Arquivo da tag: Trilha Sonora

TRILHA SONORA ORIGINAL DO FILME “O REI LEÃO” DA DISNEY SERÁ LANÇADA NO DIA 11 DE JULHO

A trilha sonora inclui a nova canção “Never too late” por Elton John e Tim Rice, interpretada por Elton John com trilha composta por Hans Zimmer

Começou a pré-venda de ingressos para “O Rei Leão”, o filme de Jon Favreau que traz os adorados personagens para a telona de uma maneira totalmente nova. O filme — assim como a versão original de 1994 — apresenta música inesquecível de uma equipe premiada que inclui Elton John, o astro vencedor do Oscar® e do GRAMMY®, e o letrista Tim Rice, também agraciado com as mesmas premiações, que compuseram uma nova canção inspiradora intitulada “Never Too Late”, interpretada por John, que conta com coral africano e aparecerá nos créditos finais do filme e na trilha sonora original do filme da Walt Disney Records. O lançamento da trilha sonora digital está programado para o meio-dia (horário de Brasília) de 11 de julho, e o álbum físico já está disponível para pré-venda e tem lançamento programado para 19 de julho, data da estreia de “O Rei Leão” nos EUA.

“Ouvir a música já nos deixa profundamente emocionados”, disse Favreau. “Mesmo que você não conheça o filme nem o musical, há uma força espiritual nela. Mas se você conhece o filme e cresceu com a música, ela é capaz de evocar instantaneamente a própria história e as emoções e memórias afetivas relacionadas à sua experiência com ‘O Rei Leão’, ou da fase da vida em que você estava, ou da sua infância, ou acontecimentos da vida que tenham alguma conexão”.

Mitchell Leib, presidente de música e trilhas sonoras de The Walt Disney Studios acrescenta: “Os incríveis talentos musicais que se reuniram para contribuir com este projeto são incomparáveis. O amor e o instinto para colaboração musical de Jon Favreau inspirou Hans Zimmer, Lebo M, Pharrell Williams, Elton John, Tim Rice, Beyoncé, Donald Glover e toda a equipe para alcançar um nível impressionante de generosidade, entusiasmo e comprometimento que resultou em uma poderosa jornada de música, produção e interpretação”. 

A trilha sonora original do filme “O Rei Leão” traz novas gravações das canções originais compostas por Elton John e Tim Rice, trilha do compositor vencedor do Oscar® e do GRAMMY® Hans Zimmer, e arranjos para coral e vocal africanos do produtor e compositor sul-africano Lebo M (Rhythm of the Pride Lands), ganhador do GRAMMY®. O cantor indicado ao Oscar® e vencedor do GRAMMY®, compositor e produtor Pharrell Williams (“Estrelas Além do Tempo”, produtor, “Happy”) trabalhou em cinco canções na trilha sonora.

Ao revisitar a trilha para “O Rei Leão”, Zimmer percebeu que a música e os temas originais eram “o eixo emocional da história”. Ele trouxe de volta muitos dos que trabalharam no filme original, incluindo  Lebo M, o orquestrador Bruce Fowler, o maestro Nick Glennie-Smith, arranjador Mark Mancina, além de vários cantores do coro, incluindo Carmen Twillie (que interpretou “Circle of Life” no filme de 1994). 

Zimmer quis utilizar uma abordagem diferente para a trilha no novo filme e recrutou a Re-Collective Orchestra (liderada pelos fundadores Matt Jones e Stephanie Matthews), em conjunto com a Hollywood Studio Symphony (composta por músicos de estúdio de Los Angeles), e a banda dele. O objetivo era ensaiar e gravar a trilha como uma apresentação de um concerto ao vivo.

A música do filme lançado em 1994 recebeu dois prêmios Oscar® (canção original e trilha original), quatro GRAMMYS® e dois Globos de Ouro. O álbum da trilha sonora ficou em primeiro lugar na Billboard 200 por dez semanas não consecutivas e foi certificado como diamante pela RIAA por dez milhões de unidades vendidas.

