Arquivo da tag: Seychelles

Gastronomia creole: as comidas típicas de Seychelles

Como reflexo da grande diversidade de culturas e pessoas que povoam as Ilhas Seychelles, a gastronomia do arquipélago apresenta as sutilezas e nuances da culinária francesa, o exotismo dos pratos indianos e os sabores picantes do Oriente.

Os pratos de frutos do mar são predominantes na culinária local, por conta de sua localização no Oceano Índico. O pouco transporte necessário faz com que os alimentos sejam sempre frescos, sendo que muitas vezes são encontrados diretamente em uma horta ou um barco de pesca.

Comidas típicas das Ilhas Seychelles. (Foto: Six Senses Zil Pasyon)

Peixe grelhado ou polvo coberto com molho de pimentões, gengibre e alho são os favoritos nacionais, assim como uma variedade de curries deliciosos preparados com leite de coco e inovadores bolinhos feitos com frutas locais, comopapaya e maçã dourada. A variedade de preparos e ingredientes é vasta. Só de pimentões há dez tipos diferentes, cada um indicado para um tipo de prato.

Um prato bem típico da cozinha creole é um puchero com salsa de chile. Mesmo os acostumados com o sabor picante devem ter cuidado com este prato, pois a pimenta destas ilhas recebe o apelido de “fogo infernal” e é bem forte. Também são servidos pratos de carne e aves aromatizados com especiarias do país.

Outra iguaria que pode ser encontrada na culinária seychellois é “la daube” que é feito de fruta-pão, banana, inhame e mandioca.

Alguns restaurantes são especializados em comida indiana, chinesa ou italiana e muitos apresentam pratos internacionais e especializados.

Para mais informações sobre Seychelles, acesse www.visiteseychelles.com e o site Bureau Mundo, escritório virtual da GVA: www.bureaumundo.com.

4 das paisagens mais incríveis do mundo

O Planeta Terra está repleto de paisagens de tirar o fôlego. Veja abaixo uma seleção de algumas vistas incríveis ao redor do mundo:

Trolltunga na Noruega

(Foto: Divulgação)

A Noruega é rodeada por uma natureza incrível, isso é inegável. Na região dos fiordes, os visitantes podem entrar em contato direto com essa energia que vibra pelo país. O caminho por algumas das trilhas pode ser longo, mas as vistas deslumbrantes fazem valer a pena. O ponto conhecido como Trolltunga é um exemplo. O local leva este nome por causa da cumprida formação rochosa (Trolltunga quer dizer “língua do troll”), que permite que os mais aventureiros se sintam imersos na paisagem. Para chegar até lá é preciso encarar uma trilha de 22km no total. O ideal é sair cedinho pela manhã e prestar atenção no clima.Mais informações

Anse Source d´Argent em Seychelles

(Foto: Shutterstock)

As praias das Ilhas Seychelles, no Oceano Índico, estão entre as mais bonitas do mundo. Anse Source d´Argent, na ilha de La Digue, é uma das mais famosas do país, por ser dona de uma paisagem inconfundível. As águas cristalinas e areia branca são rodeadas por enormes pedras graníticas e o verde vibrante das florestas. O passeio até a praia é obrigatório em qualquer roteiro de viagem para as Ilhas Seychelles. Para chegar lá, é preciso pagar uma pequena taxa de entrada para o L´Union State, um patrimônio nacional onde há plantações de baunilha e muitas tartarugas gigantes. Mais informações

Wadi Rum na Jordânia

(Foto: Jordan Tourism Board)

Também conhecido como Vale da Lua, o Wadi Rum é um deserto na Jordânia com formações rochosas impressionantes, que foram esculpidas pelo vento e condições meteorológicas. As rochas chegam a uma altura de 1750 metros e são um convite para os montanhistas explorarem o local. É possível também fazer tours guiados de 4X4 ou de camelo, para conhecer os principais pontos do Wadi Rum, passeios de balão e também se hospedar em uma tenda beduína e experimentar comidas típicas da Jordânia. Mais informações

Rochedo de Mônaco

(Foto: Shutterstock)

Mônaco é um país bem cosmopolita, mas nem por isso deixa a desejar em suas paisagens. Um dos bairros do país é seu imponente rochedo, onde estão localizadas algumas das principais atrações turísticas, como o Palácio do Príncipe, a catedral e o Museu Oceanográfico. A vista para o rochedo impressiona e rende belas fotos. Passear pelas vielas simpáticas do bairro também é um ótimo passeio. Mais informações

Para saber mais sobre os destinos, acesse o Bureau Mundo, escritório virtual da GVA: www.bureaumundo.com




7 ilhas exclusivas para se hospedar em 2019

O novo ano se aproxima e já é hora de pensar nas listas de aspirações para 2019. Alguns escrevem suas metas em papeis, outros fazem desejos pulando sete ondas na virada do ano, cada um tem seu próprio ritual para iniciar o ciclo renovado e cheio de energia para realizar sonhos. Que tal incluir na lista uma ilha exclusiva para conhecer e se hospedar?

