Arquivo da tag: Vinho

Miolo Lote 43 Safra 2018, o quarto lendário da Miolo

(Foto: Divulgação)

Ícone do Vale dos Vinhedos nasce do vinhedo implantado pelo imigrante Giuseppe Miolo

O quarto rótulo da série The 2018´s Seven Legendaries of Miolo – os Sete Lendários” é o grande ícone da marca no Vale dos Vinhedos, o Miolo Lote 43. Elaborado a partir das uvas Merlot e Cabernet Sauvignon, selecionadas manualmente, este vinho é um corte harmônico feito pelo enólogo da família, Adriano Miolo. Com alto poder de guarda, este vinho também carrega o selo de Denominação de Origem Vale dos Vinhedos (DOVV), além de vegano e livre de alergênicos. São 84 mil garrafas que testemunham o que o enólogo Adriano Miolo afirma: “2018 é a melhor safra da história da Miolo”.

Feito somente em safras excepcionais, o Miolo Lote 43 foi criado para homenagear o patriarca Giuseppe Miolo e se tornou emblemático. Esta será a oitava safra do vinho. O rótulo foi lançado nas safras 1999, 2002, 2004, 2005, 2008, 2011, 2012 e agora 2018. “Todo nosso amor ao vinho e à história da família Miolo está engarrafado neste vinho, que simboliza todo legado passado de geração a geração”, celebra Adriano Miolo.

Impossível falar da Miolo sem falar do Lote 43. A história deste grande vinho começou ainda em 1897, quando Giuseppe cruzou o Atlântico vindo da Itália. Ao chegar no Vale dos Vinhedos, ao se estabelecer no Lote 43, onde plantou as primeiras mudas de videiras. Provavelmente, ele não imaginava o que seus filhos, netos e bisnetos fariam nas décadas seguintes. Hoje, 31 anos após a fundação da Vinícola Miolo, o Lote 43 se tornou o retrato de uma saga de pioneirismo que ampliou as fronteiras do vinho no Brasil e no mundo. A partir do Lote 43, a Miolo criou grandes ícones e viveu importantes momentos, transformando a empresa na maior produtora de vinhos finos do país, chegando a mais de 30 países de todos os continentes e acumulando mais de mil premiações internacionais.

Quem visita a unidade da Miolo no Vale dos Vinhedos tem a oportunidade de não apenas conhecer como também caminhar entre as fileiras de espaldeiras deste vinhedo que majestosamente cerca a vinícola. No tour, também é possível passear pelas caves subterrâneas onde o vinho já engarrafado adormece, aguardando o momento ideal para ir ao mercado. A experiência se completa no varejo, podendo tanto degustar quanto adquirir o vinho.

O vinho

De cor rubi muito intensa e profunda, tem superior intensidade aromática, com notas de ameixa, tabaco, trufas, cacau, cravinho, além de sutis e elegantes aromas terciários. Apresenta elevada estrutura e bom volume de boca, com taninos redondos que, aliados à adequada acidez gerada pela fruta com excelente maturação, conferem ao seu desfrute um singular frescor e ímpar equilíbrio. A temperatura ideal para degustação é de 16ºC a 18ºC.

O Miolo Lote 43 harmoniza muito bem com a praticidade da culinária italiana e o requinte da culinária francesa. Pela sua complexidade de aromas e textura macia, pede pratos igualmente sofisticados, com ingredientes nobres. Assados de carnes de caça, o churrasco gaúcho, em especial o espeto de medalhões de picanha, e as carnes com certo teor de doçura, alta maciez e suculência, realçam o seu brilho.

Os Sete Lendários

A Safra 2018 será compartilhada na taça através do lançamento dos  ‘Sete Lendários’ da Miolo. The 2018´s Seven Legendaries of Miolo. Os sete grandes vinhos serão lançados ao longo do primeiro semestre de 2020. São rótulos ícones das quatro regiões onde a marca está presente com vinhedos e unidades de produção: Miolo – Vale dos Vinhedos (RS), Terranova – Vale do São Francisco (BA), Fortaleza do Seival / Candiota – Campanha Meridional (RS) e Almadén / Santana do Livramento, Campanha Central (RS).

