Arquivo da tag: Trilogia

INGRID GUIMARÃES VOLTA AOS CINEMAS PARA MOSTRAR QUE A TERCEIRA VEZ É SEMPRE MELHOR

“De Pernas Pro Ar 3” ganha teaser exclusivo e estreia em 11 de abril de 2019

A Paris Filmes acaba de divulgar o trailer teaser do aguardado ‘De Pernas Pro Ar 3’, terceiro filme da franquia estrelada por Ingrid Guimarães no papel da workaholic Alice Segretto, empresária de sucesso no ramo de Sex Shop, que estreia dia 11 de abril de 2019. A produção, que já levou mais de 8 milhões de espectadores aos cinemas, agora é  dirigida por Julia Rezende

O vídeo traz trechos da nova aventura da protagonista, que, após conquistar NY, aterrissa em Paris com sua Sexy Delícia.  Com o ritmo frenético dos negócios, a empresária percebe que perdeu muito tempo longe da família, os filhos cresceram sem que ela acompanhasse e, então, toma uma decisão radical: entregar o comando da Sexy Delícia para sua mãe, Marion (Denise Weinberg). O que ela não esperava é que fosse surgir uma concorrente a altura, com uma invenção tecnológica capaz de revolucionar o mercado e, pior, roubar o coração de seu filho, Paulinho (Eduardo Mello). Diante deste cenário, Alice se desdobra para não perder seu posto e, de quebra, tenta reverter sua ausência com Clarinha (Duda Batista), sua caçula, e o marido João (Bruno Garcia). Tudo isso, é claro, deixando sua vida ‘De Pernas Pro Ar’.

O filme, com cenas rodadas na Avenida Champs-Élysées, às margens do Rio Sena,no Jardim de Luxemburgo, Pont Neuf, Bateau Mouche, entre outros, tem roteiro de Marcelo Saback, René Belmonte e Ingrid Guimarães, com produção da Morena Filmes, coprodução da Globo Filmes e do Telecine e distribuição da Paris Filmes/Downtown Filmes.

SINOPSE:

Em ‘De Pernas Pro Ar 3’, Alice Segretto, a emblemática personagem de Ingrid Guimarães, está mais agitada do que nunca. O sucesso de sua rede de lojas Sexy Delícia leva a empresária a um tour pelo mundo. Trabalhando sem parar, Alice percebe que não tem conseguido acompanhar sua família, que também cresceu. O conflito se instala: como conciliar essa vida insana com a sua família? Impetuosa, Alice toma uma decisão inusitada. Decide se aposentar e entregar o comando dos negócios para sua mãe. Mas quando surge uma competidora com potencial para roubar a cena, a vida de Alice fica mais uma vez de pernas pro ar.

ELENCO:

ALICE – Ingrid Guimarães

JOÃO – Bruno Garcia

MARION – Denise Weinberg

LEONA – Samya Pascotto

PAULINHO – Eduardo Melo

CLARINHA – Duda Batista

ROSA – Cristina Pereira

JEAN NICOLLETE – Vicent Mangado

ELISEU DUARTE – Stepan Nercessian

MARTA – Claudia Mauro

MARCELA – Maria Paula

 

FICHA TÉCNICA:

Direção: Julia Rezende

Produção: Mariza Leão

Roteiro: Marcelo Saback, Rene Belmonte e Ingrid Guimarães

Direção de Fotografia: Dante Belluti

Direção de Arte: Fabiana Egrejas

Montagem: Maria Rezende, EDT

Produção de Elenco: Marcela Altberg

Trilha Sonora original: Zé Ricardo

Produtor Associado: Carlos Diegues, Marcio Fraccaroli e Bruno Wainer

Produção: Morena Filmes

Coprodução: Globo Filmes, Telecine e Paris Entretenimento

Investimento: BB DTVM

 

Cassandra Clare lança segundo volume da trilogia “Os artifícios das trevas”

image004.pngCassandra Clare, autora do fenômeno “Os instrumentos mortais”, já chegou à marca de 2 milhões de exemplares vendidos no Brasil. Em 2016, a Galera Record lançou sua nova trilogia ambientada no universo dos Caçadores de Sombras, “Os artifícios das trevas”. Este mês, chega às livrarias o segundo volume da série, que alcançou os primeiros lugares das listas de mais vendidos em todo o mundo e no Brasil.

