Arquivo da tag: Thriller

Em novo thriller, Steve Berry fala sobre fanatismo religioso, separatismo e Abraham Lincoln

image004.jpgAutor best-seller que já vendeu mais de 20 milhões de exemplares em todo o mundo – e mais de 80 mil no Brasil –, Steve Berry é um estudioso da história mundial, e utiliza como poucos determinados fatos e épocas como cenário para seus thrillers. Em novembro, chega às livrarias pela Record “O mito de Lincoln”, nono romance da série protagonizada por Cotton Malone, um fascinante ex-agente e atual vendedor de livros raros que conduz algumas das mais famosas tramas de Berry.

No enredo, Malone é mais uma vez retirado da aposentadoria por um ex-chefe quando um segredo parece ameaçar a existência dos Estados Unidos como o conhecemos. Para ficar mais complicado, a – já conhecida em livros anteriores – companheira de Malone, Cassiopeia, também se envolve na missão. A tal ameaça, que envolve políticos, fanáticos religiosos e movimentos separatistas, tem raízes bem antigas: tudo teria começado com um certo documento secreto, passado de presidente a presidente desde George Washington, e usado por Abraham Lincoln, em 1861, de forma surpreendente.

Berry alterna sua narrativa entre os dias de Lincoln, suas questões na Guerra Civil americana e as disputas contemporâneas.  Em entrevistas, o autor já revelou que pretendeu, neste livro, revelar um pouco mais sobre o presidente, um dos mais admirados e conhecidos líderes americanos mas que, segundo Berry, teve muitas de suas reais ações escondidas pelo mito formado a seu redor.

Anúncios

Record lança “Segredo de sangue”, novo thriller de Tess Gerritsen

image004.jpgCassandra Coyle é roteirista e produtora executiva de filmes de terror independentes. Seu segundo longa estava em processo de finalização quando ela foi assassinada. Meses depois, Timothy McDougal, um contador de 25 anos, é encontrado morto na véspera do Natal. Em ambos os casos, a causa da morte é uma incógnita. O que a princípio eram dois fatos totalmente diferentes, se transforma em uma série de assassinatos envolvendo pessoas que estudaram juntas no jardim de infância.

Jane Rizzoli é a detetive à frente do caso. Ela descobre que as vítimas, quando crianças, foram testemunhas em um processo que acusava os donos do colégio de pedofilia.  Com a ajuda da legista Maura Isles, Jane tenta solucionar o caso, que pode ter a sua resposta no passado há muito tempo enterrado.

Tess Gerritsen já vendeu mais de 30 milhões de livros, 150 mil só no Brasil. “Segredo de sangue” faz parte da série Rizzoli & Isles, que foi adaptada para a TV pela TNT. O livro chega às prateleiras em outubro pela Record.

Tess Gerritsen abriu mão da medicina para se dedicar à literatura e rapidamente conquistou o público e a crítica. É autora de “O cirurgião”, “Desaparecidos”, “O jardim de ossos” e “Valsa maldita”, todos publicados pela Record.

“Todas as garotas desaparecidas” é novo thriller da Verus

image003.jpgHá dez anos, Nicholette saiu de sua cidade natal e deixou para trás todas as lembranças que existiam na pequena Cooley Ridge. Agora ela tem um apartamento próprio, um emprego e um noivo. Sua vida seguiu em frente, ou quase.  Quando seu irmão mais velho pede que retorne para ajudar a vender a casa do pai, que sofre de Alzheimer, Nic vê que esta é uma possibilidade de confrontar seu pai pessoalmente sobre uma carta que ele havia lhe mandado algumas semanas antes. Na mensagem, ele afirmava ter encontrado Corinne, melhor amiga de Nic e o motivo dela ter deixado a cidade.

Nicholette tinha dezoito anos quando Corinne desapareceu. As duas estavam em um parque de diversões, mas a amiga sumiu sem deixar pistas. A investigação policial concluiu que ela simplesmente fugiu, mas Nic conhecia a amiga e sabia que não era apenas isso.

Logo ao chegar a Cooley Ridge, Nic descobre que seu ex-namorado está envolvido com Annaleise Carter, a jovem vizinha que foi o álibi do grupo de suspeitos para a noite do sumiço de Corinne. E então, poucos dias depois, Annaleise desaparece.