Seychelles é um arquipélago paradisíaco composto por 115 ilhas no Oceano Índico, cada vez mais procurado por brasileiros. Além das principais, há diversas ilhas com uma única opção de acomodação. A experiência de se hospedar em uma delas é única e os hóspedes, tratados com todos os mimos, se sentem como reis e rainhas por alguns dias. Se hospedar em uma ilha exclusiva de Seychelles é um item indispensável em uma lista de desejos e metas de pessoas que buscam um local de natureza preservada e cultura autêntica. Se o orçamento não permitir uma estadia longa, vale a pena incluir uma ou duas noites no roteiro e ter uma experiência inesquecível em casal, com a família ou amigos. Veja abaixo uma lista de ilhas exclusivas para se hospedar em 2019:

Alphonse

ei
(Foto: Alphonse Island)

Alphonse é um grupo de atóis do arquipélago de Seychelles. O conjunto de três ilhas – Alphonse, St Francois e Bijoutier – é considerado um dos locais mais intocados do planeta, com praias de areia branca e águas transparentes, florestas densas e coqueirais, além de centenas de espécies de flora e fauna. A ilha Alphonse possui um único resort, com 21 bangalôs e cuja gastronomia é inspirada na atmosfera tropical e utiliza ingredientes da horta local e peixes frescos. Uma visita a ilha Bijoutier é imperdível, com suas praias desertas e águas completamente cristalinas e calmas. Já na St. Francois Island, a pesca é uma das principais atividades devido à grande variedade de espécies marinhas e águas preservadas e pouco exploradas. Alphonse é muito comprometida com a conservação de sua fauna e flora e promove pesquisa, reabilitação e programas de monitoramento. Mais informações

Denis Island

ei (1)
(Foto: Denis Island)

Denis Island é uma ilha coralínea repleta de palmeiras e praias de areia branca. A paisagem natural, as acomodações charmosas e a tranquilidade de um lugar quase intocado pelo homem fazem de Denis um paraíso preservado. O resortcinco estrelas Denis Private Island é o único da ilha e tem como proposta se desconectar da vida digital, por isso não há conexão de internet nos quartos, sinal de telefone ou televisão. A administração local é focada em sustentabilidade, para reduzir desperdício e maximizar o que a ilha oferece. Há uma oficina autossustentável de madeira e carpintaria, que produz os pisos do hotel e boa parte dos móveis. E para diminuir a pegada de carbono, utilizam ao máximo materiais e métodos locais. Ali, é possível realizar diversas atividades que permitem a interação com a natureza. Mais informações

Desroches

ei (2)
(Foto: Seet, Ken – Four Seasons)

Na ilha está localizado o Four Seasons Resort Seychelles at Desroches Island, mais novo resort de luxo das Ilhas Seychelles. O local oferece bangalôs de praia, villas, suítes e residências com vários quartos, de decoração rústica e natural, com toque vintage. Há diversas experiências para os hóspedes, como restaurantes com conceitos diferenciados, trilhas para ciclismo, passeios guiados em ambientes naturais preservados, contato com tartarugas gigantes, pesca, snorkeling e mergulho, quilômetros de praias de areia branca e muitas outras atrações para passar férias tropicais inesquecíveis. Mais informações

Felicité

ei (3)
(Foto: Six Senses Zil Pasyon)

Quinta maior ilha de Seychelles, Felicité é a casa do luxuoso resort Six Senses Zil Pasyon, onde cada detalhe foi pensado para oferecer uma experiência sensorial aos hóspedes. As instalações foram construídas entre rochas e vegetação natural, com decks ao ar livre, quartos com paredes de vidro e piscinas privativas com vista para o mar. Oresort oferece diversas atividades voltadas para o bem-estar, como um spa, programas de ioga e um centro fitness especializado em treinamentos funcionais. Um diferencial do resort é o Sleep With Six Senses, um serviço que visa oferecer um sono de excelente qualidade aos clientes. Mais informações

Frégate Island

ei (4)
(Foto: Fregate Island)

Frégate Island é outra ilha exclusiva de Seychelles. São 16 residências, com terraço, piscina de borda infinita e jacuzzi, e um complexo chamado Banyan Hill Estate, com chef particular, mordomo e camareira. Além dos restaurantes e bares que existem no resort, é possível escolher lugares inusitados para uma refeição, como uma casa na árvore. A Frégate island, inclusive, cultiva sua própria horta orgânica, garantindo que todos os produtos sejam frescos e deliciosos. A ilha é casa de sete praias paradisíacas, com bebidas geladas, espreguiçadeiras e duchas à disposição dos hóspedes. Frégate também tem um yatch club e um porto privativo, com quatro barcos esportivos e um clube de mergulho, e o Rock Spa, que oferece uma sessão de ioga e um ritual de boas-vindas de cortesia para cada hóspede. Mais informações

North Island

ei (5)
(Foto: North Island)

North Island é tudo o que se espera de uma ilha tropical no paraíso, com paisagens de tirar o fôlego que combinam colinas e praias de areia branca rodeadas por um mar azul turquesa. O único resort da ilha, de nome homônimo, oferece um serviço de altíssimo luxo e proporciona ao hóspede o que ele desejar, a qualquer momento. São apenas 11villas que garantem o máximo da exclusividade, em meio a palmeiras tropicais e rochas graníticas enormes. Sua arquitetura é um equilíbrio entre o luxo e simplicidade, criada com materiais locais e apelidada de “barefoot luxury”.Mais informações