A lista de canções da trilha sonora original do filme “O Rei Leão” é a seguinte:

1.    “Circle of Life”/“Nants’ Ingonyama” – Interpretadas por Lindiwe Mkhize; vocais africanos interpretados por Lebo M; escrita e composta por Elton John e Tim Rice; “Nants’ Ingonyama” composta por Lebohang Morake e Hans Zimmer; produzida por Hans Zimmer; vocais produzidos por Stephen Lipson

2.    “Life’s Not Fair” – Hans Zimmer

3.    “Rafiki’s Fireflies” – Hans Zimmer

4.    “I Just Can’t Wait to Be King” – Interpretada por JD McCrary, Shahadi Wright Joseph e John Oliver; composta por Elton John e Tim Rice; produzida por Pharrell Williams; coproduzida por Stephen Lipson

5.    “Elephant Graveyard” – Hans Zimmer

6.    “Be Prepared” (versão 2019) – Interpretada por Chiwetel Ejiofor; composta por Elton John e Tim Rice; produzida por Hans Zimmer e David Fleming

7.    “Stampede” – Hans Zimmer

8.    “Scar Takes the Throne” – Hans Zimmer

9.    “Hakuna Matata” – Interpretada por Billy Eichner, Seth Rogen, JD McCrary e Donald Glover; composta por Elton John e Tim Rice; produzida por Pharrell Williams; coproduzida por Stephen Lipson

10.  “Simba is Alive!” – Hans Zimmer

11.  “The Lion Sleeps Tonight” – Interpretada por Billy Eichner e Seth Rogen; composta por Luigi Creatore, Hugo Peretti, George David Weiss e Solomon Linda; produzida por Pharrell Williams

12.  “Can You Feel the Love Tonight” – Interpretada por Beyoncé, Donald Glover, Billy Eichner e Seth Rogen; composta por Elton John e Tim Rice; produzida por Pharrell Williams; coproduzida por Stephen Lipson

13.  “Reflections of Mufasa” – Hans Zimmer

14.  A definir

15.  “Battle for Pride Rock” – Hans Zimmer

16.  “Remember” – Hans Zimmer

17.  “Never Too Late” – Interpretada por Elton John; arranjos do coral e vocal africanos criados e produzidos por Lebo M; composta por Elton John e Tim Rice; produzida por Greg Kurstin; produção adicional por Elton John e Matt Still

18.  “He Lives in You” – Interpretada por Lebo M; composta por Mark Mancina, Jay Rifkin e Lebohang Morake; produzida por Lebo M e Mark Mancina

19.  “Mbube” – Interpretada por Lebo M; arranjos do coral e vocal africanos criados e produzidos por Lebo M; composta por Solomon Linda; produzida por Pharrell Williams

Creed 2 – Mais pontos positivos do que negativos

Tirando o enredo previsível, continuação do longa de Michael B. Jordan e Sylvester Stallone apresenta aspectos para não tirar os olhos da telona

Por Antonio Lemos

Rocky é uma das franquias de cinema mais queridas pelo público e pela crítica. Para quem é fã e assistia aos filmes durante a infância, os cinco longas contanto a saga de Rocky Balboa (Sylverter Stallone) não sai do nosso imaginário. Ainda teve o sexto, lançado em 2006, quando o “Garanhão Italiano” mostrou para todos que idade não tem diferença ao lutar de igual para igual contra Mason Dixon (Antonio Tarver), onde acabou perdendo por pontos.

A franquia continuou com o personagem sendo apresentado como treinador em Creed: Nascido para Lutare continua na bela sequência, com lançamento programado para o dia 24 de janeiro, com personagens maduros e base sólida para uma eventual continuação. Assim, esta pessoa que vos escreve e fã de Balboa resolveu listar pontos positivos e negativos, saindo um pouco de fazer a resenha e deixando no ar alguns spoilers (já adianto, não foi fácil escolher).

Lutas de “Creed 2” são um dos pontos altos do filme. (Foto: Divulgação)

Michael B. Jordan & Tessa Thompson

Para começar a conversa, outra vez a dupla Michael B. Jordan e Tessa Thompson mostraram uma bela química, e que os papéis de Adonis Johnson e Bianca caíram no colo. O personagem de B. Jordan emociona com palavras, dores e vontade de construir o seu legado, espantando todos os fantasmas da morte do seu pai Apollo Creed (Carl Weathers). Já Tessa mostra a capacidade da personagem de enfrentar suas limitações físicas e seguir lutando pelo seu sonho. Outro grande ponto da atuação da atriz está na apresentação de Adonis na luta final contra Viktor Drago (Florian Munteanu). Diante do Estádio Luzhniki – palco da abertura e encerramento da última Copa do Mundo – lotado e um cenário totalmente hostil, ela aparece como um ponto de luz, interpreta uma canção de arrepiar em tom desafiador e acompanha seu marido até o ringue.

