Arquivo da tag: Séries

CCXP19: painéis da Disney dominam terceiro dia de festival

Auditório Cinemark XD foi um dos lugares mais concorridos no sábado, na CCXP, e sempre permaneceu lotado. (Foto: Vans Bumbeers)

Ryan Reynolds, Joe Keery e elenco de novo filme da saga Star Wars atraem legiões de fãs de todo o país, e “Frozen 2” tem pré-estreia exclusiva no Auditório Cinemark XD

O terceiro dia de CCXP19 reservou muitas emoções e diversão para os fãs do maior festival de cultura pop do planeta. Em um sábado dominado por conteúdos da Disney no Auditório Cinemark XD, o público finalmente teve o esperado encontro com o elenco de “Star Wars: A Ascensão Skywalker” e pôde conferir em primeira mão a estreia de “Frozen 2”. Os fãs também curtiram o painel sobre “Free Guy – Assumindo o Controle” que contou com a presença de Ryan Reynolds e Joe Keery, além de ficarem por dentro das novidades do Disney+ e os próximos lançamentos da Marvel em um painel com ninguém menos do que Kevin Feige. E não faltaram atrações para quem preferiu circular pelos corredores da CCXP19.

No Artists’ Alley by Bruttal, a diversidade marcou presença. Dentre os mais de 500 artistas que expõem suas criações, 82 apresentam obras com temática LGBTQI+ e sete quadrinistas são trans. Jocosa, mais conhecida como The Joco, tem 20 anos e é de Belo Horizonte (MG). A artista participa pela primeira vez do festival. “É importante que a gente trabalhe aqui, lado a lado, mostrando que a diversidade está presente em todos os lugares. É fundamental olhar o trabalho de todos os artistas com muito carinho e incentivar o público”, avaliou.

Para quem preferiu se divertir à moda antiga, a arena Board Games by Hershey’s Mais              foi parada certa. Recheada com 30 tipos de jogos de tabuleiro da Galápagos Jogos, o espaço já recebeu milhares pessoas interessadas em conhecer um pouco mais desse universo e relembrar os clássicos dos board games. Ali, na fila, a diversão também estava garantida, já que era possível jogar “Dobble”, um jogo de cartas, enquanto esperava a vez de sentar à mesa. Ao longo do dia, mais de 2.100 partidas aconteceram. Dentro da arena, os jogos “Jingle Speed” e “The Resistance” foram os mais disputados entre o público.

Estrelas e novidades da Disney no Cinemark XD

Nem mesmo o clima congelante de “Frozen 2” conseguiu foi páreo para o calor humano no Auditório Cinemark XD. Lotado por fãs, o espaço recebeu a pré-estreia do filme – com lançamento marcado para 2 de janeiro – emocionando o público e levando muitos fãs às lágrimas. O clima foi às alturas quando os diretores subiram ao palco e foram ovacionados pelos presentes. Os vencedores do Oscar de Melhor Animação por “Frozen”, Chris Buck e Peter Del Vecho, contaram histórias de bastidores e do desenvolvimento da nova aventura de Anna e Elsa.

Ainda no universo das animações, Dan Scanlon mostrou trechos de “Dois Irmãos: Uma Jornada Fantástica” – que estreia no dia 5 de março –, enquanto, no painel de “Um Espião Animal”, o público pode conferir a cena que mostra a transformação do agente secreto em um pombo, com as participações de Nick Bruno e Troy Quane. Os fãs do estúdio também puderam conhecer um pouco mais sobre os bastidores da criação “Star Wars: Galaxy’s Edge”, área temática de Star Wars nos parques da Disney, por meio do conteúdo apresentado por Scott Trowbridge.

A programação deste sábado no Auditório Cinemark XD contou também com o bate-papo entre os atores Ryan Reynolds e Joe Keery, junto do diretor Shawn Levy. Reynolds parecia não acreditar na empolgação do público e sorria a cada vez que era interrompido pelos gritos dos fãs. Ele ainda surpreendeu ao dizer que “Free Guy – Assumindo o Controle” foi o filme que ele mais gostou de fazer em sua carreira. Outro elenco aguardado que subiu ao palco hoje foi o de “Star Wars: A Ascensão Skywalker”. Com uma afinidade visível aos olhos do público, o diretor J. J. Abrams e os atores Daisy Ridley, John Boyega e Oscar Isaac falaram sobre suas cenas preferidas e o que mais os emocionou nas filmagens, além de uma breve homenagem à saudosa Carrie Fisher.

No painel da Marvel, um dos mais aguardados da CCXP19, a participação do produtor e presidente da Marvel Studios, Kevin Feige, presenteou quem estava no Auditório Cinemark XD com conteúdos exclusivos. O teaser de “Eternos” foi visto pelos fãs brasileiros com exclusividade antes de ser lançado mundialmente, assim como trechos especiais de “Viúva Negra”, estrelado por Scarlett Johansson e com estreia marcada para abril. O todo-poderoso da Marvel ainda adiantou que algumas produções do Disney+ devem ficar prontas no fim de 2020, quando a plataforma chega ao Brasil.

Grandes nomes dos quadrinhos, TV e games

Maurício de Sousa participou de painel no auditório Ultra e fez a alegria dos fãs. (Foto: Marcelo Paixão)

A programação do Auditório Ultra começou com a presença cativante de Mauricio de Sousa. O criador da Turma da Mônica relembrou sua trajetória, que teve início com a publicação de uma tirinha estrelada pelos os personagens Bidu e Franjinha, em 1959. “Em seis anos, eu estava em 400 jornais no Brasil, e mais ninguém alcançou esse número”, contou. Na sequência, o público conferiu um bate-papo sobre o filme “Jaspion”, ainda sem data de estreia, com participação do diretor Rodrigo Bernardo, que contou os desafios da produção. À tarde, foi a vez do MMO “World of Warcraft”, com a autora Christie Golden, que falou sobre o processo criativo do game e suas obras literárias, além de declarar que adoraria escrever para a série “Loki”, do Disney+.