Silhouette

ei (6)
(Foto: Hilton Seychelles Labriz)

Silhouette é um parque marinho desde 1987 e possui uma grande diversidade de flora e fauna endêmicas. O local é um refúgio preservado e permaneceu inalterado por muito tempo. Sua rica vegetação tropical pode ser conhecida por trilhas em seu interior montanhoso. As praias são protegidas por recifes de coral e algumas podem ser acessadas apenas por barcos. Ali vive uma população de 130 habitantes e é a casa do sofisticado resort Hilton Seychelles Labriz, com villas espaçosas com jardins privativos e chuveiros outdoor. Muitas dão acesso direto à extensa e paradisíaca praia em frente ao resort. Os hóspedes podem fazer um mergulho ou passeio de snorkeling para conhecer a vibrante e diversificada vida marinha local, trilhas, um piquenique na praia, passeio em um cruzeiro ou um jantar pé na areia à luz da lua, entre muitas outras experiências. Mais informações

3 spas incríveis para visitar pelo mundo

Viagens são um conjunto de experiências de todos os tipos: das gastronômicas às culturais, esportivas ou de bem-estar. Destinos, hotéis, restaurantes e outras empresas da indústria turística estão sempre se renovando e procurando novas formas de atrair o público. Os spas, por exemplo, oferecem cardápios de tratamentos diferenciados, com rituais de povos nativos, utilizando ingredientes orgânicos naturais ou focando em novas tecnologias. Abaixo, uma seleção de spas inusitados ao redor do mundo:

Four Seasons – Seychelles

ei
(Foto: Four Seasons Seychelles)

Um dos tratamentos favoritos dos hóspedes do sofisticado Four Seasons Seychelles é o Coco de Mer, nome homônimo a um dos símbolos do arquipélago africano. O coco é a maior e mais pesada semente do mundo, que cresce naturalmente apenas nas ilhas de Praslin – especialmente na reserva Vallée de Mai – e na Curieuse. O Four Seasons Seychelles descreve seu ritual como um tributo aos contos de amor inspirados pelo Coco de Mer ao longo do tempo. Com 150 minutos, o tratamento começa com uma esfoliação corporal revigorante de maracujá e Coco de Mer, além de um body wrap de palmito e caviar. Então, é feita uma massagem com creme de Coco de Mer, seguida de um banho floral relaxante com canela, mel e leite de coco. Por fim, uma loção corporal de maracujá e Coco de Mer deixam a pele luminescente e macia. A linda paisagem da baía e um drink refrescante completam a experiência. Mais informações

Thermes Marins Monte-Carlo – Mônaco

ei (1)
(Foto: © MONTE-CARLO Société des Bains de Mer)

O Thermes Marins Monte-Carlo é um dos principais spas de Mônaco. Com tratamentos que aliam tecnologia e produtos sofisticados, o local oferece uma experiência inusitada de bem-estar para quem visita o principado. A Crioterapia é um tratamento para corajosos e curiosos. Indicada para esportistas, por acelerar a recuperação muscular, ela também ajuda a prevenir o envelhecimento da pele, reduzir stress e melhorar sintomas do jet lag. O tratamento consiste em duas câmaras com temperaturas baixíssimas: a primeira com -60°, que serve para aclimatar o corpo em alguns segundos, e a segunda com -110 °C, onde a pessoa permanece por até três minutos. Quem faz o tratamento usa apenas roupa de banho e proteções para as extremidades corporais, como luvas e máscara. Mais informações

Vulkana – Noruega

ei (2)
(Foto: Divulgação)

Vulkana é um navio de pescaria de pequeno porte convertido em spa, localizado no centro do porto da cidade de Tromsø, no norte da Noruega. O incrível navio  já é uma atração inusitada por si só, mas a sua estrutura também oferece uma experiência de relaxamento, bem-estar e tranquilidade. Diversos passeios estão disponíveis em diferentes épocas do ano, e eles vão desde um pacote de três horas incluindo almoço, para quem tem pouco tempo, até expedições para observação de baleias orcas. E a cereja no topo do bolo são as vistas inacreditáveis para fenômenos como a aurora boreal e o sol da meia-noite que acontecem no local. Mais informações

Seychelles para quem ama aventuras

Com praias de areia branca rodeadas por pedras de granito e banhadas por águas cor de esmeralda, a maioria das pessoas acredita que Seychelles é um destino apenas para lua de mel ou para quem procura férias exclusivamente românticas. Poucos sabem que o arquipélago também oferece inúmeras experiências esportivas e de aventura que não existem em nenhum outro lugar. Seychelles é um playground para os aventureiros. O receptivo local Perfect Safaris recomenda alguns passeios e atividades para quem estiver visitando o país.

