Arquivo da tag: Viajar

Inverno na Europa: as grandes vantagens de se viajar no frio

Em Londres ou Paris, as hospedagens do mais alto padrão de conforto estão no Prince Akatoki London, Le Burgundy e Le Cinq Codet

Para aqueles que não se intimidam pelo frio, viajar no inverno tem suas vantagens. Além dos preços mais camaradas típicos da baixa estação, as atrações estão mais vazias, o que significa desviar das multidões e enfrentar menos filas. Em países do hemisfério norte, como Inglaterra e França, que possuem culturas tão diversas da brasileira, isso também se manifesta na possibilidade de imersão no estilo de vida local. Desde a elegância das vestimentas ao comportamento expresso pelos lugares que frequentam – como pubs e cafés mais acolhedores -, é nesta época do ano que traços do jeito de ser europeu se revelam. Estas são, na verdade, as experiências que trazemos na mala para a vida. 

Uma das atividades mais gostosas de se fazer nas baixas temperaturas é comer. Às margens do Rio Tâmisa, em Londres, cabanas de madeira são construídas para que os visitantes se deliciem com os sabores do mundo no Mercado de Inverno de Southbank. Já no tradicional Borough Market, é hora de provar a cidra regional e o vinho quente para esquentar o corpo. Se os ventos soprarem com mais intensidade do polo norte, considere se abrigar numa casa de espetáculos, boa desculpa para assistir a um musical de West End ou um balé clássico no Royal Opera House.

Os monumentos e ruas principais, a exemplo da Torre de Londres, Piccadilly Circus e Oxford Street, ganham luzes multicoloridas. Então, a aura de conto de fadas começa a imperar pela paisagem urbana a enfeitar o característico cinza celeste da capital inglesa. Em Kew Gardens, um túnel de mini lâmpadas cintilantes criam uma atmosfera mágica. As vitrines recebem tratamento natalino e corais se apresentam na Trafalgar Square. Nas St. Katherine Docks, clássicos de Natal são exibidos num festival de filmes e o Hyde Park vira uma floresta secreta com esculturas de gelo e criaturas míticas na Winter Wonderland.

Para se abrigar do frio com absoluto conforto, na região vizinha ao parque – em Marylebone – está o The Prince Akatoki London. Este hotel cinco estrelas leva a Londres o conceito de hospitalidade japonês com apreço aos detalhes, minimalismo nas formas e suavidade das cores de seus 82 apartamentos e áreas comuns. Tudo para criar um ambiente relaxante para o descanso.

Uma vez aclimatado, não será necessário sair de suas instalações nem para jantar. O restaurante TOKii oferece em pratos o espírito oriental da célebre culinária nipônica, enquanto o The Malt Lounge & Bar promove a união entre os dois lados do mundo. Durante o dia, o bar se converte em um salão de chá para que se possa vivenciar o ritual símbolo das duas culturas. 

A um voo curto ou rápida viagem de trem, seguir para Paris é definitivamente algo inevitável. Ainda mais romântica sob clima invernal, a Cidade Luz irradia brilho ao longo da Champs-Élysées até que ela culmine no Arco do Triunfo resplandecente. Aos pés da icônica Torre Eiffel há uma pista de patinação no gelo, algo que também pode ser encontrado em outros pontos da capital francesa. Pelo Forum des Halles e no Grande Palais de Glaces a diversão se desdobra, assim como – pela primeira vez – nas Galeries Laffayette, lugar perfeito para procurar por presentes de Natal. 

Depois de caminhar por corredores de lojas e avenidas adornadas, nada substitui o bem-estar que o Le Burgundy pode lhe dar. Cheio de personalidade, este hotel é o epítome da elegância parisiense. No design de interiores, a nobreza de materiais e dos objetos de colecionadores. Na localização, o prestígio e as vantagens de se estar tão bem posicionado, na centralidade do primeiro arrondissement, próximo ao Museu do Louvre.  Já o hotel Le Cinq Codet se firma como opção mais contemporânea na Rive Gauche, com forte apelo arquitetônico dos anos 30, no estilo Art Déco de sua fachada. Pelas varandas dos quartos, a vista incomparável da Torre Eiffel e o Palácio Nacional Les Invalides.

