Arquivo da tag: Europa

Tchéquia para enamorados

Estamos iniciando 2020 e para deixar um pouco de lado o  inverno frio, queremos aquecer todos os amantes com várias ideias para celebrar o amor em um dos destinos mais românticos do mundo, a República Tcheca.

O Dia dos Namorados, o chamado Valentine’s Day, está chegando e a República Tcheca, sem dúvida, é um dos melhores lugares para passar o esse dia com seu parceiro. Você pode passear pelas ruas românticas da velha Praga, fazer selfies românticas na Ponte Carlos ou sair para os arredores de Praga e viver momentos únicos.

Aqui, dicas e ideias para aproveitar nosso destino com seu par:

Praga: passeios românticos e comida excelente.

Praga e suas ruelas históricas são muito apropriadas para um passeio romântico de casais. A ilha Kampa em Malá Strana é um dos lugares mais mágicos de Praga. Oferece uma bela vista do calçadão de Smetanovo nábřeží, com a Ponte Carlos e o Teatro Nacional. Além disso, você também encontrará a ponte dos amantes – é a ponte mais antiga do córrego Čertovka e os amantes costumam prender cadeados com os nomes nas grades e jogar as chaves no rio.

De Kampa, você pode passear na mais antiga ponte preservada de Praga – a Ponte Carlos, onde reina uma atmosfera inesquecível, tanto à noite quanto ao amanhecer. De lá, você também pode ver o maior complexo de castelos do mundo – o Castelo de Praga.

Quando cansar de caminhar, recomendamos que você reserve uma mesa em um dos melhores restaurantes de Praga. No bairro Malá Strana, você pode ir ao restaurante U Zlaté studně, onde você desfrutará não apenas de uma refeição saborosa, mas principalmente da bela vista de Praga das cem torres, onde há uma parede coberta com plaquinhas de ouro de 18 quilates. Satisfaça os seus gostos também no Restaurante Alcron, que desde 2012 mantem a estrela Michelin! Seu interior elegante, projetado no estilo art déco, com sua lareira de mármore original dos anos 30, é muito propício para desfrutar do jantar do dia dos namorados. Você também pode optar por passar o Dia dos Namorados no restaurante do hotel Four Seasons, com muito estilo e “à italiana”.

Romantismo por toda a República Tcheca.

O dia dos namorados também pode ser comemorado em outras partes da República Tcheca. Por exemplo, em Pivní lázně Štramberk – o spa de cerveja Štramberk localizado no norte da Morávia promete um programa muito especial para o Dia dos Namorados. Outro spa da cerveja fica em Karlovy Vary, na Boêmia Ocidental (o primeiro spa da cerveja que oferece horas relaxantes em barris enormes de capacidade de mil litros), outro também em Harrachov, em Krkonoše, outro em Kutná Hora, uma hora a leste de Praga de carro. E se preferir vinho, visite o spa de vinhos em Hustopeče ou Lednicko-valtický areál (área de Lednice-Valtice) que, graças à sua superfície de 283,09 km2, é considerada a maior paisagem feita pelo homem da Europa e provavelmente, também no mundo. E o mais importante: na parte subterrânea do Palácio Valtice  há uma exposição com degustação preparada pelo Salão do Vinho da República Tcheca.

Praticamente todos os hotéis de bem-estar na República Tcheca oferecem pacotes interessantes para comemorar o Dia dos Namorados, então simplesmente relaxe com seu par na atmosfera romântica do palácio aristocrático Mcely na Boêmia Central, no Omnia design hotel em Janské Lázně em Krkonoše ou no hotel Maximus Resort perto da barragem de Brněnská.

Você também pode celebrar o Dia dos Namorados de uma maneira não tradicional, passando a noite dos amantes em locais naturais românticos, por exemplo, em Prachovské skály (as rochas de Prachovské), apreciando o pôr do sol na Pravčická brána (a torre Pravčická), observando a paisagem do ponto de vista de Máj, na Boêmia Central, localizado perto da vila Teletin, acima do antigo orgulho de Svatojánské (as correntes de São João). É uma das mais belas vistas do rio Moldava.

6 destinos internacionais baratos e diferentões para passar o réveillon 2020

Países da América do Sul estão entre as opções mais econômicas para passar o ano novo fora do Brasil

Com a chegada das férias do fim do ano, muitas pessoas se programam para passar a virada fora do Brasil e aproveitar o que há de melhor em outras culturas. Mas a alta do dólar pode ser o grande vilão dessas férias. Recentemente a moeda atingiu a marca histórica de R$ 4,25, e pode comprometer os planos de quem vai viajar no réveillon.

Pensando em aliviar para os viajantes, a Câmbio Store, plataforma de moedas estrangeiras, resolveu listar 6 destinos baratos e diferentões para passar o ano novo sem ter que abrir mão de começar 2020 na tão sonhada viagem internacional, confira a seguir. 