Mahé

blog
(Foto: Divulgação)

Mahé é a maior ilha de Seychelles, com praias de areia branca, florestas exuberantes e montanhas. É um verdadeiro paraíso tropical. Além das costas, há muitos naufrágios que ficam sob as águas cristalinas e desempenham um papel importante na história das ilhas. Mergulhar no destino combina a emoção e a intriga do mergulho em naufrágios com as fascinantes formas de vida marinha que habitam o local. A Silhouette Island, a apenas 25 minutos de barco de Mahé, atrai mergulhadores que desejam desfrutar de uma experiência única enquanto investigam as embarcações afundadas.

Quem se hospeda no luxuoso Constance Ephélia Resort, em Mahé, pode se aventurar em uma tirolesa ou uma escalada em rochas de granito de 18 metros de altura. Outra ótima opção de acomodação para quem gosta de esportes incomuns é o Avani Seychelles Resort & Spa.

Praslin

blog2
(Foto: Divulgação)

A ilha de Praslin, situada a aproximadamente 45 km à nordeste de Mahé, é a segunda maior ilha de Seychelles e a melhor escolha para quem prefere uma viagem mais tranquila em comparação com a movimentada e populosa Mahé. Um passeio imperdível é o Patrimônio Mundial da UNESCO Vallée de Mai, uma floresta onde nasce o raro Coco de Mer.

De pescaria com equipamentos leves à pesca em alto mar e de passeios curtos de meio dia a excursões privativas de um dia inteiro, Praslin é o destino de pesca dos sonhos. No resort Paradise Sun, a equipe auxilia na escolha da melhor empresa para as excursões. Além disso, o chef do hotel prepara o peixe para o jantar, de acordo com as preferências do hóspede.

Para jogadores de golfe, é possível desfrutar de um jogo no único campo do arquipélago. Este campo de golfe premiado de 18 buracos localiza-se no resort Constance Lémuria Seychelles e oferece vistas deslumbrantes de três praias.

La Digue

blog3
(Foto: Marcelo Rabelo)

Apesar da ilha concentrar a terceira maior população de Seychelles, La Digue é um refúgio do resto do mundo, onde as pessoas parecem viver em um tempo e ritmo diferentes. Com suas estradas de terra perfeitas para ciclismo, é possível percorrer facilmente a ilha em um dia.

O sofisticado Domaine de L’Orangeraie Resort & Spa é o local perfeito para relaxar na praia ou explorar a ilha de bicicleta. É a base ideal para recém-casados ​​ou para férias em família.

Seychelles é um destino inesquecível para qualquer experiência na natureza. Os viajantes podem desde fazer um mergulho com snorkel em um parque marinho e visitar o Vallée de Mai até observar papagaios-pretos ao deslizar nas copas das árvores com a tirolesa e explorar a descontraída La Digue de bicicleta. Quem está planejando uma viagem para o destino pode contatar a Perfect Safaris, um receptivo local que faz roteiros personalizados nas Ilhas Seychelles e é considerado um das principais especialistas em viagens para a África e para as ilhas do Oceano Índico.

 

Destinos para viajar no feriadão

Em novembro deste ano, muitos brasileiros vão poder aproveitar a dobradinha de feriado para viajar. Será quase uma semana de descanso para quem emendar os feriados da Proclamação da República e do Dia da Consciência Negra, de 15 a 20 de novembro. É uma ótima oportunidade para sair da rotina e conhecer um lugar novo, no Brasil ou mesmo algum destino internacional. Abaixo, veja algumas sugestões de lugares diferentes para visitar nos dias de folga:

Mônaco

Monaco-baixa
(Foto: Divulgação)

Pequeno e cheio de atrações, Mônaco é perfeito para um feriado. Um passeio pelas ruas charmosas, que uma vez por ano são palco da corrida de Fórmula 1, te leva a descobrir museus interessantes, como o imperdível Museu Oceanográfico; locais que marcaram a história do país e dos príncipes e princesas que ali viveram, como o palácio, a catedral e o jardim de rosas construído em homenagem à Grace Kelly; restaurantes deliciosos que servem pratos frescos e orgânicos e cafés para observar as pessoas elegantes que passam pela rua; vistas de tirar o fôlego do Mar Mediterrâneo; vários jardins e as muitas esculturas espalhadas pelo território monegasco.

O Dia Nacional de Mônaco, inclusive, é dia 19 de novembro. Aproveite para ver o país em festa, com as apresentações, desfiles e cerimônias que celebram data. O Monte-Carlo Jazz Festival também acontecerá no período e é uma excelente opção para quem gosta de música boa em um ambiente histórico, com shows de jazz na famosa Ópera de Monte-Carlo.

Seychelles

Seychelles-baixa
(Foto: Divulgação)

No Oceano Índico, Seychelles é um destino que vale a pena mesmo quando o tempo é curto. Se o feriado é bom para dar uma pausa na rotina, o arquipélago vai superar e muito as expectativas. Ele é um refúgio para quem vive em cidade grande. Ali quem manda é a natureza e a regra é aproveitar tudo o que ela tem de melhor. No feriado é possível conhecer duas ou três ilhas, fazendo passeios de barco, parando em praias paradisíacas e conhecendo a fauna e a flora seychellois, como as simpáticas tartarugas gigantes. Um passeio de mergulho ou snorkeling é imperdível, para conhecer a rica vida marinha do país. Para os mais aventureiros, há várias trilhas que proporcionam vistas incríveis das ilhas e do mar azul cristalino, e para quem só quer relaxar, há centenas das praias mais bonitas do mundo à disposição.

