Arquivo da tag: Ryan Reynolds

PRÉ-VENDA DE POKÉMON: DETETIVE PIKACHU COMEÇA EM 25 DE ABRIL COM CARD EXCLUSIVO PARA QUEM COMPRAR INGRESSO PARA O FINAL DE SEMANA DE ESTREIA

Longa estrelado por Ryan Reynolds chega aos cinemas brasileiros em 9 de maio

A pré-venda de ingressos para assistir a POKÉMON: Detetive Pikachu nos cinemas começa no dia 25 de abril e os fãs que comprarem seus ingressos para o final de semana de estreia do filme no Brasil – de 9 a 12 de maio – serão os únicos que poderão ganhar um card colecionável do Detetive Pikachu de edição limitada.

A partir de 25 de abril e enquanto durarem os estoques, cada espectador receberá um pacote com dois cards da nova série de cartas colecionáveis do Pokémon TCG: Detetive Pikachu da The Pokémon Company International. Um card aleatório será da série atual com Pokémon selecionados, mas com a imagem em CGI como aparecem no filme. O segundo card do Detetive Pikachu é de edição limitadaexclusivo para os fãs que se anteciparem e garantirem um lugar entre os primeiros a assistir a POKÉMON: Detetive Pikachu na telona.

(Foto: Divulgação)

A disponibilidade dos cards, que poderão ser adquiridos a partir do dia 25 de abril para os primeiros que garantirem seus ingressos para o final de semana de estreia de POKÉMON: Detetive Pikachu, está sujeita ao estoque. Verifique o circuito de cinemas participantes desta promoção para a retirada do pacote promocional.

Para ver a coleção inteira do Detetive Pikachu e tudo sobre Pokémon, acesse:http://www.pokemontcg.com/detectivepikachu/pt-br/


NOVO VÍDEO DE POKÉMON: DETETIVE PIKACHU APRESENTA ‘TESTE DE ELENCO’ COM PERSONAGENS DO LONGA

Estrelado por Ryan Reynolds como Pikachu e com Justice Smith, o filme tem estreia prevista para 9 de maio

O aguardado POKÉMON: Detetive Pikachu, filme de aventura em live-action de uma das mais famosas franquias do mundo, ganha novo vídeo (em versões dublada e legendada). Ao som de “I Wanna Dance With Somebody”, da cantora Whitney Houston, o vídeo mostra de forma cômica uma prévia do elenco de Pokémon do longa, incluindo Pikachu, Charizard, Psyduck, Eevee, entre outros. Ao final, anuncia-se a pré-venda especial dePOKÉMON: Detetive Pikachu, que começa em 25 de abril.

O mundo de Pokémon ganha vida!

A primeira aventura live-action de Pokémon, POKÉMON: Detetive Pikachu é estrelada por Ryan Reynolds como o detetive Pikachu e é baseada na adorada marca Pokémon – uma das propriedades mais populares entre diversas gerações e uma das franquias de mídia mais bem-sucedidas de todos os tempos.

Agora, fãs de todos os cantos do mundo poderão ver o Pikachu na telona de uma forma inédita: como o Detetive Pikachu, um Pokémon como nenhum outro. O filme também traz uma variedade de adorados Pokémon, cada um com seus próprios traços e personalidades.

A história começa quando o detetive Harry Goodman desaparece misteriosamente, levando seu filho Tim, de 21 anos, a tentar descobrir o que aconteceu. Quem ajuda na investigação é o antigo parceiro Pokémon de Harry, o Detetive Pikachu: um adorável superdetetive divertido e brincalhão que é um enigma até para si mesmo. Após descobrirem que conseguem se comunicar um com o outro, uma vez que Tim é o único humano capaz de falar com o Detetive Pikachu, eles se unem em uma aventura para desvendar esse mistério. Reunindo pistas pelas ruas de Ryme City – uma gigantesca metrópole moderna onde seres humanos e Pokémon convivem lado a lado em um mundo live-action hiper-realista – eles encontram pelo caminho um elenco diversificado de Pokémon e revelam uma trama chocante que poderia arruinar essa coexistência pacífica e ameaçar todo o universo Pokémon.

POKÉMON: Detetive Pikachu também é estrelado por Justice Smith (“Jurassic World: Reino Ameaçado”) como Tim; Kathryn Newton (“Lady Bird – A Hora de Voar”, da série de TV “Big Little Lies”) como Lucy, uma repórter em começo de carreira atrás de seu primeiro grande furo; além de Suki Waterhouse (“A Série Divergente: Insurgente”), Omar Chaparro (“Homens ao Mar”), Chris Geere (da série de TV “Modern Family”) e Rita Ora, com o indicado ao Oscar Ken Watanabe (“O Último Samurai”) e Bill Nighy (“Harry Potter e as Relíquias da Morte – Parte 1”).