  • Buenos Aires – Argentina
(Foto: Divulgação)

A capital argentina é um ótimo lugar para passar o ano novo sem gastar muito. As corretoras de viagens costumam oferecer pacotes promocionais para o destino. O réveillon em Buenos Aires é um dos mais agitados, com fogos de artifícios, músicas, comidas e bebida à vontade. 

A vantagem em passar o réveillon em Buenos Aires é a economia, lá você não gastará muito, pois pode usar a moeda local, o Peso Argentino, que costuma ser mais barato que o dólar. Além disso, também vale a pena levar o real e trocar lá, já que a conversão na argentina é mais barata, mas ainda assim, é bom consultar as corretoras um pouco antes da viagem para não ter nenhuma surpresa com o câmbio atual.

O clima em Buenos Aires é ótimo, a cidade estará praticamente vazia de nativos, que costumam passar a virada nas praias argentinas, assim, a quantidade de turistas é maior, e a chance de encontrar outros brasileiros por lá também.

  • Lisboa – Portugal 
(Foto: Divulgação)

A língua nativa de Lisboa é o português e esse já é um dos motivos para escolher a capital de Portugal como destino para passar o réveillon. Lá existem pontos gratuitos para curtir a festa, como a queima de fogos, que pode ser vista da Praça do comércio e na Torre de Belém. Após a virada, o turista pode aproveitar e curtir o resto da noite no Bairro Alto, lugar onde a agitação é garantida. 

O dólar é aceito na capital portuguesa, mas é recomendável levar euro, que é a moeda oficial de lá. Caso deixe para realizar o câmbio em uma data próxima a viagem, vale realizar uma pesquisa antes para saber quais as corretoras com melhor taxa. Algumas, como a Câmbio Store, já oferecem a opção de parcelar a compra de moeda estrangeira no cartão de crédito, que é mais vantajosa do que o uso do cartão no exterior, e o viajante pode optar o parcelamento do câmbio em até 12 vezes para não passar aperto.

Lisboa é uma linda cidade histórica com opções de lazer para diversos gostos, como museus, praias e parques. Se for passar o ano novo na capital de Portugal, inclua nos passeios o Castelo de São Jorge e uma rápida ida ao teleférico da capital. 

  • Punta Del Este – Uruguai
(Foto: Divulgação)

O litoral do Uruguai não poderia ficar de fora dessa lista. A cidade é tão badalada no réveillon, que para conseguir ingressos nas festas particulares da virada do ano, o turista precisa comprar com antecedência. O charme de Punta del Este são as praias e a famosa escultura de Las Manos, além disso, o preço nos restaurantes, lojas e pontos de lazer é acessível em toda a região. 

A moeda oficial de Punta del Este é o peso uruguaio, mas dólar e real também são aceitos na maioria dos lugares. Além disso, vale a pena usar o cartão de crédito nos restaurantes da cidade, pois existe uma lei no Uruguai que devolve aos turistas 22% das contas de restaurante e locadoras de carro pagas com cartão de crédito, débito ou pré-pago internacional, isso já vale uma economia grande e compensa os 6,38% do IOF brasileiro. Então já sabe, usar o cartão de crédito em Punta del Este só se for para comer ou alugar um carro.

A queima de fogos na cidade é espetacular e atrai turistas do mundo inteiro. Passar o réveillon em Punta del Este é mais barato que ir a capital do Uruguai, a famosa Montevidéu, onde é lotada de turistas e com preços exorbitantes.

  • Dubrovnik – Croácia
(Foto: Divulgação)

A cidade de Dubrovnik possui belíssima arquitetura medieval, foi um dos cenários de gravação da série Game of Thrones e é um dos destinos europeus mais baratos para passar o réveillon., Conta com museus, centros históricos e ótimas praias, mas como o réveillon é início do inverno por lá, pode ser que o tempo não esteja agradável para pegar uma onda, fazendo valer a pena conhecer a parte cultural da cidade.

A moeda oficial de Dubrovnik é a kuna croata, mas o euro também é aceito com facilidade, que você pode levar em espécie ou no cartão pré-pago internacional. 

Essa é a escolha perfeita para quem busca sossego, pois Dubrovnik é um lugar tranquilo e sossegado, mas que ainda assim, oferece uma programação diversificada para quem quer curtir o réveillon, como espetáculos de fogos de artifício, musicais, festivais de gastronomia e etc.

  • Cuba
(Foto: Divulgação)

Fique sabendo que passar o ano novo em qualquer lugar do Caribe será ótima escolha. Ir a Cuba não sai tão caro se compararmos a outros países da américa do norte. A região é afrodisíaca e conta com uma paisagem sem igual, incluindo praias, resorts e atrações turísticas internacionalmente conhecidas, como o centro histórico de Havana Viejas.