Apesar de sair da rotina, os brasileiros vão se sentir em casa, já que as pessoas locais são hospitaleiras e têm um carinho especial pelo Brasil.

Noruega

ac14-2500079-768x384
(Foto: Divulgação)

A Noruega possui uma diversidade de destinos, todos combinados em um só. Isso porque, em sua grande extensão territorial, o país possui diferentes cenários, climas e atrações. No outono, a dica é aproveitar a belíssima região dos fiordes e também o início da temporada da aurora boreal no norte do país. Os fiordes tornaram a Noruega mundialmente conhecida, já que o país tem a maior concentração dessas formações no mundo. O Fiorde de Geiranger e o Fiorde de Nærøy estão na lista de Patrimônios da Humanidade da UNESCO. Já a aurora boreal é um dos fenômenos mais belos da natureza, uma experiência inesquecível de viagem. A capital da aurora boreal na Noruega é Tromsø. A cidade está a 350 quilômetros ao norte do Círculo Polar Ártico e é a maior da região norte do país. Por lá, as chances de presenciar o fenômeno da aurora boreal são altas e o grande diferencial é que os visitantes podem ter essa experiência com toda estrutura e conforto.

O que você precisa saber antes de ir a Seychelles

Com paisagens paradisíacas, Seychelles é um destino que cada dia mais cai no gosto dos brasileiros. O arquipélago é obrigatório na wish list de todo mundo e o melhor é que é um sonho que pode ser realizado facilmente. Veja abaixo uma lista de informações que você precisa saber antes de viajar para Seychelles:

blog-7.jpg
Seychelles é uma paraíso africano. (Foto: Divulgação)

Sobre o destino:

As três ilhas principais, chamadas Mahé, Praslin e La Digue, são as mais povoadas, com o maior número de hotéis, restaurantes e atividades e as mais populares entre os viajantes. Há também ilhas sem hotéis que são uma ótima opção para passar o dia além de diversas ilhas exclusivas, com uma única opção de acomodação, que oferecem uma viagem com mais privacidade e sofisticação, como a Felicité (Six Senses Zil Pasyon), Desroches (Four Seasons Resort), North Island, Silhouette Island (Hilton Seychelles Labriz), Denis Island, Fregate Island, entre outras.

Seychelles tem um terreno montanhoso, com encostas repletas de árvores, que contrastam com as águas cristalinas e areia branca das praias, formando um visual lindíssimo. Mas o destino vai muito além das praias paradisíacas e com paisagens inconfundíveis. Há incontáveis atrações e experiências para todos os gostos, diferentes viagens em um único roteiro e uma biodiversidade impressionante.

O que levar:

O viajante que está indo para Seychelles deve levar roupas leves que casam com um clima tropical – quente, úmido e ensolarado. O ideal é trazer na mala chapéus, óculos escuros, protetor solar, uma câmera e um look casual para jantar à noite (calça e sapatos apropriados para os homens). Sapatos resistentes são indicados para quem quer fazer trilhas.

Visto:

Não há necessidade de visto para entrada no país, apenas passaporte com validade de seis meses.

Vacina:

Para entrar no país é obrigatória a apresentação do Certificado Internacional de Vacina Contra Febre Amarela.

Como chegar:

Existem diversas companhias aéreas que realizam a rota entre os países com apenas uma conexão, nos Emirados Árabes, na África e até mesmo na Europa: Emirates Airline (conexão em Dubai), Turkish Arlines (conexão em Istambul), Qatar Airways (conexão em Doha), Ethiopian Airlines (conexão em Adis Abeba), South African Airways em code share com Air Seychelles (conexão em Joanesburgo) e Air France (conexão em Paris). A Latam Airlines também voa até Joanesburgo e de lá é possível comprar um ticket da Air Seychelles.

O aeroporto internacional de Seychelles fica localizado na ilha principal do destino, chamada Mahé. Ali é a porta de entrada de todos os voos internacionais. Ainda é possível chegar em Seychelles por vias marítimas, como barcos e cruzeiros.

Deslocamento entre ilhas:

O deslocamento entre as ilhas é bem simples. Entre Mahé e Praslin, as ilhas maiores e principais, há um ferry de aproximadamente uma hora operado pela companhia Cat Cocos, com seis opções de horários todos os dias, ida e volta. É possível também fazer um voo curto de 15 minutos pela Air Seychelles, saindo do aeroporto internacional de Mahé até o aeroporto de Praslin. Para as ilhas exclusivas, existem transfers de barco também ou de helicóptero, com a companhia Zil Air. Para a ilha Desroches, que é mais afastada e faz parte do grupo de ilhas exteriores, há um voo de 35 minutos a partir do aeroporto internacional de Mahé.

