Arquivo da tag: Turismo

Primavera em Pucón, no Chile, oferece atividades outdoor

A estação combina, e muito, com passeios e atividades ao ar livre, como caminhadas, navegações, observação de pássaros e esportes de aventura, que podem ser contratados com a agência própria do hotel Antumalal

Alternando em seu panorama montanhas, lagos, cachoeiras, águas termais e vulcões, a região de Pucón, no sul do Chile, é de uma beleza extraordinária. E, se suas paisagens são assim tão diversas, as opções de passeios outdoor para desbravá-las também o são – e ficam ainda mais agradáveis na primavera. Isso porque a temperatura máxima está no ponto ideal, entre 18ºC e 20ºC, e a natureza se mostra ainda mais exuberante, tingindo de diferentes tons de verde os bosques e as reservas que ladeiam a cidade. Assim, a estação mais florida do ano é perfeita para trekkings e caminhadas, navegações, birdwatching (observação de aves), passeios de caiaque, cavalgadas, pesca esportiva, rafting e outros esportes de aventura, atividades que o Hotel Antumalal, por meio de sua agência interna, a Davita Tours, oferece aos interessados em explorar toda a multiplicidade que permeia o destino chileno.

veleroLagoVolcan.jpg
Primavera em Púcon oferece atividades ao ar livre. (Foto: Divulgação)

Para a turma mais light, a empresa sugere o tour que leva aos principais pontos turísticos da região, como El Salto Mariman, maior corredeira do Rio Trancura, e os icônicos Los Ojos de Caburgua, poços de águas turquesas provenientes do Lago Caburgua. Outra sugestão ideal para os meses mais quentes do ano é a navegação no Lago Villarrica, visitando, a bordo de um veleiro, a península do Hotel Antumalal desde o lago até o delta do Rio Trancura – nesse passeio, também é possível aprender os princípios básicos da navegação à vela.

Provando que a natureza entra em festa sob as cores da primavera, é uma boa ideia apostar nos circuitos de birdwatching que a Davita Tours realiza em parceria com a agência especializada em avistamento de pássaros PuconBirding, que, não bastassem passar por locais que revelam lindos ângulos do vale e do Vulcão Villarrica, permitem visualizar cerca de 60 espécies de pássaros, como martim pescador, gaivota andina e cisne de pescoço preto.

Ainda no ritmo contemplativo, a primavera convida a fazer cavalgadas, pesca esportiva e, claro, caminhar, o que sempre ocorre em meio a cenários majestosos. Uma trilha tranquila, deslumbrante e ainda pouco visitada é a chamada Lagoas Andinas, em Mamuil Malal, perto da fronteira com a Argentina. Ali, emoldurados pelo imponente Vulcão Lanin, há dois plácidos lagos rodeados de araucárias e de bosques habitados por pássaros carpinteiros e uma série de espécies de aves e animais. Outro percurso de nível fácil realizado pela Davita Tours se desenrola no Parque Nacional Huerquehue, no qual os participantes também passam por bosques de araucárias e cascatas, sempre tendo como companhia o Lago Tinquilco e o Vulcão Villarrica.

Para os mais radicais, as atividades outdoor são igualmente diversificadas, e, como a maioria rola montanha acima, onde a temperatura é sempre mais baixa do que no sopé da formação rochosa, ou mesmo na água, a chegada da primavera é super bem-vinda para que os participantes tenham mais conforto para praticá-las.

Há desde tirolesa e rafting no Rio Trancura a trekkings que se fundem com escalada, como o que é feito no vale de Cerdúo. Nessa jornada, os participantes sobem a montanha por meio de degraus de metal previamente fixados com uma linha de aço, que fornece toda a segurança necessária à ascensão. O prêmio para quem encara esse desafio são os panoramas arrebatadores tanto do Vulcão Villarrica como do vale de Caburgua. Mais um senhor visual está garantido aos trekkers que se embrenham na trilha San Sebastian, no Parque Nacional Huerquehue, que depois de vencerem um percurso íngreme em meio a uma área de floresta que desemboca numa planície com falésias, contemplam uma vista em 360º de quase todos os vulcões e montanhas da região, a 1.900 metros acima do nível do mar.

E é o onipresente Vulcão Villarrica, o mais ativo do Chile, que propicia a aventura mais desejada, e quiçá desafiadora, de Pucón: a subida à sua cratera, que à parte descortinar um dos melhores panoramas da região, com uma sucessão de lagos, bosques e vulcões a perder de vista, realmente é uma experiência bem diferente, sobretudo para os turistas brasileiros, que não têm esse tipo de formação no “quintal” de casa. Não é preciso saber escalar ou ser praticante de alpinismo, mas é recomendado ter um mínimo de preparo físico, já que esse trekking dura o dia inteiro, chegando a uma altitude de quase 3 mil metros, quando alguns participantes podem sentir sintomas relacionados ao ar mais rarefeito, como falta de ar e dor de cabeça. Mas, como a atividade organizada pela agência do Hotel Antumalal é conduzida por guias experientes, a aventura tem tudo para ser segura e inesquecível.

Anúncios

Próxima parada: América do Sul

Descubra Turismo oferece roteiros nacionais e internacionais para quem quer aproveitar os feriados do segundo semestre em alto estilo

O segundo semestre do ano traz consigo a chegada das estações mais quentes para a parte austral do planeta – e alguns feriados prolongados (como o Dia de Nossa Senhora Aparecida, em 12/10,o Dia de Finados, em 2/11, e a Proclamação da República, em 15/11), que tornam ainda mais favorável uma viagem pela região sul-americana. Para que estes momentos sejam aproveitados no melhor estilo, a Descubra Turismo (www.descubraturismo.com.br), operadora especializada em ecoturismo, indica roteiros dentro e fora do Brasil ideais para serem explorados nessas datas.

Bonito  - Crédito - shutterstock_.jpg
Bonito é um dos destinos da Descubra Turismo para os últimos feriados. (Foto: Shutterstock)

A belíssima Chapada dos Veadeiros, em Goiás, e a cidade de Bonito, no Mato Grosso do Sul, são as opções nacionais indicadas pela Descubra Turismo. Os roteiros, de três e quatro noites respectivamente, apresentam alguns dos mais belos cenários naturais do país, onde se encontram rios de água cristalina, cachoeiras, piscinas naturais e formações rochosas de tirar o fôlego. Há valores a partir de R$ 1.710 para a Chapada e a partir de R$ 1.965 para Bonito. Mais informações sobre os pacotes em https://www.descubraturismo.com.br/viagem-nacional/chapada-dos-veadeiros-feriado/ e https://www.descubraturismo.com.br/viagem-nacional/pacote-de-viagem-para-bonito-express/.