Existem dois tipos de moedas que circulam em Cuba, o peso cubano e os pesos conversíveis, mas você pode utilizar euro ou dólar canadense. Atenção, existem medidas no País para a utilização do dólar americano, por isso, se não quiser passar por algum estresse, dê preferência para as moedas oficiais ou euro e dólar canadense.

Dica extra: Leve produtos de higiene, como sabonetes, xampus, cremes dentais, papel higiênico e etc. Além de servir como presentes para os nativos, podem ser utilizados como moeda de troca, principalmente entre camareiros e empregados de hotéis.

Cuba em sua totalidade é charmosa e acolhedora, sem dúvidas, passar o réveillon lá pode trazer muitos benefícios, inclusive para o bolso.

  • Tríplice Fronteira – Argentina, Paraguai e Brasil 
(Foto: Divulgação)

A nossa última sugestão é a mais exótica de todas. Além de ser barata é uma daquelas viagens de matar três coelhos com uma cajadada só. Passar o réveillon na Tríplice Fronteira é uma ótima escolha para quem gosta de aventuras e deseja conhecer diversos lugares diferentes. 

O ponto de chegada é em Foz do Iguaçu no Paraná, lá o turista pode procurar estadia, comidas e visitar pontos turísticos consagrados como as famosas Cataratas. A graça em tudo isso é a possibilidade de dar uma esticadinha de ônibus em Puerto Iguazu na Argentina e na Cidade del Leste no Paraguai.

As três cidades contam com diversas opções de lazer para a virada do ano. Para essa viagem você pode levar o dólar, principalmente para as compras no Paraguai, mas o real também é aceito em algumas regiões. O mais recomendado é levar um pouco de cada moeda em espécie na carteira, assim, você evita problemas, pois o acesso a caixa eletrônico é restrito em alguns pontos das cidades. 

Uma viagem que possibilita de tudo, desde visita a pontos turísticos até compras no Paraguai, e o melhor é que o viajante consegue fazer tudo isso em pouco tempo e gastando pouco. Só é preciso ter um pouco de atenção com a cotação de câmbio para não gastar além do necessário, ninguém quer começar 2020 no vermelho.  

O único ponto negativo de passar o réveillon em alguma cidade da Tríplice Fronteira é que as queimas de fogos só acontecem em eventos fechados, como festas em hotéis, bares e resorts, mas ainda assim dá para aproveitar a vista sem ser na virada do ano, pois o Marco das Três Fronteiras oferece uma das mais belas vistas do pôr do sol. 

Noruega: país do luxo inusitado

O luxo na Noruega está em viver experiências memoráveis, com cenários deslumbrantes ao fundo.  O país combina belezas naturais, grande riqueza cultural e um povo hospitaleiro, que valoriza a igualdade e o respeito. O destino oferece experiências inusitadas e exclusivas que passam pelos encantadores fiordes e pela magia da aurora boreal e do sol da meia-noite. De norte a sul, existem inúmeras possibilidades para deixar qualquer tipo de viajante extasiado, em qualquer época do ano.

Para degustar

(Foto: Divulgação)

Em visita a Oslo, vale a pena se planejar e fazer uma reserva para conhecer o restaurante Maaemo, o primeiro da Noruega a receber a nota máxima de três estrelas no renomado Guia Michelin. Liderado pelo chef Esben Holmboe Bang, o estabelecimento oferece uma interpretação interessante da tradicional comida norueguesa. Já em Bergen, o Cornelius Seafood pode ser uma ótima opção. O restaurante situa-se junto ao mar, com vista extraordinária dos fiordes. Aberto todos os dias, seu famoso menu meteorológico é inspirado no clima da época, servindo pratos leves nos dias de verão e pratos com sabores mais fortes quando o tempo está mais frio.

Para relaxar

(Foto: Divulgação)

Um bom hotel com certeza é um item importante para uma experiência incrível de viagem e na Noruega não faltam ótimas opções. O Juvet talvez seja um dos hotéis mais incríveis não só do país, mas de todo o mundo. A sensação que os quartos do hotel proporcionam aos visitantes com as suas paredes de vidro é de estar completamente imerso na natureza. O Ullensvang é um tradicional hotel histórico, com localização perfeita para aproveitar atrações como a famosa trilha até Trolltunga ou sobrevoo de helicóptero pelos topos nevados das montanhas do fiorde de Hardanger. Não é à toa que o hotel é um dos lugares preferidos de férias da Rainha Sônia da Noruega. No coração do fiorde de Nord está localizado o luxuoso resort Alexandra. O estabelecimento foi construído há centenas de anos, oferecendo tradição sem deixar de lado todo o conforto e modernidade. Com acomodações com vistas de tirar o fôlego, uma das grandes atrações do hotel é a gastronomia e seu excelente spa.

Para se aventurar

(Foto: Divulgação)

Já imaginou andar em um trenó puxado por renas? Hospedar-se em um hotel onde toda a construção e os móveis são feitos de gelo? E acompanhar de perto como é feita a pesca do famoso bacalhau norueguês? Essas são só algumas das atividades que podem ser feitas no norte do país.