Os hotéis Prince Akatoki London  (www.theprinceakatokilondon.com), Le Burgundy (www.leburgundy.com/pt/)  e Le Cinq Codet (www.lecinqcodet.com/pt/) são representados no Brasil pela Key Partners (www.keypartners.com.br), de Sylvia Leimann.

4 destinos imperdíveis para curtir as férias de julho

Que o mês de julho é sinônimo de férias nós já sabemos. E que tal aproveitar essa época para conhecer lugares incríveis pelo Brasil? O ViajaNet selecionou quatro destinos para curtir com a família durante todo o inverno, seja em regiões de temperaturas mais baixas ou refúgios ensolarados imperdíveis. Confira!

Monte Verde, Minas Gerais

image014
(Foto: Divulgação)

Aprecia boa gastronomia e visuais de tirar o fôlego? Essas experiências e muitas outras podem ser vividas em Monte Verde, localizada em Minas Gerais, a cerca de 160 km de São Paulo. A cidade mineira é famosa por receber turistas no meio do ano, e está repleta de charmosas pousadas e atividades para curtir com a família. Acolhedor, o distrito oferece lazer, passeios e aventuras. Quando estiver por lá, não deixe de experimentar os deliciosos fondues, servidos em diversos pontos gastronômicos da cidade.

Fortaleza, Ceará

image015
(Foto: Divulgação)

Fortaleza é o destino ideal para quem quer fugir do frio típico no sul e sudeste. A capital cearense proporciona atividades durante o dia e a noite, como a Praia do Futuro, a orla central ou até mesmo conferir as programações culturais. Os passeios preferidos durante a estadia por lá são a volta de buggy nas dunas, as falésias coloridas e o Beach Park, parque aquático mais requisitado da cidade. Visite os bairros de Valjota e Aldeota para provar o baião de dois e a carne de sol, as tapiocas do Messejana e a lagosta do bairro do Curuípe.

Urubici, Santa Catarina

image016
(Foto: Divulgação)

Localizado no Vale do Rio Urubici, na Serra Catarinense, a cidade é charmosa e surpreendente. Com diversas atrações naturais e atividades acessíveis, como montanhas e cavernas, a cidade é um prato cheio para os ecoturistas. Na hora de fazer as malas, não esqueça de reforçar os casacos de frio, o município catarinense registra uma das temperaturas mais baixas do país e costuma nevar nos meses de inverno!

Caldas Novas, Goiás

image017
(Foto: Divulgação)

Autodeclarada “A maior estância hidrotermal do mundo”, com águas termais que brotam naturalmente entre 30 e 57º, Caldas Novas é perfeita para as férias em família. Fora as piscinas naturais, que são a atração principal do município, a Feira do Luar, tradicional na cidade, o Casarão do Gonzaga, que expõe a história local e o Parque Estadual Serras de Caldas, área de cerrado reservado, com trilhas e cachoeiras, são outras programações fantásticas para curtir durante as férias.

Descubra Turismo oferece pacote ideal para desbravar a Chapada dos Veadeiros

Destino está localizado em Goiás, a pouco mais de 200 km de Brasília

Natureza exuberante, oferta sem fim de cachoeiras e um cenário de encher os olhos por todos os lados. Assim é a Chapada dos Veadeiros, no Estado de Goiás, que até outubro apresenta as melhores condições aos visitantes, já que chove menos e o campo fica repleto de flores. Uma das regiões com a maior concentração de água potável do mundo é famosa por oferecer excelentes condições para caminhadas de curta e longa duração, banhos refrescantes em suas quedas d’água e por ser um destino perfeito para quem deseja relaxar. Especializada em roteiros de ecoturismo e turismo de aventura, a operadora Descubra Turismo (www.descubraturismo.com.br) oferece uma série de pacotes para conhecer o lugar.

viagem-veadeiros.jpg
Cachoeira na Chapada dos Veadeiros. (Foto: Divulgação)

Para o feriado de Corpus Christi, em junho, a empresa preparou um roteiro de quatro noites, saindo de São Paulo, voando até Brasília e seguindo de transfer até Alto Paraíso (https://www.descubraturismo.com.br/viagem-nacional/chapada-dos-veadeiros-corpus-christi/). Com direito a transporte local para os passeios, o pacote inclui ida ao Vale dos Macaquinhos ou à Cachoeira de Santa Bárbara, aos Saltos do Rio Preto, à Cachoeira do Garimpão, às Cataratas dos Couros e ao Vale da Lua, o ponto mais concorrido da Chapada. A opção inclui quatro diárias em pousada com café da manhã, quatro almoços tardios, três lanches durante as trilhas e ingressos para as atrações. A operadora oferece ainda cortesia de ida e volta para o Aeroporto de Guarulhos, em transporte executivo, para os residentes em São Paulo. A parte terrestre, por pessoa, custa a partir de R$ 1.860, enquanto a aérea sai por R$ 820.

