série de televisão de anime em sua 21ª temporada que está disponível em mais de 160 países; mais de 20 longas de animação; além de livros, mangás, músicas, brinquedos, produtos e aplicativos, incluindo o estrondoso sucesso Pokémon GO, que foi baixado mais de 850 milhões de vezes e é adorado em todo o mundo por fãs de todas as idades.

POKÉMON: Detetive Pikachu tem estreia marcada para 9 de maio de 2019 no Brasil.

A Warner Bros. Pictures e a Legendary Pictures apresentam POKÉMON: Detetive Pikachu, uma produção da Legendary Pictures, em associação com a Toho Co., um filme de Rob Letterman. O filme será distribuído pela Warner Bros. Pictures fora do Japão e da China; pela Toho Company Ltd. no Japão; e pela Legendary East na China.

Deadpool 2 estreia nas plataformas digitais em 23 de agosto

Versão traz erros de gravação, easter eggs e comentários do diretor e equipe

Dirigido por David Leitch (Atômica, De Volta ao Jogo)Deadpool 2 (Deadpool 2, USA, 2018) chega às plataformas digitais brasileiras no dia 23 de agosto, para venda e locação. Uma produção de Paul Wernick (Zumbilândia, Deadpool) e roteiro de Rhett Reese (Monstros S.A., Segundas Intenções 3) e Ryan Reynolds (A Proposta, X-Men Origens: Wolverine), versão traz erros de gravação, easter eggs e comentários do elenco e equipe de produção.

original_DP2_hero3-1_2400x800.jpg
Deadpool 2 chega semana que vem nas plataformas digitais. (Foto: Divulgação)

Sequência da história do mercenário mais insolente, Deadpool 2 coloca esse herói em uma aventura ainda maior. Quando Cable (Josh Brolin) vem do futuro para assassinar o mutante Russel (Julian Dennison), Deadpool precisa colocar todo seu heroísmo em ação e impedir que o pior aconteça. Para isso, ele contará com a ajuda de sua equipe X-Force. Ou, ao menos, é nisso que ele acredita.

A edição estendida do longa, Deadpool 2 – Edição do *&#@$%@, com 15 minutos de cenas inéditas e novas piadas, estreia no Brasil no último bimestre deste ano.

EXTRAS

• Erros de gravação

• Até que sua cara doa: tomadas alternativas

• Os lábios de Deadpool estão selados: segredos e easter eggs

• O membro mais importante da X-Force

• Valores da família Deadpool: elenco de personagens

• David Leitch, não Lynch: a direção de Deadpool 2

• Role com os socos: ação e proezas

• O experimento Deadpool na prisão

• Chadrez

• Bombado e sexy

• Monólogo de 3 minutos

• Comentário de Ryan Reynolds, David Leitch, Rhett Reese e Paul Wernick

• Saco de risada de Deadpool 2

• Fotografias

Deadpool 2 chega mais ousada, tiradas e ação

Por Rodrigo Bocatti

Depois do sucesso de Deadpool era inegável que teríamos uma continuação do Mercenário Tagarela. Com muita tiradas, até com a DC Comics, e até a própria Marvel, Ryan Reynolds foi um dos roteiristas do longa, o que satisfez os fãs e a certeza que teria o mesmo tom do primeiro filme.

Somos apresentados a novos personagens como Dominó (Zazie Beetz), Russel (Julian Denninson) e Cable (Josh Brolin), que vem do futuro para tentar salvar sua filha e esposa, que são mortas por um mutante com sede de matar. Porém, é impedido por Deadpool em um primeiro momento, porém o anti-herói percebe que sozinho não conseguirá detê-lo e convoca uma equipe para ajudar.

deadpool-and-friends.jpg
Junto com Domino e Cable, Deadpool chega com seu segundo longa. (Foto: Divulgação)

A X-Force é formada por Dominó, Shatterstar (Lewis Tan), Zeitgeist (Bill Skarsgard), Bedlam (Terry Crews), Vanisher (Brad Pitt) e Peter (Rob Delaney), porém os fãs não tem muito tempo para apreciar a equipe.

Quando eles são confrontados por outro mutante mais poderoso que eles, Cable nota que é preciso se unir a Domino e Deadpool, que pede ajuda a Colossus e a Míssil Adolescente Megassônico para impedir uma tragédia.

O filme conta com diversas cenas de ação muito bem coreografas e boas, além da dose de comédia que é certeza no filme. Boas tiradas, com diversas franquias e universos.

Deadpool – Roteiristas falam sobre qual história adaptar para a sequência!

Por Legião dos Heróis

Em entrevista, os roteiristas de DeadpoolRhett Reese e Paul Wernick falaram sobre seu processo de criação para o primeiro filme que, provavelmente, usarão para escrever o segundo.

Quando existem tantas boas histórias para escolher, é difícil fazer o recorte de apenas uma para colocar em um filme. Sorte para nós, os roteiristas Rhett Reese e Paul Wernick, o mesmo time do primeiro longa do Deadpool, não se sentem confortáveis em se limitar a apenas uma história.

Roteirista de Deadpool fala sobre o segundo filme. (Foto: Divulgação)
Roteirista de Deadpool fala sobre o segundo filme. (Foto: Divulgação)

Quando o Cinema Blend falou com os roteiristas se a sequência seria ou não baseada em uma história fixa dos quadrinhos, eles falaram um pouco de como funciona o seu processo criativo.

É como nós fizemos no primeiro, sabe? Nós mergulhamos em todos os caminhos e, então, nos apaixonamos pelos personagens, os tons e a textura. Aí nós fechamos os quadrinhos e viemos com a nossa própria história, e eu acho que faremos a mesma coisa para o segundo”.

Deadpool tem vários arcos e histórias que poderiam ser adaptados, não necessariamente no estilo de uma trama por filme. Porém, com esse personagem e as limitações contratuais entre a Fox e a Marvel, talvez esse seja o melhor caminho.

Deadpool já está em cartaz nos cinemas.

Deadpool – Ryan Reynolds fala sobre a competição com outros filmes de heróis em 2016!

Por Legião dos Heróis

Recentemente, Ryan Reynolds deu uma entrevista ao Total Film, comentando sobre os benefícios de Deadpool ser um filme para maiores de idade. Além disso, o ator revelou se estaria ou não intimidado em 2016, por filmes como Batman vs Superman: A Origem da Justiça e Capitão América: Guerra Civil!

Deadpool estreia dia 12 de fevereiro de 2016. (Foto: Divulgação)
Deadpool estreia dia 12 de fevereiro de 2016. (Foto: Divulgação)

“Tivemos várias conversas sobre como eu fui essencial para que isso fosse feito, o que não é bem verdade. Eu não diria que passei todos os dias mandando e-mails para a 20th Century Fox com a mensagem ‘Vocês precisam fazer esse filme!’” disse o ator. “Foram os fãs que viram o teste do filme vazado – que realmente não foi feito para ninguém além do pessoal do estúdio. Foi por isso que foi feito. Mas tenho orgulho de podermos fazer esse filme do modo que teve de ser feito, que é para maiores de idade e com um orçamento modesto.”

Ao comentar sobre o orçamento diminuto do filme, Ryan Reynolds foi perguntado se estaria com medo de filmes como Batman vs Superman, Guerra Civil, X-Men: Apocalipse e Esquadrão Suicida, todos com um orçamento maior, reunindo personagens e estreando no mesmo ano que Deadpool. O ator corajosamente respondeu: “Sabe, o maior poder do Deadpool é estressar as pessoas ao máximo. Então acho que ele iria criar uma forte fagulha de ira nesses grupos.”