Já na região dos fiordes, a aventura fica ainda mais incrível, com trajetos de barco, trilhas com cenários deslumbrantes, passeios em geleiras, excursões de caiaque e uma grande variedade de esportes radicais. A Noruega também oferece um vasto calendário de eventos que vão desde festivais de música e cultura até eventos esportivos como maratonas e campeonato de golfe sob a luz do sol da meia-noite.

Cinco hotéis com restaurantes maravilhosos no Alentejo

Lista sugere ótimas opções para provar a gastronomia da região portuguesa

O Alentejo, maior região de Portugal, tem muito a oferecer aos turistas: vilas charmosas, litoral incrível, patrimônios históricos e culturais listados pela UNESCO e, principalmente, hotéis e restaurantes excelentes. A hospitalidade local é de altíssima qualidade, e a gastronomia encanta paladares com receitas tradicionais que muitas vezes levam um toque contemporâneo.

Alguns dos fabulosos hotéis da região contam com restaurantes próprios que servem delícias inesquecíveis, e não é preciso se hospedar neles para garantir uma refeição dos deuses. Confira cinco deles!

Hotel M’AR De AR Aqueduto e restaurante Degust’AR, em Évora

(Foto: Divulgação)

No coração da principal cidade alentejana fica esse hotel digno da realeza. Instalado no antigo Palácio dos Sepúlveda, uma construção quinhentista com vista para o imponente Aqueduto da Água de Prata, tem 64 quartos que combinam elementos modernos e tradicionais. Conta com piscina, bar e spa.

Confortável, requintado e intimista, o restaurante Degust’AR é comandado pelo chef António Nobre, que desenvolveu o cardápio partindo das iguarias alentejanas e mergulhando nos sabores mediterrânicos, sem receio de ser original.

Torre de Palma Wine Hotel e restaurante Basilii, em Monforte

(Foto: Divulgação)

Este cinco estrelas supera as expectativas de qualquer hóspede com simplicidade, tradição e autenticidade. Tem as paredes caiadas de branco, como na arquitetura típica da região, quartos elegantemente decorados, spa, piscina e uma excelente produção de vinhos, que pode ser explorada em degustações e visitas à adega.

O empreendimento é focado em vinhos, então, nada mais justo que um restaurante com pratos deliciosos para harmonizar com as bebidas. O Basilii proporciona uma viagem pelos sabores tradicionais, com especialidades como bochecha de novilho estufada, açorda alentejana e bacalhau, em um menu preparado com carinho pelo chef Filipe Ramalho.

Alentejo Marmòris Hotel & Spa e restaurante Narcissus Fernandesii, em Vila Viçosa

(Foto: Divulgação)

Este tributo ao mármore alentejano também é um hotel cinco estrelas, que esbanja luxo e sofisticação. Garante muito conforto em um ambiente exclusivo, que conta com um spa inserido numa pedreira natural.

O restaurante Narcissus Fernandesii reúne os melhores produtos dos campos e hortas da região, que são utilizados com ternura, dedicação, originalidade e paixão pelo chef Pedro Mendes. Além do tradicional cardápio, oferece menu degustação com cinco ou seis pratos, e uma opção vegetariana com quatro.

Hotel Sublime Comporta e restaurante Sem Porta, na vila da Comporta

(Foto: Divulgação)

Situado em um dos spots mais famosos de veraneio no Alentejo, o Sublime Comporta homenageia as coisas boas de Portugal, como a simpatia da população e o ritmo tranquilo da vida na região. A propriedade é rodeada por pinheiros, lagoas, dunas e arrozais e oferece muito sossego em seus 23 quartos e suítes. Há academia, spa e piscina.

Neste ambiente praticamente mágico está o Sem Porta, com a arquitetura inspirada nos antigos celeiros do Alentejo. Produtos locais são utilizados em receitas tradicionais que ganham uma apresentação cheia de elegância e criatividade, com um cardápio que respeita a sazonalidade dos ingredientes.

Herdade de São Lourenço do Barrocal e restaurante de mesmo nome, em Monsaraz

(Foto: Divulgação)

Esta propriedade de 780 hectares esbanja charme em quartos e casas com vista para o campo. Piscina, spa, parque infantil e muita natureza garantem atividades como caminhadas, piqueniques, observação de estrelas e provas de vinho ao ar livre.

O restaurante São Lourenço do Barrocal trabalha com os produtos da fazenda até a mesa. Com raízes na culinária alentejana e um pouco de contemporaneidade, o menu apresenta uma autenticidade única em pratos como polvo empanado e lombo de javali salteado.