Em “Senhor das sombras”, Emma Castairs está tentando lidar com o amor proibido que sente por Julian, seu parabatai— um parceiro Caçador de Sombras, unido a ela por um juramento de lealdade eterna e por quem Emma não poderia nunca se apaixonar, sob o risco de serem destruídos por uma maldição. No entanto, ela não só quebra essa regra como o sentimento também é recíproco.

Para proteger Julian, Emma começa a namorar Mark Blackthorn, irmão dele, que passou os últimos cinco anos preso no Reino das Fadas e não sabe se um dia conseguirá voltar a ser um Caçador das Sombras. Há, porém, um livro de magia negra que apenas os Blackthorn podem encontrar, o Volume Negro dos Mortos, que é a única esperança de Emma e Julian. Para tentar encontrá-lo, os dois se juntam a Mark e a Cristina, melhor amiga da protagonista, em uma viagem pelo Reino das Fadas.

Enquanto isso, as tensões entre os Nephilim e o Submundo parecem cada vez piores. Assim, surge um grupo extremista de Caçadores de Sombras disposto a interrogar e torturar quem quer que viole os acordos estabelecidos na Paz Fria. Algo que não se distancia muito da vida real, diz a autora. “À medida que passávamos por toda a nossa eleição dos EUA, eles [os personagens do livro] definitivamente foram se tornando um grupo mais xenófobo, fascista, mais nacionalista, e foi realmente interessante planejar tudo isso. Eu senti que estava refletindo coisas que estavam acontecendo no momento em que eu estava escrevendo”, comentou Cassandra em entrevista a jornal Independent, que pode ser lida na íntegra aqui.

Do outro lado, os integrantes do Submundo se voltam contra a Clave dando origem a uma nova ameaça: o Senhor das Sombras. Para proteger tudo aquilo que mais amam, Emma, Julian e Mark contam com um plano arriscado, cujo sucesso pode ter um resultado terrível para eles.

A primeira edição de “Senhor das sombras” tem capa com tratamento holográfico e um capítulo extra.

Cassandra Clare chegou ao primeiro lugar nas listas do New York Times, USA Today, Wall Street Journal e Publishers Weekly com as séries best-sellers dos Caçadores de Sombras, Os Instrumentos Mortais e As Peças Infernais. Seus livros somam mais de 36 milhões de exemplares vendidos no mundo e foram traduzidos para mais de 35 línguas. Um filme e uma série de TV foram inspirados em Os Instrumentos Mortais. Cassandra vive em Massachusetts. Visite sua página em cassandraclare.com e saiba mais sobre o mundo dos Caçadores de Sombras em shadowhunters.com.

FOX FILM DO BRASIL DIVULGA O SEGUNDO TRAILER DE “PLANETA DOS MACACOS: A GUERRA”

A Fox Film do Brasil divulga segundo trailer de PLANETA DOS MACACOS: A GUERRA, o terceiro capítulo da aclamada franquia, César e seus macacos são forçados a um conflito mortal contra um exército de seres humanos liderados por um Coronel implacável. Depois que os macacos sofrem perdas inimagináveis, César luta contra seus instintos mais escuros e começa sua própria busca mítica para vingar sua espécie. À medida em que a jornada finalmente os coloca cara a cara, César e o Coronel se enfrentam em uma batalha épica que determinará o destino de suas espécies e o futuro do planeta.

Livro completa trilogia inspirada em Minecraft

 Em “Batalha final na costa oceânica”, Mark Cheverton mais uma vez usa o universo do game para falar sobre amizade e coragem

image004.jpgNa primeira trilogia inspirada no universo de Minecraft escrita por Mark Cheverton, conhecemos o protagonista Gameknight999. Ele é um garoto normal que é sugado para dentro do jogo e precisa enfrentar monstros determinados a destruir o Minecraft – e o mundo real. Depois de vencer criaturas assustadoras como Érebro e Malacoda nos livros “Invasão do mundo da superfície”, “Batalha pelo Nether” e “Enfrentando o dragão”, Gameknight finalmente conseguiu voltar para casa. Mas ele teve que enfrentar um inimigo bem mais perigoso na segunda trilogia, o maléfico vírus Herobrine.

