Arquivo da tag: Turismo Rural

Turismo rural: descanso absoluto e experiências únicas no Alentejo

Região portuguesa tem hotéis acolhedores e inesquecíveis em meio ao campo

Para quem não conhece o termo, o turismo rural pode lembrar longas tardes ensolaradas passadas no sítio de um avô, com direito a cochilos na rede e muito calor. Mas o conceito desse tipo de viagem vai muito além do cenário campestre: ele tem a intenção de colocar as pessoas em contato com a natureza por meio de experiências autênticas e tradicionais do local.

O Alentejo, maior região de Portugal, é um importante destino de turismo rural, com diversas propriedades com muito verde e sossego, localizadas bem longe de grandes cidades. Muito diferentes de redes de hotéis e resorts, essas opções de hospedagem alojam poucas pessoas por vez, garantindo acolhimento, tranquilidade e a deliciosa experiência de sentir-se em casa, mesmo em outro continente.

Turismo rural é uma das opções em Alentejo. (Foto: Divulgação)

Hospedar-se em uma propriedade rural nada tem de tedioso. Claro, são lugares excelentes para a prática do dolce far niente – ou ócio prazeroso. Longe do trabalho, dos estudos e das obrigações, é maravilhoso deixar de lado o celular e junto com ele as preocupações, e simplesmente aproveitar o sol, o som dos pássaros, um bom livro ou um momento de descanso absoluto.

No entanto, essas não são as únicas opções. No Agroturismo Monte Alto, que fica em Campo Maior, próximo à fronteira com a Espanha, há uma deliciosa piscina para curtir no verão. Já o Monte do Giestal, perto de Santiago do Cacém, conta com um excelente spa para garantir que seus hóspedes relaxem, com hidromassagem, sauna, banho turco, massagens e muito mais.

Também em Santiago do Cacém está o Santiago Hotel Cooking & Nature, que se dedica à gastronomia. Todos os dias, de manhã e à tarde, há workshops planejados pelo chef Daniel Censi, que ensinam uma variedade de coisas, como a fazer sobremesas, smoothies ou preparar refeições no forno a lenha.

Na Herdade da Matinha, em Cercal do Alentejo, o destaque são os cavalos, criados com tanto cuidado e carinho que são considerados membros da família. É possível explorar os arredores com eles ou participar de workshops que são verdadeiras jornadas de autoconhecimento. A herdade ainda oferece aulas de ioga e piqueniques, além de experiências de agricultura sustentável, como colher ingredientes na horta biológica ou plantar uma árvore.

Próximo a Beja está o Vila Galé Clube de Campo, onde é possível sobrevoar os campos em um passeio de balão. Há também safáris de jipe, tiro aos pratos, moto 4, paintball, canoagem e muito mais.

Além de todas as possibilidades oferecidas pelos hotéis e herdades do Alentejo, vale lembrar que também é possível explorar as atrações turísticas da região, que incluem patrimônios históricos e naturais impressionantes.

Turismo rural: passeios para colher lichia em Itu atraem milhares de visitantes

O contato direto com a natureza e a chance de saborear deliciosas lichias direto no pé, à vontade, têm atraído milhares de visitantes ao Parque Maeda, em Itu. Desde que os passeios à plantação foram abertos, no começo de dezembro, o local tem recebido turistas de diversas regiões do estado de São Paulo e da capital.

São mais de 900 pés da fruta distribuídos em uma área de 75 mil metros quadrados. Os pés ainda estão carregados e a estimativa para este ano é que a produção seja de 25 toneladas. O público pode colher as lichias direto do pé e saboreá-las à vontade, ao preço de R$ 20, que inclui o passeio de trenzinho até a plantação. É possível, ainda, levá-las para casa ao preço de R$ 10,00 o quilo. As visitas seguem até a primeira quinzena de fevereiro.

O passeio começou em 2008 e, desde então, tem recebido visitantes de diversas regiões do estado e de grandes centros urbanos, onde a oportunidade de colher fruta direto do pé é quase inexistente. Daí o interesse cada vez maior pela atração do Parque Maeda – de dezembro até a primeira semana de janeiro, já passaram pela plantação mais de 3 mil pessoas.   

A lichia é muito comum na China e no sudeste da Ásia e, pelo seu alto potencial antioxidante, atua na prevenção de doenças cardiovasculares, inflamações, câncer, hipertensão, diabetes. Além disso, exerce ação antienvelhecimento precoce.

Cidade de Socorro (SP) é destino ideal para os apreciadores do turismo rural

Visitar plantações de café e conhecer o processo de produção da cachaça artesanal estão entre os passeios possíveis 

Mesmo sendo conhecida como a “cidade da aventura”, uma das raízes da estância turística de Socorro, localizada na Serra da Mantiqueira, são as muitas atividades rurais oferecidas pelos seus estabelecimentos locais. O turista tem a oportunidade de viajar pela história da produção do café brasileiro ao visitar fazendas e plantações, acompanhar a fabricação de produtos campesinos e realizar típicas tarefas rurais, como ordenha de animais e colheita de frutas. 

Rancho Pompéia1 P.jpg
Rancho Pompeia oferece comidas típicas de Socorro. (Foto: Divulgação)

O Empório do Cristo, localizado no Mirante do Cristo Redentor, é um dos locais onde é possível encontrar produtos fabricados nas propriedades rurais de Socorro, como geleias, compotas, cachaça, bolos, pães, licores e café. Essas deliciosas iguarias interioranas também estão à venda no Horto Municipal, onde são expostas todos os finais de semana pelo núcleo de turismo rural. Nele, os visitantes também têm a oportunidade de participar de atividades educativas relacionadas ao plantio de espécies nativas da região. 

Os restaurantes da cidade também são pontos de parada obrigatórios para quem deseja provar uma refeição com pratos típicos da culinária caipira. O Rancho Pompeia e o Sabores do Curupira, por exemplo, proporcionam uma imersão completa no mundo rural com os seus almoços agendados. O primeiro oferece também o tradicional café caipira, com pães caseiros, queijos frescos, bolos, frutas, geleias, além de passeios a cavalo para toda a família. Já o segundo oferece cafés da tarde e uma degustação de seus deliciosos e variados produtos.

Socorro ainda conta com marcas próprias de bebidas, como o Café 7 Senhoras, as cachaças do Alambique Pioneira e as cervejas artesanais da Quinta do Malte, sem contar a grande variedade de marcas de cerveja encontradas na cervejaria Ecobier. Os turistas mais curiosos podem conhecer os locais onde estes produtos são fabricados através dos roteiros do Roda Socorro, que garante o transporte pelos mais diversos atrativos turísticos da cidade. O roteiro “Santo Mé”, além do visual espetacular em meio às montanhas no Caminho Turístico do Rio do Peixe, permite uma visita a uma cachaçaria local, com degustação de até cinco sabores de cachaças e compotas. Já o “Pioneira” inclui uma visita ao local onde é realizado o processo de produção da cachaça artesanal, seguida de uma degustação de todos os produtos gratuitamente, e ao Empório Nova Vida, onde é possível adquirir os produtos orgânicos da cidade.

Para mais informações sobre o turismo rural na cidade de Socorro, acesse www.socorro.tur.br.