Inverno na Europa: as grandes vantagens de se viajar no frio

Em Londres ou Paris, as hospedagens do mais alto padrão de conforto estão no Prince Akatoki London, Le Burgundy e Le Cinq Codet

Para aqueles que não se intimidam pelo frio, viajar no inverno tem suas vantagens. Além dos preços mais camaradas típicos da baixa estação, as atrações estão mais vazias, o que significa desviar das multidões e enfrentar menos filas. Em países do hemisfério norte, como Inglaterra e França, que possuem culturas tão diversas da brasileira, isso também se manifesta na possibilidade de imersão no estilo de vida local. Desde a elegância das vestimentas ao comportamento expresso pelos lugares que frequentam – como pubs e cafés mais acolhedores -, é nesta época do ano que traços do jeito de ser europeu se revelam. Estas são, na verdade, as experiências que trazemos na mala para a vida. 

Uma das atividades mais gostosas de se fazer nas baixas temperaturas é comer. Às margens do Rio Tâmisa, em Londres, cabanas de madeira são construídas para que os visitantes se deliciem com os sabores do mundo no Mercado de Inverno de Southbank. Já no tradicional Borough Market, é hora de provar a cidra regional e o vinho quente para esquentar o corpo. Se os ventos soprarem com mais intensidade do polo norte, considere se abrigar numa casa de espetáculos, boa desculpa para assistir a um musical de West End ou um balé clássico no Royal Opera House.

Os monumentos e ruas principais, a exemplo da Torre de Londres, Piccadilly Circus e Oxford Street, ganham luzes multicoloridas. Então, a aura de conto de fadas começa a imperar pela paisagem urbana a enfeitar o característico cinza celeste da capital inglesa. Em Kew Gardens, um túnel de mini lâmpadas cintilantes criam uma atmosfera mágica. As vitrines recebem tratamento natalino e corais se apresentam na Trafalgar Square. Nas St. Katherine Docks, clássicos de Natal são exibidos num festival de filmes e o Hyde Park vira uma floresta secreta com esculturas de gelo e criaturas míticas na Winter Wonderland.

Para se abrigar do frio com absoluto conforto, na região vizinha ao parque – em Marylebone – está o The Prince Akatoki London. Este hotel cinco estrelas leva a Londres o conceito de hospitalidade japonês com apreço aos detalhes, minimalismo nas formas e suavidade das cores de seus 82 apartamentos e áreas comuns. Tudo para criar um ambiente relaxante para o descanso.

Uma vez aclimatado, não será necessário sair de suas instalações nem para jantar. O restaurante TOKii oferece em pratos o espírito oriental da célebre culinária nipônica, enquanto o The Malt Lounge & Bar promove a união entre os dois lados do mundo. Durante o dia, o bar se converte em um salão de chá para que se possa vivenciar o ritual símbolo das duas culturas. 

A um voo curto ou rápida viagem de trem, seguir para Paris é definitivamente algo inevitável. Ainda mais romântica sob clima invernal, a Cidade Luz irradia brilho ao longo da Champs-Élysées até que ela culmine no Arco do Triunfo resplandecente. Aos pés da icônica Torre Eiffel há uma pista de patinação no gelo, algo que também pode ser encontrado em outros pontos da capital francesa. Pelo Forum des Halles e no Grande Palais de Glaces a diversão se desdobra, assim como – pela primeira vez – nas Galeries Laffayette, lugar perfeito para procurar por presentes de Natal. 

Depois de caminhar por corredores de lojas e avenidas adornadas, nada substitui o bem-estar que o Le Burgundy pode lhe dar. Cheio de personalidade, este hotel é o epítome da elegância parisiense. No design de interiores, a nobreza de materiais e dos objetos de colecionadores. Na localização, o prestígio e as vantagens de se estar tão bem posicionado, na centralidade do primeiro arrondissement, próximo ao Museu do Louvre.  Já o hotel Le Cinq Codet se firma como opção mais contemporânea na Rive Gauche, com forte apelo arquitetônico dos anos 30, no estilo Art Déco de sua fachada. Pelas varandas dos quartos, a vista incomparável da Torre Eiffel e o Palácio Nacional Les Invalides.

Os hotéis Prince Akatoki London  (www.theprinceakatokilondon.com), Le Burgundy (www.leburgundy.com/pt/)  e Le Cinq Codet (www.lecinqcodet.com/pt/) são representados no Brasil pela Key Partners (www.keypartners.com.br), de Sylvia Leimann.

5 destinos italianos para visitar com a Alitalia

A Alitalia é a tradicional companhia aérea italiana, que traz a cultura do país para a experiência de bordo. Nada melhor do que explorar os incríveis destinos da Itália e imergir completamente na trajetória da viagem a bordo dos voos da empresa.

Confira abaixo cinco destinos italianos para explorar com as rotas da Alitalia:

Roma

(Foto: Divulgação)

No Brasil, a Alitalia tem voos diários saindo do Rio de Janeiro e dois voos por dia saindo de São Paulo, todos com destino a Roma. Por isso, a cidade é a porta de entrada perfeita para a Itália. Em Roma, estão alguns dos principais cartões postais do país como o Coliseu, o Panteão e a Fontana di Trevi.