Os quadrinistas da Chiaroscuro Studios também tiveram uma participação no festival para falar sobre a produção de HQs brasileiras de super-heróis. Em seguida, o universo do terror e suas possibilidades, mesclando drama e outros estilos, foram debatidas por Takashi Shimizu, diretor do filme “O Grito”. Com a sala lotada, a presença de dubladores do anime “Dragon Ball” levantou a plateia, que vibrou com a atuação de seus personagens favoritos e comemorou os 35 anos da franquia japonesa. O penúltimo painel foi conduzido por cinco artistas que trabalharam em histórias do Homem-Morcego, incluindo Frank Miller e Neal Adams, para celebrar os 80 anos do personagem. “Batman não é um super-herói. O Batman é você em sua melhor versão. Por isso, as pessoas gostam tanto de ler as histórias dele”, afirmou Adams.

Da ilustração à animação

Quem passou pelo Auditório Prime teve a oportunidade de participar da masterclass da ilustradora norte-americana Jöelle Jones – a primeira mulher a desenhar duas edições seguidas da série principal do Batman. “Me concentro no caminho e nos pequenos detalhes antes de projetar o final”, contou a artista ao falar sobre seu processo de criação. No painel seguinte, o quadrinista argentino Eduardo Risso, conhecido pela obra “Noite das Trevas: uma história real do Batman”, explicou composição e narração gráfica de seus trabalhos.

A representatividade LGBTQI+ nos quadrinhos, muito percebida no Artists’ Alley deste ano, também foi tema de painel com Lorelay Fox. “A dica que dou para quem ainda não se sente representado é se representar por si só”, comenta. Já a nova plataforma de quadrinhos do Omelete, a Bruttal, foi apresentada de forma irreverente pelos artistas Felipe Portugal, Raoni Marques, Thiago M. Martins e Yuri Moras. O Auditório Prime também foi palco de conversas sobre “Dungeons & Dragons” e as novidades sobre os próximos lançamentos da Galápagos Jogos, bate-papo sobre o jornal “O Pasquim” – com Francisco Ucha, Duayer, Ricky Goodwin e Ricardo Leite –, a presença da primeira YouTuber brasileira de animação, AnyMalu, e um painel sobre as técnicas e o modelo de negócio dos Webtoons, as webcomics sul-coreanas publicadas online.

Disputas acirradas de eSports

A Oi Game Arena trouxe conteúdo inédito para o festival: a Copa Team Fight Tactics CCXP. Foram quatro partidas disputadas por os oito convidados, distribuidos entre streamers, jogadores profissionais e influencers. O campeão foi Leomane, seguido por Milt (2º lugar) e Ken Harusame (3º lugar). Dentre os participantes também estava presente MiiT, treinador do time de League of Legends da PaiN Gaming.

Empoderamento, música, esporte e talk show

O protagonismo feminino entrou em pauta no Creators Stage durante a tarde deste sábado. Com a participação especial de Mônica Sousa, Camila Achutti, Karina Dauch e Maia Malu, Paulo Silveira mediou um bate-papo sobre o “Change The Game”, iniciativa que incentiva e premia mulheres do mundo dos jogos e programação. “Me sentia incomodada com a falta de representatividade nesse meio. Os meninos falavam que não era meu lugar, então decidi criar o meu próprio jogo”, conta a estudante Isabela Fernandes, de Belo Horizonte (MG), uma das vencedoras do concurso.

O palco teve ainda uma apresentação e quiz musical da dupla Rolandinho e Bruno Bock, do canal Pipocando, e a banda NerdStones, que tocou músicas de “Game of Thrones”, “Friends”, “La Casa de Papel” e “De Volta para o Futuro”. A estudante paulistana Beatriz Sueco, 15 anos, conta que ver o Pipocando ao vivo foi um dos melhores momentos do festival. “Acompanho o canal deles desde o começo, e fiquei muito emocionada em vê-los tão de perto”, disse.

O canal “Ilha de Barbados” e o YouTuber Felipe Castanhari discutiram assuntos como relacionamentos e cotidiano. Depois, foi a vez do time do jornalismo esportivo da Globo tomar conta em um painel sobre os Jogos Olímpicos de Tóquio em 2020 e o aumento do número de mulheres nas delegações esportivas brasileiras. Dentre os atletas medalhistas, estavam Daiane dos Santos, Diego Hypólito, Claudinei Quirino, Fabi Alvim, Flávio Canto e Lars Grael, que subiram ao palco para contar como representaram o Brasil nos jogos olímpicos.

Por fim, apresentador, ator e comediante Fábio Porchat dividiu o palco com Otaviano Costa, Tati Lopes e Fernanda Paes Leme para a gravação do programa “Que história é essa, Porchat?. Guilherme dos Santos, 29 anos, esteve no festival especialmente para ver Porchat e conta que gosta muito do programa original: “Vim neste palco só pra ver esse quadro e estou muito feliz”, finaliza.

CCXP19: Segundo dia de festival superou as expectativas dos fãs ao trazer Lana Parrilla

Lana Parrilla, a Rainha Má de “Once Upon a Time”, fez a alegria dos fãs, no segundo dia da CCXP 19. (Foto: Perola Dutra)

Atriz de “Once Upon a Time” foi ovacionada em painel promovido pelo festival, que também oferece entretenimento para todos os gostos e idades

 O segundo dia de CCXP19, o maior festival de cultura pop do planeta, foi repleto de atrações para o público. Dentre os destaques do dia esteve o painel com a atriz Lana Parrilla, da série “Once Upon a Time”. Ovacionada pelos fãs, que fizeram um abaixo-assinado na internet pedindo sua participação no festival, Lana revelou ser uma apaixonada pelo universo geek, que sonha em ser a Mulher-Gato e joga vídeo game nas horas vagas. Ao longo de todo o dia, houve outros painéis com artistas internacionais, além de bate-papos com grandes nomes nacionais da cultura pop e sessões de autógrafos que agitaram os espaços do festival.