Trilha sonora

O segundo ponto positivo deste longa fica por conta da trilha sonora. A mistura do rap e da black music com o tema clássico do Rocky é sensacional. Juntar o novo com o clássico às vezes preocupa o pessoal mais antigo, mas ouvir “Gonna Fly Now” no ápice do filme faz o nosso coração saltar e o derramamento de lágrimas é inevitável. Ótimo gosto e o tema clássico do ‘Garanhão Italiano’ continua sendo atual mesmo com mais de quatro décadas de existência.

As atuações de Sylverster Stallone e Dolph Lundgren

Se as atuações de Michael B. Jordan e Tessa Thompson são dignos de Oscar (isso deixo para os especialistas), o que dizer de Sylverster Stallone e Dolph Lundgren? Mais de trinta anos depois, Rocky Balboa e Ivan Drago se encontram após a épica luta em Moscou, no qual o ‘Garanhão Italiano’ sai vencedor, enquanto Drago é escorraçado da Rússia e passa a viver na Ucrânia. O personagem de Stallone sobrevive ao câncer, porém, está em conflito consigo mesmo sobre se reconciliar com seu filho e conhecer seu neto. Balboa segue nos emocionando com suas palavras e brilha sem ofuscar o protagonista. Já Lundgren recria o icônico Drago tentando reescrever o passado e mudar o presente com o filho Viktor. Seu personagem está frustrado, deprimido, derrotado e cheio de raiva. Seu filho carrega os mesmos sentimentos do pai, e ao mesmo tempo, perturbado pela gana de Ivan em reerguer o nome da família após aquele Natal de 1985. Ver os quatro (Rocky, Adonis, Ivan e Viktor) em cima do ringue um encarando o outro é de arrepiar até o último fio de cabelo. Dá a impressão de que teríamos duas lutas no mesmo espaço e uma faísca viraria explosão naquele barril de pólvora.

Lutas

Desde o seu primeiro confronto, que valia a chave de seu Mustang, até a batalha épica em Moscou, o diretor Steven Caple Jr. acerta em cheio em dar bastante realidade, fazendo com que o telespectador fique com os olhos grudados na tela, sem querer perder sequer um detalhe. Tirando a luta em que Adonis vence e recupera o seu carro, o primeiro confronto contra Viktor mostra o russo com fome de vitória e como ele é uma máquina de dar socos (na vida real, o ator que interpreta Viktor é pugilista profissional). No embate final, em solo europeu, Johnson é outro lutador, resiste a vários golpes – como Balboa resistia – e seu final é digno de um protagonista que agarrou com unhas e dentes o papel de dar continuidade ao legado de Stallone, além de dar sequência ao seu próprio. Sem dúvidas é uma das lutas mais épicas do cinema.

Mensagem do filme

Para fechar, o filme deixa uma mensagem. Se na saga de Stallone, o recado transmitido era “Não importa o quanto você bate, mas sim o quanto aguenta apanhar e continuar. O quanto pode suportar e seguir em frente.”, em Creed II a mensagem é simples e clara: “Não importa o quão poderoso é seu adversário e quantas vezes você é jogado na lona, é preciso ficar de pé frente as adversidades e vencê-las a todo o custo, nem que essa vitória venha a base de grandes sacrifícios.”. Adonis buscava a luta perfeita para honrar a morte de seu pai e construir o seu legado. E conseguiu.

Ponto negativo: enredo previsível

Depois de apresentar tantos pontos positivos (difícil escolher cinco), qual seria o lado negativo de Creed II? Falar que não tem seria coisa de fã, mas esta pessoa que vos escreve aponta um (se os especialistas tiverem outros pontos negativos, é só falar): o enredo previsível. Não digo no sentido de Adonis vencer a “revanche” contra Drago em Moscou, mas pela história ser a versão repaginada de Rocky IV. Desde a chegada russa aos EUA, o desafio pelo staff de Drago contra Adonis, passando pela primeira luta em solo americano até a última na capital russa, a história se repete como fora em 1985, a exceção fica pelo fato do protagonista não morrer, e sim, ficar gravemente ferido. Em Rocky IV, Apollo morre no 2º round. Mesmo assim, é um filme que vale muito a pena assistir, com muitas referências e a emoção será inevitável.