Agora, Nic precisa desvendar o sumiço de sua vizinha e, no processo, vai descobrir verdades chocantes sobre seus amigos, sua família e o que realmente aconteceu com Corinne naquela noite, dez anos atrás.

Em seu primeiro livro adulto, Megan Miranda aposta em um thriller psicológico ágil que ganhou destaque em veículos como The New York Times, Entertainment Weekly e The Wall Street Journal.  “Todas as garotas desaparecidas” chega às livrarias este mês pela Verus.

Megan Miranda é autora de diversos livros juvenis. Ela cresceu em New Jersey, se formou no Instituto de Tecnologia de Massachusetts e vive na Carolina do Norte com o marido e os dois filhos.

Thriller sobre embate entre humanos e robôs que vai virar filme de Steven Spielberg chega às livrarias pela Record

image005.jpgAlém de autor best-seller do New York Times, Daniel H. Wilson é PhD em robótica. Não é à toa, portanto, que a trama de “Robopocalipse”, que chega às livrarias pela Record em setembro, cause angústia real e forneça detalhes interessantíssimos no que diz respeito a inteligência artificial. Não é por acaso também que Steven Spielberg já comprou os direitos da obra e está produzindo a adaptação para o cinema.

Num futuro próximo, onde robôs e máquinas são usados com parte vital do cotidiano, fazendo de trabalhos domésticos a missões militares, o problema começa quando cientistas criam um projeto chamado Archos, um dispositivo de inteligência artificial que se torna consciente.

Após segundos de análises de dados, Archos conclui que a humanidade é descartável. A partir daí, começa a tomar conta de toda forma de tecnologia on-line do mundo. Primeiro, pequenos bugs em equipamentos e programas são percebidos, sem que ninguém note nenhuma conexão entre os acontecimentos. Depois, Archos promove um ataque completo, infectando com um vírus todo tipo de dispositivo: robôs domésticos começam a atacar os humanos, carros saem do controle, aviões se chocam.  Muitos humanos morrem, e os que permanecem vivos são levados para campos de trabalho.

Mas parte da humanidade consegue seguir livre e, para combater a ameaça, vai ter que fazer algo que parece inimaginável no mundo contemporâneo: unir-se em torno de um objetivo comum. A trama é narrada em flashback, por meio de anotações, documentos e lembranças, por um dos sobreviventes do que ficou conhecido como a Nova Guerra.

Daniel H. Wilson é PhD em robótica pela Carnegie Mellon University, além de ser mestre em inteligência artificial e robótica. É autor de livros de não ficção, entre eles “How to survive a robot uprising”. Wilson mora em Portland, Oregon. Mais informações em danielhwilson.com.

Thriller argentino “Mate o próximo” chega às livrarias pela Verus

image005.jpgAo ser diagnosticado com um tumor no cérebro, Ted McKay acredita que a melhor saída é o suicídio, ainda que ele tenha uma família perfeita, com um trabalho digno e duas filhas maravilhosas. Decidido, ele organiza tudo. A esposa e as meninas estão viajando e ele tem a casa toda para pôr o plano em prática. Ted se preocupa em deixar um bilhete para a mulher afim de se certificar de que será ela quem irá encontrar o seu corpo e não as filhas pequenas. Ele escolhe também o melhor local para cometer o suicídio e retira todas as fotos da família de vista para que não corra o risco de se arrepender.

Porém, quando está prestes a apertar o gatilho, Ted é surpreendido pelo toque insistente da campainha.  Do outro lado da porta está Justin Lynch, um homem que aparentemente sabe bastante coisa a respeito de Ted e, por isso, lhe faz uma proposta: participar de uma espécie de “rede de assassinatos”. Primeiro, Ted precisa matar Blaine, um homem que assassinou a ex-namorada a facadas e saiu impune. Logo em seguida o alvo será Wendell, um empresário famoso que também pretendia se suicidar. Garantindo a justiça à família da ex-namorada de Blaine e permitindo o descanso almejado pelo ricaço Wendell, Ted será mais uma parte desta corrente e, ao invés de precisar se matar, poderá esperar pela próxima pessoa desta “rede” que irá garantir que sua morte seja fruto de uma fatalidade e não de um suicídio.