Transporte interno:

O transporte interno de cada ilha é diferente, dependendo de seu tamanho e características. Mahé e Praslin, por exemplo, têm um território muito maior do que suas vizinhas e os hotéis, praias e atrações ficam mais distantes. O ideal é utilizar táxis ou contratar serviços de transfers terrestres para visitar as ilhas. Há também ônibus públicos em Mahé que podem ser utilizados, com um terminal na capital Victoria. Já La Digue é uma ilha pequena, onde não há carros. Todo o transporte é feito de bicicleta, a pé, carros de boi ou carrinhos de golfe para levar os viajantes aos hotéis. Em ilhas exclusivas é similar, com bicicletas à disposição dos hóspedes e carrinhos de golfe para levá-los em diferentes partes do resort.

Para quem está interessado em alugar um carro em Mahé ou Praslin, é importante lembrar que é preciso de uma licença internacional de direção e que em Seychelles se dirige na mão esquerda.

Fuso horário:

GMT +4. Os visitantes conseguem aproveitar cerca de 12 horas de sol por dia ao longo do ano.

Moeda:

A moeda oficial do destino é a Rúpia de Seychelles e cartões de crédito Mastercard e Visa são bem aceitos nas ilhas. Há caixas eletrônicos nos maiores bancos de Mahé, Praslin e La Digue, além dos aeroportos das duas ilhas principais, onde é possível sacar Rúpias de Seychelles.

Línguas Oficiais:

Seychelles tem três línguas oficiais, devido ao seu processo de colonização por países europeus. Os seychellois falam inglês, francês e creole, facilitando bastante a comunicação com os turistas.

Clima:

Seychelles possui um clima quente o ano inteiro, com temperatura média entre 24ºC e 32ºC. Então não importa a época da viagem, a temperatura sempre será excelente para aproveitar as férias.

Gorjeta:

A maioria dos serviços já inclui uma taxa de 5% a 10%, assim a gorjeta não é obrigatória em Seychelles.

Para mais informações sobre Seychelles, acesse www.visiteseychelles.com

O Melhor de Seychelles

As 5 dicas imperdíveis para desfrutar do melhor de Seychelles

Quem já viu fotos ou ouviu falar de viajantes que conheceram Seychelles sabem que esse arquipélago com mas de 115 ilhas é um paraíso.

Localizado no Oceano Índico, esse é um destino muito procurado para celebrações românticas, mas hoje vem atraindo diferentes tipos de visitantes.

Tudo isso porque Seychelles oferece inúmeras atividades, gastronomia local, paisagens paradisíacas tudo isso com estrutura e a energia vibrante.

Esse é um destino que agrada de jovens casais, famílias, mergulhadores e até jogadores de golfe.

Abaixo uma seleção com 5 dicas imperdíveis para agradar visitantes de diferentes gostos que buscam o melhor de Seychelles.

1.     As 3 Praias Paraíso de Seychelles  

Anse Lazio beach at Praslin island, Seychelles - 128142053
(Foto: Divulgação)

Anse Lazio: Cercada pelo mar azul, na pequena e exuberante ilha de Praslin está uma das costas mais incríveis do mapa essa praia é parada obrigatória e tem formações rochosas que parecem esculturas. Ainda aqui é possível se fazer snorkeling perto das rochas que ali se encontram.

Anse Georgette: Uma praia privada e ultra exclusiva e só tem acesso visitantes que chegam de barco ou aos privilegiados hóspedes do Constance Lemúria, a praia não muito extensa tem seu mar azul claro e transparência que mais parece um cenário de filme. Essa praia é perfeita para mergulhar, pois raramente tem ondas fortes. Vale a pena relaxar ou fazer um piquenique  nesta que é uma das praias mais lindas de Seychelles

Anse Source d’Argent: Fica em uma das ilhas onde verdadeiramente você pensa que está em um outro mundo, a ilha de La Digue. La Digue é um paraíso completamente diferente de tudo que já viu, nessa ilha de clima tranquilo e com ótima “vibe” é possível se ver tartarugas gigantes, pássaros vermelhos entre coqueiros e plantações de baunilha. O mar é cristalino e oscila de tons entre azul e verde-água formando quase uma pintura oceânica.

2.     Conheça a Ilha de St Pierre

St Pierre Island
(Foto: Divulgação)

Um dos passeios mais incríveis é o passeio de barco para a Ilha de St. Pierre. Tanto par aquém quer mergulhar ou simplesmente fazer snorkeling, esse é o point.

A ilha parece um monumento escultural em pleno mar e reúne os mais diversos tipos de peixes coloridos, tartarugas, arraias e até mini tubarões que por estarem num habitat tão perfeito são completamente.

Escolha um serviço de barco ou lancha saindo do porto de Mahe ou de Paslin as duas principais ilhas. No entanto por as distancias as vezes serem longas do seu hotel até o píer, a melhor opção é se hospedar um hotel que já tenha que tem sua própria casa de barcos como é o caso do Constance Lemuria na Ilha de Praslin. Lá eles operam com a famosa Anse Georgette Charters Pty Ltd que com gerencia do simpático  Nicolas Rossi, oferece uma experiência completa.

3.     Mergulhe na Deliciosa Gastronomia de Seychelles

ephelia-seychelles-2017-ab-seselwa-restaurant-02
(Foto: Divulgação)

Seychelles possui uma gastronomia única chamada de “Creole”. A comida “creole” combina ingredientes frescos, frutas e pescados com especiarias e temperos locais como a baunilha, pimenta do reino, cardamomo e outras especiarias locais e é rica e vibrante em sabores.