Teremos Creed 3?

Depois em que Adonis derrota Drago, ficou no ar se há fôlego para o terceiro filme. Acredito que tenha pelo fato do diretor Steven Caple Jr. ter acertado em cheio nessa continuidade, e também, pelo fato do próprio Adonis começar a construir o seu legado. Porém, fica a pergunta: com ou sem Rocky Balboa?

As últimas cenas mostraram que Balboa aos poucos vai sair de cena quando diz para Adonis curtir a sua conquista, enquanto ele fica fora do ringue, e o monólogo do protagonista no túmulo de Apollo. Na sequência, aparece Rocky conquistando o seu objetivo: rever o filho e seu neto com uma mala na mão e a sua tradicional bolinha de borracha. Além disso, o próprio Sylvester Stallone declarou que estaria pronto para gravar o Creed 3 e depois disso sairia de cena, aposentando o personagem, assim como fez com Rambo.

Como será essa “despedida”? A ‘batata quente’ está nas mãos de Caple Jr. e uma das especulações para o terceiro filme é o possível retorno de Clubber Lang, interpretado por Mr. T em Rocky III (1982).

ANIMAIS FANTÁSTICOS: OS CRIMES DE GRINDELWALD REVELA FAIXAS DA TRILHA SONORA ORIGINAL

O ganhador do Grammy e do Emmy Award e várias vezes indicado ao Oscar James Newton Howard retorna como compositor do filme que estreia em 15 de novembro

O filme Animais Fantásticos: Os Crimes de Grindelwald, a segunda das cinco novas aventuras do Mundo Bruxo criado por J.K. Rowling, tem sua trilha sonora original revelada pela WaterTower Music. O ganhador do Grammy e do Emmy Award e várias vezes indicado ao Oscar James Newton Howard retorna como compositor de Animais Fantásticos, criando uma robusta trilha sonora com 25 faixas que estará disponível para stream e compra digital em 9 de novembro.

Os fãs podem ouvir duas dessas faixas antes, já que a WaterTower Music acaba de lançar “Fantastic Beasts: The Crimes of Grindelwald” e “Salamander Eyes” para streaming e compra.

0439659
Trilha sonora de “Animais Fantásticos e os Crimes de Grindelwald”. (Foto: Divulgação)

Além dessas faixas, a trilha sonora trará aos fãs três apresentações solos de piano executadas por James Newton Howard e que não serão ouvidas no filme: “Dumbledore’s Theme” (Solo de piano), “Fantastic Beasts Theme” (Solo de piano) e “Leta’s Theme” (Solo de piano). Essas três faixas estão programadas para serem lançadas em 26 de outubro deste ano.

“Trabalhar em ‘Animais Fantásticos’ é uma oportunidade musical maravilhosa”, descreve o compositor James Newton Howard. “O filme é delicioso, substancial e complexo; e [o diretor] David Yates se concentra muito seriamente na música e é um colaborador verdadeiramente apaixonado e entusiasta”.

O álbum está previsto para ser lançado digitalmente em 9 de novembro, uma semana antes da estreia do filme. Já o CD será lançado em 30 de novembro de 2018 e, o vinil, em janeiro de 2019.

A trilha sonora de Animais Fantásticos: Os Crimes de Grindelwald está agora disponível para pré-encomenda (em breve também estará disponível em vinil). Segue a track list:

1 The Thestral Chase

2 Newt and Leta

3 Dumbledore

4 The Kelpie

5 Newt and Jacob Pack for Paris

6 Nagini

7 Newt Tracks Tina

8 Queenie Searches for Jacob

9 Irma and the Obscurus

10 Blood Pact

11 Capturing the Zouwu

12 Traveling to Hogwarts

13 Leta’s Flashback

14 Salamander Eyes

15 Matagots

16 Your Story is Our Story

17 Leta’s Confession

18 Vision of War

19 Spread the Word

20 Wands into the Earth

21 Restoring Your Name

22 Fantastic Beasts: The Crimes of Grindelwald

23 Dumbledore’s Theme (Solo de piano)

24 Fantastic Beasts Theme (Solo de piano)

25 Leta’s Theme (Solo de piano)

Will Smith levou auditório Cinemark a loucura na CCXP

Por Rodrigo Bocatti

Depois de um painel espetacular no sábado, a Netflix fechou com chave de ouro a última edição da Comic Con Experience, com a pré-estreia de Bright e a presença de Will Smith, Joel Edgerton e o diretor David Ayer. Enquanto o pessoal no auditório Cinemark estávamos assistindo ao novo filme da Netflix, Will apareceu para o público e interagiu com a multidão de gente que se aglomerou para ver o ídolo de perto.