Depois de “Problemas na vila zumbi” e “O oráculo do templo da selva”, a aventura de Gameknight chega ao fim em“Batalha final na costa oceânica”, que estará nas livrarias pela Galera Junior em maio.  Na trama, Herobrine vem recrutando todas as mais poderosas criaturas da trevas para dar sua cartada final e enfim se libertar do mundo digital. O único jeito de enfrentá-lo é encontrar uma arma secreta. Seguindo uma dica misteriosa fornecida pelo Oráculo, Gameknight segue junto com seus companheiros para a orla do oceano, mas é claro que o caminho estará repleto de armadilhas plantadas pelo vilão.

“Batalha final na costa oceânica” é o terceiro livro de “O mistério de Herobrine”, a segunda série inspirada em Minecraft escrita por Mark Cheverton. Pesquisador e professor, ele começou a se dedicar aos livros para ensinar uma lição sobre cyberbullying para o filho, quando um grupo de jogadores mal intencionados destruiu suas construções no game. No Brasil, os quatro livros anteriores inspirados no game já venderam mais de 200 mil exemplares.

Uma das mais bem sucedidas franquias de jogos eletrônicos da história, Minecraft já vendeu mais de 70 milhões de cópias no mundo inteiro. E a popularidade tem contribuído para seu uso das maneiras mais variadas: a Microsoft, por exemplo, está criando um portal para ajudar professores a usar o Minecraft nas aulas. O jogo é considerado uma ferramenta para aprender espírito de equipe e compreensão do mundo. Os livros de Mark Cheverton,  fenômeno em vários países, e que  já chegaram à lista de mais vendidos do New York Times, também utilizam o universo do game para abordar temas como bullying e intolerância, coragem e amizade.

Galerinha lança segundo volume de trilogia que usa apenas ilustrações para narrar viagens extraordinárias

 Em “Missão”, Aaron Becker coloca seus personagens em mais uma aventura

image004.jpgNeste segundo volume da trilogia iniciada com “Jornada”, o ilustrador Aaron Becker mais uma vez se vale apenas de imagens para narrar uma história encantadora, que serve como verdadeiro testemunho da importância da imaginação. No livro anterior, acompanhamos a viagem de uma menina solitária, que usa uma caneta vermelha mágica para embarcar em aventuras por destinos extraordinários. Agora, em “Missão”, ela ganha um amigo e uma tarefa importante.

Na trama, os dois amigos estão num parque na cidade quando recebem a surpreendente visita de um rei. Ele entrega um mapa e alguns objetos para os dois, mas logo é aprisionado e forçado a voltar pelo portal mágico de onde veio. Agora, eles precisam salvar o rei e seu povo. Usando suas canetas mágicas – ela a vermelha, ele, a roxa – as duas crianças vão viajar por diversos mundos, fugindo de soldados que querem capturá-los e resgatando outras canetas mágicas.

“Jornada”, primeiro volume da trilogia, foi o livro de estreia de Becker. A obra ganhou diversos prêmios, entre eles o Caldecott Honor e foi eleita pelo New York Times um dos melhores livros infantis ilustrados de 2013. “Minha esperança é que essas histórias despertem um pouco mais de fé no poder da imaginação”, diz o autor.

Aaron Becker trabalhou como desenhista para diversos estúdios cinematográficos – entre eles a Lucasfilms, Disney e Pixar -, já viveu nas áreas rurais do Japão e da África Oriental e fez mochilão pela Suécia e pelo Pacífico Sul. Vive em Amherst, Massachusetts com a esposa e a filha.

Trama misteriosa de Colleen Hoover e Tarryn Fisher ganha continuação

 Na segunda parte da trilogia “Nunca jamais”, o casal de adolescentes Charlie e Silas continua tentando entender o porquê da perda constante de memória

image004.jpgNeste segundo livro da trilogia “Nunca jamais”, o casal Charlie e Silas vai descobrir que a perda de memória que os acometeu é ainda mais complicada do que pensavam. No primeiro título da trama, lançado pela Galera no ano passado, eles esqueceram de todo o passado de repente, sem qualquer explicação: não sabiam mais quem eram seus melhores amigos, os nomes dos irmãos e pais, o que fizeram na semana passada, ou mesmo quem eram.  Juntos, começaram a tentar desvendar o mistério.

Mas agora, na segunda parte da história, Silas acorda e mais uma vez não se lembra de nada: a perda de memória é cíclica. Ele encontra uma carta escrita por eles mesmos nos dias anteriores, e segue a investigação a partir daí. Mas há um problema: Charlie está desaparecida. E, quando acorda, ela se vê presa em um lugar parecido com um quarto de hospital – ou de um manicômio.