“Nos 30 anos da Miolo, podemos dizer que tivemos duas grandes safras, a de 2005 e a de 2018. Ambas foram semelhantes climatologicamente, porém muito diferentes do ponto de vista tecnológico. 2018 é, com certeza, a melhor safra da nossa história. Por isso, nós a chamamos de Lendária”, comemora Adriano Miolo. Ele explica, ainda, que a Safra 2018 ficará na história da Miolo, pois a vinícola produzirá todos os seus grandes vinhos elaborados, exclusivamente, em safras excepcionais. “Uma safra de qualidade como esta vem para coroar todo o trabalho de dedicação e inovação que foi realizado ao longo dos anos em prol da melhoria da qualidade”, afirma Adriano Miolo.

Lançamentos Safra 2018

1.       Miolo Merlot Terroir – Miolo / Vale dos Vinhedos

2.       Testardi Syrah – Terranova / Vale do São Francisco

3.       Quinta do Seival Cabernet Sauvignon – Seival / Campanha Meridional

4.       Miolo Lote 43 – Miolo / Vale dos Vinhedos

5.       Quinta do Seival Castas Portuguesas – Seival / Campanha Meridional

6.       Sesmarias – Seival / Campanha Meridional

7.       Vinhas Velhas Tannat – Almadén / Campanha Central

Casa Valduga amplia portfólio da linha Terroir com vinho Syrah

Elaborado com uvas de origem chilena, lançamento explora novos terroirs internacionais

Valorizar o potencial de cada varietal, compreendendo que a alma do vinho está conectada ao clima, solo, relevo e à constante mudança dos ventos. Essas são as premissas que levaram à criação da linha Terroir Casa Valduga. A marca iniciou destacando o cultivo nas principais regiões vitícolas do Rio Grande do Sul, mas, sabendo das diversas possibilidades oferecidas pelo mundo do vinho, a Famiglia Valduga ousou ir além. A linha explora agora outro terroir: o vale do Maule, uma das mais tradicionais regiões vitícolas do Chile. Desta experiência nasce um novo rótulo, o Terroir Syrah Chile.

A elaboração dele conta com uma maior extração, e os oito meses de maturação nas barricas de carvalho francês, seguindo o padrão da linha, culminaram na sutil presença de cacau, couro e tabaco, além de fazer com que este vinho de médio corpo ganhe destaque pela delicadeza de seus taninos, comprovando a plena maturação da fruta. Seus aromas de ataque revelam um perfil frutado, que evidencia frutas negras, complementado por notas de pimenta preta e curry, características do varietal Syrah, que transfere complexidade ao conjunto. Sua acidez e teor alcoólico se complementam perfeitamente.

Devido a perfeita adaptação da casta às condições de clima e solo do Chile, a uva Syrah tornou-se uma das variedades emblemáticas do país. Com quase 500 anos de produção vitivinícola, o Chile conta com 14 regiões distintas, distribuídas em uma faixa de 1.200km de norte a sul. A combinação das influências costeiras e andinas criou as condições climáticas perfeitas para a produção de uvas saudáveis.

“O Chile é um produtor de muita qualidade, que é reconhecido pelo consumidor brasileiro. A partir deste entendimento, em 2017 passamos a acompanhar vinhedos de interesse no país, com o intuito de estudar as regiões e avaliar a escolha das uvas para a elaboração dos vinhos da linha. Em 2018, demos um salto muito importante nos processos de internacionalização da marca Casa Valduga, com o relançamento da linha Mundvs e o lançamento do Origem Cabernet Sauvignon Chile. Este ano, completamos uma nova e importante etapa deste processo com o lançamento do Terroir Syrah Chile”, destaca João Valduga, sócio e enólogo-chefe do Grupo Famiglia Valduga.