Viagens internacionais também podem trazer aos feriados do segundo semestre um ar para lá de especial e, por isso, estão na mira da Descubra Turismo. Na Argentina, a surpreendente Patagônia traz a fauna como protagonista de um roteiro de três noites que inclui passeio para observação de baleias e visita à uma pinguineira. Para esta experiência há preços a partir de US$ 745. Mais detalhes sobre o pacote em https://www.descubraturismo.com.br/viagem-internacional/pacote-de-viagem-para-fauna-na-patagonia-03-noites/.

Deserto do Atacama, no Chile, é a estrela de uma viagem de cinco noites que apresenta aos turistas algumas das belezas mais sublimes do planeta, como seus salares, gêiseres e lagoas. Já para o místico Machu Picchu, no Peru, a Descubra montou um roteiro express também de cinco noites que leva a Cusco, ao Valle Sagrado com seus rios, monumentos arqueológicos e povoados indígenas e às famosas ruínas até alcançar a ‘cidade perdida dos incas’.  Para estes roteiros há valores a partir de US$ 1.270 e US$ 1.095, respectivamente. Os roteiros completos estão em https://www.descubraturismo.com.br/viagem-internacional/pacote-de-viagem-para-deserto-de-atacama-completo-05-noites/ e https://www.descubraturismo.com.br/viagem-internacional/pacote-de-viagem-para-machu-picchu-express-05-noites/.

Os valores citados são por pessoa e incluem a parte terrestre com hospedagem, café da manhã, transportes locais e passeios e podem ser parcelados em até cinco vezes. Os traslados de ida e volta para os passageiros que embarcam no aeroporto de Guarulhos, em São Paulo (SP), são cortesia.

Para mais informações sobre estes e outros roteiros, acesse www.descubraturismo.com.br.

Três parques de esculturas para conhecer na Noruega

A Noruega é um destino que chama a atenção pela sua natureza exuberante e riqueza cultural. Como combinação desses dois fatores, existem alguns parques de esculturas no país que expõem belíssimas peças integradas ao meio ambiente, resultando em atrações turísticas bastante inusitadas.

Confira três ótimos exemplos desses parques de esculturas:

Parque-Ekeberg-small.jpg
(Foto: Divulgação)

Ekeberg

Oslo

O Ekeberg é um parque de esculturas que se destaca em Oslo. Com mais de 100 mil m2, o lugar é ideal para um longo passeio em meio às árvores e obras de arte. Adjacente ao parque também existe um museu que mostra a riqueza histórica e natural da região de Ekeberg, em Oslo. Tanto o museu quanto o parque possuem entrada gratuita. Mais informações

Parque-de-esculturas-de-Muustrø-small.jpg
(Foto: Divulgação)

Muustrø

Inderøy

O parque de esculturas de Muustrø, localizado na região central da Noruega, foi criado para homenagear Nils Aas, artista norueguês de grande reconhecimento. O local abriga 10 de suas esculturas, que são exibidas ao ar livre, rodeadas de incríveis plantas e flores. Mais informações

The-Vigeland-Park-112013-99-0451-small.jpg
(Foto: Divulgação)

Vigeland

Oslo

O incrível Parque Vigeland é o maior parque do mundo construído por um único artista e é uma das atrações mais famosas de Oslo e de toda a Noruega. Este parque de esculturas singular foi a grande obra de Gustav Vigeland, que ficou encarregado do design e do layout do parque que abriga mais de 200 esculturas em bronze, granito e ferro. As estátuas contam a história do ciclo da vida e mostram emoções humanas, provocando uma reação diferente em cada um dos seus visitantes. Mais informações

Lodge Rhulani – Um Refúgio no meio da Savana

Lodge é uma típica acomodação privada, localizada no meio da Savana. Com caráter exclusivo, são poucos os privilegiados que conseguem fazer uma reserva, pois muitas dessas propriedades chegam a ter menos de 20 quartos disponiveis.
imagem_release_1060628.jpg
Rhulani garante uma experiência única no meio da Savana. (Foto: Divulgação)
 No Rhulani a experiência é inigualável, tanto com pratos típicos, servidos em jantares a luz de estrelas regados por ótimos vinhos, quanto por rituais de fogueira, canto e danca. A forma de receber é impecável e carinhosa e o contato com a natureza, bem como o a preocupação  e o incentivo para que os hospedes se envolvam genuinamente  com a preservação da natureza e animais é o DNA deste lugar.
Estas são apenas as primeiras impressões que o Lodge Rhulani imprime, além de outras que se tornaram a sigla do seu nome e características do seu servico impecavel: Respect; Heart; Uniform; Legendary; Accountability; Never say no; Impressive.
Localizado na Reserva Privada de Makiwe, a maior da Africa do Sul, com 75 mil hectares, onde apenas entram pessoas autorizadas e hóspedes com reservas feitas, é uma experiência única de contato com a natureza a vida selvagem. A região é 100% livre de malária o ano todo e é conhecida por ser o lar do cão selvagem e desempenha com maestria papel para garantir a sobrevivência deste animal em extinção.
Experiências
Ao entrar no quarto com um pé direito triplo, o aroma Africanology já te envolve no luxuoso espirito da Savana. A cama tem um véu transparente em frente de uma lareira, o banheiro com chuveiro ao ar livre permite um banho literalmente um “banho de lua” com vista 360 graus para a Savana. No deck, piscina e espreguiçadeiras vislumbram o que mais parece um cenário de filme. Toda a estrutura do Lodge se integra com a natureza, e por isso é possível se ter a sorte em ver um dos “Big 5” passar em frente de sua janela.
Os safaris saem do convencional, é comum terminá-los com “Sundowner” em meio a selva, um happy hour ao por do sol.
Além disso, todos os Lodges da Reserva Privada de Madikwe se uniram no combate ao tráfico de chifres de Rinocerontes e preservação de todas as espécies da região. De forma privada e por meio de doações, os Lodges mantém uma equipe de veterinários e um time de primeira de colaboradores, que fazem a captura dos animais para exames de DNA e chipá-los, com objetivo de acompanhar-los por toda a vida, desta forma, conseguem um rastreamento preciso em casos de caça ilegal.
A noite anterior do check out, ao chegar no quarto tem um presentinho. Um mimo que abre o sorriso no rosto e na alma.