Conteúdos para toda a família na CCXP19

Com a estreia de “Star Wars: A Ascensão Skywalker” marcada para 19 de dezembro, a Disney, produtora da saga, investiu pesado na promoção do longa e trará neste sábado, 7, parte do elenco, além do diretor do filme, J. J. Abrams, e Kathleen Kennedy, presidente da Lucasfilm. Além disso, o espaço temático da saga chama atenção de quem passa. Nele, é possível tirar fotos com os personagens e até se tornar um Jedi, com treinamento feito na hora e direito a certificado ao final. Para o estudante universitário Matheus Assis, 20 anos, a CCXP19 está incrível. “Este espaço representa muito para mim. Acompanho Star Wars há anos e é muito bom viver isso aqui, de pertinho. Uma oportunidade ímpar”, declarou. Outra atração da Disney que atraiu o grande público foi Mulan. Muitos pais que acompanhavam seus filhos na imersão ao universo da animação elogiaram a atração.

A Warner trouxe ativações cheias de criatividade, como espaço para dança e até a reprodução do café Central Perk, da série “Friends”, que, em 2019, comemora 25 anos. Segundo a estudante Leticia Nogueira, 22 anos, o espaço é fiel ao cenário mostrado na série. “Está perfeito! Me sinto dentro da história”. Já a área da Netflix traz para a CCXP19 o icônico motorhome de “Breaking Bad” para promover o filme derivado da série, “El Camino”. Outro sucesso da plataforma de streaming, a série “Stranger Things” está representada pelo cenário do shopping onde grande parte da aventura acontece na terceira temporada. Também chama a atenção a área reservada para a Black Mirror Experience, que traz três atividades temáticas com interações tecnológicas baseadas em episódios da série.

As marcas presentes no festival também se apropriaram de conteúdos da cultura pop para estar ainda mais perto dos fãs. A Hering entrou no clima de Black Mirror e desenvolveu uma experiência interativa a partir de três episódios incônicos. Com os óculos de realidade virtual é possível entrar na produção “USS Callister”. Erick Carrachi, estudante de 19 anos de São Paulo, foi levado para uma viagem em uma nave espacial. “Achei muito divertido e parecia muito real. Recomendo a todos essa atração”, declarou. Já no estande da marca Havaianas, o público, além de participar de uma ação de VR, tem a possibilidade de adquirir lançamentos e também produtos desenvolvidos com exclusividade para a CCXP19, como uma Havaianas da Mulher-Maravilha com a nova armadura, a mini bag também da personagem com um pin exclusivo, e as sandálias temáticas de Star Wars, com um desenho da nave Millennium Falcon que brilha sob a luz negra. As sandálias de Frozen 2 também são novidades na CCXP19 e chegam em breve às lojas da rede.

Técnicas de arte reveladas

O Auditório Prime recebeu a masterclass de Mike Deodato, desenhista brasileiro que revolucionou a criação de personagens de histórias em quadrinhos e um dos primeiros brasileiros a ganhar projeção internacional. O artista paraibano foi ovacionado pelos fãs. Eder Lauro saiu de Videira (SC) para vir à CCXP e elogiou: “O Mike é um dos melhores artistas que temos. O trabalho dele em ‘Os Vingadores Sombrios’ foi um sucesso no mundo todo.” Já o espanhol Mikel Janín, artista exclusivo da DC Comics, subiu ao palco no painel seguinte para promover uma masterclass sobre o processo de criação das HQs do Batman.

Em seguida, o público ocupou o auditório para conversar com André Forastieri, Pablo Miyazawa, Odair Braz Júnior e Daniela Ianni, responsáveis pela “Revista Herói. Eles falaram sobre os bastidores da publicação que, neste ano, completaria 25 anos. Em seguida, a diretora e os protagonistas da série “Todxs Nós”, da HBO, subiram ao palco para um painel sobre a produção, e o público ainda pôde conferir um trailer exclusivo.

No final da tarde, Mike Deodato, Ivan Costa e Marcelo Maiolo apresentaram todo o processo de criação do pôster oficial da CCXP19. Logo em seguida, foi a vez da Social Comics, plataforma digital de quadrinhos, apresentar para o auditório as novidades da marca. Dentre elas estão a parceira com a Red Nose e o lançamento dos quadrinhos do jogador Neymar Jr.

Os coreanos Raehyoun Song e Chu Kwon, referências no mundo todo em Webtoon, fecharam a noite no Auditório Prime. Os artistas deram uma palestra sobre a técnica de cartoon online e responderam às perguntas do público. 

Ídolos brasileiros da TV, da música e da internet agitam o Creators Stage

Talk shows com Otaviano Costa e Serginho Groisman e apresentação da banda Fresno marcaram o segundo dia do Creators Stage by Trigg. “Depois de tantos anos offline, me vi provocado pela atitude do Will Smith de iniciar uma transformação digital”, contou Otaviano sobre sua inspiração para começar seu canal. “O YouTube é a democracia do talento”, completou o ex-âncora do Vídeo Show. Ele conta ainda que as plataformas abrem oportunidades para os profissionais serem múltiplos: “não preciso sair da TV para investir no meu canal”, revelou. O apresentador do Altas Horas, Serginho Groisman, promoveu um bate-papo com a produção elenco do novo programa de humor da Globo, “Fora de Hora”. Com o conceito do “humor abraçar o jornalismo”, o programa é uma sátira aos telejornais e seguirá a mesma linha do “Tá no Ar” e “Zorra Total”.