O filme foi dirigido por Rob Letterman (“Goosebumps – Monstros e Arrepios”, “Monstros Vs. Alienígenas”) a partir de uma história de Dan Hernandez & Benji Samit e Nicole Perlman, com roteiro de Dan Hernandez & Benji Samit, Rob Letterman e Derek Connolly, baseado no videogame “Detective Pikachu”, desenvolvido pela Creatures Inc. O filme foi produzido por Mary Parent e Cale Boyter, da Legendary Pictures; e Hidenaga Katakami e Don McGowan, da The Pokémon Company. Os produtores executivos foram Joe Caracciolo Jr., Ali Mendes, Tsunekazu Ishihara, Kenji Okubo, Toshio Miyahara, Hiro Matsuoka e Koji Ueda.

A equipe criativa de Letterman incluiu o diretor de fotografia duas vezes indicado ao Oscar John Mathieson (“O Fantasma da Ópera”, “Gladiador”); o desenhista de produção Nigel Phelps (“Piratas do Caribe – A Vingança de Salazar”); os editores Mark Sanger (vencedor do Oscar por “Gravidade”) e James Thomas (“Muppets 2 – Procurados e Amados”); e a figurinista Suzie Harman (“RocknRolla – A Grande Roubada”). A música foi composta por Henry Jackman (“Jumanji: Bem-Vindo à Selva”). Os efeitos visuais ficaram a cargo da Moving Picture Company (“Mulher-Maravilha”) e da Framestore (“Guardiões da Galáxia Vol. 2”).

Lançada com grande sucesso em 1996, a marca Pokémon é uma sensação mundial com fãs apaixonados por games e mais de 324 milhões de unidades vendidas no mundo inteiro; jogos de cartas para trocar disponíveis em 11 idiomas e mais de 25,7 bilhões de unidades vendidas; uma série de televisão de anime em sua 21ª temporada que está disponível em mais de 160 países; mais de 20 longas de animação; além de livros, mangás, músicas, brinquedos, produtos e aplicativos, incluindo o estrondoso sucesso Pokémon GO, que foi baixado mais de 850 milhões de vezes e é adorado em todo o mundo por fãs de todas as idades.

POKÉMON: Detetive Pikachu tem estreia marcada para 9 de maio de 2019 no Brasil.

A Warner Bros. Pictures e a Legendary Pictures apresentam POKÉMON: Detetive Pikachu, uma produção da Legendary Pictures, em associação com a Toho Co., um filme de Rob Letterman. O filme será distribuído pela Warner Bros. Pictures fora do Japão e da China; pela Toho Company Ltd. no Japão; e pela Legendary East na China.

Deadpool 2 estreia nas plataformas digitais em 23 de agosto

Versão traz erros de gravação, easter eggs e comentários do diretor e equipe

Dirigido por David Leitch (Atômica, De Volta ao Jogo)Deadpool 2 (Deadpool 2, USA, 2018) chega às plataformas digitais brasileiras no dia 23 de agosto, para venda e locação. Uma produção de Paul Wernick (Zumbilândia, Deadpool) e roteiro de Rhett Reese (Monstros S.A., Segundas Intenções 3) e Ryan Reynolds (A Proposta, X-Men Origens: Wolverine), versão traz erros de gravação, easter eggs e comentários do elenco e equipe de produção.

original_DP2_hero3-1_2400x800.jpg
Deadpool 2 chega semana que vem nas plataformas digitais. (Foto: Divulgação)

Sequência da história do mercenário mais insolente, Deadpool 2 coloca esse herói em uma aventura ainda maior. Quando Cable (Josh Brolin) vem do futuro para assassinar o mutante Russel (Julian Dennison), Deadpool precisa colocar todo seu heroísmo em ação e impedir que o pior aconteça. Para isso, ele contará com a ajuda de sua equipe X-Force. Ou, ao menos, é nisso que ele acredita.

A edição estendida do longa, Deadpool 2 – Edição do *&#@$%@, com 15 minutos de cenas inéditas e novas piadas, estreia no Brasil no último bimestre deste ano.

EXTRAS

• Erros de gravação

• Até que sua cara doa: tomadas alternativas

• Os lábios de Deadpool estão selados: segredos e easter eggs

• O membro mais importante da X-Force

• Valores da família Deadpool: elenco de personagens

• David Leitch, não Lynch: a direção de Deadpool 2

• Role com os socos: ação e proezas

• O experimento Deadpool na prisão

• Chadrez

• Bombado e sexy

• Monólogo de 3 minutos

• Comentário de Ryan Reynolds, David Leitch, Rhett Reese e Paul Wernick

• Saco de risada de Deadpool 2

• Fotografias

Deadpool 2 chega mais ousada, tiradas e ação

Por Rodrigo Bocatti

Depois do sucesso de Deadpool era inegável que teríamos uma continuação do Mercenário Tagarela. Com muita tiradas, até com a DC Comics, e até a própria Marvel, Ryan Reynolds foi um dos roteiristas do longa, o que satisfez os fãs e a certeza que teria o mesmo tom do primeiro filme.

