Arquivo da tag: Warner Bros Pictures

A FREIRA, DA NEW LINE CINEMA, ESTREIA EM PRIMEIRO LUGAR NAS BILHETERIAS BRASILEIRAS

O capítulo mais recente do universo Invocação do Mal, de James Wan, levou 1,7 milhão de pessoas aos cinemas em sua estreia, tornando-se a maior abertura de um filme de terror na história do país

A Freira, o aterrorizante novo capítulo do universo Invocação do Mal, da New Line Cinema e de James Wan, arrecadou R$ 27,6 milhões nas bilheterias brasileiras em seu final de semana de estreia, incluindo impressionantes números na quarta-feira, 5/9, com sessões antecipadas por todo o país: 107 mil pessoas, somando R$1,6 milhão em apenas um dia.

a-freira-trailer.jpg
“A Freira” está liderando as bilheterias brasileiras. (Foto: Divulgação)

Desafiando o público a encarar um encontro com a freira demoníaca Valak, o novo suspense sobrenatural levou 1,7 milhão de pessoas aos cinemas brasileiros, tornando A Freira a maior abertura de um filme de terror da história do Brasil. O longa também se tornou o filme com maior abertura em um mês de setembro no país, a maior abertura da Warner Bros. Pictures no Brasil em 2018, e a quarta maior abertura de todos os tempos da Warner Bros. Pictures em território nacional.

Anúncios

JAMES WAN FALA SOBRE O UNIVERSO SOMBRIO DE ‘INVOCAÇÃO DO MAL’ EM NOVO VÍDEO DE A FREIRA

O novo longa de terror tem previsão de estreia para 6 de setembro

A Warner Bros. Pictures divulga vídeo legendado de A Freira, o mais recente filme da franquia “Invocação do Mal”. Em meio a cenas inéditas do filme, o produtor James Wan e o diretor Corin Hardy falam sobre a linha do tempo e a conexão entre as histórias de “Annabelle”, “Invocação do Mal” e A Freira.

Sobre o filme
O cineasta James Wan, diretor dos bem-sucedidos filmes de horror “Invocação do Mal” e “Invocação do Mal 2”, explora outro lado sombrio desse universo com A Freira. Dirigido por Corin Hardy (“A Maldição da Floresta”), o novo filme é produzido por Wan e Peter Safran, que produziu todos os filmes da franquia “Invocação do Mal”.

Quando uma jovem freira que vive enclausurada em um convento na Romênia comete suicídio, um padre com um passado assombrado e uma noviça prestes a fazer seus votos finais são enviados ao Vaticano para investigar o caso. Juntos, eles desvendam o segredo profano da ordem. Arriscando não só suas vidas, mas também sua fé e suas almas, eles confrontam a força malévola que assume a forma da mesma freira que aterrorizou o público em “Invocação do Mal 2”, à medida que o convento se torna um horripilante campo de batalha entre os vivos e os amaldiçoados.

A Freira é estrelado pelo indicado ao Oscar Demian Bichir (“Uma Vida Melhor”) no papel do padre Burke, Taissa Farmiga (da série de TV “American Horror Story”) como a Irmã Irene e Jonas Bloquet (“Elle”) como o habitante local Frenchie.

O elenco também inclui Charlotte Hope (da série de TV “Game of Thrones”) como a Irmã Victoria, que vive no convento; Ingrid Bisu (“Toni Erdmann”) como a irmã Oana; e Bonnie Aarons, reprisando seu papel em “Invocação do Mal 2” no papel-título.

Hardy dirige A Freira a partir de um roteiro escrito por Gary Dauberman (“It – A Coisa”), com história de James Wan & Gary Dauberman. Richard Brener, Walter Hamada, Dave Neustadter, Gary Dauberman, Michael Clear e Todd Williams são os produtores executivos.

Juntam-se a Hardy nos bastidores o diretor de fotografia Maxime Alexandre (“As Vozes”, “Annabelle 2: A Criação do Mal”), a designer de produção Jennifer Spence (“Annabelle 2: A Criação do Mal”, “Quando as Luzes se Apagam”, filmes “Sobrenatural”), os editores Michel Aller (“Quando as Luzes se Apagam”, “Atividade Paranormal: Dimensão Fantasma”) e Ken Blackwell (“Ouija: A Origem do Mal”, “Sexta-Feira 13”) e a figurinista Sharon Gilham (série de TV “Black Mirror”).Música por Abel Korzeniowski (“Animais Noturnos”).