Ted aceita a proposta do estranho homem, sem imaginar que este é apenas o começo de um jogo macabro de manipulações. Alguém plantou um caminho de migalhas, que Ted vai recolher. Alguém que o conhece melhor que ninguém, que o fará duvidar de suas próprias motivações e também das pessoas que o cercam.

Federico Axat foi considerado uma revelação na literatura argentina. O autor se inspira nas obras de Stephen King para compor suas histórias. “Mate o próximo” teve os direitos de tradução vendidos para 34 idiomas e Michael Sugar, deSpotlight: segredos revelados será um dos produtores na adaptação do livro para os cinemas.

Sobre o autor

Federico Axat nasceu em Buenos Aires em 1975, é engenheiro de profissão, mas, por interesse e vocação, acabou se dedicando também à escrita. Sua obra se caracteriza por altas doses de suspense, reviravoltas surpreendentes e finais sempre inesperados.

Record lança best-seller “O casal que mora ao lado”, thriller sobre bebê que desaparece

O livro da escritora Shari Lapena já teve seus direitos vendidos para 24 países

image004.jpgNo dia do aniversário de Graham, ele e sua esposa Cynthia convidam os vizinhos para jantar. Os quatro são amigos e moram em casas geminadas, coladas parede com parede. Marco acha que será bom para Anne, que está sofrendo de depressão pós-parto depois do nascimento da filha, Cora. Quando a babá desmarca com o casal em cima da hora, eles decidem deixar a bebê de seis meses em casa e ir ao jantar. Levam a babá eletrônica e se revezam para, de meia em meia hora, dar uma olhada na menina. Mas, quando voltam do jantar, a criança não está lá.

Em “O casal que mora ao lado”, a autora Shari Lapena retrata com precisão a angústia dos pais enquanto desenrola uma teia de acontecimentos e reviravoltas até o impactante desfecho. A narrativa, sempre no tempo presente, contribui para criar o sentimento de urgência e desespero que envolve o desaparecimento de um filho.

Marco e Anne chamam a polícia, e logo o time comandado pelo investigador Rasbach se instala na casa. Ao não encontrar nenhuma evidência de que alguém tenha entrado no local, o detetive passa a, cada vez mais, desconfiar dos próprios pais da criança. Junta-se a esta equação os pais milionários de Anne – cujo dinheiro seria motivo para um possível sequestro – e a relação, na verdade um tanto conturbada, com os vizinhos.

 “O casal que mora ao lado” ficou sete semanas na lista de mais vendidos no Reino Unido e também entrou na lista do New York Times. Os direitos de publicação já foram adquiridos por 24 países.

CONFIRA O PRIMEIRO TRAILER LEGENDADO IT – A COISA

A Warner Bros. Pictures divulga o primeiros trailer do thriller de terror IT – A Coisa. O trailer legendado mostra o clima de mistério que ronda as crianças da cidade de Derry. IT – A Coisa tem estreia marcada para 7 de setembro no Brasil.

Sobre o filme

IT – A Coisa, o novo thriller de terror do diretor Andrés Muschietti (“Mama”) e produzido pela New Line Cinema, é baseado no best-seller homônimo de Stephen King, uma das obras mais populares do autor, que tem aterrorizado leitores há várias décadas.

Quando crianças começam a desaparecer misteriosamente na pequena cidade de Derry, no estado de Maine, um grupo de jovens é obrigado a enfrentar seus maiores medos ao desafiar um palhaço maligno chamado Pennywise, que há séculos deixa um rastro de morte e violência.

No elenco de IT – A Coisa estão Bill Skarsgård (“A Série Divergente: Convergente”, série “Hemlock Grove”) como o principal vilão da história, Pennywise. No conjunto de talentosos jovens atores do longa estão Jaeden Lieberher (“Destino Especial”), Jeremy Ray Taylor (“Alvin e os Esquilos: Na Estrada”), Sophia Lillis (“37”), Finn Wolfhard (série “Stranger Things”), Wyatt Oleff (“Guardiões da Galáxia”), Chosen Jacobs (“Cops and Robbers”), Jack Dylan Grazer (“Tales of Halloween”) e Nicholas Hamilton (“Capitão Fantástico”).