Dia dos Pais vegano com menu especial no Vaca Ateliê Culinário

O Vaca Ateliê Culinário, restaurante vegano instalado em Perdizes, vai comemorar o Dia dos Pais (11/08) com um prato especial no almoço, trazendo polpetone (recheado com calabresa artesanal e coberto com molho ao sugo e cream cheese de castanha de caju) acompanhado de arroz cateto com lâminas de amêndoas (R$ 36, valor que inclui o prato + uma taça de vinho). Para participar, não será necessário fazer reserva.

Vaca Ateliê Culinário é opção para o Dia dos Pais. (Foto: Divulgação)

O Vaca Ateliê Culinário é um espaço gastronômico vegano instalado em Perdizes, na Av. Prof. Alfonso Bovero, 323. Comandada pela chef Kamili Picoli, a casa abre todos os dias para o café da manhã completo, almoço – com opções de almoço executivo em dias de semana, a R$ 28 reais (com entrada, prato principal e suco natural). Às sextas, é servido um delicioso buffet de café da tarde, a R$ 30 por pessoa.

Entre as criações da chef estão capuccinos, pães, shakes, coquetéis, massas, risotos – com destaque para o de maracujá com redução de balsâmico, do novo cardápio -, fondues e sobremesas exclusivas, como as carolinas veganas, que, assim como bolos recheados e outros itens do cardápio, podem ser encomendadas para eventos.

NAMORADOS TÊM MENU ACESSÍVEL NA CANTINA MONTECHIARO

O menu fechado para o Dia dos Namorados na Cantina Montechiaro está com ótimo custo- benefício, o que em tempos de crise econômica colabora e muito pra não esfriar o romance. O cardápio para duas pessoas irá oferecer farto antepasto, prato principal, sobremesa e uma garrafa de vinho. O menu oferecido irá custar R$ 249, para duas pessoas.

O casal poderá escolher entre o pappardelle com ragu de pato, prato que faz parte da temporada Luciano Boseggia que acontece na cantina, ou pelo rigatoni com liguinça, funghi, shimeji e shitake, acompanhado de vitela ou escalope de filé mignon ao molho madeira.

Montechiaro oferece menu especial para o Dia dos Namorados. (Foto: Divulgação)

O antepasto é composto por pão italiano, bruschetta, trio com cenoura, berinjela e azeitonas, sardela (feita na própria casa) e manteiga. Tanto o pappardele como o rigatoni são artesanais e também produzidos na cantina. A sobremesa que faz parte do menu especial é o pudim de leite da casa e a garrafa de “um vinho honesto”, de acordo com o chef Daniel Montechiaro.

SOBRE A MONTECHIARO

O chef Daniel Montechiaro, formado em Gastronomia pela FMU de São Paulo, assumiu a tradicional cantina do Bexiga há alguns anos, quando da aposentadoria de seus pais. Apaixonado pela casa onde cresceu em meio a panelas e influenciado pelas cozinhas que estudou durante o curso, trouxe um pouco de modernidade ao cardápio. Segundo o chef,  uma das razões para manter o cardápio extenso é o fato dos clientes retornarem com freqüência só para degustar as receitas tradicionais. Mas a preferência pelo tradicional não limita a criatividade do chef, que assumiu a cozinha da casa com a missão de renovar a forma de preparo de massas e molhos, tornando-os mais leves, além de incluir pratos com ingredientes mais sofisticados.

Localizada no nostálgico bairro da Bela Vista, a Montechiaro é o tipo de cantina que atrai o cliente tanto pelo que representa para a história da cidade, como pela sua cozinha.

Por suas mesas já passaram personalidades que fazem parte da história do Brasil, como Fernando Henrique Cardoso, Orestes Quércia, Luiza Erundina e o senador Eduardo Suplicy.

Serviço:

Montechiaro – Rua Santo Antônio, 844 – Bela Vista Tel.: (11) 3259-2727

Horário de funcionamento: no almoço de terça à sexta das 11h30 às 15h e no jantar das 18h30 às 24h; sábado das 11h30 às 16h30 e das 18h30 às 24h; aos domingos 11h30 às 18h; Cartões de crédito: Mastercard e Visa; Cartões de débito: Mastercard e Visa; Cheques:sim; Tickets: Sodexo Cheques: sim; Área para fumantes: não; Acesso para deficientes: sim; Capacidade: 38 mesas e 150 lugares; Estacionamento ao lado, com manobrista: R$15; Ar condicionado: sim; Reserva: sim; Entrega em domicílio: não; Internet sem fio:não.