New Line Cinema apresenta uma produção da Atomic Monster / Safran Company, A Freira. Com estreia prevista para 6 de setembro de 2018 nos cinemas do Brasil, o filme será distribuído pela Warner Bros. Pictures, uma empresa da Warner Bros. Entertainment.

Crítica Jovens Titãs

por Marcela França

Quando o filme Han Solo – Um história Star Wars foi lançado, muitos amigos criticaram o filme antes mesmo de assistirem. Quando perguntava o motivo, diversos amigos se limitavam a dizer: “Não vou perder o meu tempo com isso”. Porém, apesar dos pesares, fui ao cinema assistir o filme no dia de sua estréia. Apesar de não concordar com alguns aspectos, eu gostei do filme. Gostei tanto que no dia seguinte fui ao cinema para ve-lô novamente. Algumas semanas depois, li uma crítica sobre Han Solo, que tentava justificar a criação do filme na seguinte frase (ou era alguma coisa assim): Nenhum filme deve existir, até ele ser lançado.
Quando fui convidada à assistir a pré-estreia de Jovens Titãs em Ação, tive a mesma reação que meus amigos sobre Han Solo: “Não vou perder o meu tempo com isso”, foi a primeira coisa que pensei quando vi o trailer nos cinemas. Mas depois de assistir o filme, tive o grande prazer de viver uma das piores coisas que uma Leonina pode viver: Admitir que estava errada. E meus amigos, como eu estava errada.
eHXACAP4_o.jpg
Jovens Tiãs em Ação chega aos cinemas. (Foto: Divulgação)
Os Jovens Titãs em Ação  é um filme infantil. Apesar de ser uma coisa óbvia, é importante deixar isso claro, para não levar nenhum “Jovem Adulto” às salas de cinema pensando que irá rever alguma referência a antiga série de 2003, Teen Titans. A animação gira em torno do fato que todos os personagens da DC ganharam seus próprios filmes (Incluindo o Alfred do Batman), menos os Jovens Titãs, que não são considerados como heróis de verdade por ninguém. Baseando-se nos grandes heróis como Superman, Batman, Lanterna Verde, Mulher Maravilha e entre outros, os Titãs entendem que para poderem ser Heróis de verdade, eles eles precisam de um arqui-inimigo. É nesse momento que surge o Exterminador, que no filme é chamado de Slade. A partir disso, eles fazem o possível para chamar a atenção de uma grande diretora de Hollywood para mostrar que eles merecem um filme.
O filme nos dá uma incrível aula sobre como deve ser uma adaptação. Mesmo sendo a versão criança desses heróis que já estão adultos nos quadrinhos, a adaptação respeita o original. Os Jovens Titãs em Ação é divertido, engraçado, um ótimo enredo, e com piadas a cada instante, a animação consegue tirar ótimas risadas com suas com suas mil e uma referências, que vão desde o estúdio do vizinho, Marvel e Disney, até aos anos 80 com “De volta para o Futuro”.

WARNER BROS. PICTURES DIVULGA TRAILER FINAL DE PÉPEQUENO

A animação tem estreia prevista para 27 de setembro de 2018

PéPequeno, nova aventura de animação para todas as idades da Warner Bros. Pictures, ganha novo trailer dublado. O vídeo mostra a reação dos Yetis ao encontro com um humano e a busca de Migo por esse “PéPequeno” e a aceitação de sua tribo.

Com direção de Karey Kirkpatrick, a animação tem estreia prevista para 27 de setembro de 2018.

Sobre o filme

Uma aventura de animação para todas as idades, com música original e um elenco de estrelas, PéPequeno vira a lenda do Pé Grande de cabeça para baixo quando um jovem e genial Yeti encontra algo que ele achava que não existia – um humano.

A revelação deste “PéPequeno” traz preocupação à comunidade dos Yetis sobre o que pode existir além de seu pequeno vilarejo nas neves em uma nova e divertida história sobre amizade, coragem e a alegria da descoberta.