Milão

(Foto: Divulgação)

Milão é a capital mundial da moda e do design. O destino é perfeito para compras e também para degustar o que há de melhor na alta gastronomia italiana. Alguns pontos turísticos que se destacam na cidade são a Piazza del Duomo e a Catedral de Milão.

Veneza

(Foto: Divulgação)

Veneza é um dos destinos mais românticos da Itália. Toda a cidade é cortada por lindos canais, tornando as gôndolas um dos principais meios de transporte do local. A Praça de São Marcos é um dos principais atrativos da cidade, onde estão localizadas a Basílica e o Campanário.

Florença

(Foto: Divulgação)

Florença é a cidade que mais se destaca na região da Toscana. Ela abriga uma enorme variedade de obras de arte e arquitetura da era renascentista. Um passeio imperdível é visitar a Galeria da Academia de Artes, onde está localizada a famosa escultura de David de Michelangelo.

Nápoles

(Foto: Divulgação)

Nápoles é a principal cidade do sul da Itália. O destino tem um visual incrível do Vulcão Vesúvio oferece diversas possibilidades de passeios culturais como visitas aos castelos Nuovo e Ovo, ao Palácio Real e Praça do Plebiscito.

Natal em Paris: o que fazer e onde se hospedar para aproveitar em grande estilo o feriado de fim de ano

Cidade Luz fica aina mais iluminada na época natalina. (Foto:

Ruas e praças iluminadas, pistas de patinação, atrações lúdicas e feiras temáticas deixam a Cidade Luz ainda mais encantadora

Paris é sempre mágica, mas no Natal o encanto que a cidade naturalmente irradia ganha um charme a mais. As fachadas recebem projeções coloridas, arcos triunfam em brilho, vitrines de lojas são decoradas com personagens natalinos e as grandes avenidas esbanjam fascínio com toneladas de luzes. Este é período em que a Champs-Élysées se ilumina com mais de 150 mil pequenas lâmpadas, da mesma forma que outros cenários de sonho, como o quartier de Montmartre e a Place Vendôme.

Num dos mais célebres cartões-postais do mundo, a Torre Eiffel acolhe o friozinho gostoso do inverno com uma pista de patinação no gelo. Mania esta que se expande por outros pontos da capital francesa, como no Forum des Halles, Grande Palais de Glaces e, este ano, pela primeira vez, nas Galeries Laffayette. Aqui, deslizadas sobre patins podem ser alternadas com voltas pelos corredores à procura do presente perfeito.

Ideias para lembranças e mimos artesanais podem ser encontrados no Jardin de Tuileries, que abrigará 120 chalés de madeira. São stands de trabalhos manuais, mas também de diversos restaurantes gourmets. O Hôtel de Ville, por sua vez, recebe barracas de crepes e vinho quente para acalentar corpos e corações. Aquecimento para se deslumbrar com o pátio da prefeitura, que será transformado numa gigantesca floresta encantada, com direito a trenzinho para as crianças. A beleza de seu típico carrossel decerto seduzirá ainda mais a todos, não só aos pequenos.

Em clima de família, como pede o Natal, atrações lúdicas também podem ser visitadas nos castelos da cidade em atmosfera de contos de fadas. No Château de Vincennes, espetáculos teatrais ganharão o palco. No Château de Breteuil, serão feitas leituras de histórias e ateliês de costura para produção de fantasias.

Programações religiosas também entram no roteiro daqueles que não abrem mão dos concertos no altar da igreja Sainte-Chapelle. E se a sorte contribuir, torça para que flocos de neve caiam diante de seus olhos na saída. Coberta de branco, a cidade adquire ares românticos e uma visão ainda mais extraordinária.

Pensando na ceia de Natal, todos os anos, os restaurantes Chiquette, localizado dentro do hotel boutique Le Cinq Codet; e Le Baudelaire, no interior do hotel haute couture Le Burgundy, oferecem um carinho especial aos turistas. Certamente, uma autêntica experiência francesa para esta data comemorativa. Entre as delícias da mesa, o famoso Bûche de Noel, bolo feito de manteiga, açúcar e ganache, verdadeira tradição local.

Para o descanso, tanto o Le Burgundy como o Le Cinq Codet garantem conforto e personalidade. O primeiro eleva o caráter chic parisiense com materiais nobres que se combinam a texturas modernas, criando um ambiente elegante em meio aos prestigiosos estabelecimentos da Place de la Madeleine e da Rue Saint-Honoré. O segundo desponta como o hotel mais contemporâneo na Rive Gauche e se destaca pelo estilo art déco erguido em edifício dos anos 30. Está localizado entre a Torre Eiffel e o Palácio Nacional Les Invalides, monumentos da bela paisagem da capital francesa que podem ser observados das janelas dos apartamentos.