Portillo prepara programação especial em julho

Para o período entre os dias 13 e 20, a estação de esqui chilena reuniu o melhor de duas de suas semanas temáticas, uma com atividades para todas as idades e outra dedicada a vinhos

É julho, as crianças estão de férias, e você pensa na neve do Chile como opção de diversão. Mas, como também gosta de vinho, adoraria conhecer um pouco mais sobre os principais rótulos do país. Então, anote aí: as semanas temáticas do complexo Ski Portillo acabam de ganhar uma versão combinada, com o melhor da programação de duas delas, já tradicionais na temporada de inverno da estação, que em 2019 acontece de 22 de junho a 5 de outubro. Enquanto a garotada brinca nas atividades propostas pela equipe de recreação, os adultos degustam exemplares de vinícolas, e todos aproveitam a folga do meio de ano.

A cada ano Portillo, localizada a duas horas de Santiago, oferece suas semanas temáticas com programações diferentes. Julho é geralmente reservado às famílias, com atividades pensadas para todas as faixas etárias, o que permite que adultos e crianças se divirtam tanto juntos quanto separados. Já agosto costuma ser do vinho — além da semana dedicada à bebida, o mês na estação chilena tem a Wine Fest.

Portillo terá programação especial para julho. (Foto: Divulgação)

Neste ano, de 13 a 20 de julho, o hóspede poderá experimentar uma fusão entre a Semana da Família e a Semana do Vinho. Toda tarde estão previstas apresentações e degustações de vinícolas nacionais. Ventisquero, Concha & Toro, Perez Cruz, Undurraga e Kuriman são algumas das confirmadas. Enquanto os adultos saboreiam os rótulos em demonstração e aprendem sobre enocultura, brincadeiras e oficinas mantêm a criançada no pique. A equipe de recreação organiza atividades como minichef, show de mágica e paintball a laser. Todos têm ao seu dispor, é claro, toda a estrutura do complexo.

Com 35 pistas de todos os níveis, 14 meios de elevação e Escola de Esqui e Snowboard, a estação dispõe de um hotel com 123 apartamentos, dois lodges e cinco chalés. Para lanches e refeições, também há várias alternativas: no Hotel Portillo, o restaurante principal, um self-service e o bar; na montanha, o Ski Box (na base da pista Las Lomas) e o Tío Bob’s (com vista da Cordilheira dos Andes).

A programação temática de Portillo está incluída no preço da hospedagem, portanto, sem custo adicional. A nova semana, que reúne diversão e vinho, pode ser sob medida para suas férias de julho.

Mais informações em www.skiportillo.com ou com os principais operadores e agentes de turismo do Brasil.

Vila Don Patto tem sugestões especiais de cardápio para o Dia das Mães

Famílias que forem celebrar a data no centro gastronômico poderão ganhar taça de vinho

Para agradar o paladar de toda a família na celebração do Dia das Mães, dica é visitar a Vila Don Patto, centro gastronômico em São Roque, que fica a 65 quilômetros da Capital. No local, são opções os restaurantes português e italiano, além da choperia e cervejaria, do Café & Grelhados e da boulangerie. Inclusive, há sugestões de cardápio pensadas com exclusividade para a data.

No La Pasta, restaurante italiano, para quem desejar antecipar a comemoração para a sexta-feira, dia 10, poderão desfrutar de dois Menu Degustação, que oferece nove tipos de massas – seis frescas e três secas – e três opções de risotos, e uma garrafa de vinho bordo seco ou suave a R$ 165. Como presente, os clientes ganharão duas taças para guardar de recordação.

Penne / La Pasta. (Foto: Divulgação )

O restaurante português Don Patto terá ação especial no jantar do sábado, dia 11. Os filhos que levarem as mães para jantar no local, cuja sugestão é o Bacalhau no Pão Português (lascas de bacalhau com pimentão vermelho, cebola, alho, tomate, salsinha e brócolis gratinado com requeijão de corte em pão português artesanal – R$ 220 para dois), ganharão uma taça, que poderá ser levada para casa, de vinho bordo seco ou suave.