A versão original de PéPequeno é estrelada por Channing Tatum (“LEGO Batman: O Filme”, filmes “Anjos da Lei”) como o Yeti Migo; e James Corden (“Trolls”, “Emoji: O Filme”) como o PéPequeno, Percy. O filme também é estrelado por Zendaya (“Homem-Aranha: De Volta ao Lar”), Common (“Selma – Uma Luta pela Igualdade”), LeBron James (do inédito “Space Jam 2”), Danny DeVito (“O Lorax: Em Busca da Trúfula Perdida”, indicado ao Oscar por “Erin Brockovich – Uma Mulher de Talento”), Gina Rodriguez (da série “Jane the Virgin”), Yara Shahidi (da série de TV “Black-ish”), Ely Henry (da série de TV “Justice League Action”) e Jimmy Tatro (“Anjos da Lei 2”).

PéPequeno é dirigido por Karey Kirkpatrick, diretor vencedor do prêmio Annie por “Os Sem-Floresta” e indicado ao prêmio Annie pelos roteiros de “A Fuga das Galinhas” e “James e o Pêssego Gigante”. O filme é produzido por Bonne Radford (“George, o Curioso”), Glenn Ficarra (“Cegonhas – A História que Não te Contaram”, da série de TV “This is Us”,) e John Requa (“Cegonhas – A História que Não te Contaram”, da série de TV “This is Us”). Os produtores executivos são Nicholas Stoller, Phil Lord, Christopher Miller, Jared Stern, Sergio Pablos e Kirkpatrick. A equipe criativa inclui o editor Peter Ettinger e o compositor Heitor Pereira. A animação é realizada pela Sony Pictures Imageworks.

O filme estreia nos cinemas brasileiros a partir de 27 de setembro de 2018.

Da Warner Bros. Pictures e Warner Animation Group, PéPequeno será distribuído mundialmente pela Warner Bros. Pictures, uma empresa da Warner Bros. Entertainment.

A FREIRA GANHA NOVA ARTE

Novo longa de terror produzido por James Wan tem previsão de estreia para 6 de setembro 

A Warner Bros. Pictures divulga nova arte de A Freira, o mais recente filme da franquia “Invocação do Mal”. A imagem mostra a Irmã Irene (Taissa Farmiga) sobreposta pela imagem da Freira. Produzido por James Wan e dirigido por Corin Hardy, o longa revela a origem da freira que aterrorizou uma família e o casal Warren em “Invocação do Mal 2”.

A Freira - Poster_2764x4096.jpg

Sobre o filme

         O cineasta James Wan, diretor dos bem-sucedidos filmes de horror “Invocação do Mal” e “Invocação do Mal 2”, explora outro lado sombrio desse universo com A Freira. Dirigido por Corin Hardy (“A Maldição da Floresta”), o novo filme é produzido por Wan e Peter Safran, que produziu todos os filmes da franquia “Invocação do Mal”.

         Quando uma jovem freira que vive enclausurada em um convento na Romênia comete suicídio, um padre com um passado assombrado e uma noviça prestes a fazer seus votos finais são enviados ao Vaticano para investigar o caso. Juntos, eles desvendam o segredo profano da ordem. Arriscando não só suas vidas, mas também sua fé e suas almas, eles confrontam a força malévola que assume a forma da mesma freira que aterrorizou o público em “Invocação do Mal 2”, à medida que o convento se torna um horripilante campo de batalha entre os vivos e os amaldiçoados.

A Freira é estrelado pelo indicado ao Oscar Demian Bichir (“Uma Vida Melhor”) no papel do padre Burke, Taissa Farmiga (da série de TV “American Horror Story”) como a Irmã Irene e Jonas Bloquet (“Elle”) como o habitante local Frenchie.

O elenco também inclui Charlotte Hope (da série de TV “Game of Thrones”) como a Irmã Victoria, que vive no convento; Ingrid Bisu (“Toni Erdmann”) como a irmã Oana; e Bonnie Aarons, reprisando seu papel em “Invocação do Mal 2” no papel-título.

Hardy dirige A Freira a partir de um roteiro escrito por Gary Dauberman (“It – A Coisa”), com história de James Wan & Gary Dauberman. Richard Brener, Walter Hamada, Dave Neustadter, Gary Dauberman, Michael Clear e Todd Williams são os produtores executivos.