João Pereira, designer gráfico de 24 anos, veio de Ribeirão Preto (SP), para curtir os quatro dias de CCXP e levou torta na cara de um de seus youtubers favoritos no Creators Stage by Trigg em uma brincadeira com Gabriel Dearo e Manuela Digilio, do canal Operação Cinema. “Esse festival está sendo épico mesmo”, conta o visitante. A banda Leela fez uma apresentação especial com lançamento da música “Comigo não, violão” e a sua música mais famosa, “Eu só quero brincar com você”. Os visitantes também conferiram uma live com o youtuber Gato Galáctico e a apresentação “Pela união dos seus poderes, eu sou a cultura pop”, do Tropkillaz.

A atração mais aguardada do dia foi o show e o meet and greet com a banda Fresno. A grande quantidade de fãs que aguardavam para conhecer os ídolos não nega o sucesso da banda. Com setlist repleto de clássicos, a banda encerrou a programação do Creators Stage.

Uma personagem diabolicamente querida

Lesley-Ann Brandt falou sobre sua personagem Mazikeen, em “Lúcifer”, na CCXP. (Foto: Vans Bumbeers)

O Auditório Ultra recebeu a atriz Lesley-Ann Brandt para falar sobre a quinta e última temporada da série “Lucifer”, da Netflix. A intérprete do demônio Mazikeen disse que se identifica em muitos pontos com sua personagem, dentre eles o físico e a personalidade forte. Mãe de um filho de dois anos que nasceu entre as temporadas da série, Brandt falou sobre maternidade, atacou dietas milagrosas e ressaltou a importância de se ter personagens femininas bem construídas. Ela destacou que sua melhor cena ainda está por vir e prometeu que o último episódio da série será incrível.

Carismática, Brandt agradeceu aos fãs que se uniram para salvar a série, cancelada pela Fox na terceira temporada e adquirida pela Netflix em seguida, e ressaltou como o estúdio ofereceu mais liberdade criativa. Fã de “Lucifer”, Juliany da Rosa Rodrigues foi a primeira a chegar no auditório. A psicóloga de 25 anos veio de Porto Alegre (RS) e chegou ainda de madrugada. “Ela é minha personagem favorita. Queria saber detalhes de bastidores e a opinião dela sobre vários pontos e foi incrível”, garantiu.

A editora Panini anunciou mais de 50 novos títulos em seu painel na CCXP19. Dentre os destaques apresentados estão HQs de “Strangers Things”, “Walking Dead”, “Rick and Morty” e “Superman: Ano Um”.

A trajetória de 20 anos do RPG brasileiro “Tormenta” foi revisitada pelos fundadores em meio a muita interação com o público. O título arrecadou quase R$ 2 milhões por meio de financiamento coletivo e expandiu e possibilitou o universo para a plataforma T20, com lançamento previsto para a CCXP 2020.

O ilustrador inglês Charlie Adlard comentou dez páginas icônicas de “The Walking Dead”. Ele falou sobre a opção de fazer obras em preto e branco e como isso reforçou a importância do vilão Negan, além do trabalho em conjunto com o criador da série, Robert Kirkman. Adlard disse que o final da saga nos quadrinhos foi planejado com quatro anos de antecedência.

Como um grande contador de histórias, o quadrinista Neal Adams falou sobre as mudanças na indústria de quadrinhos ao longo dos anos. Ele comentou como foi trabalhar com grandes nomes, como Stan Lee e Jack Kirby. Com senso de humor, Adams admitiu que seu personagem favorito é o Batman e que sua história preferida foi, por muito tempo, a edição da luta entre Superman e Mohammed Ali.

Produtora do game “League of Legends”, a Riot Games falou em painel sobre o investimento que a marca tem realizado nos últimos anos em bandas virtuais. O produtor Beckett Snedeker-Short creditou o movimento como natural, uma vez que todos os fãs de jogos clássicos lembram das músicas. Isso explica a importância de investir neste nicho. Para o head Toa Dunn, o sucesso de bandas como K/DA, de K-Pop, e Pentakill, de heavy metal.

Para fechar o dia, os fãs de RPG puderam acompanhar pela primeira vez na CCXP uma aventura de D&D (Dungeons & Dragons) mestrada ao vivo em um auditório. Com interação da plateia, a novidade foi um sucesso.

Emoção à flor da pele no eSports

A Oi Game Arena abriu o dia recebendo o campeonato de eFootbal PES (Pro Evolution Soccer). O Mito Abdalla, representante da A2E – UFF, foi o campeão do PES no TUES ao derrotar Michel Santos, jogador da Estácio de Sá, por 2×1 em melhor de três partidas. Já na parte da tarde, atletas disputaram o campeonato de Counter-Strike. A USJT POLARIS enfrentou a UTFPR PB – Patos e os paranaenses venceram pelo placar de 2×0 na melhor de três. Pato Branco ganhou o Mapa Inferno por 16×9 e o Mapa Dust_2 por 16×8. É a segunda vez que a equipe vence no TUES (Torneio Universitário).

Fefo Sampaio, apresentador do TUES, falou sobre a experiência de estar acompanhando eSports na CCXP. “A gente gosta de mostrar que o eSports universitário deve existir e crescer e que temos pessoas de altíssimo nível competindo. Trazer nosso torneio para o maior festival ocidental é emocionante”.

Fechando o dia de disputas, um desafio de League of Legends contou com um amistoso entre influenciadores. Nomes como Mestre do K-Pop, Dioud, Takeshi, Daniels, Kyure e Thaiga marcaram presença no torneio.