Enquanto tenta encontrar Charlie, Silas acaba descobrindo bem mais sobre seu passado e os segredos que envolvem as famílias dos dois. Ele vai correr contra o relógio para que eles consigam estar juntos da próxima vez que suas lembranças forem apagadas.

“Nunca jamais” une o conhecido estilo romântico da best-seller Colleen Hoover às histórias de suspense da autora Tarryn Fisher, e chega às livrarias em fevereiro pela Galera.

 

 

Colleen Hoover é autora das séries “Métrica” e “Sem esperança”. O livro “O lado feio do amor” teve seus direitos vendidos para o cinema, e está em fase de produção. Vive no Texas com o marido e seus três filhos. Tarryn Fisher é autora best-seller do New York Times e do USA Today. Mora em Washington com os filhos.

Segundo volume de trilogia sobrenatural chega ao Brasil

 Em “Noites roubadas”, a ex-vampira Lenah Beaudonte vai enfrentar as consequências de realizar um ritual que vai contra as leis da natureza

Editora Galera lança "Noites Roubadas". (Foto: Divulgação)
Editora Galera lança “Noites Roubadas”. (Foto: Divulgação)

O maior desejo de Lenah Beaudonte, uma poderosa vampira da era vitoriana, era se tornar humana novamente. Para realizar esse sonho, Rhode, o amor de sua vida, aceitou se sacrificar pela garota. Entretanto, em Noites roubadas, segundo volume da série “Dias infinitos”, a ex-vampira consegue realizar a mesma cerimônia para transformar o amigo Vicken em humano sem sofrer nenhuma consequência fatal.

Isso não significa, porém, que Lenah está fora de perigo. A mágica usada no ritual atraiu alguém a Lover’s Bay: uma vampira que busca a fórmula para realizar a cerimônia. E ela está disposta a matar todos os amigos de Lenah para conseguir o que quer.

Como se não bastasse, a cerimônia também despertou a raiva dos Aeris, os quatro elementos do mundo natural, responsáveis pelo equilíbrio da Terra. O que ela e Rhode fizeram ao manipular os elementos é contra as leis da natureza e, por isso, a ex-vampira deve ser julgada. Ela será obrigada a fazer uma escolha impossível entre o amor e a vida.

Rebecca Maizel é formada pela Boston University e tem mestrado na Rhode Island College. Leciona em uma escola técnica de Rhode Island e cursa o mestrado de Belas Artes no Vermont College. Visite seu site: rebeccamaizel.blogspot.com.

V&R Editoras lança “A maldição do vencedor”

Livro de Marie Rutkoski inaugura o novo selo Plataforma 21, destinado ao público jovem

V&R Editora lança primeiro livro de uma trilogia. (Foto: Divulgação)
V&R Editora lança primeiro livro de uma trilogia. (Foto: Divulgação)

Aclamado pela crítica e público norteamericano — e reconhecido como “uma mistura de Game of Thrones com Romeu e Julieta para adolescentes”.

A maldição do vencedor, da escritora Marie Rutkoski, chegou às livrarias brasileiras em junho de 2016, inaugurando o selo da V&R Editoras para o público jovem: Plataforma 21.

Muito aguardado pelos leitores brasileiros, o livro conta a história da jovem Kestrel, filha do general Trajan, o mais importante e condecorado do Império Valoriano. Ao completar 18 anos, a jovem deve tomar uma decisão: se casar com algum membro da sociedade ou se alistar no exército. Mas ela não se interessa por nenhuma dessas opções: tudo o que ela quer é ser dona do próprio destino.

Certo dia, enquanto circula por uma feira na área menos nobre da cidade, Kestrel se depara com um leilão de escravos. Desafiando seus próprios instintos, ela acaba participando do leilão e paga um preço muito elevado por Arin, um escravo incomum aos olhos de todos. Arin é impetuoso, se recusa a obedecer determinadas ordens e aparenta esconder um grande segredo. No decorrer da história, Kestrel e Arin acabam se envolvendo em conspirações e acontecimentos que fogem ao controle deles, e precisam contar com estratégias para sobreviver.

