Arquivo da tag: Tupiniquim Mandala Imperial Stout

Conheça sete cervejas perfeitas para o inverno

Lista do Clube do Malte traz variedades escuras, encorpadas e com maior teor alcoólico para aquecer os dias mais frios do ano

O inverno chegou tímido, mas deve mostrar toda a sua força nos próximos dias. O momento é ideal para a apreciação de bebidas quentes, vinhos e também cervejas. É muito comum que as pessoas associem cervejas ao verão, mas existem variedades perfeitas para serem consumidas na estação mais fria do ano. Tipos mais escuros, encorpados e com maior teor alcoólico combinam muito bem com as baixas temperaturas.

De acordo com Ana Komar, jornalista e sommelier do Clube do Malte, maior e-commerce de cervejas especiais do Brasil, há sempre uma variedade para cada estação. “Diferente do verão em que buscamos por cervejas mais aromáticas e refrescantes, no inverno, nosso corpo pede por cervejas mais alcoólicas, normalmente acima de 7%, e mais encorpadas. É a oportunidade perfeita para degustar cervejas mais complexas”, explica.

Nesta época, também ganham destaque opções mais densas e cremosas, licorosas, com sabores mais complexos e com aromas marcantes, como os frutados, amadeirados, tostados e adocicados. Há também cervejas que reúnem em suas características a presença de especiarias, aromas e sabores de café ou chocolate.

Para ajudar na escolha, o Clube do Malte preparou uma lista com as melhores sugestões para o inverno. Confira:

Hocus Pocus Magic Trap

Estilo: Belgian Strong Golden Ale

ABV:  8,5%

Hocus Pocus Magic Trap é uma Belgian Strong Golden Ale que, no primeiro momento, parece uma cerveja leve mas esconde a potência típica de uma cerveja belga. Com excelente drinkability, apresenta coloração âmbar, espuma de boa formação e notas frutadas que estão equilibradas com leve dulçor e amargor no final. Foi considerada pelos usuários do Untappd, rede social para compartilhamento de dicas e avaliações de cerveja, a melhor Belgian Golden Strong Ale do Brasil.

Dádiva Quatre Vierge

Estilo: Strong Golden Ale

ABV: 12%

A Dádiva Quatre é uma série de rótulos comemorativos de quatro anos da cervejaria paulista Dádiva. Todos têm como base o estilo Strong Golden Ale e são unidos pela temática do vinho: Quatre ViergeQuatre BlancQuatre Rouge e Quatre Ménage. Todas têm 12% de teor alcoólico.

Tupiniquim Mandala Imperial Stout

Estilo: Imperial Stout

ABV: 12%

Misticismo, crenças e lendas revelam respostas por muitas vezes ocultas. Você pode encontrar suas respostas na cerveja Tupiniquim Mandala Imperial Stout. Uma cerveja potente, de cor escura, 12% de teor alcoólico e com notas de chocolate amargo, café e baunilha nos aromas e sabores.

Erdinger Pikantus

Estilo: Weizenbock

ABV: 7,3%

Erdinger Pikantus é uma cerveja marcante e de personalidade, indicada para os amantes de cervejas fortes. Ela usa trigo escuro selecionado, maltes de cevada e um processo mais demorado de amadurecimento. Possui uma coloração escura e turva, com uma espuma cremosa e que dura bastante. No aroma, logo nota-se o cravo, frutas e banana. Apesar do seu teor alcoólico de 7,3%, é uma cerveja muito equilibrada, em que quase não se nota o álcool. 

Fuller’s Golden Pride

Estilo: Barley Wine

ABV: 8%

Uma cerveja tão alcoólica quanto um vinho, a Fuller’s Golden Pride é quase um romance. É preciso saborear cada minuto, sua degustação deve ser longa, pois os aromas e sabores desta cerveja vão evoluindo com o passar do tempo e ela vai ficando melhor em temperaturas mais mornas. Seu rico perfil maltado é bem balanceado com lúpulos cítricos e frutados, a fermentação com levedura inglesa traz ésteres em alta quantidade remetendo a ameixas secas e uva passas. Encorpada e quente por causa do álcool, esta cerveja é de coloração cobre intensa, com baixa formação e retenção de espuma, colarinho bege e cremoso. Aproveite cada gole!

Schlenkerla Marzen Rauchbier

Estilo: Rauchbier

ABV: 5,1%

As cervejas defumadas, conhecidas como rauchbier, a exemplo da Schlenkerla Marzen Rauchbier, são típicas de Bamberg, região da Baviera. Os maltes são defumados com madeira da região, o que a faz ter fortes aromas e sabores de fumaça. O aroma é bem peculiar, além de fumaça, pode-se notar bacon e molho barbecue. No paladar mais defumado, sabores interessantes de churrasco e cinzas. Uma cerveja bastante agradável de beber, principalmente, acompanhada de assados e churrascos.

Fullers London Porter

Estilo: Brown Porter

ABV: 5%

Rico em aromas e sabores do malte como chocolate, biscoito, caramelo e toffe, as Portes são um estilo moderno que começaram a ser produzidas em Londres, mas que desapareceram pouco tempo após seu surgimento. Mas graças à Fullers London Porter este estilo foi ressuscitado e hoje é um dos estilos escuros mais consumidos do mundo. Cremosa e encorpada, esta cerveja é perfeita para acompanhar sobremesas com frutas ou chocolate, realçando o sabor doce do prato e ao mesmo tempo equilibrando com um leve amargor.  

Dica

Nada de estupidamente gelada. Para as cervejas de inverno o ideal é servir com temperatura entre 8ºC e 16ºC. As mais alcoólicas pedem por temperaturas mais elevadas, entre 12ºC e 16ºC. Cervejas muito geladas congelam as papilas gustativas e acabam por impedir a apreciação de seus aromas e sabores por completo.