Um dia estrelado no Auditório Cinemark XD

O segundo dia de painéis no Auditório Cinemark XD começou com a primeira exibição de Playmobil: O Filme. O diretor Lino DiSalvo levou os espectadores a uma viagem pelos processos de criação da produção, que mistura live action e animação, e participou de uma rodada de perguntas da plateia. E, o ponto alto do dia foi a chegada de Lana Parrilla, a Rainha Má/Regina Mills de “Once Upon a Time”. O público não poupou a voz quando a atriz subiu ao palco. A atriz se mostrou uma aficionada pelo universo geek, falando de um dos seus hobbies – o jogo Condemned no videogame – e revelou o desejo de interpretar a Mulher-Gato. Proclamada por Marcelo Forlani a Rainha da CCXP, a atriz tirou selfies com os celulares dos fãs e recebeu presentes entregues a ela no palco.

Já a Globoplay trouxe astros de suas principais estreias: Eu, a Vó e a BoiOnde Está meu Coração e Desalma. Uma das partes mais marcantes das apresentações foi quando o ator Fábio Assunção, que estará na série Onde Está meu Coração – drama que fala sobre dependência química – relatou a emoção de fazer parte de um projeto que trata este assunto, presente em sua vida, por meio da dramaturgia e não invasão de sua privacidade.

O painel do MSPverso apresentou as novidades da Mauricio de Sousa Produções para 2020. Serão quatro novas graphic novels (sendo três continuações e uma inédita), múltiplos projetos digitais, audiovisuais e diversas grandes produções. O sucesso de “Turma da Monica: Laços” foi tão grande, que a continuação começa a ser gravada já em janeiro. “Turma da Mônica: Lições” tem estreia prevista para dezembro de 2020, como confirmaram os atores-mirins do elenco. A grande novidade apresentada com ares de spoilers foi a produção de uma série live action de “Jeremias”, a graphic novel vencedora do prêmio Jabuti 2019.

O Cartoon Network trouxe Owen Dennis para falar da sua nova série, “Trem Infinito”. Com diversos fãs na plateia, que acompanharam o piloto postado na internet, Dennis disse que a produção só foi possível porque os espectadores do primeiro episódio o fizeram acontecer.

Com nomes relevantes do mercado, a Amazon trouxe para seu painel do Amazon Prime Video os protagonistas das séries “Dom”, “The Expanse”, “Star Trek: Picard” – com direito a mensagem de Sir Patrick Stewart, que não pode comparecer – e o hit “The Boy”s. Foi apresentado também “Soltos em Floripa”, um novo tipo de reality show que mostra famosos como Pabllo Vittar e John Drops comentando o semiconfinamento de pessoas comuns em um programa. A última surpresa da noite ficou por conta de Daniel Alves, capitão da conquista da Copa América 2019, apresentando a série “Tudo ou Nada”, com os bastidores do torneio continental.

‘THE WALKING DEAD: WORLD BEYOND’ ESTREIA NA PRIMEIRA METADE DE 2020

O AMC anuncia que a vencedora do Emmy® Julia Ormond (Gold Digger, Temple Grandin, Mad Men) se juntou ao elenco de “The Walking Dead: World Beyond”, terceira série do universo de The Walking Dead, atualmente filmando em Richmond, na Virgínia (EUA), e com estreia programada para a primeira metade de 2020. Ormond fará parte do elenco fixo da série e interpretará Elizabeth, a líder carismática de uma enorme, sofisticada e formidável força. Cocriado por Scott M. Gimple e pelo showrunner Matt Negrete, “The Walking Dead: World Beyond” também conta em seu elenco com Aliyah Royale, Alexa Mansour, Annet Mahendru, Nicolas Cantu, Hal Cumpston e Nico Tortorella.

O AMC também estreia um novo trailer de “The Walking Dead: World Beyond” que revela imagens de Julia como Elizabeth.

“Estamos emocionados por Julia se juntar à nossa turma. Sou grato pelo talento, graça, inteligência e bom humor que ela trouxe para nosso set, nosso programa e esse papel. Nós – e o público – temos muita sorte de tê-la ajudando a dar vida a esse novo mundo de The Walking Dead”, diz Gimple.

“Estou tão emocionada por trabalhar com a equipe de The Walking Dead – eu amo muito como eles escrevem particularmente para as mulheres; um elenco adorável, talentoso e é ótimo estar de volta com o AMC”, afirma Julia.

Também se juntando ao elenco em papeis recorrentes nesta temporada estão: Natalie Gold (Succession, The Land of Steady Habits) como Lyla, uma figura misteriosa que atua em nome da causa em que acredita; Al Calderon (Step Up: High Water) como Barca; Scott Adsit (Veep, 30 Rock) como Tony; e Ted Sutherland (Fear Street, Rise) como Percy.

“The Walking Dead: World Beyond” foca na primeira geração que cresceu no apocalipse zumbi. Alguns se tornarão heróis. Alguns se tornarão vilões. No final, todos eles mudarão para sempre. Com o crescimento e a convicção de suas identidades, sejam elas boas ou ruins. Produzida e distribuída pela AMC Studios, a série é produzida pelos cocriadores Gimple e Negrete – que também é o showrunner –, Robert Kirkman, Gale Anne Hurd, David Alpert e Brian Bockrath.

A AMC Networks International transmitirá a série no canal AMC no Brasil e em toda a América Latina, Espanha e Portugal.

‘Doctor Who’ ganha data de estreia no Globoplay

Todas temporadas de Doctor Who serão disponibilizadas no Globoplay. (Foto: Divulgação)

Plataforma de streaming disponibiliza temporadas 1 à 11 ao longo de dezembro, a partir do dia 6

A TARDIS aterrissa em breve! As temporadas 1 à 11 da histórica série da BBC, ‘Doctor Who’, serão disponibilizadas no Globoplay ao longo de dezembro. A partir do dia 6, os Whovians brasileiros poderão rever a produção, esquentando para a estreia da temporada 12, disponível em 2020. Quem ainda não assistiu a aventura sci-fi, terá a oportunidade de começar a acompanhar a saga desse clássico da TV mundial. Veja o teaser aqui.