Somos apresentados a novos personagens como Dominó (Zazie Beetz), Russel (Julian Denninson) e Cable (Josh Brolin), que vem do futuro para tentar salvar sua filha e esposa, que são mortas por um mutante com sede de matar. Porém, é impedido por Deadpool em um primeiro momento, porém o anti-herói percebe que sozinho não conseguirá detê-lo e convoca uma equipe para ajudar.

deadpool-and-friends.jpg
Junto com Domino e Cable, Deadpool chega com seu segundo longa. (Foto: Divulgação)

A X-Force é formada por Dominó, Shatterstar (Lewis Tan), Zeitgeist (Bill Skarsgard), Bedlam (Terry Crews), Vanisher (Brad Pitt) e Peter (Rob Delaney), porém os fãs não tem muito tempo para apreciar a equipe.

Quando eles são confrontados por outro mutante mais poderoso que eles, Cable nota que é preciso se unir a Domino e Deadpool, que pede ajuda a Colossus e a Míssil Adolescente Megassônico para impedir uma tragédia.

O filme conta com diversas cenas de ação muito bem coreografas e boas, além da dose de comédia que é certeza no filme. Boas tiradas, com diversas franquias e universos.

Deadpool – Roteiristas falam sobre qual história adaptar para a sequência!

Por Legião dos Heróis

Em entrevista, os roteiristas de DeadpoolRhett Reese e Paul Wernick falaram sobre seu processo de criação para o primeiro filme que, provavelmente, usarão para escrever o segundo.

Quando existem tantas boas histórias para escolher, é difícil fazer o recorte de apenas uma para colocar em um filme. Sorte para nós, os roteiristas Rhett Reese e Paul Wernick, o mesmo time do primeiro longa do Deadpool, não se sentem confortáveis em se limitar a apenas uma história.

Roteirista de Deadpool fala sobre o segundo filme. (Foto: Divulgação)
Roteirista de Deadpool fala sobre o segundo filme. (Foto: Divulgação)

Quando o Cinema Blend falou com os roteiristas se a sequência seria ou não baseada em uma história fixa dos quadrinhos, eles falaram um pouco de como funciona o seu processo criativo.

É como nós fizemos no primeiro, sabe? Nós mergulhamos em todos os caminhos e, então, nos apaixonamos pelos personagens, os tons e a textura. Aí nós fechamos os quadrinhos e viemos com a nossa própria história, e eu acho que faremos a mesma coisa para o segundo”.

Deadpool tem vários arcos e histórias que poderiam ser adaptados, não necessariamente no estilo de uma trama por filme. Porém, com esse personagem e as limitações contratuais entre a Fox e a Marvel, talvez esse seja o melhor caminho.

Deadpool já está em cartaz nos cinemas.

Deadpool – Ryan Reynolds fala sobre a competição com outros filmes de heróis em 2016!

Por Legião dos Heróis

Recentemente, Ryan Reynolds deu uma entrevista ao Total Film, comentando sobre os benefícios de Deadpool ser um filme para maiores de idade. Além disso, o ator revelou se estaria ou não intimidado em 2016, por filmes como Batman vs Superman: A Origem da Justiça e Capitão América: Guerra Civil!

Deadpool estreia dia 12 de fevereiro de 2016. (Foto: Divulgação)
Deadpool estreia dia 12 de fevereiro de 2016. (Foto: Divulgação)

“Tivemos várias conversas sobre como eu fui essencial para que isso fosse feito, o que não é bem verdade. Eu não diria que passei todos os dias mandando e-mails para a 20th Century Fox com a mensagem ‘Vocês precisam fazer esse filme!’” disse o ator. “Foram os fãs que viram o teste do filme vazado – que realmente não foi feito para ninguém além do pessoal do estúdio. Foi por isso que foi feito. Mas tenho orgulho de podermos fazer esse filme do modo que teve de ser feito, que é para maiores de idade e com um orçamento modesto.”

Ao comentar sobre o orçamento diminuto do filme, Ryan Reynolds foi perguntado se estaria com medo de filmes como Batman vs Superman, Guerra Civil, X-Men: Apocalipse e Esquadrão Suicida, todos com um orçamento maior, reunindo personagens e estreando no mesmo ano que Deadpool. O ator corajosamente respondeu: “Sabe, o maior poder do Deadpool é estressar as pessoas ao máximo. Então acho que ele iria criar uma forte fagulha de ira nesses grupos.”