No domingo, os restaurantes disponibilizarão o cardápio padrão, que, além das receitas tradicionais, conta com pratos exclusivos e especiais. Já às 14h e às 15h, apresentação de dança típica portuguesa será realizada para entreter os visitantes. No La Pasta, também será servido o Menu Degustação, que custa R$ 77 por pessoa.

Frango com camarão para Bonaparte

Algumas comemorações pedem um prato especial que, quando bem preparados, podem até entrar para a história. A receita deste prato de frango com camarão é uma delas. A sugestão é da Wine to You (W2U) que selecionou um vinho especial para acompanhar.

(Foto: Divulgação)

A receita é uma versão moderna e simplificada do frango Marengo, que é elaborada com pitu de água doce. A lenda atribui a invenção a Dunand, que foi cozinheiro de Bonaparte e teria improvisado esta receita, na noite da vitória sobre os austríacos, na batalha de Marengo, no Piemonte, na Itália.

Para harmonizar com o prato, a sugestão é um vinho branco Chardonnay, o Domaine Seguin Manuel Chablis, disponível para aquisição no site da W2U (https://www.winetoyou.com.br).

Tesouro de Jundiaí: Niágara Rosada deu início a festa da uva na região

Em sua 36ª edição, evento completa 84 anos de história

Jundiaí, a cidade localizada a pouco mais de 60 quilômetros de distância de São Paulo é conhecida, atualmente, pelo turismo e gastronomia que são fortes na região. Mas, foi em 1933 que o tesouro da cidade, a uva niágara rosada, que só nasce em Jundiaí, surgiu e deu início à tradicional Festa da Uva, que este ano, completa 84 anos de história de uma fruta tipicamente brasileira.

A agricultura jundiaiense ganhou um fenômeno que mudou a história e cultura da cidade. À partir de uma mutação somática espontânea da niágara branca, ocorrida no bairro de Traviú, surge uma nova variedade: a niágara rosada. E foi ela quem motivou a realização da primeira Festa da Uva de Jundiaí, em 1934, que teve como principal objetivo, a divulgação da fruta, que atualmente já está em processo de reconhecimento de indicação geográfica, um certificado que garante que a uva é originária da cidade.

Festa da Uva em Jundiaí chega a 84ª edição. (Foto: Divulgação)

Para Orlando Stek, agricultor do bairro de Traviú, a uva niágara rosada é como um tesouro encontrado em Jundiaí. “Com o aparecimento dessa uva na região foram enxertados outras delas para dar início a propagação desta variedade. Hoje ela é como um tesouro de Jundiaí, ela já se destaca no mercado e conquista a preferência e curiosidade de inúmeros consumidores”, conta.

Agora, entre janeiro e fevereiro de 2019 acontece a 36ª edição da Festa da Uva, junto com a 7ª Expo Vinhos. Durante o evento acontece uma série de atrações como exposições de uvas, carros antigos, artesanatos e orquídeas, premiações de uvas, cortejos e atrações circenses, festival de bandas, workshops enogastronômicos, passeios turísticos e ciclísticos, e também, a tradicional cerimônia da pisa da uva, que ocorre aos sábados e domingos, às 14h, nela todos são convidados a dançar nas tinas sobre a uva, como nas antigas tradições da produção de vinho.

A festa atualmente passa também por uma reformulação, com novidades e atividades que, segundo o agricultor Renê Tomasetto, tem como objetivo resgatar a importância do evento para a cidade e levar produtos de qualidade para a festa. “No início este evento acontecia em outro local e a cada quatro anos. Nas décadas de 50 e 60 foram as melhores festas e onde tinha o maior número de visitantes. Agora, nós tentamos resgatar os valores dela e trazer à tona a história e importância dos agricultores”, afirma.