Produzida pela BBC Studios, ‘Doctor Who’ narra as aventuras de Doutor, um Senhor do Tempo do longínquo planeta Gallifrey, que a bordo da TARDIS, uma máquina do tempo, quebra as barreiras do tempo e do espaço, visitando várias civilizações, enfrentando inimigos e ajudando seus companheiros. Série de ficção científica mais longeva da história, ‘Doctor Who’ completa 56 anos em 2019. 

Globoplay anuncia minissérie exclusiva ‘Hebe’

“Hebe” estreia na Globoplay, em dezembro. (Foto: Divulgação)

Produção em dez episódios que conta a história da apresentadora chega à plataforma de streaming no dia 13/12

 Em dezembro, os assinantes do Globoplay poderão assistir a uma minissérie exclusiva que celebra a vida e a obra de uma das personagens mais importantes da TV brasileira. Desenvolvida pelos Estúdios Globo, ‘Hebe’ chega à plataforma no dia 13.

Escrita por Carolina Kotscho, com direção artística de Mauricio Farias e direção de Maria Clara Abreu, ‘Hebe’ narra a trajetória desta mulher, sinônimo de comunicação no Brasil, dona de uma intensidade e carisma sem igual, do início de sua vida até o final dos seus dias.

As atrizes Valentina Herszage e Andréa Beltrão se revezam no papel da protagonista. Além de retratar o sucesso na TV, a trama pontua, de forma não linear, outros momentos da carreira artística, além de destacar a personalidade marcante da comunicadora, uma mulher a frente do seu tempo, forte e corajosa, que lutava pelo direito de se posicionar sobre tudo aquilo que acreditava ser importante discutir.

‘Hebe’ traz nomes como Gabriel Braga Nunes, Caio Horowicz, Marco Ricca, Danton Mello, Daniel de Oliveira,  Valentina Herszage, Claudia Missura, Karine Telles e Emílio de Mello, dentre outros.

Globoplay anuncia série documental de Sandy & Jr

Produção em sete episódios celebra a trajetória de sucesso de 30 anos da carreira da dupla

A celebração pelos 30 anos de carreira de Sandy & Jr acaba de ganhar um novo episódio. Em 2020, o Globoplay disponibilizará para seus assinantes uma série documental sobre a história da dupla mais bem-sucedida e emblemática da música pop no Brasil.

Produzida pela Gogacine, a série exclusiva Globoplay trará imagens raras do arquivo pessoal de Sandy & Jr, do início da carreira até a turnê ‘Nossa História’. Além de trazer depoimentos e imagens inéditas captadas em 2019, ano em que a dupla se reuniu após 12 anos. Serão sete episódios que contarão, de forma não linear, momentos marcantes da vida e da trajetória artística dos irmãos, com relatos de amigos, familiares e profissionais que atuaram com a dupla.

O projeto faz parte da celebração dos 30 anos de carreira musical de Sandy & Jr e foi anunciado oficialmente no encerramento da turnê ‘Nossa História’, após show para 100 mil pessoas, no Parque Olímpico, no Rio de Janeiro.

A chegada de Disney+ marca o início de uma nova era de entretenimento para a The Walt Disney Company

Disney + alcançou 10 milhões de assinatura em seu lançamento. (Foto: Divulgação)

A primeira seleção de títulos originais de Disney+ estreia com uma ampla coleção da biblioteca de Disney, Pixar, Marvel, Star Wars, National Geographic e muitos mais, como “Vingadores: Ultimato”, “Avatar” e 30 temporadas de “Os Simpsons”

Disney+, o esperado serviço de streaming do segmento da The Walt Disney Company, estreou nos EUA, Canadá e nos Países Baixos. Com quase 500 filmes e 7.500 episódios de televisão de Disney, Pixar, Marvel, Star Wars, National Geographic e mais, Disney+ é o lar exclusivo de algumas das histórias mais queridas do mundo, assim como de uma sólida lista de conteúdos originais prontos para serem descobertos.

“Hoje, o lançamento de Disney+ é um marco histórico para a The Walt Disney Company e me sinto muito emocionado por compartilhar finalmente o serviço com a nossa audiência”, declarou Kevin Mayer, Presidente do segmento Direct-to-Consumer & International, The Walt Disney Company. “Abrimos as portas à nossa próxima era de entretenimento, apresentando novas histórias dos melhores criadores do mundo que, com certeza, vão entreter e inspirar audiências de todas as idades nas décadas vindouras”.

Como parte do lançamento, o serviço estreou suas primeiras séries e filmes originais, entre eles: “The Mandalorian” a primeira série épica live-action da saga Star Wars; “A Dama e o Vagabundo” uma atualização do clássico animado de 1955; “Noelle”, um filme original de comédia natalina, protagonizado por Anna Kendrick, “High School Musical: O Musical: A Série” uma nova série roteirizada e ambientada no East High da vida real que foi apresentada na bem-sucedida franquia; a série documental “The World According to Jeff Goldblum”, de National Geographic; “Marvel’s Hero Project”, que comemora crianças extraordinárias que marcam a diferença em suas comunidades; “Encore”, com produção executiva da versátil Kristen Bell; “The Imagineering Story”, documental em seis partes da diretora Leslie Iwerks, indicado para os Emmy® e os Oscar®; as minisséries “Pixar IRL” e “Disney Family Sundays” e as coleções de curtas animados “SparkShorts” e “Forky Asks A Question”, de Pixar Animation Studios.

A partir de 15 de novembro, toda sexta, às 12h01 AM (horário do Pacífico) será a estreia da maioria dos novos episódios de cada série.