Andrés Muschietti dirige IT – A Coisa a partir do roteiro adaptado por Chase Palmer & Cary Fukunaga e Gary Dauberman. Dan Lin, Roy Lee, Seth Grahame-Smith, David Katzenberg e Barbara Muschietti são os produtores, e Marty P. Ewing, Doug Davison e Jon Silk assinam a produção executiva.

A competente equipe de criação por trás das câmeras inclui o diretor de fotografia Chung-Hoon Chung (“Eu, Você e a Garota que Vai Morrer”), o desenhista de produção Claude Paré (“Planeta dos Macacos: A Origem”), o editor Jason Ballantine (“O Grande Gatsby”) e a figurinista Janie Bryant (série “Mad Men”).

Uma produção da New Line Cinema, IT – A Coisa tem lançamento previsto para 7 de setembro de 2017 no Brasil, com distribuição da Warner Bros. Pictures, empresa da Warner Entertainment Company.

SundanceTV estreia “Jack Irish” em 31 de janeiro

Série em seis episódios é estrelada por Guy Pearce

O SundanceTV estreia com exclusividade o drama “Jack Irish” em 31 de janeiro, terça-feira, às 22h. O thriller, dividido em seis episódios, é estrelado pelo vencedor do Emmy®, Guy Pearce, e leva os espectadores por uma emocionante viagem desde o subúrbio de Melbourne até a movimentada cidade de Manila, nas Filipinas, atrás de um segredo inesperado e mortal.

20150813_jackirishseries_nik-00628.jpg
“Jack Irish” é nova série do SundanceTV. (Foto: Divulgação)

Pearce (Prometheus, “Mildred Pierce,” O Discurso do Rei, Priscilla, a Rainha do Deserto) interpreta um homem que tenta colocar sua vida de volta nos eixos. Jack Irish, um ex-advogado criminalista cujo mundo implodiu, passa agora seus dias dividindo seu tempo como detetive particular, cobrador de dívidas, aprendiz de fabricação de armários, e amante nas horas vagas. Jack, um especialista em encontrar aqueles que não querem ser encontrados, mortos ou vivos, dá uma mão aos seus amigos, enquanto foge de seu passado. Isto é, até que o passado o alcance.

O mundo de Jack gira em torno do hipódromo, do “pub” local e da oficina de carpintaria onde se tornou aprendiz de um mestre artesão. Contudo, é o seu trabalho de investigação, muitas vezes em pequenos trabalhos que se transformam em casos muito mais complexos e perigosos, que coloca Jack em um novo caminho – que ele segue persistentemente. De policiais corruptos a bandidos do submundo, líderes políticos e religiosos e jornalistas investigativos, de repente todo mundo parece querer um pouco do Jack Irish. A série é adaptado dos romances de Peter Temple (vencedor do Gold Dagger da Crime Writers’ Association em 2007).

“Jack Irish” tornou-se um sucesso com críticos de todo o mundo. Nos EUA, The Wall Street Journal citou “a fantástica atmosfera e a sólida atuação” do drama, The Australian disse que ele mostrou “um estilo clássico hollywoodiano de cinema” e The Guardian, do Reino Unido, disse que o papel principal é desempenhado com “um charme subestimado e tipo noir”.

“Jack Irish” foi produzido por Ian Collie e Andrew Knight e escrito por Andrew Knight, Matt Cameron e Andrew Anastasios. O drama é uma produção da Essential Media & Entertainment em associação com a ABC TV, Screen Australia e Film Victoria e é distribuído pela DCD Media.

 

Record publica thriller psicológico de C. L. Taylor

image005.png

Primeiro livro de C. L. Taylor publicado no Brasil, O acidente dialoga com a linha de thrillers psicológicos que colocam em cheque a sanidade da própria protagonista. Neste emocionante suspense, Susan Jackson parece ter uma vida perfeita até que sua filha de 15 anos se joga na frente de um ônibus e acaba em coma. Por causa de uma passagem que encontra no diário da garota, a mulher decide refazer os passos da filha e descobrir o terrível segredo que guardava – e que pode ter sido o motivo para sua tentativa de suicídio.

Sua busca por evidências levam a mulher a imergir fundo no mundo pessoal da filha e a mergulhar nas sombras de seu próprio passado. Entretanto, para salvar a vida de Charlotte, Sue precisará acordar dos pesadelos que a assombram e impedir que “o segredo” acabe destruindo as duas.

