Crítica – Cidade Perdida

Com Sandra Bullock, Channing Tatum, Daniel Radcliffe e Brad Pitt, filme mistura aventura com comédia romântica e consegue agradar o público

Por Antonio Lemos

(Foto: divulgação)

A pandemia ainda não foi embora, mas, aos poucos os cinemas retornam ao seu normal com boas produções a fim de deixar o público grudado na telona. A Paramount lança no próximo dia 21 de abril mais um daqueles filmes de aventura que junta grandes templos e civilizações antigas, misturado com comédia e uma pitadinha de romance. Essa é a proposta de ‘Cidade Perdida’, protagonizado por Sandra Bullock e Channing Tatum durante ao longo de suas quase duas horas.

Loretta Sage (Sandra Bullock) é uma escritora de romances bestseller, inspirados em histórias reais da arqueologia, baseado nas descobertas do seu falecido marido. Mesmo com clima de luto, ela consegue lançar mais um livro, do qual o modelo de capa Alan (Channing Tatum) recebe mais atenção do que a protagonista. No entanto, durante a turnê de promoção do exemplar, ela é raptada pelo bilionário excêntrico Abigail Fairfax (Daniel Radcliffe, o “Harry Potter”), pois acredita que ela poderá ser a chave para descobrir a cidade perdida de “Z”, e um tesouro incalculável ‘Coroa de Fogo’.

Para provar que é possível ser um herói na vida real, não somente nas páginas de seus livros, Alan parte para resgatá-la, mas o jeito atrapalhado e desengonçado arranca risadas do público, e tem que apelar a Jack Trainer (Brad Pitt) para cumprir parte da missão. Forçados a viver uma aventura épica na selva, o par improvável precisa trabalhar junto para sobreviver e encontrar o antigo tesouro, antes que seja perdido para sempre.

O filme te prende pelo seu tom cômico com a dupla de protagonistas mostrando química e o carisma, fazendo com que o espectador não se canse e queira que a dupla alcance o objetivo final, passando por algumas pitadas de

aventura como subir montanhas, fugir de bandidos seja por terra ou água, e

encontrar lugares que só poderiam aparecer no imaginário dos livros de Loretta.

Além de Bullock e Tatum, o longa conta com um bom elenco para não deixar a peteca cair. Daniel Radcliffe mostra que há vida após ‘Harry Potter’ e prova ser um ator fora da tal zona de conforto. Já a participação de Brad Pitt, por mais que seja curta, é uma das melhores e mais divertidas do filme, misturando frases sábias e dando porrada no exército de Fairfax. Da’Vine Joy Randolph (a produtora Beth Hatten) assim como Oscar Nunez, que saiu da contabilidade da Dunder Mifflin (sim, é o Oscar de ‘The Office’ ) para ser piloto de avião transportador de bichos, estão no segundo quadro, porém, garantem boas risadas.

Se você viu o trailer e ficou empolgado tanto pelas cenas quanto pelo elenco, ‘Cidade Perdida‘ entrega bem ao público pela trama e um bom elenco. Não é nenhum ‘Indiana Jones’ ou ‘A Múmia’, mas, em tempos pandêmicos, o filme vale o entretenimento, comer aquela pipoca e sair do cinema com aquele sorriso no rosto.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s