Descubra Turismo leva aos grades destinos brasileiros em que a natureza é a protagonista do espetáculo

Pacotes da operadora contemplam do desejado arquipélago de Fernando de Noronha (PE) ao nada óbvio Jalapão, no Tocantins 

De norte ao sul do Brasil, nem nativos nem estrangeiros que adoram viajar são capazes de duvidar: este é um país multifacetado e lindo por natureza, repleto de praias deslumbrantes, florestas e parques nacionais de encher os olhos, cachoeiras monumentais, rios cristalinos e lagoas que propiciam deliciosos banhos e flutuações… Qualquer que seja a paisagem de preferência, bem como o ritmo e o estilo com que se pretende explorar regiões em que a natureza é a protagonista do espetáculo, todos os grandes, e realmente imperdíveis, destinos de ecoturismo e aventura verde-amarelos estão no portfólio de pacotes da Descubra Turismo, operadora especializada nesses segmentos de viagens, incluindo de Fernando de Noronha (PE) e Bonito (MS) a lugares mais inexplorados, caso do Jalapão (TO), que em breve invadirá a telinha como cenário da novela global O Outro Lado do Paraíso.

trilha-janela-veadeiros.jpg
Chapada dos Veadeiros é um dos destinos da Descubra Turismo. (Foto: Divulgação)

O arquipélago de Fernando de Noronha, a 545 quilômetros da costa pernambucana, certamente está no top 5 de qualquer viajante brasileiro. Afinal, exibe a mais perfeita combinação entre natureza preservada e praias maravilhosas – a do Sancho sempre figura em qualquer lista que eleja as melhores faixas de areia do País –, sem contar que é um point de surfe e de mergulho: em dias claros e de mar calmo, a visibilidade alcança os 50 metros, revelando uma incrível fauna marinha, que vai de peixinhos multicoloridos a tartarugas, tubarões e moreias. Para esse paraíso ecológico, o programa da Descubra Turismo inclui traslados, sete noites em pousada com café da manhã, alguns passeios e trilhas e seguro. Custa a partir de R$ 1.925 por pessoa em acomodação dupla, e a passagem aérea não está inclusa. Também há uma opção de viagem express, com duração de quatro noites, a qual, sem a parte aérea, tem preço mínimo de R$ 1.295 por pessoa. Detalhes em https://www.descubraturismo.com.br/viagens-nacionais/regiao-nordeste/pernambuco/fernando-de-noronha/.

A Floresta Amazônica também reina entre os destinos verdes do Brasil, graças, é claro, à exuberância de suas matas e de seus rios caudalosos, que guardam uma biodiversidade incomparável. E, nos pacotes da Descubra, o contato com a fauna, a flora e os caboclos (como são chamados os moradores das regiões ribeirinhas) se dá de uma maneira bastante prazerosa e confortável: com hospedagem em hotéis de selva, como o Amazon Ecopark, a cerca de 30 quilômetros do aeroporto de Manaus, capital amazonense. Às margens do Rio Tarumã, o empreendimento oferece uma verdadeira imersão na selva, com atividades entre as quais estão pesca de piranha; focagem noturna de animais; caminhada pela floresta, em que os guias ensinarão táticas de sobrevivência na selva; visita à casa de um caboclo; ida ao Centro de Reabilitação e Reintrodução de Animais Silvestres, conhecido como Floresta dos Macacos, o qual recebe e cuida de animais confiscados por conta do comércio ilegal; e o emblemático passeio ao encontro dos rios Negro e Solimões. Com  traslados, três noites de hospedagem com pensão completa, passeios e seguro, o roteiro custa a partir de R$ 1.865 por pessoa em acomodação dupla – e o aéreo é pago à parte. Mais informações em https://www.descubraturismo.com.br/viagens-nacionais/regiao-norte/amazonas/amazonia/.

Se na Amazônia o turista sempre está cercado pela grandiosidade das árvores, em Bonito são os rios e as piscinas naturais cristalinas, cheias de peixes, que dão o tom das tantas atividades oferecidas aos visitantes. É o caso do Rio Formoso, onde rola um passeio de bote, e dos rios da Prata e Sucuri, que recebem os visitantes para uma flutuação. Já a mata que ladeia o Rio Mimoso é o destino de uma caminhada que revela cachoeiras, grutas e piscinas naturais, onde são feitas paradas para bem-vindos banhos – e, por falar de cachoeira, mais um passeio bacana de Bonito é o que explora nada menos do que 11 vistosas quedas-d’água, incluindo a Boca da Onça, que, despencando a 156 metros, é a mais alta do Estado de Mato Grosso do Sul. Todas essas atrações estão previstas no programa da Descubra, que também não deixa de fora o cartão-postal da cidade, a Gruta do Lago Azul, repleta de estalagmites e estalactites e que exibe um lago com cerca de 90 metros de profundidade, dono de águas de um azul hipnotizante e cujas dimensões o tornam uma das maiores cavidades inundadas do planeta. Com traslados, sete noites de hotel com café da manhã, passeios e seguro, o pacote custa a partir de R$ 3.310 por pessoa em acomodação dupla. O bilhete aéreo não está incluso nesse valor.  Detalhes em https://www.descubraturismo.com.br/viagens-nacionais/regiao-centro-oeste/mato-grosso-do-sul/bonito/.

Outro paraíso das águas é a Chapada dos Veadeiros, em Goiás, que ostenta uma das maiores concentrações de água potável do mundo. Não é para menos, então, que a região seja pródiga de atrações “molhadas”, como comprovam os Saltos do Rio Preto, cachoeira que despenca a 120 metros de altura, e as Cataratas dos Couros, trecho do rio de mesmo nome que apresenta uma impressionante sequência de quedas-d’água, corredeiras e poços naturais. As duas formações são visitadas tanto no roteiro mais curto oferecido pela Descubra, de quatro noites (preço desde R$ 1.840 por pessoa em acomodação dupla, com hospedagem apenas em Alto Paraíso e passeios em seus arredores) como no de sete noites (valor mínimo de R$ 2.855 por pessoa em acomodação dupla). No programa mais longo, a estada é dividida entre Alto Paraíso (quatro noites) e Vila de São Jorge (três noites), agregando ao tour, por exemplo, um dia de trilhas à escolha do ecoturista: pode ser uma de nível fácil –  a qual leva ao Parque Solárion, casa das cachoeiras Anjos e Arcanjos –  ou uma difícil, caso do trekking que segue pela Serra Geral do Paranã, levando ao ponto mais alto da Chapada (1.676 metros de altitude) e, depois, a uma cachoeira com queda de 150 metros. Para mais informações sobre o destino, acesse https://www.descubraturismo.com.br/viagens-nacionais/regiao-centro-oeste/goias/chapada-dos-veadeiros/.