Juntam-se a Hardy nos bastidores o diretor de fotografia Maxime Alexandre (“As Vozes”, “Annabelle 2: A Criação do Mal”), a designer de produção Jennifer Spence (“Annabelle 2: A Criação do Mal”, “Quando as Luzes se Apagam”, filmes “Sobrenatural”), os editores Michel Aller (“Quando as Luzes se Apagam”, “Atividade Paranormal: Dimensão Fantasma”) e Ken Blackwell (“Ouija: A Origem do Mal”, “Sexta-Feira 13”) e a figurinista Sharon Gilham (série de TV “Black Mirror”).

Música por Abel Korzeniowski (“Animais Noturnos”).

New Line Cinema apresenta uma produção da Atomic Monster / Safran Company, A Freira. Com estreia prevista para 6 de setembro de 2018 nos cinemas do Brasil, o filme será distribuído pela Warner Bros. Pictures, uma empresa da Warner Bros. Entertainment.

WARNER BROS. PICTURES, LOMA FILMES, HEBE FOREVER, LABRADOR FILMES, 20th CENTURY FOX e GLOBO FILMES ANUNCIAM INÍCIO DAS FILMAGENS DE FILME SOBRE A APRESENTADORA HEBE CAMARGO

Filme é protagonizado por Andréa Beltrão, Marco Ricca, Caio Horowicz, Danton Mello, Gabriel Braga Nunes e grande elenco

Começam as filmagens do novo longa nacional produzido pela Loma Filmes em coprodução com a Hebe Forever, Labrador Filmes, 20th Century Fox e Globo Filmes, com distribuição da Warner Bros. Pictures, baseado na história da famosa apresentadora Hebe Camargo. Com Andréa Beltrão vivendo a apresentadora, o filme se passa nos anos 80 e traz como pano de fundo um retrato dos costumes, da cultura e da política do Brasil pelo olhar de Hebe Camargo. Sem pudor ou medo da crítica, como sempre foi na vida, a loira se revela inteira: na alegria e na tristeza, na saúde e na doença.

HEB_5846 (002).jpg
Filme em homenagem a Hebe Camargo começa a ser filmado. (Foto: Divulgação)

Com direção de Maurício Farias e roteiro de Carolina Kotscho, o longa mostra como Hebe aceita correr o risco de perder tudo que conquistou na vida e dá um basta: quer o direito de ser ela mesma na frente das câmeras dona de sua voz e única autora de sua própria história.

O elenco do longa ainda conta com Marco Ricca, Caio Horowicz, Danton Mello, Gabriel Braga Nunes, Danilo Grangheia, Otávio Augusto, Claudia Missura, Karine Telles, e Daniel Boaventura.

Divulgamos também a primeira foto do filme anexa.

 

Sobre o filme

São Paulo, anos 80. O Brasil vive uma de suas piores crises e Hebe aparece na tela exuberante: é a imagem perfeita do poder e do sucesso. Ao completar 40 anos de profissão, perto de chegar aos 60 anos de vida, está madura e já não aceita ser apenas um produto que vende bem na tela da TV. Mais do que isso, já não suporta ser uma mulher submissa ao marido, ao salário, ao governo e aos costumes vigentes.

Durante o período de abertura política do país, na transição da ditadura militar para a democracia, Hebe aceita correr o risco de perder tudo que conquistou na vida e dá um basta: quer o direito de ser ela mesma na frente das câmeras dona de sua voz e única autora de sua própria história.

Entre o brilho da vida pública e a escuridão da dor privada, Hebe enfrenta o preconceito, o machismo, o marido ciumento, os chefes poderosos e a ditadura militar para se tornar a mais autêntica e mais querida celebridade da história da nossa TV: uma personagem extraordinária, com dramas comuns a qualquer um de seus milhões de fãs.

CREED II GANHA PRIMEIRO TRAILER E ARTE

Michael B. Jordan, Sylvester Stallone e Tessa Thompson reprisam seus papéis, com direção de Caple Jr e produção executiva de Ryan Coogler

A Warner Bros. Pictures divulga o primeiro trailer e arte do aguardado longa Creed II, que conta com os astros Michael B. Jordan e Sylvester Stallone reprisando seus papéis como Adonis Creed e Rocky Balboa, respectivamente. O vídeo mostra um pouco da preparação de Adonis para encarar seu mais novo rival: Viktor Drago, filho do lendário rival de Rocky, Ivan Drago.