“É uma história de amor e inteligência, na qual duas pessoas muito sintonizadas com o mundo ao seu redor são capazes de fazer um tipo de dança mental uma com a outra”, define a autora. A ideia do livro surgiu, segundo ela, em uma aula de arte clássica na universidade e sobre uma conversa a respeito do termo “maldição do vencedor” – jargão utilizado nas ciências econômicas para indicar que o valor gasto em uma compra pode ser excessivamente maior que o valor real do objeto adquirido. É uma vitória vazia, em que se ganha e se perde ao mesmo tempo. Inspirada por este conceito, a autora imaginou uma situação em que alguém conquistasse algo que lhe custasse um alto preço emocional.


A maldição do vencedor é o primeiro volume da Trilogia do Vencedor, que ainda conta com O crime do vencedor, prometido pela Plataforma 21 para o segundo semestre de 2016, e O beijo do vencedor, previsto para o primeiro semestre de 2017.

V&R Editoras lança “A maldição do vencedor”

Livro de Marie Rutkoski inaugura o novo selo Plataforma 21, destinado ao público jovem

V&R Editoras lança "A maldição do vencedor". (Foto: Divulgação)
V&R Editoras lança “A maldição do vencedor”. (Foto: Divulgação)

Aclamado pela crítica e público norteamericano — e reconhecido como “uma mistura de Game of Thrones com Romeu e Julieta para adolescentes” —, A maldição do vencedor, da escritora Marie Rutkoski, chega às livrarias brasileiras em junho de 2016, inaugurando o selo da V&R Editoras para o público jovem: Plataforma 21.

Muito aguardado pelos leitores brasileiros, o livro conta a história da jovem Kestrel, filha do general Trajan, o mais importante e condecorado do Império Valoriano. Ao completar 18 anos, a jovem deve tomar uma decisão: se casar com algum membro da sociedade ou se alistar no exército. Mas ela não se interessa por nenhuma dessas opções: tudo o que ela quer é ser dona do próprio destino.

Certo dia, enquanto circula por uma feira na área menos nobre da cidade, Kestrel se depara com um leilão de escravos. Desafiando seus próprios instintos, ela acaba participando do leilão e paga um preço muito elevado por Arin, um escravo incomum aos olhos de todos. Arin é impetuoso, se recusa a obedecer determinadas ordens e aparenta esconder um grande segredo. No decorrer da história, Kestrel e Arin acabam se envolvendo em conspirações e acontecimentos que fogem ao controle deles, e precisam contar com estratégias para sobreviver.

“É uma história de amor e inteligência, na qual duas pessoas muito sintonizadas com o mundo ao seu redor são capazes de fazer um tipo de dança mental uma com a outra”, define a autora. A ideia do livro surgiu, segundo ela, em uma aula de arte clássica na universidade e sobre uma conversa a respeito do termo “maldição do vencedor” – jargão utilizado nas ciências econômicas para indicar que o valor gasto em uma compra pode ser excessivamente maior que o valor real do objeto adquirido. É uma vitória vazia, em que se ganha e se perde ao mesmo tempo. Inspirada por este conceito, a autora imaginou uma situação em que alguém conquistasse algo que lhe custasse um alto preço emocional.


A maldição do vencedor é o primeiro volume da Trilogia do Vencedor, que ainda conta com O crime do vencedor, prometido pela Plataforma 21 para o segundo semestre de 2016, e O beijo do vencedor, previsto para o primeiro semestre de 2017.

 

Animais Fantásticos e Onde Habitam – Liberado novo trailer oficial do filme!

Por Legião dos Heróis

Foi liberado pela Warner Bros. um novo trailer oficial deAnimais Fantásticos e Onde Habitam, filme que mostrará mais do universo mágico apresentado na franquia Harry Potter. Confira!

Animais Fantásticos e Onde Habitam começa em 1926, quando Newt Scamander (Eddie Redmayne ) acaba de completar uma excursão global para encontrar e documentar um grande acervo de criaturas mágicas.

Ele chega à Nova York para uma parada breve, que ele poderia ter entrado e saído sem nenhum incidente… Se não fosse por um No-Maj (termo americano para trouxa) chamado Jacob, uma maleta trocada e o escape de algumas das criaturas mágicas de Newt, que podem trazer problemas para o mundo mágico e o dos No-Maj.

O filme conta com Eddie Redmayne, Katherine Waterston, Alison Sudol, Colin Farrell, Samantha Morton e Ezra Miller no elenco. O filme será dirigido por David Yates, que dirigiu os últimos quatro filmes da saga Harry Potter, e terá roteiro de J.K. Rowling.