Agora, para fazer uma viagem nada óbvia, rumo a um destino verdadeiramente rústico, isolado, que muda completamente de aspecto em questão de quilômetros e, de quebra, oferece um meio de hospedagem um tanto singular – um conjunto de tendas no melhor estilo das reservas africanas –, a escolha só pode ser… o Jalapão. Esse parque estadual no Tocantins, a cerca de 300 km da capital do Estado, Palmas, reúne cachoeiras, dunas, chapadões e rios de águas cristalinas e deve ganhar fama em breve, já que servirá de cenário para a nova novela global O Outro Lado do Paraíso. Para quem já quiser descobrir esse diversificado destino, a Descubra Turismo está com um roteiro com quatro noites de estada justamente nas tendas do Safari Camp Korubo, com todas as refeições, e passeios guiados pelos principais atrativos locais: canoagem no Rio Novo, dunas, Fervedouro, cachoeiras da Velha e da Formiga e a comunidade de Mateiros, onde são vendidos todo tipo de peças e acessórios feitos com a bela palha do capim dourado. Completam o tour todos os traslados, duas noites em hotel de Palmas com café café da manhã, equipamento de canoagem e seguro.  Preço a partir de R$ 2.570 por pessoa em acomodação dupla, sem a passagem aérea. Para mais informações, acesse https://www.descubraturismo.com.br/viagens-nacionais/regiao-norte/tocantins/jalapao/.

Lembrando que, para os passageiros que embarcam em São Paulo (SP), a Descubra Turismo oferece cortesia no traslado de ida e volta para o aeroporto de Guarulhos. Para mais informações sobre esses e outros roteiros, acesse http://www.descubraturismo.com.br.

Cuba em dose dupla

Agora a Norwegian tem dois navios visitando Cuba, ambos com pernoite em Havana, com tempo  para curtir a cidade intensamente com direito a provar mojitos e daiquiris onde foram inventados

Envolta em muito mistério por mais de 50 anos, Cuba volta a ser  destino desejado por turistas que visitam o Caribe. Por sua história, cultura, música, pela simpatia do povo, pelas belezas naturais e pela magia disso tudo combinado. E também , naturalmente, pelos drinques que exportaram para o mundo. O famoso mojito, no bar La Bodequita del Medio,  e o Daiquiri, no Floridita, celebrizado por Ernest Hemingway.

ViewImage.jpg
Norwegian Cruise Line oferecer roteiro em Cuba. (Foto: Divulgação)

A partir de 4 de setembro, até novembro,  o Norwegian Sky faz viagens para a mais icônica das ilhas do Caribe, sempre partindo de Miami e parando em Havana onde fica por dois dias inteiros.Depois segue para Great Sturrup Cay,  a ilha particular da Norwegian, nas Bahamas,para um dia inteiro de boa vida nesse resort de águas azuis cristalinas e areais brancas , retornando no dia seguinte a Miami. Estes são cruzeiros de quatro dias com sistema open bar, isto é, com todas as bebidas incluída a bordo. Preço  por pessoa: a partir de R$ 1.240,oo mais taxa.

Em maio de 2018 o Norwegian Sun começa sua temporada em Cuba. Serão também roteiros de quatro dias, com saída de Orlando (Cabo Canaveral), uma boa oportunidade para uma esticadinha no Caribe para quem vai aos parques da Flórida. Antes de chegar a Havana, onde também tem pernoite, o Norwegian Sun para em Key West na Flórida, um dos mais charmosos portos da região. Preço por pessoa: a partir de R$ 1.959,oo mais taxas.

América do Sul proporciona belas e empolgantes viagens de ecoturismo

Operadora Descubra Turismo tem o pacote ideal para qualquer tipo de aventura

Sítios arqueológicos que ainda intrigam os estudiosos, um deserto incrivelmente multifacetado, vulcões, montanhas desafiadoras que são o sonho de trekkers, ilhas ricas em biodiversidade, lagos de águas calmas e transparentes… Os brasileiros são privilegiados com a variedade de atrativos naturais ostentados por vizinhos como Peru, Argentina, Chile e Equador. É possível fazer viagens fantásticas pela América do Sul, em meio a paisagens deslumbrantes, e com uma vantagem e tanto em tempos de crise: gastando menos do que para a Europa ou os Estados Unidos. E é para esses adoráveis países sul-americanos, os quais concentram muitos dos grandes destinos de ecoturismo e aventura do continente, que a Descubra Turismo (www.descubraturismo.com.br), operadora especializada em tais segmentos, oferece uma variada gama de pacotes.

pacote-calafate M  - Crédito shutterstok.jpg
Calafate é uma das opções de ecotursimo da Descubra Turismo. (Foto: Shutterstok)

Uma das opções mais fascinantes é Machu Picchu, no Peru, destino que os viajantes realmente precisam visitar pelo menos uma vez na vida. Para essa espécie de Egito sul-americano, ainda hoje envolto em lendas e mistérios, a Descubra Turismo propõe uma série de roteiros. O mais básico, chamado Machu Picchu Express, dura cinco noites, três delas em Cuzco, antiga capital do império inca e cercada de sítios arqueológicos, a exemplo de Saqsayhuaman e Tambomachay; uma noite é passada no Vale Sagrado, visitando pontos como a feira de Pisac e o sítio de Ollantaytambo; e um pernoite é feito em Machu Picchu Pueblo (também conhecida como Aguas Calientes), povoado que dá acesso ao cartão-postal número 1 do Peru: as ruínas de Machu Picchu. O programa custa a partir de US$ 1.095 por pessoa em apartamento duplo e inclui hospedagem com café da manhã, traslados, algumas refeições e passeios – o tour por Machu Picchu figura entre eles ­–, além de seguro. A passagem aérea é paga à parte. A operadora também oferece a viagem por Cuzco e Machu Picchu combinada a outras regiões do país, como Arequipa, Nazca e Lima, capital peruana, sem contar o Lago Titicaca, na fronteira com a Bolívia. E, para os trekkers de carteirinha, a proposta é a famosa Trilha Inca, em que os aventureiros, para alcançar a cidade perdida dos incas, caminham em altitudes que chegam a passar dos 4 mil metros. Para detalhes sobre todos os pacotes para Machu Picchu da Descubra turismo, acessehttps://www.descubraturismo.com.br/viagens-internacionais/america-do-sul/machu-picchu/.