Pratos como o red snapper (um tipo de peixe grande, tenro e de cor avermelhada) grelhado só com algumas especiarias, assim como os guisados de polvo e atum valem a pena serem experimentados.

Para experimentar o melhor da comida creole ou simplesmente um sushi ou cozinha internacional de alta gastronomia, garantindo ingredientes farsesquíssimos e preparados por quem entende mesmo de cozinha é preciso pesquisar.

Na ilha de Mahé a para dica vai para o Seselwa de comida creole e frutos do mar grelhados e o Cyann para um sushi super fresco e com pratos de influencia francesa dar agua na boa. Já em Praslin para uma experiência mais elaborada com toques da culinária francesa em ambiente sofisticado e romântico experiente o menu do Diva localizado dentro de um dos melhores hotéis a Ilha.

Para fechar vá a alguns restaurantes locais em La Digue como o Lambousir com ambiente rústico, mas com pratos locais e de frutos do mar deliciosos

4.     Onde se hospedar nas principais Ilhas de Seychelles

lemuria-seychelles-aerial-view-12
(Foto: Divulgação)

Não é a toa que Seychelles recebe os viajantes mais exigentes do mundo inteiro que buscam privacidade e charme em um paraíso particular. O destino foi escolhido pelo príncipe William e pela duquesa de Cambridge, Kate Middleton, para a lua de mel, o que já ilustra um pouco do que esperar de lá.

Pare se ter o melhor de uma hospedagem o primeiro ponto que conta é a localização, afinal queremos estar com pé na areia e perto das melhores praias. Outro ponto são os serviços e amenidades oferecidas pelos hotéis pois as distancias em Seychelles são relativamente longas e para relaxar com conforto conta muito um bom restaurante, atividades como yoga, bike, snorkeling e uma estrutura completa no hotel onde se hospeda.

Se isso ainda se unir a serviços e gastronomia de primeira, amenidades para crianças, salão de beleza, spa e campo de golfe, ai então estamos falando do melhor de Seychelles. Esse é o caso do Constance Lemúria, a melhor opção na Ilha parada obrigatória de Praslin.

Com localização extremamente privilegiada e 3 praias em sua propriedade, sendo uma delas a eleita por muitos a mais bela de Seychelles, a Anse Georgette. Fora isso, esse hotel foi inteiro reformado por arquitetos e designers renomados como Marc Hertrich designer de interiores da França. Para fechar com chave de ouro o hotel conta com o melhor da gastronomia, 4 restaurantes distintos, campo de tênis, academia, spa e boutique e é o único hotel de Seychelles com campo de golfe de 18 buracos.

Já na ilha de Mahé opte pelo Constance Ephélia, que além de mais de 6 restaurantes com gastronomias diferentes e 3 bares, conta com uma estrutura perfeita para famílias, com parede de escalada para adolescentes e crianças, kids clube e fica de frente para o mar.

5.     Visite o Valle De Mai 

IMG11-Waterfall-Vallee-de-Mai
(Foto: Divulgação)

A reserva natural do do Vallée de Mai fica na ilha de Praslin, e parece um cenário de filme pré-histórico com a sua floresta natural de enormes palmeiras e uma importante fauna, que inclui várias espécies protegidas. Além do exotismo e raridade o Vallé de Mai entrou pela UNESCO na lista dos locais que são Património da Humanidade.

Uma das raridades mais desejadas é o coco-do-mar, o enorme e intrigante fruto de uma palmeira deste arquipélago que demora quase 30 anos para crescer e é comercializado por pequenas fortunas para Russos e Chineses. Outra espécie importante é o papagaio-negro, a “ave nacional” das Seychelles. Esse é um passeio que além de divertido te faz perceber quão rica é a fauna e flora deste arquipélago. Lendas contam que este era o antigo jardim de éden.

Seis trilhas para fazer em Seychelles

Seychelles é um destino ideal para quem gosta de aproveitar a natureza. Com metade de suas terras protegidas, o viajante que chega no arquipélago encontra um local preservado, sem poluição, com uma área verde enorme e uma rica diversidade de flora e fauna. Quem gosta de fazer trilhas e se aventurar floresta adentro tem um prato cheio para explorar nas ilhas, ainda mais por causa do terreno montanhoso do destino que garante vistas incríveis durante as caminhadas. Veja abaixo uma lista de trilhas para fazer durante a viagem:

Credito-Silhouette-Cruises-baixa.jpg
Seychelles oferece trilhas exuberantes. (Foto: Silhoutte Cruises)

Morne Blanc – O caminho percorrido dentro do Parque Nacional Morne Seychelles, na ilha principal Mahé, é uma subida contínua que corta florestas até o topo da montanha Morne Blanc, com vistas panorâmicas da costa oeste da ilha. Durante o primeiro trecho da trilha o viajante passa por uma antiga plantação de chá e o cenário vai mudando ao longo do passeio, com musgos e samambaias cobrindo as superfícies e muitas jaqueiras. As vistas ao final da trilha são espetaculares e podem ser contempladas de uma plataforma no topo da montanha. Há muitos pássaros que podem ser avistados dali também, já que costumam fazer seus ninhos em áreas de florestas montanhosas.