Ao final do filme, todo o auditório se levantou e a apresentadora Aline Diniz chamou os três ao palco e Will chegou fazendo a festa do público falando em português. Com a plateia gritando “Will, Will, Will”, o astro não ficou tímido e mandou um beat box junto do público e, não feliz em levar todos ao delírio, ainda cantou a abertura da série “Um Maluco no Pedaço”.

Com todos mais calmo, o painel sobre “Bright” finalmente pôde acontecer. A trilha sonora do filme é espetacular e acompanha o desenvolvimento do mesmo. “Trabalhamos em cima da trilha de ‘Esquadrão Suicida’, que foi muito elogiada, e queríamos refazer esse trabalho das pessoas acompanharem o filme com a música”, afirmou o diretor Ayer.

CCXP_Bright_0004.JPG
Will Smith, Joel Edgerton e David Ayer fecharam com maestria o último painel na CCXP. (Foto: Daniel Deak)

As gravações foram realizadas em Los Angeles e de acordo com os atores muito divertida e com muita energia “É essencial termos, pois gravamos muitas horas por dia”, disse Will. “Fazemos tudo isso por vocês”, completou Edgerton.

O filme também retrata uma questão, infelizmente, bem decorrente do dia a dia: o racismo. “Temos que olhar para o mundo sem julgar as pessoas. Minha esperança é que esse filme abra a cabeça de muita gente para o debate sobre o racismo”, afirmou Ayer.

Com hit de Justin Timberlake, trilha sonora da animação ‘Trolls’ é divulgada

COM PRODUÇÃO DO ASTRO POP, COMPOSIÇÃO MUSICAL DO FILME DA DREAMWORKS AINDA INCLUI FAIXAS DE GWEN STEFANI, ARIANA GRANDE, ANNA KENDRICK E ZOEY DESCHANEL

A nova animação da Dreamworks, “Trolls”, teve a trilha sonora divulgada nesta sexta-feira, 23 de setembro, pela Sony Music. A composição musical animada e original é um dos principais atrativos do filme, com o hit “Can’t Stop The Feeling”, de Justin Timberlake, como carro-chefe. Essa faixa foi o primeiro single do álbum. Ao todo são 13, interpretadas por Gwen Stefani, Ariana Grande, Anna Kendrick e Zoey Deschanel. Timberlake, além de ser um dos intérpretes da trilha, também assina a produção do disco, que chega ao Brasil nos formatos físico e digital.

"Trolls" divulga trilha sonora. (Foto: Divulgação)
“Trolls” divulga trilha sonora. (Foto: Divulgação)

Lançado em maio, o single “Can’t Stop The Feeling” contou com videoclipe dirigido por Mark Romanek e teve quase 230 milhões de visualizações no Youtube. A faixa foi sucesso no Brasil, recebendo certificado de platina da Associação Brasileira dos Produtores de Discos (ABPD), além de ter alcançado a 1ª posição entre as faixas internacionais nas rádios brasileiras e a 9ª entre as mais ouvidas do Spotify Brasil. Com ritmo contagiante, a faixa ganhou versão especial interpretada pelo elenco de “Trolls”.

Outra música que tem uma versão exclusiva do filme é “True Colors”, parceria de Timberlake com Kendrick. Faixas como “The Sound Of Silence” “Hello” e “Im Coming Out / Mo’ Money Mo’ Problems” trazem momentos especiais retirados diretamente do longa-metragem.

Além de participarem da trilha sonora, Timberlake, Kendrick, Ariana Grande e Zoey Deschanel também são os dubladores oficiais de personagens da animação. Timberlake e Kendrick dão voz aos protagonistas Ramo e Poppy, respectivamente. A animação, dirigida por Mike Mitchell e Walt Dohrn, tem estreia prevista para 27 de outubro no Brasil.