Se em Machu Picchu salta aos olhos a engenhosidade das construções que a genialidade humana concebeu tantos séculos atrás, a Patagônia, maravilha natural compartilhada por Chile e Argentina, não cansa de impressionar pela grandiosidade das paisagens, que alterna geleiras – a região é dona da área com o maior número de glaciares fora das zonas polares –, montanhas, lagos transparentes e estações de esqui, sendo a argentina Bariloche a mais famosa delas. Para esse destino tão versátil em atrações, a Descubra Turismo também apresenta pacotes bem flexíveis. Entre os programas disponíveis está o que contempla Ushuaia e El Calafate, na Patagônia Argentina. Esse roteiro prevê três noites em Ushuaia, a cidade mais austral do globo, com direito a passeio no parque Tierra del Fuego e navegação no Canal Beagle, e três noites em El Calafate, casa do Glaciar Perito Moreno, que esbanja magnitude com seus 60 metros de altura e cinco quilômetros de extensão. Com hospedagem, café da manhã, traslados, passeios e seguro, o pacote tem preço desde US$ 875 por pessoa em apartamento duplo. O aéreo não está incluso.

Já o roteiro que leva ao Parque Nacional Torres del Paine, na Patagônia Chilena, é outro destaque entre os turistas, e começa, na realidade, na Argentina, em El Calafate, onde ocorrem três pernoites. Depois, os participantes são transportados de ônibus 4×4 para a região de Torres del Paine e, assim que chegam, já começam a explorar a reserva. Os quatro dias seguintes na região são livres, e uma boa dica é fazer a caminhada chamada Base das Torres, a qual começa na Hosteria Las Torres e vai, como diz o nome da trilha, até a base das Torres del Paine, totalizando 19 quilômetros de caminhada. Incluindo hospedagem com café da manhã, transfers, alguns passeios e seguro, o pacote, que não tem bilhete aéreo, custa a partir de US$ 1.785 por pessoa em apartamento duplo. Os pacotes para Patagônia estão reunidos emhttps://www.descubraturismo.com.br/viagens-internacionais/america-do-sul/patagonia/.

A Patagônia conta com mais um roteiro magnífico, ultraindicado para quem só quer relaxar e fazer esforço zero: os Lagos Andinos, também compartilhados por Argentina e Chile e situados mais ao norte da região. Na versão Express, o pacote da Descubra Turismo começa no lado chileno, em Puerto Varas, uma graciosa cidadezinha às margens do Lago Llanquihue que serve de base para os viajantes conhecerem a adorável vizinha Frutillar e explorarem o entorno do Vulcão Osorno. Também é de Puerto Varas que se parte para a Ilha de Chiloé e para a famosa travessia dos Lagos Andinos, que dura dois dias e termina na igualmente famosa estação de esqui argentina de Bariloche. Essa jornada de ritmo sossegado e permeada por tantas paisagens deslumbrantes inclui traslados e hospedagem em Puerto Varas (três noites), seguida da travessia dos Lagos Andinos por dois dias, com um pernoite em Peulla, e estada por três noites em Bariloche, sempre com café da manhã. Completam o tour, cujo preço mínimo é de US$ 1.415 por pessoa em apartamento duplo, uma série de passeios – em Bariloche, há excursão ao Cerro Catedral e Circuito Chico –, além de seguro. Veja todos os detalhes dos pacotes da Descubra Turismo para os Lagos Andinos em https://www.descubraturismo.com.br/viagens-internacionais/america-do-sul/lagos-andinos/.

Já em total contraste com o gelo e a neve que dominam os cenários patagônicos em boa parte do ano, o Deserto do Atacama brilha apresentando uma beleza árida e impressionantemente diversa, já que o destino chileno vai muito além das areias e exibe vulcões, lagoas povoadas por flamingos, salares e gêiseres. Toda essa miscelânea paisagística é contemplada no tour de cinco noites da Descubra Turismo, que mostra aos viajantes o Salar de Atacama, o povoado de Toconao, os vales da Lua e da Morte, as lagoas Cejar e Tebimquiche e os Gêiseres del Tatio, entre outros pontos icônicos. Sem parte aérea, o pacote custa a partir de US$ 1.270 por pessoa em apartamento duplo e inclui traslados, hospedagem com café da manhã, passeios e seguro. As opções da Descubra para o Atacama pode ser vistas no link https://www.descubraturismo.com.br/viagens-internacionais/america-do-sul/deserto-de-atacama/.

E se o negócio é mergulhar ainda mais profundamente na natureza, o destino certeiro é Galápagos, conjunto de ilhas a mil quilômetros da costa do Equador que forma um dos mais impressionantes e ricos ecossistemas do globo, lar de tartarugas-gigantes, leões-marinhos, iguanas e aves, junto dos quais os turistas podem chegar bem pertinho – dá até para nadar em meio aos leões-marinhos. Esse arquipélago tão fundamental para que o explorador Charles Darwin desenvolvesse, no século 19, a revolucionária Teoria da Evolução das Espécies, é mais um senhor destino de ecoturismo sul-americano a contar com programas da Descubra Turismo, que o desbrava com diferentes itinerários realizados a bordo do navio MN Santa Cruz. Tanto o cruzeiro pelas Ilhas do Norte como pelas Ilhas do Leste, por exemplo, custam a partir de US$ 3.965 por pessoa em acomodação dupla e sempre incluem passeios nas paradas, ora para fazer caminhadas, ora para avistar os mais famosos moradores daquelas bandas, sejam eles golfinhos, lobos marinhos, as centenas de espécies de aves… À parte as quatro noites de navegação por Galápagos, com pensão completa, o pacote prevê três noites de estada em Quito, capital do Equador, com café da manhã, transfers, passeios guiados e seguro. Confira as opções de pacotes da Descubra em https://www.descubraturismo.com.br/viagens-internacionais/america-do-sul/galapagos/.