Passado, Presente e Futuro do Storytelling
O serviço oferece aos espectadores de todas as idades uma coleção inigualável de novos conteúdos pertencentes à biblioteca dos criadores de classe mundial da The Walt Disney Company; visionários que representam quase um século de criatividade de Disney, Pixar, Marvel, Star Wars, National Geographic e mais.

A partir de hoje, os assinantes podem desfrutar de:
● Filmes animados atemporais da Walt Disney Signature Collection, de Walt Disney Animation Studios, criados ou inspirados na imaginação e legado de Walt Disney, entre eles “Branca de Neve e os sete anões”, “A Bela e a Fera”, “Pinóquio”, “Bambi”, “O Rei Leão”, “A Dama e o Vagabundo”, “Peter Pan”, “A Pequena Sereia”, “Cinderela” e mais.
● Três dos quatro filmes de maior bilheteria de todos os tempos: “Vingadores: Ultimato” “Avatar” e “Star Wars: O Despertar da Força”
● Trinta temporadas de “Os Simpsons”, a série 11 vezes vencedora dos prêmios “Emmy®.
● Exitosos filmes de Marvel Studios, incluindo “Vingadores: Ultimato”, assim como “Capitão América: Guerra Civil”, “Guardiões da Galáxia”, “Os Vingadores” “Homem de Ferro 3,” “Doutor Estranho”, “Guardiões da Galáxia Vol. 2”, “Capitã Marvel”, “Homem de Ferro”, “Thor: O Mundo Sombrio”, “Capitão América: O Soldado Invernal”, “Homem de Ferro 2”, “Thor”, “Vingadores: Era de Ultron”, “Capitão América: Primeiro Vingador” e “Homem-formiga”
● Milhares de episódios de exitosas séries do Disney Channel, como “Lizzie McGuire” “The Suite Life of Zach & Cody” e “Kim Possible”, junto com mais de 100 filmes originais do Disney Channel, que incluem “Descendentes”, “High School Musical” e “Camp Rock”
● 18 dos inovadores filmes favoritos dos fãs de Pixar Animation Studios, como “Wall-E” “Up — Altas Aventuras”, “Ratatoui”, “Procurando Nemo”, “Os Incríveis”, “Toy Story”, “Divertida Mente” e “Valente”, assim como todos os adorados curtas de Pixar, entre eles, “Bao” e “Os Heróis de Sanjay”, vencedores do Oscar®.
● Mais de 600 horas de conteúdo de National Geographic, incluindo o documentário premiado e aclamado pela crítica “Free Solo” e a estreia em streaming de “Science Fair”.
● Os seis filmes clássicos originais da saga Star Wars, lançados entre 1977 e 1999, além dos recentes sucessos de bilheteria “Star Wars: O Despertar da Força” e “Rogue One: Uma história Star Wars”. Para o final de 2020, toda a saga Skywalker será disponibilizada no serviço.
● As séries de televisão Marvel desde a década de 1970 até a atualidade, incluindo “X-Men”, “Homem-aranha” e “Marvel’s Runaways”.

Os assinantes também poderão acessar uma crescente coleção de filmes 4K Ultra HD, incluindo os sete primeiros filmes de Star Wars, disponibilizados pela primeira vez nesse formato, junto com “Abracadabra”, “Uma Cilada para Roger Rabbit”, as três primeiras entregas de “Toy Story” e mais.

A melhor experiência, disponível em qualquer lugar, em todo momento
Disney+ oferece aos assinantes uma visualização de alta qualidade e sem avisos comerciais, até quatro transmissões simultâneas, descarregamentos ilimitados, recomendações customizadas e a capacidade de configurar até sete perfis diferentes. Além disso, os pais podem determinar perfis para crianças, que criam uma interface amigável e fácil de navegar, para que as crianças acessem conteúdos apropriados para sua idade.

Os consumidores podem assinar Disney+ diretamente em DisneyPlus.com ou mediante a compra dentro do aplicativo das seguintes plataformas e dispositivos associados (conforme o país):
● Amazon (dispositivos Fire TV, smart TVs, edição Fire e tabletes Fire)
● Apple (iPhone, iPad, iPod touch e Apple TV; totalmente integrado com o app Apple TV. Os usuários podem assinar Disney+ mediante compra no aplicativo)
● Google (telefones Android, TVs com Android, Google Chromecast e dispositivos com Chromecast integrado)
● Smart TVs LG com webOS;
● Microsoft (Xbox One)
● Smart TVs Samsung Tizen
● Sony / Sony Interactive Entertainment (todos os televisores Sony com Android e PlayStation®4)
● Roku (reprodutores de streaming Roku® e modelos de Roku TV™)

Para obter a lista completa dos dispositivos compatíveis, acesse aqui.

Entretenimento Incrível, Preço Incrível
Por um reduzido valor ao mês (ou anual), Disney+ oferece aos consumidores de todas as idades uma atraente oferta de entretenimento e uma incrível proposta na relação preço-qualidade.

A partir de hoje, os consumidores dos EUA podem adquirir um pacote de Disney com Disney+, Hulu (com anúncios) e ESPN+ por $12.99 ao mês, obtendo acesso a toda a programação de Disney+, mais milhares de eventos esportivos ao vivo, com séries originais esportivas e premiados documentários de ESPN+; assim como o premiado conteúdo original de Hulu e a biblioteca de streaming sob pedido. Para obter mais informações sobre o pacote Disney, acesse aqui.

Lançamento Global
Hoje é o começo da estreia global de Disney+, com expectativas de lançamento na maioria dos principais mercados do mundo em seus primeiros dois anos. Disponível agora nos EUA, Canadá e os Países Baixos, Disney+ será lançado na próxima semana na Austrália e Nova Zelândia, em 19 de novembro.

