Arquivo da tag: Tanzânia

11 parques nacionais de tirar o fôlego

Abreu lista locais de impressionantes belezas naturais para conhecer pelo mundo

Cenários deslumbrantes espalham-se por todo o mundo, e talvez os mais incríveis sejam aqueles totalmente naturais. Florestas com rios caudalosos, vales entre montanhas nevadas com lagos profundos, penhascos e formações rochosas, vulcões e desertos encantam os viajantes, principalmente por serem tão diferentes dos horizontes de cidade com os quais muitos deles estão acostumados.

Os patrimônios naturais mais importantes de cada país acabam se tornando uma área protegida, e muitos são transformados em parques nacionais, o que significa que os turistas são mais que bem-vindos. A Abreu, especialista em levar viajantes aos melhores destinos ao redor do globo, recomenda alguns parques nacionais imperdíveis para conhecer em diferentes países.

Parque Nacional Fiordland – Nova Zelândia
Situado na Ilha Sul da Nova Zelândia, reúne montanhas nevadas, florestas, fiordes, lagos, rios e cachoeiras. Com mais de 1,2 milhão de hectares, oferece opções de passeios para qualquer amante da natureza. Quem curte explorar os lugares com os próprios pés pode percorrer algumas das trilhas que cortam o parque; já quem prefere passeios tranquilos e confortáveis pode fazer um cruzeiro por algum dos lagos; também é possível andar de caiaque, desbravar cavernas, pescar e até acampar.

Parque Nacional de Serengeti – Tanzânia
Este verdadeiro santuário de vida selvagem fica na Tanzânia, perto da fronteira com o Quênia. É um dos destinos de preferência para safáris na África, com ótima estrutura para turismo. Com tranquilidade e segurança, é possível ver de perto elefantes, gnus, leopardos, gazelas, macacos, hienas, girafas e inúmeras outras espécies. A geografia local inclui infinitas planícies, savanas, bosques e florestas.

Parque Nacional Kruger – África do Sul
Milhares de quilômetros ao sul do Serengeti está o Parque Nacional Kruger, com quase dois milhões de hectares e mais de 800 espécies de animais, incluindo mamíferos, pássaros, répteis, anfíbios e peixes. Com alojamentos que vão desde campings até lodges luxuosos, o Kruger é outra opção muito popular para a realização de safáris.

Parque Nacional dos Lagos de Plitvice – Croácia
Este parque é uma das principais atrações da Croácia. Fica a 130 quilômetros da capital, Zagreb, e possui 16 lagos conectados por uma série de cascatas em meio a uma floresta habitada por cervos, ursos, lobos e javalis. A cachoeira mais alta tem 70 metros de altura, mas todo o passeio pelo parque garante cenários tão bonitos que nem parecem reais.

Parque Nacional da Chapada Diamantina – Brasil
São muitas as belezas naturais do Brasil, mas a Chapada Diamantina, na Bahia, é a escolha da Abreu no quesito parques nacionais, visivelmente mais tropical que Plitvice, por exemplo. A 400 quilômetros de Salvador, tem grutas, cachoeiras, cânions, poços de água cristalina e morros, onde se pode nadar, fazer trilhas, escaladas e rapel e aproveitar pores do sol inesquecíveis.

Parque Nacional Torres del Paine – Chile
Imponentes montanhas, geleiras, bosques virgens e lagos azul-turquesa fazem os visitantes se sentirem muito pequenos em meio a tanta imensidão em Torres del Paine. Considerada a oitava maravilha do mundo, apresenta uma paisagem cinematográfica que, durante o verão, conta com 17 horas de luz, e é possível ver condores, raposas e outros animais.

Parque Nacional Galápagos – Equador
As Ilhas Galápagos ficam em meio ao Oceano Pacífico, a cerca de 1.000 quilômetros da costa do Equador. São um arquipélago com 58 ilhas vulcânicas com espécies de animais exóticas, como tartarugas-gigantes, iguanas-marinhas e pinguins-de-Galápagos. Um verdadeiro paraíso da natureza, é um destino intenso, que há mais de um século inspirou o naturalista Charles Darwin a criar a Teoria da Evolução.

Parque Nacional Banff – Canadá
O mais antigo parque nacional do Canadá fica nas Montanhas Rochosas, uma importante cordilheira da América do Norte. Além das montanhas, seu território tem geleiras, florestas de pinheiros, picos nevados e lagos cristalinos. O cenário é impressionante, e as atividades pelo parque incluem trilhas dos mais diversos níveis de dificuldade, canoagem, pesca, passeios de barco, escalada, entre outros.

Parque Nacional do Grand Canyon – Estados Unidos
Os Estados Unidos são muito lembrados por seus centros urbanos e cosmopolitas, com arranha-céus espelhados e avenidas largas, mas a Abreu explica que, na verdade, o país tem muitas belezas naturais também. O Grand Canyon é uma das mais famosas: surpreendente e arrebatador, o cânion tem 1,6 quilômetro de profundidade e 16 quilômetros de largura, por onde serpenteia o rio Colorado.