Lembrando que, para os passageiros que embarcam em São Paulo (SP), a Descubra Turismo oferece ainda cortesia no traslado de ida e volta para o aeroporto de Guarulhos. Para mais informações sobre esses e outros roteiros da operadora, acesse www.descubraturismo.com.br.

Conheça paraísos escondidos no Brasil que valem a viagem

Voopter indica destinos em Santa Catarina, Tocantins, Pará, Roraima, Bahia e Ceará que prometem impressionar os viajantes

Capitais como Florianópolis, Fortaleza e Salvador já são consagradas na rota de turistas que viajam pelo Brasil. Porém, o país é privilegiado com muitos destinos cujo potencial turístico é imenso, mas que fogem do radar dos viajantes, seja por falta de informação, seja pela dificuldade de acesso. Paraísos escondidos como a Lagoinha do Leste (SC), o Monte Roraima (RR) e Icaraí da Amontoada (CE) oferecem experiências autênticas para quem se atreve a desbravá-los. O buscador de preços de passagens aéreas Voopter selecionou alguns deles, cujas passagens para os aeroportos mais próximos têm preços acessíveis, saindo de São Paulo e no período de 18 a 25 de outubro, e oferecem um bom motivo para colocá-los em sua wishlist.

Alter do Chão.jpg
Alter do chão é um dos paraísos escondidos no Brasil. (Foto: Divulgação)

Com passagens de ida e volta por a partir de R$ 257, o aeroporto de Florianópolis é o ponto de partida para o Parque Municipal Lagoinha do Leste, uma área de 480 hectares de Mata Atlântica atrás dos morros do sul da Ilha de Santa Catarina, com lagoa, cachoeiras e uma praia paradisíaca, cujo acesso é feito somente por trilhas – leva-se de uma a três horas caminhando para chegar na faixa de areia. O esforço é recompensado pela paisagem, que revela a praia mais conservada da região envolta pela intocada e exuberante natureza.

Já por um valor a partir de R$ 373, viajantes chegam a Palmas, capital tocantinense e porta de entrada para o Parque Estadual do Jalapão, destino que encanta os apaixonados por ecoturismo com uma vasta oferta de cachoeiras, dunas, piscinas naturais, chapadas e fervedouros. Com uma área maior que os estados de Sergipe e Alagoas, o Jalapão é um destino que se mantém preservado do turismo de massa por conta da dificuldade de acesso. Recomenda-se contratar, em Palmas, um pacote turístico que inclua guia, hospedagem, passeios e transporte até o Parque, já que a maioria das estradas não é asfaltada.

Na região Norte do País, o Pará abriga dois tesouros escondidos: a ilha de Marajó, que fica a 3h30 de Belém através de navegação fluvial, seja em balsa ou navio, e Alter do Chão, que fica a aproximadamente 1.400 quilômetros. De acordo com o levantamento do Voopter, é possível voar para Belém por a partir de R$ 613, ida e volta. Dentro do maior arquipélago fluviomarinho do mundo, a ilha de Marajó marca o encontro dos rios Amazonas e Tapajós com o oceano. As cidades de Soure e Salvaterra são as principais do destino e onde se encontram as atrações mais importantes, como a fazenda de búfalos São Jerônimo e a praia de Barra Velha. Alter do Chão,por sua vez, tem como protagonista o rio Tapajós e foi eleita a praia mais bonita do Brasil pelo jornal britânico The Guardian. Localizado no município de Santarém, o destino é considerado o Cabine da Amazônia – e vale cada segundo da longa jornada até ele.

Ainda na porção Norte, outro paraíso escondido é o Monte Roraima, cujo território é dividido entre Brasil, Venezuela e Guiana. O aeroporto de Boa Vista, capital de Roraima, é onde desembarcam os viajantes brasileiros que desejam fazer a expedição pelo incrível e histórico tepui (tipo de montanha em formato de mesa). O custo das passagens de ida e volta começa em R$ 921. A melhor opção é começar a subida ao monte pelo lado venezuelano – para isso, quem chega de Boa Vista pode cruzar a fronteira pela BR-174.

Reduto de sossego, tranquilidade e muita beleza, a ilha de Boipeba, na Bahia, fica a um voo de táxi aéreo de meia hora de sua capital, Salvador – que, de acordo com o Voopter, tem preço de passagens a partir de R$ 539, ida e volta. Ideal para quem aprecia praias desertas, águas calmas, repletas de peixes e corais e noites estreladas, o local conquista com belezas naturais e com a hospitalidade de seus moradores.

Para completar, a cerca de 200 quilômetros de Fortaleza, no Ceará, a praia de Icaraí de Amontoada é um destino pouco conhecido pelos turistas que frequentam o estado, exceto pelos kitesurfers, que encontraram ali o verdadeiro paraíso. Com infraestrutura incipiente e poucas opções de hospedagem e gastronomia, Icaraizinho, como é conhecido pelos cearenses, oferece atrativos para viajantes que querem se reconectar com a natureza e se aventurar pelas dunas e lagoas da região. Segundo o Voopter, é possível encontrar voos de ida e volta com preços a partir de R$ 729.

CAMPO BAHIA HOTEL PARTICIPA DO SEGUNDO FESTIVAL DA LAGOSTA COSTA DO DESCOBRIMENTO, BAHIA

Evento surgiu com o objetivo de movimentar o povoado atraindo turistas regionais antes do defeso da lagosta que inicia em dezembro

A praia de Santo André, localizada no distrito de Santa Cruz Cabrália, sul da Bahia, participa entre os dias 7 e 10 de setembro, da 2ª edição do Festival da Lagosta Costa do Descobrimento. O evento traz o melhor da culinária à beira-mar, destacando as últimas tendências no preparo do crustáceo. O Campo Bahia Hotel, além de excelente opção de hospedagem para quem deseja acompanhar o evento, servirá no seu restaurante Caju, deliciosas sugestões de entrada e prato principal.

Lagosta Flambada com cama de alcachofra.JPG
Campo Bahia Hotel participa do Festival da Lagosta, na Bahia. (Foto: Kris Subtil)

O chef de cozinha do hotel, Caio Silva, elaborou um menu especial para o evento. De entrada, Ceviche de Lagosta com leite de côco (R$ 42 ,00) ou Tartine de Lagosta com guacamole baiana (R$ 47,00); como prato principal, Lagosta Flambada com cama de alcachofra e molho de laranja (R$ 93,00) e ainda Salada de Lagosta com rúcula e vinagrete de manga R$ 38,00).