Com o crescimento da Festa da Uva, a organização mudou o foco do evento e passou a trabalhar com grandes artistas, isso fez com que a essência da festa se perdesse. Com isso, o grupo de agricultores, junto à prefeitura, tem trabalhado para resgatar as tradições para que as famílias, crianças, jovens, adultos e idosos possam curtir um ambiente dedicado a cada um, celebrando um novo ano de conquistas e colheitas.

Ainda segundo Tomasetto, a festa também resgata a importância regional, porque agricultores, campineiros e produtores de vinhos voltaram ao evento e isso gera a curiosidade dos visitantes. “Além disso, a festa também auxilia a valorizar o turismo, gastronomia e até a economia local, o que é ótimo, porque já somos conhecidos como a terra da uva”, completa.

A festa também é conhecida como um evento tradicional de Jundiaí, marcada pelos valores da agricultura familiar, turismo regional e gastronomia. Segundo os organizadores, nos últimos eventos cerca de 150 mil pessoas visitaram a região.

“O evento é importante não só para os visitantes, como também para quem é da região. Com a expansão do eno turismo em Jundiaí, os produtores locais estão cada vez mais fazendo novos rótulos, como por exemplo, os espumantes que podem ser uma nova tendência da cidade”, afirma o presidente da cooperativa de vinho artesanal de Jundiaí, Amarildo Martins.

Entre as bebidas que estarão presentes na festa estão vinhos de mesa, tinto seco e suave, branco, diversos espumantes, que são fortes na região, licores, cachaças entre outros drinks.  A abertura do evento está marcada para o dia 17 de janeiro (quinta-feira).

“Ver esse evento acontecer é uma sensação incrível, além de divulgar o produto que a tanto tempo é o mais importante da agricultura local, traz para nós o valor do cooperativismo entre os agricultores. A realização da festa mostra a importância do produtor e seu papel na preservação e divulgação da cultura e das terras de Jundiaí”, finaliza o agricultor, Orlando Stek.

Serviço

Dias:  17,18,19,20 e 25,26 e 27 de janeiro / 1,2 e 3 de fevereiro

Horários: Quinta-feira (17) – às 18 hrs / Sextas-feiras – das 18hrs às 22hrs /

Sábados – das 10h às 22h / Domingos – das 10h às 20

Local: Parque Comendador Antônio Carbonari – Parque da Uva – Av. Jundiaí s/n

Informações pelo telefone (11) 4589-8580

Entrada gratuita

Ação solidária de 1 quilo de alimento não perecível

Comemore o Dia dos Pais no el Carbón e ganhe uma garrafa de vinho tinto espanhol Pata Negra

Na data, quem almoçar ou jantar na casa localizada no rooftop do Jardim Pamplona Shopping e pedir uma garrafa de vinho tinto espanhol Pata Negra, receberá outra de presente

O el Carbón, casa com gastronomia mediterrânea comandada pelo chef e sócio Marcelo Martino, oferecerá uma garrafa de vinho Pata Negra de cortesia para todos os que pedirem uma para degustar na casa durante o almoço e jantar de Dia Dos Pais. Para acompanhar, a sugestão será Paleta de cordeiro com favas vermelhas, purê de cará, farofa de castanhas e mini legumes (R$ 79) feita no forno de cocção a carvão, um diferencial que torna os pratos mais leves e saborosos.

Com menu democrático, que vai das tapas até pratos mais elaborados, passando por sanduíches e hambúrgueres, o el Carbón é uma opção completa para toda a família. Além da sugestão do chef para a data, o restaurante oferece “ensalatas” como Salada de abóbora grelhada, creme de ricota, jamon serrano, sálvia e vinagrete de melado de cana (R$ 37/49), Pupunha com queijo de cabra no carvão, mix de folhas com molho de mostarda e mel (R$ 39/55) e Salada de grãos com rosbife, mini agrião ao molho de tamarindo (R$ 37/49).

imagem_release_1373037.jpg
Paleta de cordeiro com favas vermelhas, purê de cará, farofa de castanhas e mini legumes 
(Foto: Bernardo Martins)