 

Repertório de “Trolls”:

1) Hair Up **

2) Can’t Stop The Feeling! **

3) Move Your Feet / D.A.N.C.E. / It’s A Sunshine Day

4) Get Back Up Again **

5) The Sound Of Silence

6) Hello

7) I’m Coming Out / Mo’ Money Mo’ Problems

8) They Don’t Know **

9) True Colors (Film Version)

10) CAN’T STOP THE FEELING! (Film Version) **

11) September

12) What U Workin’ With? **

13) True Colors

** Faixas produzidas especialmente para o longa-metragem

Música de Roberta Campos é tema da novela “Sol Nascente”

A cantora e compositora Roberta Campos pela primeira vez interpretará o tema de abertura de uma novela: a música é “Minha Felicidade”, em “Sol Nascente” (Globo). A romântica canção foi escrita com Danilo Oliveira e é do seu mais recente álbum, “Todo Caminho É Sorte” (Deck / 2015). O single está em primeiro lugar no ranking de downloads no iTunes e já dobrou seu número de execuções no Spotify.

Roberta Campos canta tema de "Sol Nascente". (Foto: Divulgação)
Roberta Campos canta tema de “Sol Nascente”. (Foto: Divulgação)

Assim como as demais faixas de “Todo Caminho É Sorte”, “Minha Felicidade” foi produzida por Rafael Ramos. Tocando violão, Roberta foi acompanhada pela banda formada por Loco Sosa (bateria e percussão), Zé Nigro (baixo), Fabio Pinczowski (rhodes e hammond) e Christiaan Oyens na gravação da música. A mineira já teve outras canções suas em trilhas de novelas, como “De Janeiro a Janeiro”, com participação de Nando Reis em “Sangue Bom” (Globo” e “Rebelde” (Record), “Varrendo a Lua” em “Malhação” (Globo) e “Sete Dias” em “Amor Eterno Amor” (Globo), entre outras.

Sony Music lança trilha sonora da 6ª temporada de Game Of Thrones

Os fãs de Game Of Thrones terão a partir de hoje uma ótima maneira para recordar a série durante a pausa de um ano entre a sexta e a sétima temporada. A Sony Music lançou nas principais plataformas digitais, a elogiada trilha sonora da sexta temporada, que chegou ao último episódio no domingo, dia 26.

Sony Music lança trilha de "Game Of Thrones". (Foto: Divulgação)
Sony Music lança trilha de “Game Of Thrones”. (Foto: Divulgação)

A trilha da premiada série da HBO é assinada pelo compositor alemão Ramin Djawadi, que já havia produzido o conjunto sonoro das cinco temporadas anteriores. O disco físico estará disponível a partir do dia 15 de julho. A trilha conta com 19 faixas, sendo que nas plataformas digitais ainda estão disponíveis sete faixas bônus.

ESQUADRÃO SUICIDA GANHA TRILHA SONORA COM MÚSICAS INÉDITAS E PARCERIAS EXCLUSIVAS DE ESTRELAS DO POP, ROCK, HIP-HOP, R&B E ELETRONIC DANCE MUSIC

A gravadora Atlantic Records anunciou a pré-venda do lançamento de “Suicide Squad: The Album”, trilha do longa dirigido por David Ayer e que estreia em 4 de agosto no Brasil

Esquadrão Suicida, o aguardado longa da Warner Bros. Pictures, que chega aos cinemas brasileiros em 4 de agosto, ganhou trilha sonora com músicas inéditas e parcerias exclusivas de estrelas top do pop, rock, hip-hop, R&B e eletronic dance music. A gravadora Atlantic Records anunciou que o “Suicide Squad: The Album” já está disponível para pré-venda no endereço http://smarturl.it/SuicideSquad.

Esquadrão Suicida - Poster Main

O álbum chega às lojas físicas e online no dia 5 de agosto, data do lançamento mundial da aventura de ação. As reservas antecipadas dão direito exclusivo a download gratuito de singles e videoclipes até o lançamento mundial da trilha sonora. O primeiro deles, já disponível, é da inédita “Heathens”, da dupla Twenty One Pilots, gravado pela Fueled By Ramen, cujo clipe oficial traz cenas inéditas de Esquadrão Suicida. A banda Twenty One Pilots – que atualmente dá a volta no planeta com turnê mundial de grande sucesso “Emotional Roadshow” – recentemente arrasou na categoria Rock do Billboard Music Awards 2016 com dois prêmios: Melhor Artista Rock e Melhor Álbum Rock, com “Blurryface”, em grande parte graças ao fenomenal resultado dos singles “Ride” e “Stressed Out”. Este último alcançou o segundo lugar na disputada lista da Billboard “Hot 100”. Para stream de “Heathens”, do Twenty One Pilots, acesse: http://smarturl.it/streamsuicidesquad.