2° Festival da Lagosta Costa do Descobrimento – Reeditado pelo Conselho Municipal de Turismo de Santa Cruz Cabrália, atendendo a demanda de alguns participantes – o evento surgiu em 2016 na Vila de Santo André com o objetivo de movimentar o povoado atraindo turistas regionais antes do defeso da lagosta que inicia em dezembro. Foram dez participantes e a receptividade foi tão positiva que este ano,  por uma solicitação do Conselho de Turismo de Cabrália, expandiu-se para toda a cidade.

Para esta edição, já estão inscritos mais de trinta estabelecimentos. Do Restaurante Caju, no sofisticado Campo Bahia Hotel, na praia de Santo André, onde ficou hospedada a seleção de futebol da Alemanha, campeã da Copa do Mundo, ao Trailer do Pedro na praça da Ponta de Santo Antônio e restaurante Maria Nilza, na praia go Guaiú.

CAMPO BAHIA HOTEL

Avenida Beira Mar, 1885, Santo André

Santa Cruz Cabrália, Bahia

Reservas: (73) 3162-4690 / 0800.880.0550 ou reservations@campobahia.com

12 Hostels socialmente responsáveis pelo mundo

O Hostelworld, site líder de reservas em hostels no mundo, listou 12 hostels que contribuem com ações em prol do planeta e das comunidades locais

O Hostelworld, site líder de reservas em hostels no mundo, listou 12 hostels que contam com projetos especiais e buscam, por meio de ações, contribuir em prol do planeta e suas comunidades locais. Os hóspedes tem a oportunidade de participar das iniciativas dos hostels e com isso adquirir melhor compreensão de questões globais como conservação ambiental, fontes de energia renováveis e desperdício de alimentos. Além disso, os turistas podem trocar tempo e habilidades por refeições orgânicas gratuitas e até diárias nos hostels.

28TowpathOnTheRiverfront_01.jpeg
28 Towpath on the Riverfront oferece contato próximo com a natureza local. (Foto: Divulgação)

O objetivo desses projetos é que os turistas vejam o mundo através das experiências em hostels que fazem a sua parte pelas comunidades locais, seja através da doação de roupas, trabalhos voluntários por uma tarde ou ajudando a natureza em algum, dos muitos, hostels ecológicos do Hostelworld. Confira alguns desses hostels:

28 Towpath on the Riverfront, Elizabeth, África do Sul
O 28 Towpath on the Riverfront apoia as iniciativas da comunidade local de Port Elizabeth, ao longo do Eastern Cape e por toda a África do Sul, o que significa que, entre as aulas de yoga e windsurf do 28 Towpath, os viajantes também podem oferecer seu tempo para participar como voluntários de projetos como musicoterapia, permacultura, artes e programas de educação. O hostel também cuida da natureza: a água do chuveiro é reutilizada para regar bananeiras e mamoeiros do terreno e para ajudar a cultivar o jardim interno.
Preço médio por noite: R$ 38,25 por pessoa
Saiba mais: http://www.brazilian.hostelworld.com/hosteldetails.php/28-Towpath-on-the-Riverfront/Port-Elizabeth/94240

Bamboo Eco Hostel, Turim, Itália
O primeiro hostel ecológico da Itália foi o Turin’s Bamboo Eco Hostel, que, no melhor estilo verde, é quase todo construído com materiais reaproveitados e reciclados. Os grafites das paredes funcionam como um lembrete da educação ecológica e da importância de fazer pequenas mudanças, o Quarto Fuchsia foi projetado para celebrar o orgulho LGBT e o café da manhã é um banquete de delícias orgânicas. Conhecer a cidade, observar suas construções e ajudar a queimar as calorias do café da manhã não poderia ser mais fácil com a rede de compartilhamento de bicicletas da cidade, chamada [TO]Bike, com um posto de atendimento na esquina do hostel.
Preço médio por noite: R$ 83,75 por pessoa
Saiba mais: http://www.brazilian.hostelworld.com/hosteldetails.php/Bamboo-Eco-Hostel/Turim/83902

JAM Hostel Barcelona, Barcelona, Espanha
O JAM Hostel Barcelona tem como objetivo contribuir para a promoção do turismo responsável em Barcelona através do seu lema: reduzir, reciclar e reutilizar. Nos bastidores foram instalados modernos sistemas de economia de água e energia, enquanto materiais reciclados foram transformados em obras de arte. O terraço e o jardim do hostel, cheios de espaços para curtir o sol, atraem uma multidão em busca das sessões matinais de yoga e das massagens ayurvédicas. De noite, os turistas podem tomar um refrescante Mojito com hortelã.
Preço médio por noite: R$ 83,75 por pessoa
Saiba mais: http://www.brazilian.hostelworld.com/hosteldetails.php/Jam-Hostel-Barcelona/Barcelona/84819

Pfefferbett Hostel, Berlim, Alemanha
O Hostel Pfefferbett de Berlim, construído em uma antiga cervejaria, faz parte de uma iniciativa municipal que conecta empresas a idosos e pessoas com deficiência que vivem na cidade. Mais de 40% dos funcionários do hostel foram escolhidos através desse programa, e eles atuam na recepção, na limpeza e na cozinha. Para os turistas, o Pfefferbett com certeza faz de tudo para impressionar: o hostel oferece café e chá grátis, um passeio diário também gratuito, aluguel de bicicletas ecológicas, partidas de ping-pong e futebol de mesa, além de seu próprio oásis em forma de jardim, perfeito para relaxar e conhecer novos amigos.
Preço por noite: a partir de R$ 82,52 por pessoa
Saiba mais: http://www.brazilian.hostelworld.com/hosteldetails.php/Pfefferbett-Hostel/Berlim/8999

Fat Cat Travellers Community, Auckland, Nova Zelândia
Aprenda uma nova habilidade, como jardinagem orgânica, construção ecológica ou quem sabe a fazer o seu próprio pão, ou apenas aprenda um pouco mais em uma das diversas oficinas oferecidas pelo hostel. Todos os dias, grandes refeições veganas com os produtos da fazenda orgânica são preparadas para alimentar a todos, quando voluntários e hóspedes do hostel sentam juntos ao redor de uma fogueira para dividir histórias, experiências e músicas. Nada é desperdiçado: os painéis solares alimentam os chuveiros, as sobras de alimentos são usadas em compostagem para o jardim orgânico e até mesmo a máquina de lavar roupas funciona com um pedal de ativação.
Preço médio por noite: R$ 70,62 por pessoa
Saiba mais: http://www.brazilian.hostelworld.com/hosteldetails.php/Fat-Cat-Travellers-Community/Auckland/59212