vale-da-lua-veadeiros.jpg
Chapada dos Veadeiros. (Foto: Divulgação)

A Descubra Turismo disponibiliza ainda um roteiro completo, de sete noites, e um mais curto, de três noites, para o destino.

Para mais informações sobre esses e outros roteiros, acesse www.descubraturismo.com.br.

10 dicas essenciais para viajar de trem pela Europa

Tudo o que você precisa saber para ter uma viagem tranquila e aproveitar seu passeio ao máximo

O trem é o modo mais eficiente, seguro e confortável para viajar entre os destinos da Europa. Mesmo que o turista não esteja habituado com este tipo de transporte, não há razão para se preocupar.

A Rail Europe é líder na distribuição de bilhetes e passes dos trens europeus. Para ajudar os aventureiros iniciantes, a companhia preparou uma lista com 10 dicas que todo viajante precisa saber antes de embarcar em uma viagem de trem pelo Velho Continente.

Vagao Bar Buffet dos trens Thalys - Credito Rail Europe.jpg
Rail Europe dá dicas para aproveitar a viagem de trem pela Europa. (Foto: Divulgação)

1) As estações são de fácil acesso

Você vai conseguir chegar com muita facilidade nas estações. Em geral, elas estão localizadas no centro das cidades, o que ajudará na economia de tempo, não sendo necessário se preocupar com grandes deslocamentos, como os que ocorrem para acessar os aeroportos.

2) Bagagem: quanto mais leve e menor, melhor

Viajar de trem deve ser prático. Entrar e sair dos vagões com uma mala pesada não é uma tarefa muito fácil. Por isso, pense e planeje bem para levar somente o essencial.

3) Pontualidade

Ser pontual é regra nos trens. Se a sua partida está marcada para 15h43, nesse horário você deve estar dentro do vagão e não chegando à plataforma. Isso irá ajudá-lo a evitar que você perca os passeios que planejou por tanto tempo.

4) Sem check-in

Não é necessário realizar o procedimento de check-in: basta entrar no trem com seus pertences. Por isso, é importante chegar com antecedência de 15 a 30 minutos para encontrar a plataforma de embarque e o vagão indicado na sua passagem.

5) Validação do bilhete

Ao contrário das passagens de avião, nos trens a checagem dos bilhetes acontece somente durante a viagem. Um profissional da empresa irá carimbar o seu ticket para validá-lo e pronto! Você já pode relaxar e aproveitar a paisagem.

6) Planeje o seu trajeto

O planejamento na hora de comprar as passagens é essencial, pois existem opções de trens mais rápidos que economizam um tempo precioso. Trechos que contam com trens de alta velocidade são muito procurados e as passagens econômicas podem se esgotar rapidamente.

7) Viajar de trem à noite pode te ajudar a economizar

Conseguir guardar aquele dinheiro extra durante as viagens pode ser mais fácil do que imagina. Optar por um percurso longo durante a noite, por exemplo, é uma excelente alternativa para poupar gastos com quartos de hotel.

8) Compre suas passagens com antecedência

Com a Rail Europe, é possível comprar passagens pelo site e garantir bons descontos. Acessando www.raileurope.com.br, o viajante faz reservas de assentos com possibilidade de entrega dos bilhetes na tranquilidade do lar, sem precisar entrar em filas nas estações.

9) Você pode fazer um lanche dentro do próprio trem

Bateu uma fome durante o trajeto? Basta seguir até o vagão-restaurante ou utilizar o serviço de snack bar. Nem todos os trens têm o serviço disponível, por isso, é importante verificar antes. Caso viaje de primeira classe, o atendimento pode oferecer café, chá, snacks ou refeições.

10) Fique atento às estações para não perder a sua parada

As paradas nem sempre são avisadas ou podem ser anunciadas em uma língua que você não conhece. A dica nesses casos é anotar o horário de chegada previsto e os nomes das últimas estações que precedem o seu local de destino.