O longa, que tem previsão de estreia para 24 de janeiro de 2019 no Brasil, é a sequência do aclamado sucesso “Creed – Nascido para Lutar”, de 2015, que arrecadou mais de US$ 170 milhões de bilheteria global.

Creed II - Arte Teaser__2764x4096.jpg

UMA AVENTURA LEGO® 2 GANHA PRIMEIRO TRAILER

Sequência do sucesso Uma Aventura Lego® tem previsão de lançamento para 7 de fevereiro de 2019

A Warner Bros. Pictures divulga o primeiro trailer de Uma Aventura Lego® 2, sequência do sucesso “Uma Aventura Lego® de 2014. Dessa vez, Emmet precisa salvar sua amiga Lucy e outros personagens – incluindo o Batman! – das garras de uma vilã alienígena que os sequestrou. O filme é dirigido por Rob Schrab (séries de TV “Community” e “The Mindy Project”).

Phil Lord e Christopher Miller, que escreveram e dirigiram “Uma Aventura Lego®”, escreveram o novo longa baseado em uma história de Lord, Miller, Jared Stern e Michelle Morgan. Além disso, Lord e Miller são os produtores, ao lado de Dan Lin e Roy Lee, que retornam nessa produção.

NASCE UMA ESTRELA, COM LADY GAGA E BRADLEY COOPER, GANHA PRIMEIRO TRAILER LEGENDADO

Distribuído pela Warner Bros Pictures, o longa tem estreia prevista para 11 de outubro

A Warner Bros. Pictures divulga o primeiro trailer de Nasce Uma Estrela, longa que marca a estreia da premiada cantora Lady Gaga como protagonista em um longa-metragem. O vídeo mostra cenas de Jackson Maine (Cooper) e Ally (Gaga), ainda uma cantora desconhecida que está prestes a ter sua primeira experiência com a fama.

Sobre o filme

Nasce uma Estrela é estrelado pelo ator quatro vezes indicado ao Oscar Bradley Cooper (“Sniper Americano”, “Trapaça”, “O Lado Bom da Vida”) e a premiada estrela da música indicada ao Oscar Lady Gaga, em seu primeiro papel como protagonista em um longa-metragem. O filme marca a estreia de Cooper na cadeira de diretor.

Nesta releitura da trágica história de amor, ele interpreta o experiente músico Jackson Maine, que descobre a artista desconhecida Ally (Gaga), por quem se apaixona. Ela está prestes a desistir de seu sonho de se tornar uma cantora de sucesso… até que Jack a convence a mudar de ideia. Porém, apesar de a carreira de Ally decolar, o relacionamento pessoal entre os dois começa a desandar, à medida que Jack luta contra seus próprios demônios.

O elenco de Nasce uma Estrela também inclui Andrew Silverstein (mais conhecido como Andrew Dice Clay), Dave Chappelle e Sam Elliott.

Além de interpretar Ally, Gaga, que recebeu sua indicação ao Oscar por sua canção “Til It Happens to You”, do filme “The Hunting Ground”, interpreta canções originais no filme, que ela compôs junto com Cooper e vários outros artistas, incluindo Lukas Nelson, Jason Isbell e Mark Ronson. Todas as canções são originais e foram gravadas ao vivo.

         Nasce uma Estrela é produzido por Bill Gerber, Jon Peters, Bradley Cooper, Todd Phillips e Lynette Howell Taylor. Ravi Mehta, Basil Iwanyk,Niija Kuykendall, Sue Kroll, Michael Rapino e Heather Parry são Produtores executivos. O roteiro é de Eric Roth e Bradley Cooper & Will Fetters. Colaboram com Cooper nos bastidores o diretor de fotografia indicado ao Oscar Matty Libatique (“Cisne Negro”), a desenhista de produção Karen Murphy, o editor três vezes indicado ao Oscar Jay Cassidy (“Trapaça”, “O Lado Bom da Vida”, “Na Natureza Selvagem”) e a figurinista Erin Benach.