Salazie – A trilha localizada em Praslin, segunda maior ilha do arquipélago, tem um início fácil que passa por florestas de mogno e plantações de chá e vai se tornando mais desafiadora, percorrendo florestas mais densas e um caminho estreito, até chegar a uma propriedade privada.

Glacis Trois Frères – com altitude de 300 metros, a trilha oferece uma vista incrível da capital de Seychelles, Victoria, do Parque Marinho Ste. Anne e de outras ilhas ao leste de Mahé, onde está localizada. Em dias claros e com bastante visibilidade é possível até mesmo enxergar Praslin e La Digue.

Anse Major – uma trilha relativamente fácil de ser percorrida passa pela costa rochosa à noroeste de Mahé e presenteia os aventureiros com a bela e pequena praia isolada de Anse Major.

Cassedent – com uma caminhada longa de subidas e descidas contínuas em meio a palmeiras e árvores endêmicas, a trilha termina em uma cachoeira e é um local excelente para descanso. Também localiza-se em Mahé.

Mission Lodge – um dos mais famosos pontos de observação de Mahé, o Mission Lodge oferece vistas lindas do Oceano Índico e das montanhas verdes de Seychelles, além de ser um ponto importante na história e cultura do país. Há uma pequena estrutura de madeira para contemplar o horizonte que já recebeu a visita até mesmo da realeza britânica para o chá.

Lugares perfeitos para pedidos de casamento ao redor do mundo

O pedido de casamento é um momento inesquecível na vida de qualquer casal. Por isso, vale a pena dedicar algum tempo para planejar esse acontecimento e tornar a experiência ainda mais especial. O cenário contribui bastante para um pedido de casamento perfeito. Você já imaginou vivenciar esse momento em destinos incríveis como Barbados, Mônaco, Noruega ou Seychelles?

Confira abaixo algumas dicas de lugares incríveis para pedidos de casamento ao redor do mundo:

Barbados

UNNA-PF-Gallery-1-583375fde3eae
(Foto: Divulgação)

Poucas coisas são tão românticas quanto o cristalino Mar do Caribe. Isso combinado ao charme e exclusividade de Barbados é a receita perfeita para surpreender e garantir um “sim” no pedido de casamento. A dica é planejar um dia no Port Ferdinand, luxuoso resort à beira-mar. De lá é possível agendar um passeio privativo de barco, onde o pedido pode ser feito em meio à imensidão azul das águas caribenhas. Mais tarde é possível relaxar no spa e fazer uma refeição especial para celebrar o momento, tudo no próprio hotel.

Mônaco

Exclusive-Room-Sea-View-with-Balcony-1
(Foto: Divulgação)

Com uma atmosfera tranquila do Mediterrâneo e clima delicioso que envolve os casais em férias, Mônaco é um destino perfeito para celebrar o romance. As paisagens também inspiram com o azul do mar e cores pastéis da cidade. Até a língua oficial do país é o francês, conhecida como a melhor forma de expressar seu amor por alguém. O hotel Hermitage é um dos mais intimistas do Principado. Próximo ao célebre Cassino de Monte-Carlo, oferece um ambiente muito aconchegante com uma decoração belle epoque. Com seus elegantes terraços, piano-bar e restaurante premiado, o hotel é muito romântico e perfeito para um pedido de casamento. Assista ao vídeo.

Noruega

Noruega-Baixa
(Foto: Divulgação)

A Noruega é um destino com uma natureza incrível, repleta de fiordes, montanhas, geleiras, cachoeiras e fenômenos naturais como o sol da meia-noite no verão e a aurora boreal durante o inverno. Este último pode ser o plano de fundo perfeito para um pedido de casamento para casais aventureiros e amantes da natureza. A maior incidência da aurora boreal ocorre entre os meses de novembro e fevereiro, na região norte da Noruega. Por ser um fenômeno natural, não é possível ter certeza de quando ele acontecerá ou não, por isso é importante se planejar e ficar alguns dias em um mesmo local, sempre monitorando as condições climáticas. É possível organizar passeios guiados de caçada à aurora boreal e até mesmo contratar um fotógrafo profissional para registrar o momento, tudo isso através de agências de turismo locais.

Seychelles

lemuria-seychelles-2016-ab-nest-dinner-on-the-rocks-01
(Foto: Divulgação)

No Oceano Índico, próximo à costa leste do continente africano, há um arquipélago que já conquistou muitos casais, as Ilhas Seychelles. A paisagem paradisíaca, hotéis e serviços exclusivos e a tranquilidade de um lugar quase intocado pelo ser humano são algumas características do país, conhecido como um dos melhores destinos para viagens a dois. O Hotel Constance Lémuria é o local perfeito para um pedido de casamento. Ele está localizado na ilha de Praslin, na praia de Anse Georgette, uma das mais belas de todo o arquipélago. É possível organizar uma experiência incrível no hotel com transfer de helicóptero, acomodação em suíte ou villa, tratamentos de spa, refeições exclusivas e diversos serviços personalizados. O atendimento do hotel pode ajudar na preparação para um pedido de casamento perfeito e inesquecível.