Parque Nacional de Yosemite – Estados Unidos
Também nos Estados Unidos, a 260 quilômetros de São Francisco, o Yosemite é visitado por mais de 4 milhões de pessoas todo ano, que se encantam com suas quedas d’água, vales profundos, árvores gigantescas e picos de granito. É lá que fica a cachoeira mais alta do continente, com 740 metros.

Parque Nacional de Yellowstone – Estados Unidos
Foi o primeiro parque nacional dos Estados Unidos, localizado na região Oeste do país. Sua paisagem é bem diferentes dos outros dois parques norte-americanos citados nesta lista, já que conta com impressionantes termas e gêiseres, além de lagos de águas transparentes, desfiladeiros, pradarias e cachoeiras. Há inúmeras trilhas e é possível ver animais como bisões, alces e ursos.

Meliá anuncia três novos hotéis na Tanzânia, Maldivas e Cazaquistão

Rede continua comprometida com mercados emergentes, onde estão 71% de seus empreendimentos em fase de preparação

A Meliá Hotels International anunciou a assinatura de três hotéis espetaculares na semana passada, na Conferência Árabe de Investimento Hoteleiro (AHIC). Dois deles serão os primeiros da companhia em novos destinos, o Gran Meliá Maldives, nas ilhas Maldivas, e o Meliá Almaty, no Cazaquistão, enquanto o terceiro, o Meliá Serengeti, será o primeiro lodge da rede no coração da savana africana.

Meliá Hotels International anuncia três hotéis em países para um bom roteiro de turismo. (Foto: Divulgação)
Meliá Hotels International anuncia três hotéis em países para um bom roteiro de turismo. (Foto: Divulgação)

O Meliá Serengeti Lodge ficará na encosta da colina de Nyamuma, na Tanzânia, com uma vista espetacular para o rio Mbalageti, um ponto estratégico para observar a migração anual de gnus-azuis, leões, leopardos e zebras. Com abertura programada para junho de 2017, o hotel foi projetado com inspiração na integração com o ambiente natural, proporcionando uma experiência africana única e privilegiada com muito luxo.

O empreendimento terá 50 quartos, além de lounges, restaurantes, piscina infinita e áreas abertas para churrasco. Será o primeiro hotel da companhia a operar de forma completamente sustentável, com sua localização remota criando a oportunidade perfeita para construir um hotel de última geração, que dependerá apenas de combustíveis fósseis para abastecimento energético de emergência.

Os quartos foram desenhados estrategicamente em relação a isolamento e ventilação, e todos os materiais avaliados em relação à sua emissão de carbono. Painéis solares serão complementados por um sistema de geração de biogás. Além disso, a água da chuva será coletada e tratada para tornar-se potável.

Por sua vez, o Gran Meliá Maldives ficará em Kalhudiyafushi, em Thaa, e deverá estar em funcionamento em outubro de 2017. Conhecido por seu turismo de pesca e um dos destinos mais luxuosos das Maldivas, é um dos mais exclusivos refúgios turísticos do mundo, localizado em pleno Oceano Índico. Ao longo do recife de coral intocado, o hotel terá 95 villas privativas incluindo 100 quartos, assim como três restaurantes, um bar e cafeteria, spa, centro de lazer e diversas lojas. Além disso, eventos privados e jantares românticos poderão ser realizados em uma ilha particular próxima.

O Meliá Almaty ficará na maior cidade do Cazaquistão, país que almeja se tornar uma das 30 maiores economias do mundo até 2050. Por isso, é um destino ideal para abrir um hotel Meliá especializado em viagens corporativas e congressos. Com 250 quartos, design inovador e uma estrutura de vidro e aço, será aberto em 2018. Também oferecerá um restaurante, bar, lounge, spa e fitness center, assim como salas de reunião. Todas essas instalações, juntamente com os altos padrões dos hotéis urbanos da Meliá, tornarão o Meliá Almaty um dos melhores da cidade.

A equipe de desenvolvimento hoteleiro da rede no Oriente Médio e a diretora de expansão da Meliá, Maria Zarraluqui, participaram da mais importante conferência de investimento hoteleiro da região, aproveitando a ocasião para encontrar os proprietários dos novos hotéis: Huravee International, das Maldivas, ASICO, do Cazaquistão, e Albwardi Investments, que já é uma parceira bem-sucedida em Dubai.

Atualmente, a Meliá opera dois hotéis em Dubai e Qatar, e tem dez outros em fase de preparação na região, que devem abrir entre 2017 e 2020. As propriedades serão gerenciadas sob o conceito das marcas Melia, ME by Meliá, Innside by Melia e Gran Meliá. Os Emirados Árabes Unidos e o Conselho de Cooperação do Golfo estão se tornando cada vez mais um centro estratégico para os negócios entre países ocidentais e orientais.