A Warner Bros. Pictures apresenta, em associação com a Live Nation Productions, em associação com a Metro-Goldwyn-Mayer Pictures, uma produção Jon Peters/Bill Gerber/Joint Effort,Nasce uma Estrela. Com lançamento mundial previsto para 11 de outubro de 2018, o filme será distribuído mundialmente pela Warner Bros. Pictures, uma empresa da Warner Bros. Entertainment.

WARNER BROS. PICTURES DIVULGA NOVO VÍDEO DE MOGLI: O LIVRO DA SELVA

Dirigido por Andy Serkis, longa chega aos cinemas brasileiros em 18 de outubro

 Mogli: o Livro da Selva, nova adaptação para os cinemas do clássico The Jungle Book, de Rudyard Kipling, ganha novo vídeo legendado. O material traz diversas cenas do longa e de bastidores, além de entrevista com Andy Serkis sobre a produção. O filme tem previsão de estreia para 18 de outubro no Brasil.

Sobre o filme:

A história acompanha a criação do menino Mogli, que cresceu em meio a uma alcateia de lobos nas selvas da Índia. Conforme ele aprende as regras implacáveis da selva, sob os cuidados de um urso chamado Baloo e uma pantera chamada Bagheera, Mogli é aceito pelos animais da floresta como se fosse um deles. Exceto por um: o temível tigre Shere Khan. Contudo, outros perigos espreitam na selva, à medida que Mogli se defronta com suas origens humanas.

Os atores por trás dos animais que estão no centro da história são: o vencedor do Oscar Christian Bale (“O Vencedor”, da trilogia “O Cavaleiro das Trevas”) no papel da esperta pantera Bagheera; a vencedora do Oscar Cate Blanchett (“Blue Jasmine”, “O Aviador”) como a sinistra serpente Kaa; o indicado ao Oscar Benedict Cumberbatch (“O Jogo Da Imitação”, “Vingadores: Guerra Infinita”) como o temível tigre Shere Khan; a indicada ao Oscar Naomie Harris (“Moonlight: Sob a Luz do Luar”, “007 – Operação Skyfall”) como Nisha, a loba que adota o bebê Mogli como um de seus filhotes; e Andy Serkis (da trilogia “Planeta dos Macacos”, “Star Wars: Os Últimos Jedi”) como o sábio urso Baloo.

No lado humano, Matthew Rhys (“The Post: A Guerra Secreta”) é Lockwood; Freida Pinto (“Cavaleiro de Copas”) é Messua; e o jovem ator Rohan Chand (“A 100 Passos de um Sonho”, “Palavrões”) interpretará Mogli, o menino criado por lobos.

Fechando o elenco estão Peter Mullan (“Tommy’s Honour”) como o líder da alcateia, Akela; Jack Reynor (“Transformers: A Era da Extinção”) como o irmão lobo de Mogli; Eddie Marsan (da série de TV “Ray Donovan”) como o companheiro de Nisha, Vihaan; e Tom Hollander (“Uma Razão para Viver”) no papel da hiena carniceira, Tabaqui.

Mogli: o Livro da Selva é produzido por Steve Kloves (“Animais Fantásticos e Onde Habitam”), Jonathan Cavendish (“Elizabeth – A Era de Ouro”, produtor de captura de movimento em “Godzilla”), e David Barron (dos filmes “Harry Potter”), com produção executiva de Nikki Penny. O roteiro é assinado pela filha de Kloves, Callie Kloves.

O time criativo de Serkis inclui o diretor de fotografia Michael Seresin (“Planeta dos Macacos: a Guerra”), o designer de produção Gary Freeman (“Tomb Raider: a Origem”) e os editores Mark Sanger (vencedor do Oscar por “Gravidade”), Alex Marquez (“Snowden: Herói ou Traidor”) e Jeremiah O’Driscoll (“Vôo”). A música é composta por Nitin Sawhney (“Uma Razão para Viver”).

Uma apresentação da Warner Bros. Pictures, uma produção Imaginarium, o filme tem estreia marcada para 18 de outubro de 2018, em 2D e 3D em salas selecionadas. Será distribuido pela Warner Bros. Pictures, uma companhia Warner Bros. Entertainment.