Grampians Eco YHA, Grampians, Austrália
A arquitetura do Grampians YHA foi projetada para usar água aquecida pelo sol, tanques de água da chuva e reaproveitamento de água, além de técnicas de zoneamento inteligente que utilizam 50% menos energia e geram 50% menos resíduos que um hostel padrão. Cercado pela natureza, os hóspedes desse hostel podem colher ovos orgânicos frescos, além de vegetais, frutas e ervas cultivadas em sua horta orgânica no jardim. Das varandas, podem ser vistos emus, wallabies e cangurus, e os viciados em adrenalina podem curtir caminhadas, trilhas, ciclismo e canoagem, tudo pertinho do hostel.
Preço médio por noite: R$ 45 por pessoa
Saiba mais: http://www.brazilian.hostelworld.com/hosteldetails.php/Grampians-Eco-YHA/Grampians/16573

Twentytu Hi-Tech Hostel, Barcelona, Espanha
O Twentytu Hi-Tech Hostel ganhou um prêmio de turismo sustentável por seu design e foi o primeiro hostel de Barcelona a ganhar a qualificação máxima em eficiência energética. Os hóspedes do hostel colaboram ao usar água, energia e calor reciclados em todo o prédio. Até o check-in com autoatendimento reduz o gasto de papel e energia de uma mesa de recepção tradicional. O hostel conta com uma vista deslumbrantes de seu terraço e passeios de bicicleta pela cidade.
Preço médio por noite: R$ 72,42 por pessoa
Saiba mais: http://www.brazilian.hostelworld.com/hosteldetails.php/Twentytu-Hi-Tech-Hostel/Barcelona/63807

Planet Traveler Hostel, Toronto, Canadá
O Planet Traveler leva sua responsabilidade ambiental muito a sério e usa técnicas modernas para reduzir a emissão de carbono, o uso de energia e o impacto geral do hostel no ambiente. A prova disso pode ser vista nos medidores inteligentes de energia espalhados pelo hostel, exibindo como os recursos podem ser recuperados. O Planet Traveler ainda ganha muitos pontos com suas vistas deslumbrantes do horizonte de Toronto, um bar no terraço, um lounge super aconchegante e atividades diárias. Não há pressa para explorar cada cantinho de Toronto, já que o café da manhã é servido até 13h, e alguns dos museus e galerias mais legais da cidade ficam a poucos minutos de distância.
Preço médio por noite: R$ 86,77 por pessoa
Saiba mais: http://www.brazilian.hostelworld.com/hosteldetails.php/Planet-Traveler-Hostel/Toronto/48151

Chicago Getaway Hostel, Chicago, Estados Unidos
Da lavanderia ao lobby, o objetivo do Chicago Getaway Hostel é se manter o mais verde possível. Por todo o hostel você vai perceber a aura ecológica, com as louças reaproveitáveis da cozinha, as cestas de lixo reciclável em todos os quartos, dormitórios com sistema inteligente de economia de energia e cartões reutilizáveis. Um café da manhã americano típico com waffle e cereais dão início a um dia cheio de atividades dentro e fora do hostel, como pub crawls, churrascos com música ao vivo e noites de filmes com pipoca na sala de TV do hostel.
Preço médio por noite: R$ 77,95 por pessoa
Saiba mais: http://www.brazilian.hostelworld.com/hosteldetails.php/Chicago-Getaway-Hostel/Chicago/1804

The Local NYC, Nova York, Estados Unidos
Pode abandonar os guias de Nova York quando chegar no The Local, já que a equipe do hostel produz seus próprios guias com tudo o que tem de legal na vizinhança do Queens, te salvando das armadilhas para turistas e levando direto ao coração de uma das comunidades mais artísticas da Big Apple. Desde as melhores delícias veganas até o melhor lugar para ver a Maratona de Nova York, o guia é todo online e com muitas dicas de programas grátis. Você também não pode perder os drinques servidos no bar. Depois, vá até o terraço para ver o sol se pôr no icônico horizonte de Nova York, ou relaxe curtindo um filme.
Preço médio por noite: R$ 135,10 por pessoa
Saiba mais: http://www.brazilian.hostelworld.com/hosteldetails.php/The-Local-NYC/Nova-York/76281

Shelter City e Shelter Jordan, Amsterdã, Holanda
Dirigidos por voluntários cristãos de todo o mundo, os dois hostels Shelter de Amsterdã são propriedades sem fins lucrativos que oferecem uma experiência diferente de hospedagem. Localizado no coração do bairro histórico da Luz Vermelha (Red Light District), o Shelter é um refúgio de tranquilidade no meio da agitação da cidade. Os viajantes que buscam por um lugar calmo para refletir durante um passeio e outro podem participar de noites de jogos, meditação bíblica, sessões de microfone aberto, caminhadas pela cidade, noites de filme e degustações da culinária local.
Preço por noite: a partir de R$ 81,72 por pessoa
Saiba mais: http://www.brazilian.hostelworld.com/hosteldetails.php/Shelter-City/Amsterda/6251
http://www.brazilian.hostelworld.com/hosteldetails.php/Shelter-Jordan/Amsterda/643

Luz en el Cielo Eco Hostel, Montezuma, Costa Rica
A floresta tropical da Costa Rica oferece algumas das paisagens naturais mais preservadas dos caminhos dos mochileiros, e neste lugar da cidade de Montezuma os viajantes são convidados a dormir com o som das ondas e acordar com os macacos brincando nas árvores. O Luz en el Cielo é seu lar no meio da selva. Comece o dia com um café da manhã com alimentos orgânicos locais. Depois, conheça uma cachoeira perfeita para o Instagram, a vida selvagem preservada, as melhores praias para surfe da Costa Rica e um parque nacional, tudo a uma curta distância de carro do hostel.
Preço médio por noite: R$56,43 por pessoa
Saiba mais: http://www.brazilian.hostelworld.com/hosteldetails.php/Luz-en-el-Cielo-Eco-B-and-B-Hostel/Montezuma/50633