Para mais informações, acesse os sites www.le5codet.com e www.leburgundy.com. Os dois hotéis são representados no Brasil pela empresa Key Partners (www.keypartners.com.br), de Sylvia Leimann.

A magia do Natal na Noruega

Natal é uma das épocas mais bonitas na Noruega. ( Foto: Thomas Rasmus Juell skaug / Dagbladet)

O Natal é o segundo maior feriado da Noruega, ficando atrás apenas do 17 de maio, dia da Constituição do país. À luz de velas, é um período mágico e feliz para noruegueses e visitantes. As comemorações tem início em novembro com as festas de confraternização das empresas, o Julebord, que consiste em banquetes com tradicionais pratos natalinos, como “ribbe” (costela de porco) e “pinnekjøtt” (costela de cordeiro), acompanhados de cerveja preta e de aquavit, destilado norueguês.

Na Noruega, crianças e adultos são presenteados com um calendário do advento, o Julekalender,  para a contagem regressiva para o Natal, que por lá é chamado de Jul. Começando em 1º de dezembro e finalizando na véspera de Natal, é ofertado um presente, um doce ou uma tarefa em cada um dos 24 dias que precedem a grande festa. Todos os pacotinhos têm o número do dia exato que deve ser aberto, sendo proibido abri-los antecipadamente.

O dia 23 de Dezembro é conhecido como a “pequena véspera”, dia dedicado para enfeitar a árvore de Natal ou abrir um único presente. Na véspera de Natal, o Julaften, os noruegueses se encontram nas casas de familiares e amigos para a principal ceia natalina. Após o jantar, é a hora de trocar os presentes. O dia 25 de dezembro é um dia para encontrar a família.

Mas engana-se quem acredita que as celebrações natalinas terminam após o dia 25. Entre o Natal e o Ano Novo, é tempo do Julebukk, uma divertida tradição norueguesa que assemelha-se a brincadeira de “trick-or-treating” do Halloween dos Estados Unidos. Durante a última semana do ano, os nórdicos saem às ruas fantasiados, batendo às portas de seus vizinhos, cantando músicas natalina e recebendo doces.

Pequenos luxos para desfrutar no Alentejo

Alentejo oferece hospedagem em castelos. (Foto: Turismo do Alentejo)

Destino português possui experiências exclusivas para seus viajantes

Uma das regiões mais autênticas de Portugal, o Alentejo é o destino perfeito para fugir do agito urbano e aproveitar a vida no seu próprio ritmo. Recheada de edifícios históricos e monumentos declarados Patrimônio da Humanidade pela UNESCO, a região tem paisagens impressionantes, que convidam seus viajantes a desfrutarem experiências exclusivas.

Confira uma lista de pequenos luxos para curtir em uma viagem por terras alentejanas.

Hospedar-se em um castelo
A região testemunhou importantes momentos da história do país e abriga muitos edifícios históricos de valor inestimável, como castelos. Alguns foram transformados em luxuosas pousadas, onde é possível vivenciar momentos de realeza, como a Pousada Castelo de Estremoz, cujo edifício foi construído no século 12 para a Rainha Santa Isabel e que ainda exibe decoração medieval. Sua Torre de Menagem, a mais alta da Europa, possui uma magnífica vista para a cidade. Já a construção milenar do Castelo de Alcácer do Sal está posicionada no monte mais alto da cidade e guarda uma hospedagem elegante. www.pousadas.pt

Passear de barco no Alqueva ao pôr do sol
Em pleno coração do Alentejo, o imponente Alqueva é o maior lago artificial da Europa e está rodeado por campos verdes e dourados típicos da região, e que ficam ainda mais deslumbrantes à luz do entardecer. É possível praticar diversas atividades náuticas ou ainda fazer um passeio de barco para apreciar toda a beleza deste local. www.alquevacruzeiros.pt/

Ver estrelas em um céu premiado
Talvez você nunca tenha imaginado que o céu de um destino pudesse ser premiado. Mas a região do Alqueva foi a primeira do mundo a ter a certificação Starlight Tourism Destination, que comprova a sua qualidade para observação de estrelas. Não há poluição luminosa, o que possibilita contemplar toda a perfeição do universo a olho nu. E se quiser saber mais sobre constelações encontradas ali ou até mesmo alugar um telescópio, basta fazer uma visita ao Observatório Lago Alqueva. http://olagoalqueva.pt/

Fazer um workshop de gastronomia tipicamente alentejana
O melhor de uma viagem é poder conhecer a fundo a cultura daquele destino. E que tal começar pela gastronomia? A culinária típica do Alentejo proporciona sabores inigualáveis, que incluem, além de seus deliciosos azeites, carnes de caça, embutidos, pães e queijos. E é possível aprender as principais receitas em um divertido workshop. Em Évora, o Portuguese Cooking School oferece aulas de culinária típica para você colocar a mão na massa e ainda saber mais das tradições gastronômicas em uma conversa descontraída. A equipe da cozinha do Torre de Palma Wine Hotel, em Monforte, ensina a elaboração de um menu de três pratos, acompanhados dos excelentes vinhos produzidos na propriedade. E os hóspedes do Santiago Hotel Cooking & Nature podem aprender a receita do famoso pão alentejano, elemento essencial nas mesas dos locais. http://portuguesecookingschool.com /  www.torredepalma.com / www.santiagohotel.pt.