C. L. Taylor mora em Bristol com seu namorado e o filho pequeno. Começou a escrever ficção em 2005. Seus contos receberam muitos prêmios e foram publicados em diversas revistas literárias e veículos direcionados para o público feminino.

WARNER BROS. DIVULGA NOVO TRAILER LEGENDADO DE A LEI DA NOITE, FILME DIRIGIDO E ESTRELADO POR BEN AFLLECK

Elenco conta ainda com Elle Fanning, Sienna Miller, Zoe Saldana, Chris Cooper, entre outros

A Warner Bros. Pictures divulga o segundo trailer do longa A Lei da Noite, dirigido e protagonizado por Ben Affleck e com previsão de estreia para 23 de fevereiro de 2017 no Brasil. O vídeo traz alguns detalhes da vida de Joe Coughlin (Affleck) e uma sequência de cenas de ação de tirar o fôlego.

Sobre o filme

O vencedor do Oscar Ben Affleck (“Argo”) dirige e estrela o thriller policial A Lei da Noite. Além de atuar, Affleck também escreveu o roteiro, baseado no premiado romance “Os Filhos da Noite” de Dennis Lehane. A produção marca a segunda colaboração entre o escritor e o cineasta, ambos da cidade de Boston (EUA), depois do sucesso do elogiado “Medo da Verdade”.

A Lei da Noite situa-se nos turbulentos anos 1920, quando a proibição da Lei Seca americana não interrompeu o fluxo de bebidas em estabelecimentos ‘underground’ dirigidos por mafiosos de boa lábia. A oportunidade de ganhar poder e dinheiro estava à disposição para qualquer homem com ambição e nervos suficientes, e Joe Coughlin, o filho do Superintendente da Polícia de Boston, há muito tempo deixou para trás sua rígida educação para sucumbir à adrenalina de ser um fora-da-lei.

Mas, mesmo entre criminosos há regras, e Joe desobedece a maior delas: trair duplamente um poderoso chefão da máfia, roubando seu dinheiro e sua mulher. O romance ardente termina em tragédia, e Joe começa a trilhar uma rota de vingança, em que ambição, romance e traição o levam do submundo de Boston para os degraus esfumaçados dos porões de contrabando de rum na cidade de Tampa.

A Lei da Noite é produzido por Leonardo DiCaprio (“O Lobo de Wall Street”, “Tudo Por Justiça”) e Jennifer Davisson (“Tudo pelo Poder”, “A Orfã”), sob a bandeira da Appian Way; e por Ben Affleck e Jennifer Todd (“Alice no País das Maravilhas”, “Across the Universe”), com a Pearl Street Films. Chris Brigham, Dennis Lehane e Chay Carter são os produtores executivos.

O elenco traz, além de Affleck, Elle Fanning (“Malévola”), Brendan Gleeson (“No Coração do Mar”, filmes “Harry Potter”), Chris Messina (“Argo”, série de TV “Projeto Mindy”), Sienna Miller (“Sniper Americano”, “Foxcatcher: Uma História que Chocou o Mundo”), Zoe Saldana (“Os Guardiões da Galáxia”, “Avatar”) e o vencedor do Oscar Chris Cooper (“Adaptação”, “Atração Perigosa”).

Na equipe de produção, Affleck contou com a colaboração do diretor de fotografia três vezes vencedor do Oscar Robert Richardson (“JFK – A Pergunta que não Quer Calar”, “O Aviador”, “A Invenção de Hugo Cabret”); do designer de produção indicado ao Oscar Jess Gonchor (“Bravura Indômita”, “Foxcatcher: Uma História que Chocou o Mundo”); do editor vencedor do Oscar William Goldenberg (“Argo”); e da figurinista indicada ao Oscar, Jacqueline West (“O Curioso Caso de Benjamin Butler”, “Argo”). A trilha sonora foi composta por Harry Gregson-Williams (“Perdido em Marte”, “Medo da Verdade”).

Uma produção da Warner Bros. Pictures e da Appian Way/Pearl Street, A Lei da Noite tem estreia prevista para 23 de fevereiro de 2017 no Brasil e será distrubuído internacionalmente pela Warner Bros. Pictures, empresa da Warner Bros. Entertainment.