Entre as opções quentes, outros destaques são Costela de porco com purê de mandioca, farofa de biju e pimenta biquinho confitada (R$ 59), Vacío, fraldinha no carvão, molho chimi churri, mix de folhas, batata e alho assados (R$ 69) e Ancho ao molho de gorgonzola e batatas rústicas (R$ 79). Além disso, a casa ainda está com dois novos pratos de inverno, que vão durar somente na estação: Gaspacho de Tomate Quente com Cogumelo (R$ 25/R$ 45) e o Creme de Grão de Bico com linguiça artesanal (R$ 29/R$ 49). Para finalizar, o el Carbón oferece sobremesas como Brownie com calda Toffee e sorvete de caramelo com flor de sal (R$ 25), Torta de Santiago com sorvete de pannacota (R$ 25) e Cheesecake de abóbora, coco queimado, sorvete e calda de cachaça (R$ 25).

Para reservas e informações: reserva@elcarbon.com.br ou (11) 4171-0727.

Serviço:

el Carbón

Endereço: Rooftop (4º andar) do Jardim Pamplona Shopping – Rua Pamplona, 1704, Jardim Paulista

Telefone: (11) 4171-0727

Horário de Funcionamento:

Segunda a Quinta – das 12h às 15:30 e 18h30 às 23h / Lounge – das 12h às 23h

Sexta – 12h às 15:30 e 19h à 0h / Lounge – das 12h à 0h

Sábado – 12h à 0h / Lounge – das 12h à 0h

Domingos e feriados – 12h às 22h / Lounge – das 12h às 22h

Forma de pagamento: Amex, Visa, Mastercard e Elo.

Capacidade: 80 lugares internos + 20 no lounge (com acesso para cadeirantes)

 

As reservas podem ser feitas pelo telefone ou através do e-mail: reserva@elcarbon.com.br

Timo Cucina oferece taça de vinho para acompanhar a pizza aos domingos

Para os clientes que, a partir das 17h, pedirem qualquer sabor de pizza, ganharão uma taça de vinho

Desde o século XVI, a pizza é apreciada na corte de Nápoles e se popularizou pelo mundo, criando diversas versões e sabores, mas o mais tradicional é sempre uma massa bem feita, com um molho de tomate caseiro, com recheio à escolha. Sendo assim, o Timo Cucina, restaurante de origem italiana, não podia deixar de criar sua massa.

www.brunodelima.com
Carpaccio Pizza: Massa de pizza coberta com carpaccio de filetto 
( Foto: Bruno de Lima – Tag Me) 

No restaurante, localizado no rooftop do Jardim Pamplona Shopping, são feitas pizzas individuais – como em Napoli, com massa italiana, assadas em forno a lenha, mais leves e finas, todas com coberturas especiais, como carpaccio e funghi, entre outros.

As pizzas podem ser pedidas diariamente e em qualquer horário, mas aos domingos, a partir das 17h, os clientes que pedirem qualquer sabor, terão como cortesia uma taça do vinho italiana Barbera La Quercia, que harmoniza perfeitamente com a massa. Conheça os sete sabores disponíveis:

Fichi (R$39,00) Molho de tomate italiano, figo assado no forno a lenha, brie, prosciutto e rúcula.

 

Timo (R$39,00) Molho de tomate italiano, queijo de cabra, cogumelos, tomilho limão e tomatinhos

 

Funghi (R$39,00) Molho de tomate italiano, mozzarella de búfala, cogumelos assados e parmesão.

 

Zucchini (R$37,00) Molho de tomate italiano, abobrinha grelhada, brie, parmesão e manjericão.

 

Margherita (R$33,00) Molho de tomate italiano, Mozzarella de búfala, manjericão, parmesão e tomatinhos.

 

Salsiccia. (R$37,00) Molho de tomate italiano, linguiça artesanal, mozzarella de búfala e parmesão.

 

Carpaccio Pizza (R$37,00) Massa de pizza coberta com carpaccio de filetto.
Além das pizzas, o TIMO possui diversas opções em seu cardápio, incluindo drinques e massas artesanais e menus executivos. As reservas podem ser feitas pelo telefone (11) 4115-9098 e e-mail: contato@timorestaurante.com.br