Tomar alguns dos melhores vinhos do mundo em um piquenique em meio à natureza
Um piquenique é a opção perfeita para admirar as paisagens de sobreiros nas planícies verdejantes e ainda desfrutar das iguarias locais, como o vinho. O Alentejo é a meca para os amantes da bebida. A Herdade de São Lourenço do Barrocal oferece uma cesta recheada de delícias para seus hóspedes curtirem essa experiência ao ar livre, regada a um ótimo vinho da região. www.barrocal.pt.

Passeio a cavalo em uma praia quase deserta
Uma ótima forma de explorar o litoral alentejano, considerado o mais intocado da Europa, é um passeio a cavalo. O trajeto passa por praias praticamente desertas, com as areias claras, dunas e mar azul. O roteiro também proporciona uma vista panorâmica de florestas de pinheiros e arrozais verdinhos, típicos da região. A sensação de bem-estar e contato próximo à natureza alentejana é inevitável!

3 destinos para se jogar nas compras

Muitos viajantes aproveitam as férias para fazer compras, seja para adquirir um artesanato local, um produto que só é vendido ali, roupas e acessórios típicos e souvenirs da viagem. Abaixo, confira três destinos para se jogar nas compras:

Noruega

(Foto: Divulgação)

A Noruega pode ser um ótimo destino para fazer compras de artigos com o autêntico design escandinavo. Uma ótima dica é visitar a House of Oslo, loja de departamento especializada em decoração, que agrupa mais de 20 marcas reconhecidas da região. Já para peças de vestuário, vale a pena conhecer a Moods of Norway, marca tipicamente norueguesa com roupas, acessórios e sapatos bastante inusitados e coloridos. Uma ótima notícia para os brasileiros, é que é possível fazer compras na Noruega com restituição de impostos. Existem mais de quatro mil lojas com o selo “tax free”, que permite que turistas estrangeiros façam compras e recebam, no momento em que deixarem o país, a restituição do IVA (Imposto sobre Valor Agregado).

Mônaco

(Foto: © MONTE-CARLO Société des Bains de Mer)

Mônaco é o lugar perfeito para compras, especialmente para quem procura produtos de luxo de grifes internacionais, seja alta costura, perfumaria, joalheria, relojoaria, etc. Além disso, por ser um dos destinos mais seguros do mundo, não há com o que se preocupar na hora das compras. O One Monte-Carlo, inaugurado em 2019, fica próximo ao Cassino de Monte-Carlo. O espaço, que combina apartamentos, grifes, gastronomia, cultura e negócios, situa-se ao redor da Promenade Princesse Charlène, uma zona de pedestres ladeada por árvores. A área de compras conta com 24 boutiques de luxo, como Cartier, Louis Vuitton, Chanel, Fendi e Prada. Outra opção é o Métropole Shopping Center, que conta com 80 lojas, cinco restaurantes e é decorado com dois lustres impactantes e muito mármore. Além de moda, acessórios, joalherias e artigos de beleza, há também lojas de decoração, artes e antiguidades. Outras duas opções são o Centro Comercial de Fontvieille, com 36 lojas especializadas em equipamentos hi-fi, música, móveis, etc, e as lojas no cais do Yacht Club de Mônaco.

Seychelles

(Foto: Eden Plaza)

Com uma localização perfeita na Eden Island, em Seychelles, o Eden Plaza oferece uma ótima experiência para quem está hospedado na ilha principal Mahé. O local combina mais de 50 lojas (roupas, sapatos, óculos, móveis, etc), restaurantes e serviços em um ambiente agradável, moderno e de frente para um cenário paradisíaco. O local ainda conta com serviços de bem-estar, como um spa e uma academia, e um espaço artístico, que atualmente é a maior galeria de arte contemporânea do país, onde são vendidas obras de artistas seychellois. Além do shopping, há muitas lojinhas espalhadas nas ilhas principais que vendem artesanatos e souvenirs, muitos deles com o formato do coco de mer, símbolo do país. O coco de mer original, cuja palmeira é protegida e só cresce nesta região, também pode ser adquirido e usado como artigo de decoração (é preciso ter um selo do governo e licença de exportação).

Para saber mais sobre os destinos, acesse o Bureau Mundo, escritório virtual da GVA: www.bureaumundo.com.