Conforme anunciado no começo deste mês, em 31 de março de 2020, Disney+ chegará aos mercados da Europa ocidental, incluindo Reino Unido, França, Alemanha, Itália, Espanha e outros países da região.

‘Revenge’ ganha data de estreia no Globoplay

“Revenge” estreia no Globoplay. (Foto: Divulgação)

As quatro temporadas da série dramática chegam à plataforma no dia 22 de novembro

Para aquecer pro spin-off, os fãs de ‘Revenge’ poderão assistir as quatro temporadas completas da série no Globoplay.  Um dos principais lançamentos da plataforma deste mês, a série dramática que é sucesso mundial estará disponível, na íntegra, a partir do dia 22.

Criada por Mike Kelley, ‘Revenge’ acompanha a saga de  Emily Thorne (Emily VanCamp),  uma garota misteriosa que chega aos Hamptons, em Nova York, em busca de vingança contra aqueles que destruíram sua família.O elenco traz ainda nomes como Madeleine Stowe, que foi indicada ao Globo de Ouro,  Gabriel Mann, Nick Wechsler, Josh Bowman, Christa B. Allen, Henry Czerny e Ashley Madekwe.

AMAZON STUDIOS ANUNCIA QUE VAI FILMAR SÉRIE BASEADA EM O SENHOR DOS ANÉIS NA NOVA ZELÂNDIA

Pré-produção da série já começou, e produção da série terá início em Auckland nos próximos meses

O Amazon Studios anunciou hoje que a série baseada na icônica obra literária de fantasia O Senhor dos Anéis, de J.R.R. Tolkien, será filmada na Nova Zelândia. A pré-produção já começou, e a produção da série terá início em Auckland nos próximos meses.

“Ao procurar um local para dar vida à beleza primordial da Segunda Era da Terra-Média, nós tínhamos em mente que precisaríamos de um lugar majestoso, com costas, florestas e montanhas intocadas, mas que também abrigasse sets de alto nível, estúdios e profissionais altamente qualificados e experientes, além de outros funcionários. Estamos muito felizes por confirmar oficialmente a Nova Zelândia como o lar da série baseada nas histórias de O Senhor dos Anéis, de Tolkien”, declararam J.D. Payne e Patrick McKay, showrunners e produtores executivosda série. “Agradecemos ao povo e ao governo da Nova Zelândia, e especialmente a Auckland, por nos apoiarem durante essa fase de pré-produção. Fomos recebidos com tanta hospitalidade que fez com que nos sentíssemos em casa, e estamos ansiosos para aprofundar essa parceria nos próximos anos.”

Amazon Studios inicia produção da série de “Senhor dos Anéis”. (Foto: Divulgação)

Situada na Terra Média, a adaptação para a televisão explorará histórias anteriores à Sociedade do Anel, de Tolkien. Obra literária de renome mundial e premiada com o International Fantasy Award e o Prometheus Hall of Fame Award, O Senhor dos Anéis foi eleito o livro favorito do milênio em 1999 pelos clientes da Amazon, e o romance mais amado de todos os tempos no Reino Unido por The Big Read da BBC em 2003. As adaptações para o cinema, do diretor Peter Jackson e da New Line Cinema, faturaram cerca de US$ 6 bilhões no mundo todo e conquistaram 17 estatuetas do Oscar, incluindo a de melhor filme.

Os produtores executivos e showrunners da série são J.D. Payne e Patrick McKay. J.A. Bayona (The Orphanage, Jurassic Park: Fallen Kingdom) irá dirigir os dois primeiros episódios e também atuará como produtor executivo ao lado da parceira Belén Atienza. Os produtores executivos ainda incluem Lindsey Weber (10 Cloverfield Lane), Bruce Richmond (Game of Thrones), Gene Kelly (Boardwalk Empire), Sharon Tal Yguado, Gennifer Hutchison (Breaking Bad), Jason Cahill (The Sopranos) e Justin Doble (Stranger Things).

HBO DIVULGA TRAILER DA SEGUNDA TEMPORADA DA SÉRIE ORIGINAL ‘A VIDA SECRETA DOS CASAIS’

Estrelada por Bruna Lombardi, série tem estreia marcada para 13 de outubro, às 21h

O trailer da segunda temporada de A VIDA SECRETA DOS CASAIS, série original da HBO Latin America, oferece uma prévia do que o público poderá esperar da nova entrega do canal todo domingo, a partir de 13 de outubro, às 21h, no canal HBO e na HBO GO. A produção, em dez episódios, dá sequência à instigante história criada por Bruna Lombardi e Kim Ricelli – que também assina a direção da série ao lado do Carlos Alberto Riccelli.

Na nova temporada, Bruna volta a interpretar a psicóloga e terapeuta Sofia Prado, diretora do Instituto Tantra. Ela vai se unir ao investigador Luís (Carlos Alberto Ricelli) e ao jornalista Vicente (Alejandro Claveaux) para elucidar o assassinato de Daniel (João Paulo Lorezon), um de seus pacientes. Enquanto isso, um grupo de hackers executará uma série de manobras perigosas na tentativa de obter arquivos sigilosos sobre uma rede de corrupção comandada pelo banqueiro e empresário Edgar Eleno Andreazza (Paulo Gorgulho).

O elenco principal conta ainda com nomes como Leonardo Medeiros, Mayana Neiva, Virginia Cavendish, Fernando Alves Pinto, Ondina Clais, Hugo Bonemer, Camila dos Anjos, André Loddi, Mel Lisboa, Natallia Rodrigues e Wandi Doratiotto.

A produção é de Luis F. Peraza, Roberto Rios e Eduardo Zaca, da HBO Latin America Originals; Bruna Lombardi e Carlos Alberto Riccelli, da Pulsar; e Geórgia Costa Araújo, da Coração da Selva. O roteiro é de Bruna Lombardi.