O segundo single gratuito da trilha sonora arrasa-quarteirão que ficará disponível para download em breve, “Sucked for Pain”, também chamado Squad Anthem, com Lil Wayne, Wiz Khalifa, Imagine Dragons, Logic, Ty Dolla $ign e X Ambassadors está previsto para ser lançado nesta sexta-feira, dia 24 de junho. O videoclipe oficial da faixa apresentará imagens inéditas do filme Esquadrão Suicida.

Tão irreverente, arrojado e diversificado como o próprio filme Esquadrão Suicida, a trilha sonora apresenta novos e inéditos trabalhos de alguns dos mais reconhecidos artistas da música contemporânea (confira abaixo o tracklisting completo). Dentre tantos destaques de “Suicide Squad: The Album” estão as parcerias de Action Bronson & Dan Auerbach (de The Black Keys) [Feat. Mark Ronson] e Skrillex & Rick Ross; as novas músicas de Kevin Gates, Kehlani, Skylar Grey e Grimes, além do surpreendente cover da banda Panic! At The Disco do clássico “Bohemian Rhapsody”, do Queen.

Na categoria dos clássicos, aliás, o álbum traz ainda as inesquecíveis bandas War (“Slippin’ Into Darkness”) e Creedence Clearwater Revival (“Fortunate Son”), além de “Without Me”, de Eminem, a versão moderna de “You Don’t Own Me”, de Leslie Gore, com Grace e G-Eazy, e a primeira versão integral do cover do clássico “I Started a Joke”, de ConfidentialMX (Apres. Becky Hanson) – lançada no trailer de Esquadrão Suicida que foi divulgado na Comic-Con San Diego de 2015 e tornou-se um dos mais assistidos do ano, com mais de 136 milhões de visualizações desde o lançamento.

Ao longo das próximas semanas, o lançamento de “Suicide Squad: The Album” também será celebrado com a disponibilidade de download gratuito do single “Standing In The Rain,” com Action Bronson & Dan Auerbach (de The Black Keys) [Feat. Mark Ronson]; e de “Purple Lamborghini”, com Skrillex & Rick Ross, cujo clipe oficial terá uma participação especial do ator Jared Leto como o Coringa. Kehlani também vai lançar o single e o clipe oficial de “Gangsta”. No link www.suicidesquad.com estão as novidades e informações sobre o álbum.

“Suicide Squad: The Album” foi produzido pelo ganhador do GRAMMY® Kevin Weaver (Velozes e Furiosos 7, A Culpa é das Estrelas, Creed: Nascido para Lutar, as séries Boardwald Empire, Girls e True Blood), presidente de Cinema & Televisão da Atlantic Records e Chefe de Criação do Warner Music Group, responsável pela conquista de mais de 20 Discos de Ouro e de Platina de artistas como Trey Songz, T.I., Flo Rida and Wiz Khalifa.

Para mais informações e novidades, visite www.esquadraosuicidafilme.com.br, www.facebook.com/EsquadraoSuicida e atlanticrecords.com.

TRACKLISTING

 

1) Skrillex & Rick Ross – “Purple Lamborghini”

2) Lil Wayne, Wiz Khalifa & Imagine Dragons with Logic and Ty Dolla $ign (feat. X Ambassadors) – “Sucker For Pain”

3) Twenty One Pilots – “Heathens”

4) Action Bronson & Dan Auerbach (of The Black Keys) [Feat. Mark Ronson] – “Standing In The Rain”

5) Kehlani – “Gangsta”

6) Kevin Gates – “Know Better”

7) Grace – “You Don’t Own Me (feat. G-Eazy)”

8) Eminem – “Without Me”

9) Skylar Grey – “Wreak Havoc”

10) Grimes – “Medieval Warfare”

11) Panic! At the Disco – “Bohemian Rhapsody”

12) War – “Slippin’ Into Darkness”

13) Creedence Clearwater Revival – “Fortunate Son”

14) ConfidentialMX – “I Started A Joke (feat. Becky Hanson)”